Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

FormBook é um vírus projetado para roubar dados pessoais dos computadores das vítimas. As pesquisas demonstram que esse malware é distribuído usando e-mails de spam que contêm anexos fraudulentos.

Além disso, os desenvolvedores fornecem esse vírus como um 'serviço' – qualquer criminoso virtual aspirante pode pagar uma assinatura e obter acesso à ferramenta FormBook.

A lista de vítimas é grande, no entanto, a maioria das infecções por FormBook foram detectadas nos EUA e na Coreia do Sul.

Screenshot de um email de spam que distribui o vírus FormBook:

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Após a infiltração, o FormBook começa a monitorizar a atividade do computador e recolhe dados. Esse malware regista as teclas digitadas, capta imagens e recolhe outras informações, como sites visitados, dados da área de transferência, logins/palavras-passe salvas, etc.

As informações geralmente incluem detalhes pessoais (por exemplo, informações bancárias) que o distribuidor do FormBook pode usar indevidamente para gerar rendimento. Portanto, a presença desse malware pode conduzir a perdas financeiras significativas e sérios problemas de privacidade.

Além disso, FormBook é capaz de executar comandos enviados de servidores remotos de Comando e Controlo (C&C). Por exemplo, os comandos podem reinicializar e desligar o sistema, descarregar vários ficheiros/arquivos e executá-los/extraí-los, e assim por diante (lista completa de recursos).

Desta forma, os criminosos podem realizar tarefas remotas, conduzindo a outras infecções de computador de alto risco ou corrupção do sistema (por exemplo, criminosos podem descarregar e executar ransomware). O malware do FormBook deve ser eliminado imediatamente.

Se tiver aberto recentemente anexos de e-mail suspeitos e acreditar que o seu sistema está infectado, use um conjunto de antivírus legítimo para realizar uma verificação completa do sistema e eliminar todas as ameaças. Na verdade, é altamente recomendável ter um instalado e a funcionar. Isso ajudará a evitar novas infecções.

FormBook partilha semelhanças com várias outras infecções por malware, como o Adwind. A maioria é desenvolvida por diferentes criminosos virtuais e tem uma funcionalidade ligeiramente diferente. Em geral, no entanto, são mais ou menos idênticos.

Esses vírus geralmente registam informações do sistema do utilizador, abrem backdoors para outros malwares de alto risco para se infiltrarem no sistema, fazem mau uso dos recursos do sistema para minar criptomoedas ou executam outros processos indesejáveis (por exemplo, botnet).

A presença desses vírus pode causar vários problemas, incluindo (mas não limitado a) danos no sistema, danos ao hardware, perda de ficheiros e problemas de privacidade (por exemplo, roubo de identidade).

Como é que FormBook se infiltrou no meu computador?

Como mencionado acima, o FormBook é promovido ao usar e-mails de spam que contêm mensagens relacionadas a vários campos de negócios (por exemplo, engenharia).

Essas mensagens descrevem brevemente o conteúdo de anexos maliciosos (por exemplo, arquivo PDF, documento do MS Office ou similar) e incentivam os utilizadores a abri-los. Abrindo-os, no entanto, executa scripts que furtivamente descarregam e instalam malwares.

Esse método de distribuição é muito popular entre os desenvolvedores de ransomware. Muitos utilizadores regulares (especialmente aqueles que pouco sabem sobre segurança virtual) são frequentemente induzidos a descarregar e abrir esses anexos.

Como evitar a instalação de malware?

As principais razões para infecções por computador são conhecimento pobre e comportamento imprudente. Se quiser evitar infecções, tenha muito cuidado ao navegar na Internet. Recomendamos que pense duas vezes antes de abrir anexos de e-mail-certifique-se de que são enviados de endereços confiáveis/reconhecíveis e que são relevantes.

As mensagens recebidas por meio de endereços de e-mail suspeitos devem ser excluídas imediatamente, sem leitura. O email de spam não é a única maneira de proliferar malware. Portanto, tenha cuidado ao descarregar/instalar o software. Descarregar as aplicações de fontes oficiais, usando links de descarregamento direto.

Os criminosos rentabilizam os descarregadores/instaladores de terceiros, proliferando aplicações fraudulentas e, portanto, essas ferramentas não devem ser usadas. Durante o descarregamento/instalação, analise cuidadosamente cada etapa (especialmente as configurações “Personalizadas/Avançadas”) e desative todos os programas incluídos adicionalmente.

