O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

  • A União Europeia exige que seus visitantes tenham em mãos 5 documentos para viajar para Europa como turistas.
  • Todos os componentes da lista são obrigatórios, mas facilmente obtidos por qualquer viajante que se planeje adequadamente.
  • Toda vez que for programada uma viagem para a Europa, conferir item por item é fundamental para não ser surpreendido durante a sessão de perguntas na imigração, ao desembarcar.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

  1. Os 5 documentos obrigatórios para viajar para Europa são:
  2. Abaixo vamos listar as formas mais simples e baratas de conseguir cada um deles sem que isso complique seu planejamento de viagem.
  3. Note que todos os documentos para viajar para Europa exigem sua comprovação feita de maneira adequada.

Passaporte válido

Ter um passaporte válido é item obrigatório na hora de planejar uma viagem. E isto vale para a maior parte dos países do mundo, não só para os europeus.

Para conseguir emitir um passaporte brasileiro, basta acessar o site da Polícia Federal e seguir as orientações conforme enunciadas por lá.

Confira a data de expiração!

No caso dos países da Europa, pelas determinações acertadas no Tratado de Schengen é exigido que o documento de viagem tenha ao menos 90 dias de validade após a data prevista de retorno.

Isto significa que seu passaporte deve ter a data de expiração para, no mínimo, três meses após a data marcada em sua passagem de volta.

Caso seu passaporte não tenha validade suficiente para se adequar às regras, não é necessário aguardar que ele perca a validade para dar entrada em um novo.

O ideal, para uma boa rotina de viajante, é emitir um novo passaporte antes de o antigo entrar em seus últimos seis meses de validade.

Isto garante que o documento esteja válido para viajar para a Europa e para outros países que sejam ainda mais exigentes.

E o Visto para Europa?

Brasileiros, quando viajam a turismo por menos de 90 dias, não precisam de visto para viajar para a quase todos os países da Europa. Isto porque a maioria deles faz parte do Espaço Schengen, de livre circulação, que não exige a autorização prévia de brasileiros.

E mesmo aqueles que não adotaram as diretrizes do Tratado, como o Reino Unido e a Irlanda, ou os que não fazem parte da Uniao Européia, como a Rússia e a Turquia, historicamente também não exigem visto prévio de brasileiros a turismo.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Por um lado esta não exigência do visto facilita bastante o planejamento de viagem. Mas por outro, é justamente por não exigirem autorização prévia que é tão importante checar todos os documentos para viajar para Europa antes de embarcar. Na hora de passar pela imigração, sua entrada pode ser recusada caso você não esteja de posse de algum dos itens obrigatórios da lista.

Como preparativo para a viagem, separe uma pasta com as comprovações necessárias de todos os documentos para entrar na Europa e leve com você em sua mala de mão.

Seguro Viagem

O seguro viagem na Europa é outro item da lista de documentos para viajar pelo continente cujas regras são determinadas pela assinatura do Tratado de Schengen.

Para estar de acordo com as normas, o seguro viagem contratado deve ter uma cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas e hospitalares.

Viajar para a Europa sem seguro viagem faz com que você seja impedido pela imigração de entrar na União Europeia

Não vale a pena correr o risco. Compre seu seguro antes de embarcar.

Com essa obrigatoriedade, todas as seguradoras hoje oferecem planos privados de seguro viagem já adaptados às exigências europeias. Normalmente estes planos recebem nomes como “Seguro Europa” ou “ Seguro Schengen”, que facilitam a identificação de quais estão adaptados às regras.

  • Opcionalmente, caso seu cartão de crédito seja do segmento Platinum ou superior e suas passagens para Europa tenham sido compradas com ele, o seguro viagem pode já estar incluído, dependendo das condições negociadas em sua adesão.
  • Mas caso seu segmento seja Gold ou inferior, as bandeiras de cartão não cobrem a exigência mínima, sendo obrigatória a contratação de um seguro viagem para se adequar.
  • Para fazer sua cotação de seguro viagem para a Europa, use um comparador de corretoras para encontrar a empresa que tenha a melhor oferta para as suas datas de viagem.
  • Leia mais: 9 Dicas para encontrar o seguro viagem mais barato.

