O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

Os combustíveis fósseis são aqueles que vieram da decomposição de seres vivos, animais e vegetais, através de milhares de anos. Entre eles, os principais são o petróleo, o gás natural e o carvão.

A teoria mais aceita para a formação do petróleo é que restos de organismos vegetais e animais (seres marinhos, principalmente unicelulares) se acumularam em camadas sedimentares no fundo de lagos e mares, onde o oxigênio foi preservado, e foram então submetidos à ação de bactérias, do calor e da pressão das camadas superiores, sofrendo decomposição. Esse petróleo originado ficou então preso nos poros no interior da rocha.

Essa decomposição demorou realmente muito tempo; estima-se que seja algo em torno de 10 milhões de anos a 500 milhões de anos.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

O petróleo é uma mistura de hidrocarbonetos (compostos orgânicos formados somente por ligações entre átomos de carbono e hidrogênio), podendo conter, também, enxofre, nitrogênio, oxigênio e alguns metais em sua composição.

O petróleo não costuma ser usado puro, ele é refinado e seus derivados são amplamente usados na sociedade como combustíveis e também como matérias-primas para a produção de quase todos os plásticos.

Abaixo temos alguns derivados do petróleo e suas aplicações. Observe que a forma e as propriedades deles estão relacionadas à quantidade de átomos que formam suas cadeias, ou seja, quanto mais átomos de carbono a cadeia tiver, mais pesado e viscoso será o derivado.  

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

Entre essas frações, a que possui maior aplicação é a gasolina.

O gás natural é encontrado principalmente em jazidas, geralmente em associação ao petróleo, pois ele também é um combustível fóssil, sendo resultado da degradação ao longo de milhares de anos de matéria orgânica, como restos de animais, flores, plantas e outros.

Esse gás é basicamente composto de metano (CH4) e outros hidrocarbonetos leves. Ele vem sendo usado para gerar energia elétrica, em indústrias, para geração de calor, e como combustível de automóveis.

Estima-se que o Brasil tenha reservas de gás natural da ordem de 650 milhões de m3, que ficam principalmente na bacia de Campos. Esse gás é transportado por meio de gasodutos e é um ótimo combustível porque tem poder calorífico alto e também é menos poluente que os derivados do petróleo, pois possui menos impurezas.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉 O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

O carvão é resultado da decomposição apenas de matéria orgânica de origem vegetal, e não animal, como se dá no caso do petróleo e do gás natural. O carvão passou a ser bastante utilizado com o advento da Revolução Industrial em meados do século XVII. Sua queima produzia vapor que movia as máquinas das fábricas, as locomotivas e os navios.

Infelizmente, o carvão libera grandes quantidades de óxidos para a atmosfera, porque ele contém altos teores de enxofre. Isso agrava o problema do aquecimento global e das chuvas ácidas.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

  • Problemas dos combustíveis fósseis:

Como vimos, os combustíveis fósseis se mostraram muito úteis na geração de energia para o desenvolvimento de nossa sociedade. Porém, as suas utilizações em larga escala possuem alguns pontos negativos. Veja alguns:

– Poluição: Visto que todos os combustíveis fósseis são originados da decomposição de matéria orgânica, todos eles possuem em sua constituição quantidades variáveis de substâncias que contêm enxofre.

Conforme já mencionado, isso gera grande poluição para o meio ambiente, como a chuva ácida. A queima desses combustíveis e de seus derivados, principalmente do diesel e da gasolina, libera ainda outros gases poluentes que aumentam o efeito estufa e, consequentemente, pioram o problema do aquecimento global.

– Impactos ao meio ambiente: O gás natural é o que emite menos poluentes, porém, o seu transporte e estocagem exigem gasodutos imensos, que podem causar impactos ao meio ambiente.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

– Fontes não renováveis: Outro ponto ruim desses combustíveis é que eles não são renováveis, portanto, suas reservas se esgotarão em algum momento, mudando drasticamente a sociedade que conhecemos. É por isso que é tão urgente a busca de novas fontes de energia, que sejam renováveis e que não agridam o meio ambiente.

Combustíveis fósseis: tipos, vantagens, desvantagens

Os combustíveis fósseis recebem esse nome porque sua origem está ligada à decomposição de restos de animais e plantas durante milhares ou, às vezes, milhões de anos. São amplamente utilizados desde a Revolução Industrial, pois possuem uma grande capacidade de produção de energia e um alto poder de calor.

