Lago Di Como O Que Fazer?

A magnífica paisagem do Lario, outro nome do qual é conhecido o Lago de Como, encantou nos séculos artistas e viajantes, do escritor Frances Flaubert aos musicistas Gioacchino Rossini, Giuseppe Verdi e Vincenzo Bellini, que nesse lugar escreveu a obra “Norma”.

E como esquecer Alessandro Manzoni que fez do lago de Como a terra do célebre romance dos “Os Noivos”.

Mas afinal quais localidades visitar no Lago de Como? Fique com a gente e faça o melhor do país da bota! Aqui no Viajando para Itália você realiza a viagem dos seus sonhos!!! Conheça também nossa Seção Hospedagens na Itália – Dicas para suas Férias!

Nossa Introdução

O lago continua atraindo celebridades do Jet set internacional que apreciam a beleza do lago e as espetaculares localidades que o circundam, decidem de estabelecer a própria casa, hoje é uma das metas mais populares tanto para o “VIP” quanto para a gente comum.

 O Lago de Como é um lugar cuja importância é devida principalmente à sua localização nas margens do lago que leva o mesmo nome. Localizado na Lombardia entre as províncias de Como e Lecco, o Lago de Como é uma das metas turísticas mais populares durante todo o ano.

Conheça aqui a Região da Lombardia!

Localizado em uma bacia cercada por montanhas arborizadas , oferece uma paisagem de vários aspectos .

Ao longo de suas margens alternam pastos , bosques, rochas ásperas e imponentes, pitorescas cidades com vista para a água e belas vilas com parques e jardins. O Lago de Como com as suas cidades mais ou menos grandes, é um paraíso para ser descoberto.

Se você estiver hospedado em Milão faça ma Excursão até o Lago de Como, será bem prático e prazeroso, clique aqui para saber mais!

Lago Di Como O Que Fazer?Passeios em grupo em língua portuguesa nas principais cidades italianas?  

Reserve agora mesmo!Quero saber mais!

1) Quais localidades visitar no Lago de Como? COMO

Em primeiro lugar Como, a encantadora cidadezinha rica de estradinhas, monumentos e vistas espetaculares. É fácil visitar a pé aproveitando a frescura do lago, junto ao maravilhoso panorama. Como é uma cidade que deu o nome ao lago, onde ocupa a extremidade sul ocidental. É o centro mais importante para a arte, transportes e economia.

A história conta que esta zona, antes de ser conquistada pelos romanos em 196 a.C., era habitada pelos gauleses e comenses. O centro habitado, foi transferido e repopulado as margens do lago, gradualmente se ampliou, foi cercado por muros e se enriqueceu de templos, fortalezas e vilas.

Faça uma Excursão de 1 Dia ao Lago Como, Bellagio e Varenna saindo de Milão, clique aqui para saber mais!

Um pouco mais sobre Como

O melhor modo para descobrir as belezas do lago é navegando pelas suas águas, graças ao serviço de gestão de navegação dos lagos se podem admirar os borgos e vilas, se deixando encantar por panoramas de tirar o fôlego a bordo de barcos, balsas e aerobarcos. Ótima culinária tradicional com ótimos produtos de peixes a queijos até doces, a combinação perfeita entre lago e montanha se aprecia também nas mesas de muitos restaurantes presentes nessa zona.

Lago Di Como O Que Fazer?Catedral de Como

2) Quais localidades visitar no Lago de Como? CERNOBBIO

Contornando o lago, vale uma visita a Cernobbio, desde sempre centro turístico da Itália muito famoso e renomado na Itália. A residência mais famoso e fascinante é a estupenda Villa d’Este, construída ao longo do lago em 1568. Desde 1873 foi transformada em um hotel de luxo sem perder nada de suas características históricas.

Visite a Villa Erba

Também vale a pena visitar a Villa Erba, construída no século XVI, como um convento de freiras e Villa Bernasconi, importante centro esportivo de estilo liberty.

Cernobbio é famosa por suas vilas e hotéis, mas também porque é um importante centro industrial.

