O Que É Extranet E Como Funciona?

O Que É Extranet E Como Funciona?

Dentro dos departamentos de TI, os termos intranet, extranet e internet são muito comuns de se ouvir. Para a maioria das pessoas, porém, descobrir o que eles significam e como se diferenciam da internet como conhecemos não é a coisa mais fácil do mundo. Distinguir entre eles é menos complicado quando começamos por essa tecnologia, que todos já conhecem.

A conexão global entre computadores de diversas partes do mundo, que acontece por um protocolo TCP/IP (transmissão/internet), é como você está acessando este texto. Ela funciona mais ou menos como os correios, nos quais a informação é enviada para um terceiro, que pode estar na mesma cidade ou do outro lado do mundo.

A diferença é que as conexões são instantâneas e, ao falar na web com um amigo, ele pode receber textos, fotos, imagens e arquivos diversos em alguns segundos.

Agora que você compreende melhor esse conceito, podemos explicar como internet, extranet e intranet se diferenciam. Continue a leitura para entender!

O que são intranet e extranet?

No início do artigo, mencionamos o protocolo de transição/internet (TCP/IP). Ele será importante para que você entenda a intranet e o seu funcionamento. Por isso, vamos expandir o conceito.

TCP/IP é um dos muitos protocolos que um computador pode utilizar para se conectar a uma rede. Ele é o mais popular porque é o que nossos computadores, celulares, tablets e Dispositivos das Coisas (como o Amazon Echo) utilizam para se comunicar uns com os outros. De maneira breve, podemos definir o TCP/IP como um conjunto de procedimentos, que acontecem sem que você perceba.

TCP/IP é um protocolo que funciona em camadas, as quais são:

  • uma camada de aplicação;
  • uma de transporte;
  • uma de rede; e
  • uma física.

A camada de aplicação é o padrão utilizado para a troca de dados. Nos endereços da web, você pode identificá-la pelo HTTP ou HTTPS, que aparece antes do texto. Nos e-mails, o POP3 ou o SMTP são usados para configurar um software de leitura de correio eletrônico.

A camada de transporte é uma conexão que, quando ligada, permite que dois dispositivos transmitam informações.

A rede é o que lida com os pacotes (dados divididos em bytes menores para que possam transitar pela camada de transporte), utilizando o IP para entender onde eles serão entregues.

A camada física é composta dos links que conectam um servidor ao outro, como o cabo ethernet ou a rede WiFi que você usa para acessar a web.

Esse protocolo tornou-se o padrão na indústria porque é muito vantajoso. Ele é uma tecnologia não proprietária, ou seja, que pode ser utilizada por qualquer um, e não é controlado por nenhuma empresa.

Isso permite que seja modificado e adaptado com facilidade para diversos usos.

O TCP/IP também é compatível com um monte de dispositivos, por isso, serve para conectar um smartphone ou um computador com a mesma qualidade.

Por esse motivo, ele é o protocolo que empresas aplicam para criar suas intranets. Uma intranet é como uma internet particular, que funciona apenas localmente. Ela é usada para fazer com que todos os computadores de uma empresa tenham acesso a uma mesma informação, que pode, por exemplo, estar localizada em um servidor.

Assim, se um designer deseja verificar um layout que não foi produzido por ele, basta conectar-se à intranet do local em que trabalha para acessar o PDF ou qualquer outro formato de arquivo que está armazenado nesse servidor. A arquitetura das intranets faz com que elas sejam gateways, ou portões, que abrem caminhos para informações que estão localizadas em outro hardware e não no que você utiliza.

Empresas grandes podem também colocar os dados da intranet na internet. Fazendo isso, elas permitem que, protegidos por firewalls, esses arquivos ou dados sejam acessados por pessoas que não estão na rede local. A isso chamamos de extranet.

Intranet, extranet e internet são maneiras diferentes de utilizar um mesmo protocolo de transmissão para vários fins. A primeira restringe o acesso a dados aos computadores locais, a segunda os disponibiliza apenas para o pessoal autorizado, de forma segura, e a última permite que eles sejam transmitidos livremente.

Como cada uma delas beneficia um negócio?

Os benefícios da internet são bastante conhecidos. Ela nos dá acesso a um mar de conteúdo que advém de várias fontes, permite que enviemos mensagens, arquivos, som e imagem para qualquer lugar e conecta-nos com qualquer informação publicamente disponível. O uso dela é o que permite que tenhamos contas de e-mail e façamos chamadas de vídeo com todos os nossos contatos.

São as intranets, porém, a alma dos negócios. Elas funcionam mesmo quando a internet não está disponível e são redes particulares para a troca de informação sigilosa. A grande vantagem dela é permitir que equipes enormes troquem dados sem precisar de mais do que salvá-los em uma pasta específica.

Dessa forma, ela serve ao propósito de conectar melhor as equipes, facilitar a comunicação e permitir a colaboração.

