Como Se Designam Os Electrões Que Participam Das Reações Químicas?

Definição de Reação Química

Uma reação química é uma mudança química que forma novas substâncias. Uma reação química pode ser representada por uma equação química, que indica o número e o tipo de cada átomo, bem como sua organização em moléculas ou íons. Uma equação química usa os símbolos dos elementos como notação abreviada para os elementos, com setas para indicar a direção da reação.

Uma reação convencional é escrita com reagentes no lado esquerdo da equação e produtos do lado direito.

O estado da matéria das substâncias pode ser indicado entre parênteses (s para sólido, l para líquido, g para gás, aq para solução aquosa).

A flecha de reação pode ir da esquerda para a direita ou pode haver uma flecha dupla, indicando que os reagentes se voltam para os produtos e algum produto sofre a reação inversa aos reagentes da reforma.

Enquanto as reações químicas envolvem átomos, tipicamente, apenas os elétrons estão envolvidos na quebra e formação de ligações químicas. Processos envolvendo o núcleo atômico são chamados de reações nucleares.

As substâncias que participam de uma reação química são chamadas de reagentes. As substâncias que são formadas são chamadas de produtos. Os produtos têm propriedades diferentes dos reagentes.

O que são Reações Químicas?

As reações químicas ocorrem sempre que as ligações são formadas ou quebradas entre moléculas. Por que certos átomos se combinam com quais outros átomos é uma questão complexa que é explicada exaustivamente pela química quântica. A versão simples é que os átomos se unem unidos eletromagnéticamente com base nas propriedades de seus reservatórios de elétrons.

Existem vários tipos de ligações químicas. Em geral, a sobreposição mais estreita das conchas de elétrons é maior se for o vínculo.

As reações químicas ocorrem quando o calor, a radiação e / ou produtos químicos estrangeiros perturbam uma condição de equilíbrio e causam a ruptura e / ou a formação de ligações químicas, dando assim origem a novas formas moleculares.

As reações químicas podem ser classificadas em algumas categorias.

O mais simples é provavelmente síntese, onde duas ou mais moléculas ou átomos se combinam em uma nova molécula. Por exemplo, ferro mais oxigênio forma óxido de ferro, ou ferrugem. O oposto da síntese é a análise, ou a decomposição química, onde uma molécula se separa em seus constituintes.

Isso ocorre quando a eletrólise da água produz oxigênio e gás hidrogênio. A substituição, outra variedade de reação química, ocorre quando um átomo ou molécula mais reativa expulsa uma parte de outra molécula e toma seu lugar. Isso acontece sempre que um ácido morde em um metal. E, finalmente, há combustão, que ocorre quando algo como madeira sofre oxidação e é incinerado.

Como Se Designam Os Electrões Que Participam Das Reações Químicas?
Os cientistas combinam substâncias para causar reações químicas

O número de possíveis reações químicas na natureza é extremamente grande. Há mais de bilhões – porque moléculas muito grandes possuem tantos componentes, o número de possíveis reações é imenso.

Isto é particularmente verdadeiro na química orgânica, onde as moléculas de milhões de átomos são a norma.

A vida é possível por causa da enorme quantidade de possíveis configurações químicas que podem ser obtidas por moléculas orgânicas.

Em especial os orgânicos, moléculas especiais chamadas enzimas são capazes de acelerar as reações químicas sem sofrer alterações químicas. Outra palavra para isso é um catalisador.

Sem enzimas catalíticas, a cascata cotidiana das numerosas reações que compõem a vida levaria muito tempo para ser prática. Nos carros, os conversores catalíticos processam o escape do motor para torná-lo muito menos tóxico do que seria de outra forma.

Uma tarefa muito importante dos químicos é entender completamente os catalisadores.

Tipos de Reações Químicas

A grande quantidade de reações químicas pode ser classificada de várias formas. Sob um esquema, eles podem ser classificados como reações de oxidação-redução (transferência de elétrons) ou reações de não oxidação-redução.

Outro esquema de classificação completamente diferente, mas comum, reconhece quatro tipos principais de reação:

1) reações de combinação ou de síntese. Na reação de síntese ou combinação, dois ou mais reagentes se combinam para formar um produto mais complexo. A forma geral da reação é: A + B ? AB

2) reações de decomposição é uma reação de decomposição é o inverso de uma reação de síntese. Em uma decomposição, um reagente complexo invade produtos mais simples. A forma geral de uma reação de decomposição é: AB ? A + B

3) substituição ou reações de substituição única, Em uma única substituição ou reação de deslocamento único, um elemento não combinado substitui outro em um composto ou lugares de comércio com ele. A forma geral de uma única reação de substituição é: A + BC ? AC + B

4) Reação de substituição dupla. Em uma reação de substituição dupla ou de duplo deslocamento, os aniões e os catiões dos reagentes comercializam uns com os outros dois novos compostos. A forma geral de uma reação de substituição dupla é: AB + CD ? AD + CB

Fatores que afetam a taxa de reação

A taxa ou velocidade a que ocorre uma reação química é afetada por vários fatores, incluindo:

  • Concentração de reagente
  • Área de superfície
  • Temperatura
  • Pressão
  • Presença ou ausência de catalisadores
  • Presença de luz, especialmente luz ultravioleta
  • Energia de ativação

Visão histórica

O conceito de reação química remonta a cerca de 250 anos. Tinha suas origens em experimentos iniciais que classificavam substâncias como elementos e compostos e em teorias que explicavam esses processos. O desenvolvimento do conceito de uma reação química teve um papel primordial na definição da ciência da química como é conhecida hoje.

Os primeiros estudos substantivos nesta área estavam em gases. A identificação do oxigênio no século 18 pelo químico sueco Carl Wilhelm Scheele e pelo clérigo inglês Joseph Priestley teve um significado particular.

Leia também:  Como Fazer Com Que A Barba Cresça?

A influência do químico francês Antoine-Laurent Lavoisier foi especialmente notável, pois suas idéias confirmaram a importância das medidas quantitativas dos processos químicos. Em seu livro Traité élémentaire de chimie (1789: Tratado Elementar sobre Química), Lavoisier identificou 33 “elementos” – substâncias não quebradas em entidades mais simples.

Entre suas muitas descobertas, Lavoisier mediu com precisão o peso obtido quando os elementos foram oxidados e atribuiu o resultado à combinação do elemento com o oxigênio. O conceito de reações químicas envolvendo a combinação de elementos emergiu claramente de sua escrita, e sua abordagem levou outros a buscar a química experimental como uma ciência quantitativa.

A outra ocorrência de significado histórico em relação às reações químicas foi o desenvolvimento da teoria atômica. Para isso, há muito crédito para o químico inglês John Dalton, que postulou sua teoria atômica no início do século XIX.

  1. Dalton sustentou que a matéria é composta por partículas pequenas e indivisíveis, que as partículas ou átomos de cada elemento eram únicos e que as reações químicas estavam envolvidas na reorganização de átomos para formar novas substâncias.
  2. Esta visão das reações químicas define com precisão o assunto atual.
  3. A teoria de Dalton forneceu uma base para entender os resultados de experimentalistas anteriores, incluindo a lei da conservação da matéria (a matéria não é criada nem destruída) e a lei da composição constante (todas as amostras de uma substância possuem composições elementares idênticas).

Assim, a experiência e a teoria, os dois pilares da ciência química no mundo moderno, juntos definiram o conceito de reações químicas. Hoje, a química experimental fornece inúmeros exemplos, e a química teórica permite uma compreensão de seu significado.

Equação química

Devido às grandes quantidades de reações químicas que acontecem ao nosso redor, uma nomenclatura foi desenvolvida para simplificar a forma como expressamos uma reação química sob a forma de uma equação química.

Uma equação química não é senão uma afirmação matemática que simboliza a formação do produto dos reagentes, ao mesmo tempo em que declara certas condições para as quais a reação foi conduzida.

Os reagentes estão no lado esquerdo, enquanto os produtos formados no lado direito conectados por uma seta ou de duas cabeças.

Por exemplo, uma reação:

A + B ? C + D

Aqui, A e B são os reagentes, que reagem para formar os produtos C e D. Em uma equação química real, os reagentes são indicados por sua fórmula química.
Para assegurar o direito da conservação da massa, uma equação química deve ser equilibrada, ou seja, o número de átomos nos dois lados deve ser igual. Este é o equilíbrio da equação.

  • Consideremos uma reação química real entre o metano (CH4) e o oxigênio (O2),
  • Como Se Designam Os Electrões Que Participam Das Reações Químicas?
    Reações químicas
  • Aqui podemos ver como o número de cada átomo no lado esquerdo é equilibrado no lado direito, conforme estabelecido pela lei de conservação da massa.
    Resumo

Uma reação química é um processo que geralmente é caracterizado por uma mudança química em que os materiais de partida (reagentes) são diferentes dos produtos. As reações químicas tendem a envolver o movimento dos elétrons, levando à formação e quebra de ligações químicas. Existem vários tipos diferentes de reações químicas e mais de uma maneira de classificá-las.

Fonte: www.thoughtco.com/www.wisegeek.org/www.britannica.com/www2.ucdsb.on.ca/byjus.com

Reações Químicas

Carolina Batista

Professora de Química

As reações químicas são o resultado da transformação que ocorre nas substâncias, onde os átomos rearranjam-se modificando seu estado inicial.

Assim, os compostos químicos sofrem alterações gerando novas moléculas. Por sua vez, os átomos dos elementos permanecem inalterados.

Tipos de reações químicas

As reações químicas (com presença de substâncias reagentes e resultantes) são classificadas de quatro maneiras, a saber:

Reações de síntese ou adição

Reações entre duas substâncias reagentes que resultam em uma mais complexa.

Representação

Exemplo

A + B → AB
Síntese do gás carbônico: C + O2 → CO2

Reações de análise ou de decomposição

Reações em que uma substância reagente se divide em duas ou mais substâncias simples. Essa decomposição pode ocorrer de três maneiras:

  • pirólise (decomposição pelo calor)
  • fotólise (decomposição pela luz)
  • eletrólise (decomposição pela eletricidade)
Representação

Exemplo

AB → A + B
Decomposição do óxido de mercúrio: 2HgO → 2Hg + O2

Também chamadas de substituição ou de simples troca, são reações entre uma substância simples e outra composta, levando à transformação da substância composta em simples.

Representação

Exemplo

AB + C → AC + B ou AB + C → CB + A
Simples troca entre ferro metálico e ácido clorídrico: Fe + 2HCl → H2 + FeCl2

Reações de dupla-troca ou dupla substituição

São reações entre duas substâncias compostas que permutam entre si os elementos químicos, gerando duas novas substâncias compostas.

Representação

Exemplo

AB + CD → AD + CB
Dupla troca entre cloreto de sódio e nitrato de prata: NaCl + AgNO3 → AgCl + NaNO3

Quando Ocorre uma Reação Química?

Dependendo da condição de temperatura, concentração de substâncias e do contato entre elementos químicos envolvidos, as reações químicas podem ocorrer de maneira rápida ou lenta.

As reações gasosas, por exemplo, são rápidas, pois as moléculas conseguem se mover rapidamente e se chocarem. Já as reações entre componentes líquidos e sólidos são lentas.

Sendo assim, uma reação química ocorre quando duas ou mais substâncias entram em contato, gerando ligações químicas, que resultam em uma nova substância. Para que ela ocorre, os reagentes presentes nas reações químicas devem ter afinidade química para reagirem.

Note que as reações químicas endotérmicas absorvem energia, visto que a energia química ou entalpia dos reagentes é menor que a dos produtos.

As reações químicas exotérmicas, por sua vez, liberam energia, pois a energia química dos reagentes é maior que a dos produtos.

Leia também:  Como Sei Quanto Vou Pagar De Imi?

Reações de oxirredução

As reações de oxirredução ocorrem entre metais (tendência para ceder elétrons) e não metais (tendência para receber elétrons). Como exemplo, podemos citar a oxidação (ferrugem) que surgem nos metais com o passar do tempo.

Como Se Designam Os Electrões Que Participam Das Reações Químicas?

Nesse sentido, vale lembrar que a maioria das reações químicas ocorrem entre substâncias de caraterísticas opostas. Por exemplo: substâncias de caráter oxidante e redutor ou as substâncias de caráter ácido e básico.

Para adquirir mais conhecimento, leia esses textos:

  • Eletroquímica
  • Reações de Oxirredução
  • Cinética Química

Outras reações químicas

Por sua vez, as reações que não são de oxirredução podem ocorrer de três maneiras e geralmente são reações de dupla troca:

  • Quando um dos produtos for menos solúvel que os reagentes, por exemplo, entre o cloreto de sódio (NaCl) e o nitrato de prata (AgNO3): NaCl + AgNO3 → AgCl + NaNO3
  • Quando um dos produtos for mais volátil que os reagentes, por exemplo, entre o cloreto de sódio (NaCl) e o ácido sulfúrico (H2SO4): 2NaCl + H2SO4 → Na2SO4 + 2 HCl
  • Quando um dos produtos for menos ionizável que os reagentes, por exemplo, entre o ácido clorídrico (HCl), composto ionizável, e o hidróxido de sódio (NaOH), composto iônico, o qual resulta num composto iônico (sal) e um composto molecular (água): HCl + NaOH → NaCl + H2O

Saiba mais em:

  • Reações de Neutralização
  • Reações Orgânicas
  • Fenômenos físicos e químicos

Exemplos de Reações Químicas

Para ver como as reações químicas estão presentes no dia a dia, segue abaixo alguns exemplos:

  • Processo de digestão
  • Preparação de alimentos
  • Combustão dos veículos
  • Aparecimento da ferrugem
  • Fabricação de remédios
  • Registro fotográfico
  • Extintor de incêndio
  • Queima da parafina da vela
  • Explosão

Equações Químicas

A forma encontrada para demonstrar graficamente os fenômenos químicos foi através de equações químicas.

Veja a reação de formação da água.

Como Se Designam Os Electrões Que Participam Das Reações Químicas?

Observe que as moléculas de hidrogênio (H2) e oxigênio (O2) vão “desaparecer” e darão lugar às moléculas de água (H2O). Embora os reagentes e os produtos sejam diferentes, o número de átomos é o mesmo.

Essa reação química é representada da seguinte forma:

A equação química apresenta as fórmulas das substâncias (H2, O2 e H2O) e os coeficientes estequiométricos (2, 1 e 2) determinam a quantidade reagiu e que foi produzida na reação química.

Outro exemplo de reação química são as equações iônicas, ou seja, quando envolve substâncias iônicas (íons), além de átomos e moléculas:

  • Essa equação simplificada indica que um ácido forte, como o ácido clorídrico (HCl) que possui um íon H+, reagiu com uma base forte, como o hidróxido de sódio (NaOH) portador do íon OH-, e ao reagirem formaram água.
  • Com isso, podemos perceber que uma equação química representa de forma abreviada como ocorre uma reação.
  • Para entender melhor o tema, confira esses textos:
  • Estequiometria
  • Cálculos Estequiométricos
  • Balanceamento de Equações Químicas

Exercício Resolvido

As equações químicas são representações das reações químicas que ocorrem entre os elementos da tabela periódica. Segundo o tipo de união entre os átomos que interagem entre si elas podem ser de: síntese, análise, deslocamento ou dupla troca. Feita essa observação, assinale a alternativa correta quanto aos tipos de reações químicas:

a) Reação de Análise ou Decomposição: 2Cu(NO3)2 → 2CuO + 4NO2 + O2
b) Reação de Síntese ou Adição: 2KClO3 → 2KCl + O3
c) Reação de Dupla Troca ou de Dupla Substituição: Fe + CuSO4→ Cu + FeSO4
d) Reação de Deslocamento ou Simples Troca: CaO + H2O → Ca(OH)2
e) Reação de Análise ou Decomposição: FeS + 2HCl → FeCl2 + H2S

Ver Resposta

Alternativa correta: a) Reação de Análise ou Decomposição: 2Cu(NO3)2 → 2CuO + 4NO2 + O2

a) CORRETA. Dentre as alternativas acima, a única que condiz com seu conceito é a primeira. Isso porque na reação de análise ou de decomposição uma substância composta se transforma em duas mais simples.

b) ERRADA. Assim como na alternativa anterior, a equação apresentada também é de decomposição.

c) ERRADA. A equação apresentada é a de deslocamento (ou simples troca), onde reagem uma substância simples e uma composta.

d) ERRADA. Temos uma equação química formada por síntese ou adição, onde duas substâncias reagem dando lugar a uma mais complexa.

e) ERRADA. A alternativa apresenta uma equação química formada por dupla troca (ou dupla substituição), cujos compostos permutam entre si alguns elementos dando origem a dois novos compostos químicos.

Para mais exercícios com gabarito comentado, veja também:

Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).

Reações químicas

As reações químicas são transformações que envolvem alterações, quebra e/ou formação, nas ligações entre partículas (átomos, moléculas ou íons) da matéria, resultando na formação de nova substância com propriedades diferentes da anterior. Algumas evidências da ocorrência de uma reação química são mudança de cor, evolução de calor ou luz, formação de uma substância volátil, formação de um gás, entre outros. 

Tabela Periódica, para possíveis consultas, está disponível aqui.

As equações químicas representam as reações químicas. As substâncias iniciais de uma reação química, as que reagem, são chamadas de reagentes. Já as substâncias finais de uma reação, as que se formam, são chamadas de produto.

Exemplo:

2 H$$$_2$$$ + O$$$_2$$$ $$$
ightarrow$$$  2 H$$$_2$$$O + calorH$$$_2$$$ e O$$$_2$$$ são os reagentes, e H$$$_2$$$O é o produto.

O número que precede a substância é denominado coeficiente. O coeficiente indica a proporção entre as substâncias que participam da reação. Quando a substância não é precedida de nenhum número, significa que o coeficiente é o número 1.

Na reação de síntese da água, demonstrada acima, temos a proporção de 2:1:2. Duas moléculas H$$$_2$$$ reagem com uma molécula O$$$_2$$$ para formar duas moléculas H$$$_2$$$O.

  • A equação química também pode fornecer o estado físico da substância.
  • Exemplo: 2 CO$$$_{(g)}$$$ + O$$$_2$$$ $$$
    ightarrow$$$ 2 CO$$$_2$$$$$$_{(g)}$$$
  • A letra “g” entre parênteses indica que a substância se encontra no estado gasoso.
Leia também:  Animais Que Utilizam A Cor Como Sedução?

O estado líquido é representado por (l), e o sólido por (s). No caso de a substância estar dissolvida em água, utilizamos (aq), que significa aquoso.

Outros símbolos que podem estar presentes na equação química são: , que indica aquecimento; λ, indicando a presença de luz; ↓, quando é formado um precipitado; e ↔, quando a reação for reversível.

Reação de síntese ou adiçãoNa reação de síntese, uma substância composta é formada pela junção de duas ou mais substâncias (simples ou compostas).

  1. Exemplos:
  2. Cu + S $$$
    ightarrow$$$ CuSSO$$$_2$$$ + H$$$_2$$$O $$$
    ightarrow$$$ H$$$_2$$$SO$$$_3$$$
  3. Tais reações seguem o seguinte modelo geral: A+B$$$
    ightarrow$$$AB
  4. Reação de análise ou decomposição
  5. Neste tipo de reação, uma única substância composta origina outros produtos mais simples que ela.
  6. Exemplos:
  7. CaCO$$$_{3(s)}
    ightarrow$$$ CaO$$$_{(s)}$$$ + CO2$$$_{(g)}$$$
  8. $$$_2$$$
  9. $$$
    ightarrow$$$
  10. $$$_2$$$
  11. $$$_2$$$
  12. As reações de decomposição, de uma maneira geral, seguem o modelo: AB$$$
    ightarrow$$$A+B
  13. Reação de deslocamento ou simples troca
  14. I – Neste tipo de reação, os elementos livres e quimicamente ativos deslocam o elemento menos ativo de um composto.Exemplos:
  15. Fe + CuSO $$$
    ightarrow$$$ FESO$$$_4$$$ + CuFe + 2 AgNO$$$_3$$$ $$$
    ightarrow$$$ Fe(NO$$$_3$$$)$$$_2$$$ + 2 Ag
  16. II – Metais ativos deslocam hidrogênio de ácidos fortes:
  17. Fe + 2HCl FeCl$$$_2$$$ + H$$$_2$$$
  18. Os elementos abaixo estão listados em ordem crescente de reatividade química:
  19. Li > K > Ca > Na > Mg > Al > Zn > Cr > Fe > Ni > Pb > H > Cu > Hg > Ag > Pt > Au
  20. Essas reações podem ser escritas da seguinte forma: A+BC$$$
    ightarrow$$$AC+B
  21. Reação de dupla troca
  22. A reação de dupla troca ocorre entre duas substâncias compostas e resulta na produção de outras duas novas substâncias compostas.
  23. Pode ser representada basicamente da seguinte maneira: AB+CD$$$
    ightarrow$$$AD+CB
  24. Estas reações ocorrem, em solução, quando os íons positivos e negativos de uma substância encontram os íons de uma outra substância.
  25. Exemplos:
  26. – Um produto insolúvel é formado em solução aquosa:
  27. KCl + Ag NO$$$_3$$$ $$$
    ightarrow$$$ KNO$$$_3$$$ + AgCl$$$_{(s)}$$$ K$$$_2$$$CO$$$_3$$$ + 2 HCL $$$
    ightarrow$$$ 2 KCL + H$$$_2$$$CO$$$_3$$$H$$$_2$$$CO$$$_3$$$ $$$
    ightarrow$$$ H$$$_2$$$O + CO$$$_2$$$2K$$$^+$$$ + CO$$$_3$$$ + 2H$$$^+$$$ + 2Cl$$$^-$$$ $$$
    ightarrow$$$ 2K$$$^+$$$ + Cl$$$^-$$$ + H$$$_2$$$O + CO$$$_2$$$

2HO  2 H + O

Número de Oxidação

  • Reação de oxidação-redução 
  • Esse tipo de reação ocorre através da transferência de elétrons, ocorrendo variação do número de oxidação dos átomos de certos elementos.
  • Número de oxidação
  • • O número de oxidação (Nox) representa a carga elétrica de um átomo, adquirida através de uma ligação iônica, sendo a carga denominada carga real, ou adquirida em uma ligação covalente, sendo definida como carga parcial.

• Em compostos iônicos, a carga é real, logo o Nox é igual a carga do íon formado.Exemplo: o NaCl, formado pelos íons Na$$$^+$$$ e Cl$$$^-$$$ , o Nox do Na é +1 e o Nox do Cl é -1.

• Em íons simples o Nox também é igual à sua carga.Exemplos: Na$$$^+$$$ possui Nox = +1, o Al$$$^{3+}$$$ possui Nox = +3, Mg$$$^{2+}$$$ possui Nox = +2.

• Nos compostos moleculares, há deslocamento de elétrons, devido à diferença de eletronegatividade entre os átomos que efetuam a ligação covalente.

Exemplo: No composto HCl, o átomo de cloro é mais eletronegativo que o hidrogênio, logo atrai pra si o elétron da ligação ficando com carga parcial -1 e o hidrogênio com nox +1.

• O Nox dos átomos de substâncias simples é sempre igual a 0.Exemplo: H$$$_2$$$, O$$$_3$$$, Ag.

• O Nox do hidrogênio é +1, e quando combinado com metal é -1Exemplo: H$$$_2$$$O possui Nox= +1, em NaH possui Nox= -1.

• O Nox do oxigênio quando forma substâncias compostas é -2, nos peróxidos o Nox passa a ser -1. O Nox também é alterado em compostos com flúor, como por exemplo, OF$$$_2$$$ possui Nox = +2, e O$$$_2$$$F$$$_2$$$ possui Nox= +1.

• A soma dos Nox dos átomos de uma molécula é igual a zero.

• A soma dos Nox de todos os íons que formam um composto é igual à carga do íon.

Em uma reação de Oxirredução, o processo de oxidação e redução ocorre simultaneamente. O átomo, quando perde elétrons sofre oxidação, e é denominado agente redutor, pois provoca redução (diminuição do Nox) em outra espécie. O agente oxidante é a espécie receptora de elétrons, e provoca a oxidação de outra.

  1. Um exemplo dessa reação é a que ocorre quando, em uma solução aquosa de sulfato de cobre(CuSO$$$_4$$$), é mergulhada uma lâmina de zinco (Zn):
  2. Zn$$$_{(s)}
    ightarrow$$$ Zn$$$^{2+} _{(aq)}$$$ + 2$$$^{e-}$$$
  3. Os átomos de zinco perdem dois elétrons, se convertendo em íons de zinco.
  4. Cu$$$^{2+} _{(aq)}$$$ + 2$$$^{e-}
    ightarrow$$$ Cu$$$_{(s)}$$$
  5. O íon Cu$$$^{2+}$$$recebe dois elétrons e se converte em átomo neutro de cobre.
  6. Zn$$$_{(s)}$$$ + Cu $$$^{2+} _{(aq)}
    ightarrow$$$ Zn$$$^{2+}$$$ + Cu$$$_{(s)}$$$
  7. Os átomos de zinco transferiram elétrons para os íons de cobre.

Exercício

(Mackenzie-SP) A sequência que representa, respectivamente, reações de síntese, análise, simples troca e dupla troca são:

I. Zn + Pb(NO$$$_3$$$)$$$_2
ightarrow$$$ Zn(NO$$$_3$$$)$$$_2$$$ + PII. FeS + 2 HCl $$$
ightarrow$$$ FeCl$$$_2$$$ + H$$$_2$$$SIII. 2 NaNO$$$_3$$$$$$
ightarrow$$$ 2 NaNO$$$_2$$$ + O$$$_2$$$IV. N$$$_2$$$ + 3 H$$$_2$$$ $$$
ightarrow$$$ 2 NH$$$_3$$$$$$$$$

a) I, II, III e IV. b) III, IV, I e II. c) IV, III, I e II. d) I, III, II e IV.e) II, I, IV e III.

Resolução

I- Reação de simples troca, pois o zinco (Zn) desloca o chumbo (Pb), menos reativo, formando então uma nova substância.II-Reação de dupla troca.

Duas substâncias compostas reagem para formar outras duas substâncias compostas diferentes.III-Reação de análise. Uma única substância de decompõe para formar substâncias mais simples que ela.IV-Reação de síntese.

Duas substâncias reagem formando uma única substância composta.

Resposta: C.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*