O Que É Proxy E Como Funciona?

Entenda o que é Proxy Reverso, como ele funciona na prática, quais as suas principais vantagens e entenda porque sua empresa pode precisar de um.

Antes de começarmos a falar em proxy reverso, vale a pergunta: você sabe o que é proxy?

O que é proxy?

O proxy serve como um intermediário entre as máquinas de uma rede e a web.

Você pode utilizar as máquinas da rede com IP´s de uso interno (192.168.0.0/24) e possuir apenas um IP público válido, configurado no servidor de saída da sua rede:

O Que É Proxy E Como Funciona?

O servidor proxy serve para cache de páginas (poupando banda) e é um facilitador para bloquear endereços que o administrador de redes não deseja que o resto da empresa acesse, por exemplo.

Ele também é responsável por monitorar dados estatísticos sobre a navegação dos usuários.

  • HTTPS no Nginx: como forçar o acesso

O que é proxy reverso?

O Que É Proxy E Como Funciona?

Não, ele não é um proxy do mal, pelo contrário!

O proxy reverso fica mais próximo do servidor web, no qual estão alocados os arquivos do site. Ele recebe as requisições do cliente e pode assumir o papel de servidor (quando o objeto requisitado já está armazenado no proxy em cache) ou de cliente (quando o objeto não está em cache ou está expirado, de acordo com as configurações do proxy).

O Que É Proxy E Como Funciona?

Proxy direto ou reverso: quais são as diferenças?

Embora tenham o funcionamento parecido, proxy direto e reverso são coisas diferentes. A principal diferença entre eles está no fluxo. Enquanto o proxy direto é usado para casos em que diversos usuários acessam diferentes sites, o reverso é utilizado somente para usuários que acessam o seu site.

Resumindo: a função do proxy reverso é receber a solicitação de um usuário externo que está tentando acessar o site do seu negócio através de outra rede. Essa solicitação passa para um servidor interno que recebe o resultado da solicitação e a retransmite para o cliente.

Quais as vantagens de usar proxy reverso?

Podemos destacar os principais benefícios de usar um proxy reverso. São eles

  • Melhorar a segurança online da sua empresa;Balanceamento de carga;Facilidade de manutenção;Otimização e identidade visual do seu negócio;Armazenar dados em cache para otimizar o desempenho;Facilitar a manutenção do site.
  • Conheça o Nginx na KingHost
  • Nginx para melhorar o desempenho do seu site

Comentários

comentário(s)

Cursando Engenharia de Software, trabalha há 10 anos com T.I. Apaixonada por infraestrutura, redes, programação e indie rock dos anos 90.

O que é um proxy e para que serve?

Antes de começarmos a falar sobrer a estrutura lógica de servidores proxy, considero importante esclarecer como ele normalmente é disposto fisicamente em um ambiente de rede, por isso para esta parte da explicação leve em consideração a topologia abaixo:

O Que É Proxy E Como Funciona?

O que é?

Os servidores proxy são normalmente utilizados como ponte entre origem e destino de uma requisição. Em nossa imagem é possivel observar que o computador precisa passar pelo servidor proxy para acessar a Internet, e este é um dos usos comuns para servidores proxy.

Para este artigo, vamos tomar como exemplo a empresa fictícia ACME S/A. Na ACME existe um servidor que permite a navegação na Internet, um servidor proxy, e sem ele não é possivel navegar de jeito nenhum. Sendo assim, todos os computadores da rede precisam ter configurados em seu navegador o endereço e porta do proxy para que o acesso a Internet aconteça.

O Que É Proxy E Como Funciona?

Caso qualquer dispositivo tente navegar na Internet sem essa configuração, o acesso não será permitido.

Para que serve?

Neste caso, o proxy pode servir para algumas funções:

  • Controle de acesso – É possivel para os adminsitradores do servidor proxy permitir que determinados usuários tenham ou não acesso a Internet através de restrições aplicadas ao login do próprio usuário ou ao endereços IP, provendo ao ambiente uma camada a mais de proteção.
  • Filtro de conteúdo – Estando no meio do caminho, o servidor também permite que determinados sites sejam ou não acessados. Dentre as regras que podem ser aplicadas estão as destinadas ao bloqueio de sites específicos, podendo chegar ao bloqueio de categorias inteiras.