Já as extranets são especialmente úteis para conectar empresas, clientes e funcionários remotos. Elas tornam as informações da intranet disponíveis para todos que têm acesso autorizado a elas e oferecem um ótimo custo-benefício para as empresas.

Como intranet, extranet e internet são utilizadas?

Os conceitos de intranet, extranet e internet são entendidos com mais facilidade quando verificamos casos de uso para cada um deles. Confira, então, alguns exemplos da aplicação dos três recursos.

Intranet

Os principais casos de uso para a internet são os de compartilhamento de documentos. Entretanto, o recurso serve para construir outras arquiteturas que fazem com que uma empresa funcione melhor. Dentro de uma rede corporativa, podem existir algumas coisas, como um manual de boas práticas.

Acessando um endereço na intranet, o funcionário pode visitar essa página sempre que quiser e tirar dúvidas sobre procedimentos internos. Ele também pode obter documentos e participar de redes exclusivas que conectam os funcionários e promovem a cultura do negócio.

Extranet

A extranet serve para conectar o público interno com o externo. Um dos principais momentos em que ela é utilizada é quando a sua empresa precisa disponibilizar informações para um cliente. Um repositório de dados pode ser acessado via URL e, mediante autorização, oferecer software ou documentos para um parceiro.

As extranets também conectam-se com os sistemas de computação de fornecedores. Por meio delas, alguns processos, como a logística, podem ser simplificados. Integrações criam uma maneira de duas empresas acompanharem o estoque de um produto a distância.

Internet

Se você enviar uma mensagem para alguém que não tem acesso ao seu computador, terá de utilizar a internet. Ela pegará o conteúdo da sua mensagem, dividirá em pacotes e enviará para um outro endereço em alguns segundos.

É nela que serviços de nuvem, como o OneDrive, funcionam. Embora conceitualmente possam se parecer com as extranets, excetuando os casos em que funcionam sobre nuvens privadas, não é sua empresa que controla o acesso a essas informações.

Intranet, extranet e internet são todas as ferramentas fundamentais para os negócios. O uso de cada uma deve ser determinado de acordo com o objetivo que a empresa deseja alcançar e todas elas são maneiras de tornar a execução de projetos e o contato com outras pessoas mais simples.

Conseguiu entender as diferenças entre intranet, extranet e internet? Assine a nossa newsletter e continue aprendendo conosco!

O que é extranet – internet

Uma
extranet é uma rede privada que utiliza a tecnologia da Internet e do
sistema de telecomunicações públicas em segurança da partilha de
informação de uma empresa ou operações com os fornecedores,
fornecedores, parceiros, clientes ou outras empresas.

Uma extranet pode ser visto como parte da intranet de uma empresa que é estendida para os usuários fora da empresa.

Também tem sido descrito como um
“estado de espírito” em que a Internet é percebida como uma forma de
fazer negócios com outras empresas, bem como a venda de produtos aos
clientes.

Estes podem incluir a gestão de servidores de firewall, a emissão e utilização de certificado digital s ou meios semelhantes de autenticação de usuários, criptografia de mensagens, eo uso de redes privadas virtuais (VPN s) que abrem caminho através da rede pública.

As empresas podem usar uma extranet para:

  • Troca grandes volumes de dados através de Electronic Data Interchange (EDI)
  • Compartilhe catálogos de produtos exclusivamente com os grossistas ou aqueles que “no comércio”
  • Colaborar com outras empresas sobre os esforços de desenvolvimento conjunto
  • Co-desenvolvimento ea utilização de programas de treinamento com outras empresas
  • Fornecer ou aceder aos serviços
    fornecidos por uma empresa para um grupo de outras empresas, como uma
    aplicação bancária online administrado por uma empresa em nome dos
    bancos filiados
  • Compartilhar a notícia de interesse comum exclusivamente com empresas parceiras

Quando alguma informação de uma empresa é aberta a clientes ou
fornecedores, essa rede passa a ser chamada de extranet.

Se sua empresa tem uma intranet e seu fornecedor também e ambas essas
redes privadas compartilham uma rede entre si, para facilitar pedidos,
pagamentos e o que mais precisarem, essa rede compartilhada é conhecida
como extranet.

Ainda, se sua empresa abre uma parte de sua rede para
contato com o cliente, ou permite uma interface de acesso dos
fornecedores essa rede com ele é chamada de extranet.

O Que É Extranet E Como Funciona?

Conclusão e Revisão

Só lembrando que as intranets e extranets podem não estar conectadas
ao resto da internet. Isso vai depender muito dos gerentes e das
permissões. Mas, diz-se que se uma intranet está conectada à internet e
permite o acesso a partes de sua rede a pessoas fora da empresa, essa
rede torna-se uma extranet.

Como vimos, não existem diferenças técnicas entre internet, extranet
e internet, somente diferenças de uso. Intranets e extranets são usados
por empresas, enquanto a internet é usada por todos nós.