Dessa forma, por demorarem tanto tempo para formarem-se, os combustíveis fósseis são considerados uma fonte de energia não renovável, pois não há renovação deles em curto prazo para o uso humano.

Leia mais: Créditos de carbono – certificado dado aos países que reduzem a emissão de CO2

Origem dos combustíveis fósseis

Os combustíveis fósseis, em sua maioria, estão localizados nas camadas mais profundas do solo, seja no continente, seja no oceano. Constituem-se como resultado da decomposição orgânica de plantas e animais ao longo dos anos, o que justifica a característica de não renovável.

Durante milhares de anos, esses restos orgânicos vão sendo soterrados com sedimentos vindos das partes mais altas do relevo. Com o passar do tempo, processos geológicos, como erosões e dinâmicas tectônicas (maremotos e terremotos), transformam-nos em combustíveis fossilizados, daí o nome combustível fóssil.

Esses combustíveis geram grande potencial de produção de energia, pois possuem um teor calorífico alto.

Devido a isso, muitos países travam conflitos pela posse de uma área que contenha grande reserva de algum deles.

Como exemplo, podemos citar a Guerra do Golfo, que aconteceu no início dos anos 1990 entre Iraque e Kwait, países localizados no sudoeste do continente asiático.

Tipos de combustíveis fósseis

Entre as fontes de energia existentes no mundo, os combustíveis fósseis encaixam-se no grupo das não renováveis. Podemos citar três deles: petróleo, gás natural e carvão mineral.

O petróleo é a principal fonte de energia usada pela humanidade desde o século XIX, a partir da Segunda Revolução Industrial. Geralmente onde têm reservas petrolíferas há também a presença de gás natural, mas esse fato não é uma regra.

Esse combustível é formado com base na matéria orgânica depositada em áreas de bacias sedimentares. Com a ação do tempo, do calor das rochas e da pressão exercida sobre elas, tem-se o surgimento de uma substância que possui hidrocarbonetos (composto químico de hidrogênio e carbono) na forma líquida e gasosa.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? O petróleo é o combustível fóssil mais utilizado atualmente.

Sua importância está relacionada tanto com a produção de energia quanto com os seus derivados.

Do petróleo, produzimos gasolina, óleo diesel, além de matéria-prima utilizada na confecção de polímeros.

Estes, por sua vez, são utilizados na produção do plástico, material presente em quase tudo que usamos, desde copos até para-choques de carros, próteses humanas, entre outros.

O começo da exploração do petróleo ocorreu em áreas continentais na Europa e na América do Norte. À medida que se descobriram novas maneiras de incorporá-lo no nosso cotidiano, outros países começaram a investigar seus territórios em busca do ouro negro, como ficou conhecido ainda no século XIX.

Dessa forma, com o avanço da tecnologia no século XX, áreas marítimas começaram a ser exploradas, nas águas mais profundas, variando de 1000 m a 2000 m de profundidade. Essa exploração levou a grandes descobertas de reservas petrolíferas em outros países, como na Ásia e na América do Sul.

Essas novas descobertas somadas à importância do petróleo no dia a dia fizeram desse combustível um motivo de grandes especulações. Diante disso, foi criada, em 1960, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, a OPEP.

Essa organização tem o objetivo de controlar o preço e a produção de petróleo pelo mundo para não ampliar sua oferta e não elevar seu preço, de forma que deixe o combustível acessível a todos os países que não possuem reservas.

Observe a lista dos cinco países que possuem as maiores reservas de petróleo do mundo, de acordo com a OPEP.

País Reservas em bilhões de barris Porcentagem em relação à quantidade no mundo
Venezuela 302.81 25,5%
Arábia Saudita 267.03 22,4%
Irã 155.60 13,1%
Iraque 145.02 12,2%
Kwait 101.50 8,5%

Entretanto, ter as maiores reservas não significa ter a maior produção. Produzir e exportar petróleo requer investimento para a extração, infraestrutura e leis internas que regulamentem a produção. Por esses fatores, a Venezuela, apesar de ser o país com as maiores reservas, não está na lista dos cinco maiores produtores. Veja quais são eles:

  1. Estados Unidos da América, com 15,3 milhões de barris/dia.

  2. Arábia Saudita, com 12,2 barris/dia.

  3. Rússia, com 11,2 milhões de barris/dia.

  4. Canadá, com 5,2 milhões de barris/dia.

  5. Irã, com 4,7 milhões de barris/dia.

Leia também:  Que A Nossa Amizade Seja Como A Lua?