Comprovantes de hospedagem (ou carta-convite)

Dos documentos para viajar para Europa, os comprovantes de hospedagem são os que por mais vezes são exigidos pelos agentes da imigração durante o processo de entrevista.

Em compensação, são também os mais fáceis de serem obtidos, já que é possível não gastar nenhum centavo para conseguir o seu.

Como o Booking.com oferece cancelamento gratuito em boa parte de suas ofertas, basta fazer a reserva de seu hotel/hostel por lá para receber seu comprovante de hospedagem por email sem gastar nada e riscar rapidamente este item de suas pendências.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Como a isenção de visto é oferecida a quem viaja a turismo, eles precisam ter a garantia de que é para isso que você está desembarcando no continente e não para viver ilegalmente por lá.

Portanto, mesmo que você seja do tipo que não gosta de planejar seus dias de viagem de maneira rigorosa, reserve sua hospedagem do dia da chegada ao dia da saída da Europa para ter com você as comprovações necessárias.

Caso seus planos mudem durante a viagem, basta cancelar a reserva em questão e seguir um rumo diferente. Depois de ter passado pela imigração você fica livre para montar seu roteiro da maneira que preferir.

A carta-convite

Como alternativa, caso seus planos envolvam ficar hospedado na casa de algum amigo ou parente, seu anfitrião pode produzir uma carta-convite que sirva como sua comprovação de hospedagem.

Para produzir a carta, o anfitrião que assinar o documento deve residir legalmente no país para onde você está viajando. No caso da Europa, ele deve ser cidadão europeu ou possuir um visto que dê direito a residência permanente. Vistos temporários de estudo, trabalho ou turismo não são válidos.

Na internet há vários modelos de carta-convite já prontos para serem preenchidos. Peça ao seu anfitrião que redija a carta no idioma do país onde ele mora e que ao final, leve a um órgão correspondente do país para registrá-la oficialmente.

Comprovação de condições financeiras

O agente da imigração está ali para tentar identificar pessoas que tenham planos de viajar para Europa e não mais voltar. Nenhum país quer bloquear a entrada de viajantes comuns, pois turismo gera dinheiro e movimenta a economia local.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

  1. Assim, deixar evidente que você tem condições financeiras de se manter na Europa pelo período de dias planejado para sua viagem é a melhor forma de comprovar suas boas intenções e não gerar problemas com a imigração.
  2. Junte, portanto, a sua lista de documentos para viajar para Europa, todo tipo de comprovação financeira que mostre que você tem condições de bancar o custo de vida europeu pela duração de sua viagem.
  3. Podem servir como documentos que comprovam suas condições financeiras:

O valor mínimo a ser comprovado

O valor mínimo exigido, que deve ser comprovado, costuma ser de 68 euros por dia de viagem, por pessoa.

Este valor, no entanto, serve apenas como orientação. Se seus gastos de viagem serão maiores que este, leve documentos e comprovações compatíveis com seu padrão de viagem.

Passagem de retorno

Não ser confundido com algum possível imigrante ilegal é seu maior objetivo.

Logo, ter a passagem de retorno é item obrigatório na lista de documentos para viajar para Europa. Sem ela, o viajante corre o risco de sequer embarcar, já que muitas companhias aéreas conferem a documentação ainda no momento do check in. Fazem isso para evitar serem obrigadas a custear o retorno de quem foi barrado por não ter a documentação correta.

Mas, e os viajantes que dão a volta ao mundo? E quem viaja a longo prazo, sem uma data de retorno estabelecida?

  • Nestes casos, em seus documentos, ao invés de ter uma passagem de retorno, você pode apresentar uma passagem de saída da área do Tratado de Schengen, desde a data do voo esteja no limite de 90 dias a que turistas têm direito.
  • Você não precisa comprovar que vai retornar para o Brasil, basta deixar evidente que sairá da Europa antes de seu período de permanência expirar e não criarão qualquer problema para sua estadia.
  • Save
  • Save
Leia também:  O Que É Um Blog E Como Funciona?

HOSPEDAGEM

No Booking.com estão cadastradas as melhores opções de hotéis e albergues. Reserve com direito a cancelamento gratuito e viaje com mais tranquilidade.

