Monografia O Que É E Como Fazer?

Você Já Imaginou um método que te permita saber como fazer uma monografia de forma rápida, seguindo um passo a passo? Veja esse post até o final e entenda o que estou querendo dizer.

E Agora, Quem poderá me defender? Há exatamente 2 anos atrás eu estava com um problema em minhas mãos, eu tinha que terminar meu TCC (minha monografia) e o prazo para fazer uma monografia estava terminando, porém como eu também trabalhava na época não tinha tempo para estudar e ter todo aquele trabalho sozinho para fazer a tal da monografia.

Monografia O Que É E Como Fazer?

Diante Disso algumas pessoas me sugeriam pagar alguém para fazer, mas eu não achava isso certo por 2 motivos.

  1. As pessoas que fazem monografia cobram muito caro pelo serviço
  2. Eu não acho certo isso, EU QUERIA APENAS UM MODELO DE MONOGRAFIA PRONTO para começar a desenvolver o meu trabalho.

História

Pesquisei na internet por modelo de TCC, como fazer um artigo, como fazer uma monografia exemplos, mas nada me servia. Naquela altura do campeonato com o prazo praticamente acabando eu já estava desesperado.

Naquela época eu tinha apenas um desejo. Eu queria encontrar alguém ou algo que me mostrasse como fazer uma monografia passo a passo.

E talvez esse seja seu desejo também, estou certo? Se for fique tranquilo, pois eu vou contar como eu solucionei esse caso e entreguei minha monografia no prazo, tirando uma das maiores notas da universidade inteira, e mostrarei como você pode fazer isso também.

Como eu sei o sufoco e o trabalho de fazer uma monografia, resolvi criar esse site e também vídeos no youtube para explicar passo a passo, para que possa ajudar pessoas que estão passando pela mesma dificuldade que passei, e sonham em encontrar um método que lhes ensine “COMO FAZER UMA MONOGRAFIA PASSO A PASSO.

6 Dicas Iniciais para fazer seu TCC

Vou então te mostrar o início, como começar. Aprendi  todos esses truques com o professor Douglas Tybel do treinamento Guia da monografia.

Se você já fez o início da sua Monografia, não se preocupe. Vamos avançando aos poucos, siga o material para não deixar escapar nenhum detalhe. Você vai fazer sua monografia tão rápido que nem vai acreditar. Isso é a solução dos seus problemas, é realmente como fazer uma monografia passo a passo com exemplos.

1 –  Início de Tudo é a IDEIA da monografia:

O que você acha de 12 ideias com temas TCC personalizado para você ? Descobri essa ferramenta que é um formulário onde você preenche as informações sobre o que você pretende pesquisar. Depois esse SIMULADOR TCC faz o trabalho pesado como mágica, eu nem sei bem como funciona, mas é muito maneiro. Com certeza a pessoa que fez é bem um anjo. kkkk

Monografia O Que É E Como Fazer?Formulário que ensina como fazer sua monografia

Eu aconselho que você comece por esse formulário, ele é gratuito. Para obtê-lo, basta clicar no link abaixo. Basta informar seu e-mail principal, pois ele reconhece SPAM. Você vai receber o link na sua caixa de entrada e começar seu TCC. Clique aqui e acesse o Gerador de Ideias para TCC

Simulador de ideias – 10 ideias personalizadas para seu tema

Veja abaixo como ficou o meu primeiro passo para saber como fazer uma monografia. Lembrando que esse resultado é após ter preenchido alguns campos sobre meu curso, minha disciplina etc. No seu caso será diferente.

Monografia O Que É E Como Fazer?Como fazer um TCC – temas TCC

Agora com esse simulador de ideias de Temas TCC em mãos você já pode se começar a destravar. Olha que esse não é o começo, tem muito mais ferramenta que pode te ajudar. Fica aqui lendo que vou te falar tudo que eu fiz.

2 – Projeto de TCC

Bem, eu prometi que te ensinaria como fazer uma monografia, certo ? Então, vamos começar pelo Projeto TCC.

Primeira coisa que você vai precisar saber sobre Projeto de TCC é que existe um modelo do Word com as normas da ABNT configurado em ESTILOS.

Isso mesmo, se você não sabe o que são os estilos do Word, certamente está perdendo muito tempo na hora de escrever seu TCC.

Por isso, baixe o modelo que usei aqui no link: MODELO PROJETO TCC WORD NAS NORMAS ABNT

Monografia O Que É E Como Fazer?como fazer uma monografia nas normas ABNT

Caso você não tenha noção nenhuma de como usar esse modelo TCC, então assista a aula no YouTube do Prof. Douglas Tybel que ensina tudo. Se você acha que não vai ter tempo pra isso…vale a pena usar sim, já que da pra fazer uma citação direta, aquela com recuo de 4 cm com apenas um clique. Muito show!

Aproveita e assina o canal Guia da Monografia, porque lá tem os melhores vídeos sobre como fazer uma monografia. Foi esse canal que mais me ajudou. Direto tem consultoria lá, da pra assistir ao vivo eles corrigindo TCC, para isso você precisa assinar lá.

