Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

A Internet foi das maiores invenções tecnológicas da história da Humanidade. No mundo digital, o papel e a caneta deram lugar ao computador equipado por um monitor, teclado, rato, etc, e todos os conteúdos são agora facilmente acedidos através daquilo que o próprio monitor mostra.

  • A Internet permitiu ter acesso à informação numa questão de segundos, em qualquer parte do Mundo e Castells (2001) defende que a Internet é pioneira na comunicação de muitos para muitos, e fundamental para o Terceiro Mundo.
  • Mas como surgiu este serviço?
  • Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?
  1. Castells, autor do livro, ‘A Galáxia Internet’ (2001) indica que a Internet surgiu exactamente em Setembro de 1969 através da ARPANET (Advanced Research Projects Agency Network), uma rede de computadores estabelecida pela ARPA(Advanced Research and Projects Agency).
  2. A ARPA foi fundada foi o objectivo de mobilizar recursos provenientes essencialmente do mundo universitário, de forma a acabar com a superioridade tecnológica militar existente na União Soviética que, em 1957, havia lançado o primeiro Sputnik.
  3. Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

Por sua vez, a ARPANET iria repartir o tempo de trabalho online dos computadores existentes nos vários centros de informática interactiva e nos grupos de investigação da agência. No entanto a Internet não surgiu apenas quando a ARPANET foi criada, mas deu o impulso e foi o motor para a dimensão da rede que hoje existe.

Após verificar a sua funcionalidade, a ARPANET foi ligada a outras redes de computadores da ARPA como a PRNET e a SATNET e assim apareceu o conceito de rede de redes.

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

Em 1975 a DCA (Defense Communications Agency), obtém a ARPANET e a evolução e desenvolvimento levou ao aparecimento de outras redes. No ano de 1990, a grande maioria dos computadores dos Estados Unidos da América estavam já preparados para funcionar em rede.

  • O serviço mais conhecido e que associamos mais rapidamente quando falamos em Internet é a WWW (World Wide Web), que foi criado por Berners-Lee com o principal objectivo de melhorar o sistema de comunicação do CERN (European Organization for Nuclear Research), sediado em Genebra.
  • Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?
  • A principal função do World Wide Web é a partilha de informação e a ligação entre si de diversas fontes de informação, através de um sistema interactivo de computação.

Por volta dos anos 90, a Internet encontrava-se já privatizada e a sua ligação à rede podia ser efectuada em qualquer rede informática a partir de qualquer ponto do planeta.

A WWW estava disponível para funcionar com qualquer software à disposição dos utilizadores.

Castells ainda refere que a Internet teve o sei início oficial no ano de 1995, mas já estava na mente dos informáticos deste os anos 60, pois em 1969 já se haviam estabelecido redes de comunicação entre computadores.

Estatísticas Actuais

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

As estatísticas actuais (as mais recentes datam 31 de Dezembro de 2011), mostram bem o potencial e impacto que a Internet tem na vida e quotidiano da população a nível global. Podemos verificar que somos quase 2.267.233.

742 utilizadores no total, e que o continente asiático é o que contribui com mais população, sendo a Aceania/Austrália o que menos utilizadores tem a aceder à Internet. Por cá, na Europa somos também bastantes, com 500.723.

686 internautas.

Pergunta: Há quanto tempo utilizam a Internet? Como pensam que seria o vosso dia-a-dia sem este serviço?

Nota:

Quem criou a internet? Conhe�a a hist�ria e os seus inventores

A internet � t�o essencial no nosso dia a dia que nem conseguimos pensar em como era a vida sem ela, n�o � mesmo?�Mas a verdade � que a internet � uma inven��o relativamente contempor�nea, que surgiu com fins militares durante a Guerra Fria.�

Os prim�rdios da internet: a�Arpanet e o seu uso militar

A rede Arpanet era respons�vel por trocar informa��es entre militares e cientistas durante a Guerra Fria. A rede pertencia ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos, era financiada pela Nasa e pelo Pent�gono,�e tinha a inten��o de n�o interromper a comunica��o mesmo em caso de bombardeio.

Foi gra�as � Arpanet (Advanced Research Projects Agency Network), em outubro de 1969, nos Estados Unidos, que a Universidade da Calif�rnia enviou um primeiro e-mail para as institui��es parceiras perguntando: “Voc� est� recebendo isso?”

As tr�s outras institui��es parceiras responderam rapidamente que sim. Os primeiros estabelecimentos ligados atrav�s da rede Arpanet foram a Universidade de Utah, a Universidade da Calif�rnia (polos de Los Angeles e Santa B�rbara) e o Instituto de Pesquisa de Stanford.

