Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo é um dos suplementos que possuem grandes benefícios para os praticantes de musculação. Este produto é constituído por lipídeos, as famosas gorduras que têm funções importantes em nosso organismo. Caso você tenha dúvidas sobre para que serve óleo de cártamo, quando e como tomar, entre outras coisas, confira as nossas dicas.

No caso de ficar em dúvida de qual é o melhor óleo de cártamo para comprar, aposte no da Growth Supplements. Se está em busca de melhorar a sua composição corporal e aumentar a massa muscular, você precisa saber mais sobre esse produto para que ele não falte mais em sua dieta.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo é produzido através da extração das sementes oleaginosas da planta Carthamus Tinctorius L, que tem origem nas regiões áridas da Índia.

O óleo de cártamo é encontrado na forma de cápsulas e de extrato do óleo comestível, podendo ser utilizado para temperar saladas, por exemplo.

Contém gordura poli-insaturada, sendo aproximadamente 80% de ômega-6 (ácido linoleico) e 12% de gordura monoinsaturada ômega-9 (ácido oleico).

Os lipídeos, que constituem o óleo de cártamo, são parte da estrutura das membranas celulares, participam do transporte de elétrons, atuam como cofatores enzimáticos, hormônios e mensageiros intracelulares. Esse produto é formado por três fontes de óleo, vitamina e mineral.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? Auxilia nos processos de produção e utilização de energia

O óleo de cártamo apresenta uma série de benefícios para indivíduos praticantes de atividade física que buscam modificar a composição corporal por meio do aumento de massa muscular e da redução de massa gorda.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo apresenta uma série de benefícios para indivíduos praticantes de atividade física que buscam modificar a composição corporal por meio do aumento de massa muscular e da redução de massa gorda.

Este suplemento auxilia nos processos de produção e utilização de energia, potencializando o desempenho nas sessões de treino mais intensas e combatendo o catabolismo após os exercícios pesados. Além disso, a composição do produto ainda estimula a recuperação dos tecidos musculares após o exercício.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo é ideal para quem busca por um aliado no emagrecimento. Além de fornecer esse auxílio, o produto conta com ingredientes que beneficiam o metabolismo e apresenta propriedade que colabora para a redução da gordura abdominal e proporciona impacto na recuperação pós treino.

Além disso, o óleo de cártamo é um excelente antioxidante natural. Por isso, esse suplemento vem se tornando popular entre praticantes de atividades físicas que desejam potencializar os resultados dos treinos.

  • Aumento da saciedade;
  • Oxidação de gorduras livres;
  • Liberação de insulina;
  • Prevenção de doenças;
  • Redução de risco cardíaco;
  • Redução da lipogênese.

“As pessoas que devem tomar o óleo de cártamo são aquelas que desejam reduzir a massa gorda do composição corporal. Além disso, esse produto irá facilitar a produção e a utilização de energia pelo corpo, o que faz o indivíduo melhorar a performance durante os treinos.” Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo usado como suplemento apresenta capacidade de redução do colesterol ruim de 12 a 20%. Além disso, o uso do produto também resulta na queda de 21 a 24% dos níveis de apolipoproteína B-100, lipoproteína que tem função de carregar o colesterol do sangue para as células.

Esses benefícios estão relacionados com a presença de fitoesteróis e ômega 9 no alimento.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

Esse é um benefício interessante para quem deseja diminuir a quantidade de calorias ingeridas durante o dia, pois desta forma fica mais fácil cortar as besteiras consumidas.

Este suplemento auxilia nos processos de produção e utilização de energia, potencializando o desempenho nas sessões de treino mais intensas e combatendo o catabolismo após os exercícios pesados. Além disso, a composição do produto ainda estimula a recuperação dos tecidos musculares após o exercício.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? Mais performance para os treinos

O óleo de cártamo tem uma extensa lista de benefícios que vão do aumento da saciedade à prevenção de doenças. Este suplemento auxilia nos processos de produção e utilização de energia, potencializando o desempenho nas sessões de treino mais intensas e combatendo o catabolismo após os exercícios pesados.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

O óleo de cártamo também pode apresentar resultados na aparência, proporcionando melhores aspectos para o cabelo e para a pele, ajudando a reduzir a acne e evitando as linhas de expressão e rugas.

Devido a esse efeito, relacionado à vitamina E que compõe o produto, o óleo de cártamo está presente em algumas fórmulas de cosméticos.

O óleo de cártamo possui efeito termogênico, ou seja, ele estimula a oxidação dos ácidos graxos. Além disso, a vitamina E, que também faz parte da constituição do óleo de cártamo, ajuda a combater os radicais livres, substâncias prejudiciais para o nosso organismo que são produzidas quando ocorre um excesso de exercício.

Essa atuação ajuda a retardar o envelhecimento e otimiza a recuperação muscular depois dos treinos mais intensos, combatendo alguns fatores decorrentes da oxidação.

O ômega 9, presente na composição do óleo de cártamo, possui capacidade de atuar na prevenção de doenças cardiovasculares e derrame, diminuindo significamente os riscos de desenvolvimento desses quadros.

A ação anti-inflamatória do óleo de cártamo também relaciona-se com as propriedades do ômega 9, ácido graxo altamente anti-inflamatório por fornecer uma carga considerável de antioxidantes ao organismo, o que pode reduzir a oxidação através da inibição da peroxidação dos lipídios.

