O Que É Reiki E Como Funciona?

Reiki é uma técnica secular indicada para terapia do corpo. Se você se pergunta para que serve o Reiki, a resposta é simples: a energia de uma pessoa é transferida para outra, para o alinhamento dos chakras e o maior bem-estar do indivíduo. Para isso, o mestre reikiano estende suas mãos sobre o paciente, canaliza e alinha os centros de energia do corpo.

Você, com certeza, já ouviu falar dos chakras e da energia vital universal que perpassa por todas as pessoas. Mas você sabia que a terapia por meio dessa energia é chamada de Reiki? E sabe para que serve o Reiki?

O Reiki foi criado no Japão, pelo monge budista japonês Mikao Usui. Sendo uma técnica secular, ela tem como objetivo restaurar o equilíbrio do corpo, cuidando da sua energia vital.

Ao mesmo tempo, o Reiki ajuda a equilibrar o campo emocional e mental dos indivíduos, além de trazer a sensação de calmaria e paz.

Ficou interessado na técnica e nos seus benefícios ao corpo? Acompanhe o artigo e descubra tudo o que você quer saber sobre o Reiki!

Saiba o que significa Reiki e qual sua origem?

Como citado, o Reiki foi criado no Japão, em 1922. Durante seu treino budista,  Mikao Usui teve uma revelação mística e entendeu que o poder espiritual de uma pessoa poderia fazer bem a outras.

Então, Usui desenvolveu sua técnica e nomeou-a de Reiki. Na verdade, ele criou a “Sociedade do Método de Energia Espiritual Terapêutica de Usui”, “Usui Reiki Ryōhō Gakkai” em japonês. Por isso, o nome do método.

Quem pratica a técnica entende que todos os indivíduos são parte de uma mesma realidade original cósmica. Ou seja, todos fazemos parte de uma unidade, compartilhamos energia.

Mas, por vezes, alguns indivíduos perdem o equilíbrio de suas energias, seus chakras. Então, o mestre reikiano pode canalizar o centro de energia do corpo e ajudar na sua cura. Seja na cura de doenças ou de energias ruins, que atrapalham a calma, a produtividade e o bem-estar do paciente.

Apesar do que muita gente acredita, o Reiki não é uma religião. A prática pode ser utilizada por qualquer indivíduo, independentemente de sua crença religiosa. A técnica aproxima cada um do Sagrado em que acredita, para que assim aconteça o equilíbrio dos seus chakras.

Entenda Para Que Serve o Reiki

Até aqui, você pode ter considerado o Reiki um pouco abstrato, talvez uma ideia de chakras e energias com a qual você ainda não está acostumado. Então, é importante destacarmos para que serve o Reiki. Assim, você terá mais segurança em adotar a técnica.

O objetivo do Reiki é um só: reequilibrar os chakras, a energia do corpo. Mas os benefícios desse reequilíbrio são diversos. 

Entre os benefícios do método, podemos apresentar, por exemplo, o auxílio no tratamento de várias doenças como, por exemplo, ansiedade e depressão. 

Para realizar o Reiki, o mestre reikiano utiliza apenas suas mãos. Com a imposição das mãos, ele consegue canalizar e manipular as energias do paciente e as suas próprias, promovendo um balanceamento dos chakras.

Para auxiliar na técnica, o terapeuta também pode usar alguns objetos e produtos que vão trabalhar as energias do ambiente. Os incensos são muito comuns na energização do espaço, contribuindo para os vários resultados do Reiki.

Saiba como a energia Reiki atua nas curas

Para compreender como o Reiki atua e contribui para amenizar desconfortos nos pacientes, precisamos falar sobre os chakras. Os chakras, como apresentamos, são os centros de energia do corpo. Eles são os responsáveis pela troca e assimilação dessa energia, que fazem parte do físico, emocional, mental e espiritual de cada indivíduo.

Quando há um desequilíbrio dessas energias pelo corpo, a pessoa pode apresentar dores e mal-estar. 

Dessa forma, o Reiki trabalha com os chakras e com a energia de cada um desses centros, buscando reequilibrar  todo o organismo. 

Os chakras estão presentes em determinados locais do corpo, que são onde o terapeuta trabalha aplicando suas mãos. São locais como as costas, pés, mãos, cabeça e tórax do indivíduo.

O toque no corpo do paciente pode ser necessário, além da manipulação de energias à distância. Mas em todos os casos, há enorme respeito ao paciente, com o terapeuta realizando apenas movimentos calculados e que não provoquem desconforto.

Uma sessão costuma durar uma hora, aproximadamente. O paciente permanece deitado na maca, precisando tirar apenas itens dos bolsos e seus óculos, caso use. Normalmente, os tratamentos demandam pelo menos quatro sessões.

Conheça os principais benefícios do Reiki

Quando falamos para que serve o Reiki, quais suas vantagens e sobre o bem-estar que ele traz, torna-se mais fácil entender porque a técnica tem se tornado cada vez mais popular. Para se ter uma ideia, até o Rei Roberto Carlos é adepto do método, como ele contou em um programa de TV certa vez. 

Mas afinal, quais são os benefícios da técnica? São muitos, e falamos sobre cada um deles a seguir.

Auxilia na redução do estresse

Sem dúvida, esse é um dos principais resultados do Reiki: reduzir o estresse e todos os malefícios que ele traz ao corpo.

Para começar, o Reiki proporciona uma sensação de relaxamento, calma, bem-estar. Isso acontece especialmente porque, com o equilíbrio dos chakras, as energias que se concentram no corpo passam a ser predominantemente boas.

Ou seja, as más energias, que causam ansiedade e mal-estar, são colocadas de lado. O equilíbrio dos chakras cria uma paz de espírito, o que torna o indivíduo mais confortável em seu corpo, com o ambiente e com as outras pessoas.

Auxilia no tratamento da depressão

Esse é outro resultado para você entender para que serve o Reiki. De novo, esse efeito acontece por causa das boas energias que são levadas ao paciente. Com a eliminação das energias negativas e equilíbrio dos chakras, sintomas da depressão, como o cansaço físico e tristeza excessiva perdem considerável força.