Exemplo: O usuário Despreocupado da Silva é funcionário da empresa ACME

Descubra agora o que é proxy e como ele funciona

O Que É Proxy E Como Funciona?

Você já parou para analisar como a internet, de fato, funciona? Talvez você não saiba, mas no exato momento em que você acessa esse texto, talvez você esteja usando um proxy ( o que seria ótimo), ou não (o que seria péssimo).  Mas, no final das contas: o que é proxy? 

Como funciona? 

Por qual motivo sua empresa deve investir urgente em um proxy?

As respostas para tais perguntas, você confere a seguir, em mais um post feito com todo o carinho para os leitores e leitoras do blog. Acompanhe!

Proxy: o que é?

Quando falamos em proxy, estamos nos referindo basicamente à conexão com a internet. Na verdade, nós, usuários, estamos nos comunicamos com um servidor.

Nessa conexão entre servidor/usuário, estamos sujeitos sabe ao quê? Interceptações. Falando claramente: ataques de hackers, com os mais variados e nefastos intuitos.

Complicado, né?

Uma conexão livre entre usuário e servidor, simplesmente deixa seu IP exposto. Com isso, um hacker pode interceptar dados, acessar informações restritas e atacar a sua rede.

Provavelmente você aí do outro lado, que nem fazia ideia do quanto é perigosa essa livre comunicação entre usuário e servidor, ficou preocupado (a), não é mesmo?

Mas é aqui que surge uma solução essencial para manter a segurança da sua rede e da sua empresa no que se refere à conexão com a internet: o proxy!

O proxy nada mais é do que uma espécie de intermediário, entre o servidor e o usuário. O papel do proxy é receber as informações que o usuário solicita, e repassa ao servidor.

Durante esse procedimento, o proxy consegue “mascarar” o número de IP do usuário, o que torna improvável que um ataque da rede seja feito.

Quais os riscos de não ter um proxy?

  • No meio corporativo, o proxy é uma tecnologia essencial, que traz uma série de benefícios para o usuário.
  • Em contrapartida, não adotar uma solução em proxy acarreta uma série de riscos.
  • Por exemplo:
  • Risco de segurança de dados do ambiente de rede;
  • Incapacidade de bloquear conteúdos que não podem ser acessados, de acordo coas regras da empresa;
  • Exposição aos perigos digitais, pois o IP fica vulnerável, entre outros.
Leia também:  Como É Que As Cobras Se Reproduzem?

Vantagens de utilizar o proxy

  1. O IP é o primeiro passo para que invasores digitais usurpem dados nos computadores de sua empresa.

  2. Só pelo fato de esconder/mascarar o IP, já temos uma noção da importância de contar com um bom servidor de proxy, não é mesmo?
  3. Dentre as vantagens e benefícios da utilização do proxy, podemos destacar as seguintes: 
  • Capacidade de controlar e limitar a navegação dos usuários da rede;
  • Ampla capacidade de economizar  largura de banda;
  • Armazenar as páginas mais acessadas;
  • Otimização da segurança da rede;
  • Navegações anônimas;
  • Regras de bloqueio de sites a determinados grupos ou usuários;
  • Impedir que um site malicioso tenha a chance de infectar a rede;
  • Acelerar a navegação e a velocidade da internet, etc.

É importante, contudo, ter em mente que o ideal é utilizar um proxy em conjunto com outras ferramentas de proteção, caso do firewall, por exemplo.

Se você se preocupa com a segurança e boa performance do seu negócio, entre agora em contato com a Flexus Soluções, somos uma empresa de ti, temos a solução sob medida para você!

Você sabe o que é proxy? Veja o significado desse termo

Você sabe o que é proxy? Utilizado para gerenciar o acesso à web, essa solução é muito importante para quem depende dela para trabalhar e manter-se conectado ao seu cliente. Afinal, ela facilita a otimização do tráfego, tornando-o mais seguro e autônomo.

