O Que É A Reflexologia E Como Funciona?

31/07/19

A reflexologia podal é muito mais do que aquela (sempre bem vinda) massagem relaxante para os pés após um dia intenso de trabalho. É uma massagem localizada em pontos estratégicos que, quando ativados, trazem também benefícios para toda a saúde. 

Sim, isso é possível. Estes pontos estratégicos em nossos pés estão conectados com nosso sistema nervoso que, por sua vez, se ligam a todos os órgãos do corpo humano. 

Ao tocá-los da maneira adequada e com a pressão correta, a reflexologia podal sensibiliza áreas que podem auxiliar no tratamento de dores, equilíbrio de emoções e prevenção ao stress.

Quer saber mais? Neste artigo, você poderá entender como funciona a reflexologia dos pés e como aplicá-la em seu dia a dia. 

Como a reflexologia podal funciona  

Como apontamos acima, a reflexologia podal atua no sistema nervoso. Mas como isso acontece? Vamos entender um pouco melhor. 

Segundo Guyton & Hall, o sistema nervoso central contém mais de 100 bilhões de neurônios, que recebem informações diárias através de nossas experiências sensoriais. 

Experiências como o tato e de outros sentidos, por sua vez, podem provocar uma reação imediata ou se armazenar no cérebro, sob a forma de memória, por minutos, semanas ou anos, e futuramente determinar reações no organismo.

Estímulos para o sistema nervoso

O sistema nervoso humano é o mais complexo dentre os animais. Sua função básica é receber informaçõessobre as variações externas e internas e produzir respostas a essas variações.

As variações acontecem através de músculos, glândulas, órgãos, tendões e articulações, ou seja, muitos dos pontos ativados pela reflexologia podal. 

O Que É A Reflexologia E Como Funciona?

  • Dessa forma, as influências externas sobre o sistema nervoso, juntamente com outros sistemas do corpo, contribuem para o equilíbrio do organismo.
  • Atualmente, há até pesquisas indicando a ligação entre o cérebro, o principal órgão do sistema nervoso central, e o nosso sistema imunológico.  
  • A Metafísica da Saúde diz que o sistema nervoso é um receptor e emissor de sinais que possibilita ao ser humano a percepção do que se passa tanto dentro do próprio organismo quanto fora do mesmo, ou seja, é o elo consigo mesmo, que proporciona a percepção individual, situando a pessoa em sua própria vida, promovendo a consciência de si.

Reflexologia podal e estilo de vida

A dificuldade de contrabalancear as tensões do dia a dia ocorre principalmente por causa da sobrecarga de tarefas e do medo de expressar opiniões e emoções. Dessa maneira acabamos sobrecarregando nosso organismo tornando-o vulnerável.

Quando nosso corpo atinge seu limite, pode ocorrer o comprometimento da função muscular e limitação dos movimentos, afetando também outras funções como respiração, atividades do intestino e do sistema urinário. 

Não à toa, há tantos tipos de massagens para aliviar dores e relaxar. Todas são bem vindas, mas… como prevenir tais problemas de saúde? 

É aqui que entram os benefícios da reflexologia podal: para evitar tais reações do sistema nervoso ao levar impulsos nervosos certos para a coluna espinal que, por sua vez, distribuirá esses impulsos para a área do corpo que mais precisa. 

Benefícios da reflexologia podal

Os impulsos nervosos vindos da coluna atingem todos os órgãos, funções e partes do corpo humano. Quando a reflexologia podal estimula a região do pé correspondente à área espinal, os efeitos se refletem no corpo inteiro. 

Por tudo isso, os benefícios da reflexologia podal são inúmeros. Conheça alguns deles:

  • Alivia dores musculares 
  • Alivia dores nas articulações
  • Combate o stress e problemas emocionais
  • Melhora o trato digestório
  • Melhora o trato respiratório

Entretanto, os benefícios da reflexologia aplicada nos pés não se limitam em trabalhar apenas a coluna para aliviar dores, nem em trabalhar apenas os sintomas. 

Uma vez que o corpo humano funciona como um todo integrado, localizar as áreas delicadas e aliar a pressão e a técnica adequada por meio da reflexologia potencializará diversos resultados pretendidos.  

Há contraindicações?

Ainda que existam inúmeros benefícios, a reflexologia podal não pode ser feita indiscriminadamente. Essa prática pode ser contraindicada em algumas situações como:

  • Em casos de hemorragia; 
  • Nos dias do período menstrual;
  • Na gestação;
  • Em pacientes com osteoporose;
  • Em doenças graves do coração.

Como a reflexologia podal é feita

Normalmente a duração da massagem nos pés leva de cinco a dez minutos por área acionada. Porém, isso varia de acordo com o profissional e o estado do organismo do indivíduo. 

A sessão de reflexologia pode ser aplicada a cada dois dias quando houver necessidade ou semanalmente para auxiliar na manutenção da saúde.

É importante lembrar que a prática deve ser feita por um profissional especialista, que tenha passado por cursos de reflexologia podal reconhecidos, e que conheça bem o corpo humano e suas funções. Dessa forma, esse profissional deve sempre avaliar seu cliente, para que sejam averiguados os riscos ou contraindicações.