Resumo

A Extranet e uma porção de sua rede de computadores que faz uso da Internet para partilhar com segurança parte do seu sistema de informação.

Tomado o termo em seu sentido mais amplo, o conceito confunde-se com
Intranet.

Leia também:  Paises Que Tem Como Lingua Oficial O Ingles?

Uma Extranet também pode ser vista como uma parte da empresa
que é estendida a usuários externos (“rede extra-empresa”), tais como
representantes e clientes.

Outro uso comum do termo Extranet ocorre na
designação da “parte privada” de um site, onde somente “usuários
registrados” podem navegar, previamente autenticados por sua senha
(login).

O acesso à intranet de uma empresa através de um Portal (internet)
estabelecido na web de forma que pessoas e funcionários de uma empresa
consigam ter acesso à intranet através de redes externas ao ambiente da
empresa. Uma extranet é uma intranet que pode ser acessada via Web por clientes
ou outros usuários autorizados. Uma intranet é uma rede restrita à
empresa que utiliza as mesmas tecnologias presentes na Internet, como
e-mail, webpages, servidor FTP etc. A idéia
de uma extranet é melhorar a comunicação entre os funcionários e
parceiros além de acumular uma base de conhecimento que possa ajudar os
funcionários a criar novas soluções. Exemplificando uma rede de conexões privadas, baseada na Internet,
utilizada entre departamentos de uma empresa ou parceiros externos, na
cadeia de abastecimento, trocando informações sobre compras, vendas,
fabricação, distribuição, contabilidade entre outros.

Fonte: Parte do texto foi extraido de:Baixaqui.com.br

Wikipédia.com

Extranet: Você Sabe O Que é?

Por se tratar de um termo mais recente, muitos ainda desconhecem o que é extranet. O MinhaConexão, conhecido por ter um SpeedTest eficaz, também conta com dicas e informações e vai te explicar do que se trata!

Uma extranet é uma rede virtual privada para trabalhar de forma segura, compartilhar informações ou integrar operações com equipes externas, como clientes, fornecedores e parceiros.

Exemplos de extranet podem ser um portal de clientes onde você pode divide documentos específicos com eles, como requisições. Uma extranet de compras para os fornecedores contendo formulários de pedidos e diretórios de clientes para a equipe de vendas, uma extranet de parceiros é a que permite o gerenciamento de tarefas conjuntas.

Para que ela serve?

A extranet serve para criar uma rede exclusiva a partir do zero, de acordo com as especificações exatas e as necessidades de cada empresa.

Os servidores são configurados, a programação é feita a partir do escopo, e a equipe dedicada é selecionada para manter a extranet em funcionamento.

Esta é uma abordagem que normalmente é adequada quando uma extranet com requisitos altamente específicos e especializados é necessária. Ajudam as empresas com seu fluxo de informação privado.

Alguns servidores de soluções oferecem ferramentas especializadas, que permitem às empresas ter extranet sem ter que programar tudo a partir do zero.

Porém pode ser bem mais caro do que manter a própria equipe de informática mantendo as configurações em seu servidor.

Antigamente era mais complexo e com custo muito elevado criar uma extranet, mas ultimamente a tecnologia tem ajudado a tornar mais acessível este recurso para as pequenas e médias empresas.

Quais vantagens e desvantagens

Algumas vantagens na extranet são: possibilidade de obter configurações ilimitadas e personalizadas, gerenciamento de documentos, calendários, gerenciamento de tarefas, diretórios de contatos, fóruns, pesquisas, e-mails, etc.

Com a personalização de um portal extranet a empresa pode facilmente exportar dados confidenciais com segurança, adaptadas às necessidades do grupo. Gerenciar com precisão tudo que envolve a organização, e os usuários externos. Acesso remoto.

As equipes, clientes e parceiros podem acessar a extranet de qualquer computador, smartphone ou laptop, qualquer aparelho que acessa a web.

Porém, as desvantagens de segurança e o grande número de usuários, principalmente os externos a companhia, pode ser uma grande preocupação quando se trata de informação muito importante.

O sistema de acesso deve ser controlado com muito cuidado para evitar que informações sensíveis sejam acessadas por pessoas mal-intencionadas.

E também os gastos com implementação e manutenção de um extranet numa organização pode ser muito oneroso.

Para que tudo isso seja alcançado é necessário levar em conta muitos outros aspectos relacionados ao serviço de internet. É preciso testar a qualidade e a velocidade da intranet, para que tudo funcione perfeitamente, são pontos muito importantes nesse sentido para uma empresa.

Um teste de velocidade (Speed Test) pode ser feito no site MinhaConexão, é uma das opções disponíveis para assegurar a qualidade da conexão da empresa. O site MinhaConexão é uma excelente plataforma para realizar teste de velocidade e ainda tirar dúvidas sobre alguns problemas.