Fiquei sabendo que você assiste ao vivo e depois eles tiram do Canal, porém eu achei um link secreto, nem sei se é secreto. Mas encontrei, onde você vê todas as consultorias. Está aqui: CONSULTORIAS REVISÃO DE MONOGRAFIA AO VIVO

Simulador de Projeto TCC – Faça em 2 hora todo seu Projeto TCC

Existe um Simulador de Projeto TCC ? Olha, depois de quebrar a cabeça por mais de 2 semanas, eu encontrei um negócio que não sei explicar. É tipo o Gerador de ideias, mas ele consegue SIMULAR O PROJETO TCC em 1 hora.

Como assim? isso mesmo, você vai respondendo ao questionário e ele simula seu projeto. Vem pronto com JUSTIFICATIVA TCC, PROBLEMA TCC, OBJETIVO GERAL E ESPECÍFICO, TEMA etc. Até o título do trabalho o negócio gera. Também a metodologia.

Para ser tão bom assim tinha que ser ***PAGO***.

Vou deixar o link aqui abaixo caso quero comprar, essa ferramenta faz parte de um Software que Orienta TCC chamado Monografis, eu acabei comprando para testar por 30 dias, porém amei e tenho até hoje.

Ferramenta Gratuita

  • CONHEÇA A FERRAMENTA PARA SIMULAR O PROJETO TCC
  • No banner abaixo você vai poder acessar TOTALMENTE GRÁTIS, o mesmo material que eu usei:
  • Monografia O Que É E Como Fazer?

Vamos lá? depois de Montar o Projeto TCC você vai precisar começar TCC. Para isso precisa fazer uma tarefa que praticamente todo mundo trava ali. Estruturar os capítulos do referencial teórico. Sim, vamos tratar isso no próximo tópico.

3 – Como Fazer Uma Monografia – Estruturar os capítulos do Referencial Teórico

Na área do curso que comprei, eles disponibilizaram uma planilha que estrutura sua monografia para você. Hoje eles contam com um SIMULADOR DE ESTRUTURA TCC, bem legal também. Você pode ver na integra como funciona, pois essa planilha foi a base para tal ferramenta. Baixe no link abaixo:

GERADOR DE SUMÁRIO TCC

Se você está achando útil esse artigo, marque um amigo que está fazendo TCC também. Para isso basta procurar o ícone da sua rede social preferida e compartilhar.

4 – Como escrever os capítulos do Referencial Teórico

No Monografis, software que mencionei anteriormente, com ele você é assistido em seus passos de escrita, pois ele praticamente te pega pelo braço e vai te explicando tudo.

Veja só, uma introdução, por exemplo, é dividida em parágrafos e o software vai te orientando passo a passo, muito bom. Eu faço até redação do Enem lá.

Porém é ***PAGO***, então vou deixar aqui para você um infográfico de um dos modelos de escrita que tem lá no software.

Para escrever a introdução, siga esse infográfico aqui: BAIXAR INFOGRÁFICO EXPLICANDO COMO FAZER UMA INTRODUÇÃO.

Pronto. Matamos isso!

  1. Agora para escrever qualquer capitulo do seu TCC ou Monografia você precisará de um modelo de escrita de capítulos, vou compartilhar esse material que é um bônus que ganhamos.
  2. Você pode baixar esse infográfico nesse link: BAIXAR INFOGRÁFICO REFERENCIAL TEÓRICO A PROVA DE FALHAS
  3. Com esse material você terá em mãos as armas que precisa para começar.

5 – Modelo de TCC no Word com as Normas ABNT em ESTILOS

Agora segue a mesma ideia do projeto TCC. Se lá você usou o arquivo configurado, então você pode fazer o mesmo com o TCC em si. Lembrando que esse modelo é no Word configurado nas normas, não precisa fazer muita coisa não. Basta trocar os nomes que estão lá pelos seus e de quebra assistir aos vídeos do canal do Guia da Monografia que explica tudo.

Para baixar o modelo clique aqui: Modelo TCC em Word vai abrir um artigo que tem um botão para baixar o modelo para seu computador.

6 -MODELO DO WORD COM NORMAS CONFIGURADAS

  • Configurar seu Modelo do Word com as normas ABNT.
    com esse ponto não se preocupe, irei mostrar para você como conseguir isso daqui a pouco
  • Esse são os 4 pontos iniciais para fazer sua monografia, seu tcc, seu artigo, a partir do momento que  você tem a ideia da monografia,  Você escolhe o orientador,  Você consegue o manual da faculdade e as normas,  consegue um modelo de monografia formatado, como irei passar para você, fica tudo mais fácil.
  • Antes de te mostrar o link para download do modelo de monografia em word, quero que veja a página Depoimentos, para que você possa se inspirar, ver rapidamente como outras pessoas que passaram por isso conseguiram entregar a monografia no prazo, fazendo uma monografia de qualidade, a partir daí você vai ver como fazer uma monografia em um passe de mágica, Não acredita, então veja os depoimentos.