Não faltam igrejas notáveis, tais como San Vincenzo, construído no século XVIII e renovado no final do 800, no interior há um altar precioso do período barroco.

Cernobbio é perto de Como, aos pés do monte Bisbino.

Desde as primeiras décadas deste século, Cernobbio foi um dos destinos de férias favoritos para famílias ricas de Como e Milão, a testemunha é representado pelo grande número de vilas e jardins espalhados por todo o território.

Hoje Cernobbio se adaptou às exigências de um turismo menos elitista, criando organização eficiente, protegendo o verde, oferecendo aos visitantes uma bela beira do lago.

Lago Di Como O Que Fazer?Villa Este em Cernobbio no Lago de Como. Foto de Joe ShlabotnikLago Di Como O Que Fazer?

3) Quais localidades visitar no Lago de Como? LAGLIO

Outro lugar que não pode perder é Laglio, notada nos últimos anos por hospedar a vila de George Clooney, uma tranquila aldeia com bosques verdes no qual é agradável se perder por uma caminhada.

 Cidade encantadora, rico de sugestões que além de ser uma agradável localidade, surpreende com bosques circundantes e a caverna “Buraco do Urso”, onde foram encontrados ossos desse animal e outros artefatos da pré-história, alguns expostos na cidade de Laglio.

Lago Di Como O Que Fazer?Laglio. Fonte Laglioonline

4) Quais localidades visitar no Lago de Como? LECCO

Se nos movermos para o sudeste do lago, certamente vale a pena uma viagem para Lecco, conhecida mundialmente por ser a cidade do livro “Os Noivos”.

Lecco é panoramicamente a mais bela cidade no Lago Como, onde Adda deixa o rio Lario, formando o Lago Garlate, e há em torno um grupo de montanhas rochosas em forma muito extravagante.

A celebridade de Lecco está sobretudo relacionada com Alessandro Manzoni que viveu quando jovem na casa de campo de Caleotto do século XVIII ( hoje Museu Manzoni ) e aqui teve inspiração para tantas páginas de Os noivos . Em Lecco é possível percorrer um itinerário interessante sobre Manzoni, da descoberta de lugares ligados a esta obra literária.

Lago Di Como O Que Fazer?LeccoLago Di Como O Que Fazer?30 MINUTOS DE CONSULTORIA FREE!

Um dos vários benefícios do Viajando para Itália

Presenteio meus leitores com 30 minutos de Consultoria GRATUITA para a escolha dos Hotéis na Itália. Basta completar o formulário a seguir.

Aproveite agora mesmo esta oportunidade!Quero minha consultoria agora!

5) Quais localidades visitar no Lago de Como? VARENNA

Também deste lado do Lago Como tem Varenna, outra localidade turística que hospeda numerosas vilas utilizadas para conferências e eventos importantes, como a bela Villa Monastero.

Um borgo de frente para um dos lagos mais bonitos da cidade, lugares espetaculares e incríveis, adequado ao relax mais profundo.

 Leia também: quais são os melhores roteiros de bicicleta na Itália? e Viajar de moto pela Itália?

Lago Di Como O Que Fazer?Varenna, Lago de Como

6) Quais localidades visitar no Lago de Como? BELLAGIO

Poderemos conhecer outra localidade famosa, se trata de Bellagio, chamada “a pérola do lago” pela sua encantável beleza.

Conserva um centro histórico protegido por muros antigos com pequenas estradas estreitas que se atropelam da margem do lago pelo promontório e uma zona na beira do lago rica de hotéis luxuosos e de refinadas ruas do shopping. DICAS SOBRE BELLAGIO!

Leia também:  O Que Como Quando Onde Quanto Quem?

Um pouco mais sobre Bellagio

A sua origem antiquíssima é testemunhada pela catedral românica de San Giacomo do século XII, e que conserva ao seu interno o aspecto de agora. No topo do promontório há a Villa Serbelloni e a Vilkla Melzi, um belo exemplo de mansões no estilo dos séculos XVIII e XIX. Não perca uma visita aos grandes parques de época, onde pode desfrutar de um panorama estupendo.

Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio no Lago de ComoLago Di Como O Que Fazer?

