Embreagem O Que É E Como Funciona?

Sistema de embreagem faz a ligação física entre o câmbio e o motor do veículo. Sua durabilidade é bastante afetada pelos hábitos do motorista ao volante.

A embreagem é composta basicamente de um rolamento, disco revestido com um material de alto atrito e o platô. Este é o componente do sistema de transmissão responsável por fazer a ligação mecânica entre o câmbio e o motor, sendo fundamental para o correto funcionamento do automóvel.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Esse platô tem o papel de manter o disco em contato com o volante do motor.

Nos carros com transmissão mecânica, ao pisar no pedal da embreagem, o rolamento pressiona o conjunto de molas presentes no centro do platô e provoca o desacoplamento do volante com o disco de embreagem, interrompendo a ligação física entre o motor e o câmbio e permitindo assim a troca de marcha. Dependendo do modelo, esse acionamento da embreagem pode ser feito via cabo ou por meio de um sistema hidráulico.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

A durabilidade do conjunto de embreagem varia bastante de acordo com o perfil de uso do veículo. Naqueles que rodam bastante no perímetro urbano, o componente costuma durar entre 50 e 100 mil km.

Já nos veículos de uso rodoviário, é bem comum que mesmo carros com mais de 150 mil km no hodômetro ainda estejam com o conjunto original de fábrica. Mas essa quilometragem pode ser afetada também pelo estilo de condução do motorista.

Confira abaixo alguns hábitos ao volante que devem ser evitados para aumentar a vida útil do conjunto.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Descansar o pé

Muita gente faz isso sem nem perceber. É parar o carro no semáforo para descansar o pé no pedal da embreagem. Pois essa prática acelera o desgaste do sistema de embreagem.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Além de forçar as molas de pressão do platô de maneira desnecessária, o hábito acelera o desgaste do disco de embreagem, que mesmo com o pedal acionado não se descola totalmente do volante do motor. Pé na embreagem, só na hora de trocar de marcha.

Segurar o carro na embreagem

Pelo mesmo motivo não é recomendado a prática de segurar o veículo alternando o pé entre o acelerador e a embreagem em um aclive ou em um semáforo.

O ideal é desengatar o carro e utilizar o pedal de freio do veículo para segurar o automóvel. Se estiver em uma rampa, prefira usar o freio de estacionamento.

Usar a marcha errada

Arrancar com o carro em segunda marcha de maneira pode até ser uma prática útil em situações de baixa aderência. Mas o uso constante dessa prática, além de provocar desconforto, submete o sistema de embreagem a vibrações e atritos desnecessários.

Pela mesma razão o motorista deve abandonar o hábito de dirigir com uma marcha mais alta que a necessária, só para manter a rotação do motor no nível mais baixo possível.

Reduções bruscas

Pode ser até divertido, como se o motorista estivesse em um autódromo. Mas o hábito de utilizar o câmbio no lugar do freio para reduzir bruscamente a velocidade do veículo e acaba tendo impacto negativo na durabilidade da embreagem.

A sobrecarga sobre o conjunto pode provocar até a quebra do disco. Por esse motivo, procure dirigir de forma suave e reduza a velocidade com o freio antes de botar uma marcha mais baixa.

Dirigir de maneira agressiva

Assim como fazer reduções de maneira brusca afeta o automóvel, sair cantando o pneu ou deixando a rotação muito alta antes de soltar o pé da embreagem também são hábitos que afetam a durabilidade do conjunto.

Vale destacar que carros de pista ou modelos preparados geralmente contam com embreagens preparadas para suportar essa carga extra de esforço. O que muitas vezes não é o caso de um carro vendido para uso normal.

Excesso de carga

Foi sair com o carro carregado e sentiu aquele cheiro de queimado vindo do motor do veículo? Pois isso é um sinal claro de superaquecimento do sistema, o que ajuda a reduzir a vida útil dos seus componentes.

Isso é causado pela necessidade de modular o pedal da embreagem para conseguir arrancar com o automóvel com excesso de peso.

Forçando o automatizado

Assim como os carros com câmbio manual, os modelos equipados com transmissões automatizadas também contam com um sistema de embreagem bem parecido com o dos carros “mecânicos”.

Mas o fato desses câmbios não contarem com o pedal da embreagem não significa que maus hábitos do motorista não possam prejudicar o sistema. Isso acontece quando o condutor utiliza o “creeping” do câmbio para segurar o veículo em ladeiras. Vale destacar que o custo de troca do kit é mais alto que em um carro manual.

Embreagem: quando trocar?

O conjunto de embreagem também dá sinais claros de que está chegando ao final da sua vida útil. Por isso, antes de sair fazendo a compra dos componentes por conta própria, é importante consultar um especialista.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Além de barulhos estranhos ao acionar a embreagem, vale ficar atento também ao pedal duro demais ou com curso muito longo ou muito curto. Com o carro em funcionamento, fique de olho também na trepidação excessiva ou se o carro sai dando tranco nas arrancadas.

Outro sinal de problemas é a embreagem “patinando”, o que pode ser um sinal de que o disco do sistema chegou ao final da sua vida útil e já não gera atrito suficiente para o funcionamento correto do automóvel, ou, nos carros com acionamento hidráulico, do desgaste no sistema de acionamento. Em alguns casos, pode ocorrer inclusive da embreagem não desengatar. Isso pode ser causado por problemas nos componentes do sistema de desengate ou por falhas no disco.

Enteda como funciona a embreagem | 360 Explica

Os mecanismos de funcionamento de um automóvel são projetados em detalhes, com o objetivo de proporcionar eficiência e agilidade aos veículos.

Entre os elementos, você já parou para pensar como funciona a embreagem? Localizada entre o motor e a caixa de câmbio é ela quem transmite a força para o funcionamento dos automóveis, do motor para a caixa de câmbio, e desta para os outros componentes do veículo.

Embreagem O Que É E Como Funciona?Imagem: Embreagem Fácil

Esse é importante também para a diminuição dos ruídos e dos desgastes entre os componentes, com a função de efetuar a filtragem das vibrações geradas pelo motor, e é dividida em três partes: o rolamento, o platô (que conta com a carcaça da embreagem, a placa de pressão e a mola membrana) e o disco.

Mas e como é o funcionamento, na prática, da embreagem? Para entender o processo, é importante destacar a influência que as forças têm no seu funcionamento. Uma força cada vez maior é necessária para vencer a força de atrito originada pelo deslizamento de um corpo sobre outro, algo que influencia o funcionamento deste mecanismo no automóvel.

Leia também:  Como Desbloquear Um Iphone Que Foi Comprado Na Fnac Mas Esta Bloqueado A Vodafone?

A figura a seguir resume o funcionamento da embreagem. Enquanto o motor de um veículo funciona o tempo todo, as rodas não. A embreagem atua em não permitir que o carro morra, garantindo a união entre o motor em rotação e um mecanismo que não está girando, por exemplo.

Embreagem O Que É E Como Funciona?Imagem: Tecnocurioso

Ao pisarmos no pedal, o pistão hidráulico empurra o garfo, que pressiona o rolamento da embreagem contra o centro da mola tipo diafragma. Esta última, ao ser empurrada, afasta a placa pressão do disco para distante do disco da embreagem, soltando o disco de embreagem do motor em funcionamento.

Do contrário, quando nossos pés não estão tocando os pedais, as molas empurram a placa de pressão contra o disco de embreagem, o qual é pressionado contra o volante. Assim, o motor é ligado ao câmbio e ambos giram na mesma velocidade.

Embreagem O Que É E Como Funciona?Imagem: How Stuff Works

Na animação a seguir, em inglês, é possível acompanhar o funcionamento em vídeo:

Referências: How Stuff Works, Tecnocurioso

Leia também: Nova bateria de carro elétrico pode ser carregada em 5 minutos

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Como funciona a embreagem

A embreagem é um equipamento que fica localizado entre o motor e a caixa de câmbio. As principais funções são possibilitar a saída do veiculo, transmitir torque quando em marcha, interromper o fluxo da força entre o motor e a caixa de cambio nas trocas de marchas e paradas, proteger o motor e a transmissão contra sobrecargas e além de amortecer as vibrações de transmissão.

Ela é responsável por transmitir a força produzida pelo motor para a caixa de cambio e desta para os demais componentes do sistema de transmissão, além de também ter a importante função de filtrar as vibrações geradas pelo motor diminuindo ruídos e desgastes dos componentes da transmissão.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Além disso, a embreagem também é responsável por permitir trocar as marchas do carro, definindo uma força adequada ao motor e ainda dar estabilidade ao mesmo tempo, permitindo que parar sem precisar desligar o carro.  Ela é composta de três partes básicas, rolamento da embreagem, o platô e o disco

O platô é formado por mais outras três partes: a carcaça da embreagem, a placa de pressão e a mola membrana. Ele é fixado diretamente no volante do motor  e o disco no eixo piloto da transmissão. O eixo piloto possui estrias para fixar o disco e a sua parte externa se apoia no rolamento que fica fixado na parte interna do volante.

Assim, quando pisamos no pedal da embreagem, o fluido no interior do circuito hidráulico pressiona o embolo do servo da embreagem. A haste externa aciona a alavanca e o garfo de embreagem ao mesmo tempo.

Dessa forma, o garfo puxa o mancal da embreagem contra a mola, que atua como uma alavanca, retirando a pressão do disco e afastando a placa de pressão do volante.

Esse comando resulta no desacoplamento do disco de embreagem com o volante, o que faz com que acabe a transmissão de torque para a caixa de câmbio através do eixo piloto.

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Após o desacoplamento do disco e da placa de pressão, quando se pisa no pedal de embreagem, o volante continua girando porque está ligado ao giro do motor e o platô também gira porque está preso ao volante.

Enquanto isso, o disco desacelera até parar, e o eixo piloto também para porque está ligado ao disco, interrompendo assim, a transmissão de movimento para a caixa de câmbio.

Entenda como funciona a embreagem do seu carro

Diariamente utilizamos a embreagem em nossos veículos. Mas você sabe como realmente funciona e qual a finalidade desse mecanismo? Saiba tudo sobre o funcionamento agora acompanhando as informações e os vídeos a seguir.

A embreagem de um câmbio manual convencional tem a função de interromper as rotações do motor para o câmbio. A finalidade deste componente é auxiliar na troca de marchas com suavidade e também manter o carro parado com o motor ligado.

O funcionamento é bastante simples. A embreagem está acoplada no volante do motor e nas engrenagens do câmbio, sendo composta por três elementos: rolamento, platô e disco.

Quando o pedal da embreagem é acionado, o disco da embreagem desacopla do volante do motor, possibilitando assim o acesso da transmissão à caixa de torque através do eixo primário, em seguida selecionamos a marcha que após soltarmos a embreagem é acoplada ao volante do motor.

Lendo este texto tudo parece bastante complicado, não? Mas o processo é bastante simples. Os vídeos a seguir (o segundo é do canal brasileiro ALTARPM) demonstram de maneira fácil e ilustrativa como este componente possui tamanha importância nos veículos.

Post não marcado como curtidoEmbreagem O Que É E Como Funciona?{“items”:[“5fda44fc3a0fc300170034fd”,”5fda44fc3a0fc300170034fb”,”5fda44fc3a0fc300170034f7″,”5fda44fc3a0fc300170034f9″,”5fda44fc3a0fc300170034f6″,”5fda44fc3a0fc300170034fa”,”5fda44fc3a0fc300170034f5″,”5fda44fc3a0fc300170034fc”,”5fda44fc3a0fc300170034f8″,”5fda44fc3a0fc300170034fe”],”styles”:{“galleryType”:”Columns”,”groupSize”:1,”showArrows”:true,”cubeImages”:true,”cubeType”:”max”,”cubeRatio”:1.7777777777777777,”isVertical”:true,”gallerySize”:30,”collageAmount”:0,”collageDensity”:0,”groupTypes”:”1″,”oneRow”:false,”imageMargin”:5,”galleryMargin”:0,”scatter”:0,”rotatingScatter”:””,”chooseBestGroup”:true,”smartCrop”:false,”hasThumbnails”:false,”enableScroll”:true,”isGrid”:true,”isSlider”:false,”isColumns”:false,”isSlideshow”:false,”cropOnlyFill”:false,”fixedColumns”:0,”enableInfiniteScroll”:true,”isRTL”:false,”minItemSize”:50,”rotatingGroupTypes”:””,”rotatingCropRatios”:””,”columnWidths”:””,”gallerySliderImageRatio”:1.7777777777777777,”numberOfImagesPerRow”:3,”numberOfImagesPerCol”:1,”groupsPerStrip”:0,”borderRadius”:0,”boxShadow”:0,”gridStyle”:0,”mobilePanorama”:false,”placeGroupsLtr”:true,”viewMode”:”preview”,”thumbnailSpacings”:4,”galleryThumbnailsAlignment”:”bottom”,”isMasonry”:false,”isAutoSlideshow”:false,”slideshowLoop”:false,”autoSlideshowInterval”:4,”bottomInfoHeight”:0,”titlePlacement”:[“SHOW_ON_THE_RIGHT”,”SHOW_BELOW”],”galleryTextAlign”:”center”,”scrollSnap”:false,”itemClick”:”nothing”,”fullscreen”:true,”videoPlay”:”hover”,”scrollAnimation”:”NO_EFFECT”,”slideAnimation”:”SCROLL”,”scrollDirection”:0,”scrollDuration”:400,”overlayAnimation”:”FADE_IN”,”arrowsPosition”:0,”arrowsSize”:23,”watermarkOpacity”:40,”watermarkSize”:40,”useWatermark”:true,”watermarkDock”:{“top”:”auto”,”left”:”auto”,”right”:0,”bottom”:0,”transform”:”translate3d(0,0,0)”},”loadMoreAmount”:”all”,”defaultShowInfoExpand”:1,”allowLinkExpand”:true,”expandInfoPosition”:0,”allowFullscreenExpand”:true,”fullscreenLoop”:false,”galleryAlignExpand”:”left”,”addToCartBorderWidth”:1,”addToCartButtonText”:””,”slideshowInfoSize”:200,”playButtonForAutoSlideShow”:false,”allowSlideshowCounter”:false,”hoveringBehaviour”:”NEVER_SHOW”,”thumbnailSize”:120,”magicLayoutSeed”:1,”imageHoverAnimation”:”NO_EFFECT”,”imagePlacementAnimation”:”NO_EFFECT”,”calculateTextBoxWidthMode”:”PERCENT”,”textBoxHeight”:26,”textBoxWidth”:200,”textBoxWidthPercent”:65,”textImageSpace”:10,”textBoxBorderRadius”:0,”textBoxBorderWidth”:0,”loadMoreButtonText”:””,”loadMoreButtonBorderWidth”:1,”loadMoreButtonBorderRadius”:0,”imageInfoType”:”ATTACHED_BACKGROUND”,”itemBorderWidth”:0,”itemBorderRadius”:0,”itemEnableShadow”:false,”itemShadowBlur”:20,”itemShadowDirection”:135,”itemShadowSize”:10,”imageLoadingMode”:”BLUR”,”expandAnimation”:”NO_EFFECT”,”imageQuality”:90,”usmToggle”:false,”usm_a”:0,”usm_r”:0,”usm_t”:0,”videoSound”:false,”videoSpeed”:”1″,”videoLoop”:true,”jsonStyleParams”:””,”gallerySizeType”:”px”,”gallerySizePx”:1000,”allowTitle”:true,”allowContextMenu”:true,”textsHorizontalPadding”:-30,”itemBorderColor”:{“themeName”:”color_12″,”value”:”rgba(204,204,204,0)”},”showVideoPlayButton”:true,”galleryLayout”:2,”calculateTextBoxHeightMode”:”MANUAL”,”targetItemSize”:1000,”selectedLayout”:”2|bottom|1|max|true|0|true”,”layoutsVersion”:2,”selectedLayoutV2″:2,”isSlideshowFont”:true,”externalInfoHeight”:26,”externalInfoWidth”:0.65},”container”:{“width”:220,”galleryWidth”:225,”galleryHeight”:0,”scrollBase”:0,”height”:null}}

Como funciona a embreagem do seu carro | Blog

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Você sabe como funciona o sistema de embreagem do seu carro? A embreagem é essencial para o funcionamento de qualquer veículo. Trata-se de um dispositivo que possibilita a arrancada do carro, sendo responsável, através de suas marchas, por transmitir torque ao motor e também por interromper ou regular a transmissão de força que existe entre o câmbio e o motor.