O óleo de cártamo é excelente para o combate de doenças. Isso porque a vitamina E, quando associada à vitamina C, pode colaborar para diminuir a ocorrência do mal de Alzheimer, visto que essas duas vitaminas são antioxidantes eficazes e, quando consumidas em conjunto, intensificam a atuação no organismo.

Além disso, outra das diversas propriedades da vitamina E é a sua capacidade de prevenir ou até mesmo diminuir o crescimento de tumores relacionados ao hormônio testosterona, como o câncer de próstata, por exemplo.

Estudos indicam que a prevenção desse tipo de câncer é mais eficaz em quem realiza a suplementação do óleo de cártamo do que em pessoas que não utilizam nenhum tipo de suplemento.

Um outro fator importante é que o Picolinato de Cromo, presente no óleo de cártamo, eleva a sensibilidade à insulina e amplia a sinalização celular. Em outras palavras, ele utiliza a glicose com muito mais eficiência, o que resulta em uma melhora significativa em seu desempenho atlético.

Um outro benefício desse nutriente, o que pode ser uma salvação para muitos, é que ele inibe a vontade de comer doces. Esses fatores são interessantes para o controle da diabetes.

Sim, o óleo de cártamo é um aliado no emagrecimento. Isso porque o resultado da combinação dos ingredientes que formam o óleo de cártamo gera o “perfil lipídico”. Essa característica faz com que a concentração plasmática de ácidos graxos livres aumente, favorecendo ainda mais o aumento do gasto energético, o que resulta na tão sonhada queima de gordura.

Além disso, há a presença do ômega 6, um ácido graxo poli-insaturado que atua como um catalisador da queima da gordura marrom (gordura responsável por gerar calor para os órgãos vitais)³, bem como do Picolinato de Cromo, nutriente chamado de inibidor natural de apetite, que também favorece ainda mais o emagrecimento de forma saudável. Em razão desses fatores, o óleo de cártamo é um produto recomendado para as pessoas que buscam cuidar da estética e da saúde.

Recomenda-se o consumo de três cápsulas ao dia do suplemento de óleo de cártamo. Duas delas podem ser ingeridas antes das principais refeições, como almoço e jantar, e a outra deve ser consumida preferencialmente uma hora antes do treino.

O óleo de cártamo pode ser consumido juntamente com algum carboidrato para que os resultados do produto se tornem mais eficazes. Uma opção é combinar a ingestão com um sanduíche de peito de peru com alguma fruta cítrica rica em vitamina C (como goiaba, acerola ou laranja).

O óleo de cártamo é um suplemento natural que não apresenta efeitos colaterais e nem traz danos à saúde, quando ingerido de modo adequado e na quantidade indicada.

No entanto, evite o consumo excessivo, pois a alta dosagem pode trazer efeitos reversos indesejados. Para um consumo correto, consulte um nutricionista.

A Growth Supplements oferece qualidade comprovada por padrões mundiais. Além de oferecermos segurança e eficácia em nossos produtos, você pode comprá-los por um preço imbatível no mercado, pois os vendemos diretamente da nossa fábrica para o nosso cliente.

Agora que você sabe quais os benefícios do óleo de cártamo e para que ele serve, não deixe de adquiri-lo na GSuplementos! Um outro produto com qualidades semelhantes é o ômega 3, conheça um pouco mais sobre ele em nosso site. Aproveite para ver as informações do whey protein, o número um do top 10 da Growth Supplements.

O óleo de cártamo é produzido através da extração das sementes oleaginosas da planta Carthamus Tinctorius L, que tem origem nas regiões áridas da Índia. Este produto é constituído por lipídeos, as famosas gorduras que têm funções importantes em nosso organismo.

Dentre os benefícios do óleo de cártamo, citamos alguns como o aumento da sensação de saciedade, a liberação de insulina, a redução de risco cardíaco e dos níveis de triglicérides.

Recomenda-se o consumo de três cápsulas ao dia do suplemento de óleo de cártamo. Duas delas podem ser ingeridas antes das principais refeições, como almoço e jantar, e a outra deve ser consumida preferencialmente uma hora antes do treino.

O óleo de cártamo é um suplemento natural que não apresenta efeitos colaterais e nem traz danos à saúde, quando ingerido de modo adequado e na quantidade indicada.

2 resultados

Lista Grade

Óleo de cártamo: para que serve, como tomar e benefícios

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? O óleo de cártamo possui ação antioxidante – Foto: Chalee2500/Shutterstock

O óleo de cártamo é extraído das sementes da planta cártamo (Carthamus tinctorius). Este óleo é utilizado com frequência na alimentação por ser muito nutritivo. Afinal, é rico em ômega 6, ácido graxo essencial que o organismo necessita, mas não produz; e ômega 9, importante para a função cerebral, crescimento e desenvolvimento.

O alimento também possui boas quantidades de vitamina E, que se destaca pela forte ação antioxidante. Os fitoesterois estão presentes no óleo de cártamo, o que é importante porque contribui para o controle das taxas de colesterol.

Leia também:  Como Calcular Quanto Vou Pagar De Luz?

