Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

Fig. 1 – O ar, a areia e a água do mar são exemplosde misturas de substâncias

Quase todos os materiais que existem na natureza aparecem sob a forma de misturas de substâncias. Ou seja, os materiais são formados por mais do que um tipo de componente (que se designa por substância).

Existem três tipos de misturas de substâncias:

  • Misturas homogéneas

  • Misturas heterogéneas

  • Misturas coloidais ou coloides

  • Através de uma observação macroscópica (isto é, quando nos limitamos a observar as substâncias, sem qualquer instrumento de ampliação), as misturas podem ser classificadas em misturas homogéneas e misturas heterogéneas. Trata-se de uma classificação que está relacionada com o aspeto da substância.

    Misturas homogéneas

    São aquelas em que não é possível distinguir os seus componentes uns dos outros. Estas misturas têm o mesmo aspeto em toda a sua extensão.

    Por exemplo, a mistura de água com açúcar é uma mistura homogénea, pois, estando o açucar dissolvido na água, não é possível distinguir o açúcar da água.

    O vidro, o ar que nos rodeia e a água da torneira são também exemplos de misturas homogéneas.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Água engarrafada

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Vidro

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Aço

    Misturas heterogéneas

    São aquelas em que é possível distinguir todos ou alguns dos seus componentes. São assim misturas que têm um aspeto diferente ao longo da sua extensão.

    Por exemplo, a mistura de água com azeite é uma mistura heterogénea, uma vez que é possível distinguir a água do azeite (são líquidos imiscíveis, isto é, que não se misturam um com o outro).

    As rochas como o granito, a areia da praia ou uma pizza são outros exemplos de misturas heterogéneas.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Areia da praia

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Pizza

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Granito

    Misturas coloidais ou coloides

    Existem algumas misturas, que apesar de parecerem homogéneas quando observadas macroscopicamente, quando são observadas microscopicamente, isto é, com recurso a instrumentos de ampliação como o microscópio, já não apresentam um aspeto uniforme. São chamadas de misturas coloidais ou coloides.

    Por exemplo, a maionese, quando observada a olho nú (macroscopicamente) parece homogénea, mas se observada ao microscópio o seu aspeto é heterogéneo.

    São exemplos de misturas coloidais ou coloides o leite, a manteiga, o queijo, o iogurte, os gelados, a gelatina, a pasta de dentes, as claras em castelo, as espumas, o sangue e as tintas.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Sangue

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Maionese

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Yogurte

    As informações e textos foram adaptados do livro “Eu e o planeta azul – Terra em transformação” da Porto Editora.

    Tipos de misturas – Manual da Química

    As misturas podem ser homogêneas (quando um material dissolve-se em outro) e heterogêneas (quando um material não dissolve o outro).

    Os tipos de misturas (união de duas ou mais substâncias diferentes) estão relacionados com os materiais envolvidos e, de forma geral, apresentam um disperso e um dispersante.

    Disperso é a substância que é dissolvida ou espalhada em outra, sendo essa outra substância o dispersante.

    Dependendo do tipo de mistura, o disperso pode estar ou não dissolvido no dispersante, fator esse determinante para a classificação das misturas.

    Resumo sobre tipos de misturas

    • Mistura é a reunião de duas ou mais substâncias;
    • Fases são os aspectos visuais de uma mistura;
    • Misturas homogêneas apresentam apenas uma fase;
    • Misturas homogêneas especiais são a eutética (cujo ponto de fusão é constante) e a azeotrópica (cujo ponto de ebulição é constante);
    • Misturas heterogêneas apresentam duas ou mais fases;
    • As misturas heterogêneas podem ser classificadas em suspensões ou coloides;
    • Vários são os métodos de separação de misturas heterogêneas, como catação, levigação, ventilação, decantação, centrifugação, filtração simples e fracionada, dissolução fracionada e flotação;
    • Vários são os métodos de separação de misturas homogêneas, como fusão fracionada, sublimação fracionada, cristalização fracionada, destilação simples e destilação fracionada.

    Fases de uma mistura

    Fase, ou aspecto visual, é a forma como a substância está apresentada na mistura. Essa forma pode ser o estado físico (sólido, líquido ou gasoso), coloração etc. Se adicionarmos em um recipiente madeira e água, por exemplo, podemos identificar que existem duas fases, já que um dos materiais apresenta uma cor e está sólido, e o outro apresenta outra cor e está líquido.