Leia também: Catar – país que possui o petróleo como o maior impulso econômico

O gás natural pode ser encontrado em reservas petrolíferas, pois é formado da mesma maneira, além de estar localizado nos mesmos terrenos ou similares.

É um combustível bastante utilizado na geração de energia, aquecimento de caldeiras das usinas termoelétricas, e pode ser utilizado para o aquecimento de casas nos países mais frios do globo, localizados nas médias e altas latitudes.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? Tanque de gás natural na indústria de refinaria.

Em algumas localidades, o gás natural substitui a geração de energia de usinas hidrelétricas, pois esse combustível fóssil ocupa menos espaço e pode ser usado em qualquer região que tenha reserva de gás, mas não tenha uma reserva hídrica. Daí a substituição.

Os países que mais produzem gás natural no mundo são: Federação Russa, Estados Unidos e Canadá, nessa ordem.

O carvão é uma rocha sedimentar fossilizada e com alto grau de poluição. Foi o principal combustível da Primeira Revolução Industrial.

Essas rochas possuem grandes quantidades de carbono, formadas pela decomposição de grandes florestas (organismos vegetais) com baixa quantidade de oxigênio. Quanto mais carbono, mais calor o carvão gerará.

Podemos classificá-lo em quatro tipos, de acordo com o seu grau de carbono e poder de calor.

  • Antracito: o tipo mais raro, chegando a ter 96% de carbono. Formado na era Paleozoica.
  • Hulha: o mais comum e presente com maior frequência nas bacias sedimentares. Possui cerca de 75% a 90% de carbono.
  • Linhita: formado na era Mesozoica, contém de 65% a 75% de carbono.
  • Turfa: o tipo com o menor poder calorífico, 55%. Isso se deve ao fato de sua formação ser recente, na era Cenozoica.

O carvão mineral é bastante utilizado nas usinas termelétricas, nas siderúrgicas (para produzir aço), nas indústrias químicas, e em outros tipos que precisam de grandes quantidades de calor para produzir algum outro material. Pode ser encontrado em regiões da Ásia, Europa e América do Norte em grande abundância.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? Mineração de carvão em um poço aberto.

No globo, as duas maiores economias do mundo detêm os títulos de maiores produtores de carvão. A China, segunda maior economia, é a maior produtora, seguida dos Estados Unidos.

Vantagens e desvantagens dos combustíveis fósseis

Esses combustíveis possuem pontos positivos, mas também pontos negativos. Como vantagem, podemos citar a alta produção de energia (petróleo e carvão) e o aquecimento de lares nas épocas frias (gás natural), além de terem revolucionado a forma como produzimos as coisas.

O gás natural, por exemplo, pode ser considerado uma fonte de energia limpa, pois é mais leve que o ar e dissipa-se rapidamente, sendo menos poluidor que o petróleo e o carvão. Ao ser usado para fins domésticos, pode substituir a lenha, o que reduz o desmatamento. Entretanto, na sua produção podem ocorrer vazamentos que liberam gás metano para a atmosfera.

Já o carvão mineral, usado em larga escala nos séculos XVIII e XIX, tem a vantagem para as usinas termais, siderurgias e indústrias químicas, devido ao seu grande poder de aquecimento. Entretanto, é altamente poluidor, o que gera obstáculos quanto ao seu uso por parte dos organismos internacionais, pois emite muitos gases que podem destruir a camada de ozônio.

O petróleo, por sua vez, tem a vantagem de produzir inúmeros derivados, como plástico, gasolina e asfalto, o que nos traz uma diversidade de produtos para a sociedade.

Entretanto essa vantagem é também uma desvantagem, pois tornamo-nos dependentes desse combustível que também gera gases que prejudicam a camada de ozônio, contribuindo para o aquecimento global.

Além disso, disputas geopolíticas muitas vezes têm como pano de fundo a exploração de áreas com grandes reservas petrolíferas.

Acesse também: Acordo de Paris – compromisso mundial sobre as mudanças climáticas

Impactos ambientais

O uso exagerado dos combustíveis gera graves problemas ambientais para o mundo todo, não só nos países que os produz, muito menos somente nos que os usam em seu território. É o que chamamos de globalização da poluição.