7) Quais localidades visitar no Lago de Como? COLICO

Ao fim, vale a pena uma visita a Colico, que se tornou a cidade mais receptiva e acessível da metrópole e da vizinha Suíça, em um curto espaço de tempo.

Colico conservou suas fortalezas militares (Forte di Fuentes), parada obrigatória para os turistas.

É aconselhável um passeio pela beira do lago com a sua praça e fonte borbulhante, iluminada à noite, os numerosos bares, pizzarias e restaurantes em estilo rústico, com a culinária típica valtellina e do ótimo vinho local.

Colico, lago de Como

Mapa com as localidades do Lago de Como

O que fazer no Lago di Como – Bellagio e outras vilas

O Lago di Como, na Itália, é uma daquelas regiões que parece um sonho. A paisagem poética e fascinante deste lago estava no topo da minha lista dos destinos dos sonhos e fez jus a todas as minhas expectativas.

Lago Di Como O Que Fazer?Lago di Como

Considerado o terceiro maior lago da Itália essa região coleciona adoráveis vilarejos, encravados na montanha que cerca o lago glacial, o Lago di Como. Uma viagem que nos convida a viver cenas de um filme extraordinário.  

Lago Di Como O Que Fazer?Varenna

Localizado ao norte do país, na região da Lombardia, está apenas a 83 Km de Milão, muitos fazem um rápido bate-volta até Bellagio ou mesmo até a cidade de Como. Recomendo que dedique ao menos dois dias para esta região.

Itália – Descubra a região dePiemonte e o que fazer em Turim

Entre o final de março e final de outubro é considerada alta temporada. Da primavera ao início do outono, é o período que a região tem uma variedade maior de atrações para se visitar. Cheguei na primeira semana de novembro e algumas atrações já estavam fechadas, mas independente disso Bellagio e Varenna conquistaram meu coração.

Lago Di Como O Que Fazer?Varenna

Tudo o que você precisa saber para explorar o Lago di Como.

O que conhecer no Lago di Como

Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio

Bellagio

Essa é a vila mais famosa do Lago di Como e não teria como ser diferente, a pitoresca vila de Bellagio é encantadora a cada passo e a cada nova ruela que vamos descobrindo.

A explosão de cores das sacadas floridas somada aos tons pastéis impecáveis dos prédios que sobem de um lado e de outro formando apertadinhas e charmosas vielas são um convite para passar o dia percorrendo cada cantinho da cidade. Por sorte (ou não) não são muitos, é possível ir e voltar várias vezes. Todos eles têm algo em comum, o Lago di Como está sempre triunfando na paisagem de fundo.

Um dos melhores passeios em Bellagio, sem sombra de dúvidas, é desfrutar das inúmeras cafeterias que invadem as calçadas de pedras e são capazes de te levar para outra dimensão se você se desligar do celular e do relógio, apreciando apenas a vista, o movimento e curtindo o momento.

  • Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio
  • Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio
  • Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio

Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio

Mas Bellagio também oferece mais do que simples passeios pelas ruelas e paradas nas cafeterias.

A Villa Serbelloni conta com um jardim com vista para o lago, porém o local só fica aberto no período da alta temporada e a visita só é permitida mediante a pré-reserva. Mas além de jardim, o local também é um hotel, Grand Hotel Villa Serbelloni Bellagio, aliás o hotel mais luxuoso de Bellagio.

Também nas margens do Lago di Como você encontra o parque da Villa Melzi d’Eril, que é considerado um jardim histórico que fica dentro de uma residência privada. Também aberto ao público apenas no período da alta temporada.

Lago Di Como O Que Fazer?Bellagio

Varenna

De frente para Bellagio encontra-se Varenna. Um pouco menos discreta que Bellagio, Varenna conta com construções de coloração forte. Construções essas, que chamam atenção de longe. Vermelho, amarelo e verde, todos em tons vibrantes, destoam entre a paisagem da floresta que rodeia a vila.