->Como Fazer uma Monografia Depoimentos Apresentação da Metodologia Guia da monografia

Como fazer uma Monografia Perfeita em 5 Passos Fáceis

Fazer monografia é algo que deixa muita gente apavorada. Não é para menos. São muitas as dificuldades que se apresentam no desenvolvimento de um trabalho deste tipo. Além da quantidade de consultas e estudos que se tem pela frente, ainda há a consulta inevitável às normas da ABNT.

Mas, nem tudo precisa ser tão sofrido. Você pode ter acesso às regras para elaboração de seu projeto, descritas com mais clareza e de forma menos complexa. Aqui você encontra uma explicação completa sobre os pontos que compõem o passo a passo de como fazer uma Monografia.

5 Passos para fazer uma monografia Perfeita

Uma monografia é o trabalho final de um curso de graduação e por isto merece atenção ao ser elaborada. Trata- se de estudo sobre um tema delimitado. Por representar uma conclusão de estudos de nível superior não pode ser realizada de qualquer jeito, sem nenhum critério ou organização.

Simboliza o ápice do crescimento intelectual de uma graduação, portanto tem cunho acadêmico e erudito. Por isto, é regulada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas.

#1- A escolha do tema

O Primeiro passo é o tema a abordar. Sim, é isso mesmo que você está pensando. A primeira coisa a decidir é o tema ou assunto da Monografia. É a partir desta escolha que você decidirá quem será seu Orientador.

#2- Quem será seu Orientador?

Monografia O Que É E Como Fazer?

Agora fica fácil escolher o professor que irá te orientar. Sua escolha deve ser por alguém que atue na área do tema a ser desenvolvido por você. Para esta escolha você precisará entrar em contato com este professor e convidá-lo para ser seu Orientador.

Ele terá que ter tempo disponível para te orientar, por isto se houver recusa, entenda, e procure por outro. Se o professor aceitar você terá que oficializar isto, conforme as exigências de sua Universidade.

Seu orientador terá que te conduzir no decorrer de todo o trabalho monográfico. Desta forma, ele poderá apontar as melhores obras e autores para sua consulta. Poderá também sugerir alterações no texto e no desenvolvimento de todo o projeto.

O papel essencial do Orientador é fazer com que o aluno reflita criticamente, valorizando o pensamento científico.

#3- Organização do trabalho

Monografia O Que É E Como Fazer?

Agora que você já tem tudo encaminhado é preciso começar. Mas por onde? Saiba que todo trabalho acadêmico precisa estar pautado em pesquisa e observação da realidade. Mas, isto não é feito aleatoriamente.

De posse do tema a ser desenvolvido você terá que fazer um planejamento ou organização do trabalho. Para isto, 3 ações são necessárias:

  • Elaborar um projeto de pesquisa – Que é o planejamento do trabalho.
  • Realizar a pesquisa: Coleta, análise e interpretação de dados.
  • Registrar os resultados. – É formalizar a escrita da Monografia.

3.1- Projeto de pesquisa: Um pré – projeto

Aqui você faz seu planejamento. Para isto, reflita sobre que pontos serão enfatizados pelo tema que você escolheu. Você terá que delimitar a questão que será estudada. Pense nos motivos que tornam este assunto merecedor de ser tema de monografia. Trata-se de um problema relevante?

Nesta parte você já estará pensando na justificativa. Este planejamento não faz parte da Monografia, porém você deve registrar por escrito, tudo o que foi realizado e apresentar para análise de seu Orientador.

3.2 – Pesquisar- Coletar – Analisar – interpretar

Comece a buscar obras, autores e todas as informações que possam fazer parte da bibliografia necessária à escrita de seu projeto. Nesta fase você já está buscando embasamento para suas ideias. São as referência e citações que poderão ser usadas.

O material a ser consultado pode ser de diversas origens: vídeos, documentos da Internet, artigos de jornais, revistas e sites. etc.

Um dos instrumentos de coleta de dados muito usado nos projetos acadêmicos é o questionário. Você pode organizar questionários para submetê-los à comunidade ou a um grupo específico de pessoas, cujas opiniões são relevantes para seu tema.  É uma maneira de inserir em sua monografia uma diversidade de crenças, pensamentos e percepções do senso comum.

Esta ação só faz enriquecer seu trabalho e vem de encontro a um dos pilares do conhecimento científico, que é não ficar alheio à realidade existente. Após aplicado o questionário, deve-se partir para a tabulação e análise dos dados obtidos.

3.3 – As Normas ABNT + Exigências de sua Universidade

Procure ter em mãos todas as Normas ABNT. Junte a elas informações e exigências específicas de sua Universidade. Esteja atento e busque acesso às duas legislações, pois sua produção deverá estar em consonância com a Associação Brasileira de Normas Técnicas e também com as regras metodológicas de sua instituição.

Nas normas ABNT estão todas as regras recomendadas para a realização de qualquer trabalho acadêmico. No entanto, nem tudo é exigido. Existem particularidades características de cada Instituição. Estas são cobradas, sem desprezar a padronização da Associação.

Ao final desta parte você terá em mãos sua bibliografia.

#4- A Monografia

Monografia O Que É E Como Fazer?