Um nome importante por tr�s da Arpanet foi o de Paul Baran (1926-2011), um cientista especializado em comunica��o digital que ajudou a impulsionar o desenvolvimento da rede.

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

Paul Baran foi um engenheiro el�trico que desenvolveu os fundamentos t�cnicos da Arpanet.

Ele nasceu no dia 29 de abril de 1926, na Pol�nia, e nos primeiros anos de�da d�cada de 60 teve a ideia de desenvolver os message blocks, isto �, pequenos blocos de mensagem contendo informa��es que s�o reconstru�das quando chegam ao destino final. Essa � a base do funcionamento da internet at� os dias de hoje.�

Em 1982 a Arpanet passou a ser mais usada no meio acad�mico (a princ�pio apenas nos Estados Unidos, depois em outros pa�ses da Europa). O�uso comercial aconteceu cinco anos mais tarde, no come�ou em 1987, primeiro nos Estados Unidos.

J� em 1992 apareceram as primeiras empresas provedoras de internet comercial. No Brasil, em 1989 algumas universidades federais�tinham�acesso � rede, mas�somente em 1995 come�ou a explora��o comercial.

Kahn e�Cerf�inventaram o IP e colocaram todos os computadores numa mesma rede

Kahn e Cerf�criaram juntos os protocolos TCP/IP, a arquitetura de�internet,�que foram as bases para que pudessemos ter acesso �rede universal que temos hoje. Eles desenvolveram o IP para transmiss�o das informa��es atrav�s da Arpanet, o que lhes rendeu o t�tulo de “pais da internet”.�

Robert�Elliot Kahn�nasceu no dia 23 de dezembro de 1938 em�Brooklyn, Nova Iorque, e se tornou um importante engenheiro el�trico. Kahn se formou em engenharia pelo City College of New York em 1960 e depois fez o mestrado e o doutorado na �rea.�

O cientista da computa��o Vinton Cerf�nasceu no dia 23 de junho de 1943 em Connecticut e foi o mais importante parceiro de�Robert�Elliot Kahn. Os dois�foram respons�veis pela cria��o de regras t�cnicas que permitiram que v�rios computadores distintos (de diferentes marcas) pudessem entrar numa mesma rede para partilharem informa��es.

Em 2004, Cerf e Kahn receberam o pr�mio A.M.Turing Award, o pr�mio m�ximo no mundo das ci�ncias inform�ticas.

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

Tim Berners-Lee inventou o�WWW em 1955

O cientista brit�nico Tim Berners-Lee�foi um revolucion�rio da era digital a ponto de ser chamados por muitos como o “pai da web”.

  • Nascido no dia 8 de junho de 1955, em Londres, Tim veio de um background de exatas – filho de um casal composto por matem�ticos/cientistas�da computa��o – Tim se graduou em f�sica pela Universidade de Oxford no ano de 1976.
  • Foi�num�laborat�rio na Su��a,�em 1989, durante um per�odo em que trabalhava para a Organiza��o Europeia para a Pesquisa Nuclear, que desenvolveu�o primeiro navegador de internet do mundo, o World Wide Web (WWW).
  • Tim tamb�m foi o criador da linguagem de marca��o que � empregada na cria��o de sites (o HTML) e do HTTP (um protocolo que intermedia as conex�es mundiais de internet).

O cientista � t�o importante que, em 2003, recebeu da rainha da Inglaterra o t�tulo de cavaleiro. Nos dias de hoje o inventor atua como professor em duas institui��es de ensino superior (a Universidade de Oxford e o�Massachusetts Institute of Technology).

Marc Andreessen�(re)inventou�o navegador de internet

Em 1992, o americano�Marc Andreessen, que tinha apenas 22 anos e estava se formando na Universidade de Illinois, criou�o primeiro�navegador gr�fico, o Netscape Navigator, feito a partir�do�Mosaic, um navegador anterior tamb�m de sua autoria.

Antes da inven��o de Marc, a internet funcionava com�linhas de comando FTP (File Transfer Protocol). Depois da sua inven��o, Marc passou a deter 90% do mercado dos navegadores, sendo superado apenas com o advento do Internet Explorer anos mais tarde.

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

A grande vantagem do navegador de Marc foi ser intuitivo, amigo do usu�rio,�mais confi�vel e, consequentemente, mais democr�tico.

De acordo com�o criador, o seu navegador:

tornou a Internet muito mais f�cil de usar.�Mas tornar o uso mais f�cil tamb�m tornou mais evidente como us�-lo, todas as coisas diferentes que as pessoas podiam fazer com ele – o que fazia as pessoas quererem mais.�E tamb�m est� claro que ajudamos a aumentar a largura de banda: ao criar a demanda, ajudamos a aumentar a oferta.