CONTA GRÁTIS NA EUROPA

Abra uma conta online no Banco N26 para ter um cartão com saldo em euros para suas viagens internacionais.

SEGURO VIAGEM

Use nosso Comparador de Seguro Viagem. Com nossa parceria com a Seguros Promo, vamos te ajudar a encontrar os melhores planos de seguro para o seu destino. Use o cupom VIDACIGANA5 e receba 5% de desconto na hora do check out.

ROAD TRIP

Alugue um veículo com a RentCars.com para sua viagem. Compare os preços de diferentes locadoras, pague em Reais, sem IOF e parcelado em até 12 vezes.

Saiba o que é preciso levar para viajar a Portugal como turista

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Vai viajar a Portugal como turista? Então saiba que o País não exige visto para brasileiros que viajam para permanecer por até 90 dias. Entretanto, é importante ficar atento aos requisitos das autoridades portuguesas para entrar em territótio português e principalmente o que é exigido na chegada aos aeroportos.

Portugal encanta os turistas por seu estilo, sua vibração e, claro, seus numerosos monumentos e construções.

São igrejas, palácios e museus espalhados pelo País que reúnem séculos de história, e quando aparecem aquelas passagens para portugal em promoção é hora de organizar as datas das férias e economizar para sobrar mais dinheiro para bacalhau, pastéis de Belém e vários passeios pelo País. Mas o que é preciso levar a Portugal como turista?

Confira a documentação que você precisa ter em mãos para viajar como turista a Portugal na hora de entrar no País.

Documento básico

É necessário estar com o passaporte brasileiro em mãos para passar na imigração. A validade do documento deve superar em pelo menos três meses o período que o turista pretende permanecer em Portugal. Se o tempo pretendido de estada for maior do que 90 dias, é necessário obter visto.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Comprovante de estada

O viajante precisa comprovar que tem um lugar para se hospedar em Portugal. Ou seja, mostrar uma reserva de hotel ou alojamento semelhante. Para quem vai ser acolhido na casa de parentes, é imprescindível mostrar uma carta-convite do anfitrião, com o endereço da sua residência e a indicação de qual voo o turista vai pegar para posteriormente deixar o território português.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Passagem de ida e volta

Segundo o CEO do Conecta Voos (www.conectavoos.com) – uma vitrine para as promoções de viagens anunciadas pelas companhias aéreas –, Carlos Eduardo Aguirre Neves, é necessário ter em mãos as passagens de ida e de volta (ou, então, de saída para um terceiro País – e isso pode ser trem, transfer ou avião -, caso o plano seja de seguir a viagem a outro destino depois de Portugal).

“Ter a comprovação de um voo reservado para retornar para casa, ou seguir para outro destino, é muito importante para indicar que os planos do turista não são de permanecer sem autorização das autoridades portuguesas no País por mais de 90 dias” informa Carlos Eduardo, que conclui, “se o turista não tiver já passagem comprada, deverá mostrar que tem os meios financeiros para fazê-lo”.

Seguro Saúde

É obrigatório que o viajante tenha contratado um seguro viagem para entrar em Portugal e mostre documentação de comprovação. Esta é, inclusive, uma recomendação do Ministério de Relações Exteriores do Brasil para qualquer viagem ao exterior, uma vez que os consulados e embaixadas brasileiros não têm autorização para arcar com eventuais custos de saúde de turistas em outros países.

Meios de subsistência

É necessário que os brasileiros mostrem que têm os recursos necessários para permanecer em Portugal. Por isso, cada passageiro deve dispor de 75 euros na hora de entrar no País, além de outros 40 euros por dia de permanência.

Quem comprovar ter já garantidas as condições de alojamento e alimentação durante a viagem poderá ser dispensado deste requisito. Os valores não precisam ser apresentados necessariamente em dinheiro vivo.

Também servem cheques de viagem e cartões de crédito em mãos.

Vai viajar a Portugal e não vai fazer nenhum passeio?

Outro item que pode ser pedido pelas autoridades portuguesas são documentos que mostrem o roteiro da viagem. Servem, por exemplo, comprovante de reserva para uma excursão, passeio ou qualquer outro indicativo da sua programação turística.

