Como Se Chama Uma Pessoa Que Tem Iniciativa?

Você se considera um profissional que tem iniciativa no trabalho?

Ficar esperando as coisas se resolverem sozinhas ou deixar que o colega do lado as resolva é um comportamento inaceitável para as organizações. Dessa forma, você precisa mostra iniciativa no trabalho, se quiser se manter bem avaliado por colegas e gestores.

Aproveitando e organizando o relacionamento com seus clientes para vender mais e melhor

Cada vez mais as empresas buscam por profissionais capazes de identificar e de criar oportunidades e que, espontaneamente, vão atrás de soluções criativas.

Assim, aqueles que se limitam a fazer apenas o que lhes é solicitado dificilmente alcançarão o sucesso profissional.

Pensando nisso, elaboramos este artigo. Com sua leitura você poderá entender o que é e como ter iniciativa no trabalho a partir de 5 dicas essenciais.

Este post também pode interessar a você: Como desenvolver a liderança: 11 dicas para o seu crescimento pessoal e do negócio

O que é iniciativa no trabalho?

Podemos definir o que é iniciativa no trabalho como:

O ato de tomar a frente de alguma tarefa, solução ou projeto. Isto é: um profissional que tem iniciativa é aquele que está sempre apresentando propostas para a equipe, que identifica determinado problema e busca resolvê-lo o quanto antes.

Quem tem iniciativa no trabalho em equipe não espera o outro agir. De maneira espontânea, esse profissional mobiliza seus colegas e está sempre disposto a fazer mais pelo grupo.

Além disso, o profissional com iniciativa também não costuma esperar alguém mandar ele fazer algo. Assim, ele mesmo se adianta e faz o que precisa ser feito, pensando sempre nos resultados dos seus esforços.

Iniciativa no trabalho em equipe é sempre estar disposto a fazer mais e melhor e propor novas ideias para o time.

5 dicas de como ter iniciativa no trabalho

Agora que você já sabe o que é iniciativa no trabalho em equipe, veja a seguir 5 dicas essenciais de como ter iniciativa no trabalho.

1 – Aprenda a observar o seu ambiente de trabalho

Um profissional com iniciativa precisa estar sempre atento ao ambiente ao seu redor. Assim, será capaz de identificar o que precisa ser feito e de que maneira é possível contribuir para a melhoria dos resultados da equipe.

A partir de suas observações, faça sugestões ao seu líder e aos seus colegas de trabalho para que, juntos, você consigam traçar um plano de ação para melhorar os aspectos que você identificou.

Leia também: 7 sinais que você está em um ambiente de trabalho invejável

2 – Busque contribuir com novas ideias

  • Esta segunda dica de como ter iniciativa no trabalho tem muito a ver com que acabamos de falar no tópico anterior.
  • Com base nas suas observações e nos aspectos de melhoria que você identificou, procure contribuir com novas ideias para a sua equipe e para empresa.
  • Ao conhecer melhor os processos e as atuais necessidades e demandas da empresa, é possível propor soluções criativas que ninguém ainda cogitou colocar em prática, mas que podem trazer grandes benefícios para a organização.
  • Você conhece as 5 etapas do processo de inovação, para ter e testar novas ideias? Então, confira este infográfico:

Como Se Chama Uma Pessoa Que Tem Iniciativa?

Fonte: Setting

Veja mais: Como inovar nas vendas: 3 estratégias de vendas para adotar hoje mesmo!

3 – Evite a procrastinação

Este é um hábito extremamente tóxico dentro das organizações e precisa ser combatido. A procrastinação é inimiga da iniciativa. Ela pode ser definida como o ato de sempre deixar tudo para depois.

Isso é extremamente prejudicial para a produtividade. Porque as coisas tendem a ficar para última hora e acabam sendo feitas na correria. E, por isso, nem sempre com a mesma qualidade do que se tivessem sido feitas com antecedência.

Tendo isso em vista, organize bem as suas tarefas, priorize as mais urgentes, monte e cronograma para suas entregas e não adie seus compromissos.

Se gerir seu tempo é um problema, então, confira este post: 4 dicas de administração do tempo: não deixe ele voar!

4 – Esteja disposto a enfrentar novos desafios

Quem deseja ter iniciativa no trabalho não pode ficar preso a uma zona de conforto. É preciso estar sempre disposto a enfrentar novos desafios, a se reinventar, a explorar o desconhecido, a se redescobrir, a assumir novas responsabilidades.

  1. Se você quer entender como fazer isso na prática, então, confira este vídeo do Thiago Concer:
  2. Saiba mais: Qual é seu principal desafio em vendas?

5 – Seja mais proativo em suas ações

O profissional com iniciativa é aquele que está sempre exercendo sua proatividade. Isso significa que ele não espera as coisas acontecerem; ele vai atrás e faz o que precisa ser feito.