Agora é a hora de partir para a escrita da Monografia. Para isto você pode consultar Normas ABNT – Parte I, que esclarece todos os pontos da realização. A monografia possui 3 etapas que deverão ser obrigatoriamente contempladas na elaboração.

4.1 – Elementos Pré-textuais

Estes são os itens que vêm antes do texto monográfico. Eles são:

  1. Capa
  2. Folha de rosto
  3. Epígrafe
  4. Dedicatória
  5. Agradecimentos
  6. Sumário
  7. Listas
  8. Resumo em língua Vernácula
  9. Abstract (resumo em língua estrangeira)

4.2 – Elementos Textuais

Nesta etapa o projeto será escrito literalmente. Algumas partes compõem os Elementos Textuais. São: a Introdução, o Desenvolvimento e a Conclusão.

É preciso atenção, pois trata-se da principal parte de sua Monografia. Aqui você lança os objetivos, explana a justificativa, trata da questão – problema, argumenta e expõe suas ideias e finaliza concluindo o trabalho.

É onde serão usadas as obras consultadas e a análise de seu questionário. Aqui você também usa citações. É hora de inserir as informações que você buscou para embasar o trabalho.

4.3 – Elementos Pós-textuais

Após a escrita do texto, é necessário dizer de que forma você chegou até ali. Para isto existem os Elementos Pós-textuais que são:

  1. Referências
  2. Glossário
  3. Apêndice
  4. Anexo
  5. Índice

#5 – A Formatação da Monografia

Monografia O Que É E Como Fazer?

Esta é uma etapa muito importante. Deve ser realmente levada a sério. As Universidades seguem sempre as normas de formatação recomendadas na ABNT. Para cada parte da Monografia existem as regras que as padronizam.  Sendo assim, você terá que adequar seu projeto ao que for exigido nestes termos. Saiba mais como formatar as Margens dentro das Normas ABNT.

Agora que você já sabe como fazer uma monografia, saiba que não será difícil se você organizar-se desde o começo. Busque informações. E não deixe para última hora. Fazendo assim muito estresse pode ser evitado. Você já iniciou a sua? Comente aqui as dificuldades e dúvidas.

O que é monografia e como fazer a sua ainda hoje!

Você já deve ter ouvido muito sobre monografia, algo como “a minha monografia está tirando meu sono” ou mesmo “o professor dessa matéria pediu uma monografia como trabalho final”. Mas você sabe realmente em que consiste a monografia e como elaborar uma? Então nós vamos te orientar nessa tarefa!

O que é monografia na faculdade

Tomando como ponto de partida a origem da palavra “monografia” temos, do grego mónos que significa “única” e graphein que significa “escrita”. Dessa forma a monografia é uma dissertação sobre um determinado objeto de estudo.

Solicite agora seu Documento do Estudante 2019!

Se caracteriza portanto como trabalho de investigação científica e crítica sobre os estudos já existentes sejam eles já publicados ou não. Possui uma metodologia e visa alcançar algum objetivo ao se abordar um determinado assunto ou problema específico. Na faculdade  monografia é geralmente solicitada como um trabalho de conclusão de matéria.

Para se fazer uma monografia é preciso seguir normas ou padrões que podem ser fornecidos pelo professor de cada matéria – no caso de trabalho de graduação.

Pelo orientador – no caso de pesquisas – ou mesmo pela instituição solicitante – como revistas de disseminação científica.

É essencial que o aluno revise a bibliografia já existente, como também algum eventual material disponibilizado pelo professor. É essencial que o aluno conheça as Normas para trabalhos acadêmicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

A Normas técnicas da ABNT levam em conta estes passos:

  • Definição do objeto de estudo;
  • Revisão da literatura existente e de outras fontes de consulta sobre o tema em questão;
  • Justificativa do estudo, ou seja, deixar claro porquê estudar e aprofundar o  assunto escolhido, como também, quais abordagens o aluno se propõe a fazer;
  • Aplicação da metodologia de pesquisa e de elaboração. isto é, a maneira como irá se desenvolver a monografia;
  • Conclusões encontradas ou sugestões para o prosseguimento da análise e da pesquisa.

Diferença entre monografia e TCC

O tão conhecido e até mesmo temido Trabalho de Conclusão de Curso é na maioria das vezes uma monografia. É feito no último ano da graduação e quando solicitado é pré-requisito para a obtenção do diploma de graduação. Pode ser feito em grupo ou individualmente.

É interessante lembrar que todo TCC é uma monografia mas nem toda monografia é um TCC.

Isso porque, como já dito anteriormente, um trabalho monográfico nada mais é que algo escrito – na maioria das vezes – por uma só pessoa, mas que invariavelmente se debruça por sobre apenas um objeto de estudo ou por apenas uma abordagem científica.

A monografia pode ser solicitada em diversas situações que não seja como TCC, inclusive em algumas escolas de nível médio pode ser solicitada como trabalho escolar.Monografia O Que É E Como Fazer?

Como fazer uma monografia

Antes de se iniciar a escrita monográfica é interessante fazer um breve planejamento ou uma simples listagem dos pontos que serão abordados e analisados.