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?Você pode viajar a Portugal e deixar seus passeios agendados com uma empresa de receptivo, como a Top Emotions.

Em caso de viagem a trabalho, o itinerário turístico não é necessário. Mas pode ser pedido um comprovante das motivações profissionais do viajante. Por exemplo, o convite de uma empresa ou entidade para participar de algum evento; ou, então, um comprovante da intenção de comparecer a um congresso ou feira, por exemplo. O tempo máximo de 90 dias de estada também se aplica neste caso.

Documentos necessários para entrar em Portugal a Turismo

O Que Precisa Para Viajar Para Portugal Como Turista?

Portugal é cada vez mais, o destino de eleição de muitos turistas brasileiros. Uma das maiores dúvidas de que quem pretende viajar para Portugal é sobre qual a documentação necessária para a viagem, para além do passaporte.

Portugal faz parte da União Europeia e somente as pessoas que tenham um documento oficial (Cartão de Cidadão) de algum dos países do espaço Schengen estão dispensados de apresentar o passaporte para viajar entre os países.

Os cidadãos brasileiros que não tenham esse documento oficial necessitam de apresentar o passaporte brasileiro com validade mínima superior a 3 meses à duração da estadia (preferencialmente, com validade superior a 6 meses, caso venham a pretender a prorrogação do tempo de turista em Portugal).

  • Passagem aérea de ida e de volta:

É sempre necessário adquirir passagem de ida e volta para o exterior.

Em geral, sem a passagem de volta nem é permitido o embarque para o exterior e, se conseguir embarcar, há grande chance de não conseguir entrar em Portugal e em outros países europeus, com riscos de deportação de volta ao país de origem. Caso o cidadão brasileiro seja portador de dupla cidadania e tenha um passaporte Europeu, então será dispensado de apresentar uma passagem de volta.

  • Comprovante de alojamento:

O cidadão brasileiro precisa de comprovar onde irá ficar hospedado durante a sua visita a Portugal. Pode ficar em um hotel, pousada ou até mesmo em casa de um amigo ou familiar, mas neste último caso, é necessário ter uma Carta Convite lembrando que, quem for passar essa Carta Convite, tem de ter ou autorização de residência legal em Portugal ou ser um cidadão português).

  • Comprovante de atividade profissional:

É um documento que comprove a atividade profissional que o cidadão tem no Brasil ou vínculo laboral com alguma empresa ou instituição. Esta declaração precisa ser reconhecida em cartório e apostilada para ter validade no exterior.

  • Comprovante de meios de subsistência:

Isto engloba tudo o que sirva para comprovar que o cidadão brasileiro tem forma de se sustentar em Portugal, desde dinheiro, cartões de crédito internacionais ou cheques.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) em Portugal exige que o cidadão brasileiro que vem até Portugal tenha em sua posse 75,00 euros por cada entrada e mais 40,00 euros por cada dia que pretenda passar no país. Estes valores podem ser verificados na imigração mas nunca serão cobrados.

Caso o cidadão brasileiro seja portador uma Carta Convite, o comprovante de meios de subsistência poderá ser dispensado, mas é sempre bom trazer algum dinheiro já em mãos.

Se pensa viajar a título de turismo, vai precisar sempre de ter um seguro de saúde. O PB4 é um seguro de saúde gratuito do governo brasileiro firmado com alguns países, como é o caso de Portugal. Este seguro é válido para atendimento em hospitais públicos portugueses, onde o cidadão brasileiro paga o mesmo valor que paga um cidadão português.

  • É necessário visto para entrar em Portugal?

Os cidadãos brasileiros não necessitam de visto para Portugal em um período de 90 dias, nos seguintes casos:

  1. Turismo;

  2. Negócios;

  3. Cobertura Jornalística;

  4. Missão cultural.

Esses tipos de visto podem ser prorrogados por até 90 dias, se necessário, mediante solicitação ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). Em outros casos como estudo, residência, investimento, entre outros, serão sempre necessários o passaporte brasileiro e o visto obtido junto ao Consulado de Portugal no Brasil, previamente à viagem. Como podemos ajudar?

Leia também:  Como Se Chama O Actor Que Fez O Gladiador?

A Central de Atendimento ao Cidadão Brasileiro (CACB) providencia o apostilamento e solicita diversos documentos para que a sua viagem para Portugal corra da melhor forma possível e sem qualquer tipo de problema relativamente à documentação.

O que é necessário para requerer documentação? Basta enviar um email para [email protected] ou uma mensagem para o nosso WhatsApp +351 968 574 315 e iremos passar as orientações completas sobre os dados a serem informados e os procedimentos que deve realizar.

ETIAS Portugal | Autorização ETIAS para Brasileiros viajar a Portugal

O ETIAS Portugal vai facilitar a vida dos viajantes, que poderão transitar facilmente pelos países do Espaço Schengen e ficar até 90 dias nesse território europeu.

Quanto ao roteiro de viagem, aproveite as ofertas de voos do Brasil a Portugal com chegada em cidades famosas como Lisboa e Porto. O clima agradável e a deliciosa culinária portuguesa são apenas alguns dos muitos motivos para se visitar o país.

Já a dica para seguir sua jornada pelo Velho Continente é ir depois à Espanha (único país que faz fronteira com Portugal) e, de lá, partir para outros destinos.

Tudo sobre a autorização para entrar em Portugal com ETIAS

A partir do final de 2022, passa a ser obrigatório ter uma autorização de viagem ETIAS para entrar em Portugal ou nos demais países europeus do Espaço Schengen.

O ETIAS (Sistema Europeu de Informação e Autorização e Viagem) é um sistema eletrônico, criado para aumentar a segurança nas movimentações internacionais.

O turista que pretende visitar Portugal deve se registrar no ETIAS preenchendo um formulário pela internet. Com a aprovação desse registro, ele pode permanecer por até 90 dias na Europa, dentro de um período de 180 dias.

Isso é ideal para quem deseja conhecer outras regiões do continente. E o melhor de tudo é que a autorização de viagem do ETIAS tem validade de 3 anos ou até a expiração do passaporte.

  • O turista brasileiro não precisa de visto para entrar em Portugal e isso deve continuar assim com o lançamento do ETIAS — que não é exatamente um visto, mas serve para validar a isenção de visto.
  • O ETIAS Portugal é um processo simples que dá ao turista a liberdade de se movimentar entre os 26 países do Espaço Schengen — um conglomerado de nações que se uniram com o objetivo de facilitar o comércio e a circulação de pessoas nessa região.
  • Na prática, isso significa que as filas para entrar nos países se tornarão mais curtas com a prévia autorização da entrada de pessoas com o registro aprovado no ETIAS.
  • Também não será necessário apresentar o passaporte sempre que for circular entre os países do Espaço Schengen, apenas quando solicitado pelo fiscal da imigração.

Dicas para aproveitar ao máximo o ETIAS Portugal

A Europa é um continente com vários países encantadores bem próximos uns dos outros. Com isso, é possível fazer várias viagens internacionais em uma só jornada, contando com diversas opções de transporte e aproveitando que o ETIAS é um agente facilitador.

Você pode passar uma temporada em Portugal para conhecer cidades incríveis, como Porto, Coimbra, Lisboa e Évora (só para mencionar algumas) e depois seguir viagem para descobrir outras belezas da Europa.

A autorização para entrar em Portugal e ficar por até 90 dias no Espaço Schengen garante que você tenha tempo suficiente para uma experiência de viagem inesquecível. E até dá para dividir esse período e voltar em outra ocasião, dentro do período de validade do ETIAS!

Entre as atrações turísticas de Portugal destacam-se:

  • O Palácio da Bolsa, no Porto
  • O Mosteiro de Santa Cruz, em Coimbra
  • A Torre de Belém, em Lisboa
  • O Templo Romano, em Évora

Vale a pena ver de perto os marcos históricos desse país, que foi um dos mais influentes do mundo na era das grandes descobertas. Além disso, você pode aproveitar a viagem para explorar melhor as paisagens, a cultura e a gastronomia de Portugal e de outros destinos na Europa.

Como preencher o formulário ETIAS Portugal

Uma das grandes vantagens do sistema ETIAS é que não é necessário comparecer a um consulado ou órgão do governo para solicitá-lo. Basta acessar o formulário do ETIAS online e preencher corretamente. O resultado é enviado por e-mail.

Estas são as informações pessoais que você deve fornecer no formulário online:

  • Nome completo;
  • Local e data de nascimento;
  • Sexo;
  • Endereço;
  • Número de telefone e e-mail;
  • Nível acadêmico ou informação do emprego atual;
  • Informação do passaporte ou de um outro documento de viagem válido;
  • País de chegada;
  • Responder ao questionário de elegibilidade ETIAS.

Além disso, você deve informar qual o país de entrada (no caso, Portugal), responder algumas perguntas bem simples e inserir os dados de um cartão de débito ou crédito para pagar a taxa do ETIAS.

Depois, seu registro passa por uma análise eletrônica com verificação nas bases de dados de segurança global. Caso o sistema conceda a autorização de viagem, a aprovação do ETIAS fica vinculada eletronicamente a seu passaporte.

Aí é só fazer as malas!

Regras para brasileiros entrarem em Portugal a turismo

Uma das dúvidas mais comuns dos brasileiros que desejam fazer turismo pela Europa é se o cidadão brasileiro precisa de visto para Portugal ou para outros países do continente europeu.

É sempre bom verificar isso antes de fazer o roteiro de viagem! Ganhe tempo consultando quais países fazem parte do Espaço Schengen, pois todos adotam as seguintes regras que se aplicam à entrada de turistas brasileiros em Portugal.

Até o momento, a principal exigência é que os brasileiros devem exibir o passaporte com validade superior a 3 meses após a data de retorno ao Brasil.

Quando o ETIAS for implementado, também será necessário obter uma autorização através desse sistema de isenção de visto. A previsão é de que esse requisito entre em vigor do fim do ano de 2022 em diante.

Portanto, a partir do final de 2022, será exigida a autorização no ETIAS para viagem de brasileiros para Portugal. Em certos casos, ainda pode haver solicitação de informações ou documentos adicionais, tais como:

  • Passaporte com validade superior de 3 meses após a saída da Europa;
  • Justificar o objetivo da viagem para o fiscal migratório;
  • Comprovante da reserva do hotel ou uma carta-convite com o endereço de onde você passará os dias no país;
  • Comprovante de recursos financeiros para a própria subsistência durante a estada, nos valores de 75 EUR (por cada entrada), além de 40 EUR por dia de permanência;
  • Não estar indicado no Sistema de Informação Schengen para efeitos de não admissão;
  • Documentos do itinerário em caso de viagens para outros países ou reservas;
  • Passagem de volta com data marcada;
  • Autorização de viagem ETIAS;
  • Certificado internacional de vacina para Febre Amarela.

O ideal é que, antes de concluir seu planejamento, o turista confira as exigências e documentos necessários para a viagem no Portal Consultar Brasileiro.

Consulado-Geral do Brasil em Lisboa

Endereço: Rua Antonio Maria Cardoso, 39 – Chiado, Lisboa Telefone: (351) 211 358 587 E-mail: [email protected] Outras cidades portuguesas que contam com Embaixada Brasileira são: Faro e Porto.

Quando será possível viajar para Portugal novamente?

Nosso mapa de restrições de viagem informa: salvo exceções, passageiros não estão autorizados a entrar em território português. Mas há alguma previsão de quando poderemos viajar para Portugal de novo? Quais são as isenções e quais são os requisitos de entrada?

Com essas questões em mente, chegamos às respostas abaixo. Confira!

Atenção: as informações desse artigo foram atualizadas em 26 de novembro de 2020 e estavam corretas na hora da postagem. Confira as últimas atualizações em nossa página de restrições de viagem e confirme os detalhes no site do governo de Portugal.

Brasileiros podem viajar para Portugal?

Ainda não podemos viajar para Portugal, pois o país ainda está com restrições fortes para brasileiros no momento, especialmente em função da nova onda de contágio que atingiu a Europa recentemente.

No entanto, brasileiros com passaporte europeu (dupla cidadania), residentes ou passageiros com visto de longa duração emitidos por Portugal estão autorizados a entrar. Duas cidades estão recebendo voos internacionais vindos do Brasil: Lisboa e Porto.

Leia também:  Como Saber Quem Está Online No Whatsapp?

Quem pode viajar para Portugal?

Portugal está fechado para turismo, apenas recebendo apenas passageiros que se encaixem em alguma exceção. A lista de quem pode entrar em Portugal agora pode ser resumida da seguinte forma:

  • Cidadãos de países que fazem parte do Espaço Schengen e da União Europeia. Caso você tenha passaporte de algum desses países (dupla nacionalidade), você pode viajar para Portugal;
  • Cidadãos britânicos e seus familiares;
  • Residentes em Portugal;
  • Passageiros com visto de longa duração emitido por Portugal;
  • Passageiros chegando de países da União Europeia e do Espaço Schengen. Ainda nessa lista, mas de outros continentes, constam países como Canadá, China, Estados Unidos e Japão. Da América do Sul, o Uruguai é único presente;
  • Passageiros regressando ao seu país de origem via Portugal, desde que tenham nacionalidade ou visto emitido por países da União Europeia e do Espaço Schengen.

➡️ Veja todas as exceções no nosso mapa de restrições de viagem para brasileiros. Como as informações podem mudar a qualquer momento, sempre acompanhe as atualizações.

Quais são os requisitos de entrada?

Quem pode entrar em Portugal na pandemia deve apresentar um exame médico com resultado negativo para o teste PCR do coronavírus. O atestado deve ser emitido no máximo 72 horas antes do embarque. Essa restrição de viagem para Portugal não se aplica a visitantes chegando do Canadá, Estados Unidos, França, Itália, entre outros países.

Viajantes com destino à Ilha da Madeira devem preencher um formulário epidemiológico e apresentar o QR code gerado na chegada.

Caso não tenham um atestado médico negativo para Covid-19, os passageiros estarão sujeitos a exames e à quarentena na chegada.

O mesmo vale para quem estiver indo para as Ilhas dos Açores, a diferença é que não é exigido o preenchimento do formulário ao chegar.

Vale destacar que todos os passageiros estão sujeitos a exames médicos e a quarentena ao chegar em Portugal. A triagem começa nos aeroportos internacionais, onde todos têm a temperatura corporal verificada por meio de termômetros com sensor infravermelho.

Leia também: É seguro viajar? Desafios e medidas de segurança para viajar em tempos de coronavírus

Medidas de reabertura em Portugal

As medidas de reabertura ou o plano de contingência de Portugal seguem os parâmetros da OMS e do Centro Europeu de Controle de Doenças. A abordagem é dividida em três fases de resposta:

  • Contenção, com epicentro fora de Portugal e transmissão internacional;
  • Contenção alargada, com cadeias de transmissão secundárias na Europa e casos importados em Portugal, sem cadeias secundárias;
  • Mitigação, com transmissão local em ambiente fechado e transmissão comunitária.

O mais importante, porém, é frisar que as medidas são ajustadas imediatamente de acordo com a evolução epidemiológica do vírus em cada região. Ou seja, podem mudar a qualquer momento.

Um exemplo disso é a determinação do dia 9 de novembro, quando situação de Portugal na pandemia piorou e o governo decidiu alterar as medidas restritivas, passando de estado de calamidade para estado de emergência (apesar da palavra “calamidade” soar para nós, brasileiros, como extremamente rígida, em Portugal o “estado de emergência” é considerado ainda mais restritivo).

O que está fechado e o que está aberto em Portugal?

Recentemente, o estado de emergência foi renovado em Portugale agora vale até o dia 8 de dezembro. As medidas restritivas variam de acordo com nível de contaminação de cada região e podem ser sofrer alterações a cada 15 dias.

Os municípios foram classificados de acordo com o risco: “moderado,” “elevado”, “muito elevado” ou “extremamente elevado”. A cidade do Porto, por exemplo, está classificada com risco extremamente elevado, por ter mais de 960 casos de infeções por 100 mil habitantes nos últimos 15 dias. Já Lisboa é considerada uma cidade com risco muito elevado.