Devido à queima desses combustíveis, grandes áreas do globo, principalmente as urbanas (onde se concentram as maiores emissões dos gases oriundos da queima dos combustíveis fósseis), estão repletas de problemas ambientais que afetam a natureza e, consequentemente, a vida humana.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? A queima de petróleo despeja carbono na atmosfera, o que contribui para mudanças climáticas e o aquecimento global.

Como exemplo, podemos citar a existência das chuvas ácidas, a destruição da camada de ozônio, a aceleração do efeito estufa, além da poluição atmosférica, que contribui para uma menor qualidade de vida nos grandes centros urbanos. Há também o fato da poluição do solo, dos oceanos, dos rios e da natureza em geral.

Na extração de carvão, grandes jazidas são abertas, o que compromete a capacidade de recuperação daquele solo. Navios cargueiros podem ter algum vazamento, poluindo grandes áreas oceânicas, como o que aconteceu nas praias do Nordeste brasileiro em meados de agosto de 2019.

O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, do inglês Intergovernmental Panel on Climate Change), organização científica fundada pela Organização das Nações Unidas (ONU), realiza estudos e conferências ambientais para selar acordos de proteção ao meio ambiente e reduzir os níveis de poluição no globo. No entanto, ainda há muito que se fazer, pois são interesses ambientais, sociais e econômicos que estão em jogo.

Leia mais: Conferências ambientais – encontros que debatem alternativas para preservar o meio ambiente

Exercícios resolvidos

Questão 1 – (Udesc SC/2016)

Analise as proposições sobre a produção do petróleo em nível mundial.

I. A Venezuela é o maior produtor das Américas.

II. O Brasil passa a ser o quinto produtor mundial, depois da descoberta do pré-sal.

III. Em 2015, os Estados Unidos transformaram-se no maior produtor mundial, graças à extração do óleo de xisto, que é um substitutivo do petróleo.

IV. A Arábia Saudita e a Rússia são grandes produtores mundiais.

V. Na América Latina, o México é o maior produtor.

  • Assinale a alternativa correta:
  • a) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
  • b) Somente as afirmativas III, IV e V são verdadeiras.
  • c) Todas as afirmativas são verdadeiras.
  • d) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
  • e) Somente a afirmativa V é verdadeira.
  • Resolução:

Alternativab. Nas Américas (Norte, Central e Sul), o maior produtor de petróleo são os Estados Unidos. O Brasil, mesmo com o pré-sal descoberto no início do século XXI, não está entre os cinco maiores produtores do mundo. Em 2015, com a crise na Venezuela, o México tornou-se o maior produtor da América Latina, ultrapassando os venezuelanos.

  1. ___________
  2. Questão 2 – Alguns países no globo possuem grandes reservas de petróleo, mas não conseguem traduzir isso em uma grande produção devido a diversos fatores, como falta de infraestrutura e pouco domínio tecnológico.
  3. Assinale a alternativa que contém um país que se encaixa nessa descrição.
  4. a) China
  5. b) Venezuela
  6. c) Brasil
  7. d) Estados Unidos
  8. e) Rússia
  9. Resolução

Alternativa b. A Venezuela possui as maiores reservas do mundo, mas pouca infraestrutura e baixo domínio tecnológico, o que justifica sua baixa produção em comparação com os grandes produtores.

Combustíveis Fósseis. Características dos combustíveis fósseis

Atualmente a maior parte da demanda mundial de energia (cerca de 75%) é suprida por meio da utilização de combustíveis fósseis, que são aqueles originados da decomposição de organismos animais e vegetais durante milhares de anos em camadas profundas do solo ou do fundo do mar. Os principais combustíveis fósseis são o petróleo, o gás natural e o carvão.

O uso dos combustíveis fósseis começou principalmente em meados do século XVIII com o advento da Revolução Industrial.

O primeiro combustível fóssil que se tornou a fonte de energia mundial mais importante foi o carvão mineral, também chamado de carvão natural.

Nessa época, o calor gerado na sua queima era utilizado na produção de vapor que movimentava máquinas, locomotivas e navios.

O carvão mineral é formado pela fossilização da madeira, que vai perdendo água, dióxido de carbono e metano com o passar do tempo, o que produz uma mistura de substâncias complexas ricas em carbono.