Feito isso é necessário preparar a folha do Word conforme os padrões normativos, como; tipo de fonte, tamanho do corpo da letra, margens, entrada de parágrafos, espaço entre parágrafos, etc.

Não entre em pânico, vamos te ajudar com isso.

Formatação da monografia

A formatação indicada é de fonte tamanho 12 ou 14, fonte Times New Roman ou Arial, tamanho 12, com espaçamento de 1.5 cm.

O papel deve ser em formato A4. As margens utilizadas devem ser: 2,0 cm inferior; 3,0 cm superior; 2,0 cm direita e 3,0 cm esquerda.

Conteúdos principais da monografia:

  • Capa: deve conter o Título do trabalho, nome do autor do trabalho e o nome do professor. Caso seja uma monografia na graduação é interessante adicionar outros elementos que identifiquem o autor como o número de matrícula por exemplo. Também deve conter o nome da instituição a qual o aluno pertence, nome do curso e a data da conclusão (geralmente o mês e ano).
  • Dedicatória: no caso de TCC e dissertações de mestrado pode-se a monografia a uma ou a várias pessoas. É comum dedicar à família, amigos e professores. Mas tome cuidados para não dedicar o trabalho a um número exagerado de pessoas.

Essa página também pode ser utilizada para escrever uma frase, um pensamento ou até mesmo um poema caso o autor ache conveniente colocar em lugar da dedicatória, ou, na folha seguinte após ela.

  • Índice completo e Sumário: mais comum no caso de dissertações stricto sensu, mas também no TCC. O índice é útil para facilitar a leitura e recorrer a página citada com maior facilidade. Esta parte compõe-se de todos os capítulos e seus sub capítulos. Dessa forma, o sumário serve para enumerar as partes principais, indicando as páginas iniciais dos capítulos e as partes em anexo.

Pode-ser incluído agradecimentos e até mesmo um prefácio, práticas no entanto, mais comuns em monografias lato.

  • Resumo: substitui o prefácio dos livros tradicionais e fornece uma ideia geral do que conteúdo da monografia. Este resumo deve ser breve e portanto admite no máximo 20 linhas de texto ou 500 palavras e deve vir logo depois do índice.

Até aqui não se numera as páginas.

  • Introdução: nesse momento o tema proposto pelo autor é introduzido ao leitor. Deve-se dar uma ideia do assuntos sobre o qual se vai focalizar, mostrando assim o objetivo principal da monografia. A introdução deve responder às seguintes perguntas não feitas: de que assunto trata a monografia? Por que você (autor) acha importante tratar este assunto? Qual é o seu objetivo e o que pretende defender nesta dissertação?
  • Justificativa: Por quê este tema foi escolhido, ou seja, porque é importante abordar este tema? Consiste em justificar e definir o problema que foi colocado em foco e solucionado (ou analisado) na monografia.
  • Desenvolvimento do Tema: esta parte pode ser dividida em capítulos e visa expor o assunto, mostrar a maneira como o autor pensa sobre ele e qual as proposições e considerações levantadas. Estas podem concordar ou não com autores prévios.
  • Conclusões e Sugestões: é a parte final onde ocorre a síntese de tudo o que proposto e analisado; suas teorias, considerações, sugestões propostas quanto aos principais assunto tratados.
  • Referências Bibliográficas: fontes de pesquisa consultadas para elaboração da monografia. Incluem-se em referências: livros, sites, jornais, revistas, separatas e demais fontes de informações. Note que tudo deve ser citado em ordem alfabética e seguindo as normas da ABNT

Caso seja necessário pode-se incluir lista de figuras, lista de tabelas, lista de quadros, siglas e abreviaturas.

Importante: Todas essas informações devem estar apresentadas de forma clara e objetiva. Todos os conceitos devem ser explicados. Para facilitar, imagine que quem irá ler seu trabalho é alguém que não tem o mínimo de conhecimento em sua área. No entanto, ele deve entender com clareza do que se trata e o que você propõe.

Agora que  já te demos um panorama geral sobre a monografia e suas partes constituintes, é sua vez de começar a escrevê-la e caso precise de mais suporte, procurar outros materiais e livros que lhe orientem na sua dissertação.

Escrevendo seu TCC (Monografia): o que fazer? e o que não fazer?

Esse artigo tem como objetivo dizer para você leitor o que fazer e o que não fazer durante a escrita do seu TCC ou monografia. Algumas pessoas podem achar um verdadeiro pesadelo o fato de ter que escrever algo do zero. Nós temos a missão de mostrar como é fácil, agradável e gratificante essa atividade quando você tem um guia e sabe o que pode e o que não pode fazer.

Primeiro vamos falar um pouco de categorias científicas, que podem ser divididas em primárias e secundárias. Podemos dizer que um estudo é primário quando ele contêm resultados originais ou propostas inéditas. São eles:

  • Trabalhos descritivos que falam sobre observações sobre objetos, materiais e fenômenos. Ex.: Pontos positivos e negativos da informática no dia a dia dos publicitários;
  • Trabalhos experimentais que reportam manipulação e experimentação de modelos, processos, ferramentas e técnicas. Ex.: Ação da ferramenta ContEX na produtividade do publicitário;
  • Trabalhos teóricos que analisam objetos, técnicas, ferramentas, estruturas, etc., do ponto de vista teórico. Ex.: A importância do marketing para pequenas empresas.

