Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Em algum momento, todo mundo passa por problemas de conectividade com a internet. Em muitos casos, a culpa é da operadora. Em outros, o problema está em uma configuração no Windows. Mas também existem aqueles momentos em que uma aplicação desconhecida está sequestrando sua banda.

Muitos programas utilizam sua conexão de internet para trafegar dados com seus servidores centrais, às vezes sem o seu conhecimento.

Se esse tráfego for muito elevado, esse processo pode ser o diferencial entre escolher o programa X ou Y que executam funções similares.

Mas também existem casos em que o programa é completamente desconhecido para você, possivelmente um malware,  e está consumindo banda, prejudicando o uso normal da internet.

Verificar como cada aplicação está usando a internet é mais fácil do que parece no Windows, graças a uma ferramenta embutida no sistema chamada de Monitor de Recursos.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Para acessar a Ferramenta, basta digitar “resmon” no menu Executar do Windows (atalho Win + R). No Windows 8, será necessário digitar “resmon.exe” para isso funcionar.

Na aba Rede do Monitor de Recursos,  são exibidos todos os processos que estão utilizando sua rede nos últimos 60 segundos.

A tela exibe o nome do processo, que geralmente é o mesmo nome do programa, o PID (número identificador do processo), a média de bytes enviados por segundo, a média de bytes recebidos por segundo e a média combinada de transferência de dados por segundo.

Antes que você considere estranho, svchost.exe é uma ocorrência extremamente comum nessa lista: ele faz parte do Windows e funciona como um intermediário entre outras aplicações e o uso da internet. Se você deseja esmiuçar quais aplicações estão utilizando o svchost.exe, vai precisar da ferramenta gratuita Process Explorer, oferecida pela própria Microsoft.

Para investigar outras aplicações, basta clicar com o botão direito no processo que deseja averiguar e escolher a opção Pesquisar Online. Isso irá iniciar uma busca na web por mais informações. Se estiver seguro do que está fazendo, você também pode fechar o processo com a opção Terminar Processo.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Também é possível exibir mais informações sobre o processo selecionando-o na caixa de seleção ao lado do seu nome. Isso irá revelar o endereço de IP de conexão, na área logo abaixo do Monitor de Recursos.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Fique atento a aplicações que você não reconhece, que não tenha iniciado e que estejam consumindo quantidades excessivas de banda. E mantenha sempre seu antivírus atualizado, assim como outras soluções de segurança.

Carregando…

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Artigos

10 visualizações

Carlos L. A. da Silva – 19 de abril de 2021

O desenvolvedor full stack Peter Lynch revela seu método de preparação para qualquer projeto, de forma simples e direta para iniciantes e veteranos.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Artigos

156 visualizações

Carlos L. A. da Silva – 2 de abril de 2021

O cenário de desenvolvimento está em constante mudança e muitas vezes uma ferramenta nova pode agilizar muito seu trabalho.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Artigos

153 visualizações

Carlos L. A. da Silva – 22 de março de 2021

Serviço do My Heritage permite “animar” fotos do passado, trazendo vida para seus antepassados. Como isso é possível?

Verificar o uso de dados celulares no iPhone e iPad

Descubra o volume de dados celulares que você está usando e como ativar ou desativar dados celulares para todos os apps ou apps específicos.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Para ativar ou desativar os dados celulares, acesse “Ajustes” e toque em “Celular” ou “Dados Móveis”. Em um iPad, acesse Ajustes > Dados Celulares. Se você estiver usando um iPhone com Dual SIM, será preciso definir um dos planos como o número de dados primário para ver o quanto de dados celulares já foi usado.

Dependendo do dispositivo e da operadora, outras opções podem estar relacionadas em “Opções de Dados Celulares”:

  • Ative LTE, 4G ou 3G. Você pode selecionar o tipo de conexão de rede que deseja usar para voz e dados. Saiba mais sobre essas opções.
  • Ativar ou desativar o Roaming de Voz: com redes CDMA, você pode desativar o Roaming de Voz para evitar cobranças pelo uso de redes de outras operadoras.
  • Ativar ou desativar o Roaming de Dados: quando estiver em viagens internacionais, você pode desativar o Roaming de Dados para evitar cobranças de roaming. Se tiver um plano de dados internacional, você poderá manter o Roaming de Dados ativado. Saiba mais sobre viagens internacionais com o iPhone ou iPad.

