Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Um dos momentos mais esperados do casamento é a hora em que a noiva joga o buquê. As mulheres adoram participar da brincadeira! Já é um momento tradicional e muito animado, mas por que não dar um toque especial? Hoje vamos falar sobre algumas maneiras diferentes e divertidas de jogá-lo para você se inspirar e fazer no seu grande dia.

JOGAR O SANTO ANTÔNIO

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Para as noivas católicas, pode-se substituir o buquê por um boneco de pelúcia ou feltro de Santo Antônio. O santo casamenteiro trará o casamento para a solteira que o pegar.  Pode ser um buquê com vários santinhos para um tanto de gente pegar, um santo de pelúcia grande ou até medalhinhas distribuídas na pista de dança.

BUQUÊ DE FITAS

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Essa é uma alternativa que tem sido muito usada por noivas que querem variar e inovar um pouco. Várias fitas coloridas são pregadas no buquê, as pontas são distribuídas para as solteiras e a noiva vai cortando fita por fita. A última que sobra é a sortuda e o buquê é dela. Como é diferente do tradicional, surpreende os convidados e rende fotos lindas e coloridas!

PRESO NO COFRE

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Nesse caso, o buquê é colocado dentro de uma caixa (ou gaiola, algo do tipo) e trancado. As convidadas pegam uma chave, que pode ser jogada ou distribuída, e quem conseguir abrir a caixa é a sortuda do buquê. Na minha opinião, é um pouco “perigoso” no caso de casamentos com muitos convidados, porque pode dar fila, demorar demais e acabar desanimando o pessoal.

BALÕES DE FESTA

Essa forma diferente de jogar o buquê remete um pouco à nossa infância. Coloque-o dentro daqueles balões gigantes de festa junto com balas e outros itens para dar sorte, como um mini cupido, um mini sapo e o que mais sua imaginação permitir. O legal é que, ao estourar o balão, mais de uma pessoa vai conseguir pegar um pouquinho da sorte do seu casamento.

MINI-BUQUÊS

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?
Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Algumas vezes, a noiva não joga o mesmo buquê que ela entrou na cerimônia, pois ele costuma ser pesado e muito delicado. Uma coisa comum é fazer um arranjo menor ou preparar outros tipos de buquê para lançar, como Santo Antônio ou sapos de feltro ou pelúcia. Para eles ficarem ainda mais fofos e personalizados, coloque frases divertidas como: “Agora vai” ou “Próxima vítima”.

BATATA QUENTE

Coloque uma música para tocar e comece a passar o buquê nas mãos dos convidados, apenas homens. Quem estiver com o item na mão quando a música parar será o próximo a se casar.

BUQUÊ DO NOIVO

Para o noivo não ficar de fora da brincadeira, inventaram alguns itens pra ele jogar para os amigos também.

O mais comum é a caixa de whisky – vazia, é claro – que vale uma garrafa de whisky para quem conseguir pegar.

Para variar um pouco, já vimos o buquê de piriguetes, a agenda – o famoso blackbook, cheio de telefones “perigosos”, a liga da noiva – dizem que o noivo tem que tirar com a boca! – e a bomba.

Buquê | Maneiras divertidas para jogar o seu – Casando Sem Grana

As solteiras adoram. A noiva se diverte. As fotos saem lindas… Como não amar a hora de jogar o buquê??

Só que, já não bastasse ter que decidir as cores, flores, decoração, espaço, vestido etc. etc. etc., hoje também dá pra escolher entre um montão de maneiras diferentes pra esse momento da festa!

Mas a gente adora, vai?! Eu listei 10 dessas ideias criativas pra você ver qual combina mais com seu jeitinho noiva de ser.

Vem escolher!

1. A ideia das fitas

Você já deve ter visto em algum casamento.

