Como Se Sabe Que Ta Gravida?

Caso se tenha tido uma relação sexual desprotegida, a melhor forma de confirmar ou excluir uma possível gravidez consiste em fazer o teste de gravidez de farmácia.

No entanto, para que o resultado seja fiável esse teste só deve ser feito depois do primeiro dia de atraso da menstruação.

Antes desse período, é possível fazer o exame de sangue, que pode ser feito 7 dias após a relação, mas que é mais caro e precisa ser feito num laboratório de análises clínicas.

Veja a diferença dos tipos de teste de gravidez e quando fazer.

Embora as chances sejam baixas, é possível engravidar apenas após 1 relação sexual desprotegida, especialmente se o homem ejacular no interior da vagina.

Além disso, a gravidez também pode acontecer quando existe apenas contato com os fluídos lubrificantes liberados antes da ejaculação.

Por essa razão, e embora seja mais raro, é possível engravidar sem que exista penetração, desde que os fluídos do homem entrem em contato direto com a vagina. Entenda melhor porque é possível engravidar sem penetração.

Como Se Sabe Que Ta Gravida?

Quem tem maior risco de engravidar

Quando a mulher tem um ciclo menstrual regular, com aproximadamente 28 dias, tem maior chance de engravidar quando está no período fértil, que corresponde, normalmente aos 2 dias anteriores e posteriores à ovulação e, que normalmente, acontece por volta do 14º dia, a partir do primeiro dia de menstruação. Use a nossa calculadora para saber seu período fértil.

Já as mulheres que têm um ciclo irregular, que pode ser mais curto ou mais longo, não conseguem calcular com tanta precisão o período fértil e, por isso, o risco de engravidar é maior ao longo de todo o ciclo.

Embora, exista maior risco de engravidar nos dias próximos ao dia da ovulação, a mulher também pode engravidar se tiver tido uma relação desprotegido até 7 dias antes da ovulação, pois, os espermatozoides conseguem viver no interior da vagina da mulher entre 5 a 7 dias, podendo fecundar o óvulo quando é liberado.

Quando suspeitar de gravidez

Embora a única forma de confirmar uma gravidez seja fazendo o teste de gravidez, existem alguns sinais que podem levar a mulher a suspeitar que está grávida, como:

  • Atraso da menstruação;
  • Enjoos e vômitos pela manhã;
  • Aumento da vontade para urinar;
  • Cansaço e muito sono durante o dia;
  • Aumento de sensibilidade nas mamas.
  • Faça o teste a seguir e saiba suas chances de estar grávida:
  • Estes sintomas não excluem as chances de ter alguma doença com sintomas semelhantes, como a gravidez psicológica, e por isso deve-se sempre consultar um ginecologista e fazer exames para confirmar a gravidez.
  • Confira uma lista dos 18 primeiros sintomas de gravidez.

É possível estar grávida mesmo sem sintomas?

Em muitos casos a mulher pode demorar até 2 ou 3 meses para identificar algum sintoma de gravidez. Isso porque muitos dos sinais podem ser difíceis de identificar e sua intensidade pode variar de acordo com cada mulher.

Além disso, e embora seja mais raro, também existem mulheres que podem não apresentar qualquer sintoma durante toda a gravidez, descobrindo que estão grávidas apenas no momento do parto. Saiba mais sobre a gravidez sem sintomas e quais os riscos.

Como Se Sabe Que Ta Gravida?

Quando fazer o teste de gravidez

Caso a mulher tenha tido uma relação desprotegida e se encontra no período fértil, o ideal é que faça o teste de gravidez de urina ou de sangue. Este teste deve ser realizado após o atraso da menstruação, no mínimo, 7 dias após o contacto intimo, para que o resultado seja o mais correto possível. As duas principais opções de teste incluem:

  • Teste de urina: pode ser comprado na farmácia e a mulher pode fazê-lo em casa com a primeira urina da manhã. Se der negativo e a menstruação continuar atrasada, deve-se repetir o teste, 5 dias depois. Se, mesmo assim o segundo teste de gravidez der negativo e a menstruação continuar atrasada, recomenda-se marcar uma consulta com um ginecologista para investigar a situação. No entanto, caso o teste der positivo deve procurar fazer um exame de sangue, para confirmar a gravidez.
  • Teste de sangue: este teste é feito num laboratório e deteta a quantidade do hormônio HCG no sangue, que é libertado pela placenta no inicio da gestação.

​Estes exames são a forma mais simples que a mulher tem de perceber se está grávida.