Já as publicações secundárias possuem resultados e conceitos já publicados anteriormente, algumas vezes acrescidos de novos resultados e interpretações. Um exemplo clássico são as revisões da literatura.

Os estudos primários costumam obedecer uma série de regras e convenções que definem como você vai organizar o texto em diferentes seções, o conteúdo de cada seção e a sua apresentação. Um artigo científico, monografia ou TCC é constituído por quatro seções, além do título e do resumo, são elas: Introdução, materiais e métodos e resultados e discussão.

  • Introdução – Por que o trabalho foi feito?
  • Materiais e Métodos – Como foi feito?
  • Resultados – O que foi observado?
  • Discussão – O que se pode concluir dos resultados?

Título do TCC ou Monografia

O que fazer?

  • O título deve refletir o conteúdo do trabalho.
  • Deve ser conciso, abrangente e transmitir uma boa mensagem com o mínimo de palavras.
  • Pode ser utilizado o subtítulo para explicar o título em mais detalhes.
  • Você pode colocar a principal conclusão do trabalho no título com o intuito de chamar a atenção do leitor
  • Você pode utilizar uma pergunta como título do seu trabalho.
  • Escreva o título depois que você estiver com o trabalho finalizado, dessa forma você terá uma ideia do todo e fica mais fácil identificar o que deve ser colocado no título.
  • Além de transmitir uma mensagem, o título deve chamar a atenção do leitor.

O que não fazer?

  • Não precisa ser uma sentença completa com sujeito, verbo e complemento.
  • Evite o uso de construções como “Estudos sobre …”, “Observações sobre …”, “Aspectos de …” pois aumentam a extensão do título sem contribuir com o conteúdo.

Resumo do TCC ou Monografia

Lembre que o resumo é a vitrine do seu trabalho. Um resumo ruim não vai despertar o interesse do leitor. Pensando nisso, o Fastformat montou um guia de como você deve escrever o resumo/abstract.

O que fazer?

  • O resumo deve ser fácil de entender, isto é, claro e compreensível.
  • Deve conter os principais tópicos do trabalho: problemática abordada, metodologia utilizada, desenho experimental ou casuística, resultados e conclusões.

O que não fazer?

  • Você não deve escrever detalhes do estudo devido ao tamanho limitado que tem o resumo/abstract, a não ser que seja essencial para que o leitor entenda o trabalho.
  • Evite o uso de abreviaturas. Caso uma palavra ou conjunto de palavras se repita demais, você pode abreviá-la indicando seu significado no próprio resumo. OBS.: se a abreviatura for utilizada novamente ao longo do texto nas outras seções, ela deve ser novamente definida na sua primeira ocorrência.
  • Você não deve fazer citação no resumo.

Introdução do TCC ou Monografia

O que fazer?

  • 1. O assunto investigado: apresentação do tema que foi analisado no trabalho. Aqui você deve considerar que a introdução sera lida por diferentes categorias de leitores (aqueles que não conhecem o assunto, os que conhecem um pouco e aqueles especialistas no assunto). Para todos eles você deve apresentar o assunto analisado e seus limites. Tudo isso deve ser devidamente referenciado.
  • 2. O estado da arte: Quem estudou sobre esse assunto? Quais as principais descobertas? O que se tem até hoje de conhecimento sobre o assunto? Se a área tiver várias publicações, você deve usar as principais.
  • 3. O que ainda não se sabe sobre o assunto: Mostre quais são os pontos obscuros, tópicos ou problemas que não foram explorados. Analisar os trabalhos futuros é uma boa abordagem para descobrir esses viés de pesquisa.
  • 4. As polêmicas sobre o assunto: aqui você deve colocar as hipóteses alternativas ou discordâncias a respeito daquele assunto.
  • 5. Importância do estudo e questão de pesquisa: Aqui você deve falar qual sua questão de pesquisa, a hipótese do trabalho, o que será analisado, etc.

O que não fazer?

  • Trabalhos que não sejam importantes ou apresentem uma contribuição ruim, não devem ser citados na introdução. Lembre-se que se você citou um trabalho, significa que você concordou ou acredita naqueles resultados.
  • Não apresentar de maneira clara a questão de pesquisa e qual seu objetivo.
  • Falar de maneira superficial ou não falar das diferenças entre o seu estudo e os que já existem.
  • Deixar de mencionar resultados já conhecidos sobre o seu tema.
  • Ao apresentar dados, deixar de colocar a fonte daquela informação.
  • Não citar autores a partir dos trabalhos originais.

Materiais e Métodos do TCC ou Monografia

Nessa seção deve ser descrito todos os materiais, organismos, equipamentos utilizados no trabalho, assim como procedimentos seguidos para realizar entrevista, estudo de caso ou experimento.

A ideia é mostrar para o leitor como o estudo foi conduzido para que ele possa entender e avaliar os resultados e conclusões. OBS.

: Lembre que o leitor pode tentar reproduzir o seu estudo e para isso ele precisa de detalhes.