    Misturas homogêneas

    São misturas formadas pela dissolução de um material (soluto) em outro (solvente), resultando em um sistema formado por uma única fase, ou seja, apenas o solvente pode ser visualizado.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Água e sal é um exemplo clássico de mistura homogênea.

    → Tipos de misturas homogêneas

    De forma geral, uma mistura homogênea é considerada simples ou comum quando não apresenta uma proporção (porcentagem) específica de cada um de seus componentes. Agora, quando há a necessidade de uma proporção, ela passa a ter uma classificação diversificada. Veja:

    Eutética-

    Mistura eutética é a mistura homogênea que possui apenas componentes no estado sólido, apresentando uma proporção (porcentagem) específica de cada um deles.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? A solda é uma mistura eutética muito utilizada no dia a dia de diversos profissionais.

    A solda é um exemplo de mistura eutética por apresentar os materiais sólidos estanho e chumbo nas proporções 63% e 37%, respectivamente. Além de apresentarem uma proporção específica de cada material, as misturas eutéticas possuem o ponto de fusão constante e o ponto de ebulição variável.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Gráfico de uma mistura eutética demarcando os seus pontos de fusão e ebulição.

    No gráfico, as letras representam:

    • S: temperatura em que o material está no estado sólido;
    • S + L: ponto de fusão;
    • L: temperatura em que o material está no estado líquido;
    • L + G: ponto de ebulição;
    • G: temperatura em que o material está no estado gasoso;

    Azeotrópica-

    Mistura azeotrópica é a mistura homogênea que possui apenas componentes no estado líquido, apresentando uma proporção (porcentagem) específica de cada um deles.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? O álcool 96 é uma mistura azeotrópica que pode ser utilizada como combustível.

    O álcool 96 é um exemplo de mistura eutética por apresentar álcool e água nas proporções 96% e 4% respectivamente. Além de apresentarem uma proporção específica de cada material, as misturas azeotrópicas possuem ponto de fusão (S+L) variável e ponto de ebulição (L+G) constante.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Gráfico de uma mistura azeotrópica demarcando os seus pontos de fusão e ebulição.

    Misturas heterogêneas

    São misturas formadas por materiais que não se dissolvem um no outro, ou seja, ao olharmos para o recipiente onde eles estão, podemos visualizá-los facilmente. Essas misturas apresentam duas ou mais fases.

    Se em um recipiente adicionarmos areia, água e óleo, observaremos as três fases. Veja:

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    Vale ressaltar que nem sempre é possível visualizar a olho nu as fases da mistura heterogênea. Em alguns casos, apenas a visualização com um microscópio permite a identificação das fases da mistura.

    → Tipos de misturas heterogêneas

    São tipos de misturas heterogêneas:

    – Suspensões

    • Suspensões, ou misturas heterogêneas grosseiras, são aquelas em que podemos visualizar a olho nu os dispersos, além de poder separá-los por meio de métodos simples de separação de misturas, como a decantação e a filtração.
    • Vale ressaltar que, em uma suspensão, o dispersante apresenta as partículas do disperso com um tamanho superior a 1000 A (A significa angstron, o qual corresponde a 1 nanômetro ou 10-10 m).
    • Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? A mistura formada por areia e água é uma suspensão.

    Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

    Veja também: Unidades de medida

    – Coloides ou soluções coloidais

    São misturas heterogêneas em que o disperso apresenta um tamanho entre 10 e 1000 A, tamanho esse que possibilita a visualização apenas com um ultramicroscópio. Além disso, o disperso só pode ser sedimentado (decantado) em uma ultracentrífuga ou separado do dispersante em um ultrafiltro.

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? A gelatina é um exemplo de coloide.