É possível estar grávida mesmo quando o teste é negativo?

Os testes de gravidez atuais são bastante sensíveis e, por isso, o resultado normalmente é bastante fiável, desde que o teste seja feito no momento adequado.

No entanto, como algumas mulheres podem produzir poucos hormônios no início da gestação, o resultado pode dar falso negativo, especialmente no caso do teste de urina.

Dessa forma, quando o resultado é negativo é recomendado voltar a repetir o teste entre 5 a 7 dias depois do primeiro.

Saiba mais sobre quando pode acontecer um resultado de gravidez falso negativo.

Como confirmar a gravidez

A confirmação da gravidez precisa ser feita pelo obstetra e, para tal é preciso:

  • O teste sanguíneo de gravidez dar positivo;
  • Ouvir o coração do bebê, através de um aparelho chamado doptone ou Doppler;
  • Ver o feto através de uma ecografia ou ultrassom do útero.

Após confirmar a gravidez, o médico geralmente faz o planejamento das consultas de pré-natal que servirão para acompanhar toda a gestação, identificando possíveis problemas no desenvolvimento do bebê.

16 sinais de que você pode estar grávida – Pais&Filhos

Resumo da Notícia

  • Confira alguns sintomas que podem indicar gravidez
  • Eles podem aparecer mesmo antes do atraso da menstruação
  • Na dúvida, procure um especialista

Está se perguntando se há um bebê a caminho? Preste muita atenção ao seu corpo.

Se você notar algum dos sintomas a seguir – e sua menstruação ainda não veio -, talvez seja a hora de comprar um teste ou marcar uma consulta com seu ginecologista.

“Os hormônios liberados assim que a concepção acontece podem começar a causar mudanças sutis, mesmo antes que elas sejam detectáveis em um teste de gravidez”, afirma a Dra. Melissa Goist, professora de obstetrícia e ginecologia do Centro Médico da Universidade de Ohio.

Infelizmente, muitos sinais, como seios doloridos ou inchaço, também acontece antes da menstruação, por isso, só é possível saber com precisão com um teste.

Como Se Sabe Que Ta Gravida?Fique atenta aos sintomas e procure um médico (Foto: Shutterstock)

1. Seios doloridos

É um sintoma muito comum na gravidez. O tecido das mamas é muito sensível a hormônios. A progesterona e o HCG aumentam o seu volume de sangue, o que faz com que seus seios inchem e fiquem mais pesados do que o habitual.

2. Cólica

Você pode sentir cólicas como quando está prestes a menstruar, mas este sinal da gravidez é acionado pela implantação do óvulo na parede uterina. Seu útero pode esticar um pouco agora (daí as cólicas) para preparar para sua enorme expansão ao longo dos próximos nove meses.

3. “Menstruação” diferente

Muitas mulheres confundem um sangramento leve com a menstruação regular, 25% costumam passar por isso na fase da implantação. Se você perceber que seu sangramento está mais curto ou diferente do habitual, pode ser um sinal de gravidez.

Existe o cansaço e existe isso: Tudo que você pode pensar no trabalho é tirar uma soneca ou você está exausta demais para realizar com as atividades cotidianas. “Mesmo nesta fase inicial da gravidez – no prazo de duas semanas de concepção – seu bebê está começando a utilizar suas calorias, o que pode acabar com suas reservas de energia muito rapidamente”, diz a Dra. Melissa.

5. Mamilo escurecido

Seus seios estão um pouco diferentes? Os hormônios de gestação também afetam a atividade dos melanócitos, células produtoras de melanina.

6. Náusea

Geralmente demora algumas semanas para acontecer, mas para algumas mulheres pode acontecer bem no começo da gestação.

7. Inchaço

Não está conseguindo fechar a calça jeans? Os níveis aumentados de progesterona podem desacelerar seu aparelho digestivo e deixar sua barriga mais inchada do que o normal. (Isso também acontece durante a TPM, mas o inchaço para quando a menstruação chega e a progesterona despenca). Se o inchaço não vai embora e seu período menstrual não vem, preste atenção.

8. Fazer xixi mais vezes ao dia

No começo, isso acontece porque os rins precisam expulsar os fluido de forma mais eficiente durante a gravidez.

9. Desejos

Seu corpo cansado pode exigir carboidratos extras agora, porque eles são facilmente metabolizados, o que ajuda a manter os níveis de energia.