No entanto, havia vários inconvenientes, como a dificuldade no transporte, as cinzas que ficavam como resíduos e, principalmente, o fato de ser altamente poluente porque possui muitas impurezas, entre eles o enxofre.

Leia também:  Como Ajudar Alguém Que Se Corta?

Assim, ao ser queimado, além dos produtos normais oriundos da combustão que falaremos mais adiante e que já geram poluição, o carvão mineral libera também grande quantidade de óxidos de enxofre que reagem com a água da chuva e formam a chuva ácida.

Hoje o carvão corresponde a 6% da oferta de energia primária no Brasil.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? O carvão mineral é um combustível fóssil

O petróleo é, na atualidade, o combustível fóssil de maior aplicação comercial, pois, nas refinarias, ele passa por um processo em que são obtidos os seus derivados, tais como a gasolina — que detém entre todos a maior importância econômica —, o óleo diesel, o querosene e o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo). Para saber mais sobre eles, leia o texto Refino do petróleo.

Além disso, esses derivados também são usados como matéria-prima na produção de plásticos e borrachas tão usados em nossa sociedade.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

O petróleo e seus derivados correspondem a 37% da oferta de energia primária no Brasil.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? Extração de petróleo

Um dos derivados do petróleo é o gás natural, outro combustível fóssil que também pode ser encontrado em jazidas, geralmente em associação ao petróleo.

Ele é formado basicamente de metano (CH4) e é usado, por exemplo, na geração de calor e de energia em indústrias e em automóveis, sendo menos poluente que o óleo combustível.

Seu uso vem crescendo muito e corresponde a cerca de 9% da oferta de energia primária no Brasil.

A sua desvantagem, porém, é seu transporte e estocagem, pois, como ele é um gás, são necessários cilindros e vasos industriais para estocar, além de grandes gasodutos para o transporte que trazem impactos ao meio ambiente.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam? Os gasodutos podem trazer impactos sobre o meio ambiente

Todos os combustíveis fósseis são formados por compostos orgânicos que, quando queimados, liberam gás carbônico e água, se a combustão é completa. Isso é um grande problema, pois, desde o século XIX, a concentração de gás carbônico na atmosfera vem aumentando cada vez mais, o que tem intensificado o problema do efeito estufa.

Além disso, a combustão incompleta dos combustíveis fósseis libera o monóxido de carbono, um gás extremamente venenoso que não pode ser lançado na atmosfera.

Assim como foi dito no caso do carvão, os derivados do petróleo também possuem impurezas que são liberadas em sua queima e poluem a atmosfera.

Além da poluição ambiental que causam, os combustíveis fósseis não são renováveis, ou seja, um dia vão esgotar-se. Por isso, há a necessidade e a busca urgentes por alternativas que sejam fontes de energia mais limpas e renováveis, como os biocombustíveis.

Ainda assim, o século XXI ainda terá uma grande participação dos combustíveis fósseis no total da energia consumida no mundo.

Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça

O que são combustíveis fósseis? Origem, tipos e exemplos

Os combustíveis fósseis são uma fonte de energia não renovável. Este recurso vem de animais e plantas em decomposição. É um recurso natural que leva milhões de anos para se regenerar.

Atualmente, os combustíveis fósseis são a fonte de energia mais utilizada no mundo. A principal utilidade é gerar eletricidade. Eles também são usados ​​para gerar energia mecânica (automóveis, motores térmicos, etc.).

A combustão desses minerais gera gases de efeito estufa, como o dióxido de carbono. O efeito estufa é uma das principais causas das mudanças climáticas. Não deixar o calor escapar para o espaço acentua o aquecimento global do planeta.

Os principais usos dos combustíveis fósseis são a geração e o transporte de eletricidade.

O que são combustíveis fósseis?

Os combustíveis fósseis são materiais combustíveis formados a partir de restos orgânicos fossilizados. São uma série de substâncias e gases formados a partir dos restos de animais e plantas. Este processo é gerado em certas camadas do solo por milhões de anos.

Todos eles são compostos de hidrocarbonetos. Hidrocarbonetos são moléculas feitas de átomos de carbono e hidrogênio

Restos de animais e plantas passam por um processo de decomposição parcial da matéria orgânica. Dependendo dos processos físico-químicos pelos quais eles passaram, esses restos de plantas e animais são convertidos em carvão, petróleo ou gás natural.