    Métodos de separação de misturas

    • Catação: método que utiliza as mãos ou um artefato para separar componentes de diferentes tamanhos de uma mistura heterogênea formada por sólidos ou sólido e líquido.
    • Peneiração: método em que uma mistura heterogênea formada por sólidos ou por um sólido e um líquido atravessa uma peneira.
    • Ventilação: método que utiliza a força do vento para separar o componente de maior densidade de uma mistura heterogênea formada por sólidos.
    • Levigação: método que utiliza a força de um líquido para separar o componente de maior densidade de uma mistura heterogênea formada por sólidos.
    • Flotação: método em que um gás é adicionado a uma mistura formada por um sólido e um líquido para haver interação entre um deles e as bolhas e, posteriormente, a separação.
    • Separação magnética: método que utiliza um ímã para atrair o componente metálico de uma mistura.
    • Decantação: método que utiliza a diferença de densidade e ausência de solubilidade para separar os componentes de uma mistura heterogênea formada por líquidos ou sólido e líquido.
    • Centrifugação: é o método que utiliza uma centrífuga para acelerar a decantação;
    • Dissolução fracionada: método em que um líquido é adicionado a uma mistura heterogênea de sólidos com o objetivo de dissolver um deles.
    • Filtração simples: método em que uma mistura heterogênea formada por um sólido e um líquido atravessa um filtro para que haja a separação dos componentes.
    • Filtração a vácuo: método em que uma mistura heterogênea formada por um sólido e um líquido atravessa um filtro, caindo em um recipiente com vácuo.
    • Cristalização fracionada: método em que os diferentes solutos dissolvidos em um solvente são separados à medida que o solvente sofre evaporação. Esse método baseia-se na diferença de solubilidade.
    • Fusão fracionada: método em que aquecemos uma mistura homogênea formada por sólidos para separar os componentes em razão dos diferentes pontos de fusão;
    • Sublimação fracionada: método em que aquecemos uma mistura homogênea formada por sólidos, sendo um deles sublimável.
    • Destilação simples: método em que aquecemos uma mistura homogênea formada por sólido e líquido, sendo o líquido separado do sólido por vaporização seguida de condensação.
    • Destilação fracionada: método em que aquecemos uma mistura homogênea formada por líquidos para separá-los em razão dos diferentes pontos de ebulição.
    Leia também:  Como Mostrar Ao Namorado Que O Amo?

    Exercícios resolvidos sobre misturas

    1. Exercício 1: (Acafe) O ar atmosférico filtrado é utilizado como matéria-prima por algumas indústrias, como a White Martins, Oxigênio do Brasil e outras, na obtenção de gases de grande utilidade a nível industrial, entre eles, o gás oxigênio e o gás nitrogênio.

      Essa constatação permite afirmar que o ar filtrado é:

    2. a) uma mistura heterogênea.
    3. b) uma substância simples.
    4. c) uma mistura homogênea.
    5. d) um elemento químico.
    6. e) uma substância composta.

    7. O ar filtrado é uma mistura homogênea por apresentar vários componentes formando uma única fase.

    Exercício 2: (Mack-SP) Rochas ígneas ou magmáticas são formadas pela solidificação do magma (lava).

    Um exemplo típico de rocha magmática é o granito, que é usado como revestimento de edifícios, pisos etc. Sobre o granito, é correto afirmar que é uma:

    • a) substância pura composta.
    • b) mistura heterogênea.
    • c) substância pura simples.
    • d) mistura homogênea.
    • e) substância solúvel em água.
    • O granito é uma mistura heterogênea porque apresenta três fases.
    • Exercício 3: (Ceesu) Um sistema formado por água, sal de cozinha dissolvido, álcool comum, limalha de ferro e gasolina apresenta:
    • a) uma fase.
    • b) duas fases.
    • c) três fases.
    • d) quatro fases.
    • e) cinco fases.
    • O sistema apresenta apenas 3 fases, poid o sal de cozinha e o álcool comum dissolvem-se na água, mas a limalha de ferro e a gasolina, não.
    • Exercício 4: (Cesgranrio) De acordo com os gráficos de mudanças de estado abaixo, podemos afirmar corretamente que I, II e III correspondem, respectivamente, a:
    • Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?
    • a) mistura azeotrópica, substância pura e mistura eutética.
    • b) mistura, substância pura e mistura azeotrópica.
    • c) mistura, mistura azeotrópica e substância pura.
    • d) substância pura, mistura eutética e mistura azeotrópica.
    • e) substância pura, mistura e mistura eutética.
    • A resposta é a alternativa b, pois:
    • Gráfico I: pertence a uma mistura comum por apresentar todos os patamares (retas) na diagonal;
    • Gráfico II: pertence a uma substância por apresentar o segundo e quarto patamares na horizontal;
    • Gráfico III: pertence a uma mistura azeotrópica por apresentar o quarto patamar na horizontal.