O óleo contribui para a redução do triglicérides e é bom para quem tem diabetes. Alguns estudos também apontam que o alimento pode ajudar mulheres com câncer de mama e pessoas com obesidade.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Óleo de cártamo – 9 gramas
Calorias 80 kcal
Gorduras totais 9 g
Gorduras saturadas 0.55 g
Gorduras poli-insaturadas 6.7 g
Gorduras monoinsaturadas 1.29 g
Vitamina E 3.07 mg
Vitamina K 0.6mcg

Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

Pode controlar o colesterol: Um estudo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition constatou que o óleo de cártamo suplementado por oito semanas pode reduzir o colesterol ruim (LDL) de 12 a 20% e níveis de apolipoproteina B-100 de 21 a 24%.

Esta lipoproteína é a principal carregadora de colesterol do sangue para células. Este benefícios ocorrem devido à composição que inclui os fitoesterois e o ômega 9.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? Esta é a planta da qual se extrai o óleo de cártamo – Foto: Getty Images

Ajuda a controlar os triglicérides: O óleo de cártamo ajuda a reduzir os níveis de triglicérides por ser rico em ômega 9. A pesquisa do The American Journal of Clinical Nutrition contou com trinta e cinco mulheres participantes e aponta que o consumo do alimento de fato reduz os níveis de triglicérides.

Ação antioxidante: A vitamina E presente no óleo de cártamo faz com que ele tenha forte ação antioxidante. Assim, o alimento contribui proteger as células contra a ação dos radicais livres, retardar o envelhecimento e diminuir o risco de doenças.

Proporciona saciedade: Este benefício ocorre porque o óleo retarda o esvaziamento gástrico, aumentando o tempo de saciedade. Assim, se reduzi a vontade de comer carboidratos, açúcares ou mesmo se alimentar excessivamente.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Bom para quem tem diabetes: A pesquisa realizada em 2009 e publicada no The American Journal of Nutrition com mulheres que têm diabetes mostrou que o óleo de cártamo reduz os níveis de açúcar no sangue em jejum.

Queima gordura: Estudos apontam que o óleo de cártamo contribui para a queima da gordura abdominal. Alguns especialistas defendem que esta perda de gordura ocorre devido ao ômega 6 presente no óleo.

Este ácido graxo atuaria como catalisador da queima de gordura marrom, que tem função de gerar calor para os órgãos vitais.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

  • Quando o ômega 6 acelera a queima desse tipo de gordura, o corpo busca energia na gordura branca localizada na barriga, cintura e quadril.
  • No entanto, existem pesquisas que contestam essa informação e afirmam que são necessários mais estudos sobre o assunto.
  • Confira qual a porcentagem do valor diário* de alguns nutrientes que a porção recomendada, 9 gramas, deste alimento carrega:

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

  • 30% de vitamina E
  • 16% de gorduras totais
  • 4% de calorias
  • 3% de gorduras saturadas.

*Valores diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

O óleo de cártamo é rico em ômega 6, podendo conter até 70% do quanto o organismo necessita deste ácido graxo por dia. Este ácido graxo poli-insaturado é essencial para o organismo, mas não é produzido por ele; e auxilia na cicatrização, evita a queda de imunidade, atenua a queda de cabelo e aumenta a queima de gordura corporal.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

Cerca de 30% do alimento é composto por ômega 9. Esta gordura é monoinsaturada e ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, derrames, tem ação anti-inflamatória e contribui para aumentar os níveis do colesterol bom, HDL, e diminuir o ruim, LDL.

O óleo é fonte de vitamina E que se destaca pela capacidade antioxidante, favorecendo a retirada de radicais livres do organismo, retardando o envelhecimento e diminuindo o risco de doenças.

Ele também conta com fitoesterois, substância com estrutura semelhante ao colesterol e que diminui a absorção intestinal dele ajudando a controlar os níveis de colesterol.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

  1. O alimento ainda possui pequenas quantidades de vitamina A, que possui ação antioxidante; e vitamina K, componente na formação de 13 proteínas essenciais para a coagulação do sangue e envolvida na construção dos ossos.
  2. Combate e previne câncer de mama: Alguns estudos sugerem que o óleo de cártamo inibe a atividade do tumor do câncer de mama.
  3. Porém, outras pesquisas sugerem que uma dieta rica em ômega 6, substância que está presente em grandes quantidades no óleo, pode fazer justamente o contrário: promover o desenvolvimento desse tipo de tumor.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

A quantidade orientada varia de acordo com cada pessoa. Porém, os valores que costumam ser orientados são de duas colheres de chá (9 gramas) do óleo ou duas cápsulas por dia.

Pode ser consumido frio em saladas ou ser aquecido e assim fazer parte do preparo de alimentos refogados. Também é possível consumir este alimento na versão de cápsulas.

Nutrientes (em 9 g) Óleo de Cártamo Óleo de Coco Óleo de girassol
Calorias 80 kcal 77 kcal 80 kcal
Gorduras Totais 9 g 9 g 9 g
Gorduras saturadas 0,55 g 7,8 g 0,81 g
Gorduras poli-insaturadas 6,7 g 0,52 g 2,6 g
Gorduras monoinsaturadas 1,29 g 0,16 g 5,2 g
Vitamina E 3,07 mg 0,006 mg 3,7 mg
Vitamina K 0,6 mcg 0,06 mcg 0,46 mg

Fonte: Tabela do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE 😉

O óleo de cártamo possui as mesmas calorias que o óleo de coco e o óleo de girassol, a vantagem é que tem menos gordura saturada quando comparado ao óleo de coco. A gordura saturada quando ingerida em excesso pode aumentar o colesterol total e o LDL.

