Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Entenda como aparece, saiba como tirar umidade da parede e descubra como evitar que ela volte a incomodar sua família.

Sua casa já apresentou umidade nas paredes? Se sim, você conhece os danos que ela pode causar à estrutura da sua residência e até mesmo à sua saúde? Umidade e infiltrações podem atrair fungos, mofo e bolor, organismos vivos que comprometem bastante a qualidade de vida dos moradores, provocando diversos problemas respiratórios e alergias. Mas você sabe como tirar umidade da parede?

Esse problema pode ser provocado por alguns motivos, como infiltrações externas, decorrentes principalmente das chuvas, ou então de vazamentos internos, provavelmente por canos rompidos ou furados. Em ambos os casos, é fundamental que, ao notar a umidade, providências sejam tomadas rapidamente já que ela pode se agravar e comprometer a estrutura da casa.

Mas, enfim, parede com umidade: como resolver? Neste artigo, ensinaremos como tirar umidade do quarto de uma vez por todas e garantir o bem-estar da sua família. Nossas dicas certamente te ajudarão a fazer esse reparo! Confira!

Como surge a umidade na parede?

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

É importante saber qual o motivo da umidade, afinal, de nada adianta apenas secar a parede se ela continuar a ficar exposta ao agente que tem permitido que a água penetre no ambiente.

Se for um cano rompido ou uma calha problemática, é uma boa ideia procurar o serviço de um encanador de sua confiança para auxiliar no conserto. Além de ajudar a solucionar o problema, o profissional te dará orientações para que ele não aconteça mais.

Também pode acontecer de o vazamento não ser originado na sua residência — situação comum em casas geminadas ou em condomínios de apartamentos. Se for o caso, converse com seu vizinho para que possam fazer os reparos e preservar o patrimônio de ambos.

Se a umidade for causada pelo clima da sua região, não há muito o que fazer, a não ser limpar e secar bem a parede sempre que for necessário. Além disso, aplicar um impermeabilizante evitará que novos problemas surjam por algum tempo, mas será necessário retocar a impermeabilização periodicamente.

Como tirar umidade da parede do quarto?

Agora que você já conhece os motivos pelos quais sua parede pode ter ficado úmida, seguem algumas dicas para controle dos danos causados pela umidade, bem como higienização e reparação da superfície afetada. Confira:

Use cloro e água sanitária

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Aqui vai uma dica importante de como tirar bolor da parede afetada: use cloro e água sanitária. Esses são os produtos mais indicados para fazer a limpeza de uma parede úmida, tirando qualquer vestígio de fungos que tiverem surgido em consequência da presença de água.

Esfregue bem a superfície com esses produtos para remover totalmente os organismos e depois espere secar para prosseguir com a reparação.

Faça uma raspagem

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Depois de limpar, aproveite e raspe bastante a superfície afetada. Isso removerá a tinta e, se a parede for de alvenaria, também um pouco do bloco que compõe a estrutura da casa. 

Lembre-se de que, se não souber como consertar sozinho — ou se o problema se mostrar mais grave — chame um profissional da área para auxiliar nos reparos. Ele saberá o que fazer e conseguirá arrumar a parede e finalizar o acabamento de forma primorosa.

Lave a base com água e sabão

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Antes de seguir com o conserto, lave bem a base com água e sabão, retirando todo e qualquer vestígio de bolor que ainda possa existir e também removendo os produtos de limpeza previamente aplicados.

Depois, espere secar bem antes de prosseguir. Você pode também ligar um ventilador ou um desumidificador de ar para acelerar o processo.

Aplique impermeabilizante seguido de massa corrida

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Impermeabilizantes são as melhores soluções quando o assunto é sobre como acabar com umidade da parede, podendo ser encontrados na maioria das casas de materiais para construção.

Aplique o produto sobre a superfície, deixando secar bastante e depois aplique outra demão, sempre seguindo as instruções presentes na embalagem. Depois, aplique a massa corrida para finalizar e dar o acabamento. O objetivo é deixar a parede bem lisa para posteriormente aplicar a tinta e fazer com que o ambiente volte a ter a aparência agradável que tinha antes da umidade.

Tenha sempre um kit de ferramentas à mão

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Ter um kit de ferramentas em casa é excelente para realizar pequenos reparos sempre que for necessário e não é diferente no caso de consertos relacionados à umidade.

Martelos e espátulas provavelmente serão os itens mais úteis para quebrar, raspar e depois aplicar a massa, seguidos de pincéis e brochas para pintar depois de já ter realizado o conserto da alvenaria afetada.