    Exercício 5: (UEL) De uma mistura heterogênea de dois líquidos imiscíveis e de densidades diferentes, pode-se obter os líquidos puros por meio de:

    I. Sublimação.

    II. Decantação.

    III. Filtração.

    1. Dessas afirmações, apenas:
    2. a) I é correta.
    3. b) II é correta.
    4. c) III é correta.
    5. d) I e II são corretas.
    6. e) II e III são corretas.
    7. A alternativa correta é a letra b, pois, para separar dois líquidos imiscíveis (que não se dissolvem, ou seja, que formam uma mistura heterogênea), é necessário realizar uma decantação.

    O ato de cozinhar é uma forma de trabalhar com diferentes tipos de misturas.

    Por Diogo Lopes Dias

    Tipos de Misturas. Misturas homogêneas e heterogêneas

    A grande maioria dos materiais encontrados na natureza, em nossa sociedade e em nosso corpo não são substâncias puras, mas, na verdade, misturas de duas ou mais substâncias.

    Apesar de nos referirmos, na maioria das vezes, à água mineral apenas como “água”, na realidade, ela não possui apenas a substância pura H2O, porque ela é o resultado de um processo no qual a água da chuva penetra no solo e passa por várias rochas.

    Assim, como o próprio nome indica, além de água, ela também possui vários minerais dissolvidos. Se você tiver curiosidade para conferir o rótulo de alguma água mineral, verá que ela possui em sua composição química sulfatos de estrôncio, de cálcio, de sódio, de potássio, bicarbonato de sódio, fluoreto de sódio, entre outros.

    Mapa Mental: Misturas

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea?

    * Para baixar o mapa mental em PDF, clique aqui!

    Como é possível diferenciar uma substância de uma mistura?

    • A água destilada mostrada a seguir é uma substância pura que contém apenas H2O:
    • Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Água destilada utilizada em laboratório
    • Visualmente, ela é exatamente igual a uma mistura de água e sal; porém, elas podem ser diferenciadas a partir da definição de mistura. Veja:
    • Misturas são materiais cujas propriedades físicas não são constantes, mas variam em uma determinada temperatura e pressão.

    Assim, basta medir as propriedades físicas, como os pontos de fusão e ebulição e a densidade. Caso se apresentem constantes e bem definidas, trata-se de uma substância pura (no caso da água destilada, em 4ºC, a sua densidade é de 1,0 g/cm3 e, ao nível do mar, os pontos de fusão e ebulição são de 0ºC e 100ºC, respectivamente).

    Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

    No entanto, se forem apresentadas variações, trata-se de uma mistura. Se você aquecer a mistura de água com sal para verificar o ponto de ebulição, verá que, durante a mudança do estado líquido para o gasoso, a temperatura não permanece constante, como acontece com a água destilada, que se mantém em 100 ºC até que todo líquido vire vapor.

    1. Agora, existem misturas que nem é preciso determinar suas propriedades físicas para sabermos que são misturas, basta olharmos, como é o caso da mistura a seguir de água e óleo:
    2. Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Mistura formada por água e óleo
    3. Isso indica que existem tipos diferentes de misturas, que podem ser classificadas em homogêneas e heterogêneas. Veja cada uma:
    4. Misturas Homogêneas:
    5. São aquelas que apresentam um aspecto uniforme, com uma única fase (monofásica). Exemplos:
    • soro fisiológico (0,9 g de cloreto de sódio em 100 mL de água);
    • salmoura (36 g de sais, como o cloreto de sódio, cloreto de magnésio, iodato de potássio, antiumectantes e 100 mL de água);
    • álcool hidratado (etanol e água);
    • ar (78% de gás nitrogênio, 20% de gás oxigênio, 2% de outros gases e vapor de água);
    • aço (liga metálica formada por 98,5% de ferro e 1, 5% de carbono).

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Soro fisiológico, aço e formol, exemplos de misturas homogêneas

    Os exemplos acima mostram que as misturas homogêneas podem estar no estado sólido, líquido ou gasoso.

    Essas misturas homogêneas são chamadas de soluções e elas não podem ser separadas por métodos físicos, mas apenas por técnicas químicas.

    Para separar o álcool da água, por exemplo, é necessário realizar um processo de destilação, pois uma centrifugação ou filtração não adiantariam.

    Além disso, é importante ressaltar que elas devem ser homogêneas até mesmo ao olhar em um ultramicroscópio.