Um exemplo simples é quando acaba o papel da máquina de impressão e ninguém se voluntaria para repor a bandeja da impressora. O profissional de iniciativa vai até o almoxarifado, pega o pacote de folhas A4 e faz a reposição.

A proatividade se aplica a situações mais complexas do que a citada no exemplo anterior. Assim, para ter iniciativa é necessário demonstrar atitude e se posicionar ativamente.

E mais! Muitas vezes, querendo ser mais proativos e demonstrar iniciativa, acabamos caindo em algumas armadilhas de improdutividade. Dessa formam elas roubam nossa concentração no trabalho e nossa iniciativa, em vez de nos ajudar.

Por isso, confira estas dicas do que evitar, nessa hora:

Como Se Chama Uma Pessoa Que Tem Iniciativa?

Fonte: Siteware

Leia também: As 15 qualidades de um bom profissional “superstar” de vendas

O que achou das nossas 5 dicas de como ter iniciativa no trabalho? Coloque-as em prática para se destacar profissionalmente e alcançar melhores resultados.

Depois de conseguir demonstrar iniciativa no trabalho, você precisará reforçar isso com um bom desempenho. Por isso, baixe nosso e-book gratuito e monitore seus resultados: KPI: indicadores de desempenho

O que é ou pode ser considerado uma pessoa proativa – Portal

Como Se Chama Uma Pessoa Que Tem Iniciativa? A pessoa proativa é capaz de ver além do que parece ser.

A pessoa proativa é capaz de ver além do que uma situação se apresenta em um primeiro momento.

Pode ser que você já tenha ouvido alguém falar que determinado líder ou gestor é proativo. Ou pode ter sido questionado sobre proatividade em processos seletivos.

Ou ainda, você pode ter sido elogiado em algum momento da sua carreira por ter sido proativo.

Afinal, você sabe identificar uma pessoa ou um profissional com esta, que é uma das características mais desejadas, principalmente no ambiente empresarial?

Acompanhe-nos na leitura deste conteúdo e descubra quais as características que fazem com que uma pessoa seja considerada proativa!

Entendendo o significado de proatividade

Para responder a pergunta acima é importante começar com o básico: vamos explicar o que é proatividade. Essa é uma característica de quem se esforça para que algo aconteça.

Uma pessoa com esse traço na personalidade  assumirá um comportamento antecipado, em relação a alguma situação.

Muitos consideram isso como uma virtude, que pode ser usada, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Um indivíduo com esse atributo terá seu foco como base para se comprometer e modificar, de forma responsável, as situações à sua volta. Dessa maneira, ele consegue antecipar possíveis problemas e consequências, trabalhando para contorná-los, além de ser capaz de definir meios para solucionar as circunstâncias identificadas. 

Pessoas proativos não trazem benefícios apenas à elas, mas também às que estão à sua volta e ao ambiente em que se encontram, consequentemente, pois eles influenciam comportamentos, proporcionam harmonia e direcionam caminhos.

Um profissional com essa característica provavelmente será visto como a pessoa que toma iniciativa e é ousado. No ambiente de trabalho, ele  desempenhará as tarefas solicitadas de maneiras diferentes, para obter resultados mais eficientes. Também pode executar atividades com o objetivo de alcançar efeitos nunca antes alcançados, mesmo que nenhum gestor tenha pedido.

Além disso, pessoas consideradas proativas tomam responsabilidade por seus atos e são capazes de antecipar problemas, que podem vir a acontecer em determinada situação. Isso não significa que as pessoas proativas são impulsivas, pelo contrário, elas são aquelas que conseguem ter uma visão mais ampla das situações e definem bem quais são as prioridades para agir.

Algumas pessoas podem achar que essas atitudes proativas são maneiras de ultrapassar injustamente os outros colegas, para conseguir uma promoção.

Na verdade, o proativo não está apenas vestindo a camisa da empresa e buscando ideias para que os frutos do seu trabalho sejam ainda mais produtivos, para a área e para a organização como um todo, ele também está investindo em sua própria carreira, já que profissionais com esta característica tendem a ser ainda mais valorizados, conseguindo, com isso, as melhores oportunidades dentro do mercado de trabalho. 

Reatividade X proatividade

É possível classificar muitos comportamentos pelos conceitos de reatividade e proatividade. Vamos entender melhor o que significa cada um deles?

Um indivíduo reativo espera as coisas acontecerem para só depois tomar uma atitude e reverter a situação. Muitas vezes ele pode ser omisso e só agir se tiver permissão de alguém para cumprir alguma tarefa. Não é um comportamento muito bom para se ter no ambiente de trabalho, não é mesmo?

Ao contrário disso, uma pessoa proativa não irá esperar por nada para assumir o controle da situação e buscar pela melhor resolução. Nesse sentido, a proatividade permite que o indivíduo identifique oportunidades e interfira de maneira positiva em determinada circunstância, buscando sempre pelo melhor resultado.