Experimente fazer a reflexologia podal em casa

Confira os 5 passos um exercício de reflexologia podal que você mesmo pode fazer: 

  1. Para o início do tratamento, localize nos pés a região correspondente à coluna (região interna dos pés); 
  2. Massageie então com o polegar em movimento ascendente;
  3. Utilizando o indicador, trabalhe também em sentido ascendente na região da coluna cervical (parte lateral externa do hálux, mais conhecido como dedão);
  4. Ao passar pela área do cérebro (parte acima do hálux, isto é, a região superior da unha), deslize com o polegar até contemplá-la por inteiro;
  5. Para finalizar, apoie o pé de maneira confortável e trabalhe a região da coluna em movimento descendente;

Ah, lembre-se: todos os movimentos devem ser realizados em ambos os pés.

Saúde além da reflexologia podal

A reflexologia podal é uma poderosa aliada para promoção da saúde integral e alívio das dores. Entretanto, não é a única maneira de prevenir tais problemas, e não pode ser feita sem ajuda de um especialista. 

Quer uma alternativa? Confira aqui nosso curso de yoga para alívio de desconfortos do dia a dia. São exercícios simples e eficientes, que você pode aprender online e fazer em casa.

O Que É A Reflexologia E Como Funciona?

O que é a Reflexologia e como funciona – Portal Educação

O Que É A Reflexologia E Como Funciona? MEDICINA

05/09/2012

A Reflexologia é classificada atualmente, como uma ciência que se baseia em estudos fisiológicos e neurológicos. Além de ser também uma arte, porque depende da habilidade com que o terapeuta aplica o seu conhecimento.

Através de sua técnica suave e extremamente eficaz de massagem terapêutica, conquistou um lugar de destaque e fascínio, no campo da medicina complementar.

Entre outros benefícios, a Reflexologia, busca o bem estar através de teorias holísticas. O termo “holístico” é derivado da palavra grega holos, que significa “inteiro” e, assim, procura tratar o indivíduo como um todo, constituído de corpo, mente e alma.

  • Em Reflexologia, o tratamento de uma doença não se concentra especificamente nos sintomas apresentados pelo cliente, mas em encontrar a causa daquela patologia.
  • De acordo com a medicina oriental, e holística, o não tratamento da causa de uma doença implica em alterações energéticas que se manifestam fisicamente.
  • A aplicação da Reflexologia é feita através de uma técnica específica de pressão que atua em pontos reflexos precisos dos pés com base na teoria de que as áreas reflexas dos pés correspondem a todas as partes do corpo.

Por tanto, não deve ser confundida com a massagem básica dos pés ou com a massagem corporal. Cada parte do corpo e cada função orgânica, possue seu ponto reflexo correspondente nos pés.

Se um órgão ou função orgânica estiver comprometida, os pontos reflexos daquela área, estarão mais sensíveis ao toque, e o cliente poderá referir dor durante a palpação dos pontos ou mesmo durante a pressão exercida durante o atendimento.

Os pés representam um mapa do corpo, com todos os órgãos, glândulas e membros, que estão dispostas também nas mãos e orelhas. Mas no Brasil, o uso da Reflexologia nos pés, é mais comum.

Usando estas técnicas específicas de aplicação de pressão sobre estas áreas, ocorrem mudanças fisiológicas no organismo, na medida em que o próprio potencial de cura de cada pessoa é estimulado. Dessa maneira, os pés podem desempenhar um papel importante para se conquistar e manter uma saúde melhor.

No entanto, para se praticar Reflexologia, é desnecessário a utilização de qualquer equipamento. O uso das mãos e principalmente da polpa dos dedos, é suficiente para um bom atendimento.

Com um pouco de sensibilidade, determinação e um toque firme e preciso, uma sessão de Reflexologia, proporcionará bem estar, relaxamento e bons resultados.

O bom relacionamento entre o beneficiário e o terapeuta é um importante aspecto do tratamento. O terapeuta atua para aliviar o sofrimento do paciente, e assim, procura aumentar o potencial de cura do cliente.

O Reflexologista deve ter como meta, durante um tratamento, alcançar o equilíbrio energético perdido. E assim, devolver ao seu cliente a homeostase corporal natural.

Citando Kevin e Bárbara Kunz, em seu livro The Complete Guide to Foot Reflexology: “Se a reflexologia nunca conseguisse nada além do que combater o stress com relaxamento, ela estaria servindo muito bem aos seus propósitos.”

Quando conseguimos proporcionar, através da massagem o relaxamento corporal, se torna mais fácil, utilizando a Reflexologia e encontrar os pontos em que existem mais ou menos energias acumuladas. E assim, iniciar um bom tratamento, com a certeza de sucesso a ser alcançado.

Sendo assim, concluímos que a Reflexologia tem por principal objetivo, tratar o corpo como um todo e esforça-se por chegar à causa da doença. Sem tratar apenas dos sintomas.