Também aconselhamos que mantenha as aplicações instaladas atualizadas e, novamente, use um conjunto legítimo de antivírus/anti-spyware. Observe, no entanto, que os criminosos proliferam o malware por meio de atualizadores falsos, portanto, use apenas funções de atualização implementadas.

Como acontece com as ferramentas de descarregamento/instalação, os atualizadores de terceiros nunca devem ser usados. A chave de segurança do computador é a precaução.

Outra variante do email de spam que distribui o FormBook:

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Lista de ações do FormBook que podem ser acionadas usando o servidor C&C:

  • Limpar cookies do navegador
  • Recolher palavras-passe e criar uma screenshot
  • Descarregar e executar o ficheiro
  • Descarregar e descompactar o ficheiro ZIP
  • Lançar um comando via ShellExecute
  • Reiniciar o sistema
  • Remover bot do sistema host
  • Desligar sistema
  • Atualizar bot no sistema host

Remoção imediata automática de malware FormBook:
A remoção manual de ameaças pode ser um processo demorado e complicado que requer conhecimentos avançados de informática. Malwarebytes é uma ferramenta profissional de remoção automática de malware que é recomendada para se livrar de malware FormBook.

Descarregue ao clicar no botão abaixo:
▼ DESCARREGAR Malwarebytes
O verificador gratuito faz uma verificação se o seu computador estiver infetado. Para usar a versão completa do produto, precisa de comprar uma licença para Malwarebytes. 14 dias limitados para teste grátis disponível.

Ao descarregar qualquer software listado no nosso website, concorda com a nossa Política de Privacidade e Termos de Uso.

Menu rápido:

Como remover o malware manualmente?

A remoção manual de malware é uma tarefa complicada – geralmente é melhor permitir que programas antivírus ou anti-malware façam isso automaticamente.

Para remover este malware, recomendamos o uso de Malwarebytes. Se deseja remover malware manualmente, a primeira etapa é identificar o nome do malware que está a tentar remover.

Aqui está um exemplo de um programa suspeito em execução no computador de um utilizador:

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Se verificou a lista de programas em execução no seu computador, por exemplo, a usar o gestor de tarefas e identificou um programa que parece suspeito, deve continuar com estas etapas:

 Descarregue um programa denominado Autoruns. Este programa mostra as aplicações de inicialização automática, o Registo e os locais do sistema de ficheiros:

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Reinicie o computador no modo de segurança:

Utilizadores Windows XP e Windows 7: Inicie o seu computador no Modo Seguro. Clique em Iniciar, Clique em Encerrar, clique em Reiniciar, clique em OK. Durante o processo de início do seu computador pressione a tecla F8 no seu teclado várias vezes até ver o menu Opções Avançadas do Windows e, em seguida, seleccione Modo Segurança com Rede da lista.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

  • O vídeo demonstra como iniciar o Windows 7 “Modo de Segurança com Rede”

Utilizadores Windows 8: Inicie o Windows 8 com Modo Segurança com Rede – Vá para o ecrã de início Windows 8, escreva Avançado, nos resultados da pesquisa, selecione Configurações. Clique em opções de inicialização avançadas, na janela aberta “Definições Gerais de PC”, seleccione inicialização Avançada. Clique no botão “Reiniciar agora”.

O seu computador será reiniciado no “Menu de opções de inicialização avançadas”. Clique no botão “Solucionar Problemas” e, em seguida, clique no botão “Opções avançadas”. No ecrã de opções avançadas, clique em “Definições de inicialização”. Clique no botão “Reiniciar”. O seu PC será reiniciado no ecrã de Definições de Inicialização.

Pressione F5 para iniciar em Modo de Segurança com Rede.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

  1. O vídeo demonstra como começar Windows 8 “Modo de Segurança com Rede”:

Utilizadores Windows 10: Clique no logotipo do Windows e seleccione o ícone Energia. No menu aberto, clique em “Reiniciar”, mantendo o botão “Shift” premido no seu teclado.

Na janela “escolher uma opção”, clique em “Solucionar Problemas” e selecione “Opções avançadas”. No menu de opções avançadas, selecione “Startup Settings” e clique no botão “Reiniciar”. Na janela seguinte deve clicar no botão “F5” do seu teclado.