Além disso, quando comparado com o óleo de coco, o de cártamo possui mais gorduras boas, a monoinsaturada, ômega 9, e a poli-insaturada, ômega 6. Porém, o óleo de girassol de destaca por conter quantidades maiores de gorduras monoinsaturadas. Por isso, os especialistas recomendam variar o consumo do óleo de cártamo com o de girassol.

Óleo de cártamo + fontes de ômega 3: O óleo de cártamo é rico em ômega 6, e este ácido graxo em excesso pode levar à inflamações. O ômega 3 possui ação anti-inflamatória e por isso ajuda a controlar o efeito negativo do ômega 6.

Alimentos ricos em ômega 3 são peixes de águas profundas e frias como o salmão, sardinha e arenque, truta, linguado, namorado, pescada amarela e sementes como a chia e a linhaça, muito embora o ômega 3 de origem animal seja melhor absorvido do que o vegetal.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? É preciso tomar cuidado com os suplementos de óleo de cártamo – Foto: Getty Images

O suplemento do óleo de cártamo só podem ser consumidos com a orientação de um médico ou de nutricionista. Quanto ao óleo in natura, é melhor que gestantes e lactantes evitem o consumo, pois ainda não existem estudos que mostrem a implicação deste alimento no bebê.

  • É importante que haja um equilíbrio entre o ômega 3, encontrado principalmente em peixes de águas frias, e o ômega 6 na razão de 5:1, sendo o ômega 6 o mais consumido e o ômega 3 o menos.
  • O equilíbrio entre os dois é essencial porque o ômega 3 age como anti-inflamatório, enquanto o ômega 6 em excesso pode levar a inflamação.
  • Infelizmente, como o ômega 6 pode ser encontrado na alimentação com facilidade, ele está presente em carnes, ovos e leite, e o 3 não, as pessoas podem ter dificuldade em balancear o consumo dos dois ômegas.

O excesso de ômega 6 pode aumentar a inflamação e resultar em maiores riscos de doenças cardiovasculares, câncer, artrite e depressão. Estudos sugerem que a população consume até 30 vezes mais o ômega 6 do que ômega 3.

Como o óleo de cártamo é rico em ômega 6, o excesso do alimento na dieta pode levar a esses problemas. Por ser um óleo calórico, o excesso dele também pode causar o ganho de peso.

O ganho de peso está associado aos aumentos de colesterol total LDL, glicose e triglicérides e redução do colesterol HDL.

O óleo de cártamo pode ser encontrado em lojas de produtos naturais.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar? Aprenda a fazer a deliciosa panqueca com óleo de cártamo – Foto: Getty Images

Confira deliciosas e saudáveis receitas com o óleo de cártamo.

-Panqueca de óleo de cártamo com espinafre

  • Panqueca de óleo de cártamo com espinafre
  1. Fonte consultadas:
  2. Nutricionista Fabiana Honda, da PB Consultoria em Nutrição.
  3. Nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, da empresa Consultoria Alimentar, especializada em Nutrição Clínica.

Óleo de cártamo emagrece e ajuda a reduzir gordura abdominal: veja como usar!

O óleo de cártamo, que também é conhecido como açafrão-bastardo, é extraído a partir das sementes da planta Carthamus tinctorius e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais e de suplementos alimentares, sob a forma de cápsulas ou óleo.

Este tipo de óleo traz os seguintes benefícios para a saúde:

  • Ajudar a emagrecer, por retardar o esvaziamento do estômago, prolongando a sensação de saciedade;
  • Atuar como anti-inflamatório, por ser rico em ômega-9 e vitamina E;
  • Ajudar a diminuir a glicemia, auxiliando no controle da diabetes tipo 2;
  • Diminuir a pressão alta, por melhorar a circulação sanguínea;
  • Diminuir o colesterol ruim, por ser rico em fitoesterois.

No entanto, é importante lembrar que esses efeitos só são alcançados quando o óleo de cártamo é consumido juntamente com uma alimentação saudável e com a prática frequente de atividade física.

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

Como tomar

Para obter seus benefícios, a dose recomendada é de 2 cápsulas ou 2 colheres de chá de óleo de cártamo por dia, de preferência meia hora antes ou depois das refeições principais ou de acordo com a orientação do nutricionista ou fitoterapeuta.

Leia também:  Como Se Chama Uma Pessoa Que Não Tem Religião?

Óleo de cártamo é bom para o cabelo

Além dos seus benefícios para a saúde em geral, o óleo de cártamo também pode ser usado no tratamento de cabelos secos e quebradiços por ser rico em vitaminas A, E e gorduras antioxidantes, que atuam mantendo a saúde dos cabelos e da pele.

Para obter seus benefícios, deve-se massagear lentamente o couro cabeludo com o óleo de cártamo, pois isso irá ativar a circulação sanguínea local e fazer com que a raiz do cabelo absorva o óleo, deixando os fios mais fortes e estimulando o seu crescimento. Para o corpo, o óleo funciona como um hidratante natural, sendo rapidamente absorvido pela pele e ajudando a prevenir rugas e celulites. Veja também como usar o óleo de Baru para emagrecer e hidratar a pele e os cabelos.