Por isso, o Reiki pode ser um ótimo aliado no tratamento contra a depressão. No entanto, é importante destacar que ele não substitui a necessidade de acompanhamento de outros profissionais e tratamentos médicos. 

Ajuda a reduzir dores crônicas

Sempre que você desejar, o Reiki pode ser usado como um aliado ao tratamento de doenças ou outro incômodo físico ou emocional. O método contribui para amenizar também as dores crônicas. 

No caso das dores crônicas, os efeitos da técnica acontecem especialmente por causa do relaxamento proporcionado ao corpo.

Com as energias alinhadas, costas, dores de cabeça e outras diminuem consideravelmente.

Proporciona uma boa noite de sono

Com a sensação de bem-estar provocada pelo Reiki e o corpo relaxado, dormir se torna mais simples e prazeroso. Os pacientes que experimentam a técnica costumam ter noites de sono mais tranquilas e sem interrupções, garantindo mais disposição para o próximo dia.

Além de pelo relaxamento, esse efeito acontece porque o Reiki ajuda a aumentar a liberação de hormônios que afastam a insônia. Como é o caso da endorfina e da serotonina.

Melhora gradativamente a qualidade de vida

Como você viu até aqui, o Reiki garante bem-estar, relaxamento, elimina dores e torna a vida mais tranquila. O resultado de todos esses efeitos é exatamente uma melhor qualidade de vida e mais equilíbrio para enfrentar os obstáculos  do dia a dia.

A técnica também traz mais disposição, ânimo e ajuda no cuidado com a saúde física e mental daqueles que aderem à prática. 

Se associado a outros hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e ter uma rotina que inclua atividade física, o Reiki é ainda mais eficaz.

Acima, você conferiu alguns dos resultados, benefícios e também entendeu mais um pouco para que serve o Reiki. A modalidade ainda tem mais curiosidades e informações para quem deseja aprofundar os conhecimentos sobre a técnica. A seguir, falaremos sobre os princípios, quanto custam as sessões e também sobre as contraindicações. Continue lendo!

Conheça e pratique os princípios do Reiki

Dos ensinamentos do budismo, do qual o Reiki acabou se originando, um dos mais conhecidos é o “viver o agora”. A ideia é se concentrar no presente, viver o momento, para que as energias do corpo se mantenham equilibradas.

Em vez de se preocupar com o que vem depois, você se preocupa com o hoje. E isso ajuda a manter boas energias e os chakras “no lugar”.

Com esse preceito básico, o Reiki possui cinco princípios. São dicas, inclusive, para quem não pratica a técnica. Afinal, os bons resultados podem se estender a todos que se desejarem seguir os princípios. Veja a seguir.

Por hoje, não fique com raiva

A raiva é uma energia altamente negativa e acaba levando a um enorme desequilíbrio de energias. Assim, é importante evitá-la, trabalhando a sua calma em momentos de estresse e administrando esse sentimento da melhor forma possível. 

No lugar da raiva, a calma deve permanecer. Dessa forma, a gente cultiva bons sentimentos e exercita a capacidade de tomar decisões e ter reações de uma forma mais racional. 

Por hoje, não fique preocupado

Só podemos lidar com o momento presente. O passado não pode ser modificado e o futuro não pode ser previsto. A ansiedade por coisas que não podemos mudar ou controlar pode desbalancear as energias do chakras, trazendo malefícios ao corpo.

Pensando nisso, este princípio do Reiki propõe que você não se preocupe e que confie. Confie em si mesmo, no universo e que suas ações serão as melhores para o que você deseja.

Seja grato 

Outra razão para facilitar a compreensão em relação a para que serve o Reiki é que você aprenda a ser grato pelo que acontece. O verdadeiro sentimento de gratidão por suas experiências ajuda a manter as energias equilibradas e, consequentemente, proporciona bem-estar.

A proposta aqui é não olhar para o que nos falta, mas agradecer por aquilo que já temos. O universo envia de volta o que proporcionamos a ele. Se nossas energias forem boas e de gratidão, isso é o que receberemos de volta.

Trabalhe com afinco e honestidade

Um trabalho a que você se propor, seja ele qual for, deve ser sempre bem feito. Isso vai mostrar sua dedicação às pessoas e o amor pela atividade pela que você foi incubido. 

Esse é um exercício de troca, no mesmo sentido da gratidão. Se isso é o que você entrega ao universo, as energias do universo farão o mesmo por você.

Seja uma pessoa amável e gentil

A gentileza faz bem para quem a pratica e para as pessoas que são agraciadas por ela. Tratar o outro com carinho e respeito mantém a energia positiva do ambiente e daqueles que o cercam. 

Quanto custa uma sessão de Reiki?

O preço de uma sessão de Reiki varia muito. O valor pode alterar conforme a sua região no país, o profissional escolhido e também pelo número de sessões realizadas. 

Apesar das variações, ainda é possível apontar uma média de valores. Ela fica entre R$ 100,00 e R$ 250,00 para cada sessão.

De toda forma, é importante lembrar que, em geral, são indicadas ao menos quatros sessões de Reiki para um cuidado completo das energias do corpo.

Então, vale a pena conversar com o terapeuta reikiano antes do procedimento para você saber o quanto precisará investir para cuidar do equilíbrio do seu corpo e mente. 

Lembre-se também de pesquisar sobre o terapeuta responsável pelas sessões. É importante que ele seja reconhecido no meio, especialmente por outros pacientes. 

Leia também:  Como Fazer Com Que Ela Se Apaixonou Por Mim?

Pesquise sobre o profissional para você ter mais segurança de que as sessões serão realizadas por alguém realmente capacitado e que vai trazer os resultados esperados.

O terapeuta deve ainda estar disposto a explicar detalhadamente para que serve o Reiki, para que assim você tenha mais confiança no método e saiba se é exatamente aquilo que procura. 

Quantas sessões de Reiki é possível fazer?