Pinte a parede

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Finalize pintando a parede afetada para dar o acabamento. Aqui, a dica é optar por produtos que sejam antimofo e bolor para que o problema não volte a acontecer tão cedo.

Que tal aproveitar para mudar um pouco o visual do ambiente, escolhendo uma cor diferente e que siga as tendências de decoração? Isso facilitará o processo e permitirá que você solucione o problema ao mesmo tempo que faz uma mudança interessante na sua casa, tornando-a mais bonita.

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

  • Ambientes bem ventilados e com boa luminosidade têm menores chances de permanecer úmidos, já que o vento e a luz solar naturalmente se encarregarão de acelerar o processo de secagem, caso as paredes entrem em contato com a água.
  • Outra dica importante sobre como acabar com a umidade é impermeabilizar adequadamente as superfícies que têm maior propensão a ficarem úmidas, como as paredes e pisos de porões, sótãos e banheiros, já que são ambientes com maior contato com a água.
  • Caso não consiga evitar completamente a umidade, opte por sprays antimofo e bolor para amenizar o problema, afinal, o maior problema da umidade são os organismos que surgem com a presença dela.
  • Lembre-se de que o mais importante é a sua saúde e a de sua família, de modo que manter as paredes sempre secas deve ser uma prioridade para manter afastados todos os males que vêm junto com a umidade.
  • Assim, você terá um lar belo e saudável para aproveitar seus momentos de lazer com sua família, longe de fungos causadores de doenças respiratórias.
Leia também:  Como Saber A Porta Usb Que Estou Usando?

Gostou deste artigo sobre como tirar umidade da parede? Então, compartilhe com os seus amigos e comente aqui se tiver qualquer dúvida. Agora, se você já sabe que precisa da ajuda de um profissional para acabar de vez com o mofo, contrate através do aplicativo Triider! 

Dicas para vencer a umidade nas paredes – Negócios

Com a chegada do verão e das chuvas, aumenta o número de chamados para tratar infiltrações e o aparecimento de umidade nas paredes. E não adianta ir à casa do cliente para maquiar o problema: antes de restaurar a área danificada, identifique a patologia, para saber qual o melhor remédio. Isso porque, em alguns casos, basta ajustar telhas levantadas pelo vento.

Em outros, são as esquadrias que não estão bem vedadas, ou as instalações hidráulicas antigas que provocam vazamentos parede afora. Por fim, a única solução poderá ser impermeabilizar pisos e paredes, se estiverem em contato direto com solos muito encharcados. Entendeu o drama? Então, o primeiro passo é tirar a lupa do bolso, e investigar o caso.

Ela vem de baixo

A chamada umidade ascendente ocorre quando o solo do terreno é muito encharcado – ou porque está próximo de um rio ou córrego, ou porque absorve muita água da chuva.

 A água penetra pelas fundações, subindo por contrapisos e paredes das casas, e aparece nos ambientes internos quando a construção não é impermeabilizada: pintura e reboco descascam, ou soltam-se em placas, podendo até mesmo danificar móveis e a saúde de quem vive no espaço.

Se a umidade vier do solo, vai aparecer no pé das paredes, junto ao piso. Se aparecer no meio delas, é porque a construção está encostada num barranco, por onde a água também jorra.

 Por eliminação, os outros casos são bem mais simples de identificar: umidades perto do forro indicam problemas no telhado. Se for próximo a portas e janelas, é a vedação das esquadrias que está falhando.

Já nas paredes de cozinhas e banheiros, poderá haver algum cano rompido. Mas, se com tudo isso você ainda não conseguiu descobrir de onde vem a umidade nas paredes, é preciso verificar as condições do local, como iluminação e ventilação naturais.

 Na insuficiência desses recursos, o mofo mostra a cara. Então, fique atento para não confundir falta de luz e de vento em ambientes fechados e sem janelas, com umidades ascendentes.

Pesquise a fundo a umidade nas paredes

Outras perguntas precisam ainda ser respondidas: Há quanto tempo a casa foi construída? Quando surgiram as primeiras umidades? Os vizinhos têm o mesmo problema? O terreno é alagadiço? Há bom escoamento de águas da chuva? Há vizinhos com terreno em nível mais alto? A parede com vazamento é interna, ou divisa com a casa do vizinho? – são exemplos de como chegar na resposta certa!