O que fazer?

  • Todos os materiais utilizados devem ser descritos.
  • Deve ser reportada as condições em que o trabalho foi executado.
  • Caso esteja escrevendo sobre um experimento, uma boa dica é descrever em detalhes o projeto do experimento.
  • Alguma amostra foi coletada? Se sim, como e quando? Descreva em detalhes.
  • É muito importante que você faça um experimento piloto, ele ajudará na validação do passo-a-passo e ajudará a identificar algum problema na definição do estudo.

O que não fazer?

  • Não descreva procedimentos ou manipulações em uma sequência lógica incorreta.
  • Repetir a descrição dos passos de execução de forma repetitiva.
  • Conter quantidade excessiva de informação
  • Conter quantidade insuficiente de informação

Resultados do TCC ou Monografia

Apresenta o que foi observado durante a execução do trabalho. Aqui o autor deve se restringir a descrição dos fatos de forma objetiva, sem colocar suas opiniões ou qualquer tendência em favor de algum resultado.

O que fazer?

  • Você deve apresentar os resultados utilizando a mesma sequência de passos utilizada na seção de materiais e métodos.
  • Divida o resultado em pequenas partes e descreva cada uma delas ao longo do capítulo/seção.
  • O autor deve organizar os resultados de tal forma que o leitor possa acompanhar o passo a passo do relato das observações. Mostrando o resultado obtido em cada etapa.
  • Mantenha um padrão de escrita na descrição de cada um dos resultados.
  • Não há necessidade de descrever todos os dados obtidos; escolha os mais importantes e representativos.
  • Faça um quadro mostrando um panorama dos resultados.
  • Os resultados de experimentos (duplicados/triplicados) repetidos devem ser resumido em uma descrição única.
  • Resultados quantitativos devem ser apresentados por meio de médias ou tratamentos estatísticos quando necessário.
  • Utilize tabelas e figuras para mostrar resultados quantitativos.

O que não fazer?

  • Omitir detalhes importantes dos resultados. Muitas vezes colocamos uma imagem nos resultados, falando de algo que foi observado e esquecemos de descrever no texto aquela figura.
  • Evite colocar dados em uma tabela e não descrevê-la no parágrafo que referencia essa tabela.
  • Uma seção desorganizada. Lembre-se que essa seção deve ser organizada de tal forma que o leitor entenda progressivamente e tire suas próprias conclusões sobre os resultados.
  • Não utilize uma linguagem vaga, sem definir claramente as observações. Ex.: Após o uso de dipirona o paciente apresentou um comportamento diferente. “O que significa diferente?”

Discussão do TCC ou Monografia

Essa seção deve ser opinativa e argumentativa, sendo de caráter mais subjetivo. Nessa seção você poderá apresentar argumentos em favor de uma ideia, argumentar de forma contrária a alguma ideia, antecipar dúvidas e levantar questionamentos. Essa argumentação deve ser feita com base nos resultados de trabalhos de outros autores.

O que fazer?

  • Você deve colocar a análise e interpretação dos dados. Você respondeu seus questionamentos iniciais? Parcialmente ou totalmente? Como foi respondido?
  • Comparação com resultados já publicados. Existe alguma diferença entre os seus resultados e aqueles resultados publicados anteriormente por outros autores? Quais? Ao que podemos atribuir essas diferenças?
  • Relevância do trabalho para o conhecimento do problema. Como interpretar os resultados com base no que se conhece da literatura existente? Quais as principais conclusões do trabalho? Qual a importância dos resultados? Quais os novos questionamentos identificados a partir do resultado do seu trabalho? Você teve algum resultado inesperado? Como você pode explicar tal resultado?
  • Conclusão do trabalho. Deve relatar de maneira bem objetiva quais foram as conclusões do trabalho a partir dos resultados obtidos e analisados.

O que não fazer?

  • Alguns autores relatam novamente os resultados, isso não deve ser feito. Pode ser utilizado apenas para contextualizar uma determinada discussão.
  • Somente comparar os resultados com os resultados dos demais autores. Isso deve ser feito como forma auxiliar de argumentar e justificar seus achados.
  • Não obedecer uma sequencia adequada na argumentação. É muito importante encadear as idéias de forma que o leitor tenha um aprendizado/entendimento progressivo. DICA: Fale dos trabalhos em uma ordem cronológica.
  • Propor conclusões que os resultados não permite criar. Esse problema é mais comum do que se imagina. Mantenha seu espírito crítico nesse momento para não propor conclusões que estão além dos seus resultados.
  • Confundir o leitor quando escrever fatos e interpretações. Você tem que deixar claro de quem é aquela linha de pensamento, sua ou do autor do trabalho que você referenciou.

Agora que você já tem uma ideia melhor do que escrever em cada uma dessas seções, é hora de colocar a mão na massa. Acesse www.fastformat.com.br e comece a escrever seu trabalho na melhor plataforma de produção acadêmica. Boa sorte!

Vá agora mesmo até o Fastformat e comece a escrever seu tcc.