Contraindicações e efeitos colaterais

  • O óleo de cártamo não tem contraindicações, mas só deve ser tomado por crianças, idosos, mulheres grávidas e que amamentam de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista.
  • Além disso, o seu consumo em excesso pode causar problemas como aumento da inflamação no corpo, artrite, depressão e diminuição do colesterol bom, devido aos seus altos níveis de ômega-6.
  • O óleo de coco também é rico em antioxidantes e ajuda no emagrecimento, por isso veja como usar o Óleo de coco em cápsulas.

Óleo de cártamo, como tomar

Equipe eCycle Consuma Consciência – Dia-a-dia Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

Nativo do Oriente Médio, o cártamo é uma planta oleaginosa muito apreciada por suas sementes, das quais se extrai o óleo de cártamo. Com flores amarelas semelhantes às do girassol, a planta era usada na antiguidade como corante. Atualmente os principais produtores do cártamo são Índia, Estados Unidos e México, cuja produção é focada no óleo extraído das sementes.

As sementes de cártamo possuem elevados teores dos ácidos linoleico (70%) e oleico (20%), além de uma pequena porcentagem de ácido linolênico (3%). Além disso, o óleo de cártamo é rico em ômegas 3, 6 e 9, o que faz com que ele possua diferentes propriedade terapêuticas.

Como tomar óleo de cártamo

O óleo de cártamo pode ser usado de modo tópico para tratar peles fotoenvelhecidas, sensíveis, secas, frágeis, irritadas e com sinais de envelhecimento como rugas e pés-de-galinha. Ele também é indicado para o tratamento de celulite, tem ação regeneradora, melhora a função barreira e reaviva a cor e o brilho dos cabelos.

Aliado a uma dieta equilibrada, quando ingerido, ele ajuda o sistema imunológico e na redução do colesterol ruim. O consumo deve ser moderado, já que mesmo sendo benéfico ainda se trata de um óleo.

Para incluir o óleo de cártamo na dieta, tome no máximo duas cápsulas do suplemento por dia, meia hora antes ou depois das principais refeições. Também é possível tomar o óleo de cártamo em sua versão líquida, muito comum nos Estados Unidos.

Nesse caso o consumo deve ser de duas colheres de chá por dia (não use o líquido e as cápsulas ao mesmo tempo, escolha apenas uma das formas de consumo).

Antes de começar a tomar óleo de cártamo é importante consultar um profissional da saúde. Como se trata de um óleo, por mais benéfico que seja, é essencial checar com especialistas se o consumo do produto não oferece nenhum risco ao seu organismo.

Pessoas com problemas de coagulação sanguínea, doenças hemorrágicas ou úlceras gastrointestinais, assim como aquelas que irão se submeter a cirurgias, devem evitar o consumo de óleo de cártamo, uma vez que ele apresenta propriedades anticoagulantes e pode “afinar” o sangue.

Se você tem alergia a plantas da família do cártamo, como ambrósia, margarida, cravo e crisântemo, entre outros, também deve evitar o óleo de cártamo. Mulheres grávidas também devem evitar o consumo de óleo de cártamo – há relatos de indução de contrações uterinas e parto.

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Óleo de Cártamo: Para que Serve, Como Tomar, O que é? ⑩

O óleo de cártamo é fonte de ácidos graxos essenciais, as famosas gorduras “boas” que trazem uma série de benefícios à saúde.

Tanto
que é considerado um alimento funcional devido aos diversos nutrientes com
propriedades e benefícios ao organismo humano.

O
uso da planta cártamo data antes da era Cristã, sendo utilizado para fins
culinários e na produção de corante amarelo para tingir e aromatizar alimentos.
Porém, foi descoberto que a partir de suas sementes é possível extrair um óleo
alimentar de elevado valor dietético que possui diversos benefícios.

Tanto
que hoje, o óleo de cártamo é muito usado como suplemento alimentar, para
prevenir e tratar condições de saúde, melhorar a performance e emagrecer.

O que é o óleo de cártamo?

O óleo de cártamo é um alimento funcional extraído das sementes oleaginosas da planta Carthamus tinctorius L, nativa das regiões áridas da Índia.

Pertencente
à família das Asteraceae, a planta possui uma raiz profunda que lhe permite
sobreviver em climas mais secos.

O
cártamo também é conhecido pelos seus nomes comuns: açafrão-bastardo, açafroa,
açafrol e falso açafrão. Ou ainda, por seu nome em inglês: safflower, safflor
ou bastard saffron.

  • O
    óleo extraído das sementes da planta é rico em ácidos graxos do tipo mono e
    poli-insaturados, representando cerca de 90% da sua composição.
  • Desses, torno de 80% é de ácido linolênico e 12% de ácido oléico,
    gorduras do tipo ômega 9 e 6, respectivamente.
  • Entram
    em sua composição ainda uma pequena porcentagem de ácido palmítico e de ácido
    esteárico, todos com tamanho médio de cadeias de carbono.

Por
isso, o Óleo de Cártamo é considerado o que apresenta maior teor favorável de
gorduras poli-insaturadas. Sendo inclusive fonte de vitamina E que desempenha potente
ação antioxidante.