O aumento do volume de sangue pode desencadear dores de cabeça tensionais frequentes, mas leves, nas primeiras semanas de gravidez. Este sinal de gravidez deve ir embora conforme seu corpo se ajusta aos níveis hormonais elevados.

Leia também:  Quem Ficou Conhecido Como O Rei Artista?

11. Constipação

Os mesmos hormônios responsáveis pelo inchaço também estão por trás de seus problemas intestinais, já que seu aparelho digestivo está mais lento, a comida pode não passar tão rapidamente. Este sintoma provavelmente vai aumentar ainda mais conforme a gravidez avança.

12. Oscilações de humor

Como está mais cansada, fica mais propensa a mudanças de humor. Além disso, a combinação de dores de cabeça, inchaço, constipação e seios doloridos não ajudam muito.

13. Temperatura basal

Quando você está ovulando, sua temperatura basal fica cerca de meio grau mais alta e permanece elevada até chegar o seu período menstrual. Então, se você está mapeando e perceber que ela não diminuiu em mais de duas semanas, pode significar que você tem um bebê a caminho. Dica: você vai precisar de um termômetro basal especial, mais preciso que os termômetros usados para medir a febre.

14. Corrimento mais espesso

Por conta das alterações hormonais, é comum que algumas mulheres apresentem esse sintoma, que geralmente, tem a cor mais esbranquiçada. Mas o corrimento também é um indicativo de outras questões, por isso vale sempre que perceber procurar um profissional e realizar os exames necessários.

15. Problemas com cheiros fortes

Mesmo que seja um odor agradável, a mulher pode se incomodar com alguns cheiros e até chegar a vomitar. Tudo isso, por conta de uma alteração que ocorre no olfato, que por vezes, também faz a mulher sentir o gosto dos alimentos de forma diferente.

16. Aumento da libido

Com o aumento da circulação sanguínea está ligado a maior vascularização na mulher, fazendo com que a vagina fique mais sensível nesse período, podendo aumentar o desejo sexual.

Como saber se estou grávida?

Como Se Sabe Que Ta Gravida?

Como saber se estou grávida? Essa é uma pergunta frequente tanto por quem não quer engravidar quanto pelas tentantes.Mas é comum que os primeiros sinais da gestação passem despercebidos. Isso porque muitos deles se manifestam antes mesmo do atraso menstrual e são facilmente confundidos com a TPM, como no caso de alterações de humor e do aparecimento de espinhas. Algumas mulheres que conhecem muito bem os seus corpos são capazes de perceber alterações logo nos primeiros dias após a fecundação, mas o ideal é só comemorar (ou se preocupar) após o atraso menstrual.

Confira alguns sintomas de que você está grávida que podem ocorrer entre a fecundação e o atraso:

1. Amenorreia

É a ausência da menstruação. De todos os sinais de gravidez, a ausência de menstruação é o sintoma mais evidente e aquele que mais deve ser levado em consideração.

Se sua menstruação é regular e estiver atrasada, vale a pena fazer um teste de farmácia para tirar a dúvida.

O impacto emocional envolvido em uma gestação, seja ela desejada ou não, é muitas vezes o grande responsável pelo aparecimento de outros sintomas associados.

2. Corrimento branco

O corrimento branco pode ser um dos sinais que você está grávida, pois ele pode ser causado pelo o aumento dos níveis de progesterona, um dos indicativos de gravidez.

  • Candidíase: conheça causas, sintomas, tipos e saiba como tratar

3. Corrimento vaginal cor-de-rosa

De difícil percepção, o corrimento cor-de-rosa é normal e resulta da entrada do espermatozoide no óvulo. Ele pode aparecer desde minutos após a relação sexual em que ocorre a fecundação até três dias depois, que é o tempo de vida do espermatozoide no útero feminino.

4. Cólica, inchaço abdominal e gases

São reações comuns no início da gestação, pois o corpo está se preparando para receber o embrião no útero. O sangue que se concentra no útero desde a fecundação até a 7ª semana da gestação é o responsável por esses distúrbios gástricos. Tomar bastante água e evitar alimentos de alta fermentação são algumas dicas para conseguir alívio.

  • Chá de canela é ótimo para cólica, mas pode ser abortivo

5. Espinhas e pele oleosa

As espinhas e o aumento da oleosidade da pele também podem outros sinais de que você está gravida. Pessoas que já tem a pele oleosa podem sofrer mais com esse problema, resultante das alterações hormonais em andamento.

6. Mamas sensíveis e inchadas

Outro resultado do grande aporte de hormônios que começam a circular em seu organismo com a chegada de uma nova vida.