Lago Di Como O Que Fazer?Varenna

Varenna tem menos turista e mais intimista, achei o lugar um espetáculo. Enquanto Bellagio te convida para um café na calçada, aqui o convite fica por conta do drinque, cerveja ou vinho, acompanhado de um prato de frutos do mar ou pizza (Itália baby). Com vista para o admirável Lago di Como e para as pequenas embarcações dos pescadores, tem tudo para você ter um momento inesquecível.

Varenna

  • Varenna
  • Varenna

Se quer ir além dos drinques e das ruelas, recomendo uma visita pelo Vila Monastero. Uma casa museu que além do jardim botânico a casa oferece quatorze quartos que estão abertos para visita o ano todo.

Como

Ainda que Como seja uma cidade pequena ela é muito maior que as vilas que estão ao redor do lago. É por aqui que chega o trem que vem de Milão e essa pode ser uma passagem obrigatória no seu roteiro.

Uma das grandes atrações da cidade é o funicular, que te leva para o alto da montanha e dando a oportunidade de ter uma vista única do Lago di Como. É só comprar o ingresso e aguardar na fila, para o retorno a mesma coisa, se tiver a oportunidade opte pela maior janela com vista para o lago, que vai se revelando pouco a pouco ao longo da subida.

Como – Vista do mirante

Além do funicular você pode aproveitar a passagem por lá e visitar outros pontos turísticos. Confira o post do blog Rafa pelo mundo sobre O que fazer em Como.

Tremezzo

A essa altura você já percebeu que jardins e casas históricas é o forte desta região, não é mesmo? Mas a Vila Carlota, localizada em Tremezzo é uma das mais tradicionais. Construída no séc. XVII.

De frente para o Lago di Como, a Vila Carlota é um maravilhoso jardim botânico acompanhado de um museu, que já foi residência de alguns nobres europeus. Ainda que o local atinja o ápice na primavera o passeio é uma excelente pedida para toda as épocas do ano.

Lecco

Lecco também pode ser uma excelente pedida de cidade para se conhecer nessa região, se você está em Milão saiba que tem trem direto para Lecco. Deixo aqui o post do blog, Apure Guria onde a Angela conta como foi o passeio de meio período pela cidade de Lecco.

Como se locomover no Lago di Como

Partindo de Milão, de trem, a melhor opção é seguir com destino para estação Como Nord Lago.

Leia também:  Como Condutor Devo Saber Que, Ao Circular Neste Local, Devo Transitar:?

Chegando em Como para se locomover entre as pequenas vilas, uma das melhores opções são as balsas. Confira os horários e valores através do site Navigazione Laghi. Para isso é necessário ter tempo e planejamento.

Bellagio

Se locomover de carro ao redor do Lago di Como pode ser uma aventura, as estradas são apertadinhas e os italianos são malucos. Mas a vista e a liberdade de ir e vir compensa as altas emoções ao longo do caminho.

As balsas também oferecem serviço de travessia com o carro e foi isso que eu fiz para atravessar de Bellagio e Varenna.

Sendo assim, quando era mais rápido seguir de carro, seguía, caso contrário optava pela balsa com o carro.

Onde se hospedar no Lago di Como

Grand Hotel Imperiale Resort & SPA está localizado de frente para o Lago di Como situado na vila de Moltrasio.

Um pouco mais afastada das principais cidades ao redor do lago, consequentemente com um custo mais acessível sem deixar de lado a vista e a sofisticação de um prédio com estilo Art Nouveau, o Grand Hotel Imperiale tem a comodidade de estar ao lado de  uma das balsas que atravessa o lago, facilitando todo o deslocamento entre uma vila e outra.

Hotel Asnigo, é um pouco mais longe do lago mas ainda assim com uma vista espetacular do mesmo. Fica na cidade de Cernnobia, essa opção só é válida para aqueles que estão de carro. No alto de uma montanha, fica inviável a locomoção de transporte público ou de táxi. Mas a vista e a piscina deste hotel falam por sí só.

Hotel Asnigo – Itália – Foto:Booking.com

Se você gosta de conhecer cidades fora do óbvio e explorar pequenos vilarejos italianos, você não pode deixar de conferir essa lista das sete cidadezinhas italianas imperdíveis para incluir no seu roteiro.