Leia também:  Como Saber Que Se Esta Apaixonado?

Produtividade e proatividade

Essa dupla de palavras bastante semelhantes possui conceitos diferentes e podem causar confusão. Independentemente de suas diferenças conceituais, o que as aproxima é o fato de serem bastante apreciadas no meio corporativo. 

A produtividade faz referência, na verdade, ao volume de tarefas cumpridas, bem como à capacidade que o profissional possui de entregar suas responsabilidades dentro do prazo. Ou seja, ela está relacionada ao cumprimento das demandas que uma posição exige. 

E como já vimos antes, a proatividade não está relacionada com a capacidade de cumprir atividades que são esperadas de um cargo, mas sim faz referência a uma capacidade que a pessoa possui de conseguir ler uma situação e prever prováveis obstáculos.

Uma pessoa pode ser proativa e produtiva. Nesse caso, possuir uma dessas habilidades não implica em não possuir ou mesmo desenvolver a outra.

Proatividade x multitarefa

Uma pessoa multitarefa é aquela que consegue performar com atenção várias atividades diferentes ao mesmo tempo. Talvez isso pode significar que a demanda seja executada de uma maneira não muito eficiente. 

Ao contrário de uma pessoa proativa, onde é bem provável que um determinado projeto seja bem executado. A proatividade causa na pessoa a concentração total em uma tarefa, com ampla visão da situação na qual se encontra imersa.

Dicas de desenvolvimento da sua produtividade

Separamos algumas dicas de ouro para você que quer desenvolver a proatividade, tanto na sua vida pessoal quanto na profissional. Confira:

Autoconhecimento

O primeiro passo para desenvolver a proatividade é conhecer a si mesmo. A partir do momento que você identifica suas habilidades, pontos de melhoria e limitações, é possível conseguir traçar metas e objetivos assertivos e trabalhar para os alcançá-los.

Você se conhece verdadeiramente? Quer conhecer?Clique aqui e descubra muito mais de você mesmo!

Empenho

O próximo passo é vital: se você deseja ser uma pessoa proativa, elimine agora a procrastinação da sua vida. Ter preguiça não leva ninguém a lugar algum. Comece a se empenhar na realização das suas tarefas e tomadas de decisões. O planejamento e a antecipação que falaremos abaixo podem ajudar nisso.

Planejamento

O planejamento é palavra de ordem na vida de muitos profissionais. Aqueles que sabem criar e executar suas ações de forma planejada não têm que lidar com os problemas de última hora e ainda têm tempo para se dedicar à coisas novas ou diferentes. E mesmo que algum problema apareça no último minuto, será possível resolver, pois tudo está cronometrado.

Para ajudar a  montar um planejamento, faça listas com todas suas tarefas. Pode ser uma lista com as atividades da casa e outra com as do trabalho. Depois analise quanto tempo demora para executar cada uma delas.

Após esse passo é hora de analisar os períodos. Veja se o tempo que você leva para fazer cada item é o ideal. Talvez você precise de mais tempo para uma ação e menos para outra.

Verifique ainda se há algum modo de otimizar este tempo.

Optar por fazer isso no trabalho é uma maneira interessante de organizar as tarefas diárias e avaliar se o tempo dedicado a cada uma delas está correto. Se você for um líder, por exemplo, terá que analisar as suas tarefas e as da sua equipe. Nesse momento é interessante verificar se alguém está sobrecarregado para redistribuir as atividades.

Antecipação

Uma pessoa proativa se previne acerca dos possíveis problemas que podem ocorrer em sua rotina. Isso faz parte do planejamento que falamos acima. Ao antecipar determinado obstáculo, você é capaz de traçar novos planos para solucionar a situação e não se perder no caminho.

Rede de influência

É importante se lembrar de que todo mundo que está no seu convívio pode influenciar você de alguma forma. Algumas pessoas terão influência tão essencial que você  levará essa experiência para sempre. E outras terão menos influência, mas mesmo assim podem se tornar referências em alguns quesitos da sua vida. 

Um ponto importante é se esforçar para se cercar de pessoas proativas. Isso será fundamental para uma rica troca de conhecimentos e de exemplos de comportamento e motivação.

Participação

Ser uma pessoa proativa requer envolvimento. Para que você seja capaz de identificar oportunidades e interferir de forma positiva nas situações, é necessário tomar iniciativa e participar ativamente dos processos.

Como desenvolver uma equipe proativa?

Ser um profissional proativo pode ser frustrante quando você está em um meio que não te estimula nesse sentido.

Mesmo que você não esteja em uma posição de gestor dentro da sua empresa, isso não impede que você inspire e estimule as pessoas que fazem parte da equipe em que você está inserido.

Inspirar os demais profissionais com os quais você trabalha é o que te tornam um verdadeiro líder. 

Mas de quais ferramentas você pode se valer para desenvolver uma equipe proativa? Vem com a gente para você descobrir. 