Em agosto de 1995, a empresa Netscape j� valia 2.9 bilh�es de d�lares. Com a entrada do Internet Explorer no mercado, a Netscape se reinventou e deu origem ao Mozilla em 1998.

A cria��o do Internet Explorer

O navegador Internet Explorer veio superar o Netscape Navigator, de Marc Andreessen. O IE�come�ou a ser produzido pela Microsoft em agosto de 1995 e foi, at� 2004, o l�der absoluto do mercado. Para se ter uma no��o da magnitude, em 2003 cerca de 95% dos utilizadores trabalhavam com o IE.�

Leia também:  Como Saber Qual É O Meu Ascendente No Signo?

Um dos argumentos que fez o Internet Explorer ganhar muito mercado foi o fato dele�vir, a princ�pio, integrado nos computadores Windows�atrav�s de uma pr�-instala��o nos pcs novos. Outro ponto importante que fez com que o navegador ganhasse muitos utilizadores foi a sua simplicidade.

Entretanto, a partir de 2006, o Internet Explorer come�ou a perder com muita rapidez uma boa fatia do mercado para a concorr�ncia (Safari, FireFox, Chrome�e Opera).

Em dezembro de 2010, o IE j� possu�a apenas 46,94% do mercado (nessa ocasi�o, 30,76% dos usu�rios utilizavam o FireFox�e 14,86% o Chrome).

Em 2020, o IE caiu para quinto�na lista de navegadores mais utilizados nos Estados Unidos ficando�com apenas 7,64%. Atualmente,�no top 4�do ranking, est�o:�Chrome (58,29%), Safari (15,1%), Edge (7,87%)�e FireFox (8,1%).

Achamos que voc� tamb�m ir� gostar de ler:

História da Internet: origem, quem inventou e tudo sobre o assunto!

A Internet é, sem dúvida, uma das maiores invenções do século XX. Desde que surgiu, abriu as portas para novos desenvolvimentos tecnológicos que continuam avançando até hoje, transformando o modo como vivemos e nos relacionamos.

  • Atualmente, viver sem a Internet é simplesmente impensável.
  • Por esse motivo, decidimos percorrer a linha do tempo da história da Internet, explorando suas origens e passando pelos momentos principais de sua evolução para entender seus efeitos no mundo globalizado e na transformação digital que marca o século XXI.
  • Nesse post você verá:
  • Boa leitura!

A origem da Internet

Há 40 anos, enquanto os principais meios de comunicação eram o telégrafo e o telefone, os computadores eram grandes máquinas que realizavam cálculos e armazenavam informações. De forma geral, seu uso tinha fins exclusivamente científicos e governamentais.

Então, como foi que chegamos à chamada Era da Informação, na qual a tecnologia invade todos os aspectos de nossas vidas? Se quisermos encontrar uma resposta para essa pergunta, precisamos retroceder na história da Internet.

Em 1957, os Estados Unidos e a União Soviética protagonizavam a Guerra Fria, um embate em termos ideológicos, econômicos, políticos, militares e, é claro, tecnológicos.

Devido ao conflito, os Estados Unidos estavam interessados em encontrar uma maneira de proteger suas informações e comunicações no caso de um ataque nuclear soviético. As inovações que tentaram resolver esse problema levaram ao que conhecemos hoje como Internet.

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

Primeiros conceitos e propósitos da Internet

Agora, falaremos sobre os primeiros acontecimentos que deram início à Internet:

DARPA

Em 1958, um ano após o lançamento do primeiro satélite artificial da história, o Sputnik 1, pela URSS, os EUA criaram a DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency,ou Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa, em português).

A DARPA é fundamental na história da Internet, uma vez que foi responsável pela pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para fins defensivos e militares, entre elas, a rede de computadores.

Teoria de comutação de pacotes e rede galáctica

  1. Em 1961, Leonard Kleinrock apresentou sua teoria de comutação de pacotesem sua tese de doutorado no MIT.
  2. Ele alegava que dois servidores poderiam se comunicar para enviar e receber informações transportadas por pacotes por meio de uma rede de nós.

  3. Esses pacotes podiam seguir caminhos diferentes, dependendo da saturação da rede, e ser refeitos na chegada ao destino.

Já em 1962, J. C.

R Licklider, chefe da DARPA e pioneiro da Internet, descreveu o conceito de uma rede galáctica para acessar rapidamente dados de qualquer lugar do mundo.

De forma independente, Paul Baran trabalhou na comutação de pacotes na RAND Corporation. Em 1962, ele apresentou um sistema de comunicações que, por meio de computadores conectados a uma rede descentralizada, era imune a ataques externos, já que, se um ou mais nós fossem destruídos, os outros poderiam continuar funcionando.