Além disso, a embreagem é um importante dispositivo de proteção do motor contra sobrecargas que podem ocorrer durante o trajeto do carro. Outra função está no amortecimento das vibrações que ocorrem na transmissão de movimentos.

Composição

A composição da embreagem é bem simples: um rolamento da embreagem, um platô (carcaça, placa de pressão e mola) e  um disco.

Funcionamento

Quando se pisa no pedal da embreagem, o fluído hidráulico manda pressão ao embolo do servo da embreagem. Quando isso ocorre, a haste externa e o garfo de embreagem transmitem um acionamento ao mesmo tempo, fazendo com que haja uma compressão da mola. Isso ocasiona num acoplamento e desacoplamento do disco de embreagem com o volante que controla o motor.

  • Essa junção faz com que haja um corte de transmissão de torque para a caixa de câmbio por meio de um eixo piloto (que contém estrias de fixação para o disco se apoiando num rolamento que fica alojado num cubo no centro da embreagem).
  • Assim esses movimentos contínuos fazem com que o torque do motor seja alterado de acordo com a passagem de marchas, sendo que a embreagem nunca para de girar, pois quando nós pisamos no pedal de embreagem o disco se desacopla da placa de pressão, mas ambos continuam girando, pois um (volante) está fixado no giro do motor e o outro (platô) também gira porque está fixado no volante.
  • Confira no vídeo abaixo detalhes sobre o funcionamento da embreagem:
  • Fonte: Carro Bonito

Como funciona a embreagem?

Embreagem O Que É E Como Funciona?

Quem vai comprar um carro novo ou vai trocar o seu considera muita coisa antes de se decidir: modelo, quilometragem, se é ou não seminovo, e valor. Valor do automóvel é uma das variáveis mais importantes na hora de decidir.

E o fato de o carro ser ou não automático influencia bastante no preço final do carro. Muita gente opta por um carro de câmbio automático por ser mais prático e fácil, mas ainda há aqueles que decidem por carros de câmbio manual.

Leia também:  Como Recuperar Um Powerpoint Que Não Foi Salvo?

Mas, dirigir um carro de câmbio manual tem suas artimanhas. Você conhece como funciona, por exemplo, a embreagem elemento sem o qual não há automóvel manual? Vem conhecer um pouco mais.

O que é a embreagem?

A embreagem é o dispositivo que une e desune o motor do carro da caixa de câmbio do carro. Parte do sistema de transmissão do veículo, é ela que vai passar toda a força do motor para o câmbio e, consequentemente, para as rodas do carro.

  • As vibrações e ruídos produzidos pelo motor e pelos componentes de transmissão são filtrados pela embreagem.
  • Como funciona a embreagem
  • Posicionada entre o volante do motor e a caixa de câmbio, ela é composta do disco, platô e rolamento, funcionando da seguinte maneira:
  1. Apertamos o pedal para alterar a marcha;
  2. O disco da embreagem desacopla do disco do volante
  3. O torque que vai do motor para ao câmbio é interrompido
  4. O platô alivia a pressão do disco na troca da marcha
  5. Trocamos a marcha, soltamos o pé da embreagem o disco volta a acoplar-se ao motor

Como cuidar da embreagem

Se utilizada da forma correta, a embreagem pode demorar a apresentar problemas. Mas, qual é a melhor forma de usá-la? Listamos algumas dicas valiosas abaixo:

  1. Só pise na embreagem quando necessário, ou seja, na troca de marcha;
  2. Não deixe o carro engatado quando estiver parado
  3. Não faça a redução da marcha (sair da 4 para a 3 , por exemplo) de forma muito brusca
  4. Não pule marchas – não vá da 4 para 2, por exemplo
  5. Caso esteja em uma ladeira, não controle o carro pela embreagem

Respeitando os limites do sistema de transmissão, a embreagem do seu carro tende a ter uma vida útil suficiente para que não lhe traga prejuízos. Se, mesmo assim, as peças que compõem a embreagem do seu carro falharem e precisarem ser trocadas, já sabe: pode contar com o Jacaré!