Essa ideia vem fazendo bastante sucesso e é bem legal mesmo – além de render fotos incríveis! Funciona assim: várias fitas são amarradas no buquê e cada solteira pega uma ponta. A noiva vai cortando uma por uma… Quem segurar a última fita leva o buquê e é a próxima a casar!

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

2. Noiva vendada

Já brincou de cobra cega? A ideia é a mesma: as amigas vendam a noiva e fazem um círculo em volta dela, bem misturadinho pra não dar pra sacar onde está cada uma. Daí, é só dar umas voltinhas nela e deixá-la procurar até encontrar alguém e entregar o buquê. Imagina que honra para a amiga que receber o presente das mãos da noiva… *-*

3. Preso no cofre

Vamos brincar de resgate o buquê! hahaha Coloque-o dentro de uma caixa transparente, amarre umas correntes em volta e tranque com um cadeado. Cada candidata recebe uma chave. A que conseguir abrir leva o prêmio!

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: Studo Personal Fotografias

4. Bexigão

Ah, saudades festa infantil! Lembra daqueles bexigões enormes, cheios de doces e confetes? A ideia é a mesma, só que em vez de doces tem seu buquê lá dentro! Daí é só juntar todo mundo em volta e, vendada, tentar estourar a bexiga. Os confetes também vão deixar as fotos lindas!

5. Vários buquês em um

Essa daqui é pra fazer um monte de amigas felizes! rsrs Em vez de jogar um buquê único, você joga vários “mini buquezinhos” – que podem ser de flores ou outra ideia fofa, como coraçõezinhos de feltro. Além de superfofo, vai ser uma surpresa (porque a noiva segura como se fosse um só e eles se separam no ar!) e você ainda tira foto com todas as felizardas.

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

6. Batata-quente

Pelo menos quando eu brincava, a batata sempre queimava comigo… ???? Mas, nesse caso, eu teria é sorte! Porque, nessa brincadeira, o buquê vai passando de mão em mão e quem estiver com ele quando a noiva disser “queimou!” ganha o presente e é a próxima a subir no altar!!

7. Sapo, Cupido ou Pinguim

Se você quiser fugir mais ainda do tradicional, você pode jogar um bichinho de pelúcia em vez do buquê de flores.

As ideias mais legais são três: o sapinho, que indica a próxima que vai transformar o sapo em príncipe-marido; o cupido, que mostra quem conseguirá flechar o coração do namorado e transforma-lo em noivo; ou o pinguim, que tem a história de amor mais linda do reino animal ♥

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: Jackeline Kil Fotografia

8. Buque de Santo Antônio

O santo casamenteiro pode substituir seu buquê também. Você pode jogar só um de pelúcia, como na ideia acima, ou então fazer um buque com vários “mini santo-antônios” e jogar pra mais de uma amiga ser abençoada por ele.

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: Ana Correa

9. Buquê elástico

Quando li sobre essa ideia aqui achei uma das mais engraçadas! Você amarra um elástico no buquê, faz toda aquela onda pra jogar e, quando finalmente joga, o buquê volta pra você! Pensa na cara dazamiga!!!

10. Pegadinha com os amigos

Outra pegadinha do bem: se não quiser fugir muito do jeito tradicional, mas quiser fazer uma gracinha diferente, combine com seus amigos homens pra eles passarem na frente das solteiras e não deixarem que elas peguem o buquê quando você jogar. Elas vão querer mataaaar todos eles!!!! hahahahah

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Buquê de doces para as crianças

Se for ter bastante criança na sua festa e você não quiser deixá-las de fora da bagunça, prepare um buquezinho de doces pra elas. É uma ideia lindinha para mimar os pequenos *-*

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: m.marinho fotografia

Buquê do noivo

Sabe como é homem, né? Cada vez com mais inveja porque a noiva é quem brilha na festa… rsrsrs Então, pro noivo não ficar triste, dê alguma coisa pra ele jogar também! Pode ser uma caixa de whisky ou uma camisa de futebol… E daí eles não choram ????