O objetivo havia sido cumprido! Se essa tecnologia fosse desenvolvida em larga escala, as informações dos EUA estariam protegidas, pois poderiam ser consultadas em qualquer computador.

Rede de longa distância (WAN)

O grande avanço na história da Internet ocorreu em 1965, quando Lawrence G. Roberts, em Massachusetts, e Thomas Merrill, na Califórnia, conectaram um computador TX2 a um Q-32 por uma linha telefônica comutada de baixa velocidade.

O experimento foi um sucesso e é marcado como o acontecimento que criou a primeira WAN (Wide Area Network) da história.

ARPANET

A história da Internet continuou em 1966, quandoRoberts entrou na DARPA e criou o plano da ARPANET para desenvolver a primeira rede de comutação de pacotes junto a Robert Kahn e Howard Frank.

Embora o primeiro protótipo de uma rede comutada por pacotes descentralizada já tivesse sido projetado pelo Laboratório Nacional de Física (NPL) do Reino Unido em 1968, ganharia visibilidade somente em 1969, quando um computador da Universidade da Califórnia (UCLA) se conectou com sucesso a outro do Stanford Research Institute (SRI).

A conexão por nós foi tão bem-sucedida que, meses depois, quatro universidades americanas já estavam interconectadas. Assim nasceu a ARPANET!

Nascimento do NCP e do e-mail

Em 1970, a ARPANET estava consolidada com centenas de computadores conectados.

S. Crocker e sua equipe do Network Working Group estabeleceram o protocolo de controle chamado Network Control Protocol (NCP), que permitia o desenvolvimento de aplicativos a partir dos computadores conectados à ARPANET.

Foi assim que, em 1972, Ray Tomlinson criou o software básico de e-mail, que se tornou o aplicativo mais importante da década e mudou a natureza da comunicação e colaboração entre as pessoas.

Seu impacto foi tão grande que a ARPANET se afastou gradativamente do uso militar, aproximando-se do uso científico na disseminação de informações. Por esse motivo, em 1974, mais de 50 universidades americanas estavam conectadas à ARPANET.

Transição da ARPANET para o TCP/IP

Apesar de seu sucesso, o protocolo NCP não era suficiente para se comunicar com redes ou máquinas fora da ARPANET, como redes de pacotes por rádio ou satélite.

Por isso, em 1974 Robert Kahn e Vinton Cerf desenvolveram uma nova versão do protocolo que respondia a um ambiente de rede de arquitetura aberta. Esse novo protocolo foi chamado de TCP/IP.

O protocolo TCP/IP, mais do que agir como um controlador, facilitava a comunicação entre redes sem a necessidade de que estas fizessem alterações em sua interface. Além disso, garantia que nenhum pacote de informações fosse perdido e verificava se eles chegavam na ordem em que haviam sido enviados.

No início dos anos 80, mais precisamente em 1983, a ARPANET mudou o protocolo NCP para o novo TCP/IP. O IP havia se tornado o serviço portador da Infraestrutura de Informação Global.

Em 1985, a Internet já estava consolidada como a principal rede de comunicação com alcance global.

Nascimento da World Wide Web

Mas o avanço não parou por aí. Em 1989, Tim Berners-Lee desenvolveu aWorld Wide Webpara facilitar o trabalho colaborativo no CERN.

Basicamente, a WWW funciona como um sistema de distribuição de documentos de hipertexto (HTTP) interconectados e acessíveis por meio de um navegador web conectado à Internet.

O sistema se tornou tão popular no CERN que, em 1991, foi aberto ao público externo. Isso foi possível graças à criação do navegador Mosaic em 1993. De fato, sua recepção foi tão rápida que em 1997 havia mais de 200 mil sites.

Comércio na Internet

Você percebeu que as primeiras redes de computadores estavam restritas a um público de cientistas, engenheiros e funcionários do governo? Bem, essa situação não duraria por muito mais tempo.

Com o advento do TCP/IP, redes individuais, educacionais e comerciais começaram a ter acesso à comunicação quase imediata e às informações disponíveis oferecidas pela Internet. A conectividade deixou de ser exclusiva e se tornou disponível para todos graças à WWW.

Assim, a Internet passou a fazer parte de todos os âmbitos da sociedade, incluindo as atividades comerciais, uma vez que consegue satisfazer necessidades e encontrar formas mais adequadas de executar processos, por exemplo, por meio de plataformas digitais.

De fato, o comércio na Internet levou ao desenvolvimento de serviços de rede privada com TCP/IP, o que causou, entre outras coisas, o surgimento da educação virtual e do comércio eletrônico, a transição do Marketing tradicional para o Marketing Digital e a chegada da transformação digital.