    A olho nu, o leite e o sangue, por exemplo, podem parecer homogêneos, mas no ultramicroscópio vemos que, na verdade, são heterogêneos.

    Veja a imagem do sangue no ultramicroscópio e as suas fases separadas depois de ter sido colocado em uma ultracentrífuga:

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Imagem microscópica e fases do sangue

    Misturas Heterogêneas:

    São aquelas que apresentam mais de uma fase. Exemplos: água e óleo, água e areia, gelo e água, granito, água e ferro, sal não dissolvido na água etc.

    Os componentes das misturas heterogêneas aparecem, na maioria dos casos, em estados físicos diferentes e podem ser separados por métodos físicos. Um exemplo ocorre quando fazemos café e filtramos o sólido, separando-o do líquido.

    • Mas isso não ocorre sempre, como é mostrado no caso do óleo e da água, que, apesar de serem ambos líquidos, não se dissolvem, em razão ds diferentes polaridades de suas moléculas.
    • Mapa mental Por M.e Victor Ricardo Ferreira Professor de Química
    • Por Jennifer Fogaça
    • Graduada em Química

    Mistura – Wikipédia, a enciclopédia livre

    Esta página cita fontes confiáveis, mas que não cobrem todo o conteúdo. Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) (Dezembro de 2018)

    Uma mistura é uma porção de matéria constituída de duas ou mais substâncias chamadas de constituintes.[1]

    Misturas são o produto da união mecânica de substâncias sem mudança na natureza química (ligações químicas), e portanto, cada constituinte retém suas propriedades. No entanto, as propriedades físico-químicas de uma mistura, tais como seu ponto de fusão e ebulição, podem diferir de seus componentes puros.

    As diferentes características dos constituintes permite em alguns casos a separação física. Azeótropos são um caso específico nos quais os processos de separação podem apresentar elevado grau de dificuldade.[2][3][4] O termo dissolver é utilizado para se referir ao processo de se obter uma solução.

    [5]

    Existem três tipos fundamentais de misturas: as homogêneas, as heterogêneas e as coloidais.

    Misturas homogêneas e heterogêneas

    Uma mistura homogênea é uma mistura sólida, líquida ou gasosa na qual seus componentes se encontram na mesma proporção em qualquer ponto de uma amostra. Em oposição, uma mistura heterogênea possui seus componentes distribuídos em proporções distintas ao longo da amostra.

    Uma grande quantidade de rochas são misturas heterogêneas, assim como açúcar e areia ou água e areia também o são. O leite, que aparenta um aspecto uniforme, é uma mistura heterogênea, pois quando visto em um microscópio é possível distinguir os glóbulos de gordura. As misturas homogêneas também são chamadas de soluções.

    Exemplos de misturas homogêneas incluem o melado (açúcar em água), a cachaça (etanol em água) e algumas ligas metálicas tais como latão e bronze.[5]

    Água e gelo compõem um sistema heterogêneo de duas fases.

    Uma fase é uma porção de amostra que apresenta um aspecto visual uniforme, a qual pode ser contínua (em todas as direções) ou não, mesmo se observado por um microscópio. Em físico-química e ciência de materiais, sistemas homogêneos referem-se àqueles presentes em uma única fase, em contraste ao que se denomina sistema heterogêneo.[6]

    Em Química, a diferença entre “sistema” e “mistura”, sejam homogêneos ou heterogêneos, baseia-se no fato de sistema ser um termo mais amplo que inclui também substâncias puras. Por exemplo, um copo contendo água pura no estado líquido juntamente com cubos de gelo (água sólida) confere um sistema heterogêneo (duas fases), porém não se trata de uma mistura.[7]

    Misturas coloidais

    Uma mistura coloidal é caracterizada pela existência de partículas de uma fase, dispersas noutra fase, geralmente contínua.