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: Ana Correa

Gostou? Já sabe o que vai fazer no seu casório? Conta aqui pra gente!

Um beijão!!!

O bouquet de noiva: origem e tradições

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

A origem do bouquet de noiva é muito incerta, porque nenhuma das teorias é comprovada. Apesar de existirem muitas controvérsias sobre o tema, algumas das histórias ganharam força. Resta saber se foi pela sua veracidade ou originalidade.

Leia também:  Como Saber Qual O Emprego Certo Para Mim?

Tradições romana e grega

Uma das principais teorias afirma que a tradição do bouquet remonta aos tempos das antigas civilizações romanas e gregas. Na primeira, diz-se que no dia do casamento das filhas, as mães romanas ofereciam-lhes ramos de flores, para que estas levassem bons perfumes à nova vida de casada.

Já na teoria que defende que o bouquet nasceu na Grécia Antiga, as noivas teriam que oferecer flores como forma de honrar a deusa Hera, a noiva de Zeus. O bouquet também servia para espantar o mau olhado, segundo Alan MacFarla, antropólogo e historiador de Cambridge.

O ramo era composto por ervas aromáticas que, de acordo com os crentes, espantavam os maus espíritos. Noiva e noivo chegavam mesmo a usar coroas de louro ou colares de alho para o mesmo efeito. Cá para nós, bastava o alho para afastar qualquer espírito.

Na Grécia antiga, o alho também era colocado nos ramos para atrair boas vibrações e afastar a inveja das rivais ou das solteiras que ainda não conseguiam marido.

Aos poucos, as ervas (e o alho) foram cedendo lugar às flores, consideradas símbolos de fertilidade. No final da cerimónia de casamento, as noivas atiravam os seus bouquets, para serem agarrados à sorte pela próxima sortuda a casar.

Leia também: Os 150 ramos de noiva mais TOP! A melhor seleção para o seu grande dia

guardarComo Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto via CRACHÁ – Wedding Agency

A Idade Média popularizou o uso das flores de laranjeira, entre as classes mais favorecidas, por serem consideradas portadoras de boa sorte. Hoje, estas flores ainda são um clássico, sempre bem-vindas em qualquer boda.

E foi precisamente na Idade Média que nasceu uma das teorias mais bonitas, pela sua naturalidade.

É que naquela época, a noiva fazia o percurso a pé até a igreja e, no caminho, ela ia recebendo flores e ervas de quem quer que fosse, ao mesmo tempo que lhe desejava votos de felicidade e boa sorte.

Assim, quando a noiva chegava ao altar, já tinha o seu bouquet formado. De facto, não seria nada mal pensado adotar este modelo. Poupava-lhe imenso trabalho. Não acha?

Leia também: Como combinar vestido de noiva e o bouquet?

guardarComo Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?Foto: Edgar Dias Photography

Foi na Europa que os bouquets foram mais bem recebidos. De tal forma, que se tornaram tradição em qualquer casamento, mal foi lançada “a moda”. Os arranjos começaram a conquistar uma certa sofisticação e as noivas passaram a optar por flores exóticas.

Na época Vitoriana, no século XIX, era inapropriado falar-se abertamente sobre os sentimentos. Por isso, as noivas usavam os bouquets para transmitir uma mensagem, através das flores. Elas sentiam que, com a tal “linguagem das flores”, conseguiam transmitir, mesmo que indiretamente, como se sentiam.

Pela sua cor ou forma, estas podiam traduzir um sentimento. Cabia ao recetor decifrá-las. Por exemplo, as tulipas são uma autêntica declaração de amor ao noivo e as Margaridas representam a inocência e a virgindade.

Já o cravo amarelo significa o desprezo e os cravos variados a rejeição. Será que alguma noiva teve coragem de os inserir no bouquet?

Sugerimos que comece já por conhecer o significado das flores e faça um bouquet que lhe “diga” muito.

guardarComo Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Independentemente da sua origem, atualmente o ramo da noiva desempenha um papel fulcral no casamento.