Cenário atual da Internet

A Internet mudou radicalmente desde a sua origem. Já não se trata mais de um espaço onde e-mails são trocados e informações são armazenadas.

Agora, ela está em todos os objetos e lugares em que oferece valor, como nos mostra o surgimento da Internet das Coisas.

A História da Internet – Do Início ao Status Atual da Rede

Se você está lendo este conteúdo, é porque tem uma conexão com a internet. Sem ela, você não poderia acessar esta página e, muito menos, aprender mais sobre as tecnologias que cercam a sua rotina. Neste artigo, você vai aprender sobre a história da internet, dos primórdios aos avanços mais sofisticados da rede mundial de computadores.

Leia também:  Como Saber De Que Banco É Um Nib?

Conceitos na Era da Pré-internet

Em 1964, Marshall McLuhan já previa, em seus artigos científicos, que, de alguma maneira, a sociedade estava evoluindo para uma grande comunidade global. O intelectual foi a primeira pessoa a colocar esse conceito no papel e a falar sobre as suas consequências. 

Para ele, um sistema nervoso eletrônico, em que conexões simultâneas permitiriam que todos os cantos do planeta pudessem se comunicar sem barreiras e rapidamente, estava prestes a se formar. Acontecimentos do outro lado do mundo poderiam ser acompanhados como se estivessem acontecendo em um mesmo lugar. 

Mas o canadense não foi o único a pensar desta forma. Em 1926, o croata Nikola Tesla adiantou que o homem inventaria um instrumento de bolso (o celular) que, ligado a redes invisíveis sem fio (a internet wi-fi que conhecemos atualmente), conseguiria se comunicar por longas distâncias. 

A Origem da Internet com a ARPANET

A história da internet está ligada aos primeiros computadores conectados à energia elétrica. Os modelos iniciais destas máquinas surgiram nos anos 50. Elas eram gigantescas, lentas e muito pesadas. E em nada se pareciam com os computadores atuais, que são ultra rápidos e ultrafinos. 

Além disso, elas também só existiam em laboratórios científicos para fins profissionais. Não havia fabricantes para venda e distribuição de uso pessoal em grande escala. E só estavam disponíveis em países como Estados Unidos, Inglaterra e França, as nações pioneiras na criação da internet. 

Nos anos 60, em um desses laboratórios, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos começou a desenvolver uma rede que interligava computadores. Ela foi chamada de ARPANET (Advanced Research Projects Agency Network). 

Esta rede serviu, sobretudo, a propósito militares. Era uma forma do governo norte-americano se proteger e garantir a fluência das comunicações, caso a Guerra Fria e os momentos posteriores ao evento histórico fossem favoráveis à ascensão da União Soviética. 

Foi o projeto inicial da ARPANET, que interligava computadores locais em uma rede privada, que inspirou a criação de uma rede global que permitisse a conexão simultânea de várias redes. Este conceito, primeiramente conhecido como internetworking, é um dos pontos chaves no surgimento da internet.

A Criação da Internet e o WWW

A partir daqui, diversos projetos para desenvolver uma rede massiva que fosse capaz de conectar computadores em todo o mundo começaram a despertar nas universidades de tecnologia. 

Então, em 1974, a abreviação do termo provisório internetworking fez com que o termo INTERNET fosse usado pela primeira vez. Mas levou 20 anos para que a internet começasse a se aproximar da complexidade como conhecemos a tecnologia atualmente. 

Na década de 80, uma pesquisa do cientista Tim Berners-Lee resultou na World Wide Web (WWW). Em seu laboratório no CERN, na Suiça, o britânico interligou (link) documentos de hipertexto em sistemas de informação, acessíveis de qualquer ponto daquela rede primitiva.  

Berners-Lee também é o criador do HTML, uma linguagem de marcação usada na criação de sites, e do HTTP, o principal protocolo que estabelece as conexões de internet em todo o mundo. Ele ainda criou o primeiro navegador de internet, o WorldWideWeb (sem espaços), em 1990.  

A Abertura da Internet 

No final de 1990, Tim Berners-Lee lançou a primeira página de internet em um formato muito similar ao que temos atualmente. Ela era hospedada em um servidor de rede, também criado pelo cientista. 

Em 1991, Lee percebeu que sua criação só se tornaria popular caso fosse acessível a quem quisesse experimentar e criar sua própria página na web. Para isso, ela não deveria incluir custos, como a obrigação de pagar uma mensalidade para a poder usá-la.

Então, em abril de 1993, foi mundialmente anunciado que a internet seria livre de royalties (patentes). Ou seja, pública e isenta de taxas para usar e para criar qualquer tipo de projeto online. Foi assim as portas de acesso à rede foram abertas para usuários em geral, que puderam se juntar a essa comunidade online inédita e começar a interagir com outras pessoas.  