    As partículas da fase dispersa apresentam algumas características particulares: as suas dimensões podem variar entre 1 nm (1×10−9 m) e 1 µm (1×10−6 m); podem ser constituídas por conjuntos de átomos, iões ou moléculas (coloides micelares), por macromoléculas (coloides moleculares) ou por iões gigantes (coloides iônicos); podem ser encontradas nos diversos estados físicos: partículas sólidas cristalinas ou amorfas, gotas de líquido, bolhas de gás. O interesse crescente no estudo e desenvolvimento das misturas coloidais explica-se pelas inúmeras aplicações atuais: na indústria alimentar (leites, maioneses, cremes, manteigas, margarinas, espumas, chocolates, etc…); na indústria têxtil (lã, seda, linho, algodão, etc…); na construção civil (materiais de construção). Sabe-se hoje que algumas propriedades físicas importantes dos alimentos são devidas às misturas coloidais. São exemplos: a viscosidade, a plasticidade, a elasticidade, a retenção de água e a coesão.

    Nas misturas coloidais, os componentes da mistura não se distinguem a olho nu, contudo se usarmos um instrumento de ampliação, como um microscópio, conseguir-se-ia distinguir muito melhor os diferentes componentes da mistura.

    Misturas comuns, azeotrópicas, eutéticas e substância pura

    Indica Como Se Designam Dois Liquidos Que Formam Uma Mistura Heterogenea? Mistura azeotrópica

    Algumas misturas apresentam características iguais às de elementos ou compostos químicos na hora da ebulição ou de fusão.

    • Misturas comuns: Quando a curva apresenta variação nos dois pontos (PF e PE), dizemos que são misturas comuns.
    • Misturas azeotrópicas: são misturas em que o ponto de ebulição não se altera, durante a ebulição mantém a temperatura constante, comportando-se como um composto químico ou um elemento. Esse tipo de mistura acontece quando o ponto de ebulição atinge o patamar.É muito comum entre líquidos. Ex.: O álcool hidratado é uma mistura azeotrópica, isso se deve porque esse álcool está misturado à água em uma proporção onde é impossível separar pela ebulição, já que a temperatura se mantém constante. PE = 78,5 °C ; PF = -177 °C; P = 0,79 g/cm³ são os pontos de fusão (PF) e ebulição (PE) do álcool.
    • Misturas eutéticas: são misturas cujo ponto de fusão ocorre em temperatura constante. Isso é muito comum em misturas entre metais. Ex.: o bronze é uma mistura de cobre com o estanho, impossível separar por fusão.
    • Substância pura: Quando o ponto de fusão e ebulição está constante, temos uma substância pura.

    Separação de misturas

    As misturas podem ser separadas usando os seguintes métodos:

    • Decantação: permite a separação de líquidos imiscíveis (que não se misturam) ou um sólido precipitado num líquido. Ex.: água e areia, água e óleo vegetal. Pode-se aproveitar a pressão atmosférica e a gravidade para auxiliar no processo de decantação. Um dos líquidos pode ser retirado por sifonação, que é a transferência, através de uma mangueira, de um líquido em uma posição mais elevada para outra, num nível mais baixo.

    Pode-se ainda usar o princípio da decantação para a separação de misturas sólido-gás (câmara de poeira). A mistura sólido-gás atravessa um sistema em zigue-zague, o pó, sendo mais denso, se deposita pelo trajeto.

    • Filtração: este é um método de separação muito presente no laboratório químico e também no cotidiano. É usado para separar um sólido de um líquido ou sólido de um gás, mesmo que o sólido se apresente em suspensão. A mistura atravessa um filtro poroso, onde o material particulado fica retido.
    • Centrifugação: para separar líquidos imiscíveis (que não se misturam) ou um líquido de um sólido insolúvel em suspensão. Para fazer uma centrifugação é preciso uma centrifugadora. Esta máquina faz rodar a mistura (na qual uma das partes tem que ser líquida) a alta velocidade, provocando a separação pela ação da força que é aplicada (do centro para fora). A separação dá-se devido às diferenças de densidades dos materiais. Normalmente uma centrifugação é seguida de uma decantação.Ex: separar glóbulos vermelhos do plasma sanguíneo; separar a nata do leite.
    • Cristalização: separa um sólido cristalino de uma solução. Na cristalização há uma evaporação do solvente de uma solução provocando o aparecimento de cristais do soluto. Ex: o aparecimento do sal nas salinas.
    • Destilação: separa líquido(s) de sólido(s) dissolvidos ou líquido(s) de líquido(s). Na destilação acontecem duas mudanças de estado consecutivas: uma ebulição (vaporização) seguida de uma condensação. Na ebulição é retirado da mistura o componente com o ponto de ebulição mais baixo, e na condensação esse componente volta à sua forma líquida. Existe um tipo de destilação, a destilação fracionada, que permite a separação de vários líquidos com pontos de ebulição muito próximos. Ex: obtenção de água destilada, aguardentes; separação dos diferentes componentes do petróleo.
    • Destilação fracionada: é um método de separação de líquidos que participem de mistura homogênea ou heterogênea. Quanto mais distantes forem os pontos de ebulição destes líquidos, mais eficiente será o processo de destilação. Eleva-se a temperatura até que se alcance o ponto de ebulição do líquido que apresente valor mais baixo para esta característica e aguarda-se, controlando a temperatura, a completa destilação deste. Posteriormente, permite-se que a temperatura se eleve até o ponto de ebulição do segundo líquido. Quanto mais próximos forem os pontos de ebulição dos líquidos, menor o grau de pureza das frações destiladas. A destilação fracionada é usada na obtenção das diversas frações do petróleo.