Entenda como funciona a embreagem do carro

A embreagem do carro tem diversas funções, como possibilitar a saída do veículo, transmitir o torque e proteger o motor e a transmissão contra sobrecargas.

Além disso, ela é responsável por transmitir a força do motor para a caixa de câmbio e demais componentes do sistema de transmissão e filtrar as vibrações geradas pelo motor.

Pensando na importância desse equipamento, explicamos como funciona a embreagem e quais itens a compõem.

Itens da embreagem do carro

Esse item tem a função de pressionar o centro da mola-diafragma, permitindo o afastamento das placas de pressão do disco de embreagem e interrompendo a transmissão da rotação do motor para a caixa de câmbio.

O platô é formado pela carcaça da embreagem do carro, a placa de pressão e a mola membrana. Esse mecanismo tem a função de unir o disco de embreagem com o volante do motor, garantindo a suavidade na saída da inércia do automóvel.

O disco de embreagem é o elemento responsável por interligar o motor, a transmissão e o platô, além de amortecer e reduzir o ruído e o desgaste na transmissão.

Funcionamento da embreagem do carro

Ao acionar a embreagem do carro, o fluido no interior do circuito hidráulico pressiona o embolo do servo da embreagem e a haste externa aciona a alavanca e o garfo de embreagem ao mesmo tempo.

Isso faz com que o garfo puxe o mancal da embreagem, controlando a mola e atuando como uma alavanca, retirando a pressão do disco e afastando a placa de pressão do volante. Esse comando resulta no desacoplamento do disco de embreagem com o volante e encerra a transmissão de torque para a caixa de câmbio.

Como usar a embreagem do carro?

  • Use o pedal da embreagem apenas para a troca de marcha, pois isso evita o aquecimento excessivo do sistema;
  • Não segure o veículo numa rampa usando a embreagem como freio;
  • Não ultrapasse a capacidade de carga do veículo;
  • Acione e retire o pé da embreagem com suavidade;
  • Não arranque ou reduza a velocidade bruscamente;
  • Nunca dê a partida usando a segunda marcha.

Sinais de que a embreagem está com problemas

  • Pedal Duro: o motorista precisa fazer mais força do que o comum para acionar o pedal;
  • Patinação: há perda de força de transmissão e o carro patina;
  • Trepidação: excesso de vibração do veículo ao sair do lugar;
  • Dificuldade de engate: muita dificuldade para selecionar as marchas.

Saiba quando trocar a embreagem do carro aqui.

Embreagem: Como funciona e dicas para prolongar sua vida útil

Fundamental para o funcionamento dos carros, a embreagem tem diferentes e importantes funções. Ela é responsável por transmitir a energia do motor para a caixa de câmbio, possibilitando a saída do veículo.

Além disso, permite as trocas de marchas e paradas do carro sem o desligamento do motor.
Ela ainda tem a função de amortecer as vibrações geradas pelo motor, diminuindo ruídos e desgastes dos componentes da transmissão.

Mas e na prática, como a embreagem funciona?

Componentes e funcionamento

O sistema de embreagem é composto pelo rolamento, platô (placa de pressão), disco, sistema hidráulico e o pedal de embreagem.
No motor, existe o volante do motor, que é responsável por transmitir o movimento para a caixa de câmbio.

Quando nossos pés não estão tocando o pedal, as molas empurram o platô contra o disco de embreagem, que então é pressionado contra o volante motor. Assim, o motor é ligado ao câmbio, e ambos giram na mesma velocidade.

Quando acionamos o pedal, o pistão hidráulico pressiona o rolamento da embreagem contra a mola diafragma que, por sua vez, ao ser empurrada, faz com que o platô recue, deixando de pressionar o disco contra o volante do motor em funcionamento.

Isso faz com que acabe a transmissão de torque para a caixa de câmbio, para que seja trocada a marcha.

De forma resumida, para o motor e o câmbio trabalharem de forma sincronizada, o motorista precisa acionar a embreagem através do pedal esquerdo. Cada vez que ele pisa no pedal, o conjunto é desconectado até que ocorra a troca de marcha. Ao soltar o pedal, o sistema é conectado novamente, fazendo o carro entrar em movimento ou rodar com a marcha ideal.