É um acessório que se deve adaptar ao gosto da noiva, às características da cerimónia, ao vestido, aos sapatos, ao penteado, ao véu, à maquilhagem… A tudo.

Só o hábito de a noiva atirá-lo para trás das costas para uma das convidadas o apanhar é que parece não mudar. Afinal, é sempre motivo de brincadeira imaginar quem será a próxima a dar o nó!

Casamento noturno ou diurno?

E os bouquets também devem obedecer a algumas regras. É o caso dos casamentos noturnos e diurnos. Tal como a indumentária da noiva, este deve variar conforme a hora da cerimónia.

Nos casamentos, durante o dia, sobretudo ao ar livre, deve optar por ramos leves, não muito grandes e compostos por flores campestres ou bastante coloridas, como os lírios, as gerberas, os girassóis, as margaridas.

Já nos casamentos que decorrem de noite e dentro de portas, os bouquets podem ser mais sofisticados, mais luxuosos, maiores e de cores mais fortes, com acabamento em tecido ou até mesmo pedrarias.

Tradição: Jogar o buquê da noiva

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

Foto: Everton Rosa

O momento que a noiva vai jogar o buquê é o mais esperado entre as convidadas. As mulheres fazem de tudo para pega-lo e, muitas vezes, até caem no chão. Tudo isso por conta do seguinte ritual: quem pegar o buquê será a próxima a casar.

Não é de hoje que esse ato é realizado em todos os casamentos. Assim como o véu de noiva, o vestido e a chuva de arroz, a jogada do buquê de flores também tem seus significados.  Nós mostramos aqui da onde surgiu esse costume que faz com que as convidadas fiquem ansiosas esperando por essa ocasião.

Como surgiu o costume de jogar o buquê?

Na Idade Média, havia uma prática muito comum no dia do Casamento: as mulheres solteiras cortavam um pedaço do vestido da noiva para trazer sorte em encontrar o futuro marido. Porém, ao passar do tempo, as francesas perceberam que não era muito legal cortar um pedaço de tecido de um vestido tão lindo e procuraram um outro método para simbolizar esse ritual.

No século XVI, a França determinou que a melhor maneira era utilizar um acessório da noiva para ser entregue às amigas solteiras. Foi então que surgiu a tradição de jogar o buquê de noiva para as convidadas.

Para as noivas que gostam de inovar, tem um buquê fazendo o maior sucesso entre os Casamentos: o buquê de Santo Antônio. Ao invés de jogar o tradicional para as convidadas, que tal “abençoar” as suas amigas? Os santinhos vão presos no buquê, e no momento que a noiva joga, os santos se espalham em várias direções. É uma ótima dica e grande parte das convidadas têm a chance de pegar!

A vez dos noivos

Como ainda não existe uma tradição para os noivos jogarem um objeto para os amigos solteiros, eles mesmo criaram uma maneira divertida e que, com certeza, os convidados vão fazer de tudo para pegar!

O noivo joga uma caixa de Wisky para os amigos. Na verdade, a caixa está vazia para não machucar nenhum dos convidados. Quem pegar a caixa, ganha a garrafa e também será o próximo a casar.

Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo? Como Se Chama O Momento Em Que A Noiva Atira O Ramo?

O mais legal é que em ambos os casos os convidados se divertem e entram na brincadeira, independente de pegar o buquê e o Whisky ou não. Mesmo com essa tradição, o importante é festejar!

Ramo de noiva – Wikipédia, a enciclopédia livre

Um buquê de noiva.

Ramo de noivas ou Buquê de flores é um arranjo de flores usado pela noiva para seguir uma tradição em casamentos. Ele é preparado por flores de diversos tipos dependendo da intenção da noiva em seu casamento. Bouquet é uma palavra de origem francesa.