O proxy pode ajudar a otimizar o acesso à web, por exemplo, melhorando o direcionamento das páginas e reduzindo a demanda por banda de rede. Ele também pode ser aplicado em sistemas de pagamento, para reduzir riscos de segurança. Assim, o acesso se torna mais confiável e robusto.

Quer saber mais sobre o tema e como ele afeta a sua conexão? Então confira, neste post, o que é proxy e os impactos de seu uso!

O que é proxy?

O proxy – ou servidor proxy – é uma solução de TI que funciona como um intermediário entre o dispositivo do usuário e os serviços de internet que ele acessa. Ele direciona o tráfego de cada aparelho por uma rota específica, a partir das configurações do usuário. Desse modo, é possível bloquear sites, gerar mais privacidade para a navegação e evitar situações de risco.

Os proxies são utilizados de diferentes maneiras. Há os de acesso gratuito, ou seja, que podem ser usados por qualquer pessoa. Existem, também, os que funcionam como intermédio entre o computador e uma rede privada e os que permitem ao aparelho acessar toda a internet, mas com um IP diferente do fornecido pela operadora.

Em outras palavras, os servidores proxy são soluções de TI que trabalham gerenciando as requisições do usuário e direcionando o tráfego a partir de regras previamente definidas. Isso será feito com ele agindo no lugar do usuário. Como consequência, os serviços web que receberem as conexões verão o IP do proxy, e não o do aparelho.

Quais são os tipos de proxy?

Além de saber o que é proxy, é importante conhecer os tipos existentes. Desse modo, você poderá fazer uma boa escolha. Confira a seguir!

Web proxy

O web proxy geralmente funciona vinculado a um navegador web. Como consequência, não há a necessidade de contratação de um aparelho ou software adicional. Esse tipo de proxy pode utilizar conexões criptografadas e não criptografadas, a depender das demandas do usuário.

Um dos problemas geralmente enfrentados com esse tipo de proxy é a exibição de conteúdos que dependem de JavaScript e plugins, como o Flash.

Em muitos casos, o navegador acaba enfrentando dificuldades para lidar com páginas que se baseiam nesse tipo de elemento.

Porém, esse problema tem se tornado menos frequente nos últimos anos, especialmente pela diminuição do uso de plugins, como Flash e Java, após problemas de segurança em suas APIs.

Servidor proxy HTTP

Este tipo de servidor proxy é utilizado para melhorar a qualidade da conexão. Ele faz uma análise das páginas mais frequentadas para identificar o perfil de uso da rede. Desse modo, os principais conteúdos são armazenados para diminuir a sobrecarga da rede.

Como consequência, a necessidade de fazer o download completo de uma página cairá. As páginas mais utilizadas pelos usuários serão armazenadas localmente. Dessa maneira, a performance será mantida até mesmo em momentos de pico de demanda.

Servidores proxy SSL

Também conhecido pelo termo proxy HTTPS, ele dá ao usuário a possibilidade de sempre acessar a internet com o apoio do protocolo SSL (Secure Socket Layer). Ou seja, ele garante a criptografia para todas as conexões da rede.

Esse tipo de proxy pode ser utilizado especialmente em operações que fazem uso de dados sigilosos. É o caso, por exemplo, do pagamento de compras e da transferência de dinheiro. Em ambos os casos, é crucial garantir qualidade para a conexão e confiabilidade para a troca de dados.

Que benefícios o uso do proxy traz?

Adotar o proxy no seu dia a dia pode trazer múltiplos benefícios. Confira os principais a seguir e veja como essa ferramenta traz mais qualidade para a sua conexão!

Maior privacidade

O proxy pode garantir um maior nível de privacidade para o usuário, especialmente nos casos em que a conexão é criptografada. Sempre que um pacote for enviado pelo aparelho, ele fará um caminho definido pelo software até chegar ao seu destino final. Como consequência, seus dados de navegação ficarão restritos ao acesso de mais pessoas.

A operadora, por exemplo, verá apenas que os dados foram enviados para o servidor do proxy. Já o site ou serviço web não terão como identificar a origem correta do tráfego. Afinal, o seu IP será o do serviço de proxy, e não o da sua máquina.