Estas são fontes de energia primária, pois podem ser obtidas diretamente sem transformação.

Estes materiais têm um alto valor calorífico. Por esse motivo, eles são usados ​​em usinas termelétricas ou em dispositivos que operam usando fontes de calor.

Por esse motivo, os combustíveis fósseis tiveram relevância vital durante a Revolução Industrial.

Qual é a origem dos combustíveis fósseis?

Os combustíveis fósseis são formados através de um processo de decomposição parcial de matéria orgânica e detritos vegetais. Esse processo de transformação dura milhões de anos e é uma conseqüência da alta pressão e temperatura que várias camadas de sedimentos exercem sobre a matéria orgânica.

Eles se originaram naturalmente por um processo de fossilização na anoxia ambiental (falta de oxigênio). A matéria orgânica não foi degradada por microorganismos, mas permanece na forma de moléculas orgânicas mais complexas. Essas moléculas podem ser

  • Sólido, no caso do carvão.
  • Líquidos, no caso de pele oleosa.
  • Gás, no caso de gás natural.

A energia dessas moléculas é a que é liberada ao usá-las como combustível.

Esse processo de milhões de anos é o que transforma combustíveis fósseis em uma fonte de energia não renovável. A velocidade com que são consumidos é muito maior que a velocidade com que eles se regeneram.

Por que os combustíveis fósseis são importantes?

Os combustíveis fósseis têm um alto valor calorífico, o que os torna uma fonte muito valiosa de energia térmica. É importante tanto pela facilidade de extração quanto pelo valor calorífico.

A energia fóssil é usada para gerar eletricidade e gerar energia mecânica.

Os combustíveis fósseis causaram grande crescimento econômico e demográfico vinculado à Revolução Industrial do século XIX. Hoje eles são fundamentais para a nossa economia.

Tipos de combustíveis fósseis

São distinguidos três tipos de combustíveis fósseis:

1.- Óleo (na forma de líquido ou gás liquefeito)

O petróleo é um óleo mineral contido em grandes bolsas para as camadas superiores da crosta terrestre. Possui uma estrutura líquida, mas também pode ser apresentada como gás liquefeito.

O petróleo passa por um processo de transformação em uma refinaria. Uma vez refinado, fornece um grande número de produtos usados ​​como fonte de energia. Os produtos petrolíferos incluem gasolina, diesel, combustível, etc.

Os setores que mais se beneficiam do petróleo são os motores automotivos e térmicos. Eles também podem ser usados ​​como matérias-primas para a indústria petroquímica.

A eficiência energética do petróleo é de aproximadamente 25,7%.

2.- Carbono (sólido)

O carvão ou carvão mineral é uma rocha sedimentar de cor preta, muito rica em carbono e com quantidades variáveis ​​de outros elementos, principalmente hidrogênio, enxofre, oxigênio e nitrogênio.

O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?

A maior parte dessa fonte de energia não renovável foi formada durante o período carbonífero (de 359 a 299 milhões de anos atrás).

A eficiência energética do petróleo é de aproximadamente 26,8%.

3.- Gás natural

O gás natural é a energia fóssil mais limpa em termos de resíduos e emissões atmosféricas.

O valor calorífico do gás natural varia muito, dependendo de sua composição. Os valores mais altos estão entre 8.500 e 10.200 quilocalorias por metro cúbico de gás.

É o combustível mais eficiente para obter eletricidade em usinas termelétricas, com uma eficiência total de 50,7%. Se o gás natural for usado diretamente sem transformá-lo em eletricidade, a eficiência aumenta para 91,2%.

Seu armazenamento é mais barato e fácil do que os derivados de carvão e petróleo.

Data de publicação: 18 de maio de 2016 Última revisão: 16 de junho de 2020

Combustíveis fósseis: o que são e onde são encontrados?

Compartilhe sustentabilidade para alimentos, consumo consciente, vida, transporte, casa e educação:

Aqui, neste artigo, falaremos sobre os combustíveis
fósseis
. Quais são as características de seu uso e suas consequências para
as pessoas e para o meio ambiente.

  • O Que Sao Combustiveis Fosseis E Como Se Formam?
Leia também:  Como Fazer Um Catavento Que Gira?

O que são combustíveis fósseis

O que são combustíveis? São materiais que
podem sofrer combustão, especialmente se puderem ser usados para fornecer
energia em motores, usinas etc.