Como fazer um artigo a partir da sua monografia ou tcc

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Uma vez encerrado seu TCC, é um desperdício permitir que sua pesquisa fique guardada para sempre dentro dos limites da sua universidade.  Por isso  fazer artigo a partir de seu TCC é uma ótima estratégia no final do seu curso. 

Mas muitos dos recém-formados são repelidos pela idéia, acreditando ser uma tarefa muito pesada reeditar o texto e a diagramação para as especificações dos artigos acadêmicos.

Na verdade, essa é uma tarefa que pode ser feita com certa facilidade ao se seguir algumas dicas e utilizando algumas ferramentas.

Enxugando as estruturas para fazer um artigo a partir de seu tcc

  • A base de um TCC segue a seguinte estrutura: capa, folha de rosto, folha de aprovação, resumo, introdução (normalmente um referencial teórico), desenvolvimento, conclusão e referências.
  • Os artigos científicos, por sua vez, precisam ser mais breves e enxutos, focados no fato de que terão que ser rapidamente apresentados em um evento ou incluído com outros em uma publicação de tamanho limitado.
  • Dessa forma, o primeiro passo é reler a sua monografia e marcar tudo que pode ser cortado sem perdas para o entendimento do trabalho.
  • Isso inclui principalmente referências e citações que servem apenas para reforçar outras de maior importância, mas também é preciso pesar a necessidade de cada parágrafo.
  • Isso apresenta uma especial dificuldade ao tornar uma dissertação de mestrado ou uma tese de doutorado, já que esses trabalhos são ainda mais longos que um TCC.
  • Em alguns casos, o ideal pode ser realizar mais de um artigo a partir do trabalho, permitindo uma divisão e o foco exigido por um artigo.

Como determinar o que é importante?

A difícil tarefa de ranquear a importância do trabalho pode ser complicada. O primeiro trabalho a ser realizado é uma marcação do que é essencial, do que é importante mas pode ser encurtado e do que é dispensável.

Essa tarefa irá em geral exigir algumas releituras e um sistema inteligente de diferenciação, como marcações com cores que indiquem a qual dos tipos de elementos cada passagem faz parte.

Uma vez realizadas as leituras e as decisões, é possível prosseguir.

O próximo passo na transformação é pegar todo o texto que foi considerado como partes essenciais da pesquisa e copiar. Esse texto irá servir de esqueleto para a versão final, embora vá precisar de algumas revisões posteriores.

  1. É importante lembrar de trazer também as referências das citações que entrarem para o artigo, evitando a trabalhosa tarefa de voltar e copiar essas informações.
  2. Quando trouxer o texto essencial, lembre-se de anotar onde estavam, entre as partes exportadas, as passagens que foram consideradas importante mas poderia ser retrabalhado.
  3. Dessa forma você irá se lembrar com maior facilidade onde precisa acrescentar contexto.
  4. Com relação ao texto que é apenas complementar, você pode deixá-lo apenas no TCC.
  5. Ele é útil para a monografia e poderia ser interessante numa discussão, mas o esforço de colocar essas informações no espaço reduzido de um artigo é contraprodutivo.

Reescrevendo um artigo a partir de seu tcc

As informações que você marcará como importantes mas devem ser retrabalhadas serão, em geral, aquelas que dão contexto ao dados, argumentações e conclusões.

Volte a elas uma vez que o esqueleto do seu artigo estiver completo e leia com atenção essas passagens.

Preste atenção nas informações que elas passam e tome cuidado com as repetições. Uma boa forma de reduzir o tamanho desses trechos é prestar atenção a todas as partes que resultam numa mesma apresentação de contexto e utilizá-las apenas uma vez.

  • Preste atenção também nas citações que não estão contribuindo completamente para o trabalho.
  • Se for possível tornar algumas das citações diretas longas em curtas com pequenos cortes, permitindo trabalhar no tamanho total do texto, corte.
  • Apesar da dica ser reduzir e cortar, pense com cuidado sobre o que está retirando do texto, já que é importante que o artigo científico seja compreensível da mesma forma que a monografia.

Finalizando o texto

O trabalho mais importante para a transformação da pesquisa em artigo passa por mais uma leitura.

Agora, o foco tem que ser em procurar inconsistências e partes do texto que deixaram de fazer sentido, consertando esses pedaços e restaurando a organização do trabalho acadêmico.

Esse trabalho deve ser cuidadoso, e é feito com mais facilidade por um leitor externo. Você pode convidar um amigo ou o orientador do seu TCC para fazer a revisão, pedindo para que anote as partes que precisam de esclarecimento.

Uma vez que ele termine, é hora de corrigir os erros.

Diagramação

  1. Assim como o TCC, os artigos acadêmicos depende da diagramação para uma boa compreensão, e é preciso respeitar as Regras ABNT na sua finalização.
  2. Apesar de grande parte do trabalho ser menor, ainda pode ser um esforço.

  3. Para evitar problemas, você pode usar o Mettzer, um editor de texto especializado em trabalhos acadêmicos, com diversas ferramentas que facilitam a aplicação das normas ABNT no seu artigo.

Quer experimentar? Então que tal clicar no link abaixo para se cadastrar e ganhar uma experiência gratuita?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*