Aumento da velocidade da conexão

O proxy também melhora a velocidade de conexão. O uso do cache para diminuir a necessidade de downloads – por exemplo, reduz o uso da banda. Como consequência, mais pessoas podem manter-se conectadas sem perda de velocidade.

Leia também:  Como Formatar Pen Drive Que Não Aparece?

Ao mesmo tempo, o tráfego poderá ser direcionado para priorizar os serviços mais importantes da empresa, mantendo o nível uniforme de performance em ferramentas digitais.

Menor uso de banda e processamento

O uso de banda é uma preocupação de muitas pessoas, especialmente as que utilizam pacotes com limite de dados.

O proxy pode auxiliar o usuário a reduzir o seu consumo, aproveitando o cache da rede para diminuir a quantidade de transferências realizadas.

Sempre que uma requisição for realizada, o serviço buscará pela página no cache, e, caso ela esteja disponível, o conteúdo será exibido para o usuário sem a necessidade de um novo download.

Esse recurso também pode ser empregado para diminuir a sobrecarga dos servidores. O proxy direcionará aos usuários os conteúdos que estiverem no cache do servidor sempre que eles tentarem acessar algo que não recebeu modificações recentemente. Nos momentos de grande número de acesso a páginas como as de vendas online, isso manterá a companhia com boa capacidade de atender aos seus clientes.

Ter um acesso à web de qualidade tem se tornado algo crucial para qualquer negócio moderno. Hoje, a internet garante que companhias fiquem mais conectadas e possam manter um fluxo de trabalho flexível. Ao mesmo tempo, reduz distâncias e melhora o nível de produtividade de todos os setores.

Para que esses benefícios possam ser realmente aproveitados, saber o que é proxy é um ponto fundamental. Conhecer essa ferramenta permitirá à empresa melhorar a qualidade das suas conexões a partir do seu perfil de uso. Por isso, sempre considere o proxy um investimento estratégico para a sua empresa.

Proxy HTTPS

This post is also available in: Português English Español

Nos últimos anos houve um incremento muito substancial de aplicações web, dos mais variados tipos e propósitos, e muitas delas, que trabalham com dados sensíveis ou privados de usuários e empresas.

O movimento de SaaS (Software as a Service) nos últimos anos tem permitido o surgimento de muitos negócios e novas formas de fazer tarefas tradicionais. É possível citar inúmeros casos de startups que estão se tornando cada vez mais maduras em seus modelos de negócios, gerando impacto para empresas de portes variados.

Como muitas aplicações, que antes ficava armazenada em estruturas privadas dentro das organizações, migraram para a internet, uma camada robusta de segurança é fundamental para garantir a integridade e privacidade das informações.

Neste sentido, o protocolo que resolve essa demanda é o SSL/TLS integrado ao protocolo HTTP, formando, portanto o HTTPS, que nada mais é do que o protocolo HTTP sob uma camada intermediária de segurança, que permite criptografar os dados do cliente até o ponto final da comunicação.

O HTTPS sempre foi muito conhecido por ser massivamente utilizado em aplicações de comércio eletrônico e internet banking, no momento em que se passavam informações de credenciais de acesso, ou qualquer outra informação sensível.

O aumento do número de aplicações web, com os mais variados propósitos, também ampliou o tráfego HTTPS nas redes corporativas, e como trata-se de um tráfego criptografado, em princípio, não é possível conhecer sua parte legível.

A reflexão principal em torno deste assunto, está associada a como controlar este tipo de tráfego, incluindo modelo de funcionamento de proxy HTTPS, como alternativa para garantir controle e segurança para as organizações.

Como funciona o Proxy HTTPS

Como um web proxy está bem posicionado em uma arquitetura de rede, onde o tráfego é afunilado, é possível que o mesmo não somente aceite, ou não, requisições, mas também que o conteúdo seja manipulado.

Desta forma, para uma conexão HTTPS, o proxy tem a habilidade de realizar a conexão segura com o endereço remoto que está sendo requisitado, e apresentar um certificado próprio (geralmente auto assinado), tendo assim acesso a todo dado da comunicação, e portanto, aceitando ou bloqueando a requisição.