Manutenção e cuidados

Por ter funções tão importantes para o funcionamento do veículo, o sistema de embreagem demanda cuidados especiais, mas que não são complicados. Basta o dono do carro adotar algumas práticas para aumentar a vida útil das peças.
Quer fazer sua embreagem durar mais? Então confira essas dicas:

  • 1. Não esqueça o pé no pedal
  • 2. Não controle o carro com a embreagem
  • 3. Respeite a sincronia do câmbio
  • 4. Acerte a sincronia entre a embreagem e o acelerador

Uma prática comum entre os motoristas, mas que contribui muito para o desgaste prematuro das peças: descansar o pé no pedal da embreagem enquanto o carro está em movimento afasta o platô do disco e pode causar seu lixamento, levando ao superaquecimento do sistema. Lembre-se de nunca manter o pé na embreagem inclusive nas descidas.
Quando o automóvel estiver parado em engarrafamentos, por exemplo, utilize o ponto morto, mantendo o pé no freio ou com o freio de mão puxado. Dessa forma, você não fica com o pé na embreagem, forcando o sistema.
Quando parar em uma subida, evite controlar o carro com a embreagem, pois isso danifica o disco. Utilize sempre o pedal de freio (freio de serviço) ou o freio de mão (uma ótima opção, que traz mais segurança na hora de arrancar o automóvel).
É importante que o condutor, quando aumentar ou diminuir a velocidade, respeite a ordem das marchas: de segunda para terceira, de terceira para quarta, conforme as rotações do motor.
Da mesma forma, evite arrancar o carro em segunda marcha, utilizando sempre a primeira para iniciar o deslocamento do carro. Assim, as peças da embreagem podem trabalhar de forma suave, evitando o desgaste prematuro.
Na hora de arrancar o carro, é importante acertar a sincronia entre soltar a embreagem e pisar no acelerador. Quando você acelera muito e solta pouco a embreagem, ocorre um fenômeno chamado de “queima de embreagem”, que impede que o veículo se desenvolva e aumenta o consumo de combustível.

Leia também:  Como Ter A Certeza Que Ela Me Ama?

Sinais de que a embreagem está com problema

A vida de uma embreagem, portanto, depende muito dos hábitos do motorista. E mesmo seguindo todas as dicas e cuidados, às vezes é necessário trocar alguma peça do sistema.
O dono do carro deve estar atento, um dos sinais de que sua embreagem pode estar com problemas está relacionado ao comportamento do pedal.

Ao acionar a embreagem, preocupe-se se o pedal estiver enrijecido ou se o curso estiver mais curto ou mais longo que o normal.
Aspectos como trepidações, patinações, ruídos na caixa de câmbio e dificuldade ou impossibilidade de engatar as marchas merecem atenção.

E a presença de fumaça é um sinal extremo de que o sistema está sendo muito forçado, gerando atrito excessivo entre o disco de embreagem e volante do motor.
Nesses casos, é necessário procurar uma oficina de confiança, com profissionais qualificados, para ter um diagnóstico preciso.

E caso seja necessário substituir alguma peça, atenção: fuja de peças falsificadas. Escolha sempre autopeças originais, garantindo sua segurança e o bom desempenho do seu veículo.

Para saber como identificar uma peça automotiva falsificada, basta conferir nosso post.

Referências:

https://salaodocarro.com.br/como-funciona/como-funciona-embreagem.html
http://revistaautoesporte.globo.com/Servico/autoajuda/noticia/2015/12/autoajuda-embreagem.html

https://orca.com.br/blog/como-evitar-o-desgaste-precoce-da-embreagem.html

embreagem, veja como funciona a e também seus componentes!

08 06 2018

A embreagem é importante porque gera o atrito necessário para transmitir a rotação do motor para o câmbio, como resultado permite que acoplamentos suaves, como resultado entre as trocas de marchas. Porque Filtra as vibrações torcionais provenientes do motor.

Além disso, conjunto tem ainda a responsabilidade de proteger o propulsor e o sistema de transmissão contra sobrecargas.