Dependendo da operadora, o roaming de dados poderá ser usado se você estiver viajando dentro de seu país. Entre em contato com a operadora para obter mais informações sobre a política de roaming de dados ou sobre outros ajustes de dados celulares.

Você pode ativar ou desativar os dados celulares para evitar que apps e serviços usem a rede celular para se conectar à Internet. Quando os dados celulares estão ativados, os apps e serviços usam a conexão celular caso o Wi-Fi não esteja disponível.

Como resultado, poderão ser cobradas taxas pelo uso de determinados recursos e serviços com dados celulares. Entre em contato com sua operadora para obter mais informações sobre possíveis cobranças.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet? Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

Para ver o volume de dados celulares utilizado, acesse Ajustes > Celular ou Ajustes > Dados Móveis. Em um iPad, acesse Ajustes > Dados Celulares.

Role a tela para baixo para ver quais apps estão usando dados celulares. Caso não queira que um app utilize dados celulares, você pode desligá-los para aquele app. Quando os dados celulares estiverem desativados, os apps usarão somente o Wi-Fi para os dados.

Para ver o uso de dados celulares para “Serviços do Sistema” específicos, acesse Ajustes > Celular ou Ajustes > Dados Móveis. Em seguida, role a tela até a parte inferior da tela e toque em “Serviços do Sistema”. Não é possível ativar ou desativar os dados celulares para “Serviços do Sistema” específicos.

Você pode visualizar as estatísticas de uso de dados de um app de um período atual ou as estatísticas de dados de apps que usam dados durante o roaming. Para redefinir essas estatísticas, acesse Ajustes > Celular ou Ajustes > Dados Móveis e toque em Redefinir Estatísticas.

Como Ver O Que Esta Usando A Internet?

  • Saiba o que fazer  se ainda não conseguir se conectar a uma rede celular.
  • Se você usa uma conta do Exchange ActiveSync, saiba que ela pode continuar usando os dados celulares mesmo que o Mail e o Calendário sejam desativados. Para ver o uso que a conta do Exchange ActiveSync faz dos dados celulares, acesse Ajustes > Celular > Serviços do Sistema.
  • Quando ativada, a Assistência Wi-Fi alterna automaticamente para os dados celulares quando a conexão Wi-Fi estiver ruim. A Assistência Wi-Fi fica ativada por padrão. Pode ocorrer uso extra de dados, o que pode acarretar custos, dependendo do seu plano de dados. Você pode desativar a Assistência Wi-Fi nos Ajustes. Para obter mais informações, consulte Sobre a Assistência Wi-Fi.
Leia também:  Como Evitar Que O Vinho Azede?

Agradecemos seu comentário.

Como saber quem está usando minha internet? Descubra!

Para ter mais segurança no Wi-fi de casa ou do trabalho, é importante se perguntar: “Como saber quem está usando minha internet?” 

É importante saber quem está conectado no ambiente de trabalho ou em casa. Na conexão residencial, por exemplo, ter controle e realizar um monitoramento da rede é uma forma de saber se outras pessoas estão usando seu sinal sem autorização. Já no ambiente corporativo, você pode fazer o gerenciamento das ações dos usuários e impor limites no consumo da internet.

Se você quer saber sobre o acesso a sua internet e se é possível bloquear a conexão de  pessoas indesejáveis, este texto vai te ajudar!

Lembrando que a forma mais simples de descobrir quais dispositivos estão conectados a uma rede Wi-Fi é utilizando softwares de análise. Esses ficam disponíveis para as principais plataformas, e assim, você acessa facilmente a lista com todos os aparelhos conectados. Dessa forma, poderá identificá-los para bloqueá-los posteriormente.

  • Trouxemos diversas ferramentas úteis para ajudar a identificar quem está acessando seu WiFi e, em alguns casos, até monitorar as atividades que estão sendo executadas na rede.
  • A invasão deixa sua conexão mais lenta, e ainda coloca em risco a segurança dos seus arquivos, podendo acabar com a privacidade dos seus aparelhos.
  • CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS SE ADAPTAM A VOCÊ!