Para equilibrar as energias do corpo, costumam ser indicadas, em média, quatro sessões seguidas de Reiki. Em geral, as sessões têm um intervalo de dez a 15 dias entre elas.

Porém, isso pode variar conforme as necessidades de cada paciente. 

Além disso, alguns casos requerem assistência contínua, com atendimento regular pelo terapeuta. Tudo vai depender da avaliação pelo mestre reikiano e da resposta do indivíduo à técnica aplicada.

Saiba quando não é indicado fazer o Reiki

O uso do Reiki é indicado para toda e qualquer situação em que o paciente se sentir confortável com a técnica. Não há contraindicações estabelecidas.

Aliás, a técnica pode ser vantajosa a indivíduos de todas as idades: bebês, crianças, jovens, adultos e idosos. Afinal, você já viu por aqui para que serve o Reike e conheceu os seus benefícios. 

Dessa forma, é importante destacar que o Reiki não deve substituir tratamentos médicos. Em casos de dores, doenças, ansiedade, depressão ou outros, é essencial buscar auxílio de um especialista. 

O Reiki é um complemento à cura, mas não deve ser o tratamento principal. Existem vários casos em que será preciso usar medicamentos que apenas um médico pode prescrever. 

Conclusão

Agora você já sabe para que serve o Reiki e os ensinamentos que a técnica pode trazer. Com a prática desse método, a vida tende a se tornar mais leve e prazerosa.

Conforme destacamos, a técnica pode proporcionar a melhora do bem-estar do corpo e da mente, trazer paz de espírito e até eliminar dores. 

Mas é importante lembrar que, para trazer bons resultados, o Reiki deve ser aplicado por um profissional especializado.

Para complementar o tratamento e trazer mais resultados, você também pode seguir os princípios do método que citamos no texto no seu dia a dia. Assim, as boas energias e equilíbrio trabalhados nas sessões de terapia vão se tornar rotina.

O reiki pode promover relaxamento e trazer melhorias à saúde em geral

Início » Saúde » Bem-estar » Terapias Alternativas » Reiki (terapia): saiba sobre música, símbolos e benefícios

O reiki é considerado um sistema de cura através da imposição das mãos, que pode ser utilizado para tratamentos físicos, emocionais e espirituais. Trata-se de um complemento a tratamentos medicamentosos, trazendo conceitos como autocuidado e autoconhecimento.

  • A prática pode ser realizada por qualquer pessoa e, o melhor de tudo, não precisa de nenhum tipo de material, somente boa vontade, além claro, do conhecimento e domínio da prática!
  • Ficou interessado para saber mais sobre essa técnica? Então confira o artigo completo abaixo:
  • Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

O que é reiki?

  1. O reiki é uma técnica japonesa considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma prática integrativa e complementar, além de ser uma das 29 práticas integrativas da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do Ministério da Saúde, presente no SUS.
  2. Ela consiste em um sistema de cura através da imposição das mãos, feito a partir de um profissional capacitado, conhecido como reikiano.
  3. O objetivo é promover o bem-estar, serenidade, harmonia e felicidade por meio do alinhamento de chakras, que são centros ou pontos de energia.
  4. O reiki pode ser utilizado como um complemento ao tratamento medicamentoso, auxiliando no autocuidado e propiciando bem-estar.
  5. A técnica pode ser realizada de forma presencial ou a distância, podendo também ser aplicada individualmente ou em grupo.
  6. Não se sabe de nenhum tipo de contraindicação relacionada ao reiki, uma vez que a prática é considerada uma terapia para o relaxamento e bem-estar. Apenas é preciso que a pessoa se sinta confortável ao realizar as sessões;
  7. Práticas integrativas, no geral, possuem uma abordagem que considera a saúde como um todo e não deve ser buscada apenas em momentos de dor, incômodo ou doenças.
  8. Ou seja, visa a manutenção da qualidade de vida e, junto com outras abordagens, podem prevenir alterações de saúde ou auxiliar no tratamento de condições como problemas posturais, fraqueza dos músculos ou até mesmo em dores crônicas, em conjunto aos tratamentos convencionais.
  9. A terapia integra desde 2017 a lista de procedimentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O que são os chakras?

  • Quando estamos explicando o reiki, sempre surgem conceitos complexos, como é o caso dos chakras.
  • Esse conceito é essencial para que possamos entender a energia vital do nosso organismo e como equilibrá-la.
  • Com origem do sânscrito, a palavra chakra significa “roda de luz”.
  • Ela representa as regiões e os centros de energia que possuímos, cada um atuando em uma área energética específica do nosso corpo, a fim de garantir equilíbrio.
  • Existem 7 principais chakras, que ficam localizados ao longo da coluna até a cabeça. São eles:
  • Muladhara Chakra: de cor vermelha, considerado o chakra básico, fica situado na espinha dorsal e está relacionado com o instinto de sobrevivência. Suas energias estão ligadas à segurança física, mental e emocional;
  • Svadhisthana Chakra: de cor laranja, o chakra sacral representa a sexualidade e autoestima. Está associado aos rins, sistema reprodutor, sistema circulatório e bexiga;
  • Manipura Chakra: plexo solar, é assim que esse chakra é conhecido. De cor amarela, ele representa poder e vontades, tanto determinação, capacidade de aprendizado e autoconfiança;
  • Anahata Chakra: situado entre o coração e os pulmões, esse é o chakra cardíaco. Representado pela cor verde, ele é o centro do sistema energético e sua principal representação é a união pelo amor;
  • Vishuddha Chakra: esse chakra é conhecido por ser “o portão para alta consciência e purificação”. Representado com a cor azul e conhecido como chakra laríngeo, está diretamente relacionado à comunicação e à criatividade.
  • Ajna Chakra: atua controlando a intuição, a imaginação e o conhecimento da percepção. O chakra frontal ou também conhecido como terceiro olho é representado com a cor azul;
  • Sahashara Chakra: também conhecido como chakra coronário, é representado pela cor violeta. É considerado o portal da espiritualidade e uma vez em desequilíbrio pode significar problemas neurológicos, transtornos suicidas e depressão.