Desta forma, podem ser obtidos resultados satisfatórios em um tratamento de Reflexologia, assim como em qualquer outra especialidade, onde o mais importante é conscientizar o cliente que sua participação é essencial.

A responsabilidade do cliente jamais deve ser deixada de lado. Assim como na medicina ocidental, se o doente não tomar o medicamento receitado, não encontrará cura.

Leia também:  Como Saber Quanto Tempo De Gravidez?

Em Reflexologia, não se administram medicamentos, a mente é quem faz este papel. E acredite, seu poder de cura pode ser maior do que qualquer outro tipo de tratamento.

Ainda que o Reflexologista seja compreensivo, atencioso e dedicado ao bem-estar de seu cliente, nenhum terapeuta ou outra pessoa, poderá tomar a decisão de que a cura será alcançada

Para obter ou chegar o mais perto da cura, o cliente tem que ter como neta , é fundamental a disposição de se livrar da doença e adotar uma conduta de confiança no tratamento. O paciente precisa assumir essa responsabilidade para conseguir alcançar o objetivo de atingir o pleno equilíbrio energético.

Se o Reflexologistas conscientizar seu cliente da importância de se desenvolver o pensamento positivo e a força de vontade, já é um bom começo para se programar a mente a buscar a cura.

O corpo humano é uma máquina poderosa que tem a função de manter todos os nossos sistemas em perfeito funcionamento. Mas é a mente quem controla nossas emoções.

O stress do dia a dia, a falta de tempo para ouvirmos as necessidades de nosso organismo, muitas vezes nos leva a adiar os sintomas de uma doença, que vão se manifestando pouco a pouco.

Se prestarmos mais atenção na linguagem corporal, com certeza iremos conseguir identificar os sintomas de falência de energia de algum sistema orgânico, e desta forma procurar a solução antes que a doença atinja se desempenho natural.

Somos uma máquina. Como um carro em funcionamento! Se uma parte não está funcionando adequadamente, o carro todo sofre e tem de ir para uma oficina receber uma regulagem.

A Reflexologia pode ser considerada o equivalente a essa regulagem. E como você não pode trocar o seu corpo por um novo, assim como faria com um carro; faz sentido tratar corretamente aquele que você tem.

O Reflexologista não cura, somente o corpo é capaz de exercer essa função.. Mas a Reflexologia ajuda a equilibrar todos os sistemas corporais, estimulando uma área pouco ativa e acalmando uma área hiperativa, ou sendo inofensiva para as áreas que estão funcionando adequadamente.

Os sistemas corporais estão relacionados entre si, então qualquer desarmonia em um destes sistemas, irá alterar o coro por inteiro.

Reflexologia

A reflexologia é uma técnica que consiste em aplicar pressão em pontos específicos dos pés (e por vezes das mãos) com o objectivo de promover o relaxamento e melhorar o bem-estar geral.

Os defensores desta terapia acreditam que a planta dos pés é um mapa codificado de todo o organismo e que determinados pontos correspondem a órgãos, a glândulas e a estruturas do corpo.

Ao pressionar estes pontos com os dedos estimulam-se as áreas correspondentes.

As origens

As origens desta terapia são imprecisas, mas ilustrações e outros registos revelaram que povos antigos como os chineses ou egípcios utilizavam a pressão em pontos dos pés e das mãos para promover o bem-estar.

A reflexologia moderna surge no início do século XX a partir da chamada “terapia zonal”, devido ao interesse de um otorrinolaringologista americano, Dr. William Fitzgerald. Este médico defendia a ideia que a pressão em determinados pontos dos pés e das mãos desencadeava benefícios noutras “zonas” correspondentes do organismo.

Mais tarde, nos anos 30, a fisioterapeuta Eunice Ingham, aperfeiçoou e desenvolveu um complexo mapa, associando pontos específicos do pé a órgãos com os quais considerava que estavam interligados. Esta terapeuta afirmava que exercendo pressões e massagens em pontos determinados do pé não só era possível reduzir dores, como aumentar o bem-estar geral.

Os mapas que descrevem as zonas reflexas dos pés são ainda hoje utilizados.

Como funciona

Não se sabe exactamente como funciona a reflexologia, para além do acto físico de estimular as terminações nervosas dos pés.

Contudo, existem várias explicações possíveis: desbloqueio e aumento do fluxo da energia vital do organismo; estimulação dos pontos dos meridianos de acupunctura; relaxamento da musculatura profunda e redução da tensão e do stresse; aumento da circulação cardiovascular e linfática; redução da dor por estimulação da produção de endorfinas (substâncias produzidas no cérebro que originam sensação de bem-estar e prazer);

O que acontece numa sessão de reflexologia

Os terapeutas massajam todas as zonas reflexas dos pés, provocando um aumento da circulação sanguínea nas áreas do corpo correspondentes, pretendendo assim beneficiar todo o organismo e não só a parte em que a massagem se aplica (os pés e/ou as mãos). O número de sessões pode variar, dependendo da necessidade e cada consulta tem a duração de 30 a 60 minutos.

Benefícios

A reflexologia é uma terapia holística, pois trata o problema como um todo. É recomendada como uma terapia complementar e nunca como a principal forma de tratamento.