Mais do que testar também pode ser consultado o ranking de velocidade da internet no Brasil. Acesse já o portal Minha Conexão e conheça outros benefícios.

É comum que muitas pessoas fiquem em dúvida sobre como a hospedagem do site influencia na velocidade.  É importante saber como escolher um provedor de…

Desde que a internet chegou já passou por várias modificações e entre elas a sua popularização e forma como a recebemos em nossos lares foi…

Extranet – Wikipédia, a enciclopédia livre

Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes. Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) (Maio de 2020)

Uma extranet é uma rede de computadores que permite acesso externo controlado, para negócios específicos ou propósitos educacionais.

Em um contexto de business-to-business, uma extranet pode ser vista como uma extensão de uma intranet da organização que é estendida para usuários externos à organização, geralmente parceiros, vendedores e fornecedores, em isolamento de todos os outros usuários da Internet.

Em contraste, os modelos business-to-consumer envolvem servidores conhecidos de uma ou mais empresas, comunicando-se com usuários consumidores previamente desconhecidos. Uma extranet é semelhante a uma DMZ (DeMilitarized Zone ou zona desmilitarizada) em que ela fornece acesso a serviços requeridos para canais de parceiros, sem acesso concessão de acesso a uma rede inteira da empresa.

Tomado o termo em seu sentido mais amplo, o conceito confunde-se com Intranet.

Uma Extranet também pode ser vista como uma parte da empresa que é estendida a usuários externos (“rede extra-empresa”), mas com visões parciais dos seus dados corporativos, para por exemplo: representantes, fornecedores e clientes.

Outro uso comum do termo Extranet ocorre na designação da “parte privada” de um site, onde somente “usuários registrados” podem navegar, previamente autenticados por sua senha (login).

Empresa estendida

O acesso à intranet de uma empresa através de um Portal (internet) estabelecido na web de forma que pessoas e funcionários de uma empresa consigam ter acesso à intranet através de redes externas ao ambiente da empresa.

Uma extranet é uma intranet que pode ser acessada via Web, mas com restrições de segurança aos seus dados corporativos, por clientes ou outros usuários autorizados. Uma intranet é uma rede restrita à empresa que utiliza as mesmas tecnologias presentes na Internet, como e-mail, páginas Web, servidor FTP etc.

A ideia de uma extranet é melhorar a comunicação empresarial entre parceiros no intuito de acumular uma base de conhecimento que possa ajudar o relacionamento comercial e a criar novas soluções corporativas.

Exemplificando uma rede de conexões privadas, baseada na Internet, utilizada entre departamentos de uma empresa ou parceiros externos, na cadeia de abastecimento, trocando informações sobre compras, vendas, fabricação, distribuição, contabilidade entre outros.

Vantagens Empresariais

Facilidade de acesso

Facilidade de acesso à informação em qualquer lugar e a qualquer hora.

Qualquer colaborador que necessite de aceder à informação sobre uma das divisões empresariais terá apenas de aceder ao sistema, por meio de uma Intranet, pois este apresenta as informações de todas as unidades permitindo assim um ganho ao nível de rapidez de acesso, não sendo necessário solicitar o envio de informações por exemplo por email ou em último caso por correio. Por outro lado, fornecedores e clientes podem ter acesso restrito a informações corporativas, que poderá ser consultada de forma rápida a qualquer hora, por meio de uma Extranet.

Colaboração

Com a facilidade de acesso em tempo real ao sistema, facilmente duas pessoas em posições geográficas diferentes poderão trabalhar sobre a mesma informação. Desta forma poderá existir um trabalho mais próximo entre os diferentes players empresariais, quebrando a barreira da localização para trabalhar em equipa.

Integração da informação

Um dos problemas que pode ser levantado com a divisão geográfica da empresa refere-se com a dificuldade em integrar em tempo real as informações de todas as divisões.

Como manter um inventário actualizado ao segundo sem a existência de um sistema que integre todos os inventários ao mesmo tempo? Esta questão será ultrapassada com a integração dos sistemas de cada divisão num só, passando a existir apenas um que englobe toda a informação.

Desta forma toda a informação gerencial estará disponível e actualizada ao segundo permitindo um maior acompanhamento por parte de quem analisa os documentos tanto internamente por meio de uma Intranet, ou através de parceiros alimentado-se uma Extranet.

Redução de transação de informação

Normalmente quanto maior o número de pessoas por quem a informação circula maior será o risco de erro na informação final. Assim com a existência de um sistema acessível de qualquer parte não é necessário existir interlocutores de dados, havendo uma maior certeza nos documentos processados.

Basta considerar que tendo acesso direto o solicitador pesquisa exactamente o que pretende não existindo falhas de compreensão no que é pretendido. Por outro lado caso seja necessário processamento da informação a apresentar o risco de erro ainda se torna superior.