O reiki foi criado em 1922 por um monge budista chamado Mikao Usui.

Após viajar por anos, o mestre chegou ao Monte Kurama e lá meditou por 21 dias. Após esse processo de internalização e entendimento pessoal, Usui oficializou a técnica verdadeira de cura e autocura, intitulando-a como reiki.

Alguns anos depois, em 1922, Usui foi para Tóquio e lá abriu uma escola chamada Usui Reiki RyohoGakkai.

Princípios do reiki

O reiki é uma prática que predomina a boa intenção e o desejo de proporcionar energia vital para outras pessoas. A técnica visa manter os princípios éticos e o respeito com quem está recebendo essa energia, além de proporcionar saúde e bem-estar.

Existem 5 princípios a serem seguidos:

1º Princípio: Só por hoje, não fique com raiva

Considerada uma energia negativa, a raiva acaba bloqueando a entrada de outras energias de cura. Pensando nisso, o reiki afirma a importância de compreendermos os processos evolutivos de cada pessoa a fim de atingir a paz espiritual e mental.

2º Princípio: Só por hoje, não fique preocupado

Outro ponto importante que é reforçado pelo reiki é a ideia de que só temos o presente. Ficar se preocupando com coisas que já passaram ou que ainda virão, só faz com que percamos o tempo, sendo que o agora é a única certeza que temos.

3º Princípio: Só por hoje, sinta gratidão pelas bênçãos que recebe

De acordo com o reiki, nós recebemos o que emitimos. Pensando nisso, para que possamos receber tudo aquilo que queremos, é preciso ser grato pelo que já temos.

4º Princípio: Hoje e sempre, trabalhe com dedicação e honestidade

De acordo com a filosofia do reiki, sempre que temos que executar alguma tarefa, o mais importante é fazê-la da melhor forma possível. Jamais devemos pensar em prejudicar alguém a fim de atingir nossos objetivos.

5º Princípio: Hoje e sempre, seja gentil e mostre gratidão com todos os seres vivos

Uma das  principais características do reiki é a lei do retorno. A prática visa reconhecer as bênçãos que a vida nos concede diariamente, fazendo com que a gente se posicione da mesma forma com o restante dos seres vivos.

  1. Estudos apontam o reiki como uma prática que traz enormes benefícios para a saúde física, mental e espiritual.
  2. Apesar de não haver um consenso médico-científico, alguns estudos têm referenciado os benefícios do reiki como auxiliar na gestão de estresse e quadros emocionais em geral.
  3. Um exemplo é o estudo realizado por Bowden, Goddard e Gruzelier em 2010, em que 40 estudantes universitários foram avaliados após 6 sessões de 30 minutos de reiki.
  4. Os participantes que tinham grandes níveis de ansiedade e/ou depressão demonstraram uma melhora significativa e progressiva do estado de espírito em geral.
  5. Dessa forma, o reiki pode atuar proporcionando relaxamento, diminuindo ansiedade e oferecendo mais qualidade de vida para as pessoas.

Quais são os benefícios?

O reiki é uma prática que pode ser utilizada como terapia complementar para diversos problemas e condições,. Entre os benefícios estão:

Reduz a insônia

Ao ser praticado, o reiki propicia uma sensação de bem-estar e felicidade. Como consequência, o organismo libera hormônios como serotonina e endorfina (relacionados ao prazer e bem-estar), melhorando qualidade do sono.

Leia mais: Mude os hábitos e descubra como dormir bem

Diminui a ansiedade e depressão

Devido ao bem-estar e relaxamento que proporciona, o reiki pode ser aliado a tratamentos de ansiedade e estresse. A prática promove uma sensação de calma, paz interior e relaxamento.

  • Muitas dores podem ser relacionadas com fundo emocional ou psicológico e é aí que o reiki atua, no campo emocional da pessoa.
  • Dentro da filosofia do reiki, as dores são amenizadas pois o reikiano é capaz de desbloquear alguns chakras relacionados ao equilíbrio emocional, ou seja, alinhando o fluxo de energias e consequentemente melhorando os sintomas físicos que eram ocasionados.
  • Mas também pode haver outras relações.
  • Um estudo publicado na Revista científica da América Latina declarou que a partir da combinação de técnicas de reiki e relaxamento, aliado a estratégias não farmacológicas, é possível perceber alívio de dores, redução da ansiedade, náuseas, estresse e insônia.
  • Com melhora do bem-estar e menos tensão, o paciente sofre menos com dores.

Melhora a resposta do organismo

Quando o corpo de uma pessoa está em homeostase (equilíbrio do organismo para manter o bom funcionamento de todos sistemas), naturalmente ele vai reagir melhor a qualquer intervenção que tenha que ser feita, desde uma cirurgia ou outro tratamento médico.

Pensando nisso, integrar a prática do reiki com os procedimentos médicos pode trazer resultados positivos para quem está enfrentando algum tipo de tratamento como câncer.

Como atua no organismo?

Os praticantes de reiki acreditam que existe uma energia universal, que reside em todas as vidas do planeta Terra. Essa energia pode ter diversas nomenclaturas dependendo da linha com a qual cada pessoa se identifica, podendo ser conhecida como Deus, Prana, Chi, entre outras diversas opções.

  1. O reiki acredita cada pessoa possui um campo energético que o envolve, sempre em interação com pensamentos, sentimentos e com o mundo exterior.
  2. A partir disso, sempre que temos pensamentos ruins ou negativos, diminuímos a frequência da nossa energia, criando bloqueios no fluxo dessas energias que nos permeiam.
  3. Considerado como uma terapia bioenergética, o reiki atua no fluxo de energia do corpo, melhorando pensamentos e comportamentos, além de trazer inúmeros benefícios para o organismo e para a mente.
  4. O terapeuta reikiano deve estar com esse caminho livre e fluido, podendo atuar como um canal de energia vital para o paciente, tirando obstruções e incômodos.
  5. Normalmente a prática é realizada em sessões de uma hora, em que o paciente fica deitado para que o reikiano aplique a energia nas regiões dos chakras.
Leia também:  Como Saber Quanto Falta Para Subir De Rank No Cs Go?