É particularmente benéfica em casos de problemas provocados pelo stresse, como as dores de cabeça ou problemas digestivos e em alguns casos de situações crónicas sem tratamento médico definitivo, como por exemplo a síndrome pré-menstrual, as enxaquecas e cólon irritável.

Descubra os benefícios da reflexologia para o seu bem estar

Já ouviu falar na reflexologia podal? Nossos pés possuem pontos que correspondem a outras partes do corpo. A técnica dessa massagem consiste em aplicar diferentes pressões sobre esses pontos, que são zonas reflexas de órgãos ou regiões específicas, com o objetivo de atuar na prevenção e no auxílio ao tratamento de disfunções de cada uma dessas partes.

Ela é feita depois que o massoterapeuta observa e sente os pés do paciente, alisa cada um com a ajuda de um creme ou óleo e reconhece os seus pontos. A massagem começa e termina no plexo solar e deve ser feita em sincronia com a respiração do paciente.

Como funciona a reflexologia

Além de dissolver os cristais de ácido úrico e cálcio depositados nos membros inferiores, a pressão e estímulo nos pontos dos pés promovem o relaxamento do corpo, a melhora da circulação sanguínea e o equilíbrio dos órgãos e glândulas. A massagem ativa a capacidade do corpo de se recuperar e se curar.

Existem, basicamente, duas explicações para o funcionamento dessa técnica: para os orientais, o efeito acontece graças ao fato de os movimentos possibilitarem que a energia c’hi circule por todo o corpo; já os ocidentais, embasados na Medicina, acreditam que a eficácia da massagem é consequência de o restante do corpo estar ligado aos pés pelas terminações nervosas.

Especificidades

O estilo de vida e o estresse do dia a dia têm sido a principal causa da maioria dos problemas de saúde, por isso a reflexologia destaca-se entre os outros tipos de massagens, pois, além de promover o relaxamento no local onde é aplicada, é capaz de solucionar problemas emocionais e físicos. Essa massagem tem sido considerada a melhor alternativa para a redução do estresse e alívio de sensações como medo, raiva, nervosismo e tensão.

Áreas em que atua

A reflexologia provoca mudanças fisiológicas no corpo, que responde através do cérebro, da pele e das vísceras. Dessa forma, ela atua no trato de dores, infecções, problemas no sistema digestivo, doenças inflamatórias, disfunções ginecológicas e urogenitais, além de problemas como depressão, insônia e ansiedade.

Alguns exemplos de problemas nos quais a reflexologia é capaz de atuar:

  • Dores: torcicolo, dores musculares, dor de cabeça e na coluna.
  • Infecções: asma, bronquite, rinite alérgica, pneumonia e resfriados.
  • Inflamações: cistite, amigdalite e sinusite.
  • Doenças gastrointestinais: gastrite, azia, má digestão e prisão de ventre.
  • Distúrbios osteomusculares: artrite, artrose, fibromialgia, reumatismo, tendinite e osteoporose.

A técnica não tem contraindicações com relação à idade, podendo ser aplicada tanto em bebês como em idosos. Gestantes também podem aproveitar os benefícios da reflexologia, que é indicada também para pacientes oncológicos, tanto para o alívio de dores quanto da tensão.

Principais benefícios

Além da redução do estresse, a reflexologia possui vários outros benefícios, dentre os quais podemos destacar:

  • Alívio de dores;
  • Melhora da circulação sanguínea;
  • Estímulo do sistema imunológico;
  • Livra o corpo de toxinas;
  • Estímulo dos nervos;
  • Ajuda na recuperação pós-cirúrgica.

Viu como a reflexologia tem muitas vantagens e benefícios? Restou alguma dúvida sobre o assunto ou tem algo a acrescentar? Deixe no espaço para comentários!

Por que a Reflexologia Podal funciona?

A célula é a menor estrutura do corpo humano, mas ainda assim controla todos os processos que definem a vida, dentre eles o movimento, a respiração, a digestão e a reprodução. É incrível como tudo em nosso corpo seja influenciado por nossa constituição celular.

Toda doença do corpo pressupõe algum distúrbio das células correspondentes. É essencial que as células e o local de atuação destas, estejam saudáveis.

A Terapia Podal acelera o envio de oxigênio e nutrientes para as células tornando-as mais saudáveis e acelera o processo de remoção das toxinas e detritos do corpo, o que previne diversas doenças.

  • Muitas vezes, quando os intestinos, que tem a função de eliminar as toxinas através das fezes, não estão funcionando devidamente, e ao invés de eliminar, absorvem mais toxinas.
  • Muitos problemas de pele ocorrem devido ao excesso de toxinas no corpo, como forma de defesa orgânica, o corpo reage exteriorizando essas toxinas através da pele como nos ensina o Terapeuta Naturalista Jaime Bruning.
  • A Terapia Podal regulariza o sistema digestório, por isso é comum que durante a sessão de reflexologia podal, os intestinos comecem a trabalhar, há casos que é necessário interromper a terapia para o cliente ir ao banheiro.
Leia também:  Como Calcular Quanto Vou Pagar De Luz?