    Nos alambiques, este tipo de destilação é usado na obtenção de bebidas como a cachaça e o uísque. Na destilação fracionada em laboratório usa-se um equipamento como o mostrado abaixo.

    • Cromatografia: para separar substâncias com diferentes solubilidades num determinado soluto. Na cromatografia uma mistura é arrastada (por um solvente apropriado) num meio poroso e absorvente. Como diferentes substâncias têm diferentes velocidades de arrastamento num determinado solvente, ao fim de algum tempo há uma separação dos constituintes da mistura. Este processo é normalmente usado para pequenas quantidades de amostra. Ex: separação dos componentes de uma tinta.
    • Separação magnética: consegue separar componentes que tenham propriedades magnéticas dos que não as possuem. Aproveitam-se as propriedades magnéticas de um dos componentes da mistura para o separar dos outros. Ex: areia e limalha de ferro; enxofre e limalha de ferro.
    • Extração por solvente: para usar este processo usa-se um solvente que só dissolve um dos constituintes da mistura.Ex: extração da cafeína do chá, usando clorofórmio; remover o iodo da água de iodo, com clorofórmio.
    • Catação: é um método de separação bastante rudimentar, usado para separação de sistemas sólido-sólido. Baseia-se na identificação visual dos componentes da mistura e na separação dos mesmos separando-os manualmente. É o método utilizado na limpeza do feijão antes do cozimento.
    • Peneiração: também conhecido como tamisação, este método é usado na separação de sistemas sólido-sólido, onde um dos dois componentes apresente granulometria que permita que o mesmo fique preso nas malhas de uma peneira.
    • Ventilação: método de separação para sistemas sólido-sólido, onde um dos componentes pode ser arrastado por uma corrente de ar. Um bom exemplo é a separação da casca e do caroço do amendoim torrado.
    • Levigação: a água corrente arrasta o componente menos denso e o mais denso deposita-se no fundo do recipiente. Um bom exemplo é a lavagem da poeira do arroz ou até mesmo a separação do ouro, na mineração.
    • Fusão fracionada: processo usado para separar sólidos ,cujos, pontos de fusão são muito diferentes (Transformação do sólido para o líquido). Exemplo: ouro e bronze, que tem a densidade diferente, ocasionando a fusão mais rápida do bronze.
    • Solidificação fracionada: Processo usado para separar líquidos cujo ponto de solidificação são muito diferentes.
    • Flotação: técnica de separação muito usada na indústria de minerais, na remoção de tinta de papel e no tratamento de água, entre outras utilizações. A técnica utiliza diferenças nas propriedades superficiais de partículas diferentes para as separar. As partículas a serem flotadas tornam-se hidrofóbicas pela adição dos produtos químicos apropriados. Então, fazem-se passar bolhas de ar através da mistura e as partículas que se pretende recolher ligam-se ao ar e deslocam-se para a superfície, onde se acumulam sob a forma de espuma. Exemplo: Separar a serragem da areia, que usa a água para separá-los; fazendo a serragem ficar na superfície e a areia no fundo do pote.
    • Sifonação: é um processo usado para separar as fases heterogêneas sólido/líquido e líquido/líquido