Isso irá reiniciar o sistema operacional em modo de segurança com rede.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

  • O vídeo demonstra como iniciar o Windows 10 “Modo de Segurança com Rede”:

Extraia o ficheiro descarregue e execute o ficheiro Autoruns.exe.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Na aplicação Autoruns, clique em “Opções” na parte superior e desmarque as opções “Ocultar locais vazios” e “Ocultar entradas do Windows”. Após este procedimento, clique no ícone “Atualizar”.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Verifique a lista fornecida pelo aplicação Autoruns e localize o ficheiro de malware que deseja eliminar.

Deve anotar o caminho completo e o nome. Observe que alguns malwares ocultam seus nomes de processos em nomes de processos legítimos do Windows. Nesta fase, é muito importante evitar a remoção de ficheiros do sistema. Depois de localizar o programa suspeito que deseja remover clique com o mouse sobre o nome dele e escolha “Excluir”

Leia também:  O Que É O Paypal E Como Funciona?

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Depois de remover o malware por meio do aplicação Autoruns (isso garante que o malware não seja executado automaticamente na próxima inicialização do sistema), deve procurar o malware name em seu computador. Certifique-se de ativar ficheiros e pastas ocultos antes de continuar. Se encontrar o nome do ficheiro do malware,

Inicie o seu computador no Modo Seguro. Seguir estes passos deve ajudar a remover qualquer malware do seu computador. Observe que a remoção manual de ameaças requer habilidades avançadas de computação. Se não tiver essas habilidades, deixe a remoção de malware para programas antivírus e anti-malware.

Essas etapas podem não funcionar com infecções avançadas por malware. Como sempre, é melhor prevenir a infecção do que tentar remover o malware posteriormente. Para manter o seu computador seguro, certifique-se de instalar as atualizações mais recentes do sistema operacional e de usar o software antivírus.

Para garantir que o seu computador esteja livre de infecções por malware, recomendamos analisá-lo com Malwarebytes.

Windows 10: Como impedir que pessoas possam desligar o seu computador

Ao utilizar o seu computador, não é incomum que você deixe alguma tarefa rodando nele que não possa ser interrompida. O grande problema destas situações, é que caso você divida o computador com mais de uma pessoa, a máquina pode acabar sendo desligada por engano ou de forma acidental.

Felizmente, o Windows 10 possui uma função que permite impedir que o seu computador seja desligado, reiniciado ou até mesmo de entrar no modo de hibernação. Sendo assim, confira logo abaixo como impedir que o seu computador seja desligado, reiniciado ou entre no modo de hibernação.

publicidade

Assim como dito acima, o processo exibido a seguir não envolve alterações no registro do sistema e usa uma função presente no próprio Windows, que não oferece riscos. Feita esta ressalva, segue o passo-a-passo.

Como impedir que o computador seja desligado

A opção que será alterada dentro do Windows não fica na tradicional tela de configurações do sistema, mas não é complicada de ser realizada, lembrando apenas que assim como outras funções específicas, ela requer ao menos uma conta com privilégios de administrador no sistema. Veja como prosseguir:

  1. Aperte as teclas “Win + R” para abrir a janela do executar e entre com o comando: gpedit.msc. Aperte “Enter”;
    Virus Que Desliga O Pc Como Remover?
  2. Pelo menu localizado a esquerda no “Editor de Política de Grupo Local”, entre neste caminho: Configuração do usuário > Modelos Administrativos > Menu Iniciar e Barra de Tarefas;
    Virus Que Desliga O Pc Como Remover?
  3. Agora, na parte direita da tela, localize a opção “Remover e impedir o acesso aos comandos “Desligar, Reiniciar, Dormir e Hibernar” e dê um clique duplo nela;
    Virus Que Desliga O Pc Como Remover?
  4. Na janela que surge, marque a opção “Habilitado” e, então, clique em “Aplicar > Ok”.
    Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

A partir deste momento, as pessoas que tentarem acessar o caminho tradicional para desligar o seu computador se depararão apenas com a opção “Sair”, ou seja, elas até podem fazer um se deslogar, mas não conseguem desligar a máquina por completo.

Caso queira reverter esta alteração, basta entrar novamente no “Editor de Política de Grupo Local” do Windows e, ao acessar novamente a opção que foi alterada, deixar o seu valor como “Não Configurado” ou “Desabilitado”.

Ransomware – O que é e como eliminar

Alguma vez se perguntou o porquê de tanto alarido sobre o ransomware? Já deve ter ouvido falar dele no escritório ou lido sobre ele nas notícias.

Talvez tenha, neste momento, uma janela pop-up no ecrã do seu computador a avisá-lo sobre uma infeção por ransomware. Se tiver curiosidade sobre tudo o que há para saber sobre o ransomware, veio ao sítio certo.