A combustão é um processo exotérmico, ou
seja, que libera energia na forma de calor, no qual um material oxidável reage
com um comburente, que geralmente é o gás oxigênio. Por exemplo, queimando
madeira para se aquecer e obter luz.

Embora os reatores nucleares não façam
uso do processo de combustão para produzir energia, por extensão de sentido,
materiais consumidos neles para a produção de energia nuclear, como o
urânio-235, são chamados de combustíveis nucleares.

Por que alguns combustíveis são chamados
de fósseis e quais são esses combustíveis? A origem dos combustíveis fósseis
está na decomposição de materiais orgânicos que sofreram por longuíssimo tempo
a ação da pressão, do calor e das bactérias.

Segundo o Oxford English Dictionary, na
expressão combustível fóssel (fossil fuel, em inglês), a palavra fóssil, na
função de adjetivo, tem o significado de algo que é encontrado no seio da terra
e obtido através de escavação. A expressão foi criada antes que, como
substantivo, a palavra tivesse passado a designar principalmente organismos
mortos há muito tempo.

Diferenças entre combustíveis fósseis, biomassa e biocombustíveis

Embora os combustíveis fósseis, a biomassa
e os biocombustíveis tenham suas origens na vida e seus processos, eles
são diferentes. Os combustíveis fósseis, como vimos, são produtos da
decomposição por longos espaços de tempo de matéria animal ou vegetal.

A biomassa, no contexto energético, é a
matéria de origem nos organismos recentes que pode ser usada como combustível
ou na produção deste. Por exemplo, a lenha que se queima é um exemplo de
biomassa.

Os biocombustíveis são combustíveis obtidos através da aplicação de
certos processos à biomassa.

O etanol, que pode ser obtido da
cana-de-açúcar, da beterraba e de outras fontes de biomassa, é um exemplo de
biocombustível.

Diferentemente dos combustíveis fósseis,
a biomassa e os biocombustíveis podem ser considerados fontes renováveis de
energia
.

Exemplos de combustíveis fósseis

Os três principais tipos de combustíveis
fósseis são o gás natural, o carvão e o petróleo. Falemos
brevemente sobre cada um deles.

O gás natural é uma mistura de
combustíveis hidrocarbonetos (ou seja, substâncias formadas apenas por átomos
de carbono e hidrogênio) no estado gasoso. Ele é incolor, inodoro e geralmente
pode ser encontrado em reservatórios nas profundezas do subsolo, onde pode
estar ou não associado ao petróleo.

O carvão é formado quando a turfa,
material de origem vegetal parcialmente decomposto, sofre a ação do calor e da
pressão. Ele é formado principalmente de carbono, mas outros elementos, como enxofre,
oxigênio e nitrogênio, podem fazer parte de sua composição.

O petróleo é uma mistura de diferentes
hidrocarbonetos. Ele é formado pela exposição por longos períodos de grandes
quantidades de material orgânico, especialmente algas e zooplâncton mortos, a
muito calor e intensa pressão.

Onde são encontrados combustíveis fósseis

O petróleo costuma ser achado entre
rochas sedimentares em áreas de antigos mares, onde viviam as criaturas cuja
decomposição dá origem a ele, em reservatórios debaixo da terra ou sob a
plataforma continental.

O gás natural pode ser encontrado em
alguns lugares em grandes espaços entre camadas de rochas. Também pode ser
achado em pequenos espaços em formações de rochas como o arenito e o xisto.
Também pode ser encontrado sob a plataforma continental.

O carvão é encontrado em áreas em que a
matéria vegetal que lhe dá origem tenha tido a oportunidade de se acumular mais
do rápido do que é decomposta, fazendo com que ela primeiro se torne turfa e,
mais tarde, carvão.

A utilização dos combustíveis fósseis

Na Antiguidade, o carvão já era usado
como combustível para a fundição de metais e para o aquecimento de água ou de
ambientes.

Uma das bases da Revolução Industrial, que começou no século XVIII
na Inglaterra, foi o uso do carvão em fornalhas metalúrgicas, nos motores a
vapor nas fábricas e para movimentar veículos como navios e trens, facilitando
enormemente o transporte de matéria-prima e de produtos.