A Terapia Podal acelera a eliminação das toxinas e ajuda a levar suprimento para todas as células inclusive as células da pele, promovendo a revitalização. No Japão é comum utilizar a Terapia Podal para potencializar os tratamentos estéticos.

A Terapia Podal auxilia na distribuição e absorção de vitaminas e minerais pelos ossos. Pode também aliviar as dores articulares e acelerar a reparação de ossos fraturados.

Quando uma pessoa realiza um esforço muscular muito intenso, é comum que fique cansada e sinta dores na região muscular mais solicitada. É a fadiga muscular, que ocorre devido ao acúmulo de ácido lático no músculo.

A Terapia Podal pode acelerar a recuperação removendo o ácido lático.

A Terapia Podal ajuda a desobstruir os percursos neurais e a controlar os níveis de estresse, além de reduzir a dor pela liberação de endorfinas (um analgésico natural) do sistema.

A Terapia podal pode ajudar na distribuição e no equilíbrio dos hormônios no corpo, O tratamento atua de modo não invasivo nas glândulas endócrinas, ajudando a regular a produção de hormônios. Um tratamento efetivo pode aumentar os níveis de energia, estabilizar o humor e aliviar os problemas da menstruação e da menopausa.

O estresse e o sistema endócrino estão estreitamente associados; portanto, as condições endócrinas que a reflexologia pode aliviar com mais sucesso são os estados de tensão.

  1. A massagem estimula a circulação, evitando um fluxo sanguíneo lento, que pode estimular a formação de coágulo.
  2. O relaxamento promovido pela Terapia Podal ajuda também a evitar pressão alta, a angina, o infarto e o derrame cerebral.
  3. Entre as Terapias Alternativas, a Reflexologia Podal é a principal terapia para melhorar a circulação sanguínea do corpo, por atuar diretamente na região onde a circulação sanguínea é mais deficiente, os pés.
  • Tratamento regular pode fortalecer o sistema linfático, e com isso o corpo terá maior capacidade para combater doenças e infecções.
  • A Terapia Podal reduz a frequência de resfriados e mantém nosso corpo saudável por mais tempo.
  • Ajuda a livrar o corpo de excesso de fluidos que podem se acumular em determinadas partes, sobretudo membros inferiores.

Terapia Podal pode ajudar a melhorar a função do diafragma e dos pulmões aumentando a quantidade de ar absorvida e de resíduos eliminados. Também colabora na distribuição do oxigênio pelo corpo.

Isso acontece porque uma pessoa calma respira mais profundamente, ao contrário da pessoa nervosa.

O sistema digestivo é parte importante das sessões de tratamento. Depois de uma sessão de Terapia Podal é comum os intestinos entrarem em movimento para limpar o cólon. Às vezes os detritos ali acumulados elevam as taxas de colesterol e estrogênio no corpo.

Quando uma pessoa sofre de constipação, toxinas serão absorvidas e podendo causar dores de cabeça.

A eliminação total dos resíduos garante uma saúde melhor e uma sensação mais intensa de bem-estar, além do pleno aproveitamento das substâncias nutritivas contidas nos alimentos.

Quando ativamos a circulação sanguínea, maior volume de sangue passa pelos rins, em seguida filtram o sangue e separa os resíduos e substâncias estranhas (toxinas) que serão expelidas através da urina.

O Processo de reprodução humano é bastante complexo. Para que se chegue à gravides, a ovulação e a fertilização tem de estar em equilíbrio.

A Terapia Podal ajuda a equilibrar os hormônios, produzir um esperma mais saudável e regularizar a ovulação.

  1. A Terapia Podal proporciona uma infinidade de benefícios para a sua saúde, física, energética e emocional, o objetivo principal da Terapia Podal é levar o corpo ao seu estado de equilíbrio natural, ou seja, a Homeostase.
  2. A mudança no corpo já pode ser sentida logo na primeira sessão da Terapia Podal, a sensação de bem-estar é imediata.
  3. Outra grande vantagem dessa técnica é que pode ser aplicada em qualquer lugar, não é necessário que seja em um luxuoso SPA, não sendo necessário investir em equipamentos e produtos caros, basta estar em um local agradável e seguro.
  4. Todos podem aprender a técnica da Terapia Podal para aplicar em seus familiares e amigos, muitos se encantam com os resultados, e acabam se profissionalizando.
  5. A Terapia Podal é uma técnica versátil, simples e muito eficiente, por isso a técnica perdura há mais de 5000 anos e vem crescendo a cada dia.
  6. Espero que tenha apreciado o presente artigo, estamos sempre à disposição para tirar qualquer dúvida ou ouvir sugestões.
  7. Compartilhe esse artigo com seus amigos e familiares para que mais pessoas possam se beneficiar dessa maravilhosa Terapia.

Até breve! muita saúde e felicidades.