Ficará a conhecer as diferentes formas de ransomware, como se é infetado, de onde vem, quem é o alvo e o que fazer para se proteger dele.

O que é ransomware?

Ransom malware, ou ransomware, é um tipo de malware que impede os utilizadores de aceder ao seu sistema ou ficheiros pessoais e exige-lhes o pagamento de um resgate para devolver o acesso.

As primeiras versões de ransomware foram criadas no final dos anos 80 e o pagamento tinha de ser enviado através de correio postal.

Hoje, os autores do ransomware exigem que o pagamento seja enviado através de criptomoeda ou cartão de crédito.

Como ocorre a infeção por ransomware?

O ransomware pode infetar o seu computador de várias formas diferentes. Hoje em dia, um dos métodos mais comuns é através de spam malicioso, ou malspam, que consiste em emails não solicitados utilizados para enviar malware. Estes emails podem incluir anexos armadilhados, tais como PDFs ou documentos Word. Também podem conter links para websites maliciosos.

O malspam utiliza a engenharia social para induzir as pessoas a abrir anexos ou clicar em links que aparentam ser legítimos – quer pareçam ser de uma instituição fidedigna ou de um amigo.

Os cibercriminosos utilizam a engenharia social noutros tipos de ataques de ransomware, tais como fazerem-se passar pelo FBI para assustar os utilizadores e fazê-los pagar um determinado montante para desbloquear os seus ficheiros.

Outro método de infeção popular, que atingiu o seu pico em 2016, é o malvertising. Malvertising, ou publicidade maliciosa, é a utilização de publicidade online para distribuir malware sem necessidade de interação, ou com reduzida interação, por parte do utilizador.

Ao navegar na Internet, mesmo em sites legítimos, os utilizadores podem ser direcionados para servidores criminosos sem nunca terem clicado num anúncio. Estes servidores armazenam dados sobre os computadores das vítimas e as suas localizações e, em seguida, selecionam o malware mais adequado para enviar.

Frequentemente, este malware é ransomware.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover? Infográfico malvertising e ransomware.

O malvertising utiliza frequentemente uma iframe infetada, ou um elemento de webpage invisível, para realizar o seu trabalho.

A iframe redireciona o utilizador para uma página de destino de exploit e o código malicioso ataca o sistema a partir desta página, através do kit de exploits.

Tudo isto ocorre sem o conhecimento do utilizador e, por isso, é frequentemente designado por download “drive-by”.

Tipos de ransomware

Existem três principais tipos de ransomware, com uma gravidade compreendida entre moderada a extremamente perigosa. São eles:

Scareware

O scareware, na prática, não é assim tão assustador. Inclui software de segurança nocivo e assistência técnica fraudulenta. Poderá receber uma mensagem pop-up a informá-lo que foi detetado malware e a única forma de eliminá-lo será através de um pagamento. Se nada fizer, é provável que continue a ser bombardeado com pop-ups, mas os seus ficheiros estarão basicamente em segurança.

Um programa de software de cibersegurança legítimo não angaria os seus clientes desta forma. Se não tem qualquer software desta empresa no seu computador, não podem estar a monitorizá-lo para a deteção de infeções por ransomware. Se tiver software de segurança instalado, não necessita de pagar para a remoção de uma infeção — uma vez que já pagou pelo software que realiza essa mesma tarefa.

Screen lockers

Neste caso, a ameaça é atualizada para um alerta laranja. Quando o ransomware lock-screen entra no seu computador, significa que o acesso ao seu PC fica totalmente vedado.

Ao iniciar o seu computador, é apresentada uma janela de tamanho normal, acompanhada frequentemente por uma espécie de selo oficial do FBI ou do Departamento de Justiça dos EUA, que indica que foi detetada uma atividade ilegal no seu computador e que terá de pagar uma multa.

Contudo, o FBI não o iria impedir de aceder ao seu computador nem exigir o pagamento de uma multa por atividade ilegal. Se fosse suspeito de pirataria, pornografia infantil, ou outros cibercrimes, estas entidades recorreriam às vias legais adequadas.

Ransomware de encriptação

Este é verdadeiramente mau. Este tipo de ransomware apodera-se dos seus ficheiros, encripta-os e exige o pagamento de um montante para decriptá-los e devolvê-los.