Atualmente, os combustíveis fósseis são
usados, por exemplo, em meios de transportes, no aquecimento de ambientes, no
cozimento de alimentos, na indústria siderúrgica e na geração de eletricidade.
As usinas termoelétricas, por exemplo, podem queimar combustíveis fósseis para
gerar eletricidade através da movimentação de turbinas ligadas a geradores.

No ano de 2018, os combustíveis fósseis
responderam por cerca de 85% da energia produzida pela humanidade.

Vantagens dos combustíveis fósseis

São muitas as vantagens dos combustíveis
fósseis. Entre elas, podemos mencionar a grande liberação de energia por
unidade de massa de combustível consumida.

Outra vantagem é a estabilidade dos
combustíveis fósseis, que não tendem a se transformar em outras substâncias.
Isso facilita o transporte deles por longas distâncias e o armazenamento deles
por longos períodos.

Também podemos perceber a previsibilidade
e a constância de seu fornecimento. A produção de energia eólica – a
energia do vento – ou de energia solar – a energia da radiação solar –
por exemplo, pode ser interrompida dependendo do tempo.

A energia solar não
pode ser usada à noite. Isso quer dizer que, se o objetivo for manter a
disponibilidade de energia 24 horas por dia, é preciso lançar mão da energia
dessas fontes que tenha sido previamente armazenada ou fazer uso outras fontes
que as complementem.

Os combustíveis fósseis são relativamente
abundantes e têm sido capazes de servir como uma das bases da expansão da
economia mundial nos últimos séculos. 

Desvantagens dos combustíveis fósseis

Embora tenham colaborado para a expansão
econômica e para o desenvolvimento dos transportes e do comércio, os combustíveis
fósseis também apresentam grandes desvantagens. Entre os impactos dos
combustíveis fósseis está a poluição do ar causada pelo seu uso. Os
poluentes emitidos podem causar graves danos ao meio ambiente e à saúde humana.

Como exemplo de dano à saúde causado pelo
uso de combustíveis fósseis, podemos citar problemas respiratórios causados
pela emissão de poluentes atmosféricos como o monóxido de carbono.

Como exemplo de impacto negativo para o
ambiente do uso de combustíveis fósseis, podemos mencionar que a queima de
combustíveis fósseis leva à emissão de dióxido de enxofre e de óxidos de
nitrogênio, causadores da chuva ácida.

Outro impacto negativo do uso de
combustíveis fósseis para o ambiente é a intensificação do efeito estufa.

O efeito estufa é processo físico que permite que parte da radiação
infravermelha emitida pela superfície do nosso planeta seja retida por certos
gases da atmosfera em vez de ir para o espaço.

Dentro de certos limites, esse
efeito favorece a vida em nosso planeta por deixá-lo mais quente do ele seria
na ausência de atmosfera.

Desde a Revolução Industrial, porém,
aumentou-se bastante a emissão por fontes humanas de gases capazes de reter a
radiação infravermelha, o que intensifica o efeito estufa e causa o chamado aquecimento
global
, o aumento, agora em curso, da temperatura do nosso planeta, que
causa grandes transformações nos ecossistemas, com graves consequências
para os seres vivos, incluindo os seres humanos.

Além dos poluentes primários, que são
aqueles emitidos diretamente pela fonte poluidora, o consumo de combustíveis
fósseis pode dar origem também a poluentes secundários, aqueles que se formam a
partir de reações dos poluentes primários.

Um exemplo de poluente secundário é o
ozônio. Ele ocorre naturalmente na estratosfera, camada da atmosfera localizada
entre 15 e 50 km de altitude, onde a camada de ozônio desempenha a
importante função de impedir a passagem de parte da radiação ultravioleta.

O ozônio também pode surgir na
troposfera, a camada mais baixa da atmosfera, através de reações químicas entre
o dióxido de nitrogênio e compostos orgânicos voláteis sob a ação de radiação
solar. Uma das origens dos poluentes que formam o ozônio troposférico é a
queima de combustíveis fósseis. O ozônio troposférico pode causar problemas
respiratórios e cardiovasculares.

Conclusão

Os combustíveis fósseis permitiram a
expansão da escala das atividades humanas, facilitando o transporte entre as
diferentes partes do globo, favorecendo aumento da produção e permitindo uma
grande elevação do padrão de vida de boa parte da população da Terra. Contudo,
seu uso também causa impactos ambientais, os quais impulsionam a atual
busca pela gradual redução do seu papel na matriz energética do planeta

.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*