  1. Os
    ácidos graxos essenciais, ômega 6 e ômega 9, colaboram com a
    queima de gordura e aumento de massa magra, no controle do colesterol, manutenção e
    integridade das células.
  2. Suas
    propriedades antioxidantes conferem ação protetora ao sistema cardiovascular e
    cerebral, contribuindo dessa forma, para a prevenção de doenças cardíacas e ao
    processo de regeneração nervosa.
  3. O
    ácido
    linoleico (Ômega 6), componente majoritário do óleo de cártamo, também atua
    como anti-inflamatório, estando envolvido na biossíntese de prostaglandinas, as
    quais ajudam a reduzir inflamações.
  4. Por conta destes e
    outros benefícios, o óleo de cártamo passou a ser um suplemento
    bastante procurado e pode ser encontrado na forma de cápsulas.

Para que serve o óleo de
cártamo?

  • Os
    benefícios do consumo de Óleo de Cártamo tem sido objeto de estudo e seu uso
    demonstrou ser extremamente benéfico à saúde.
  • O óleo de cártamo possui ação antioxidante e anti-inflamatória, dentre os benefícios descritos na literatura, destacam-se: redução da concentração de triglicerídeos, colesterol total e colesterol LDL, redução das lesões ateroscleróticas, prevenção de doenças cardíacas e hipertensão.
  • Ele também fortalece o sistema imunológico,
    previne celulites, tem a capacidade de reduzir as rugas e inflamações cutâneas
    e combater o envelhecimento precoce.
  • Trabalhos mostram que o óleo de cártamo
    contribui para o emagrecimento, uma vez que acelera o metabolismo ajudando a
    queimar a gordura acumulada, inclusive a gordura abdominal, bem como reduzir o
    apetite.

Além
disso, tem a capacidade de aumentar a massa magra, auxiliar na definição da
musculatura e regeneração dos tecidos após os treinos. Essa ação é de interesse
dos praticantes de atividades físicas que buscam melhorar a composição corporal
por meio do aumento de massa muscular e da redução da gordura.

Controle do colesterol:

O suplemento de óleo de cártamo, quando
usado na dosagem recomendada, pode auxiliar na redução do colesterol ruim (LDL)
de 12 a 20%. Além disso, também resulta na dos níveis de colesterol total do
sangue.

Estudos também apontam a redução dos
níveis de triglicérides com o uso desse suplemento. Desse modo, atua na
prevenção de doenças cardiovasculares.

Ação Antioxidante:

O óleo de cártamo possui efeito
antioxidante, dessa forma, ajuda a combater os radicais livres, as substâncias
prejudiciais resultantes tanto de processos metabólicos quanto de toxinas.

Com isso, além de proteger contra doenças
neurodegenetivas, como Parkinson e Alzheimer, também reduz o risco cardíaco e ajuda
a retardar o envelhecimento e melhorar a recuperação muscular após intensos.

Prevenção do mal de Alzheimer:

Por conta da sua ação antioxidante, o
óleo de cártamo protege os neurônios e pode colaborar para diminuir a ocorrência
do mal de Alzheimer.

Prevenção de doenças cardiovasculares:

O óleo de cártamo possui capacidade de diminuir
o colesterol, prevenir lesões arterioscleróticas e reduzir a pressão arterial.
Desse modo, atua na prevenção de doenças cardiovasculares, diminuindo significativamente
os riscos desses quadros.

Ação anti-inflamatória:

Sua ação anti-inflamatória se deve
principalmente pelo alto índice de ômega 6 presente no óleo de cártamo.

Ao
atuar na síntese de prostaglandinas, em especial, a prostaglandina E1 (PGE1) e
prostaglandinas E2 (PGE2), seu uso ajuda a reduzir inflamações, fortalecer a
parede dos vasos sanguíneos, entre outras ações.

Óleo cártamo emagrece?

Cada
vez mais os pesquisadores vêm descobrindo os benefícios do óleo de cártamo para
a saúde.  Dentre eles, o óleo se mostrou
um aliado no emagrecimento e perda da gordura localizada quando em conjunto com
uma dieta balanceada e exercícios físicos diários.

O
consumo de óleo de cártamo pode aumentar a produção do hormônio adinopectina,
responsável por auxiliar no controle da produção de insulina.

Assim,
ele obriga o organismo a utilizar a gordura como fonte primária de energia, queimando
os estoques já existentes. Dessa forma, contribuiu inclusive para a redução da gordura
abdominal e visceral.

  1. O óleo de cártamo também contém substâncias capazes de inibir a ação de
    uma enzima específica, a LPL, Lípase Lipoproteica, cuja função é transferir a
    gordura presente na corrente sanguínea para o interior das células adiposas,
    responsáveis por armazenar a gordura corporal.
  2. Assim,
    quanto maior a atividade da enzima LPL, maior também será quantidade de gordura
    é armazenada e o volume do tecido adiposo, dessa forma, ganhamos peso em
    gordura.
  3. Porém,
    quando ocorre o bloqueio da lípase lipoprotéica, essa transferência da gordura
    para as células não acontece, fazendo com que o corpo utilize a gordura já existente
    como fonte de energia.
  4. Outro benefício do óleo de
    cártamo que ajuda a emagrecer é o aumento da sensação de saciedade, uma vez que
    ativa a liberação de leptina, hormônio que informa que já estamos satisfeitos.
  5. Assim, teoricamente há um menor
    consumo de alimentos e consequentemente menos ingestão calórica.
  6. Além de fornecer estes
    auxílios no processo de perda de peso, o produto também aumenta a produção de
    energia, auxiliando no desempenho esportivo e na recuperação pós-treino.
Leia também:  O Que Quem Quando Onde Como E Porque?