Depois de analisar o caso, é hora de planejar os serviços. Se puder, faça um desenho dos ambientes da casa, indicando a altura máxima do foco de umidade, a altura mínima da parede a ser impermeabilizada, o nível da terra encostada no lado externo da parede e o desnível da edificação em relação a casas vizinhas, se houver.

 O tipo de umidade e o estado da pintura e do reboco vão indicar o que fazer. Assim, se a umidade estiver bem impregnada – com reboco esfarelando, destacando ou umedecido, a solução será aplicar argamassa polimérica diretamente sobre a alvenaria, e depois pintar, ou refazer o reboco com argamassa e aditivos impermeabilizantes.

Confira no Mapa da Obra qual o produto Votomassa mais adequado ao reparo. Se a umidade  nas paredes for pouco impregnada – bolhas, manchas e mofos apenas na massa corrida ou sobre a camada de pintura, o indicado é aplicar nova tinta impermeabilizante, diretamente sobre o reboco seco e intacto.

Cálculo do orçamento

Por fim, calcule o preço dos serviços. Considere sempre que a área de tratamento se estende pelo menos 50 cm além do foco de umidade, em todo o seu entorno. Meça então a largura e a altura da superfície a tratar, multiplique os valores encontrados, e tenha uma área aproximada a trabalhar – para saber a quantidade necessária de materiais.

Você precisará de 1 kg de argamassa polimérica para uma demão, a cada metro quadrado de área danificada. Como é preciso aplicar três demãos de massa, multiplique o valor encontrado por três – cada saco do produto tem 18 kg.

 Quem precisa comprar aditivos impermeabilizantes consome 200 ml do produto para cada saco de cimento de 50 kg. Assim, a quantidade de aditivo dependerá do volume de cimento a usar para fazer o novo reboco.

Os aditivos são vendidos em baldes (18 kg), frascos (1 kg) e sachês (100 g), entre outras opções.

Se precisar de ajuda nos cálculos, não se esqueça da Calculadora Votomassa e vá à opção “Impermeabilização”, para usar a Votomassa Membrana Impermeabilizante.

 Por fim, inclua no orçamento o valor da sua mão de obra, lembrando de oferecer ao cliente duas opções: uma só pelos serviços de reparo das paredes, e outra que inclua, além desses serviços, a compra dos materiais necessários. Boa sorte, e mãos à obra!

Leia também:  Como Fazer Com Que Um Homem Fique Louco Por Mim?

O app Ajudante Votomassa pode ajudar você a escolher o produto correto para a sua obra. Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

Parede com umidade: Entenda as causas e soluções

Manchas, pintura descascada, mofo, ferrugem, queda de reboco e comprometimento das estruturas da construção estão entre os principais sinais de uma parede com umidade, que prejudica não só a obra, como também a saúde de quem está no ambiente.

Para te ajudar a evitar dores de cabeça e complicações com esse tipo problema, preparamos esse artigo com tudo o que precisa saber para identificar as causas e a melhor solução para uma parede com umidade. Entenda como prevenir e eliminar esse transtorno!

O que pode provocar a umidade na parede?

Identificar a origem do problema é o primeiro passo para corrigi-lo de forma eficiente. Assim, é sempre importante realizar um diagnóstico do que pode estar por trás dessa umidade. Entre as causas mais comuns, podemos citar:

  • Lajes e fundações sem a devida impermeabilização;
  • Vazamento em calhas;
  • Telhas quebradas;
  • Acúmulo de água no ambiente;
  • Trincas e rachaduras do lado externo que possibilitam a passagem de água da chuva;
  • Vazamento em tubulações.

Tipos de umidade

Conforme as diferentes causas, há diferente tipos de umidade que podem surgir na construção. Entenda como identificar e diferenciar cada um:

1. Umidade por capilaridade

Neste caso, a parede com umidade apresenta manchas contínuas em sua parte inferior, que também podem ser percebidas no chão. Isso porque a umidade por capilaridade tem origem no solo da construção, sendo especialmente comum em áreas térreas, sótãos e estacionamentos, por exemplo.

2. Umidade por infiltração

Como o próprio nome indica, a parede com umidade por infiltração apresenta vazamentos ou entradas de água que vêm de ambientes externos, encanamentos ou áreas úmidas, como banheiros e cozinhas. Essa é a principal origem de problemas como o comprometimento da pintura e das estruturas da obra.

3. Condensação de umidade

A condensação do vapor de água nos ambientes é especialmente comum em áreas próximas a janelas ou áreas frias, com pouco sol e umidade elevada, como banheiros. Nesse caso, as manchas costumam aparecer em forma circular, prejudicando a superfície da parede e promovendo o desenvolvimento de mofo na região.