Se em vez de haver uma pessoa a produzir um mapa de vendas este for extraído diretamente do sistema será menos uma pessoa a processar a informação, logo menor risco de erro.

Custos com serviços

Com a existência de um sistema de processamento geral as empresas poderão efectuar uma poupança ao nível de recursos humanos. Ao invés de apresentarem um departamento contabilístico por cada uma das divisões da multinacional poderão ter apenas um que processe as informações de todos os outros.

Desta forma a multinacional apresentaria colaboradores em cada divisão menos especializados apenas fará emitir documentos e lançar documentos de fornecedores. Estes seriam analisados e processados no serviço central.

Leia também:  Infekcja bakteryjna czy wirusowa? Jak odróżnić zakażenie bakteryjne od wirusowego?

Assim a multinacional poderia não só apresentar uma diminuição ao nível do número de colaboradores como localizar esta divisão numa região com mão-de-obra mais barata.

Controle de acesso à informação

A informação de uma empresa é um dos seus principais ativos devendo ser protegido contra acessos indevidos.

Com a disponibilização da informação em rede todos os acessos ficam registados sendo possível saber quem, quando e de onde foi efetuado o acesso à informação (normalmente através do endereço IP).

Assim qualquer documento contabilístico pode ser rastreado de forma a saber quem o produziu ou alterou permitindo um maior acompanhamento e controle dos documentos emitidos.

Ver também

  • Intranet
  • Internet
  • Login
Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

  • v
  • d
  • e
  • Portal das tecnologias de informação

Obtida de “https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Extranet&oldid=58162333”

Internet, intranet e extranet o que são, e quais as diferenças?

Estas três palavras do título são muito utilizadas hoje eu seu meio de trabalho, mas você sabe o que elas significam e para que servem? Bom se você está lendo este texto é por que sabe o que é internet, mas conhece o histórico das redes de computadores e como começou a internet no Brasil? Leia estes dois artigos também, serão de grande valia.

INTERNET

Qual empresa hoje não conta com um computador conectado a internet? A necessidade da informação criou a internet que hoje conhecemos. Assim como destruição as guerras trazem avanços tecnológicos em velocidade astronômica, foi o caso da internet que surgiu na guerra fria em 1960 a 1970.

O governo norte-americano queria desenvolver um sistema para que seus computadores militares pudessem trocar informações entre si, de uma base militar para outra e que mesmo em caso de ataque nuclear os dados fossem preservados. Seria uma tecnologia de resistência.

Foi assim que surgiu então a ARPANET, o antecessor da Internet.

Após isto o projeto da internet era coligar universidades para que fosse possível uma transmissão de dados de forma mais eficaz, rápida e segura.

No Brasil a internet iniciou em 1988 quando no Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), localizado no Rio de Janeiro, conseguiu acesso à Bitnet, através de uma conexão de 9 600 bits por segundo estabelecida com a Universidade de Maryland.

Definição de internet:

A definição de internet é um conglomerado de redes locais espalhadas pelo mundo, o que torna possível e interligação entre os computadores utilizando o protocolo de internet.

A internet é uma das melhores formas de pesquisa hoje encontrada, de fácil acesso e capacidade de assimilação do que é buscado.

Em março de 2007 foi feito um senso que divulgou que cerca de 16,9% da população mundial utiliza internet, ou seja, cerca de 1,1 bilhão de pessoas, hoje este valor deve ser maior devido à grande taxa de crescimento da internet no ano de 2008.

Para que serve:

A internet serve como um dos principais meios de comunicação inventados pelo homem. A capacidade de transmitir dados à longa distância faz com que a internet tenha milhões de adeptos diários. Com a internet se pode transmitir texto, fotos, vídeos, fazer ligações por voz ou vídeo com pessoas do outro lado do mundo instantaneamente.

INTRANET

As empresas estão cada vez mais necessitando de centralização das informações, métodos de comunicação interna para reduzir custos. A intranet possibilita tudo o que a própria internet dispõe.

Porém a principal diferença entre ambas é que a intranet é restrita a um certo público.

Há restrição de acesso, por exemplo, por uma empresa, ou seja, todos os colaboradores da empresa podem acessar a intranet com um nome de usuário e senha devidamente especificados pela coordenação da empresa.

A intranet ainda possibilita você a utilizar mais protocolos de comunicação, não somente o HTTP usado pela internet. Geralmente o acesso a intranet é feito em um servidor local em uma rede local chamada de LAN sigla da língua inglesa que significa Local Area Network (rede de acesso local) instalada na própria empresa.

Definição de intranet:

A intranet é um espaço restrito a determinado público utilizado para compartilhamento de informações restritas. Geralmente utilizado em servidores locais instalados na empresa.

EXTRANET

A extranet seria uma extensão da intranet.

Funciona igualmente como a intranet, porém sua principal característica é a possibilidade de acesso via internet, ou seja, de qualquer lugar do mundo você pode acessar os dados de sua empresa.