A Revolução da Internet nos Anos 90 

A partir da metade dos anos 90, a internet foi a responsável por transformar a sociedade. O cotidiano mudou a forma como as pessoas passaram a consumir informação, cultura, serviços, produtos, entretenimento e conhecimento. 

As fronteiras e a distância entre as pessoas diminuíram drasticamente. As relações pessoais, familiares, profissionais e comerciais ficaram cada vez menores, muito mais rápidas. Inclusive, a chegada do email e as trocas de mensagens em tempo real se tornaram praticamente instantâneas. 

As discussões também ficaram mais democráticas, acessíveis e facilitadas com o surgimento e expansão dos fóruns e comunidades online. Enquanto isso, sites começaram a se modernizar em qualidade de conteúdo e design de páginas, garantindo um fluxo crescente de acesso de usuários.   

Um dos exemplos mais expressivos foi o lançamento do GeoCities em 1994. O serviço oferecia ferramentas gratuitas para criação de páginas pessoais categorizadas pela localização do criador. Ele chegou a ter 38 milhões de usuários

Outro exemplo foi o The Globe, uma espécie de rede de blogs primitivos em que os usuários podiam publicar conteúdos pessoais e compartilhar experiências do cotidiano, hobbies e outros assuntos de interesse.   

Quando E Como Surgiu A Internet Resumo?

A Chegada das Redes Sociais

Ainda na década de 90, a chegada das redes sociais elevaram a internet a um novo patamar de usabilidade e interação entre milhões de usuários espalhados pelo globo. Conheça, abaixo, algumas das principais delas.

A primeira delas foi em 1995 com o Classmates, uma página de interação para estudantes dos Estados Unidos e Canadá trocarem conhecimento ou marcar encontros. Chegou a ter mais de 50 milhões de usuários.

Em 2002 apareceu o Fotolog, uma rede social para compartilhar fotografias. Os usuários publicavam atividades pessoais com breves descrições das suas rotinas, com a possibilidade de receber comentários e criar links para outros membros. Ainda na ativa, conta com mais de 32 milhões de usuários espalhados por 200 países.  

Em 2003, vieram o LinkedIn (para assuntos profissionais e vagas de emprego) e o MySpace (blog para compartilhar conteúdos pessoais, fotos, vídeos e arquivos de áudio). Respectivamente com mais de 175 milhões e 25 milhões de usuários, as duas podem ser usadas diariamente.

2004, enfim, marca a explosão da popularidade das redes sociais. Foi neste ano que surgiram o Orkut

Como Surgiu a Internet ?

Podemos dividir a história da humanidade em três importantes eras: agrícola, industrial e digital.

Na era digital a sociedade tem recebido o nome de “sociedade da informação”, aquela cuja cultura e economia dependem essencialmente da tecnologia, da comunicação e da informação.

Em tese, todos participam de alguma maneira da interação, compartilhando o conhecimento com base nas informações que possuem.

Através da convergência tecnológica, o processo de troca de comunicação é muito facilitado. Hoje podemos processar informações variadas em uma só forma: a forma digital.

Diferentes aparelhos são multifuncionais, fazendo uso somente de um pequeno chip.

Através de celulares, por exemplo, acessamos a Internet, ouvimos rádio e músicas em formato mp3, enviamos e-mails, fotos, vídeos e mensagens curtas de texto (SMS), entre tantas outras funções.

A era é nova e o nome que deram à sociedade atual é pomposo. Deve-se ter cuidado, porém, em não generalizar, tendo em vista a realidade brasileira que é marcada pela exclusão digital. Com a queda de preços e o crescimento da Internet a inclusão digital tem aos poucos acontecido, mas ainda a passos de tartaruga.

Observemos o que nos ensina Hugo Assmann, professor e Doutor em Teologia, com ênfase em Filosofia da Educação:

“A sociedade da informação é a sociedade que está sempre a constituir se, na qual são amplamente utilizadas tecnologias de armazenamento e transmissão de dados e informação de baixo custo.

Esta generalização da utilização da informação e dos dados é acompanhada por inovações organizacionais, comerciais, sociais e jurídicas que alterarão profundamente o modo de vida tanto no mundo do trabalho como na sociedade em geral.

No futuro, poderão existir modelos diferentes de sociedade da informação, tal como hoje existem diferentes modelos de sociedades industrializadas.

Esses modelos podem divergir na medida em que evitam a exclusão social e criam novas oportunidades para os desfavorecidos. A importância da dimensão social caracteriza o modelo europeu.

Este modelo deverá também estar imbuído de uma forte ética de solidariedade.

A mera disponibilização crescente da informação não basta para caracterizar uma sociedade da informação. O mais importante é o desencadeamento de um vasto e continuado processo de aprendizagem.”