Issao Tobioka

  1. Father Josef Eugster & Dr. Eugene Cheng, New Foot Reflexology, Taiwan: Cosmax, 2007.
  2. Hang Xion Wen, Maria Kuabara, Reflexologia Podal, São Paulo: Ícone, 2007.
  3. Keet, Louise, A Bíblia da Reflexologia, Brasil: Pensamento, 2011.
  4. Ann Gillanders, Guia Completo de Reflexologia, Brasil: Pensamento, 2015.
  5. Revista Superinteressante, Brasil: Editora Abril, fevereiro de 1999.
  6. Imar Crisógno Fernandes, Andar Descalço: Canal Youtube, abril de 2017.
  7. Jaime Bruning, Doenças de Pele: Canal Youtube.
  8. Gerard J. Tortora, Bryan Derrickson, Princípios de Anatomia e Fisiologia, Brasil: Guanabara Koogan, 12ª Ed. 2010.

* Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas.

Receba conteúdos Incríveis sobre Reflexologia Podal.

Fique tranquilo(a), não enviamos Spam.

Conheça os benefícios da reflexologia nos pés

Por meio de uma técnica suave e eficaz de massagem terapêutica, a reflexologia conquistou um lugar de destaque na medicina complementar. Atuando na prevenção e tratamento de doenças e disfunções do organismo a reflexologia ainda pode aumentar o relaxamento e melhorar o sono. Mas você sabe o que é reflexologia e quais são seus benefícios?

O QUE É REFLEXOLOGIA

A reflexologia é uma técnica de massagem que utiliza a pressão em pontos específicos dos pés, mãos e orelhas que correspondem a órgãos e outras regiões do organismo. Os profissionais costumam utilizar gráficos para orientar a região específica de correspondência.

Indicada para todas as pessoas, a técnica da reflexologia não deve ser confundida com uma massagem básica, pois tem a função de procurar desequilíbrios de energia que se manifestam por sensibilidade no ponto. De forma simples, natural e não-invasiva a reflexologia visa estimular forças de cura do corpo, proporcionando bem-estar emocional e físico.

PONTOS DE REFLEXOLOGIA

A técnica é dividida em três pontos que correspondem à região onde a massagem será feita. Cada ponto funciona como um mapa do corpo. São elas:

  • Reflexologia podal: visa estimular pontos específicos das plantas dos pés, que pode proporcionar alívio de dores, relaxamento e melhora na circulação sanguínea.
  • Reflexologia quirodal (das mãos): ligada diretamente com os pontos das mãos, a reflexologia quirodal promove o relaxamento físico e mental.
  • Reflexologia facial: relaxa e tonifica os músculos da face; pode ou não incluir as orelhas e contribui para o bom funcionamento de órgãos e articulações.

A mais conhecida é a reflexologia podal, por apresentar amplitude de pontos de pressão. São indicadas, pelo menos, 10 sessões para atingir os benefícios, apesar de ser possível sentir seu efeito positivo no organismo, ainda nas primeiras sessões.

REFLEXOLOGIA NA MEDICINA INTEGRATIVA

A medicina integrativa tem como intuito colocar o paciente como ator principal dos seus cuidados, buscando diversos profissionais e métodos para compor seu tratamento. Associada à medicina tradicional, a medicina integrativa permite a interdisciplinaridade, com práticas meditativas e de reflexologia, por exemplo.

É importante que a reflexologia não substitua nenhum tratamento e sim auxilie no cuidado. Integrada à medicina tradicional, a técnica pode diminuir dores corporais, eliminar inflamações, controlar problemas gastrointestinais, melhorar estresse, ansiedade e até a depressão.

Apesar de ser indicada para todas as pessoas, independente do sexo e da idade, a reflexologia não deve ser indicada por pessoas que utilizam marca-passo, pois alguns pontos estimulados podem acelerar os batimentos cardíacos e apresentar complicações ao paciente.

A reflexologia não cura, apenas equilibra os sistemas corporais para que eles possam exercer essa função, estimula uma área pouco ativa e relaxa uma área hiperativa, sendo assim inofensiva para áreas do corpo que estão funcionando corretamente. Diversos estudos apontam a efetividade dessa técnica que vem ganhando cada vez mais espaço na medicina complementar.

Reflexogia podal

A reflexologia podal funciona atuando sobre os pontos meridianos reconhecidos pela acupuntura e, portanto, proporciona benefícios essenciais para uma boa saúde corporal e mental.

Mas além destes pontos essenciais, a técnica trabalha também, no relaxamento dos músculos, tendões e articulações. Alguns tipos de reflexologia podal como, a reflexologia chinesa, tailandesa, francesa e a zonoterapia (que atua sobre as zonas dos pés), utilizam também óleos essenciais.

Os pontos meridianos estão relacionados à energia do corpo, ou, energia Chi, quando esta energia se acumula em determinado ponto pode causar dor, mal estar e sofrimento.

O QUE É

A técnica atua desbloqueando a energia vital, favorecendo a circulação sanguínea e o sistema imunológico do corpo. Consiste na aplicação de pressão em regiões específicas dos pés.

A arte milenar chinesa identificou os pontos relacionados com cada órgão do corpo, e utiliza essa técnica como forma de prevenir ou tratar doenças e transtornos de saúde, estresse e problemas psicológicos.