    Ver também

    • Solução

    Referências

    1. ↑ IUPAC, Compêndio de Terminologia Química, 2ª ed. (“Gold Book”). Compilado por A. D. McNaught e A. Wilkinson. Blackwell Scientific Publications, Oxford (1997). Versão online: “mixture”  (2006–) criado por M. Nic, J. Jirat, B. Kosata; atualizações compiladas por A. Jenkins. ISBN 0-9678550-9-8.
    2. ↑ Alberts B.; et al. (2002). Molecular Biology of the Cell, 4th Ed. [S.l.]: Garland Science. ISBN 0-8153-4072-9  !CS1 manut: Uso explícito de et al. (link)
    3. ↑ Laidler K. J. (1978). Physical chemistry with biological applications. Benjamin/Cummings. Menlo Park: [s.n.] ISBN 0-8053-5680-0 
    4. ↑ Weast R. C., Ed. (1990). CRC Handbook of chemistry and physics. Boca Raton: Chemical Rubber Publishing Company. ISBN 0-8493-0470-9 
    5. a b Atkins, Peter W.; Jones, Loretta (2001). Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente. Porto Alegre: Bookman. pp. 80–81, 809. ISBN 8573077395 
    6. ↑ Lew, Kristi (2009). «Homogeneous». Acids and Bases, Essential Chemistry. New York: Chelsea House Publishing. Online publisher: Science Online. Facts On File, Inc. ISBN 978-0-7910-9783-0  access date: 2010-01-01
    7. ↑ Usberco, João; Salvador, Edgard (2014). «Unidade 2: A Matéria». Conecte Química (Volume Único) 1 ed. São Paulo: Saraiva 
    • Portal da química

    Obtida de “https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Mistura&oldid=60502482”

    como se designam dois líquidos que formam uma mistura heterogénea?

    A densidade absoluta é a relação entre a massa e o volume de um corpo em determinadas condições de temperatura e pressão, ou seja, a densidade absolut

    a expressa a quantidade de matéria contida em um corpo em dada unidade de volume.
    Calcule o volume ocupado por um objeto de alumínio, cuja densidade é de 2,7 g/cm3 e massa 2000.

    Uma determinada água de poço contem Ca2+ numa
    concentração de 2 ppm. Calcule:
    a) A concentração do Ca2+ em g/L.
    b) A concentração de Ca2+ em mol/L.
    c)

    A porcentagem em massa de Ca2+.
    Dados: Massa molar (Ca = 40 g/mol)

    para que serve a musica ?
    2 – Prática – Em um experimento, água, óleo de cozinha, corante alimentício e açúcar foram utilizados para produzir misturas

    .

    Após
    cada mistura, observou-se quando ocorria dissolução ou não. A tabela a seguir resume as informações relativas e esse experimento.
    Pode-se afirmar que são misturas homogêneas
    (A) as misturas 1 e 2.

    (B) as misturas 2 e 3.
    (C) as misturas 3 e 4.
    (D) as misturas 1 e 4.

    3) Sabendo que 1u corresponde a 1,67 3 10-27 kg, determine a massa, em quilogramas, dos átomos listados a seguir:
    a) carbono
    b) prata
    c) chumbo

    como saber em quais orbitais atômicos se encontram seus elétrons não ligantes?​

    Tema: Funções Inorgânicas – Teorias ácido-base
    9. AUTOAVALIAÇÃO
    Fim de trilha. Que viagem funcional, que não “sais” do meu pensamento.

    Mas, antes do a

    pito final, responda aí no seu caderno:
    a) Você reservou um tempo para realizar esta
    atividade?
    b) Se reservou, conseguiu realizar esta atividade no
    tempo programado?
    c) Através da trilha, você consegue diferenciar
    ácido de base? E sal de óxido? Caso ainda tenha
    alguma dúvida sobre as Funções Inorgânicas,
    converse comigo em sala de aula, podemos
    aprofundar esse assunto no “Tempo Escola”, ok?
    d) Você acha que consegue aplicar na sua vida
    as aprendizagens dessa trilha? Comente.
    e) E, finalmente, escreva aí com letras garrafais: Ao
    te pH depois das 7, meu sal, vejo você naquela base?

    1) O que o domínio do fogo significou?
    2) Cite esses avanços.
    3) Para conciliar a segurança com o experimento e minimizar a ocorrência de acidentes, o

    que basta manter?

    Construa as estruturas de ressonância da molécula PROPENALDEÍDO (Acrilaldeído).

    Questão 02Dê a definição de temperatura.​

    Para a separacao de miaturas homogeneas liquido com liquido, usamos o processo de:

    Seja o primeiro a comentar

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será publicado.


    *