História

O costume da noiva levar um buquê começou na Grécia Antiga[1], que naquela época eram constituídos por ramos de ervas e alho para atrair bons fluidos e afastar o mau-olhado.

No período da Idade Média as noivas faziam o trajeto a pé para a igreja, no qual recebiam flores, ervas e temperos para lhe trazerem sorte e felicidade, formando assim, no final do trajeto, um buquê. Foi na Europa que os arranjos tornaram-se mais sofisticados, com flores exóticas.

Na época Vitoriana, século XIX, era impróprio declarar abertamente seus sentimentos, criou-se então a “Linguagem das Flores” para demonstrar suas intenções sem falar uma palavra sequer. Os buquês passaram a ser escolhidos pelo significado das flores. Na antiga Polônia, acreditava-se que, colocando açúcar no buquê da noiva, seu temperamento se manteria “doce” ao longo do casamento.

Leia também:  Como É Que As Tartarugas Se Reproduzem?

Antigamente as noivas confeccionavam dois arranjos. Um era abençoado por um sacerdote e preservado numa redoma de vidro que era exposto na sala de casa ou no quarto. O outro era arremessado para as mulheres solteiras da festa, sendo dessa maneira a próxima a se casar, ritual que é realizado até hoje nas cerimônias.[2][3]

Com o tempo os Ramos de noivas foram substituídos de ervas por flores e ao final da cerimônia a noiva joga o Buquê. A sabedoria popular possui diversas crenças para quem pegar o buquê onde dizem que será a próxima a casar ou que terá uma vida prospera.

Estilo

Tipos de buquês

Os tipos de buquê mais utilizados pelas noivas são:

  • Redondo

Feitos com flores arranjadas em formato redondo éo mais indicado para as noivas com menor estatura. Combina com decotes arredondados e mangas curtas. Evitado o uso com vestidos com franzidos na cintura ou cauda.

  • Cascata

Um modelo mais sofisticado, para casamentos à noite. Também conhecido como “cacho de uva” porque a parte de cima é mais cheia de flores e a caída é feita com arranjos imitando uma cascata.

O tamanho fica em torno de 45 cm, e por isso não é recomendado para noivas mais baixas e sim para as de maior estatura.

Combina com modelos de vestidos mais pomposos, vestidos fechados, mangas longas, decotes princesa, quadrado e em “v”.

  • Braçada

Muito estiloso e pode ser usado por mulheres altas e em uma versão de tamanho menor pelas damas de honra, enquanto a noiva pode optar pelo redondo ou cascata. Bastante usado nos casamentos mais informais, deve ser carregado nos braços. Também fica ótimo com um modelo justos, com longas luvas e sem mangas. Também combina com um vestido matinal.

Atualmente as noivas estão optando por um arranjo de apenas uma flor, próprio em casamentos no campo ou na praia, tornando portanto um visual mais “clean” na cerimônia. Deve ser usado com vestidos mais simples, sem alças e de tecidos leves. A flor única deve possuir o cabo longo e como opição com um laço dando um ar de sofisticação.

O buquê nem sempre precisa combinar com os arranjos da festa e sim com o estilo da noiva.[4]

Em casamentos realizados pela manhã ou à tarde, eles devem ser pequenos ou médios, de preferência feitos com flores do campo. À noite já pode ser maior, mais chamativo e feito com flores nobres.

A noiva tem a opção de flores naturais ou artificiais. Sendo que as flores naturais obtem um efeito de leveza.

Cada buquê é confeccionado de acordo com o estilo e personalidade da noiva como:

  • Romântico: Buquês estilo redondo ou braçada, nas cores vermelha, rosa, pink. Pode-se sugerir os tons sobre tons e acabamentos com laços e fitas.
  • Exóticos: Flores exóticas com mistura de cores, padrões e texturas.
  • Delicado: Formato redondo, cores suaves, tamanho proporcional. Acabamento sutil com pequenas flores e cetim.
  • