O Que É Um Blog E Como Funciona?

Nessa era da informação digital, quem nunca pensou em criar um blog para compartilhar as vivências e conhecimentos? Muitas vezes deixamos este plano de lado por não sabermos por onde começar ou pensarmos que não temos tempo para criar o blog. Mas esta é uma tarefa mais fácil do que você imagina!

Primeiramente é importante esclarecer a diferença entre post e página, então vamos lá!

A página, normalmente tem uma estrutura mais estática e costuma ser atualizada em espaço de períodos mais longos, sem periodicidade.

As páginas também costumam ter um layout mais complexo e variável, que respeita uma hierarquia de informações. Os posts, por sua vez, tem como principal característica a periodicidade com que são criados.

As postagens são realizadas com freqüência e de preferência com regularidade de intervalo de tempo.

Os posts também são listados de acordo com a cronologia ou assuntos e há a possibilidade de exibir uma lista dos posts em uma página, como no exemplo à baixo, o site Dicas Dre Viagem, é um blog onde é posível encontrar dicas de turismo em várias cidades do Brasil.

O Que É Um Blog E Como Funciona?

Atualmente é impossível imaginar uma empresa que não esteja na internet. Na realidade já faz algum tempo que um site estático na internet já não é suficiente para empresa se destacar no mundo digital.

 Numa era onde as pessoas usam a internet para realizar grande parte das suas atividades diárias como estudar, comprar, se relacionar e trabalhar, é necessário que a empresa esteja presente nestas interações.

 

O Que É Um Blog E Como Funciona?

Sendo assim, os blogs são ferramentas que podem funcionar como a central de conteúdo da empresa. É a partir de um blog que as empresas podem oferecer informações relevantes sobre sua área de atuação. Pensando na CriarSite.Online

Blog

Guest posts

Seu blog já recebe posts convidados? Esse é um excelente formato para manter relacionamento com empresas parceiras e, de quebra, economizar esforços em produção de conteúdo.

Ao publicar seus posts em outros blogs, você também faz link building para melhorar seu SEO.

Só não se esqueça de alinhar bem o tema e a linguagem dos posts que serão publicados em seu blog com a sua estratégia de conteúdo.

Não para por aí: confira mais ideias no post 13 tipos de conteúdo que você pode produzir para seu blog.

Mesmo com tantas possibilidades, está difícil começar a preencher a página em branco? Inspire-se no infográfico abaixo e utilize nosso template de estrutura de post para o blog como pontos de partida!

O Que É Um Blog E Como Funciona?

Montando uma equipe de conteúdo

Especialidades

Montar uma equipe de conteúdo não é nada fácil: mais do que contratar profissionais capacitados, é preciso saber exatamente quais serão as funções e cargos necessários em sua equipe. Por isso, elencamos abaixo algumas das funções essenciais para sua equipe de conteúdo:

Coordenador/gestor

O coordenador e/ou gestor é uma função essencial no time de conteúdo, visto que ele é peça-chave para desenvolver e escalar a estratégia de conteúdo do time. A função do coordenador/gestor é acompanhar todos os detalhes da estratégia, desde verificar e gerenciar freelancer até se certificar de que os outros membros do time estão realizando suas tarefas da melhor forma possível.

O ideal é que essa pessoa seja capaz de equilibrar organização e criatividade, gestão de relacionamento e qualidade de trabalho, consiga acompanhar as dificuldades e desafios do time, e ajudar a resolver os problemas dos outros membros da equipe.

Estrategista de conteúdo/marketing

O processo de criar e rodar uma estratégia de conteúdo é complexo. Por vezes, o time está tão focado em realizar pesquisa de temas, escrever conteúdos e promovê-los, que acaba perdendo um pouco a visão mais ampla de como o Marketing de Conteúdo deve se posicionar para realmente gerar resultados para a empresa.

Assim, um estrategista de conteúdo/marketing deve ser alguém que realmente entenda o que é um bom conteúdo para o seu mercado e preste atenção em detalhes, mas que também tenha uma visão de futuro e esteja preparado para ir além e garantir as metas da equipe.

Produtor de conteúdo

O produtor de conteúdo é o coração da estratégia de conteúdo; afinal, é ele quem vai produzi-lo. Na hora de contratar esse tipo de profissional, é importante prestar atenção à qualidade do trabalho da pessoa, mais do que seu histórico profissional ou qualificações propriamente ditas.

Contudo, é inegável que profissionais com experiência de produção de conteúdo, como jornalistas, costumam se dar muito bem nessa função, principalmente devido à natureza investigativa da profissão, e da necessidade que têm de escrever conteúdos que consigam explicar bem aquilo que está sendo passado para o público. Não é à toa que muitos produtores de conteúdo são jornalistas de formação.

Profissional de vídeo

Não se pode negar que a procura pelo conteúdo em vídeo tem crescido cada vez mais na internet. Sendo assim, é essencial ter um profissional dessa área para a produção desse tipo de conteúdo em seu time. Se você puder produzir conteúdo em vídeo de alta qualidade sem estourar seu orçamento, você só gerará benefícios para sua estratégia de marketing.

Se seu orçamento ainda não comporta ter um profissional dessa área em tempo integral, considere pelo menos contratar um freelancer, ou coloque alguém que pelo menos conheça o básico da função para criar vídeos simples. Mas não deixe de investir nesse formato, pois ele é cada vez mais estratégico para o Marketing de Conteúdo.

Designer

O conteúdo em texto é vital para a estratégia de Marketing, mas muitas pessoas aprendem e absorvem conhecimento por meio de imagens.

Por isso, é muito importante investir em contratar um profissional de criadores de conteúdo visual.

Afinal, sabemos que o conteúdo na internet e nas redes sociais, em geral, costuma gerar mais engajamento e resultado quando vem amparado por boas soluções visuais.

Aliás, o conteúdo visual não precisa ser apenas o coadjuvante da sua estratégia: ele pode ser até mesmo o protagonista em diversas ocasiões, como no caso de infográficos.

O exemplo abaixo é um infográfico que resume super  bem o post Como nosso cérebro processa os diferentes tipos de conteúdo.

O Que É Um Blog E Como Funciona?

Interação com outras equipes

A equipe de conteúdo precisa estar em constante interação com outros times da empresa.

Afinal, o conteúdo precisa ser capaz de abordar e responder às dores e dúvidas dos clientes e, para isso, é preciso dialogar com as equipes que mais têm contato com os clientes, em especial a equipe de vendas, pré-vendas e sucesso do cliente, além, é claro, de outras equipes que devem compor o time de marketing.

Para isso, é necessário ter expectativas e metas bem alinhadas, para que cada uma saiba o que esperar da outra. Neste sentido, uma sugestão é criar um ANS ou SLA (Acordo de Nível de Serviço ou Service Level Agreement), uma espécie de contrato entre as duas partes, que detalha todos esses pormenores do que deve ser entregue por cada uma delas.

Métricas para blog

Para manter um blog de qualidade é preciso ir além da qualidade do conteúdo: é preciso entender os resultados que esses conteúdos estão trazendo para o seu negócio. E a melhor maneira de fazer isso é metrificando esses resultados.

Ao contrário das ações de marketing tradicional, as estratégias de Marketing Digital podem — e devem — ser mensuradas para entendermos os resultados e podermos trabalhar em melhorias quando necessário.

Ao contrário das ações de marketing tradicional, as estratégias de Marketing Digital podem — e devem — ser mensuradas para entendermos os resultados e podermos trabalhar em melhorias quando necessário.

Mesmo que você pense que os posts do blog de sua empresa são de ótima qualidade, você vai precisar metrificar para comprovar os resultados. Aqui entra um pouco de ciência e de “exatas” que o profissional de conteúdo precisa ter. É preciso que você encontre as métricas para identificar o sucesso dos artigos.

Algumas métricas interessantes para medir o impacto de um blog em sua estratégia de Marketing de Conteúdo são:

  • Visualizações de página: pageviews são diferentes de visitas! Para ficar claro: em uma visita, você pode ter mais de um pageview em uma mesma página — isso vai apenas depender de quantas vezes o usuário entrou nela. De qualquer forma, mensurar pageviews é importante para identificar, por exemplo, quais são as páginas mais acessadas.
  • Usuários únicos: aqui refere-se ao visitante que, se já entrou em determinado site e teve um cookie instalado em seu computador, contabilizará como o mesmo visitante em diferentes ocasiões. Dessa forma, é possível saber quantos visitantes um site teve sem contar o mesmo usuário mais de uma vez.
  • Conversões: o número total de conversões que o post gerou. Essas conversões variam e podem ser tanto o download de um material rico como a inscrição em nossa newsletter.
  • Taxa de conversão: a taxa de conversão é a porcentagem de visitantes que realiza uma conversão. Por exemplo, se um post teve 100 visitantes e 20 conversões, isso significa que a taxa de conversão é de 20%.
  • Taxa de rejeição: a taxa de rejeição — ou bounce rate — é um número expresso em porcentagem e indica quantos visitantes acessaram uma única página do site de sua empresa e em seguida saíram, sem continuar a navegação em uma próxima página. Cada vez que isso acontece é contabilizada uma rejeição.
  • Tráfego por canal: quando alguém acessa o seu site, certamente veio de algum lugar da internet. Isso é importante para podermos priorizar os canais que necessitam de otimização. Alguns canais para medir são: busca orgânica, social, referência, email, direto e pago.
Leia também:  Como Se Chama A Árvore Que Dá Romãs?

Para saber mais detalhes sobre as métricas comentadas aqui (e conhecer outras), confira o post: Métricas para blog: o que medimos e como analisamos os resultados do blog da RD

O que esperar da estratégia de conteúdo?

Um blog tem alto potencial de gerar resultados para a sua estratégia de Marketing de Conteúdo. Mas para isso é preciso paciência e consistência. A melhor forma de ter uma audiência fiel em seu blog é sendo regular nas postagens.

Confunde-se, muitas vezes, qualidade com quantidade. E o que vemos quando isso acontece são empresas produzindo um alto volume de conteúdo, porém com pouco filtro e pouca qualidade.

Leia o post Qual a melhor frequência para postar em um blog? e entenda melhor como definir a cadência de postagens para o blog de sua empresa.

Sendo consistente e com uma estratégia bem definida, seu negócio vai começar a gerar tráfego, Leads e, consequentemente, vendas, fazendo com que o blog tenha também papel no faturamento da empresa.

Como Fazer um Blog de Sucesso? Guia para o Blogueiro Iniciante

Criar um blog de sucesso é possível, basta seguir boas dicas que vão desde a melhor ferramenta para utilizar até boas práticas para produzir seus conteúdos.

Como criar um blog de sucesso?

Com este artigo, você vai entender:

  • porque criar um blog;
  • como criar um blog;
  • o que precisa para criar um blog;
  • onde criar um blog;
  • como criar um blog profissional;
  • quais dicas aplicar para ter melhores resultados.

Ou seja, depois dessa leitura, você vai saber de forma clara e simples o que precisa fazer para criar seu blog e ter sucesso com ele.

Por que criar um blog?

Blog é sinônimo de conteúdo. Se o seu projeto pessoal ou mesmo sua empresa contar com um portal como esse, também terá diversos benefícios agregados à sua marca.

Por isso, na hora da dúvida sobre “por que criar um blog para empresa?” ou “por que criar um blog pessoal?”, pense nos benefícios que poderá ter:

  • mais visibilidade e credibilidade online — se você cria conteúdos, significa que entende do assunto e, com isso, vai reforçar a sua autoridade para o público que chegar a suas páginas por pesquisas nos buscadores ou por campanhas de anúncios;
  • aumento de clientes — com mais visibilidade e credibilidade, sua marca vai estar à frente da concorrência. Assim, se o cliente em potencial tiver dúvidas sobre com quem fechar negócio, as chances de finalizar com aqueles que demonstram ter mais autoridade no segmento são maiores;
  • melhor relacionamento com o público — engana-se quem pensa que o relacionamento digital pode acontecer somente nas redes sociais. Os blogs também são propícios para criar proximidade com o público. Afinal, a área de comentários pode conter dúvidas ou mesmo críticas que, ao serem respondidas com a devida atenção, podem ajudar a conquistar e fidelizar as pessoas.

Como criar um blog? Aprenda a criar o seu próprio blog

O Que É Um Blog E Como Funciona?

Se o seu desejo é saber como criar um blog de sucesso, siga os passos:

  • estabeleça quais as temáticas principais que vai abordar — a linha editorial precisa estar alinhada aos seus produtos ou serviços. No caso de blog pessoal, defina os assuntos que você mais tem afinidade;
  • defina se você irá utilizar uma hospedagem paga ou uma versão de blog gratuita;
  • escolha a sua plataforma CMS (Content Management System ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) — no próximo tópico, vou apresentar uma boa dica;
  • defina um tema visual para o seu blog;
  • tire as ideias do papel e comece.

Veja algumas dicas de como criar seu blog de sucesso:

Onde criar um blog?

Se a sua dúvida é “o que preciso para criar um blog?”, comece pela decisão sobre a plataforma de conteúdo e pelo servidor. Esta deve ser uma das etapas iniciais, pois é o lugar onde você vai colocar a sua página propriamente dita. Quando se fala em criação de blog, existem duas saídas: a gratuita e a paga.

Na versão gratuita, existem duas plataformas muito utilizadas a WordPress.com e a Blogger. Ambas oferecem praticamente as mesmas funcionalidades, mas quando você desejar sair destas plataformas, o Blogger é o mais engessado. 

Nas duas opções você não paga para hospedar o seu blog e ele fica em um endereço como http://meublog.wordpress.com ou http://meublog.blogger.com.

A versão que eu prefiro é a paga, mas aqui tem um detalhe. Você vai pagar pela empresa que hospedará o seu blog e não pela plataforma. Quando escolher a plataforma, a minha sugestão aqui é o uso do WordPress, mas não a citada anteriormente e sim o sistema open source — personalizável de acordo com as necessidades. 

Você pode fazer o download dos arquivos e instalar em seu servidor. A parte boa é que muitas empresas de hospedagem possuem a opção de você solicitar a instalação do WordPress para você, facilitando muito a sua vida.

Em termos de empresas de hospedagem, posso indicar algumas para você cotar o serviço. Utilizamos na Mestre a empresa Zertico para a hospedagem de blogs e sites de clientes. Existem também outras empresas que recomendo, a Eveo e UOL Host.

Qual a melhor plataforma?

Existem várias ferramentas de criação de blog, mas, o recomendado é que você tenha um servidor próprio. Faça esse investimento, contrate uma hospedagem e instale o WordPress. Vai valer a pena lá na frente!

Mas, atenção. Mais uma vez preciso alertar: não use o WordPress.com, que é um serviço gratuito. Procure uma empresa de hospedagem de sites, contrate o serviço e tenha um blog WordPress, que é a melhor solução de blogs na atualidade.

Como criar um blog profissional?

Para criar um blog profissional, você vai precisar ter uma ótima estrutura. Por isso, reforço a sugestão de trabalhar com o WordPress. Ele é utilizado por várias empresas, é bem consolidado, tem boas atualizações, é estável e não tem segredos. É a plataforma que utilizamos na Agência Mestre.

Você também pode contar com o nosso suporte especializado na criação do seu blog, já que deseja entregar o melhor para seu público-alvo. Para solicitar um orçamento para o desenvolvimento de um blog ou até mesmo um site, entre em contato com a Agência Mestre.

Invista em um template profissional

O layout do seu blog é um fator que tem peso muito grande na hora de reter a atenção da sua audiência. Existem excelentes opções de temas WordPress que ajudam você a deixar seu blog muito mais profissional. Já mencionei acima as vantagens de se trabalhar com a plataforma WordPress e agora reforço a importância de se investir em um template premium para seu site.

Um dos melhores temas WordPress que eu conheço, é o tema Épico. Ele foi cuidadosamente produzido para você focar na produção do seu conteúdo, sem ter de se preocupar com outros detalhes.

O Épico é um tema responsivo (ou seja, seu blog será bem visualizado em qualquer tipo de dispositivo, seja no celular, tablet ou desktop).

Além disso, você conta com uma vasta gama de estilos, para personalizar o seu blog da maneira que desejar.

O Que É Um Blog E Como Funciona?

O tema Épico já conta com botões de compartilhamento, para que sua audiência possa compartilhar seus conteúdos nas redes sociais, atraindo assim, mais visitas para o seu blog.

Outra importante funcionalidade, é que esse tema já vem preparado para você capturar o contato de seus visitantes, criando uma base de leads para o seu negócio.

Por falar em base de leads, o Épico possui fácil integração com as principais ferramentas de e-mail marketing do mercado, tais como: LeadLovers, RD Station e Mailchimp. Uma verdadeira mão na roda para você!

Dicas para ter um blog de sucesso

Agora que você já decidiu a criar seu blog de sucesso, algumas dicas são válidas para a produção dos seus posts. Veja:

  • crie seus conteúdos com consistência — garanta uma frequência de publicações;

Qué es un blog y cómo funciona

O Que É Um Blog E Como Funciona?

A través de esta pregunta es que llegan más personas a mi blog. No es justo que en todo este tiempo no haya escrito una entrada para responderla, así que por fin he decidido hacerlo. Un blog no parece ser lo mismo, según he podido apreciar en estos tres años y medio en el oficio, para diferentes bloggers, pero aún así, los fundamentos son comunes.

Leia também:  Como Saber A Quantidade De Proteina Que Devo Ingerir?

Comencemos por el principio: el nombre

Un blog es un diario online. De hecho, los primeros blogs, se llamaban

Web Log

Web es “red” o también “online”. Log significa “diario”. Sí, así como Querido Diario o Bitácora del Capitán, más que como el diario que dejan en tu puerta todos los días.

Luego ambas palabras se juntaron y quedó:

Weblog

Después, a Weblog se le cayó el “we” por algún lado:

weblog

y quedó simplemente:

blog

Ese es el significado y el origen de la palabra.

Continuamos con la función: para qué sirve un blog

Originalmente al menos, un blog era un espacio para que escribieras todo lo que se te pasaba por la cabeza. Simplemente eso.

Y la única diferencia con el Querido Diario es que ponías estas cosas en Internet, por lo que no sólo tu hermano mayor o tu mamá lo podían leer a escondidas cuando olvidabas cerrar el candado, sino el resto del planeta (a menos, claro, que se trate de un blog privado).

Un blog es un medio para compartir información con los demás. Esa información puede ser de cualquier tipo, la que el blogger desee. En mi blog comparto lo que sé y lo que pienso sobre el oficio de bloguear.

En los blogs llamados personales, los bloggers comparten información sobre lo que les pasa, lo que piensan, lo que creen, lo que les gusta y lo que les disgusta. Una empresa comparte en su blog información sobre sus productos o servicios y sobre cosas que son de interés de sus clientes.

Un escritor, en su blog comparte sus historias y otros escritos. Las posibilidades son innumerables.

Tipos de información que incluye un blog

La información que se comparte en un blog puede ser escrita (como lo que estás leyendo ahora), gráfica (como dibujos o fotografías) o audiovisual (en forma de videos y en algunos blogs, música o podcasts).

Hay otra clase de información que puedes colocar en tu blog, utilizando unos pequeños programas llamados widgets: por ejemplo el número de personas que te han visitado, de dónde provienen, quiénes te han dejado comentarios recientemente, etc. En este enlace encuentras más información sobre lo que puedes incluir en un blog de wordpress.com.

Finalmente, un tipo de información muy útil que incluyes en tu blog, son los enlaces a las páginas, sitios y otros blogs que deseas que tus lectores visiten.

Cómo funciona un blog

Los blogs son páginas o son sitios web que se alojan en algo llamado Sistema de Gestión de Contenidos. Los sistemas principales en este momento son Blogger y WordPress. El detalle del funcionamiento depende del sistema que escojas. Hay cosas que puedes hacer en unos sistemas y en otros no. En mi blog, como indica su subtítulo, sólo se habla de WordPress.com.

El funcionamiento de cualquier blog no comercial es más o menos como sigue:

  • Vas a la parte de edición de tu blog, tu Escritorio) y escribes tu entrada.
  • Le pones un título; si lo deseas, le agregas algunos tags; también si lo deseas, le agregas enlaces, un video o lo ilustras con una bonita imagen. Entonces, lo publicas.
  • Los lectores que están suscritos a tu blog se enteran de que has publicado, vienen, leen tu entrada y normalmente te dejan algún comentario.
  • Tú respondes los comentarios y les devuelves la visita a los que son bloggers y así se produce intercambio.

Blog – Wikipédia, a enciclopédia livre

Um blogue[1][2][3] (em inglês: blog) (contração dos termos em inglês web e log, “diário da rede”) é um sítio eletrónico cuja estrutura permite a atualização rápida a partir de acréscimos dos chamados artigos, postagens ou publicações. Estes são, em geral, organizados de forma cronológica inversa, tendo como foco a temática proposta do blog, podendo ser escritos por um número variável de pessoas, de acordo com a política do blog.

Muitos blogs fornecem comentários ou notícias sobre um assunto em particular; outros funcionam mais como diários online.

Um blog típico combina texto, imagens e hiperligações para outros blogs, páginas da Web e mídias relacionadas a seu tema.

A capacidade de leitores deixarem comentários de forma a interagir com o autor e outros leitores é uma parte importante de muitos blogs.

Alguns sistemas de criação e edição de blogs são muito atrativos pelas facilidades que oferecem, disponibilizando ferramentas próprias que dispensam o conhecimento de HTML.

A maioria dos blogs são primariamente textuais, embora uma parte seja focada em temas exclusivos como arte, fotografia, vídeos, música ou áudio, formando uma ampla rede de mídias sociais.

Outro formato é o microblogging, que consiste em blogs com textos curtos.

Em dezembro de 2007, o motor de busca de blogs Technorati rastreou a existência de mais de 112 milhões de blogs.[4] Com o advento do videoblog, a palavra blog assumiu um significado ainda mais amplo, implicando qualquer tipo de mídia onde um indivíduo expresse sua opinião ou simplesmente discorra sobre um assunto qualquer.

História

Etimologia

O termo weblog foi criado por Jorn Barger[5] em 17 de dezembro de 1997. A abreviação blog, por sua vez, foi criada por Peter Merholz, que, de brincadeira, desmembrou a palavra weblog para formar a frase we blog (“nós blogamos”) na barra lateral de seu blog Peterme.

com, em abril ou maio de 1999.

[6][7][8] Pouco depois, Evan Williams do Pyra Labs usou blog tanto como substantivo quanto verbo (to blog ou “blogar”, significando “editar ou postar em um weblog“), aplicando a palavra blogger em conjunção com o serviço Blogger, da Pyra Labs, o que levou à popularização dos termos.[9]

Origens

Antes do formato blog se tornar amplamente conhecido, havia vários formatos de comunidades digitais como o Usenet, serviços comerciais online como o GEnie, BiX e Compuserve, além das listas de discussão e do Bulletim Board System (BBS). Em 1990, softwares de fóruns de discussão como o WebEx criaram os diálogos via threads.

O blog atual é uma evolução dos diários online, onde pessoas mantinham informações constantes sobre suas vidas pessoais. Estes primeiros blogs eram simplesmente componentes de sites, atualizados manualmente no próprio código da página.

A evolução das ferramentas que facilitavam a produção e manutenção de artigos postados em ordem cronológica facilitaram o processo de publicação, ajudando em muito na popularização do formato.

Isso levou ao aperfeiçoamento de ferramentas e hospedagem próprios para blogs.

Popularização

A mensagem passou a modelar o meio, quando no início de 2000, o Blogger introduziu uma inovação – o permalink, conhecido em português como ligação permanente ou apontador permanente – que transformaria o perfil dos blogs.

Os permalinks garantiam a cada publicação num blog uma localização permanente – uma URL – que poderia ser referenciada. Anteriormente, a recuperação em arquivos de blogs só era garantida através da navegação livre (ou cronológica).

O permalink permitia então que os blogueiros pudessem referenciar publicações específicas em qualquer blog.

Em seguida, hackers criaram programas de comentários aplicáveis aos sistemas de publicação de blogs que ainda não ofereciam tal capacidade. O processo de se comentar em blogs significou uma democratização da publicação, consequentemente reduzindo as barreiras para que leitores se tornassem escritores.

A blogosfera, termo que representa o mundo dos blogs, ou os blogs como uma comunidade ou rede social, cresceu em ritmo espantoso.

Em 1999 o número de blogs era estimado em menos de 50; no final de 2000, a estimativa era de poucos milhares. Menos de três anos depois, os números saltaram para algo em torno de 2,5 a 4 milhões.

Atualmente existem cerca de 112 milhões de blogs e cerca de 120 mil são criados diariamente, de acordo com o estudo State of Blogosphere.[10]

Tipos

Existem diversos tipos de blogs atualmente. Entretanto é possível dividi-los em três grandes ramos:

Pessoais

Os blogs pessoais são os mais populares, normalmente são usados como um gênero de diário ou com temas definidos, com postagens voltadas para os acontecimentos da vida e as opiniões do usuário. Também são largamente utilizados por celebridades que buscam manter um canal de comunicação com seus fãs.

Corporativos e organizacionais

Muitas empresas vêm utilizando blogs como ferramentas de divulgação e contato com clientes.

Tanto é assim que já existe a profissão de blogueiro, ou seja, profissionais são contratados pelas empresas com o cargo de blogueiro para a realização de blogs internos ou externos para registrar as diversas atividades corporativas respectivamente para públicos internos (colaboradores) de forma mais privativa e externos como clientes e fornecedores. A empresa líder em blogs pelo mundo é a Microsoft com um total de 4 500 blogs.

Temáticos

Por fim há blogs com um gênero específico, que tratam de um assunto dominado pelo o usuário, ou grupo de usuários. Estes são os blogs com o maior número de acessos.

Sendo que eles podem apresentar conteúdos variados, como humorísticos, notícias, informativos ou o de variedades, com contos, opiniões políticas e poesias.

Leia também:  Como Aproveitar Carne Cozida Que Sobrou?

Algumas categorias de blogs recebem denominações específicas, como: blogs educativos, blogs literários, Metablogs, etc..

Componentes

Blogger

O Wikcionário tem o verbete blogueiro.

Blogueiro (português brasileiro) ou blóguer ou bloguista (português europeu) ou ainda blogger são palavras utilizadas para designar aquele que escreve em blogues. O universo dos blogueiros (a soma de tudo o que está relacionado a este grupo e este grupo em si) é conhecido como blogosfera.

No dia 31 de agosto, comemora-se o Dia do Blog (devido a semelhança da data 31.08 com a palavra blog), que se propõe a promover a descoberta de novos blogues e de novos blogueiros.

Artigos

Conhecidos também como post, a forma substantiva anglófona do verbo “postar”, refere-se a uma entrada de texto efetuada num weblog/blog.

As postagens são organizadas tradicionalmente de forma cronologicamente inversa na página, de forma que as informações mais atualizadas aparecem primeiro, ou colocada ao contrário, a postagem mais antiga aparece em primeiro, sendo opção do blogueiro.

Um artigo deve seguir a temática proposta pelo blog e, embora permita uma enorme liberdade opinativa, seu conteúdo está sujeito às mesmas regras legais de outras fontes, de modo que seu autor pode vir a ser responsabilizado juridicamente por aquilo que escreve.

Atualmente, a maioria dos blogs é compatível com o recurso de inserção de imagens, vídeos, áudio nos artigos.

Comentários

Um recurso característico dos blogs é a possibilidade de interação do visitante, respondendo ou opinando em relação aos artigos publicados.

Ver também

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Blog

  • The Bobs – premiação anual de melhores blogs da Deutsche Welle
  • Flog
  • Vlog
  • Barcamp
  • Blogosfera

Referências

  1. ↑ «Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  2. ↑ S.A., Priberam Informática,. «Significado / definição de blogue no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa». www.priberam.pt. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  3. ↑ Porto Editora. «Definição de blogue». Dicionário da Língua Portuguesa – com Acordo Ortográfico. Consultado em 25 de Março de 2011 
  4. ↑ «About Technorati – Technorati». 13 de abril de 2012. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  5. ↑ Wired. «After 10 Years of Blogs, the Future's Brighter Than Ever». WIRED. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  6. ↑ «It's the links, stupid». The Economist. 20 de abril de 2006. ISSN 0013-0613 
  7. ↑ «welcome to peterme.com». 13 de outubro de 1999. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  8. ↑ «It's “weblog” not “web log”». kottke.org 
  9. ↑ «LISTSERV 16.0». 23 de julho de 2013. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  10. ↑ «Technorati Weblog: Blogosphere». 9 de setembro de 2009. Consultado em 7 de janeiro de 2017 
  • Portal do entretenimento
  • Portal das tecnologias de informação

O que é blog: entenda agora mesmo e descubra como eles surgiram

Você sabe o que é blog? Muito se fala desse canal, mas poucos conhecem a sua história. Para ajudá-lo a entender melhor sobre os blogs, mostraremos como eles surgiram na internet.

Em seus primórdios, não eram vistos como fonte de renda nem de divulgação de produtos ou de serviços. Em vez disso, eram usados para fins pessoais.

Mas, na internet, as mudanças são rápidas. Por isso, entender o que era feito antes nos capacita para as futuras mudanças. Pronto para aprender? Então continue com a gente:

O que é blog

Blogs são páginas on-line, atualizadas com frequência, que podem ser diários pessoais, periódicos ou empresariais. Dessa forma, são formas de comunicação de pessoas e de instituições com o mundo.

  • Enquanto as pessoas compartilham as suas principais paixões e pensamentos, as empresas lidam com os medos, os desejos e os interesses do seu público.
  • Independentemente do tipo de pessoa ou de empresa, os blogs podem se adaptar facilmente a cada necessidade.
  • Então, para fins educacionais, podemos dizer que um blog é um conjunto de páginas constantemente atualizadas e que, normalmente, operam na mesma base do site principal (no caso de empresas) ou é o próprio site (no caso de páginas pessoais).

A história do blog

No início, os blogs eram lugares para as pessoas escreverem sobre as suas atividades diárias. Isso incluía as tarefas cotidianas que seriam, de alguma forma, interessantes para os amigos e para as pessoas próximas.

O 1º blog

Em 1997, o estado-unidense Jorn Bargem desenvolveu um sistema para que as pessoas escrevessem na internet sobre tudo o que achassem interessante. Ele nomeou essa atividade de “weblog”.

Vale lembrar que, naquele momento, a internet ainda estava engatinhando e não existiam tantos serviços disponíveis (e os que existiam não tinham visual agradável como hoje). Mesmo assim, o weblog foi considerado um sucesso.

As pessoas pronunciavam a palavra de maneira diferente, até que o designer Peter Merholz a disse com uma pequena pausa: “wee-blog”. Posteriormente, o processo de separação continuou, até que fosse encurtada para a forma que conhecemos hoje: apenas “blog”.

A febre

Foi somente em 1999 que o blog se transformou em uma febre. Após um tempo, as plataformas ficaram mais completas, e isso fez com que blogar se transformasse em uma atividade respeitada.

O que é Blog, como ele Funciona (O que você precisa saber sobre Blog)

Atualmente existem Milhões de Blogs na Internet e a cada dia que passa esse número só aumenta. É Blog pra todos os tipos e gostos. 

  • Com certeza você já deve ter acessado diversos deles e muitas vezes nem se deu conta de que aquele Site era um Blog. 
  • Mas Afinal o que é um Blog?
  • Se você quer saber o que é um Blog, como ele Funciona, para que Serve e como que é a sua Estrutura continue lendo…
  • O termo Blog vem da expressão Weblog.
  • Web + Log.
  • Web nesse caso significa Rede/Internet.
  • Log nesse caso seria o Registro de alguma Atividade.
  • Então numa tradução livre podemos dizer que é um Diário Online.
  • Blog é um tipo de Site onde frequentemente são publicados Artigos que falam sobre determinado Assunto ou Nicho de Mercado.
  • Os Artigos também são conhecidos como Publicações, Postagens ou Posts.
  • Geralmente nos Blogs são abordados Assuntos que o Dono dele se identifique e goste de escrever. 
  • Os Artigos podem conter Texto, Imagens, Figuras, Gráficos, Tabelas, Vídeos, Slides, Links, Áudios, etc.
  • Um das principais características dos Blogs é disponibilização Diária ou Semanal de Novos Conteúdos e também de Conteúdos Atualizados para os leitores.
  • Toda pessoa que Cria, Escreve ou que possui Autoria em um Blog é chamado de Blogueiro (a).
  • Na Página principal as Postagens são Organizadas e Exibidas em ordem cronológica inversa, ou seja, as publicações mais recentes ficam no topo da lista.
  • Veja o exemplo abaixo: 

Dentro de cada Postagem (Artigo) existe uma Área (Espaço) reservado para os Comentários dos Leitores. Eles podem deixar suas Perguntas, Dúvidas ou Sugestões.

É um espaço de Interação entre o Blogueiro e os Leitores.

Páginas

Além dos Artigos um Blog também pode conter Páginas. 

Geralmente elas possuem conteúdos mais estáticos e que sofrem poucas alterações. Veja alguns exemplos:

  • Página de Contatos: onde tem um Formulário para o Leitor deixar uma Mensagem para o Blogueiro.
  • Página Sobre: É uma Página onde o Blogueiro faz uma apresentação, conta um pouco de si, da sua História Pessoal e/ou Profissional.
  • Página de Captura: é uma Página onde é capturado o Email do Visitante e entregue à ele uma Recompensa (Isca Digital).

As páginas não são exibidas na lista Cronológica dos Artigos lá Página principal do Blog.

Na maioria das vezes as Páginas são acessadas através de Links ou do Menu Principal.

Para que Serve um Blog?

  1. Serve basicamente para que o Blogueiro possa se comunicar com um determinado Nicho de Mercado ou determinado público à fim de compartilhar a sua mensagem.
  2. Também serve para você marcar presença na internet, seja da sua marca Pessoal ou Profissional.

  3. Existem Blogs sobre os mais diversos assuntos, como por exemplo:
  4. Notícias, Informações, Curiosidades, Negócios Online, Fofocas, Culinária, Finanças, Fitness, etc.

  5. Blog Pessoal
  6. Nele o Blogueiro (a) Publica Artigos sobre Assuntos do cotidiano, acontecimentos, suas ideias, experiências, hobby, opinião ou algo que ele (a) queira compartilhar com o Público.
  7. Muitas pessoas famosas utilizam esse meio para se comunicar com os seus Fãs e Seguidores.

     

  8. Blog Profissional
  9. É voltado para Negócios onde Pessoas ou Empresas utilizam para entregar conteúdo de valor que atenda às necessidades de um Público Específico.

  10. Também é utilizado para divulgar Marcas, Produtos Físicos ou Digitais, Serviços, se Relacionar com os Clientes, Gerar Autoridade, Atrair novos Clientes e Aumentar as Vendas.
  11. Um Blog Profissional de Negócios pode ser utilizado para atrair pessoas tanto para um Negócio Digital quanto para um Negócio Físico.

Nome do Blog

Para definir o Nome você tem 3 opções:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*