7. Mudança na aparência dos seios

Além da sensibilidade, pode ser que você repare que as auréola dos seus seios estão mais escuras ou inchadas. As veias da região também podem ficar mais aparentes do que o normal.

8. Desejo sexual

Se você estive grávida as alterações hormonais em seu corpo também podem aumentar seu desejo sexual.

9. Aumento da frequência urinária

O aumento do xixi acontece desde o começo da gestação, por conta das elevadas taxas de progesterona no organismo, e vai até o final, quando o aumento físico do útero pressiona a bexiga.

10. Enjoos, vômitos e maior salivação

Esse é um dos sinais mais comuns de que você está grávida e ataca principalmente no primeiro trimestre. O desenvolvimento da placenta é apontado como uma das causas, mas há também o baixo nível de açúcar no sangue e a tensão.

  • Remédio para enjoo: 18 dicas no estilo caseiro

11. Cansaço fácil e sono

Seu corpo está se preparando para receber uma nova vida. São muitas mudanças físicas e hormonais pelas quais ele irá passar e é normal que você se sinta mais cansada. Coma bastante e procure descansar.

12. Tontura

Os enjoos e vômitos podem fazer com que a mulher grávida fique desidratada e sinta tonturas. Procure se alimentar bem e beba bastante água.

13. Dor de cabeça e dor nas costas

A dor de cabeça está relacionada aos novos hormônios que estão circulando em seu corpo. Já a dor nas costas é resultado das alterações físicas pelas quais o corpo passa e, com o passar da gestação, também resulta do peso adicional que você está carregando.

14. Aversão a cheiros fortes

A aversão a cheiros fortes é um dos sintomas de gravidez mais conhecidos popularmente. Isso acontece porque o olfato da gestante fica mais sensível. O jeito é evitar os cheiros muito fortes.

15. Desejos alimentares

Em algumas mulheres, um dos sinais de que ela está grávida é o surgimento de desejos ou aversões estranhas. Elas podem deixar de comer coisas das quais gostavam antes da gravidez e passar a gostar de coisas das quais costumavam ter aversão. É normal.

16. Aumento da temperatura basal (valor próximo aos 37°C)

O aumento da progesterona e do estrogênio presentes no corpo da mulher após a fertilização podem causar um leve aumento na temperatura geral do corpo, esse também é um dos sinais de que você está grávida.

17. Variações de humor

Outra consequência desagradável da grande quantidade de hormônios circulando no corpo feminino. É um sinal muito fácil de ser confundido com a TPM, então não crie expectativas (positivas ou negativas) antes da hora. Se você desconfia de que está grávida, adquira um teste de farmácia, pois ele é um diagnóstico mais seguro.

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Se está grávida | Associação para o Planeamento da Família

Se a menstruação não aparecer na data esperada, ao fim de uma semana pode ser feito um teste de gravidez através da urina (pode ser feito antes, mas o resultado pode não ser fidedigno).

Este teste pode ser adquirido numa farmácia ou num supermercado. Também pode recorrer aos técnicos de um centro de saúde e fazer um exame de sangue.

Este exame é mais preciso do que os testes de farmácia e pode detetar a gravidez a partir de cerca de 12 dias depois da ovulação.

A gravidez tem início a partir do momento em que ocorre a nidação, ou seja, em que o ovo se fixa às paredes do endométrio. Este fenómeno ocorre entre os 5 e os 12 dias. No entanto, técnicos de saúde calculam o início da gravidez a partir do 1º dia da última menstruação, não a partir da data da conceção.

Normalmente, uma gravidez dura entre 37 e 42 semanas, mas a sua duração média é de 40 semanas. Quando a grávida não sabe a data de início da última menstruação, a ecografia poderá ajudar a determinar quando é provável que ocorra o nascimento.

A importância de ir ao médico

Todas as grávidas têm direito à prestação de cuidados de saúde gratuitos, quer no Centro de Saúde, quer no Hospital.

Leia também:  O Que É Blockchain E Como Funciona?

Para vigiar a sua saúde e a do seu bebé, é necessário ir regularmente às consultas.

Ser-lhe-á entregue um livrinho verde (o Boletim de Saúde da Grávida) que deve ser levado sempre que for a qualquer consulta ou à urgência (é muito importante que este livro seja levado para o parto).

Consulte aqui mais informações sobre as consultas de vigilância da gravidez.

Cuidados essenciais durante a gravidez

A gravidez não é uma doença, porém, não deixa de ser importante que tome cuidados consigo e que encontre um equilíbrio entre fases de descanso e fases de atividade. Muitas mulheres encaram a gravidez como uma oportunidade para repensar o seu estilo de vida e para tomar decisões quanto a eventuais mudanças.

Quanto à alimentação é importante que seja variada e equilibrada. É através da mãe que o feto recebe aquilo de que necessita para crescer e se desenvolver. Deve alimentar-se várias vezes ao dia e pouco de cada vez, procurando fazer refeições pequenas e com intervalos regulares.

Os alimentos que são recomendados durante a gravidez são:

  • ovos, carne, peixe (fornecedores de proteínas);
  • leite, iogurte, queijo e manteiga (fornecedores de cálcio);
  • ervilhas, feijão, grão (também fornecedores de proteínas vegetais indispensáveis ao feto);
  • fruta e vegetais em todas as refeições (fornecedores de vitaminas e sais minerais);
  • e, claro, água!

É importante, por outro lado, evitar ou reduzir o consumo de:

  • doces e bolos;
  • café, chá, álcool e bebidas com gás;
  • mariscos (risco de salmonelas);
  • carne mal passada (risco de toxoplasmose);
  • queijo fresco de leite não pasteurizado (risco de  brucelose).

O movimento e a prática de uma atividade física durante a gravidez ser-lhe-ão benéficas. Caminhar é um óptimo exercício na gravidez. Se lhe der prazer e não houver nenhum problema com a gravidez, continue a praticar o seu desporto habitual, embora possa ter que moderar a intensidade.

A atividade física melhora a circulação sanguínea e diminui alguns incómodos da gravidez, como a prisão de ventre e a fadiga, ajuda a diminuir o stress e as tensões físicas e emocionais.

  É importante, contudo, que a mulher converse com o seu médico assistente sobre qual a atividade física mais adequada ao seu caso.

Fumar e consumir drogas (incluindo medicamentos que não tenham sido prescritos pelo médico) ou álcool não são seguros durante a gravidez. O seu consumo pode causar problemas graves ao bebé. Os principais riscos relacionados com o tabaco, álcool e outras drogas incluem baixo peso à nascença, aborto, nascimento prematuro ou parto de um nado-morto, morte súbita do bebé.

Ter relações sexuais não prejudica o bebé em nenhuma fase da gravidez, pois ele encontra-se protegido no interior do útero, mergulhado no líquido amniótico.

Poderá ser aconselhada a não ter relações sexuais no caso de surgirem algumas complicações, como hemorragia vaginal e ameaça de parto pré-termo, por exemplo.

De notar, contudo, que nas relações sexuais há o risco de infeções que podem ser transmitidas e que podem afetar o feto ou complicar a gravidez, como é o caso da sífilis, da hepatite e da HIV/SIDA, entre outras.

Efeitos psicológicos da gravidez

Para além das mudanças físicas que ocorrem desde o início da gravidez, é natural também experimentar mudanças a nível emocional.

Pode haver alguma instabilidade emocional, angústia, ansidedade, ambivalência, insegurança, inquietação,… sentimentos considerados normais.

Os receios por se estar numa fase de grande transformação física e psicológica podem ser mais evidentes quando se trata da primeira gravidez.

Ao longo da gravidez costumam surgir alterações emocionais e psicológicas diferentes:

1º TrimestreA mulher e o homem parecem não estar ainda muito conscientes do que está a acontecer. Pode ser um período de grande entusiasmo e alegria, mas também de preocupações. 

2º TrimestreNa maior parte dos casos este é um período de maior calma. A barriga começa a notar-se, a mulher sente menos sono e começa a ganhar peso. Já sente o bebé e isso pode deixá-la mais tranquila e animada. 

3º TrimestreNo terceiro trimestre a mulher pode voltar a sentir-se agitada e preocupada, principalmente com o parto, com a saúde do bebé e também com o que irá acontecer depois do parto.

Se estes sinais se tornarem mais fortes, é importante que peça apoio a alguém de confiança, como familiares, amigos ou serviços específicos, expondo o que sente.

Preocupações comuns de futuras mães e pais

Preocupações comuns das futuras mães:

  • Se vai ser capaz de cuidar do bebé; 
  • Se se irá alterar a relação com o companheiro; 
  • Como será o pós-parto;
  • Como irá conjugar o seu trabalho com a vida familiar;
  • Como e quando poderá voltar a ter uma vida sexual normal;
  • Receia que outros elementos da família possam interferir de forma excessiva com a sua relação de casal e com o cuidar do bebé;
  • Tem dúvidas sobre se o seu companheiro irá colaborar nas tarefas domésticas e no cuidar da criança;
  • Preocupa-se com a saúde do seu bebé.