Neste contexto, podemos falar da Internet. A Internet surgiu nos anos 60, na época da Guerra Fria, nos Estados Unidos. O Departamento de Defesa americano pretendia criar uma rede de comunicação de computadores em pontos estratégicos. A intenção era descentralizar informações valiosas de forma que não fossem destruídas por bombardeios se estivessem localizadas em um único servidor.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Leia também:  Como Livrar-se Do Chefe Quando Nos Conhecemos?

Assim, a ARPA (Advanced Research Projects Agency), uma das subdivisões do Departamento, criou uma rede conhecida por ARPANET, ligada por um backbone (“espinha dorsal”, isto é, estruturas de rede capazes de manipular grandes volumes de informações) que passava por debaixo da terra, o que dificultava sua destruição. O acesso à ARPANET era restrito a militares e pesquisadores, demorou chegar ao público em geral, pois temiam o mau uso da tecnologia por civis e países não-aliados.

No Brasil, a conexão de computadores por uma rede somente era possível para fins estatais. Em 1991, a comunidade acadêmica brasileira conseguiu, através do Ministério da Ciência e Tecnologia, acesso a redes de pesquisas internacionais.

Em maio de 1995, a rede foi aberta para fins comerciais, ficando a cargo da iniciativa privada a exploração dos serviços. Hoje, para conectar seu computador, o usuário paga os serviços de um provedor de acesso ou tem conexão direta.

O fenômeno Internet difere dos outros meios de comunicação conhecidos até agora, haja vista que a postura do receptor no rádio e na televisão é meramente passiva, enquanto em relação à Internet o receptor participa selecionando e emitindo informações.

Há várias maneiras de trocar e obter informações através da Internet, dentre as quais: World Wide Web (www), mecanismos de busca, e-mail (correio eletrônico), peer-to-peer, IRC (Internet Relay Chat), VoIP (voz sobre IP), listas de discussão, bate-papos e mensagens instantâneas.

A própria rede, por sua vez, é acessada através de diversos meios, caracterizando o típico exemplo de convergência tecnológica, da facilitação no processo de troca de comunicação. A Internet está presente em computadores, celulares, palms, e diferentes aparelhos multifuncionais.

Voltemos ao tempo.

Conseguimos nos imaginar sem esta maravilhosa invenção que hoje é uma oportunidade de atravessar fronteiras, derrubar barreiras e dividir idéias de forma única? Além de tudo, a internet aumenta a capacidade de leitura (também estimulando novas leituras), ajuda a encontrar informações, resolver problemas e, sem dúvida, a adquirir competências cada vez mais exigidas no mercado de trabalho. Fica no ar a pergunta, cuja resposta soa um tanto óbvia para a maior parte dos usuários desta ferramenta incomparável.

  • Carolina de Aguiar Teixeira Mendes Consultora, Educadora e Pesquisadora Direito & Educação – Novas Tecnologias
  • Colunista – Brasil Escola
  • Curiosidades – Informática – Brasil Escola

Como foi inventada a internet?

A rede mundial de computadores, ou Internet, surgiu com um momento bem menos nobre do que ele tem hoje. Ela surgiu em plena Guerra Fria e foi criada com objetivos estritamente militares.

Ela foi criada para interligar as bases militares dos Estados Unidos e com isso garantir as comunicações norte americanas seriam mantidas mesmo em caso de ataques inimigos que destruíssem os meios convencionais de telecomunicações.

A ARPANET – primeira versão da internet – funcionava através de um sistema conhecido como chaveamento de pacotes, que é um sistema de transmissão de dados em rede de computadores no qual as informações são divididas em pequenos pacotes.

O ataque soviético nunca veio, mas o que o Departamento de Defesa dos EUA não sabia era que estavam dando início ao maior fenômeno midiático do século 20, o único meio de comunicação que em apenas 4 anos conseguiria atingir cerca de 50 milhões de pessoas.

Mapa lógico da Arpanet em 1977

Em 29 de Outubro de 1969 ocorreu a transmissão do que pode ser considerado o primeiro E-mail da história. O texto desse primeiro e-mail seria “LOGIN”, conforme desejava o Professor Leonard Kleinrock da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), mas o computador no Stanford Research Institute, que recebia a mensagem, parou de funcionar após receber a letra “O”.

Nas décadas de 1970 e 1980 o mundo entraria em uma era de relativa tranquilidade, onde não havendo mais a iminência de um ataque imediato, o governo dos EUA permitiu que pesquisadores que desenvolvessem, nas suas respectivas universidades, estudos na área de defesa pudessem também entrar na ARPANET. Nesse momento a Internet ganhou uma nova função, servindo como um importante meio de comunicação acadêmico. Estudantes e professores universitários, principalmente dos EUA, trocavam ideias, mensagens e descobertas pelas linhas da rede mundial que ainda dava seus primeiros passos.