Perceber os diferentes perfis de pessoas de uma equipe

Trabalhar em equipe implica em trabalhar com pessoas diferentes em diversos aspectos. É importante respeitar a individualidade dos profissionais com quem você trabalha. Nesse sentido, a proatividade  se manifestará de maneiras diferentes em cada um. 

Provavelmente alguns profissionais vão desenvolver a proatividade voltada para gerir pessoas, outros indivíduos podem desenvolver sua produtividade na boa execução de projetos, outras vão ser proativas para sugerir ideias inovadoras e por aí vai. 

Cada uma dessas pessoas, com suas diferentes proatividades, possuem lugar em uma equipe. É importante saber identificar as diversidades desses profissionais, para que a equipe consiga trabalhar de maneira harmônica, entendendo que todos têm perfis de habilidade diferentes, bem como o seu próprio lugar no time.

Estimular o autoconhecimento da equipe

Para uma pessoa se tornar mais proativa é importante que ela se conheça bem para saber quais aspectos ela pode melhorar. Esse processo pode ser muito individual e depender do indivíduo que está nessa busca por autoconhecimento. 

Entretanto, nada impede que isso seja estimulado pelo ambiente de trabalho. Promover, por exemplo, dinâmicas em grupo com exercícios voltados para o autoconhecimento, é uma excelente alternativa, que contribui, efetivamente e na prática, para este processo. Uma sugestão é realizar a análise SWOT com a equipe.

Esse exercício pode ajudar as pessoas do grupo a pararem para pensar sobre quais são suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças pessoais. Para realmente estimular esse momento de autorreflexão é sugerido que essa análise seja sigilosa, não exigindo que as pessoas compartilhem em equipe o que analisaram sobre si mesmos. 

Inspirar a equipe

A simples convivência com pessoas proativas pode inspirar outras pessoas da equipe a serem proativas. A troca de experiências entre as profissionais que trabalham juntos é bastante comum e isso pode incentivar comportamentos similares.

Se há alguém na equipe que é capaz de oferecer perspectivas sobre comportamentos proativos esta pode ajudar, inspirando os demais a também se tornarem mais proativos. 

Planejamento das tarefas a serem executadas

Outro aspecto que pode influenciar na proatividade da equipe é ter um planejamento das atividades que são de sua responsabilidade. É importante ter metas e objetivos mensuráveis para todos, já que isso auxilia o grupa a ter um norte em seu cotidiano, conseguindo, assim, definir quais são as atividades prioritárias de um determinado projeto, entre diversas outras ações. 

Quem dá o primeiro passo sempre é você

  • Ser uma pessoa proativa significa que as oportunidades, as metas e os objetivos são os combustíveis necessários para ela interferir de forma positiva nas situações, solucionando problemas e alcançando os melhores resultados. 
  • Se você já se considera um indivíduo com este perfil, você pode ajudar a equipe em que trabalha a se tornar proativa e inspirar outras pessoas também fora do ambiente profissional! 
  • Você pode aproveitar as dicas  que compartilhamos aqui, sobre como ser uma pessoa mais proativa em seu cotidiano profissional, mas como o próprio conceito de proatividade traz, essa atitude tem que partir, primordialmente, de você! 

Você se considera uma pessoa proativa? Quais atitudes você realiza para desenvolver tal habilidade? Comente aqui e compartilhe o artigo nas suas redes sociais, para ajudar também seus amigos a entenderem o conceito e a importância da proatividade na vida pessoal, profissional e na empresarial. 

Copyright: ASDF_MEDIA / Site: https://www.shutterstock.com/pt/g/ASDF_MEDIA

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Conceito de iniciativa — Conceito.de

Do latim initiātus, iniciativa é aquilo que dá lugar ao início de algo. Trata-se do primeiro passo de um projeto ou do ponto de partida de alguma ação.

Por exemplo: “A iniciativa do Nicolau surpreendeu os seus amigos”, “Este festival solidário foi organizado graças à iniciativa de um famoso ator que quis colaborar com os mais desfavorecidos”, “Polêmica iniciativa no Sul do país: querem proibir os festivais de música”.

A iniciativa também é a qualidade pessoal que tende a dar origem a projetos ou propostas.

Uma pessoa com iniciativa é aquela que costuma promover empreendimentos ou negócios: “O Jorge ficou sem trabalho, mas é um homem com muita iniciativa, pelo que tenho a certeza de que irá brevemente arranjar um novo emprego”, “Quero ter ao meu lado uma pessoa com iniciativa, que seja ativa e que esteja disposta a assumir desafios”.

Nos relacionamentos, a pessoa que toma a iniciativa é aquela que, desde quando se encontra interessada na outra pessoa, diga como se sente em relação a ela, por exemplo: “eles já namoravam há muito tempo e foi ela quem tomou a iniciativa e sugeriu que eles morassem juntos”.

Leia também:  Como Se Chama A Pessoa Que Atende?

A ação de se antecipar a outros na ação ou no diálogo também se conhece como iniciativa: “O deputado dirigente tomou a iniciativa e pediu o julgamento político do intendente”, “A equipa não tardou a tomar a iniciativa e ocupou o campo rival, disposto a atacar”.

Uma pessoa de iniciativa é aquela que não espera que os outros mandem-na realizar algum trabalha, ela vai lá e o faz. Essa pessoa pensa no que o seu trabalho pode trazer, nos resultados que terá se realizar algo, se iniciar alguma coisa. Essa é uma natureza própria de pessoas que tem o chamado “espírito empreendedor”.

Uma pessoa que tem iniciativa empreende, abre empresas, faz mais pelos clientes e consegue se destacar no seu mercado de atuação.

No entanto, um empregado também pode ser uma pessoa de iniciativa, fazendo coisas que sabe que precisam ser feitas sem que seus superiores o digam para fazer. Geralmente esse é um tipo de empregado/funcionário que é bastante valorizado dentro de uma empresa. O seu esforço ajuda tanto no seu ambiente de trabalho, a sua equipe, quanto ajuda também no seu crescimento profissional.

Em algumas constituições, a iniciativa popular ou cidadã é um procedimento que permite a intervenção direta do povo na proposta e adoção de medidas legislativas. O habitual é que as pessoas possam apresentar petições com aval (através de assinaturas) para que um determinado assunto público seja submetido à consideração política.

Uma alteração da lei, uma reforma de um estatuto ou uma emenda constitucional são algumas das possibilidades que oferecem as iniciativas dos cidadãos, existentes em nações como a Espanha e a Suíça e em certos estados norte-americanos.

Entende-se também por iniciativa quando pessoas praticam uma determinada atividade sem que haja patrocínio ou algum tipo de ligação com o governo, sendo isso conhecido como “iniciativa privada”.

Ou seja, as empresas que não são controladas pelo Estado são conhecidas como empresas do setor privado ou uma iniciativa privada.

A iniciativa privada envolve empresas que possuam apenas uma única pessoa até as grandes corporações.

O que é realmente ser proativo no trabalho?

Tempo de Leitura: 4 minutos

Entender o que é ser proativo no trabalho é essencial para aqueles que querem crescer profissionalmente e se destacar no mercado. Essa é uma das qualidades mais buscadas pelas empresas no momento de contratar seus empregados.

Atualmente, é raro encontrar um profissional que tenha atitude, capaz de resolver problemas por conta própria. A maioria das pessoas apenas permanecem inertes, esperando ordens para se movimentarem. Essa falta de iniciativa é prejudicial ao desenvolvimento pessoal, fazendo com que o empregado permaneça sempre na mesma posição, sem nunca se destacar.

Para compreender melhor o que significa ser proativo e como isso pode ajudar a progredir na carreira, continue a leitura deste artigo!

O que significa ser proativo?

A proatividade é a capacidade de antecipar situações, estando preparado para lidar com elas antes mesmo de acontecerem. Assim, é possível antever um problema e planejar sua solução de forma independente, sem que ninguém precise lhe dizer o que fazer.

O profissional proativo é aquele que não espera ordens para se movimentar. Ele vê uma torneira pingando e, ao invés de procurar seu superior para saber o que fazer, fecha-a por conta própria.

Um empregado de atitude consegue criar projetos inovadores por iniciativa própria, capazes de ajudar a empresa, e está sempre disposto a ajudar seus colegas sem que ninguém precise lhe pedir.

O profissional proativo também está constantemente se aprimorando, estudando e treinando para se destacar em sua área. É alguém que está sempre em ascensão profissional, muito à frente dos seus colegas de trabalho.

Por que é importante ter atitude e iniciativa?

A proatividade é uma das qualidades mais procuradas pelos empregadores. Os diretores de uma empresa esperam que seus subordinados tenham o mínimo de independência e sejam capazes de apresentar resultados e soluções para problemas antes mesmo de serem requisitados para isso.

Ficar esperando orientações para realizar alguma tarefa é cansativo e prejudicial à própria empresa. Afinal, os chefes nem sempre estão por dentro de todas as atividades do seu ambiente de trabalho. Por isso, a proatividade é um diferencial entre os empregados.

Aquele que não espera ordens para solucionar adversidades demonstra que é uma pessoa de atitude, com características de liderança. Além disso, a proatividade também demonstra que a pessoa conhece a estrutura do lugar em que trabalha e tem dedicação e comprometimento com seu ofício, gerando admiração e reconhecimento por parte dos seus colegas e superiores.

No momento de uma promoção, são esses profissionais proativos que disputarão o topo da lista, enquanto aqueles sem iniciativa permanecerão sempre em seus cargos menores, com risco até mesmo de perderem o emprego.

Quais são os limites da proatividade?

Apesar de ser uma qualidade extremamente positiva, a proatividade também tem seus limites. É preciso tomar cuidado para que a iniciativa no ambiente de trabalho não se torne uma atitude inconveniente, que acabe atrapalhando seu desenvolvimento profissional.

Exagerar na proatividade pode gerar antipatia perante seus colegas de trabalho. As pessoas tendem a desconfiar daquele que deseja mostrar muito serviço e chamar atenção o tempo todo. O objetivo da proatividade é gerar resultados, e não apenas reconhecimento por si só.

Para entender esses limites, fique atento aos seguintes pontos:

Ajude sempre, mas quando for necessário

Ser proativo significa contribuir apenas nos momentos em que for necessário. Se existe algum problema que ninguém notou na empresa, ajude a solucioná-lo. Porém, se não existe nada a ser resolvido, então não há necessidade de se movimentar.

Ficar procurando soluções para problemas inexistentes é um erro grave, capaz de deixar seus colegas e superiores irritados. Com o tempo, essa atitude fará com que você acabe perdendo o respeito de todos eles.

Permaneça em sua alçada

Dar opinião em questões que não são de sua competência pode ser um tiro no pé. Além de ficar parecendo pedante aos olhos dos outros, tudo o que você disser passará a ser desconsiderado.

Se o seu conhecimento em uma área é superficial, evite dar palpites sobre o assunto. O ideal é permanecer apenas em seu campo de responsabilidade e deixar que os outros façam o trabalho deles.

Seja você mesmo

Tenha calma, não é preciso ficar aflito para chamar atenção e se destacar. Tenha um pouco de personalidade e seja você mesmo. Com iniciativa e atitude, sabendo os momentos certos de se apresentar para resolver um problema ou realizar uma tarefa, você vai acabar se destacando naturalmente.

Como já diz o ditado: a pressa é inimiga da perfeição. Então tenha calma, pois o sucesso virá com o tempo!

Como ser proativo no trabalho?

Agora que você já sabe o que não deve ser feito, é hora de entender exatamente o que é ser proativo no trabalho. Veja a seguir alguns exemplos que podem ajudá-lo a se tornar uma pessoa com mais iniciativa e, consequentemente, destacar-se no mercado de trabalho:

Não espere por ordens

Ter iniciativa é a qualidade máxima de um profissional proativo. Não espere que seu chefe lhe diga o que fazer. Realize tarefas importantes que estão paradas antes que alguém lhe peça para fazer isso e planeje soluções para problemas que sequer foram descobertos ainda.

Invista em si mesmo

Um empregado que se preocupa com sua ascensão profissional está constantemente investindo em si mesmo, seja com cursos profissionalizantes, pós-graduação ou treinamentos. Quanto mais qualificado você for, mais oportunidades surgirão.

Seja pontual

Uma pessoa proativa está sempre à disposição de quem precisar da sua ajuda. Portanto, seja sempre pontual no seu trabalho e preveja os momentos em que será requisitado para alguma tarefa, estando sempre preparado para essas situações.

Conheça a empresa

Ter um bom relacionamento com seus colegas e superiores é essencial para aquele que quer se destacar. Conhecer a estrutura da empresa e todo o seu funcionamento permite que certas decisões sejam tomadas de forma independente, e isso demonstra dedicação e comprometimento com seu trabalho.

Fale apenas o necessário

Ser proativo não quer dizer que você deve dar sua opinião sobre todos os assuntos o tempo todo. Pelo contrário: o profissional capaz de ser objetivo e sucinto é aquele que mais se destaca! Portanto, nunca seja prolixo ao dar sua opinião ou apresentar sugestões.

Acima de tudo que mencionamos aqui, é importante que você se concentre em ser um bom profissional. Mostre do que você é capaz e faça a diferença para sua empresa. Agora que você entende o que é ser proativo no trabalho, tudo ficará mais fácil!

Para saber mais sobre o que as empresas procuram em um profissional e descobrir o que é necessário para se destacar no mercado de trabalho, baixe o nosso e-book e comece a investir em seu crescimento profissional agora mesmo!

Leia também:  Como Reter O Que Se Lê?

Raízes da iniciativa

A iniciativa é um dos fatores fundamentais
para o sucesso, por isso que a encontramos em tantos processos avaliativos,
sejam de contratação ou de desempenho. Podemos compará-la com o eixo de uma
roda, sem eixo a roda não gira, assim também nossa vida pessoal e profissional

sem iniciativa.

  • Mas o que é, exatamente, iniciativa?
  • O dicionário nos diz que a iniciativa é a qualidade daquele que está disposto
    a empreender, a ousar; porém é mais que isso e não pára aí. A iniciativa é
    a qualidade daqueles que ousam, evidentemente, que iniciam ativamente um projeto
  • e que, sobretudo, não param no meio do caminho.

Que valor teria os profissionais que iniciam um projeto e o abandonam no meio? A
iniciativa está intimamente ligada com a continuidade da ação.
Aqueles que realmente sabem conduzir seus projetos ou gerenciá-los, mesmo que

seja delegado a outros a continuidade, são os verdadeiros líderes de sucesso.

Aristóteles dizia: Nós somos o que repetidamente fazemos. Excelência não é
um ato e sim um hábito. Devemos nos habituar a termos comportamentos pró-ativos,
eliminando qualquer tipo de procrastinação nas nossas vidas. Quanto mais
adiamos o que temos que fazer, mais nos distanciamos das ações necessárias, e

  1. conseqüentemente do sucesso.
  2. Por isso não podemos falar sobre iniciativa sem termos o desejo de praticá-la.
    É fundamental que continuamente a exercitemos, que busquemos formas de
  3. autodesenvolvimento neste campo, pois só está pronto aquele que se preparou.
  4. Parece bastante pessoal pensar nos valores da iniciativa. Num processo
    avaliativo, que muitas vezes tende a ser subjetivo, a iniciativa pode ser
  5. identificada se o avaliado tem:
  6. 1. Capacidade de buscar soluções por decisões próprias
  7. É difícil imaginar que alguém possa atingir resultados satisfatórios na vida
    sem aprender a tomar suas próprias decisões, além disso, a eficiência
    profissional pode ser mensurada pela capacidade de encontrar soluções
  8. adequadas.
  9. Alguns profissionais costumam “dar um jeito” nos problemas, mas o
    importante, o que faz a diferença é encontrar formas sistemáticas, racionais
  10. e confiáveis para resolvê-los.
  11. Diante de uma situação temos quatro pontos a observar:
  12. · Identificar o problema
    · Decidir como resolvê-lo
    · Aplicar a solução
  13. · Verificar se a solução foi adequada

Neste ponto a iniciativa é justamente isso, a competência do indivíduo em
desenvolver por ação própria as soluções possíveis. Aqui se explica o
porquê de se fazer repetidamente uma atividade, pois irá nos capacitar a
descobrir uma variedade de recursos prováveis. Precisamos avançar

  • produtivamente além da primeira saída encontrada.
  • 2. Pró-atividade

Hoje ouvimos demasiadamente o termo “pró-atividade”. Milhões de anúncios
de emprego exigem que o candidato seja pró-ativo. Exigências muitas vezes
apenas para seguir um modismo ou cumprir uma formalidade, sem a consciência

  1. exata do que realmente se deseja.
  2. A pró-atividade é fazer mais do que o solicitado e isto não está ligado à
    carga horária ou quantidade de trabalho, mas ao comprometimento, à vontade de
  3. aprender, à busca do conhecimento e autodesenvolvimento.
  4. Fazer mais do que a obrigação nos torna hábeis e talentosos, principalmente
    nos dias atuais de alta competitividade no mercado de trabalho.
  5. Quando agimos assim, temos maiores e melhores oportunidades de adquirir
    conhecimento, de crescermos profissionalmente e pessoalmente, permitindo-nos que
    a recompensa recebida não seja somente aquela estampada no contra-cheque.
    Mergulhe nas profundezas dos benefícios que a pró-atividade, qualidade implícita
  6. da iniciativa, pode conferir a sua vida.
  7. 3. Ausência de procrastinação
  8. Embora possa parecer óbvio demais que o adiamento das decisões, o “deixar
    para depois”, sejam comportamentos contrários à iniciativa; precisamos
    pensar nas conseqüências que a procrastinação gera, e a interdependência
  9. que existe com os dois pontos anteriores.
  10. Mesmo tomando decisões racionais, sistemáticas e corretas, estas não podem
    ser tardias, sob pena de desperdiçarmos o tempo, aumentar os custos, etc.
  11. Aprenda a tomar decisões e solucionar os problemas assim que estes se
    apresentam. Faça o que precisa ser feito, aja rápido, não deixe para depois,
  12. porque o bilhete da entrada de hoje não servirá para o espetáculo de amanhã.
  13. O sucesso vem através de uma série de características individuais, que podem
    e devem ser aprendidas e expandidas para os demais. Como exemplo, o sucesso vem
    da nossa capacidade para assumir riscos, da comunicação clara e eficaz, do
    nosso relacionamento interpessoal, enfim, vem da nossa iniciativa de querer
  14. fazer melhor.

Vem, também, dos nossos projetos empreendidos, da nossa ousadia, seja
profissional ou pessoal. Para uma análise perfeita do seu grau de iniciativa,
analise os projetos começados e efetivamente terminados.

Muitas vezes
reclamamos da falta de oportunidade e de que o sucesso não bate à nossa porta,
mas em determinadas ocasiões não contribuímos em nada para que ele se
desenvolva em nosso caminho.

Plante a semente da iniciativa na sua vida e veja

  • em que raiz forte ela se tornará.
  • Madalena Carvalho
    Consultora Organizacional, com 17 anos de experiência profissional, atuando em

  • projetos de desenvolvimento organizacional e gestão de pessoas.

(8)Loading…

Como ser proativo em 10 passos | Blog da TecnoSpeed

O que significa ser proativo? Confira o significado, a importância e as principais características da proatividade, e 10 dicas para ajudá-lo a ser proativo.

Já não é novidade que ser proativo é um requisito fundamental para quem quer ser notado, admirado e conseguir uma carreira de sucesso dentro de uma empresa. A proatividade tem sido cada vez mais requisitada entre os recrutadores e gestores.

Mas, afinal, o que é ser proativo? Segundo o dicionário, proativo é um adjetivo atribuído a quem “pensa e age antecipadamente; que, por antecipação, adota medidas para evitar ou resolver problemas futuros”.

Neste artigo, você aprenderá descobrirá o significado e a importância da proatividade. Além disso, apresentaremos 10 dicas para ajudá-lo a ser proativo.

Proatividade x Iniciativa

  • Apesar da definição aparentemente semelhante, proatividade não deve ser confundida com iniciativa.
  • Segundo Leila Navarro, palestrante motivacional e comportamental, empresária e presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano, em seu livro “O que a universidade não ensina e o mercado de trabalho exige”, ser proativo significa que a pessoa tem senso de prontidão.
  • Ser proativo vai muito além de ter iniciativa.  Confira alguns exemplos de comportamentos proativos citados na obra:
  • Antes de participar de uma reunião, uma pessoa proativa prevê os questionamentos que as pessoas poderão fazer, e levanta as informações necessárias para respondê-los.
  • Antes que o cliente ligue para reclamar que uma entrega está atrasada, ela entra em contato com ele e renegocia o prazo, apresentando as razões do atraso.
  • Antes que a chefia lhe pergunte sobre o andamento de um projeto, ela produz um relatório para colocá-la a par da situação.

Características do profissional proativo

Para Thomas S. Bateman e J. Michael Crant, no livro “The proactive component of organizational behavior”, o proativo cria mudanças, além de antecipá-las.

Ainda segundo os autores, o proativo tem a capacidade de influenciar seu ambiente de trabalho e também é flexível, a ponto de ser capaz de se adaptar a qualquer mudança.

Pessoas proativas identificam as oportunidades e agem sobre elas; mostram iniciativa; agem e perseveram até conseguirem mudanças significativas. Em contraste, pessoas que não têm essa personalidade, exibem os padrões opostos: não conseguem identificar ou aproveitar as oportunidades de mudar as coisas.

“Prontidão, antecipação, perspicácia, senso de urgência, iniciativa, agilidade, responsabilidade e consistência estão implícitos no conceito de proatividade. Falta falar de mais um: comprometimento. Pois uma pessoa que tem todas essas características só pode mesmo ser profundamente comprometida com o que faz e com a empresa que trabalha, não é?” complementa Leila Navarro.

Como ser proativo?

Se você acha que não é uma pessoa proativa, mas deseja adquirir este perfil, preste atenção nas 10 dicas a seguir:

  1. Olhe suas responsabilidades e pergunte a si mesmo: Quais tarefas são regulares? Quais vêm em grande quantidade? Quais precisam de atenção assim que chegam?
  2. Faça uma análise de como executar as tarefas com mais eficiência. Crie um plano ou rotina para realizar a tarefa; distribua as atribuições, recrutando e instruindo outras pessoas para tarefas grandes ou urgentes; procure passos que possam ser eliminados ou reduzidos; colete todas as informações necessárias antes de iniciar o projeto.
  3. Antecipe os problemas e desenvolva soluções alternativas.
  4. Busque resolver os problemas, ao invés de deixá-los no projeto.
  5. Adiante o que é menos urgente e tarefas diárias.
  6. Saiba definir o que é prioritário.
  7. Elimine o que for desnecessário. Algumas coisas não precisam ser feitas ou não precisam ser feitas por você. Saiba delegar responsabilidades e não desperdice seu tempo em coisas que não são necessárias.
  8. Avalie o que realmente funciona e o que não funciona enquanto executa um processo ou procedimento.
  9. Tente antecipar as necessidades e o que você vai precisar saber realizando um planejamento do projeto.
  10. Pense de maneira criativa. Faça anotações, armazene ideias, coloque as ideias em ação, observe e absorva tudo o que acontece a sua volta, ao conversar com outra pessoa faça com que ela se sinta importante.

A proatividade é um exercício e uma habilidade que, além de modificar o modo como o profissional é visto dentro do ambiente de trabalho, ainda pode trazer benefícios na vida pessoal.

O proativo toma responsabilidade pela sua vida e toma decisões baseando-se nos seus valores, desligando-se dos valores do ambiente a sua volta e da forma como foi criado.

Nenhum artigo relacionado

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*