A pressão nesses pontos faz com que o cérebro crie uma ação em cadeia que acaba ativando as glândulas relacionadas. As glândulas, por sua vez, liberam as secreções necessárias que deverão proporcionar a cura.

O sangue leva para todos os nossos órgãos uma quantidade essencial de nutrientes para que eles se mantenham saudáveis. Ao estimular a circulação sanguínea favorecemos que estes órgãos recebam uma grande quantidade de nutrientes. Além disso, nosso sistema de vasos linfáticos também passa a ser estimulado aumentando a imunidade do corpo contra infecções.

  • BENEFÍCIOS DA REFLEXOLOGIA PODAL
  • Entre os benefícios da reflexologia podal, podemos destacar a melhora do metabolismo, alívio da prisão de ventre e seus sintomas desagradáveis, melhora de dores de estômago, alívio de dores nas costas ou na coluna, alívio de dores nos pés, e melhora do desequilíbrio hormonal.
  • A dor nos pés geralmente é um sinal de problema na coluna, que desencadeia outros tipos de sintoma como dores de cabeça, todos estes sintomas relacionados podem ser tratados com eficiência a partir desta técnica.
  • É um tipo de massagem que também favorece o equilíbrio da mente, o relaxamento, e mantém a saúde em melhor estado.
  • ALGUMAS INDICAÇÕES:
  • – Prisão de ventre
  • – Alteração da pressão arterial
  • – Constipação
  • – Dor na coluna
  • – Labirintite
  • – Inchaço nas pernas
  • – Cálculos renais
  • – Asma
  • – Hipertensão
  • – Colesterol
  • – Tireoide
  • CONTRAINDICAÇÕES DA REFLEXOLOGIA PODAL
  • As contraindicações da reflexologia se aplicam em casos de pessoas com diabetes que apresentem machucados nos pés, mulheres em gestação, pessoas que fazem uso do marca-passo, pessoas em processos de alergia na pele ou dermatite, pessoas que apresentam varizes expostas, trombose ou fraturas.
Leia também:  Como Escolher Os Programas Que Iniciam Com O Windows 7?

Reflexologia: conheça os benefícios da técnica nos pés e nas mãos e aprenda como fazer em casa

Você já ouviu falar em reflexologia? Para amenizar o estresse em casa, principalmente durante a quarentena, além de praticar atividades que envolvem o corpo e a mente, como yoga e meditação, a reflexologia é uma excelente opção.

Esse método estimula de forma precisa as terminações nervosas, proporcionando equilíbrio e bem-estar físico e emocional.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, o DermaClub entrevistou o reflexoterapeuta Edivaldo Dias, que explicou os benefícios dessa tática e como praticá-la nos pés e nas mãos.

O que é reflexologia? É um tipo de massagem?

Reflexologia é o estudo dos reflexos. De acordo com o especialista, é uma técnica curativa holística e, especificamente a reflexologia podal, é um método complementar pautado na anatomia e fisiologia humana.

“Ela identifica, previne e trata distúrbios fisiológicos e desequilíbrios emocionais (causas e sintomas) através de estímulos por pressão nas terminações nervosas em pontos específicos dos pés e das mãos”, esclareceu.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Edivaldo ainda ressalta que não se trata de uma massagem, como muitas pessoas pensam, embora inicialmente se apliquem manobras ‘relaxantes’ antes de iniciar a pressão dos pontos. “A reflexologia é uma técnica de tratamento para questões físicas e emocionais, estimulando plexos nervosos relacionados aos órgãos e emoções sob radar do tratamento”, apontou.

Quais são os benefícios da reflexologia para o corpo e bem-estar?

– Desenvolver e melhorar o autoconhecimento;- Agindo sobre o sistema nervoso, elimina acúmulos de sangue nos plexos nervosos dos pés, restabelecendo a comunicação entre cérebro e todo organismo;- Ajuda a equilibrar os sistemas, estimulando um ponto (órgão) pouco ativo e atenuando uma área muito ativa;- Promove consciência do estado de saúde (física e emocional) do paciente através do toque, pois por ele sentimos os pontos de carência que podem estimular reações no corpo, e se manifestar em até 24 horas após a sessão;

– Melhora da saúde e bem estar geral, como influência na atividade intestinal, qualidade do sono e muito mais.

Como a reflexologia é feita no corpo? Qual é a diferença da técnica feita nos pés e nas mãos?

O especialista estimula através da pressão de pontos mapeados, com uma ferramenta chamada ponteiro ou com o próprio dedo.

“Os estímulos nos terminais nervosos dos pés, por exemplo, dissipam as concentrações sanguíneas, restabelecendo a conexão comunicativa entre o órgão e o cérebro e informando-o da necessidade de enviarem defesas para o órgão afetado”.

Edivaldo revela que a técnica feita nos pés tem um efeito mais rápido e eficaz do que aquela aplicada nas mãos, por isso acaba sendo a mais utilizada ultimamente.

Como praticar a reflexologia em casa?