Primeira Interface do Processador de Mensagens da Arpanet em 1969

Nessa época o avanço para a internet como conhecemos hoje deu um grande passo quando através da National Science Foundation, o governo norte-americano investiu na criação dos backbones que são computadores muito potentes conectados por linhas que tem a capacidade de dar vazão a grandes fluxos de dados, como canais de fibra óptica, elos de satélite e elos de transmissão por rádio. Basicamente esta é a estrutura física da internet até hoje em dia.

Foi somente no ano de 1990 que a Internet começou a alcançar a população em geral, quando o engenheiro inglês Tim Bernes-Lee desenvolveu a World Wide Web, o famoso padrão www, e possibilitando a utilização de uma interface gráfica e a criação de sites mais dinâmicos e visualmente interessantes. A partir de então a Internet cresceria em ritmo acelerado.

Porcentagem de usuários da internet em relação a população total do país

Para se ter ideia, até 2003, cerca de mais de 600 milhões de pessoas estavam conectadas à rede e segundo a Internet World Estatistics, em junho de2007 este número se aproximava de 1 bilhão e 234 milhões de usuários.

INTERNET NO BRASIL

No Brasil, os primeiros embriões de rede surgiram em 1988 e ligavam universidades do Brasil a instituições nos Estados Unidos. No mesmo ano, o Ibase começou a testar o Alternex, o primeiro serviço brasileiro de Internet não acadêmica e não-governamental. Ele só seria aberto ao público em 1992

Em 1989, o Ministério da Ciência e Tecnologia lança um projeto pioneiro, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Existente ainda hoje, a RNP é uma organização de interesse público cuja principal missão é operar uma rede acadêmica de alcance nacional.

Quando foi lançada, a organização tinha o objetivo de capacitar recursos humanos de alta tecnologia e difundir a tecnologia Internet através da implantação do primeiro backbone nacional.

O primeiro backbone brasileiro foi inaugurado em 1991, destinado exclusivamente à comunidade acadêmica. Mais tarde, em 1995, o governo resolveu abrir o backbone e fornecer conectividade a provedores de acesso comerciais.

Depois disso a empresa norte-americana Netscape criaria o protocolo HTTPS (HyperText Transfer Protocol Secure), que possibilitaria o envio de dados criptografados para transações comercias pela internet e promoveria o boom das compras online.

A internet não para de crescer desde então.

Para se ter ideia, até 2003, cerca de mais de 600 milhões de pessoas estavam conectadas à rede e segundo a Internet World Estatistics, em junho de2007 este número se aproximava de 1 bilhão e 234 milhões de usuários.

INTERNET NO BRASIL

No Brasil, os primeiros embriões de rede surgiram em 1988 e ligavam universidades do Brasil a instituições nos Estados Unidos. No mesmo ano, o Ibase começou a testar o Alternex, o primeiro serviço brasileiro de Internet não acadêmica e não-governamental. Ele só seria aberto ao público em 1992. 

Em 1989, o Ministério da Ciência e Tecnologia lança um projeto pioneiro, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

Existente ainda hoje, a RNP é uma organização de interesse público cuja principal missão é operar uma rede acadêmica de alcance nacional.

Quando foi lançada, a organização tinha o objetivo de capacitar recursos humanos de alta tecnologia e difundir a tecnologia Internet através da implantação do primeiro backbone nacional.

O primeiro backbone brasileiro foi inaugurado em 1991, destinado exclusivamente à comunidade acadêmica. Mais tarde, em 1995, o governo resolveu abrir o backbone e fornecer conectividade a provedores de acesso comerciais.

Mapa das conexões brasileiras em 1997

A internet brasileira vem crescendo rapidamente em nome de usuários e já somos o país que passa mais conectado à rede no mundo. No entanto, aumentamos os números de conectados, mas não melhoramos a qualidade de nossa conexão, por isso nossa internet ainda é tão cara e de tão baixa qualidade.

Evolução da internet brasileira

E você, leitor? Já parou para pensar na importância que a internet tem nos dias de hoje? Na falta que ela faria em sua vida? Desde um simples pagamento que agora pode ser feito em casa até uma conversa com um familiar que mora longe.

Nos dias atuais, é impossível pensar no mundo sem a Internet. Estar conectado à rede mundial passou a ser uma necessidade de extrema importância. A Internet também está presente nas escolas, faculdades, empresas e diversos locais, possibilitando acesso as informações e notícias do mundo em apenas um click.

Conte-nos nos comentários o que acha disso.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*