Este ransomware é extremamente perigoso porque, assim que os cibercriminosos se apoderam dos seus ficheiros, nenhum software de segurança ou restauro do sistema lhos poderá devolver. A não ser que pague o resgate – geralmente, nunca mais os vê.

E, mesmo que pague, não terá qualquer garantia que os cibercriminosos lhe devolverão os seus ficheiros.

Últimos ataques de ransomware

História do ransomware

O primeiro ransomware, conhecido como PC Cyborg ou AIDS, foi criado no final dos anos 80.

Leia também:  Como Nao Dar Importancia Ao Que Os Outros Dizem?

O PC Cyborg encriptava todos os ficheiros do diretório C: após 90 reinicializações e, em seguida, exigia ao utilizador a renovação da sua licença através do envio de $189 por correio para a PC Cyborg Corp.

A encriptação utilizada era fácil de reverter, por isso constituía uma ameaça reduzida para quem tinha experiência em computadores.

Com poucas versões a surgirem nos 10 anos seguintes, foi apenas em 2004 que apareceu uma verdadeira ameaça de ransomware, quando o GpCode utilizou uma encriptação RSA fraca para sequestrar ficheiros pessoais.

Em 2007, o WinLock anunciou o surgimento de um novo tipo de ransomware que, em vez de encriptar ficheiros, bloqueava o acesso dos utilizadores aos seus computadores. O WinLock assumia o controlo do ecrã da vítima e apresentava imagens pornográficas. Em seguida, exigia um pagamento através de uma SMS paga para remover estas imagens.

Com o desenvolvimento da família Reveton em 2012, surge uma nova forma de ransomware: ransomware governamental. As vítimas não conseguiam aceder aos seus computadores e era apresentada uma espécie de página oficial que incluía as credenciais de agências governamentais, tais como o FBI e a Interpol.

Este ransomware informava que o utilizador tinha incorrido num crime, tal como hacking informático, transferência de ficheiros ilegais, ou mesmo, envolvimento em pornografia infantil.

A maioria das famílias de ransomware governamental exigia o pagamento de uma multa entre $100 e $3000, através de um cartão pré-pago como UKash ou PaySafeCard.  

Os utilizadores normais não sabiam o que pensar e acreditavam que estavam verdadeiramente sob investigação das agências governamentais. Esta técnica de engenharia social, agora referida como culpa implícita, faz com que o utilizador questione a sua própria inocência e, em vez de ser advertido sobre uma atividade da qual não se orgulha, paga o resgate para que tudo desapareça.

Em 2013, o CryptoLocker voltou a apresentar ao mundo o ransomware de encriptação, mas, desta vez, numa versão muito mais perigosa. O CryptoLocker utilizava uma encriptação de nível militar e guardava a chave necessária para desbloquear os ficheiros num servidor remoto. Isto significa que era virtualmente impossível para os utilizadores recuperar os seus dados sem pagar o resgate.

Este tipo de ransomware de encriptação ainda é utilizado nos dias de hoje, uma vez que está comprovado que se trata de uma forma incrivelmente eficaz de os cibercriminosos obterem dinheiro. Os grandes surtos de ransomware, tais como o WannaCry em maio de 2017 e o Petya em junho de 2017, utilizaram o ransomware de encriptação para ludibriar utilizadores e empresas em todo o mundo.

No final do ano de 2018, o vírus Ryuk entrou em cena, no que diz respeito ao ransomware, com uma vaga de ataques a redações de jornais norte-americanos, bem como à Autoridade de Águas e Saneamento do Condado de Onslow, na Carolina do Norte.

Contudo, numa reviravolta interessante, os sistemas atacados começaram por ser infetados com os vírus Emotet ou TrickBot, dois trojan que roubam informações e que são agora utilizados como veículos para outras formas de malware como o Ryuk, por exemplo.

O diretor da Malwarebytes Labs, Adam Kujawa, especula que o Emotet e o TrickBot estejam a ser utilizados para encontrarem alvos de grande valor. Quando um sistema é infetado e assinalado como um bom alvo para ransomware, o Emotet ou o TrickBot infetam novamente o sistema com o vírus Ryuk.

Ransomware Mac

Saiba mais sobre o KeRanger, o primeiro verdadeiro ransomware Mac.