A reflexologia é feita pressionando os próprios pontos dos pés e das mãos de acordo com os mapas dos pontos, usando o ponteiro e o uso dos próprios polegares. O profissional indica alguns movimentos que você pode fazer em casa para aliviar a tensão e o estresse durante a quarentena:

Reflexologia podal (nos pés)

Para liberar a tensão da cabeça e do pescoço: com os dedos das mãos entrelaçados com os dos pés, junte-os com pressão, fazendo movimentos de leve rotação.

Para relaxar o diafragma: com a mão direita no dorso do pé esquerdo, puxe-o contra o polegar da mão esquerda, que pressionará e caminhará como uma “minhoca” na linha divisória na almofada superior no sentido para o quinto dedo do pé, alternando com movimentos de “puxa e solta” da mão direita, com pressão.

Reflexologia palmar (nas mãos)

Para aliviar o estresse: junte a ponta dos dedos das duas mãos e aplique uma leve pressão entre eles, com movimentos de pulsação. Você também pode massagear a ponta de cada dedo com o polegar até se sentir mais tranquilo.

As manobras podem ser feitas com auxílio de um creme, loção ou óleo hidratante que você tenha em casa.

A reflexologia pode ser aplicada com frequência. Em geral, as sessões são semanais para um tratamento eficaz, mas, havendo disponibilidade, ela pode ser feita sempre que necessário. “Por exemplo, entre uma sessão e outra, se o paciente se sente estressado, angustiado, e nos procura, podemos aplicar a técnica”, finalizou.

Este artigo tem a participação de:

Edivaldo Dias, reflexoterapeuta comportamental desde 2008.

Publicada em: 26 de Fevereiro de 2020 Modificada em: 22 de Abril de 2020

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

continuar lendo

Você sabe o que é reflexologia podal e para que ela serve?

A técnica utiliza estímulos de pressão na sola dos pés, seguindo um mapa que indica a qual órgão cada ponto específico se refere e se baseando no princípio de que todo o organismo está conectado por canais de energia.

Entre seus benefícios estão o alívio de dores em todo o corpo, relaxamento e equilíbrio da energia vital. A terapia é indicada para quem sofre de stress, depressão, problemas de circulação sanguínea e até questões cardíacas.

Sua técnica natural parte do princípio de que há mais de 15 mil nervos passando pelos pés, e que todos eles causam reflexos em diferentes partes do corpo.

A massagem, então, teria a função de acalmar o sistema nervoso, acionando pontos de relaxamento e identificando regiões de sensibilidade ou dor como sinal de alerta para um possível desequilíbrio da energia do corpo.

Leia também: Chinelo ortopédico: como descobrir se está na hora de usar

A reflexologia podal pode ser feita a partir de diversas variações de uma mesma técnica.

Há formas de executá-la com bambus ou outras ferramentas, mas a mais comum baseia-se no uso dos dedos polegar ou indicador para exercer os pontos de pressão.

A partir do mapeamento de cada zona da sola do pé, os dedos podem realizar os estímulos como pontos de energia e sensibilidade, refletindo nos órgãos vitais.

Também conhecida como massagem chinesa nos pés, a terapia surgiu há muitos séculos no oriente e é utilizada para amenizar dores e complementar outras técnicas, como reike e shiatsu.

A reflexologia podal é reconhecida pelo Ministério da Saúde como uma terapia alternativa, com eficácia comprovada para prevenir o stress, identificar problemas no funcionamento do organismo e relaxar o corpo.

É indicada para problemas diversos, entre eles:

  • Dor na coluna
  • Pressão alta
  • Asma
  • Tireoide
  • Prisão de ventre

As sessões costumam durar aproximadamente 40 minutos e devem ser preferencialmente aplicadas por especialistas na área.

Porém, uma das grandes vantagens da reflexologia podal é o fato de poder ser feita pela própria pessoa, sem necessidade de recursos ou ambientes especiais.

Basta entender os pontos e como eles se refletem em cada órgão e aplicar a massagem nas regiões dos pés mais importantes para você.

Faça um teste

Encontre com seus dedos das mãos a base inferior dos dedos centrais do pé direito. Essa região corresponde aos ouvidos e ao pescoço. Faça uma pequena pressão sobre o ponto e sinta como está a área: se você notar buraquinhos na região, significa que há falta de energia nesses órgãos.

No caso de bolinhas mais duras, o indicador mostra que há excesso de energia. Em ambos os casos, você pode fazer pequenos movimentos circulares na região dos pés, por pelo menos 20 segundos, ou aperte e segure contando até 10.

A região vai, aos poucos, relaxando e amenizando os incômodos e dores nos ouvidos e no pescoço.

Assim funciona com toda a sola do pé: cada região corresponde a um órgão diferente do organismo. Isso demonstra a importância que nossos pés têm para nossa saúde.

Eles refletem o que nosso corpo está sentindo e dão sinais de doenças ou sobrecargas.

Por isso é tão importante cuidar da nossa base, com terapias como a reflexologia podal ou oferecendo conforto e equilíbrio no dia a dia.

Você já conhecia a técnica da Reflexologia Podal? Ela tem sido efetiva para o seu corpo? Compartilhe conosco nos comentários abaixo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*