Óleo de cártamo benefícios

Oleo De Cartamo Para Que Serve E Como Tomar?

  • O
    óleo de cártamo possui diversas propriedades benéficas e pode ser aplicado
    tanto na prevenção como auxiliar no tratamento de condições de saúde.
  • Dentre
    os principais benefícios do uso regular do óleo de cártamo estão:
  • – Ação antioxidante
  • – Ação anti-inflamatória
  • – Controle de colesterol total
  • – Redução dos níveis de LDL
  • – Redução de triglicerídeos
  • – Auxilia na redução das lesões ateroscleróticas
  • – Protege o coração
  • – Previne doenças cardiovasculares
  • – Combate a pressão alta (hipertensão)
  • – Regula os níveis de glicose no sangue

  • Promove saciedade
  • – Auxilia na perda de peso
  • – Colabora com a queima de gordura localizada
  • – Melhora o sistema imunológico
  • – Contribui para a
    redução da celulite

Óleo de cártamo como tomar?

O óleo de cártamo em
cápsulas é uma maneira prática para suplementar e garantir os benefícios dessa
substância.

Sugere-se tomar 2 a
cápsulas do Óleo De Cártamo duas vezes ao dia, antes das principais refeições.
Ou seja, cerca de 30 minutos antes do almoço e do jantar.

Para os praticantes de
atividades físicas, essa indicação pode subir para três cápsulas por dia, sendo
uma antes do almoço, uma antes do jantar e uma antes do treino. Isso,
porque, esse suplemento estimula a recuperação dos tecidos após os exercícios.

Porém, é essencial que se procure um
médico ou nutricionista para orientar a dosagem correta para cada pessoa. Visto
que, para proporcionar os resultados desejados, a administração do produto deve
estar de acordo com sua rotina de treinos e seus hábitos alimentares.

Apesar de não ter contraindicações
quando utilizado adequadamente e na
quantidade recomendada, seu consumo excessivo pode trazer efeitos negativos ao corpo e à saúde.

Esse
produto deve ser evitado por grávidas, lactantes e crianças, as quais devem consultar o
médico ou nutricionista antes do consumo.

Conclusão

O
óleo do cártamo é comercializado em forma de cápsulas como suplemento alimentar
e pode ser utilizado seja em beneficio de alguma anormalidade, de forma preventiva
ou como auxiliar no desempenho, uma vez que traz inúmeras propriedades
benéficas à saúde humana.

Seu
uso auxilia na manutenção de uma boa saúde, porém, é difícil obtê-lo através de
uma dieta normal, pois seu óleo na culinária não é característico da dieta do
brasileiro. Portanto, é necessária a busca por outras fontes, como as cápsulas
de óleo de cártamo.

  1. O
    uso do suplemento de óleo de cártamo está associado à proteção cardiovascular,
    da prevenção de diabetes, do colesterol e da redução da gordura corporal.
  2. Por si só, o óleo de
    Cártamo já auxilia na perda de peso, entretanto, quando em conjunto com bons
    hábitos e outras substâncias, permite resultados ainda mais satisfatórios.
  3. Se você ficar em dúvida
    de qual é o melhor óleo de cártamo, aposte no Óleo De Cártamo Nutriblue – Carthamo Health, um suplemento à base de óleo de cártamo
    acrescido de coco e vitamina E que permite o máximo de aproveitamento pelo
    organismo.
  4. Sempre
    busque por produtos de qualidade e certificados pela ANVISA, assim como são
    todos os produtos da Nutriblue, a líder em suplementos do Brasil.
  5. Confira a oferta especial
    que a Nutriblue tem para
    você e adquira hoje mesmo seu suplemento de óleo de cártamo.

Óleo de cártamo ajuda a emagrecer? Entenda seus benefícios e como usar

Você já ouviu falar do óleo de cártamo? Ele é extraído das sementes da planta de mesmo nome, possui alto valor nutricional e se tornou popular como suplemento em cápsulas, por acarretar diversos benefícios para a saúde. Originário da Ásia, sabe-se que o cártamo é cultivado há mais de 2 mil anos e é um parente do girassol. Antigamente, as flores de cártamo, que são amarelas ou alaranjadas, eram usadas na fabricação de tintas.

O sabor do óleo de cártamo é neutro, podendo ser usado em diversas receitas. Também é possível aquecê-lo em altas temperaturas sem perder suas propriedades.

É considerado um complemento saudável para uma dieta equilibrada por conter gorduras boas para o organismo.

Possui altos teores de ácido graxo poli-insaturado (ômega 6) e de ácido oleico monoinsaturado (ômega 9), que são essenciais para o organismo.

Além disso, o óleo de cártamo possui vitamina E, A e K e antioxidantes, que contribuem para ampliar os benefícios para quem o inclui na rotina alimentar. Cerca de 9 g do óleo de cártamo contém 80 calorias. Confira detalhes a seguir.