Não podendo ficar de fora do jogo do ransomware, os autores do malware Mac lançaram o primeiro ransomware para os sistemas operativos Mac em 2016. Com o nome de KeRanger, este ransomware infetava uma app chamada Transmission que, quando executada, copiava ficheiros maliciosos que continuavam a correr silenciosamente em segundo plano durante três dias, até detonarem e encriptarem os ficheiros pessoais. Felizmente, o programa anti-malware integrado XProtect da Apple lançou uma atualização, pouco tempo depois da descoberta deste ransomware, que impede a infeção dos sistemas dos utilizadores. Apesar disso, o ransomware Mac já não é um problema teórico.

Ransomware móvel

Foi só com o auge do infame CryptoLocker e outras famílias semelhantes em 2014, que o ransomware foi visto em larga escala nos dispositivos móveis. Geralmente, o ransomware móvel apresenta uma mensagem que indica que o dispositivo foi bloqueado devido a um tipo de atividade ilegal.

A mensagem informa que o telemóvel será desbloqueado após um pagamento de uma determinada quantia.

O ransomware móvel é, frequentemente, enviado através de apps maliciosas e requer que o utilizador reinicie o seu telemóvel no modo de segurança e elimine a app infetada para recuperar o acesso ao dispositivo móvel.

Quem são os alvos do ransomware?

Quando o ransomware surgiu pela primeira vez (e reapareceu), as suas vítimas iniciais eram os sistemas individuais (ou seja, as pessoas comuns). Contudo, os cibercriminosos começaram a perceber todo o seu potencial quando expandiram o ransomware às empresas.

O ransomware contra as empresas foi tão bem sucedido, parando a produtividade e resultando na perda de dados e receitas, que os seus autores direcionaram a maioria dos seus ataques para elas. No final de 2016, 12,3% das deteções globais das empresas eram de ransomware, enquanto que apenas 1,8% das deteções de consumidores a nível mundial eram de ransomware.

E, em 2017, 35% das pequenas e médias empresas já tinham sofrido um ataque por ransomware.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover? Relatório sobre ransomware nas pequenas e médias empresas.

Geograficamente, os ataques de ransomware ainda se concentram nos mercados ocidentais, sendo que o Reino Unido, EUA e Canadá são os três países mais visados, por ordem decrescente.

Tal como acontece com outros atores de ameaças, os autores do ransomware seguem o dinheiro, por isso procuram áreas onde haja, simultaneamente,uma ampla utilização de computadores e uma riqueza relativa.

À medida que os mercados emergentes da Ásia e da América do Sul registam um forte crescimento económico, esperamos ver igualmente um aumento do ransomware (e outras formas de malware) nestas zonas.

O que fazer em caso de ataque

Em caso de infeção por ransomware, a primeira regra a seguir é nunca pagar o resgate. (esta recomendação é agora aprovada pelo FBI.) O resgate apenas incentiva os cibercriminosos a lançar ataques adicionais contra si ou contra outros. Contudo, poderá recuperar alguns ficheiros encriptados utilizando desencriptadores gratuitos.

Para clarificar: Não existem desencriptadores criados para todas as famílias de ransomware, uma vez que, em muitos casos, o ransomware utiliza algoritmos de encriptação avançados e sofisticados.

E, mesmo que haja um desencriptador, não é garantido que seja para a versão correta desse malware. Não deve querer encriptar ainda mais os seus ficheiros utilizando o script de desencriptação incorreto.

Assim, tem de prestar especial atenção à própria mensagem de resgate, ou talvez solicitar os conselhos de um especialista em segurança/informática, antes de fazer qualquer tentativa.

Outras formas de lidar com uma infeção por ransomware incluem a transferência de um produto de segurança para a remediação e a realização de uma verificação ao computador para a remoção da ameaça.

Poderá não recuperar os seus ficheiros, mas pode ter a certeza que a infeção será eliminada. Para o ransomware com screenlockers, poderá ser necessário efetuar um restauro completo do sistema.

Se isto não funcionar, pode tentar realizar uma verificação a partir de um CD de arranque ou pen USB.

Se quiser tentar impedir a infeção do ransomware de encriptação em ação, terá de se manter particularmente vigilante. Se notar que o seu sistema está mais lento sem qualquer motivo aparente, encerre-o e desligue a ligação à Internet.

Se, ao reiniciar o computador, o malware permanecer ativo, não poderá enviar ou receber instruções do servidor de comando e controlo. Isto significa que, sem uma chave ou forma de obter o pagamento, o malware pode permanecer inativo.

  Nesta fase, deve transferir e instalar um produto de segurança e realizar uma verificação completa.

Como se proteger do ransomware

Os peritos em segurança concordam que a melhor forma de proteção contra o ransomware é, antes de mais, evitar que aconteça.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover? Saiba mais sobre as melhores formas de evitar uma infeção por ransomware.