O que fazer no Lago di Como, na Itália

Distante meros 50 quilômetros de Milão, o passeio de um dia ao Lago di Como é dos bate-voltas mais comuns entre os turistas que visitam a maior cidade do norte italiano – afinal, a viagem em trem a partir da estação Cadorna, no centro de Milão, não demora nem uma hora e custa pouquíssimo. De carro, é só pegar a estrada A-9 na saída de Milão.

Há tempos, o Lago di Como é um destino da moda entre os europeus, seja para uma escapada romântica ou para um final de semana de festa entre amigos.

Sua extensão (com formato semelhante a um Y) chega a mais de 45 quilômetros e a profundidade pode ultrapassar os 400 metros, com diversos vilarejos em suas margens.

Região pródiga em hotéis de luxo – acaba de ganhar mais um, aliás, o Il Sereno, novinho em folha –, abriu também, nos últimos anos, pousadas e B&Bs charmosos para orçamentos mais modestos.

Não à toa, diversos milaneses têm casas de veraneio e fogem aos finais de semana para lá. Na última década, ganhou ainda mais notoriedade quando George Clooney e outras celebridades hollywoodianas compraram ali casas (ou melhor, mansões) nas encostas das montanhas localizadas às suas margens.

Mas é claro que o lago vai muito além disso, com suas cidadezinhas e seus vilarejos cheios de charme, construções seculares e ilhotas cativantes.

A melhor base para o turista (seja para apenas um dia ou para dormir) é Como, com fartas opções hoteleiras e ligada a Milão por diversos trens, que saem diariamente até a estação Como Nord, quase de frente para o lago.

Lago Di Como O Que Fazer?

Catedral de Como (foto: shutterstock)

Ao desembarcar do trem, resista à tentação de entrar de cara num dos passeios de barco oferecidos nos píeres do outro lado da avenida à beira-mar: cinco minutos de caminhada à direita o deixarão direto na entrada do imperdível funicular Como-Brunate, do final do século 19. São apenas sete minutos de bondinho montanha acima até o diminuto vilarejo charmosas casinhas de pedra, nem é a principal atração – mas sim a vista espetacular que se tem de Como, do lago e dos majestosos Alpes dali de cima.

Já perfeitamente orientado, aí sim é hora de passear pela cidade e escolher seu passeio de barco pelo lago.

Com ruelas estreitas de pedra fechadas para pedestres, deliciosas feiras de rua, charmosos cafés e uma belíssima catedral – o Duomo – do século 11, passear por ali é uma delícia.

A enorme Piazza Cavour é o coração da parte turística de Como, com vista para o lago e inúmeros cafés e restaurantes de hotéis com suas mesinhas espalhadas pelo calçadão.

Mas resista à tentação de se sentar ali mesmo na hora que a fome bater: há segredos muito bem guardados a três, quatro quadras dali – como o delicioso Café del Viaggiatore, que serve ótimos pratos, panini e drinques num ambiente cool e relaxado, com ótimos preços. Enquanto perambula pelo centrinho, vale espiar as lojas de peças de seda produzidas todas localmente e com reconhecida qualidade.

Lago Di Como O Que Fazer?

Bellagio (Foto: shutterstock)

Durante os meses de primavera e verão, quiosques oferecem diferentes passeios de barco na promenade à beira-lago. O mais concorrido é o que leva diretamente a Bellagio, o mais famoso dos vilarejos do Lago di Como.

Conhecida como “a pérola do lago de Como”, Bellagio fica cerca de 30 quilômetros distante. Sua peculiar arquitetura de casinhas coloridas em tons pastel inspirou a construção do famoso hotel de mesmo nome em Las Vegas.

Pequenininha e cativante, é perfeita para um passeio de meio dia entre suas ruelas, lojinhas, seus cafés, parques de esculturas e jardins com vista para o lago.

Outra opção é tomar um dos barcos que fazem o roteiro circular (€ 9) entre os vilarejos mais próximos a Como, como os encantadores Tremezzo e Cernobbio. O programa todo dura pouco mais de uma hora, mas é permitido escolher uma das paradas para descer e continuar a viagem mais tarde, em qualquer horário no mesmo dia.