Assim, ela entra em funcionamento quando o disco de embreagem é pressionado pelo platô ao volante do motor, porque, dessa forma transmite o torque gerado pelo motor à transmissão.

Componentes 

  • Fonte: Auto Point
  • Assim que acionamentos o pedal, este movimento é transmitido via cabo até o garfo de embreagem, porque pressiona a mola membrana, assim libera o disco, interrompendo a transmissão.
  • Resumo do funcionamento da embreagem
  • Fonte:  Canal da Peça

Utilização correta da embreagem

Segundo o manual da Sachs:

  1. Utilize o pedal somente no momento da troca de marchas
  2. Nunca segure o veículo em uma subida utilizando a embreagem como freio
  3. Evite sempre ultrapassar a capacidade de carga especificada pelo fabricante do veículo
  4. Evite sempre acionar ou desacionar bruscamente
  5. Nunca sai com o veículo em segunda marcha
  6. Evite reduções bruscas de velocidade

Erros comuns de utilização da embreagem

  1. Deixar o pé sobre o pedal da Embreagem quando dirigindo, porque isso provoca um superaquecimento, contribuindo assim para o desgaste prematuro até comprometer seriamente o sistema.
  2. Em Ladeiras utilizar a embreagem como uma ”opção” de freio, porque as consequências serão as mesmas, use outro recurso, o freio de mão nesse caso.

Sinais de possíveis falhas

  1. Ruídos quando acionada;
  2. Dificuldades na troca de marcha, (Pedal duro ou Arranhando)
  3. Perda da flexibilidade, sem curso
  4. Patinando, e/ou Trepidando.

Como funciona o sistema de embreagem do canal Fam. Brava Marea

Crédito foto de capa: Auto Anything e Sachs

Saiba como funciona a embreagem do seu carro

Veja como a embreagem do seu carro funciona, considerado um item importante dos carros manuais e automatizados.

Hoje o assunto é embreagem! Você sabe o que é? Como funciona? O que fazer para aumentar sua vida útil?

Quando o assunto é dirigir, a embreagem é um componente importantíssimo para o veículo.

A embreagem é um equipamento que fica localizado entre o motor e a caixa de câmbio, e possui diversas funções, como possibilitar a saída do veículo, transmitir o torque e proteger o motor e a transmissão contra sobrecargas.

Além disso, ela é responsável por transmitir a força do motor para a caixa de câmbio e demais componentes do sistema de transmissão e filtrar as vibrações geradas pelo motor.

Graças a embreagem, a troca de velocidades da caixa de câmbio é feita suavemente e consequentemente o desgaste entre a caixa de câmbio e o motor é diminuído drasticamente.

Ela é composta por três peças principais: o disco, o platô e o rolamento.

Pensando na importância desse equipamento, explicamos como funciona a embreagem, quais os itens que a compõem e dicas para evitar desgastes prematuros e maus hábitos.

Os itens da embreagem

– Disco: o disco de embreagem é o elemento responsável por interligar o motor, a transmissão e o platô, além de amortecer e reduzir o ruído e o desgaste na transmissão.

– Platô: formado pela carcaça da embreagem do carro, a placa de pressão e a mola membrana. Esse mecanismo tem a função de unir o disco de embreagem com o volante do motor, garantindo a suavidade na saída da inércia do automóvel.

– Rolamento: tem a função de pressionar o centro da mola-diafragma, permitindo o afastamento das placas de pressão do disco de embreagem e interrompendo a transmissão da rotação do motor para a caixa de câmbio.

Como funciona a embreagem?

Rapidamente, explicamos: a embreagem sempre está acoplada ao volante do motor. Quando acionamos o pedal, o disco se desprende do volante para que possa ser feita a alteração de marcha/velocidade.

Esse movimento é feito pelo platô que funciona como um pistão aliviando a pressão do disco na hora da troca de marcha.

Quando soltamos o pé da embreagem, o platô volta a exercer essa pressão ao disco, acoplando-o novamente ao volante do motor.

Possíveis sinais de falhas ocorre quando:

– Apresenta ruídos quando acionada;
– Há dificuldades na troca de marcha, como por exemplo, pedal duro ou arranhando;
– Possível perda da flexibilidade, sem curso; e ,

– Patinando e/ou trepidando.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*