Embora hajam métodos para lidar com uma infeção por ransomware, tratam-se, na melhor das hipóteses, de soluções imperfeitas e que, frequentemente, requerem muito mais competências técnicas do que as de um utilizador comum. Por isso, recomendamos que os utilizadores sigam os seguintes conselhos para evitar as consequências dos ataques de ransomware.

Leia também:  Jadłowstręt psychiczny – przyczyny, objawy, leczenie

O primeiro passo para a prevenção do ransomware é investir num excelente software de cibersegurança – um programa com proteção em tempo real, concebido para impedir ataques de malware avançados, tais como o ransomware.

Também deve procurar por funções que irão proteger os programas vulneráveis contra as ameaças (tecnologia anti-exploit), bem como impedir que o ransomware mantenha os ficheiros reféns (componente anti-ransomware).

Por exemplo, os clientes que estavam a utilizar a versão premium do Malwarebytes for Windows estavam protegidos contra todos os principais ataques de ransomware de 2017.

Em seguida, por muito que lhe custe, terá de fazer regularmente cópias de segurança dos seus dados. Recomendamos que utilize um armazenamento em nuvem, que inclua a encriptação de alto nível e a autenticação de múltiplos fatores.

No entanto, pode adquirir pens USB ou uma unidade de disco rígido externa, onde poderá guardar ficheiros novos ou atualizados – só para assegurar que desliga fisicamente os dispositivos do seu computador após realizar a cópia de segurança; caso contrário, podem ser também infetados com ransomware.

Em seguida, assegure-se de que os seus sistemas e softwares estão atualizados. O surto do ransomware WannaCry tirou partido de uma vulnerabilidade presente no software da Microsoft.

Embora a empresa tenha lançado um patch para esta falha de segurança em março de 2017, muitos utilizadores não instalaram a atualização – o que os deixou vulneráveis ao ataque.

Compreendemos que seja difícil acompanhar a crescente lista de atualizações de uma crescente lista de softwares e aplicações que utiliza no seu dia a dia. É por isso que recomendamos que altere as suas definições para permitir a atualização automática.

E, por fim, mantenha-se informado. Uma das formas mais comuns de infeção dos computadores por ransomware é através da engenharia social. Informe-se (e informe os seus funcionários, caso seja proprietário de uma empresa) sobre como detetar o malspam, websites suspeitos e outras fraudes. E, acima de tudo, utilize o seu senso comum. Se lhe parecer suspeito, é provável que o seja.

Mantenha-se atualizado sobre as mais recentes notícias de ransomware no Malwarebytes Labs.

Como desativar o Avast (modo passivo) | Aplicativos e Software

O Avast é um dos antivírus mais populares, mas por uma série de motivos há aqueles que preferem desativar o software, deixando num Modo Passivo, que desliga toda a proteção ativa do programa. Assim, a verificação do sistema atrás de vírus, malwares e outras coisas se torna responsabilidade do usuário e passa a ser totalmente manual.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

Aqui você vai aprender a como desativar o Avast, colocando-o em Modo Passivo para que ele só execute varreduras quando você quiser.

Por que desativar o Avast?

Há usuários que não gostam de deixar os antivírus ativos, pois isso significa que eles estarão sempre rodando e consumindo recursos — competindo com jogos, por exemplo. Ainda que isso seja essencial para prover uma segurança adequada, algumas pessoas preferem atualizar e escanear seus dispositivos apenas quando lhes interessa.

Outros usuários, esses em menor número, utilizam mais de um antivírus no computador, mas por razões óbvias os dois programas não podem proteger o dispositivo ao mesmo tempo.

Como eles são desenvolvidos para fazerem varreduras profundas de todos os cantos do sistema operacional, dois programas rodando ao mesmo tempo começariam a brigar pelo domínio, deixando a máquina lenta.

Assim, ambos precisam ser desativados para que possam conviver em certa harmonia.

De forma geral, um antivírus em Modo Passivo continua recebendo atualizações e definições de novas ameaças, mas todo o processo de verificação passa a ser manual. Os fabricantes recomendam extrema cautela ao desativar um antivírus, porque eles deixarão de funcionar como foram projetados.