Como saber quem está usando minha internet: 

Existem duas formas de saber quem está usando sua internet:

  • Pelo computador
  • Pelo Celular

Como saber quem está usando minha internet:  usando o computador

Wireshark (Windows/macOS/Linux)

Wireshark é um software que permite verificar quais pessoas estão utilizando a rede WiFi. Além de ser gratuito, com ele você pode monitorar o número de usuários ou dispositivos conectados, identificar endereços de IP e outras informações relevantes.

Wireless Network Watcher (Windows)

Software exclusivo para Windows, outra ferramenta grátis que possibilita acompanhar quem acessa seu WiFi é o Wireless Network Watcher. Com ele é possível reconhecer os dispositivos conectados à rede, encontrar o endereço de IP e saber o tempo de conexão.

Bandwich On Linux

Exclusivo para usuários Linux, como o próprio nome diz, a ferramenta está disponível no GitHub. O Bandwich também dá acesso aos usuários conectados e tempo de conexão. A desvantagem é que a navegação dentro da plataforma não é muito amigável, o que pode confundir as pessoas.

GlassWire (Windows)

Uma ferramenta mais robusta, o GlassWire para Windows, além de monitorar quem está acessando a conexão WiFi, apresenta alguns recursos extras. Como a criação de um “firewall personalizado”, acompanhamento das atividades da rede e detecção da presença de spywares.

Além disso, a ferramenta cria histórico com todos os dispositivos conectados à rede. Entretanto, conta com 7 dias de avaliação gratuita, e depois desse período, algumas funcionalidades ficam disponíveis apenas na versão Pro, que custa US$ 39 e só pode ser instalada em um PC.

Leia também: Privacidade: o que podemos aprender com a pandemia

Verifique suas configurações de rede

É possível identificar quantos aparelhos estão conectados ao seu roteador nas configurações de rede do seu computador, sem precisar necessariamente de um software.

Considerando a utilização de um Windows 10, você pode fazer o passo a passo abaixo, mas considere que para os demais sistemas operacionais o processo é bem semelhante e bastante intuitivo:

  • Vá até a pasta de configurações de Rede e Internet do seu computador.
  • Em seguida, clique em “Exibir as propriedades da rede”.
  • Na página seguinte, busque pela rede Wi-Fi e o código do servidor DNS.
  • Copie e cole esse código em uma página do navegador
  • Será aberta uma página do seu servidor de internet 
  • Pronto: você poderá ver os detalhes da rede Wi-Fi e verificar a quantidade de dispositivos conectados à sua rede.

Como saber quem está usando minha internet: usando o celular

É possível saber quem está usando seu Wi-Fi também pelo celular. E você pode fazer isso gerenciando o roteador. Siga os passos a seguir:

  • Vá até as configurações do celular.
  • Em seguida, clique em “Conexões”, em seguida em “Wi-Fi”.
  • Selecione a rede que está usando atualmente e clique na opção de “Gerenciar roteador” para ir para a página do seu servidor.
  • Pronto: você verá quem está acessando sua rede

Como bloquear o uso do meu sinal de Wi-Fi por outras pessoas?

Para evitar conexões indesejadas, você pode bloquear o uso indevido do sinal de Wi-Fi a partir do próprio roteador e das configurações de conexão. Abaixo explicamos como:

  • Ao acessar a página do seu servidor de internet, clique em “Configurações”.
  • Para navegar nessa aba, insira o usuário senha. Aqui, os dois campos são admin. Se não funcionar, acesse o site do seu roteador para verificar como acessar.
  • Em seguida, acesse a rede local para descobrir o endereço MAC de cada usuário conectado à sua internet.
  • MAC é o endereço de controle de acesso da sua placa de rede, que permite controlar quem está utilizando a internet.
  • Ainda nessa página de configurações, você deve digitar os MACs que poderão ter acesso à sua rede, evitando que outras pessoas ou dispositivos consigam se conectar.
  • Para facilitar o processo, o mais simples é mudar a senha de acesso. Você só precisa acessar o gerenciamento e clicar em “Alterar senha”.

Bloqueando o Wi-Fi com aplicativos para celular

Você também pode usar outra alternativa, como usar aplicativos de celular para bloquear o acesso de usuários indesejados à sua rede de internet.