Para realizar essa operação o proxy HTTPS efetua um ataque conhecido como homem no meio, ou o termo em inglês man-in-the-middle (MITM). Como citado, o gerenciamento da conexão segura é realizado com o site remoto, e o outro é realizado entre o cliente e o proxy.

  • Alguns navegadores e aplicações geram alarmes informando que a conexão não é segura, isso por que, para o cliente, o certificado apresentado é gerado pelo próprio proxy HTTPS.
  • Para configurar o certificado do proxy no computador dos usuários, de maneira transparente e automatizada, é possível distribuir o certificado, através do controlador de domínios, reduzindo notificações dos usuários e garantindo a segurança do ambiente.
  • O importante para as empresas é aprimorar o controle sobre as conexões HTTPS, tendo em vista que boa parte das aplicações tem migrado para a plataforma web, concentrando dados confidenciais de usuários, tais como: CPF, senhas, número de cartões etc, tornando o uso da criptografia pré-requisito.
  • Após reflexão sobre as características do protocolo HTTPS, bem como funcionamento do proxy HTTPS, você terá subsídios para avaliar se a solução corporativa, atualmente instalada, atende por completo as demandas de controle sobre as aplicações web existentes no mercado.
  • Caso seja diagnosticado que a solução de proxy web atual, não atenda as necessidades relacionadas ao protocolo HTTPS, é importante verificar meios para contornar tal problema, do contrário boa parte do tráfego gerado na rede corporativa pode não estar sendo visualizado e devidamente controlado, trazendo riscos para o ambiente corporativo.
  • This post is also available in: Português English Español

Afinal, o que é Proxy? Entenda a sua importância

Viabilizar condições seguras de navegação e transferência de dados na internet é essencial para usuários domésticos e empresas. Esta é a forma de garantir a integridade das informações compartilhadas no ambiente digital. E um dos mecanismos que contribuem para isso é o Servidor Proxy, tecnologia capaz de proteger os internautas no ambiente online.

Mas como esta ferramenta funciona na prática? Estes e outros questionamentos serão respondidos na sequência deste post. Continue com a gente!

O que é o servidor Proxy?

Quando você entra em um site o seu endereço de IP é exposto automaticamente, fato que deixa seu sistema vulnerável para que outras pessoas possam acessar suas informações. Tal situação não é recomendável, pois aumenta o risco de crackers sequestrarem os arquivos.

Leia também:  Como Saber Qual A Melhor Internet Para Minha Regiao?

O Servidor Proxy faz com que o IP do seu computador não seja reconhecido, viabilizando uma navegação mais segura, evitando que dados estratégicos sejam compartilhados erroneamente.

Na prática ele funciona da seguinte forma: sem o proxy, o browser transfere a solicitação do usuário para o navegador. Posteriormente, o pedido é repassado ao DNS, que tem a função de localizar ao portal e transferir para o navegador.

Com o Servidor Proxy, o requerimento passa previamente por ele e a página pode ser carregada em sua própria plataforma (versão em cache), ou é criado um IP personalizado, com o intuito de proteger os dados do usuário.

Quais os tipos mais comuns de Proxy?

Open proxy

Perfil aplicado para proporcionar armazenamento de arquivos e outros dados acessados durante a navegação. Este formato reduz o consumo de banda larga durante os acessos.

Forward proxy

Considerado um dos formatos mais usados atualmente, o Forward proxy viabiliza o acesso de uma máquina a redes maiores, tal como a internet. Um filtro interno protege os computadores neste processo.

Reverse proxy

Este formato tem a função de articular a relação entre servidores e a internet. O objetivo aqui é fazer uma triagem dos dados gerados pelos clientes e selecionar o que pode ser encaminhado para o servidor principal.

Preciso pagar para ter um servidor Proxy?

Existem modalidades de serviços de proxies que tem um custo, pois existem empresas especializadas em desenvolver este tipo de sistema. A principal vantagem é que eles são mais seguros. Também existe a opção gratuita, mas que é mais vulnerável a possíveis ataques cibernéticos.