A idéia de uma extranet é melhorar a comunicação entre os funcionários e parceiros além de acumular uma base de conhecimento que possa ajudar os funcionários a criar novas soluções.

Comparativo entre as tecnologias:

INTERNET INTRANET EXTRANET
Acesso restrito
Comunicação instantânea
Comunicação externa
Compartilhamento de impressoras
Compartilhamento de dados
Rede local (LAN)

O que é intranet e extranet?

Muitas são as palavras usadas hoje em dia para se referir aos diferentes tipos de rede. A mais usada é internet, mas temos também LAN, intranet e extranet. A final de contas, o que é tudo isso?

Se você está aqui lendo este texto é porque ao menos você sabe o que é a internet.

Se você só sabe para que serve mas não sabe o que é, a internet é uma rede de comunicação de computadores ligados coletivamente através de servidores de acesso.

Dessa forma, você consegue acessar qualquer informação compartilhada nessa rede. Os sites e programas que você acessa são informações que estão localizadas em computadores remotos ligados nessa grande rede.

Conhecendo as Redes e as LANs

Mas, além da Internet, temos outros sistemas de rede, voltados para diferentes fins. A mais conhecida é a LAN, que significa Local Area Network, ou Rede de Área Local. Basicamente é uma rede de computadores conectados localmente. Se você conecta dois ou mais computadores para formar uma rede entre si, isso é uma LAN.

Ela pode servir para compartilhar um mesmo acesso à internet ou ainda para servir de base para um jogo multi-usuário. O maior uso das LANs são nas famosas LAN-Houses, ou lojas que oferecem computadores ligados em rede, seja para compartilhar conteúdos comuns, jogos ou acesso à internet.

Redes Aplicadas aos Negócios

Mas essas redes podem servir para uso comercial e empresarial. Quando é assim, elas recebem o nome de Intranet e Extranet. Mas não é só o nome que difere, mas também o uso, função e acesso.

Basicamente, tanto a intranet quanto a extranet são sistemas de rede construídas sobre o modelo da internet, usando os mesmos recursos como Protocolos TCP/IP, para fazer a conexão entre os computadores, HTTP, para mostrar conteúdos e serviços de rede, SMTP, para serviços de e-mail e FTP, para transferência de arquivos. O que diferencia ambas é a forma de acesso.

O que é Intranet?

A grande questão é que as intranets são redes restritas e fechadas a membros de um grupo ou funcionários de uma empresa. Uma intranet é uma versão particular da internet, que pode ou não estar conectada a esta.

Essa rede pode servir para troca de informação, mensagens instantâneas (os famosos chats), fóruns, ou sistemas de gerenciamento de sites ou serviços online.

Uma intranet pode conectar empregados de uma empresa que trabalham em escritórios diferentes ou pode facilitar a logística de pedidos justamente por interligar diferentes departamentos de uma mesma empresa em uma mesma rede.

O que é Extranet?

Quando alguma informação dessa intranet é aberta a clientes ou fornecedores dessa empresa, essa rede passa a ser chamada de extranet.

Se sua empresa tem uma intranet e seu fornecedor também e ambas essas redes privadas compartilham uma rede entre si, para facilitar pedidos, pagamentos e o que mais precisarem, essa rede compartilhada é conhecida como extranet.

Ainda, se sua empresa abre uma parte de sua rede para contato com o cliente, ou permite uma interface de acesso dos fornecedores essa rede com ele é chamada de extranet.

Conclusão e Revisão

Só lembrando que as intranets e extranets podem não estar conectadas ao resto da internet. Isso vai depender muito dos gerentes e das permissões. Mas, diz-se que se uma intranet está conectada à internet e permite o acesso a partes de sua rede a pessoas fora da empresa, essa rede torna-se uma extranet.

Como vimos, não existem diferenças técnicas entre internet, extranet e internet, somente diferenças de uso. Intranets e extranets são usados por empresas, enquanto a internet é usada por todos nós.

La extranet y sus beneficios para las empresas

  1. IONOS
  2. Startupguide
  3. Productividad
  4. Extranet

La comunicación fluida sienta las bases de una colaboración exitosa, tanto dentro de las empresas como con personas externas a ellas.

Ya se trate de los pedidos a un proveedor o de avisos de producción para algunos clientes, muchas veces es difícil e ineficaz aclarar según qué detalles por teléfono o por correo electrónico.

En ello, una extranet constituye una forma de proveer información interna a un círculo seleccionado de personas. ¿Qué es una extranet y cómo funciona? ¿Con qué objetivos puede implantarse?

La palabra extranet resulta de la combinación entre el vocablo latino “extra” (fuera) y “net” (red), designando así a una red privada y controlada de ordenadores que utiliza la tecnología de Internet para conectar entre sí a un grupo definido de usuarios externos y otorgarles acceso a la red.

Una extranet se utiliza para poner ciertos recursos a disposición de un círculo autorizado, pero no al público general. Algunos posibles usuarios externos son los socios comerciales, los proveedores y algunos clientes.

La implantación de una extranet facilita el intercambio de información más allá de los límites de la empresa, en especial la comunicación entre los empleados de la misma y personas externas.

La extranet es una extensión de la intranet que utiliza la misma tecnología que Internet. Si comparamos los tres conceptos en un marco corporativo, se entienden mejor las diferencias:

  • Intranet: la intranet es una red corporativa que conecta a varios participantes entre sí y permite, de esta forma, el intercambio interno. Acostumbra a estar localizada físicamente en la empresa y los permisos de acceso de cada uno de los integrantes de la red se regulan con controles de acceso, grupos y roles de usuario, por lo que todos los usuarios no tienen acceso a todos los sectores. Esta limitación de los permisos de acceso conviene, por ejemplo, para facilitar cierta información solo a algunos departamentos.  
  • Extranet: una extranet es una red corporativa que comunica a usuarios internos y externos a través de subredes, permitiendo así el intercambio entre empleados de la empresa y personas ajenas a ella. En este caso, el acceso a la extranet no está vinculado a un lugar concreto y los usuarios externos no obtienen acceso a toda la intranet, sino que solo se les permite entrar en ciertas áreas. Aquí también se regula el tipo de información disponible para cada usuario con controles de acceso, grupos y roles, de modo que, por ejemplo, proveedores y clientes tienen permisos diferentes.  
  • Internet: la Red es un conjunto global y abierto de redes de ordenadores. No es una red homogénea, sino que está compuesta por muchas redes, con frecuencia muy diferentes.
Leia também:  Como Se Chama Quem Pratica Esgrima?

Con la implantación de una extranet en una empresa privada, en una organización, en una universidad o en una asociación, se construye una red integral de información que puede integrarse en los procesos corporativos de diversas formas:

  • Tráfico de datos: una extranet facilita el intercambio electrónico de datos, a menudo referido como EDI por las siglas en inglés de Electronic Data Interchange, en los documentos (formularios de pedido, albaranes de entrega) que se envían los socios comerciales. Con esto, los datos pueden compartirse más allá de los límites de la empresa y procesarse sin necesidad de editarlos manualmente. De este modo, los datos pueden enviarse sin depender de sistemas de gestión de mercancías.  
  • Gestión de datos: en una red de este tipo los datos pueden actualizarse con rapidez y ponerse a disposición de los usuarios autorizados, lo que garantiza la actualidad y la transparencia del procesamiento de los datos.  
  • Cooperación: una extranet facilita el uso común de aplicaciones de software y con ello la colaboración con otras empresas.  
  • Comunicación de información: de esta forma pueden anunciarse novedades de interés para ciertos usuarios.  
  • Gestión del conocimiento: los socios pueden compartir el uso de programas de formación o desarrollar aplicaciones en común.

Las empresas también pueden integrar otras funciones para facilitar el intercambio con el exterior, como serían un buscador, un directorio de personal o un servicio de mensajería, aunque también cabría pensar en funciones interactivas como las encuestas o las votaciones.

Desde el punto de vista técnico, extranet e Internet comparten configuración: la comunicación tiene lugar en ambas redes gracias a un conjunto de alrededor de 500 protocolos de red que determinan en base a qué reglas y en qué formato se produce la comunicación. El protocolo de Internet, IP, y el de control de la transmisión o TCP constituyen el fundamento del intercambio de datos.

Las empresas pueden optar por varias formas de implantar una extranet: podría ser una red totalmente autónoma solo accesible por medio de una línea telefónica separada o estar conectada a Internet por medio de mecanismos de protección.

Cuando se intercambian datos sensibles es importante tomar medidas de precaución, no solo respecto a terceros que puedan acceder de forma ilícita a la información interna, sino también a las posibles fugas de seguridad que puedan haber dentro de la misma empresa. Para proteger la extranet y sus datos privados del acceso de personas no autorizadas, suele apostarse sobre todo por dos medidas preventivas:

  • Cortafuegos: un firewall impide el acceso no autorizado desde fuera de la extranet y de la empresa.  
  • Contraseñas: las claves impiden el acceso no autorizado (también dentro de la empresa) a los datos guardados en el servidor.

La protección efectiva de la extranet pasa por un cortafuegos externo que se instala entre sistemas de ordenadores diferentes, lo que le da el nombre de cortafuegos de red o de hardware. Como no se ejecuta en el mismo sistema que debe proteger, como ocurre con un cortafuegos personal, es más difícil manipularlo.

Las redes virtuales privadas o VPN también garantizan una elevada protección.

Una VPN (Virtual Private Network) es una red privada de comunicación en la cual la conexión se realiza por medio de un túnel IP virtual que permite a los integrantes de la red acceder a la intranet de la empresa.