Como desativar o Avast

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

O procedimento para desativar o Avast, colocando-o em modo passivo é bastante simples:

  1. Abra a interface do Avast, clicando duas vezes no ícone do desktop, ou clicando com o botão direito no ícone na bandeja na Barra de Tarefas, escolhendo a opção equivalente;
  2. Clique no botão Menu e selecione Configurações;
  3. Clique na aba Solução de problemas, e em Modo Passivo, clique no interruptor vermelho para muda-lo para verde;
  4. O Avast pedirá para que o usuário confirme a alteração, clique no botão Sim;
  5. Na sequência, o antivírus pedirá para que o Windows seja reiniciado, então clique no botão Reiniciar agora.

Virus Que Desliga O Pc Como Remover?

E pronto.

Uma vez que o Windows for reiniciado, o Avast passará para o Modo Passivo e não mais realizará verificações automáticas no sistema; para reativar o Avast, repita o procedimento e clique no interruptor verde, mudando-o para a cor vermelha.

Tome cuidado ao desativar o antivírus

A recomendação dos fabricantes é que o usuário não desative o antivírus, pois ele já é preparado para proteger o computador automaticamente. Se você colocar o Avast em Modo Passivo, a responsabilidade de varrer o sistema periodicamente passa a ser sua, e nem sempre nos lembramos de fazê-lo. Sendo assim, aja por sua conta e risco.

Como fazer uma limpeza geral no PC e deixá-lo mais rápido?

Muita gente anda usando tanto o celular no dia a dia que o computador e o notebook acabam sempre ficando largados em algum canto da casa. Mas eles merecem uma atenção mais especial de nossa parte.

Ainda mais quando se precisa usar urgentemente o equipamento e ele mais parece uma carroça, travando e demorando horas para abrir um arquivo.

Pensando nisso, separamos a seguir algumas dicas para você fazer uma limpeza geral no seu PC. Pode ter certeza de que ele vai funcionar bem melhor depois dessa força tarefa.

Veja também

Escolhemos o Windows 10 para as dicas por ser um sistema operacional muito utilizado nos computadores no Brasil.

Limpar arquivos temporários

A primeira coisa que você pode fazer é a limpeza do disco (HD). Durante o uso do Windows, os programas vão criando vários arquivos temporários. Até a nossa navegação na internet deixa rastros e sujeira dentro do PC.

Fazendo a limpeza do disco, todos esses arquivos serão apagados e o PC ficará com mais espaço para funcionar.

Vá na barra de tarefas do computador (localizada na borda inferior da tela) e encontre o símbolo da Lupa.

Agora, digite Limpeza de Disco. (Se o sistema estiver em Inglês, digite Disk Cleanup).

Selecione a opção na lista de resultados.

Uma nova janela vai surgir com algumas sugestões. Agora você deve selecionar os tipos de arquivos que deseja remover. Se tiver alguma dúvida, clique no item para ler uma descrição sobre ele.

Alguns exemplos são: arquivos da lixeira e de internet temporários.

Depois de selecionar o que quer, é só ir no OK e confirmar. O sistema vai abrir uma janela perguntando se você deseja realmente continuar o processo.

Ao confirmar, todos os arquivos selecionados serão excluídos, sem chance de recuperação.

Imagem: Reprodução

Excluir programas que não usa mais

No mesmo local da Limpeza de Disco aparece um item chamado “Mais opções“. Ao clicar, uma nova janela vai surgir com todos os programas instalados em seu PC.

Analise um por um e veja quais você não usa já há algum tempo. Decidiu qual quer apagar?

Clique nele e em seguida aperte o botão “Desinstalar“. Siga os passos seguintes exibidos na tela e pronto.

Desfragmentar o disco

A dica agora serve para que o Windows analise os arquivos que estão espalhados (fragmentados) pelo HD.

O próprio sistema acaba fazendo essa desordem durante o seu funcionamento. Por isso, é bom repetir o processo de tempos em tempos.

Seguindo os passos abaixo, o computador consegue se reorganizar para economizar mais espaço. Consequentemente, ele fica mais rápido.

Imagem: Reprodução

  • Volte para a barra de pesquisa e digite “Desfragmentar e Otimizar Unidades“.
  • Ao abrir, selecione a unidade C:/ e vá no botão “Analisador”.

Depois que o PC fizer sua análise é só pressionar “Otimizar”. O processo pode demorar bastante (até horas) dependendo do caso. Mas depois de seguir é só dar um OK para concluir.

E uma recomendação: só faça a desfragmentação quando não tiver riscos de falha na rede elétrica (como em caso de um temporal). O risco é o computador desligar no meio do caminho e perder alguns dados.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*