1. Ajuda a controlar o diabetes

Um estudo do The American Journal of Clinical Nutrition mostrou que consumir 8 g de óleo de cártamo diariamente melhora os níveis de açúcar no sangue em algumas pessoas com diabetes tipo 2.

A pesquisa foi realizada durante quatro meses com mulheres que tinham diabetes tipo 2, eram obesas e estavam na menopausa.

Além disso, uma revisão de estudos divulgada na revista científica PLOS Medicine comprovou que o consumo de gorduras poli-insaturadas melhora o controle glicêmico de uma pessoa. Sendo assim, o óleo de cártamo ajuda o organismo na secreção de insulina.

O mesmo estudo do The American Journal of Clinical Nutrition relata que os níveis de colesterol no sangue dos participantes melhoraram após quatro meses de uso do óleo de cártamo.

De acordo com o American Heart Association, de fato as gorduras insaturadas podem reduzir o LDL, o colesterol “ruim”, do organismo, portanto, ele pode sim ser um aliado nesses casos, acompanhado de uma alimentação equilibrada, claro.

3. Diminui riscos de problemas cardíacos

Como o óleo de cártamo contribui para reduzir o colesterol ruim do organismo, ele também ajuda na diminuição do risco de doenças cardíacas.

O consumo regular do óleo previne coágulos sanguíneos que podem levar a ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVC).

O óleo de cártamo também pode afetar os vasos sanguíneos, relaxando-os e reduzindo a pressão arterial, que é outro fator de risco para as doenças do coração.

4. Faz bem para a pele

A aplicação tópica de óleo de cártamo na pele seca ou inflamada pode ajudar a suavizá-la e contribuir com uma aparência mais macia. Ele é um ingrediente comum em cosméticos e produtos para cuidados com a pele.

O responsável por esse benefício é a vitamina E. Segundo um estudo publicado no Indian Dermatology Journal, a vitamina E protege a pele dos radicais livres, que danificam as células do corpo, e por isso, retarda o envelhecimento.

Cada 9 g do óleo há cerca de 3 mg de vitamina E em sua composição.

5. Não libera radicais livres ao ser aquecido

Quando o óleo de cozinha é aquecido, ele destrói compostos benéficos dos alimentos e cria radicais livres nocivos ao organismo, que podem até mesmo causar doenças como câncer.

Uma pesquisa publicada no International Science and Investigation Journal descobriu que os óleos vegetais contêm grande quantidade de gorduras poli-insaturadas, que ao serem aquecidas alteram a estrutura da membrana celular e contribuem para o aumento da inflamação e da incidência de câncer.

Isso não acontece com o óleo de cártamo quando ele é superaquecido. Ele também tem um sabor neutro, tornando-se uma escolha ideal para muitas receitas.

Benefícios ainda não comprovados

– Ajuda a emagrecer: o óleo de cártamo é bastante utilizado para diminuir o peso e reduzir a gordura abdominal. Uma pesquisa publicada no The American Journal of Clinical Nutrition mostrou esse benefício.

Isso ocorre porque ele contém antioxidantes e ácidos graxos que possuem propriedades anti-inflamatórias. O ômega 6 ajuda na queima de gordura do organismo. Já o ômega 9 diminui a produção de cortisol, hormônio que armazena a gordura abdominal.

Mas ainda são necessárias mais pesquisas para comprovar esse benefício.

– Ajuda nas cólicas menstruais: durante a menstruação, as mulheres podem sofrer com cólicas menstruais.

Isso acontece porque há liberação de uma substância no organismo chamada prostaglandina, que promove a contração do útero para eliminar o sangue menstrual.

Sabe-se que o ácido linoleico no óleo de cártamo regula as prostaglandinas no corpo, o que alivia esses sintomas e também pode regular os ciclos menstruais. Mas ainda não há pesquisas científicas que comprovem esse benefício.

Quantidade recomendada e como consumir

O ideal para consumo é até 1 g por dia. Ele pode ser consumido em saladas ou ser aquecido e usado na preparação de alimentos refogados ou fritos. Mas a versão em cápsulas desse alimento é a forma de consumo mais conhecida.

Riscos à saúde

A maioria das pessoas não terá qualquer reação adversa ao consumir o óleo de cártamo, desde que seja usado nas quantidades diárias recomendadas. Porém, pessoas com doenças hepáticas devem ter cuidado com a ingestão, pois é comum que cause um gosto amargo na boca e também ocorra a diminuição do apetite favorecendo assim a desnutrição.

Outra questão importante é que há pesquisas demonstrando que uma dieta rica em ômega 6, substância que está presente em grandes quantidades no óleo, aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de mama. Mas ainda não foi comprovado se o alimento pode causar esse problema de saúde.

O óleo também não é recomendado para gestantes e lactantes, uma vez que ainda não existem estudos que comprovem se o item é seguro nesses casos.

Fontes: Marcella Garcez Duarte, nutróloga e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran); Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês; Edvânia Soares, nutricionista da Estima Nutrição; Giovanna Oliveira, nutricionista e membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional (IBNF).

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

  • Data: até dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingoHorário: das 16h às 00hEndereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
  • Entrada: gratuita
  • SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*