Com esses aplicativos, você identifica se há intrusos na rede e consegue bloquear os dispositivos.

Siga os passos para usar o aplicativo:

  • Instale o app no celular;
  • Rastreie os dispositivos invasores;
  • Clique em “bloquear”;
  • Todos funcionam de forma semelhante.
Leia também:  Como Descobrir Qual Meu Anjo Da Guarda?

Como proteger sua rede Wi-Fi

Uma dica básica para proteger seu Wi-fi é não usar a senha que vem de fábrica no roteador. Você deve trocar por uma mais forte, usando caracteres que você possa identificar e memorizar facilmente. Não precisa ser uma senha complexa demais, que não garantem mais segurança e são difíceis de lembrar.

Procure uma forma de armazenar suas senhas de forma segura, para o caso de você esquecer, poder recuperá-las facilmente. Opte por um gerenciador de senhas, que é uma boa opção de app que funciona como um cofre de senhas.

Se preferir, você pode manter um registro físico das suas senhas em um bloco, numa pasta para manter a segurança. Velhas formas de armazenamento também valem aqui.

Vale ressaltar que todos os dados que passam por sua rede Wi-Fi são de sua responsabilidade. Por isso, caso alguém utilize sua rede para cometer atos ilícitos, ou mesmo para baixar arquivos ilegais, é possível que você seja notificado, inclusive criminalmente.

Por isso, fique atento, busque formas de manter sua rede protegida contra intrusos. Procure mudar o nome da sua rede e sua senha periodicamente. Não deixe a rede aberta para uso público, além de não fornecer dados sobre a sua conexão para qualquer um.

Leia também: Confira o que é e como funciona o WhatsApp gb em detalhes

QUER O MELHOR PARA SEU CELULAR? ENTÃO, CONFIRA AS OFERTAS DA TIM! 

E aí, respondemos a pergunta: “Como saber quem está usando minha internet”?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Como descobrir qual dispositivo está usando a largura de banda dentro do WiFi de uma casa

Eu sei que esta resposta parecerá muito distante do que você estava pedindo, mas por favor, tenha paciência comigo. A primeira possibilidade que você precisa eliminar é o bufferbloat. Eu vou explicar.

Na maioria das residências, o Wi-Fi não é muito usado para o tráfego de LAN para LAN, é usado principalmente para o tráfego da Internet. Portanto, quando as pessoas dizem que o Wi-Fi doméstico fica lento quando muitas pessoas o usam, elas realmente querem dizer que sua capacidade de acessar coisas na Internet fica lenta quando muitas pessoas o usam.

O ponto de congestionamento provável no tráfego de Internet de uma família típica não é o tempo de antena Wi-Fi, é mais provável que seja o seu link de banda larga.

Algumas pessoas têm a noção errada de que, quando um link de rede fica congestionado, o aumento da latência (atraso, tempo de ida e volta do ping, etc.) é um resultado natural. Mas isso não é verdade.

Se a latência aumentar quando o seu link estiver congestionado, é um sinal de que uma ou mais peças do seu equipamento de rede (modems / gateways / roteadores / APs) possuem um bug conhecido chamado bufferbloat .

Bufferbloat é quando seu equipamento de rede lida com o congestionamento apenas armazenando tudo em buffer e permitindo que o atraso de pacotes em buffer fique cada vez mais longo e mais longo sem nunca deixar cair nenhum pacote. Roteadores antigos não faziam isso.

A RAM era mais cara nos primeiros dias da Internet; portanto, os roteadores não tinham RAM suficiente para armazenar muitos pacotes em buffer; portanto, rapidamente ficavam sem espaço em buffer e começavam a soltar pacotes quando acontecia um congestionamento.

Os algoritmos de controle de congestionamento da TCP detectariam pacotes descartados e o usariam como gatilho para os algoritmos de controle de congestionamento.

Mas agora a RAM é barata e os roteadores modernos podem amortecer toneladas de pacotes e, ao fazê-lo, ocultam acidentalmente o fato de ocorrer congestionamento. , para que o controle de congestionamento TCP nunca entre em ação.