Como é uma sessão de reiki?

Antes de começar a prática, o reikiano separa os símbolos que o representa e realiza um procedimento de proteção dos seus chakras.

O ambiente fica com um som ao fundo, para relaxar a pessoa que irá receber a energia. Durante toda a sessão, a pessoa permanece deitada, de olhos fechados.

Para começar, é preciso “abrir” o canal energético, a aura do paciente, com a imposição das mãos.

Após o processo de liberação do fluxo de energia, o reikiano irá começar a aplicar as mãos sob os chakras a fim de começar efetivamente a prática. Ou seja, o reikiano posiciona as mãos sobre a região energética.

Cada ponto de energia, ou chakra, recebe a aplicação das mãos por cerca de 2 a 5 minutos, conforme o reikiano julgar necessário.

Depois do tempo necessário, o paciente vira de costas para realizar o mesmo procedimento, só que agora feito nos chakras das costas.

Para encerrar, o reikiano faz uma oração agradecendo o “eu superior” e a energia do universo, com as mãos na cabeça do paciente que está recebendo o reiki. Além disso, o reikiano “fecha” ou “sela” a aura da pessoa novamente, seguindo o mesmo princípio do início do processo.

O que são os símbolos do reiki?

Os símbolos utilizados no reiki podem ser compreendidos como mecanismos que controlam o fluxo de energia vital. Eles representam intenções e crenças, agindo de maneira a limpar energeticamente pessoas, lugares e objetos.

Os reikianos têm um conhecimento abrangente sobre os símbolos, suas funções, campos de atuação e nomes específicos, sempre com o intuito de canalizar energia para quem o recebe.

Entre os símbolos mais conhecidos estão:

  • Cho ku rei;
  • Sei he ki;
  • Hon sha ze sho nen;
  • Dai ko myo.

O que a música representa no reiki?

No momento em que se está praticando ou recebendo reiki, é importante estar concentrado no instante presente.

É nesse sentido que a música se torna tão importante pro processo. Ela ajuda a elevar a vibração energética, além de relaxar e fortalecer o espírito e a conexão de quem está recebendo com quem está passando.

Não é um fator obrigatório para a prática, porém, pode ser requisitado durante o processo.

Leia mais: Musicoterapia: o que é, para que serve, como funciona e benefícios

Quem pode fazer?

Qualquer pessoa pode receber o reiki. A prática pode ser utilizada como um complemento à medicina tradicional, ou seja, não substitui tratamentos médicos previamente estabelecidos, mas pode aperfeiçoar os resultados.

  • Além disso, o reiki pode ser aplicado em animais e plantas.
  • O objetivo em geral nessas práticas mais específicas é conduzir a energia vital para seres que convivem com você, como se fosse uma espécie de purificação do ambiente e dos que estão presentes nele.
  • Leia mais: Qualidade de Vida: no que ela pode me ajudar?

Preço: quanto custa uma sessão?

Os valores das sessões de reiki podem variar dependendo da duração e do local. Em geral, os valores podem ficar em torno de R$ 30 a R$ 190 a sessão.

Mas, desde 2017, o reiki faz parte do Sistema único de Saúde, podendo ser realizado por qualquer pessoa gratuitamente conforme oferta das unidades de atendimento, de acordo com a gestão de cada município.

Tem contraindicações?

O reiki é uma prática segura, sem efeitos colaterais ou qualquer tipo de contraindicações. Trata-se de um método sem consequências negativas e danos colaterais, podendo ser utilizada por qualquer pessoa que se sinta confortável com a terapia.

Curso e níveis de reiki

Dentro do reiki tradicional, a prática é dividida em 4 etapas, sendo a última separada em A e B. No primeiro nível são estudados os princípios e tradições da prática.

  1. Além disso, é possível aprender sobre as energias sutis e como se tornar um canal de cura.
  2. Já no segundo nível são abordados os símbolos de reiki, além de aprender sobre o trabalho mental e emocional.
  3. O reikiano aprende mais sobre técnicas de cura, sobre o uso do pêndulo e como medir a saúde dos chakras.
  4. No nível 3A o principal tema a ser aprendido é sobre autoconhecimento, o sentido pelo qual estamos aqui, qual a nossa missão e propósito de vida.
  5. O último nível é dedicado à aprendizagem de sintonização, a fim de transmitir este ensinamento para outras pessoas.
  6. O nível é destinado para pessoas que queiram dar aulas de reiki ou cursos.
  7. Os cursos são considerados extensão e, em geral, tem duração de pelo menos 20 horas.

Perguntas frequentes

Muitas pessoas já ouviram falar sobre a prática, mas ainda têm dúvidas relacionadas ao desenvolvimento. Pensando nisso, trouxemos algumas dúvidas frequentes relacionadas ao reiki, dá uma olhada:

Quem pode aprender reiki? Existem pré-requisitos?

Qualquer pessoa pode aprender a técnica, passando por duas práticas distintas: a filosofia e a terapêutica. Independente da crença, raça, religião ou idade, o reiki pode ser aprendido e difundido pelas pessoas.

Não existem pré-requisitos para se aprender a prática, a única recomendação é que a pessoa já tenha certo conhecimento quanto aos chakras e a energia vital que será abordada durante o curso.

Reiki a distância funciona?

Sim. Segundo a física quântica (área de estudo relacionada com o reiki), é possível realizar reiki a distância, assim como é possível enviar pensamentos positivos.

  • Algumas técnicas são abordadas, especialmente no nível 2, a fim de esclarecer dúvidas e trazer mais confiança e segurança para a pessoa que está realizando o reiki.
  • O recomendado, nesse tipo de prática, é estar em um local tranquilo e silencioso durante o envio do reiki, a fim de facilitar a concentração e a mentalização da energia vital, tanto para o receptor quanto para o emissor.
  • Como pudemos perceber, o reiki é um método de cunho preventivo e harmonizador, agindo no campo emocional, mental e espiritual.
  • Se você conhece alguém que se interessaria por essa técnica, compartilhe esse artigo para que ela saiba mais!