Como tratar a parede com umidade?

A partir da detecção da causa e do tipo de umidade, é muito mais simples aplicar a melhor solução, que deve, primeiramente, resolver a origem do problema, seja uma infiltração, um vazamento, ou a falta de ventilação adequada no ambiente. Afinal, uma solução superficial funciona apenas temporariamente.

  1. Após esse processo, os próximos passos são limpar a região para eliminar e prevenir o mofo, realizar a correta impermeabilização na área e refazer os acabamentos da parede.
  2. Especialmente para as áreas externas e úmidas, usar revestimentos apropriados é a melhor opção, garantindo maior proteção e durabilidade.
  3. O próprio EPS Isopor® é cada vez mais aplicado em revestimentos para ambientes internos e externos, com vantagens que o destacam entre os materiais tradicionais no mercado, como:
  • Isolamento térmico
  • Baixa absorção de água
  • Inocuidade (evita a proliferação de microrganismos);
  • Prevenção contra mofo e umidade;
  • Alta durabilidade e resistência;
  • Flexibilidade e diferentes opções de design;
  • Leveza e praticidade de instalação;
  • Sustentabilidade (material 100% reciclável);
  • Economia com material e mão de obra.

Além disso, os sistemas construtivos que utilizam blocos de EPS Isopor® para a estruturação de paredes já se tornaram uma tendência em diferentes países do mundo, especialmente nos Estados Unidos e na Europa. Dê uma olhada em nosso artigo sobre paredes de EPS Isopor® para conhecer essa técnica!

E então, conseguiu identificar a causa da sua parede com umidade? Não se esqueça que é sempre importante contar com a ajuda de um especialista para prevenir problemas futuros e até mesmo o agravamento do problema!

Agora, se quiser saber mais sobre como o EPS pode contribuir com suas obras, confira nosso top 5 artigos sobre o EPS Isopor® na construção civil e entenda as inúmeras possibilidades que esse material tem a oferecer!

Como tirar umidade da parede: conheça dicas práticas

Você monta uma casa linda, bem decorada e quando menos imagina aquela baita mancha de umidade desponta nos cantos da parede. A primeira reação é querer saber como tirar umidade da parede.

Mas, tenha calma! Antes de sair limpando tudo é importante entender de onde esse problema vem.

E justamente para isso que esse post foi escrito, para te ajudar a conhecer os diferentes tipos de umidade para que, aí sim, você possa corrigir o problema na origem e evitar que ele volte. Acompanhe:

Tipos e causas de umidade de parede

Observar e entender de onde a umidade está vindo é o primeiro passo para acabar com o problema definitivamente. Basicamente, a umidade pode se instalar na parede de três maneiras diferentes. Confira:

De cima para baixo

Se a umidade se encontra na parte de cima da parede, então provavelmente o problema vem do alto. Esse tipo de umidade se caracteriza pela infiltração de água pelo telhado, no caso de casas, ou pelo teto de apartamentos, nesse caso, geralmente o problema vem do apartamento de cima.

Qualquer abertura, fissura ou rachadura na telha pode ser suficiente para que a água penetre e comece a fazer estragos na parede. Calhas entupidas também causam problemas de umidade na parte interna da casa.

Observe se junto com a mancha de bolor há também manchas de água ou se a parede está molhada.

Nesse caso, vale a pena verificar as condições do telhado e caso perceba telhas danificadas, faça a substituição imediatamente e providencie a limpeza das calhas.

Leia também:  Para Que Servem Ficheiros Como O Winzip Ou Jzip?

Já em apartamentos, o ideal é solicitar apoio do sindico e conversar com o vizinho para diagnosticar o local do vazamento e corrigir o problema.

Do solo

A umidade que vem do solo é um pouco mais complicada de se resolver porque mexe com a parte estrutural da casa. Nesses casos, geralmente a parede está em contato direto com o solo absorvendo a umidade natural da terra. As manchas de bolor desse tipo de umidade se concentram próximas ao chão e são úmidas.

A solução para esse tipo de umidade é isolar e afastar a parede do solo, contudo se não for possível acessar a estrutura da casa, o mais recomendado é utilizar um bom produto impermeabilizante na base entre o solo e a parede.

Interna

A umidade interna geralmente está relacionada com a ventilação inadequada dos ambientes. O excesso de vapor gerado principalmente em cômodos como cozinha e banheiro é o principal responsável pela umidade.