Para salvaguardar la integridad de los datos cuando se utilizan conexiones abiertas, la información se cifra (tunneling), de modo que resulte invisible para otros usuarios de la red pública.

Suele diferenciarse entre dos formas básicas de crear una extranet e integrarla en la comunicación corporativa, y en ambos casos se trata de portales:

  • Portales corporativos: este tipo de portales reúne todas las aplicaciones en una única interfaz de usuario. Esto resulta una gran ventaja sobre todo cuando han de integrarse muchas aplicaciones de extranet diferentes, porque se evita así que el usuario tenga que cambiar entre diferentes modos de manejo y autenticarse varias veces, como ocurriría si tuviera que usar varias aplicaciones diferentes.  
  • Portales para procesos: este tipo de portales orientados a los procesos comerciales más habituales están pensados para llevar a cabo pedidos, cálculos de costes, etc., y pueden, pero no deben, integrarse en el portal corporativo (pueden también utilizarse como aplicación independiente).

Otra alternativa para crear una extranet es utilizar un sistema de gestión de contenidos, si bien la gama de funciones cubierta por el software varía en función del CMS que se utiliza, de modo que si se echaran en falta algunas funciones imprescindibles habría que añadirlas con extensiones. Con todo, conviene saber que implementar y mantener sistemas demasiado complejos requiere cierta especialización técnica.

Si no se está seguro de la solución más adecuada en cada caso, es recomendable acudir a un experto.

Implementar una extranet conlleva muchas ventajas para las empresas, entre ellas facilitar el intercambio de datos entre empleados, tanto si trabajan dentro como fuera de la empresa, y personas ajenas.

Además, como una extranet permite intercambiar grandes cantidades de datos a una gran velocidad, pueden optimizarse muchos procesos.

La reducción del trabajo propio de las aplicaciones ejecutadas de forma manual acostumbra a ir acompañada de un incremento de la productividad y un ahorro de los costes.

Informar sobre el estado de un pedido, por ejemplo, ya no debe hacerse necesariamente por correo electrónico de forma individual a cada cliente: este puede acceder a esta información con sus datos de acceso a la extranet y, como ya no es necesario ningún software extra de EDI, se ahorran costes. Como se ejecutan menos procesos de forma manual, también se reducen las posibles fuentes de error.

En cuanto a la actualidad de los datos, el poder editar fácilmente la información de las bases de datos y estar accesibles en la red para los usuarios otorga una gran transparencia al flujo de trabajo, lo que no solo facilita la comunicación, sino que fortalece la confianza en ambas partes.

Si integra las aplicaciones pertinentes, una extranet también puede adquirir el rol de groupware y permitir la cooperación con los socios comerciales.

Esto permite acceder a documentación compartida como las libretas de direcciones, el calendario de citas o las listas de tareas.

Asimismo, la extranet también ofrece una gran oportunidad para gestionar el conocimiento en común, ofreciendo, por ejemplo, formaciones que pueden resultar interesantes para empleados de varios socios.

Una extranet también tiene aspectos negativos, como son los costes de adquisición del software, aunque no acaban aquí.

A los costes vinculados a la instalación de la red se añaden los costes derivados de su mantenimiento (actualizaciones de software, copias de seguridad, resolución de problemas).

Además, para que una extranet pueda cumplir su propósito ha de mantenerse en buen estado, actividad que realizan bien los empleados de la empresa, bien un servicio externo.

Los empleados también tendrán que aprender a usar estos sistemas, que suelen ser complejos, y durante este proceso de aprendizaje pueden generarse elevados costes de oportunidad, lo que quiere decir que mientras se forman no tienen tiempo para dedicarse a sus tareas laborales. En especial cuando muchos empleados se forman al mismo tiempo, por ejemplo, en la integración de una extranet, esto puede desembocar en una reducción de los ingresos.

Además del factor costes también deben considerarse los posibles riesgos para la seguridad, pues proteger la información sensible de la red de accesos no deseados, tanto externos como internos, obliga a cumplir con unos elevados estándares de seguridad.

Artículos similares

Una intranet permite a los empleados y socios de una empresa el acceso seguro a aplicaciones web dentro de una red corporativa interna.

Para garantizar que no se produce ningún acceso ilícito al contenido interno desde Internet, las empresas suelen instalar cortafuegos y otras tecnologías de seguridad.

La mejor forma de introducir una intranet en tu empresa es implantando las aplicaciones de forma…

Uno de los factores capitales en las estructuras digitales de la empresa moderna es la conexión entre departamentos y trabajadores.

Ya sea en las pymes o en los grandes consorcios, si el tráfico de la información, el conocimiento y el feedback es lento y está lleno de obstáculos, no solo se frena la ejecución de los procesos, sino también el avance y la evolución misma de la empresa. Esto ha…

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*