Fontes consultadas

Reiki à distância: técnica de cura promete minimizar efeitos do isolamento

Ansiedade, estresse e solidão são apenas três das emoções/reações do corpo ampliadas pelo isolamento decorrente do coronavírus. Entre as muitas técnicas terapêuticas buscadas para amenizar os efeitos dessa mudança de hábitos, o reiki é uma delas, pois promete amenizar tais efeitos sendo aplicado à distância.

Como explica Tecah Titton, terapeuta holística e Master Reiki Usui (tem formação no sistema Usui), reiki é um método de “cura natural de origem japonesa, que se utiliza da energia vital para equilíbrio e harmonia”.

“Por meio da imposição das mãos, a energia é captada do universo pelo reikiano – que atua apenas como transmissor da energia vital -, podendo ser aplicada em 14 pontos específicos”, detalha. Tais pontos estão distribuídos em todo o corpo (cabeça, tronco, abdômen, regiões baixas, pernas e pés).

Reiki: terapia alternativa harmoniza chakras

A prática promove o alinhamento dos centros de energia do corpo – os chamados chakras. “Harmonizados, esses centros propiciam bem-estar físico, mental e emocional. Por ser uma técnica de cura natural, pode ser associado a qualquer tratamento, sem danos”, garante Tecah.

Tal harmonização leva a diferentes benefícios, como diminuição do estresse e ansiedade, alívio de sintomas de pânico, dores crônicas, insônia e enxaqueca. Promete, ainda, minimizar efeitos colaterais da quimioterapia, entre outros benefícios.

“O reiki ajuda a ativar nosso sistema imunológico. Além disso, nos equilibra em quatro níveis: físico, mental, emocional e espiritual”, destaca.

  • Depressão, insônia, insegurança
  • Camila Ribeiro Monteiro, terapeuta reikiana da Casa da Consciência, conta ser procurada, na maioria das vezes, por pessoas que lidam com: depressão, angústia, solidão, síndrome do pânico, dificuldade de superar algo, choque e traumas, insegurança, doenças físicas em geral, decepções, ansiedade, estresse e insônia.
  • Com a chegada da pandemia, o perfil dos que buscam ajuda se concentrou mais nas situações bem características do período: solidão forte (por conta do isolamento), estresse (pela incerteza financeira), ansiedade (em nível mais forte), desesperança e desespero.
  • Sessão de reiki: como funciona

Desde 2017, o reiki é reconhecido como terapia (portaria 849 do Ministério da Saúde), sendo oferecido pelo SUS como forma de tratamento preventivo e auxiliar, sem efeitos colaterais. Por isso, não impõe restrições ou contraindicações. “Reiki nada mais é do que energia”, reforça Tecah. Detalhe: também pode ser aplicado em animais, plantas e até em ambientes.

Uma sessão presencial de reiki ocorre com a pessoa deitada, preferencialmente. Não é necessários se despir – apenas recomenda-se a retirada de óculos e objetos dos bolsos.

“O (terapeuta) reikiano usará as suas mãos para canalizar a energia universal e as impostará no paciente em 14 pontos específicos – e onde mais achar necessário no momento da sessão -, mentalizando os símbolos e sons do reiki”, detalha Tecah sobre a sessão que dura em torno de 60 minutos.

Energia à distância

Além da aplicação da técnica in loco, é possível colocar o reiki em prática à distância. Há diferentes formas de fazer isso. Na Casa da Consciência, por exemplo, são adotadas duas maneiras: individualmente, entre a pessoa e o terapeuta, e em grupo, uma vez por semana, numa espécie de corrente.

Qualquer pessoa pode participar do reiki comunitário – basta incluir o nome completo no post referente à semana, publicado no perfil da Casa da Consciência no Instagram. Na ocasião, também há envio de reiki para animais de estimação.

“A recomendação é que, durante o recebimento, a pessoa esteja relaxada – pode estar deitada, sentada, com música ambiente, aromas ou cores, em oração, meditação, fazendo mantras. Importante é estar em posição de relaxamento e, de preferência, sozinha”, frisa.

Ambas as terapeutas reforçam a necessidade de se estar receptivo para o reiki. “Às vezes, as pessoas deixam o nome de conhecidos para receber e não os avisam. O reiki será enviado porque o nome está na lista, mas não necessariamente será recebido, pois é necessário estar aberto a ele. Ter a consciência e a vontade de receber é importantíssimo”, salienta Camila.

Quantas sessões são necessárias?

A aplicação da técnica vai depender do motivo que levou a pessoa a procurar ajuda. “Não podemos definir precisamente quantas sessões são necessárias, mas indico de três a quatro, em dias seguidos, para remover bloqueios. Depois, de duas a três sessões semanais e, depois, quinzenais ou quantas mais forem necessárias”, exemplifica Tecah.

Outro fator que influencia, segundo Camila, é o grau de abertura diante da técnica.

“O reiki emergencial, feito imediatamente após um trauma forte – acidente, choque, perda de ente querido, de emprego, ou seja, algo repentino e intenso -, é o mais palpável no sentido de resultado rápido e visível. Em 20 minutos, no máximo, a pessoa já nota diferença, consegue voltar a respirar melhor e ficar mais calma”, afirma.

Leia também:  O Que É O Instagram E Como Funciona?