Nesses casos, proporcionar uma ventilação melhor ao ambiente já é suficiente para resolver o problema.

Procure também verificar se o tamanho das janelas é adequado para o espaço, muitas vezes acaba sendo necessário trocar a esquadria por uma maior para garantir a circulação adequada de ar.

Uma maneira de verificar se a umidade vem do ambiente ou de dentro da parede é colocando um pedaço de papel alumínio sobre a mancha por alguns dias. Se aparecer manchas de bolor entre o papel e a parede, então a origem da umidade é interna. Mas se a mancha ficar no lado aparente do papel, a umidade vem do ambiente.

As paredes também podem sofrer com vazamentos de canos e tubulações, especialmente se a parede em questão ficar próxima de cômodos como banheiros, área de serviço ou cozinha. Nesse caso, não tem jeito. O quebra quebra será inevitável. É a única forma de resolver o problema.

Como tirar umidade da parede passo a passo

Depois de analisar e tratar a causa da umidade, já é possível remover a mancha da parede e sanar o problema de uma vez por todas. Mas nem pense em pintar a parede antes de remover a mancha. Porque com certeza ela vai voltar.

Antes de pintar uma parede com mofo é importante limpá-la com água sanitária e sabão neutro. A dica é borrifar água sanitária na parede, aguardar alguns minutos – a mancha tende a reduzir e clarear sozinha com o produto – e só então passar uma esponja macia com sabão. Depois desse procedimento a parede já pode receber tinta.

Contudo, caso tenha detectado que a umidade vem do solo, então é necessário aplicar um impermeabilizante antes de pintar.

Para isso, lixe e raspe toda camada de tinta na região afetada pela umidade, ampliando um pouco o local para garantir que todo o fungo seja removido. Em seguida, aplique um produto impermeabilizante.

Após o período da secagem já é possível pintar a parede. Use de preferência uma tinta anti mofo para proteger ainda mais a parede.

Uma dica interessante para ajudar a proteger a parede do mofo e do bolor é aplicando uma demão de cal antes da pintura definitiva. Alguns pintores utilizam, inclusive, uma mistura de cal com cola branca para impermeabilizar toda a parede.

1. Evite a umidade dentro de casa

Melhor do que remediar é sempre prevenir. Afinal, manchas de mofo na parede não são um problema apenas estético, elas podem trazer complicações de saúde, especialmente para quem sofre com alergias, renites, sinusites e outros problemas respiratórios. Confira a seguir como evitar umidade dentro de casa:

2. Abra portas e janelas

A circulação de ar é o principal remédio contra umidade. Deixe as portas e janelas abertas para que o ar circule e se renove dentro de casa. O mesmo vale para os móveis, especialmente guarda-roupas, deixe-os abertos de tempos em tempos para ventilar.

Nos meses de inverno, em que o ar é mais frio, deixe a casa respirar ao menos no período da manhã e no verão use e abuse do sol e do ar mais quente para que a umidade saia de vez do interior da casa.

3. Faça uma patrulha pela casa

Tire um dia a cada seis meses, em média, para checar encanamentos, telhado, paredes e interior dos móveis. Verifique se há necessidade de substituir peças ou fazer reparos. Esse cuidado vai manter a umidade ainda mais distante da sua casa.

4. Desencoste os móveis da parede

Nunca deixe os móveis rentes com a parede. O ideal é manter uma distância mínima de cinco centímetros para que o ar possa circular entre o móvel e a parede. Mesmo assim, de vez em quando, confira se a parede está úmida. Caso note um pouco de umidade, desencoste ainda mais o móvel.

5. Use materiais que absorvam umidade

Espalhe pelos cômodos mais úmidos, como banheiro e cozinha, materiais que absorvam umidade. Os mais indicados são pedaços de carvão e de gesso. Eles sugam a água condensada no ambiente, impedindo que ela se precipite nas paredes.

6. Mude o revestimento da parede

Mas se mesmo com todos esses cuidados, a umidade insistir em permanecer na sua casa, experimente mudar o revestimento da parede. Os mais indicados para paredes que absorvem umidade são a cerâmica, o granito e o mármore. Alguns tipos de texturas possuem em sua fórmula substâncias que impermeabilizam a parede, você pode optar por elas também.

Agora é só curtir a sua casa com as paredes limpinhas e sem aquele cheiro desagradável de bolor. E, lembre-se ao menor sinal de umidade, abra todas as janelas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*