Preocupações comuns dos futuros pais:

  • Acerca das suas competências para cuidar do bebé;
  • Sobre se serão capazes de ajudar a sua companheira na recuperação do parto; 
  • Com a possibilidade de serem postos em “segundo lugar” com a vinda do bebé;
  • Sobre se vão ser capazes de sustentar financeiramente a sua família; 
  • Como poderão proporcionar a educação e bem-estar necessários ao bebé: 
  • Com a saúde do seu bebé.

Sinais de alerta na gravidez

Contacte imediatamente o centro de saúde ou a urgência do hospital/maternidade se durante a gravidez tiver:

  • Hemorragia vaginal;
  • Perda de líquido pela vagina;
  • Corrimento vaginal com comichão, ardor ou cheiro não habitual;
  • Dores abdominais;
  • Arrepios ou febre;
  • Dor/ardor ao urinar;
  • Vómitos persistentes;
  • Dores de cabeça fortes ou contínuas;
  • Perturbações da visão;
  • Diminuição dos movimentos fetais.

Para além do ficou descrito, há outras situações que podem implicar uma vigilância especial da gravidez e às quais deve estar atenta, bem como o seu médico (ex.: gravidezes múltiplas, factor Rhesus, doenças do sangue, hemorragias, tensão arterial elevada ou baixa, epilepsia, diabetes, infeções, doenças transmitidas por animais,…).

(Fontes: www.saudereprodutiva.dgs.pt e www.portaldasaude.pt)

Check-lists úteis

Consulte:

Produtos

5 Sintomas para saber se você está grávida

Quando se está grávida, geralmente, os primeiros sintomas aparecem por volta da 3ª ou 4ª semana após o óvulo ser fertilizado.

Antes disso, especialistas afirmam que é quase impossível saber se está grávida, mas existe a possibilidade de notar, por exemplo, através de sintomas como cólica abdominal, mamas sensíveis, aumento da libido e alterações no muco vaginal, sintomas que apontam uma possível gravidez.

© Shutterstock Teste de gravidez

Os quatro primeiros meses de gravidez caracterizam um período de adaptação do corpo, ele ainda está amadurecendo para mudar e receber o novo hospedeiro e, por isso, aparecem dezenas de sintomas.

1 – Atraso menstrual

Um dos primeiros sintomas que apontam uma gravidez é o atraso no ciclo menstrual. Esse fator, em muitos casos, não é percebido, pois é muito comum algumas mulheres não terem o ciclo menstrual regulado, mas, fora essa situação, o atraso menstrual atinge a maioria das mães.

2 – Náuseas e Vômitos

Outros sintomas comuns nos primeiros meses de gravidez são as náuseas e vômitos, eles geralmente aparecem por volta da 4ª semana de gestação e desaparecem por volta da 12ª semana.

Existem casos em que as náuseas acompanham a grávida durante toda a gestação, mas, em 90% dos casos, esse sintoma desaparece até a 18ª semana. 

3 – Cansaço e sono excessivo

A exaustão e o cansaço podem ser sintomas nítidos de gravidez. Uma rotina cansativa de trabalho pode parecer muito mais exaustiva quando a pessoa está grávida.

O sono também pode aparecer com mais frequência, pois, durante a gravidez, o corpo pede para descansar com mais frequência, por isso é muito comum a grávida dormir mais cedo ou precisar de horas a mais de descanso.

Esses sintomas geralmente aparecem na 4ª semana de gravidez e acompanham a mulher durante toda a gestação.

4 – Vontade frequente de urinar

  • A partir da 6ª semana de gravidez, a vontade de urinar começa a ser mais frequente e essa sensação só tende a piorar ao longo da gestação.
  • A explicação, no início da gravidez, é que a bexiga reduz sua capacidade de esvaziamento total, devido ao relaxamento atribuído aos hormônios da gravidez.
  • Ao final da gestação, a explicação é o tamanho do feto, pois ele já está grande e comprime a bexiga, fazendo a vontade de urinar ser mais frequente, principalmente durante a madrugada.