Destacamos algumas das restrições gerais do estado de emergência em Portugal:

  • Uso de máscara obrigatório;
  • Estabelecimentos comerciais devem restringir de capacidade de público e não podem abrir antes das 10h, com algumas exceções;
  • Pode ser proibida a circulação na via pública durante determinados períodos do dia ou da semana, ou circulação limitada a saídas essenciais;
  • Para evitar grande circulação nos feriados de Restauração da Independência (1 de dezembro) e ImaculadaConceição (8 de dezembro), é proibido circular entre os municípios entre as 23h do dia 27 de novembro e as 5h do dia 2 de dezembro, bem como entre as 23h do dia 4 de dezembro e as 5h do dia 9 de dezembro;
  • Pode ser exigida a medição de temperatura corporal nos locais de trabalho, estabelecimentos de ensino, meios de transporte e espaços comerciais, culturais e desportivos;
  • Podem ser exigidos testes de diagnóstico para a COVID-19 em estabelecimentos de saúde, estruturas residenciais, estabelecimentos de ensino, na entrada ou saída do território nacional, entre outros;
  • Pode ser exigido o confinamento compulsivo de pessoas infectadas ou em vigilância ativa, assim como o encerramento total ou parcial de estabelecimentos, serviços e empresas;

Você pode conferir restrições específicas para cada região do país no site Covid Estamos On.

Quando poderemos viajar para Portugal de novo?

  • Não há previsão de quando poderemos viajar para Portugal sem restrições, especialmente nesse período delicado de aumento de casos de coronavírus no país.
  • Por enquanto, apenas brasileiros com visto de longa duração e/ou de residência emitido por Portugal e/ou passaporte europeu dos países que constam na lista de exceções estão autorizados a viajar para Portugal.
  • Como a situação pode mudar a qualquer momento, a dica é acompanhar as atualizações de perto e torcer para que as boas notícias cheguem logo ????
  • Enquanto isso, você pode aproveitar as nossas dicas de viagem sobre o país e planejar seu roteiro para quando a entrada de turistas brasileiros em Portugal for liberada. Confira no nosso site de notícias:

Leia também: Quando poderemos viajar para os Estados Unidos de novo?

Outras dúvidas comuns sobre quando poderemos viajar para Portugal

Posso viajar para Portugal agora?

A entrada de turistas brasileiros em Portugal não é permitida, a não ser que você faça parte das rígidas restrições de entrada no país. Mesmo assim, devido aos altos riscos de contaminação pelo novo coronavírus, não é recomendado viajar durante a pandemia.

É seguro viajar para Portugal na pandemia?

Mesmo que você esteja entre os brasileiros que podem entrar em Portugal, o ideal seria evitar viajar para o país agora. Recentemente, Portugal teve um aumento exponencial nos casos, apesar de ainda figurar no 34º em número de ocorrências de coronavírus, segundo tabela da OMS. E além de estar com fortes restrições de viagem para brasileiros, o estado atual no país é de emergência.

Tenho passagem marcada. Posso cancelar minha viagem?

Boa parte das linhas aéreas flexibilizaram seus bilhetes. Muitas permitem o reembolso ou a remarcação de viagem, mas os termos e condições variam, dependendo da tarifa e do período de compra, por exemplo.

Caso não saiba se seu voo é flexível ou não, entre em contato com a empresa e verifique as condições para a sua situação.

Você também pode conferir as regras das principais empresas que voam de/para o Brasil em nosso artigo com orientações para quem precisa viajar em tempos de coronavírus.

O que é preciso para viajar para Portugal na pandemia?

Além de se encaixar na lista de exceções, é necessário apresentar um exame com resultado negativo de teste molecular RT-PCR para coronavírus. O mesmo deve ser emitido no máximo 72 horas antes da viagem.

Quanto custa um teste RT-PCR para coronavírus?

Os preços variam entre R$ 100 e R$ 500, dependendo do laboratório. Em São Paulo, o Instituto Butantan está aplicando o teste gratuitamente. Saiba mais aqui.

Confira outros artigos que te ajudam a encontrar informações e dicas sobre viagens em tempos de coronavírus:

Com base em informações atualizadas em 26/11/2020. Para o seu conhecimento, as informações nesta página estavam corretas no momento da publicação. No entanto, dada a natureza da crise do COVID-19, as informações variam de acordo com o local e podem mudar a qualquer momento.

O Skyscanner é o mecanismo global de pesquisa de viagens, ajudando seu dinheiro a ir mais longe em voos, hotéis e aluguéis de carro.

Related

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*