Portanto, sempre que as pessoas sentem que sua rede doméstica é lenta, a primeira coisa que precisam fazer é executar uma ferramenta como dslreports.com/speedtest, que fornece um grau de latência de bufferbloat. Execute-o no momento em que você perceber que sua rede está lenta.

Se você obtiver uma classificação ruim de bufferbloat, resolva o problema do bufferbloat primeiro, antes de tentar acusar um usuário, dispositivo ou processo de reduzir a largura de banda.

Normalmente, não é necessário usar QoS (ou dar palestras para familiares) para punir os fluxos de tráfego de alta largura de banda. Corrija o bufferbloat primeiro.

Uma maneira de abordar o bufferbloat é habilitar um algoritmo “Smart Queue Management” (SQM) com reconhecimento de buffer, como o FQ-CoDel no seu roteador, na cabeça da sua rede.

Se o seu roteador puder executar qualquer distro de firmware de roteador baseada em Linux de fonte aberta conhecida no mercado de reposição, como LEDE, OpenWrt ou DD-WRT, siga as instruções on-line para saber como fazer isso. Essas instruções também informam sobre o ajuste dos recursos de modelagem de tráfego do seu roteador para tornar seu roteador um pequeno gargalo na sua rede.

Ao tornar seu roteador com capacidade de buffer buffer um pouco gargalo, ele permitirá que o controle de congestionamento de TCP seja ativado antes que o bufferbloat possa acontecer em qualquer outra caixa da sua rede.

Se você não quiser mexer com as distribuições de firmware do mercado de reposição, pode comprar soluções de roteador prontas para uso em buffer-bloat, como o IQrouter da evenroute.com. Eu não o usei, então não posso atestar isso, mas eles o comercializam especificamente como cuidando do bufferbloat da maneira que descrevi acima.

Se você realmente não tem um problema de bufferbloat e algo realmente está acontecendo na sua rede, minha melhor dica para você é lembrar que o escasso recurso no Wi-Fi é o tempo de antena, não largura de banda.

Dependendo do tipo de Wi-Fi que o seu AP e os dispositivos clientes suportam, e a que distância um cliente está do AP, alguns dispositivos Wi-Fi na sua rede podem estar usando tempo de antena até 1733 vezes mais eficientemente do que outros dispositivos.

Portanto, um dispositivo de ponta pode estar enviando um gigabit por segundo de tráfego e ainda usar menos tempo de antena do que um dispositivo mais antigo, mais distante do AP, bloqueado usando a antiga taxa de dados de 1 Mbps.

Leia também:  O Que É O Snapchat E Como Usar?

Portanto, se você observar a largura de banda em vez do tempo de antena, seria tentado a punir o cara de gigabit por segundo, quando na verdade o cara de 1 Mbps está gastando uma quantidade razoável de tempo de antena. Portanto, lembre-se sempre de dividir o uso da largura de banda de um determinado dispositivo pela taxa média de PHY para obter o tempo de antena e comparar o uso do tempo de antena, não a largura de banda entre os dispositivos.

Alguém está usando sua internet? Veja 4 dicas para monitorar o uso do Wi-Fi

Muitas coisas podem drenar sua largura de banda da Internet. Na maioria das vezes, são as pessoas que estão conectadas ao seu Wi-Fi, seja com seus smartphones, tablets, computadores, smart TVs, entre outros dispositivos. Mas as vezes acontece de você ser vítima de um malware, ou um intruso de rede.

4 dicas para monitorar o uso do Wi-Fi

A velocidade da internet pode ficar tão lenta a ponto de tirar você do sério. Veja como você pode verificar e solucionar problemas com o que (ou quem) está usando sua largura de banda em sua rede doméstica.

1. Rastreie o uso da largura de banda através do seu roteador

O melhor jeito de descobrir o que está consumindo sua largura de banda é seu roteador. Seu roteador processa todo o tráfego de entrada e saída da Internet para sua casa.

Na página de configurações do seu roteador contém cada dispositivo atualmente conectado à sua rede. Você pode verificar os endereços IP do dispositivo, os endereços MAC e o status atual da conexão. Dependendo do seu roteador, você também pode ter acesso a informações da rede, como a velocidade atual de download e upload, e a quantidade de dados que cada dispositivo está usando ou usou.