5 – Variações do humor

Esse sintoma talvez seja o que mais assusta os parceiros das gestantes, pois, durante a gravidez, a mulher está com uma variação de hormônios que resulta em diferentes temperamentos, essa mudança geralmente acontece na 5ª e 6ª semanas de gravidez.

Leia também:  Como Saber Qual O Peso Ideal Para Minha Altura?

Alguns exemplos são: choros mais frequentes, raiva excessiva, dar mais relevância a pequenas coisas, entre outros. Esse período é delicado e cheio de novidades, nenhuma gravidez é idêntica à outra, por isso é muito comum que algumas grávidas não sintam alguns sintomas citados acima.

É muito importante as mulheres ficarem atentas aos primeiros sintomas de gestação o mais breve possível, assim, garantindo a perfeita saúde dela e do bebê.

Sintomas de gravidez: como saber se está grávida

Como saber se estou grávida? Os primeiros sintomas de gravidez são muito importantes para lhe dar pistas para saber se está grávida  quando tem algumas suspeitas e o teste de gravidez ainda não o confirmou. Se quer descobrir o quanto antes se ficou grávida, tome atenção a estes primeiros sintomas de gravidez.

(Também lhe interessa: Tudo sobre os sinais e sintomas de gravidez)

Sintomas de gravidez mais frequentes

  1. Atraso na menstruação. Se o seu ciclo é regular e de repente se atrasa, deve ficar alerta. Pode ser um simples atraso sem importância, mas também poderá ser o primeiro sintoma de gravidez.

  2. Mudanças hormonais, que se podem apresentar das mais diversas maneiras, desde alterações de humor a manchas nas axilas, por exemplo.

  3. Pequenas perdas de sangue. Algumas mulheres têm pequenas perdas de sangue pela vagina cerca de doze dias após terem concebido.

    É uma quantidade muito pequena e não dura mais de dois dias. Não se sabe exatamente qual o motivo desta perda de sangue, mas poderia ser devida à implantação do óvulo fertilizado no interior do útero.

    Se lhe acontecer deverá consultar o ginecologista.

  4. Vontade de urinar com frequência. A partir das seis semanas de gravidez pode começar a sentir vontade de urinar com mais frequência. Também é um dos sintomas de gravidez mais frequentes. O principal motivo é porque durante a gestação aumenta a quantidade de sangue e líquidos no corpo e os rins trabalham mais.

  5. Inchaço abdominal. Outro dos sintomas de gravidez são as alterações hormonais que têm lugar no início da gravidez e podem fazer com que se sinta inchada, de um modo semelhante ao dos dias que antecedem a chegada do período.

  6. Tensão e dor mamária. As mamas podem inchar, aumentar de tamanho e mostrar uma especial sensibilidade por causa do aumento de progesterona e de estrogénios. Este sintoma de gravidez manifesta-se poucos dias depois da conceção. No entanto, o inchaço dos peitos pode ser um sintoma da menstruação que esteja a chegar em vez de ser um sinal de gravidez.

  7. Enjoos e vómitos. Na maioria dos casos, os enjoos da gravidez não começam até um mês após ter concebido, embora os possa sentir antes. Os enjoos e vómitos típicos da gravidez podem acontecer a qualquer hora do dia e são um claro sintoma de gravidez.

  8. Aversão a alguns cheiros e sabores. Ao ficar grávida pode acontecer que certos cheiros lhe causem repulsa e até que provoquem náuseas. Tal pode ser devido ao rápido aumento dos níveis de estrogénio no organismo.

    O mesmo pode acontecer com a comida: coisas que antes adorava e que agora a agoniam. Também se pode produzir uma alteração da perceção dos sabores e uma abundante salivação.

    Estes sintomas de gravidez manifestam-se normalmente entre a segunda e a oitava semana após a conceção.

  9. Cansaço e sonolência. No início da gravidez costuma produzir-se um cansaço que, possivelmente, é devido a um aumento dos níveis da hormona progesterona. Durante o segundo trimestre de gravidez recupera-se a energia e perto do final da gestação volta a aparecer o cansaço.

  10. Aumento da temperatura corporal. Embora esta alteração se possa dever a uma constipação ou a outros transtornos desse tipo.

  11. Obstipação. A elevada concentração de progesterona, responsável pelo relaxamento do tónus muscular causa também uma desaceleração na atividade do intestino.

    Por este motivo pode surgir a obstipação, outro dos sintomas de gravidez mais frequentes.

    Para a combater, é aconselhável beber muito, comer uma boa quantidade de fruta e verdura e fazer algum movimento: até os passeios simples e regulares podem bastar para estimular a atividade intestinal.