O que é Reiki

Reiki é uma terapia complementar, no âmbito das Terapias e Medicinas de Campo Bio Energético, na qual o Reiki está inserido segundo o conceito da NCCAM – National Center for Complementary and Alternative Medicine, que é uma Agência dos EUA, dedicada à explicação rigorosa sob o prisma da ciência, das Medicinas Complementares e Alternativas.
Esta terapia é realizada através de um toque suave ou a uma curta distância do corpo do paciente, seguindo um rigorosocódigo de ética, sendo transmitida a “Energia Universal” (Reiki) para as zonas mais necessitadas da pessoa. Esta é uma terapia complementar, ou seja, trabalha em conjunto com todas as Medicinas e outras Terapias, nunca invalidando ou substituindo qualquer uma delas.
Os terapeutas de Reiki estão enquadrados no CAE 86906 – Outras actividades de saúde humana e os seus Mestres Formadores com o CAE 85591
 
Kanji para Reiki
Energia Universal (Rei = Universal, Ki = energia)

Reiki é:

  • Um método japonês com um conjunto de técnicas que permitem revitalizar, equilibrar e auxiliar a pessoa no seu processo de cura;
  • É possível de utilizar em qualquer lugar, altura ou situação;
  • É uma Terapia Complementar, não realiza diagnóstico, não é equiparada às Bio Medicinas ou Medicinas Tradicionais;
  • Não exclui as outras medicinas ou terapêuticas, antes pelo contrário, pode ampliar a sua eficácia;
  • Enquanto prática tem técnicas de auto-ajuda com vista ao crescimento pessoal, além da possibilidade de auto-tratamento.

Para compreendermos o que é o Reiki, temos que compreender que tudo é energia, o Reiki tem uma perspectiva holística sobre o Homem e a realidade que o rodeia e na qual está inserido.

Reiki é uma terapia complementar e integrativa, onde se depreende que um tratamento é realizado através de uma técnica de contacto leve ou, ou mesmo sem contacto, do local afectado no corpo ou seguindo um processo de tratamento que visa a aplicação em várias partes do corpo, sempre respeitando a integridade do utente.

Esta técnica visa realinhar o fluxo de energia vital, trazendo o equilíbrio energético ao corpo e uma sensação de bem-estar geral, conforme é ilustrado pela GALE ENCYCLOPEDIA OF ALTERNATIVE MEDICINE.

Reiki é também uma terapia profilática, levando o praticante ou o utente a encontrar o seu equilíbrio vital, auxiliando-o a reagir melhor às condições propícias à doença e é, também, um excelente suporte para cuidados paliativos.

O Reiki tem vindo a ser integrado em vários hospitais no Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Espanha, como uma terapêutica complementar.

No Hospital de Hartford, o Reiki é definido como uma técnica japonesa de para redução de stress e relaxamento, que compreende que tudo no Universo é feito de energia e que a mesma flui à nossa volta e dentro de nós. O Programa de Voluntários de Reiki do HOSPITAL de HARTFORD recebeu as honras do prémio “ASDVS Extraordinary Program”. Em Portugal, foi realizado um estudo de 2 anos, no Hospital São João do Porto, a utentes oncológicos, pela Enfermeira e mestre de Reiki Zilda Alarcão.

Pressupostos da Terapia Complementar Reiki

A terapia Reiki tem uma perspectiva holística, olha para o homem como um todo, com dimensões físicas, emocionais, mentais e energéticas.

Sabemos que o contacto das mãos do terapeuta ou a sua proximidade propiciam alterações nessas diferentes dimensões, algo que pode ser lido nos estudos realizados pelo Prof. Ricardo Julião Monezi, da Universidade Federal de São Paulo e pelo Prof.

Ricardo Rodrigues Garé, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo.

Como funciona o Reiki

O Reiki por si não cura. O efeito do Reiki é o de aumentar a capacidade autocurativa do paciente. Tal pode ocorrer nas seguintes formas:

  • Produzindo um profundo estado de relaxação que pode aliviar o stress que sofre, como consequência da sua enfermidade
  • Aumentar as defesas do corpo de modo a que ajude a superar, por exemplo, uma infecção, estimulando o seu sistema imunológico
  • Aliviar estados de depressão e cansaço
  • Eliminar ou reduzir os efeitos secundários de fármacos, sobretudo da quimioterapia
  • Potencia o efeito benéfico dos fármacos quando um paciente não está a responder ao tratamento
  • Acelerar a eliminação de toxinas da anestesia e fármacos empregues
  • Reduzir a ansiedade antes de uma intervenção cirurgica ou química
  • Aumentar a sua capacidade de recuperação depois de uma intervenção

Como se aplica um tratamento de Reiki

  • Pode ser aplicado ao paciente estando ele sentado ou deitado, sempre com a roupa vestida
  • O praticante passa as suas mãos sobre o paciente em determinadas posições, sem exercer pressão ou manipulação de algum tipo
  • O praticante pode pousar as suas mãos em pontos que o paciente peça, caso tenha dores mas seguindo um rigoroso código de ética
  • As sessões podem durar entre 30 minutos e 1 hora e meia, dependendo das necessidades do paciente.

A história do Reiki

Muitas são as histórias sobre Mikao Usui e sobre como o Reiki apareceu, no entanto, não são as histórias o mais importante, elas podem dar-nos um contexto histórico da época e da pessoa mas Reiki é algo que se experiencia de forma íntima e profunda.

  Mikao Usui nasceu a 15 de Agosto de 1865 na aldeia de Taniai, no Japão, tendo sido um aluno regular e profissionalmente um funcionário do Estado Japonês. Um dia, foi para o monte Kurama, para aperfeiçoar a sua disciplina e após 21 dias começou a sentir Reiki (energia universal) no topo da sua cabeça.

Num momento de inspiração, compreendeu um novo método de disciplina energética, a qual aplicou em si, em primeiro lugar, depois, a membros da sua família e. finalmente, em 1922 abriu o primeiro centro de tratamento e ensino de Reiki.

Mais informação sobre o historial do Reiki pode ser lido na Tradução do Memorial do Mestre Usui, uma óptima referência sobre a história do Mestre Usui,segundo o Memorial erguido pelos seus alunos.

Os seus ensinamentos passaram para Chujiro Hayashi e deste para Hawayo Takata que levou o Reiki para o Havai, tendo passado para os Estados Unidos, Brasil, Canadá e Europa.