Borgo Antico 
Renovado há três anos, fica a 250 metros do lago. Possui 26 acomodações, algumas com varanda

La Perla
Localizado em Tremezzo, tem quartos com varanda ou terraço

Il Sereno
À beira do Lago di Como, possui apenas 30 acomodações com camas king size ou duas twin, área de estar e terraço

Leia também:

  • Garda, Como e Maggiore: roteiro pelos Lagos Italianos + rapidinha em Milão
  • O que fazer no Lago de Garda
  • O que fazer no Lago Maggiore, na Itália
  • O que fazer em Milão, a cidade mais sofisticada em Itália

Você já pensou em acumular milhas aéreas suficientes para fazer uma viagem internacional por ano? Aguardar seus voos em qualquer lugar do mundo dentro de uma sala VIP? Ter seguros e proteções no dia a dia a nas viagens? Se você quer ser um viajante profissional, não perca esses dois e-books que a Viajar Pelo Mundo, em parceria com o site Falando de Viagem, prepararam. Chega de pagar por aquilo que você tem direito, está na hora de você conhecer todos os benefícios do seu cartão!

Leia também:  Como Contar Aos Meus Pais Que Estou Namorando?

Clique aqui e aproveite!

Um dia de passeio pelo Lago di Como, na Itália

Continue

Como em muitas regiões da Itália, o Lago di Como é mais um cenário de tirar o fôlego. Estando em Milão, vale super a pena reservar um dia inteiro para se aventurar de trem até as charmosas cidadezinhas e fazer um passeio pelo Lago.

Como chegar no Lago di Como saindo de Milão

Aqueles que preferem pegar a estrada poderão dirigir pela região que rodeia o Lago di Como e experimentar o que as pequenas cidades têm de melhor. Quem tem mais tempo, pode, inclusive, passar a noite em alguma delas.

Quer saber como alugar um carro na europa sem encontrar nenhuma surpresa? Leia este post aqui!

Outra opção, e acredito que seja até mais vantajosa, é pegar um trem que sai da estação Milano Centrale e ir até a estação Como S. Giovanni, em Como. Também dá para fazer o trajeto a partir da estação Milano Cadorna. O percurso não dura nem uma hora, são 50 quilômetros de Milão.

O que visitar por lá

Chegando na cidade, basta comprar um ingresso para embarcar nos barcos de passeios que passam pelos principais vilarejos e retornam para o ponto inicial. Neste caso, todo o trajeto é realizado em apenas uma dia – e aqui vale a dica: escolha um dia bonito, de sol!

O Lago di Como é o terceiro maior da Itália, com 46 quilômetros de comprimento. É o queridinho dos moradores da Lombardia, principalmente durante os finais de semana.

São diversas casas de veraneio espalhadas por toda a costa do lago, que tem formato de “Y” invertido. Mansões que são verdadeiros museus completam o cenário de montanhas que alcançam mais de 2.500 metros de altura.

A região conquistou, por exemplo, o coração do George Clooney, que tem uma mansão lá.

Como

Em Como, as atrações são o Duomo, catedral do século 11, e a praça Piazza Cavour, com vista para o lago.

Charmosas delicatessens, lojinhas e cafés estão distribuídas em ruazinhas lindas e super estreitas.

A região é famosa pela produção de seda e vale a pena levar alguma peça para casa, como gravatas e lenços. O passeio de funicular até Brunatte também é imperdível.

O vilarejo tem uma vista espetacular para o lago e para as montanhas.

Lecco

A sudeste do Lago di Como fica Lecco. Aqui vale a pena caminhar pelo centro e visitar a Igreja de S. Andrea e o Palazzo Belgioso. Depois de passar por Abbadia Lariana, Mandello del Lario e Lierna, chega-se a Varenna.

Varenna

Em Varenna, a principal atração é a Villa Monastero. O local abrigava um convento até meados de 1200.