Quando e como fazer o teste de gravidez

Para além dos sintomas de gravidez, para ter uma confirmação fidedigna do estado de graça, é necessário fazer um teste de gravidez. Os testes, que se podem comprar na farmácia, contêm um agente que se tinge de azul ou rosa ao entrar em contacto com a hormona hCG, a gonadotrofina coriónica humana, presente na urina da mulher.

Estas análises são eficazes duas semanas depois da conceção mas, para reduzir o risco de falsos negativos, é aconselhável esperar uma semana de atraso da menstruação antes de comprar o produto e fazer o teste.

No mercado também existem testes mais avançados que indicam, inclusivamente, de quantas semanas a mulher está grávida.

No caso de o resultado não ser claro pode recorrer-se a análises de sangue da beta hCG que permitem medir a concentração de gonadotrofina coriónica humana do organismo materno, ou, mais bem dito, de uma das suas frações, a beta. A análise de sangue, repetida duas ou mais vezes no curso das primeiras semanas da gravidez, também permite avaliar o aumento da concentração da hormona e verificar se a gravidez está a avançar corretamente.

"Estou grávida?" Questionário

Você usa contraceptivos altamente eficazes e as chances de gravidez são muito baixas.

Nenhum contraceptivo é 100% eficaz para prevenir a gravidez, então mesmo que use um método, você ainda pode engravidar.

Apenas pouco mais de um terço dos casais saudáveis vão conceber no primeiro mês de tentativa.2 Faça um teste o mais rápido possível para ter certeza.

Compre agora

Testes de gravidez Clearblue

Durante o início de gravidez, seus seios podem parecer maiores ou mais sensíveis que o normal, e algumas mulheres podem notar que a área ao redor dos mamilos (auréola) pode ficar mais escura. A sensibilidade nos seios é um dos sintomas precoces de gravidez mais comuns, mas pode ser intermitente.

Pode ser que você comece a se sentir enjoada e até vomite entre a 2ª e a 8ª semanas de gravidez. Normalmente, isso acontece por volta da 16ª semana. Embora seja chamado de “enjoo matinal”, ele pode ocorrer a qualquer momento do dia ou da noite e até pode afetá-la a todos os momentos.

Provavelmente, você se sentirá cansada além do normal nas primeiras semanas da gravidez. Isso pode ocorrer devido ao aumento nos níveis de progesterona em seu corpo, o que mantém o revestimento do útero para ajudar a dar suporte à gravidez.

Maior frequência urinária pode ser um sintoma inicial de gravidez, mas pode acontecer por outros motivos, como infecção no trato urinário.

As mudanças nos hormônios podem causar algumas alterações de humor nos estágios iniciais da gravidez. Pode ser que você comece a chorar sem realmente saber a razão. As alterações de humor também podem ocorrer devido à TPM.

Uma maneira de ter certeza é fazendo um teste de gravidez.

Testes de gravidez Clearblue

Pode ser que você deixe de gostar de algumas coisas, como chá, café ou comida gordurosa, e sinta vontade de alimentos que normalmente não gostaria. Você também pode enjoar com determinados odores também, como o de café, carne ou álcool.

Próxima pergunta
Saiba seus resultados

Com base em suas respostas, é improvável, mas não impossível, que você esteja grávida este mês. Nem todas as mulheres terão sintomas de gravidez e todas as gravidezes são diferentes, então não se preocupe. Uma maneira de ter certeza é fazendo um teste de gravidez.

  • Compre agora
  • Testes de gravidez Clearblue
  • Sintomas precoces de gravidez

Com base em suas respostas, há uma chance de você estar grávida. Descubra fazendo um teste de gravidez o mais rápido possível. Alguns sintomas podem ocorrer por outros motivos e não pela gravidez. Se estiver preocupada fale com seu médico.

  1. Se estiver tentando engravidar, o uso de um teste de ovulação para identificar seus dias férteis ajudará a aumentar suas chances de concepção.
  2. Compre agora
  3. Testes de gravidez Clearblue
  4. Testes de ovulação Clearblue
  1. “Atraso do período menstrual” se refere ao dia após o início esperado da menstruação. Em 79% das amostras testadas em um estudo laboratorial, a gravidez foi detectada 4 dias antes do atraso do período menstrual (ou seja, 5 dias antes do início esperado da menstruação).
  2. Gnoth C., et al. Hum Reprod. (2003) 18 (9): 1959-1966.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*