Encontrou um dispositivo conectado com o qual você não está familiarizado? Você pode excluí-lo e removê-lo da sua rede. Certifique-se de não excluir um dos seus próprios dispositivos no processo! Se você fizer isso, terá que reconectá-lo para usar novamente. 

Para acessar a página do rotedor:

  1. Abra uma página da internet e digite o endereço de IP para configuração do roteador 192.168.1.1, e depois clique em Enter.
  2. Digite o Nome de Usuário (User Name) e Senha (Password) na página de login. Em seguida pressione ok.

  3. Clique em Wireless > Wireless Settings, localizado no lado esquerdo da tela para abrir a página de configuração da rede sem fio (wireless). 

Wireless Settings

2. Use um Anti-malware

Outra possibilidade é que seus problemas de largura de banda não sejam provenientes de uma praga virtual em sua rede local. Você pode ter pegado algum malware desagradável, que está roubando sua largura de banda enquanto se comunica com um servidor externo ou age como um bot de e-mail de spam. 

O malware pode consumir sua internet de várias maneiras, embora nem sempre seja “exaustivo”. Ainda assim, se você está infectado, independentemente do consumo de largura de banda, deve limpar o sistema o mais rápido possível.

Primeiramente, instale um bom antivírus e execute uma verificação completa do sistema. Além disso, faça o download do Malwarebytes, e execute uma verificação completa do sistema.

 Coloque em quarentena e remova todos os itens nefastos que a verificação completa do sistema exibir. Em seguida, verifique se sua largura de banda aumentou.

 Você pode notar um aumento repentino na velocidade!

3. Use o comando Netstat

Outra maneira de aprimorar os processos do sistema que consome sua largura de banda é por meio do Prompt de Comando e do comando netstat. O Netstat é a abreviação de “estatísticas de rede”, e você pode usar o comando para avaliar todas as idas e vindas de rede em seu sistema (mas não do seu roteador).

Na barra de pesquisa do menu Iniciar, digite o comando Netstat, clique com o botão direito e selecione Executar como administrador

Netstat

Quando o prompt de comando for aberto, uma longa lista de todas as conexões de rede ativas em seu computador serão exibidas, juntamente com a informação de quais portas elas estão, o endereço externo e a qual processo a conexão de rede pertence.

Netstat

Analise a lista e veja se há entradas incomuns. Você pode copiar e colar um endereço em seu navegador para procurá-lo. A grande maioria das entradas é para servidores ou servidores em nuvem de um tipo ou outro, porque eles são a espinha dorsal da internet.

Para uma análise rápida, acesse a página urlscan.io e insira o endereço lá. Você recebe um breve relatório sobre a quem o servidor ou endereço pertence.

Você também pode observar o PID (ID do processo). Abra o Gerenciador de Tarefas, e na guia Serviços localize o processo equivalente.

 Se o PID tiver muitas conexões de rede abertas no Prompt de Comando, e for um serviço que você não reconhece, você pode parar o serviço e ver se ele o problemas de largura de banda será resolvido, ou fazer uma pesquisa na Internet para descobrir o que o processo é.

4. Windows Resource Monitor

No Gerenciador de Tarefas, clique na guia Desempenho e, em seguida, clique no botão “Monitor de Recursos”, na parte inferior.

Monitor de Recursos

O monitor de recursos é uma das ferramentas mais poderosas disponíveis no seu arsenal de solução de problemas de rede. Acesse a guia “Rede”, e observe quais softwares consomem a sua largura de banda. 

Monitor de recursos

Se você ver um processo ou aplicativo desconhecido no topo da lista, esgotando sua largura de banda, é hora de começar a investigar.

O que está usando sua largura de banda?

Se nenhuma das dicas anteriores conseguiram fazer você desvendar este mistério, talvez o motivo da lentidão da sua internet pode ser que a operadora não esteja entregando a velocidade contratada.

Faça um teste de velocidade de conexão para verificar o quanto está sendo entregue, e caso haja divergência, entre em contato com a sua operadora. Eles vão saber orientá-lo para solucionar a questão.

Outro problema comum é o excesso de dispositivos conectados em uma mesma rede. Neste caso, convém desconectar dispositivos que não sejam fundamentais, para melhorar a velocidade da sua internet.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*