Os cinco princípios de Reiki

Mikao Usui instituiu cinco princípios, orientadores, para o desenvolvimento interior dos praticantes de Reiki. Podemos encontrar o valor destes cinco princípios em todas as civilizações.

  • 五戒 – GOKAI (Cinco Princípios)
  • 今日たけは –Kyo dake wa – Só por Hoje,
  • 怒るな –Ikaruna – Sou Calmo,
  •  心配すな – Shinpaisuna – Confio,
  • 感謝して – Kanshashite – Sou Grato,
  • 業をはけめ – Gyo wo hageme – Trabalho Arduamente,
  • 人に親切に – Hito ni shinsetsu ni – Sou Bondoso.

Reiki é geralmente ensinado em 3 ou 4 níveis distintos, sendo os diferentes métodos de ensino chamados de “Sistemas”. Qualquer pessoa pode aprender Reiki, desde que esteja disponível para isso, não sendo necessário conhecimentos médicos pois o Reiki não realiza diagnósticos, apenas trabalha no campo da bioenergia, segundo uma perspectiva holística.

Em Portugal foi realizado um estudo de 2 anos, no Hospital São João do Porto, pela Enf. e Mestre de Reiki Zilda Alarcão.
A Associação Portuguesa de Reiki tem projectos de voluntariado terapêutico em Hospitais. Para mais informações contactem-nos para [email protected]

  • Hospital Base de Brazilia
  • Hospital Mataró (Barcelona) – Programa com 3.000 pacientes pela Fundación Salut
  • Hospital 12 de Octubre (Madrid) – Formação de pessoal médico pela Fundación Sauce.
  • Hospital Ramón y Cajal (Madrid) – Terapias e estudos clínicos em oncologia.
  • Clínica Anderson (Houston EUA)
  • Middlesex Hospital (Reino Unido)
  • Continuum Group (7 hospitais em N.Y. – atendem 15.000 pacientes)
  • Hartford Hospital (New England, EUA.) – Terapeutas disponíveis e 7 anos de estudos sobre o efeito de Reiki em pacientes.

Existe uma lista com 64 hospitais que englobam os EUA, UK e África do Sul em www.centerforreikiresearch.org/

A Associação Portuguesa de Reiki tem todos este estudos, que poderá partilhar com as instituições ou pessoas interessadas em implantar ou realizar estudos cientîficos sobre a Terapia Reiki.

  • Monezi, Ricardo (Distinto Membro Honorário da Associação Portuguesa de Reiki). Avaliação de efeitos da prática de impostação de mãos sobre os sistemas hematológico e imunológico de camundongos machos
  • Garé, Ricardo Rodrigues. Efeitos do Reiki na Evolução  do granuloma induzido através da inoculação do BCG em hamsters e do tumor ascítico de Ehrlich induzido em camundongos.
  • Vitale, A.T. Nurses’ Lived Experience of Reiki for Self Care. Holistic Nursing Practice, 23(3): 129-145, 2009.
  • Baldwin, AL, Wagers, C and Schwartz, GE. Reiki improves heart rate homeostasis in laboratory rats. Journal of Alternative and Complementary Medicine, 14 (4): 417-422, 2008.
  • Assefi N, Bogart A, Goldberg J, and Buchwald, D. Reiki for the treatment of fibromyalgia: a randomized controlled trial. J Altern Complement Med., 14(9): 1115–1122, 2008.
  • Vitale AT and O’Conner. The effect of Reiki on pain and anxiety in women with abdominal hysterectomies. Holistic Nursing Practice, 20(6): 263-272, 2006.
  • Baldwin, AL and Schwartz, GE. Personal Interaction with a Reiki Practitioner Decreases Noise-Induced Microvascular Damage in an Animal Model. Journal of Alternative and Complementary Medicine, 12(1):15–22, 2006.
  • Crawford, S. E., Leaver, V. W. & Mahoney, S. D., Using Reiki to decrease memory and behavior problems in mild cognitive impairment and mild Alzheimer’s disease. The Journal of Alternative and Complementary Medicine. 12(9), 911-913, 2006.
  • Shore, A. G. Long term effects of energetic healing on symptoms of psychological depression and self-perceived stress. Alternative Therapies in Health and Medicine, 10(3), 42-48, 2004.
  • Whelan KM, Wishnia GS. Reiki therapy: the benefits to a nurse/Reiki practitioner. Holist Nurs Pract, 17(4):209-217, 2003.
  • Tsang K., Carlson L., Olson K. Pilot crossover trial of Reiki versus rest for treating cancer-related fatigue. Integr Cancer Ther., 6 (1): 25-35, 2007.
  • Potter, P. J. Breast biopsy and distress: Feasibility of testing a Reiki intervention. Journal of Holistic Nursing, 25(4): 238-248, 2007.
  • Brathovde, A. A pilot study: Reiki for self-care of nurses and healthcare providers. Holistic Nursing, 20(2): 95-101, 2006.

O que são Medicinas Alternativas e Complementares

Segundo a NCCAM, as MAC (Medicinas Alternativas e Complementares) são um grupo de diversos sistemas de cuidados médicos e de saúde, práticas e produtos que não são geralmente considerados parte da medicina.

 A medicina convencional (também chamado de ocidental ou medicina alopática) é a medicina praticada por profissionais academicamente credenciados tais como Médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, entre outros.

 As fronteiras entre as MAC e medicina convencional não são absolutas e podem ter uma aceitação e disponibilidade por parte do público, em tempos futuros.

Algumas práticas MAC envolvem a manipulação de vários campos de energia no sentido de alterar o estado de saúde da pessoa. Os domínios destes campos podem ser caracterizados como” verdadeiros” (mensuráveis) ou “putativos” (ainda a serem medidos).

 Práticas baseadas em formas verdadeiras de energia incluem os campos eletromagnéticos (eg, terapia do ímã e terapia de luz). As práticas baseadas em campos de energia putativo (também chamados biocampos) geralmente reflectem o conceito de que os seres humanos são infundidos com formas subtis de energia.

Algumas dessas práticas são oqi gong, o Toque terapêutico e o Reiki.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*