A charmosa e pequena cidadezinha fica numa região privilegiada do Lago, o que a torna destino favorito de muitos visitantes. A graciosidade dos jardins e da arquitetura medieval repleta de arte foi preservada, e até ampliada, ao longo dos anos.

Bellano

Contornando a região sudeste, Bellano também tem paisagens magníficas. A vila é formada por ruelas estreitas e casas medievais. Além das atrações tradicionais, o centro e uma igreja do século 14, o passeio ao Orrido di Bellano é lindo.

Trata-se de um desfiladeiro natural criado pelo rio Pioverna, cujas águas, ao longo dos séculos, moldaram cavernas e buracos gigantescos.

A caminhada pela passarela de concreto permite o encontro com sombrias ravinas, além do ronco das águas turbulentas, que fazem de Orrido um dos locais mais turísticos do Lago.

Abadia de Piona

Saindo de Bellano, a próxima parada pode ser a Abadia de Piona, pouco antes de Colico. A localidade foi fundada por monges e ainda hoje preserva características originais.

A abadia é famosa pela fabricação de licores feitos por monges que ainda vivem lá. Ervas medicinais, cremes cosméticos e mel também são feitos a partir de receitas antigas.

Dongo

Situada no topo do Y invertido, Dongo tem vistas privilegiadas para Bellagio e também para o pôr do sol. Um antigo palácio neoclássico abriga o Museu da Resistência. A cidade ficou bastante conhecida após ser palco do tiroteio que matou Mussolini, em abril de 1945.

Menaggio

Na costa ocidental de Como fica Menaggio. A cidade está no centro, entre o lago e as montanhas, e por isso tem fácil acesso aos principais passeios, como às vilas que cercam a região. De Menaggio é possível ir à Varenna ou Bellagio, atravessando de barco. Essa possibilidade facilita o roteiro de quem opta por um trajeto mais curto.

Bellagio

Aqui existem vários restaurantes charmosinhos. Vale a pena escolher um deles, sentar do lado de fora, deliciar-se com as comidas típicas e desfrutar a paisagem!

Bellagio quer dizer “belo lago”, e não é por acaso. A cidade é conhecida como a “pérola do Lago di Como” e fica exatamente na península que divide o lago em dois braços.

A região abriga a Villa Melzi, com seus jardins exuberantes que está abertos ao público, e a Villa Serbelloni, grande hotel de 1850 – e as duas têm a sorte de contar com a paisagem maravilhosa dos alpes e da água azul do lago.

Villa Carlotta

O acesso à imponente construção de 1600, Villa Carlotta, em Tremezzo, também é feita a partir de Menaggio. A vila é rodeada por um belíssimo jardim decorado com estátuas, fontes e escadas. Ainda de Menaggio é possível visitar a Villa Balbianello, em Lenno. O jardim é formado por terraços e colunas e a estrutura segue fielmente os contornos do terreno.

Cernobbio

Em Cernobbio fica o resort Villa d’Este. O hotel é rodeado por um parque de 10 hectares. A antiga vila do século 16, construída como casa de verão, foi transformada em hotel em 1873 e hoje oferece os mais altos padrões de qualidade, mantendo o charme do passado.

O hotel tem 152 quartos decorados com mobiliário estilo renascentista. Dentro do parque há ainda duas belas Villas privadas, Malakoff e Cima. O paraíso é refúgio de celebridades de todo o mundo e foi cenário para o primeiro filme de Alfred Hitchcock, O Jardim dos Prazeres.

De volta ao mundo real… Durante todo o ano é possível visitar o Lago di Como, principalmente se você vai percorrê-lo de carro. Porém, durante o inverno os cruzeiros e ferry-boats não funcionam.

Além disso, atividades apreciadas no verão, como canoagem, windsurfe, vela e esqui aquático, entre outros, também param.

Mas não esqueça, prefira os dias de sol da primavera ou do verão!

Vai viajar para Milão? Então não esqueça de conferir as dicas da cidade neste post aqui! E agora que você já sabe que o passeio pelo Lago di Como pode reservar lindas surpresas, não esqueça também de deixar um dia só pra ele no seu roteiro! ????

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*