Conclusão

Com o elevado número de informações que circulam pelas plataformas digitais é imprescindível o investimento em segurança na web. Neste contexto, existem empresas especializadas em desenvolver mecanismos de gestão e controle de acesso a dados na internet.

A RGA tem total expertise no assunto e conta com uma equipe especializada em ajudar você a implantar uma eficiente gestão de acesso a rede na sua empresa. Quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato com um dos nossos consultores e saiba mais.

Proxy e cache: entenda o que é e como funciona cada um

Certamente, você já ouviu falar desses termos, tão comuns na internet hoje em dia. Mas você sabe realmente o que é cache ou o que é proxy? Esses dois conceitos são essenciais para um controle de rede eficaz para que você possa aproveitar sua internet com todos os benefícios e sem sofrer com quedas ou interrupção dos serviços.

Para quem gosta de navegar ou curtir algumas séries online no fim de semana, nada pior que ficar sem acesso à rede, não é mesmo? Por isso, ao longo deste artigo, apresentamos as principais informações sobre ambos os termos. Boa leitura!

O que é cache?

De uma maneira sucinta, o cache pode ser conceituado como uma ferramenta que permite o carregamento de páginas da internet de forma mais rápida, melhorando a navegação na rede. Quando o processador existente no computador tem de enviar informações para a memória, acaba-se por gastar um determinado tempo, o cache serve para armazenar previamente esses dados e economizar esse tempo.

No momento em que acessamos um determinado site, o cache acaba por copiar e armazenar, de modo temporário, algumas das informações que foram carregadas e visualizadas por você. Assim, em um próximo acesso ao mesmo site, o cache utilizará esses dados armazenados para facilitar o carregamento da página e minimizar o número de requisições ao servidor, aumentando a velocidade do acesso.

Esse mecanismo não é importante apenas para o usuário, que navega com mais rapidez, mas também para quem prove as hospedagens de sites, que podem garantir um serviço de qualidade aos seus clientes.

Como e quando fazer a limpeza de cache?

O cache é nosso aliado, no entanto, às vezes ele pode prejudicar uma navegação. Com o passar do tempo é comum que você acesse uma quantidade enorme de sites. Caso entre em seu histórico do navegador você verá que nem se lembra de ter entrado em muitas das páginas na lista.

Com isso, é comum que o cache fique cheio de informações que não são utilizadas com frequência, o que pode começar a prejudicar o seu desempenho geral. Outro fato é o cache de páginas desatualizadas, que também é ruim para a sua experiência de navegação.

O ideal é realizar a limpeza do cache do navegador periodicamente. O tempo entre cada vez que você realiza esse processo vai depender principalmente do seu volume de acessos. Se utiliza muito a internet, limpe toda semana, caso contrário, uma vez por mês será suficiente.

O que é proxy?

Proxy é um conceito utilizado em redes para definir os intermediários que existem entre o servidor e o usuário final.

Ele funciona como uma conexão entre a rede externa (internet) e a local (isto é, o seu computador).

Os endereços locais utilizados pelo computador não servem para a navegação externa: é trabalho do proxy enviar solicitações para o servidor, traduzindo as respostas e entregando-as ao computador.

Todos os contatos feitos com o servidor devem passar pelo proxy e receber seu IP, Protocolo de Internet, que funciona como uma identidade na rede e determina que você é.

O proxy mascara seu IP para que seu computador não fique vulnerável contra ameaças, como um ataque realizado por hackers, por exemplo, melhorando a segurança.

É também função do proxy acelerar a sua navegação na rede, isso porque é ele pode fazer o registro dos sites visitados no cache do navegador.

Existem serviços de proxy gratuitos por aí, mas não se deixe enganar. A maioria deles é apenas uma isca para ter acesso aos seus dados de navegação e utilizá-los para invadir a sua máquina. Caso você decida por utilizar proxy, busque por serviços confiáveis.

Chegamos ao final deste post: agora você já sabe o que é proxy e cache, podendo utilizar essas duas ferramentas para melhorar a sua navegação e tirar o maior proveito da internet!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*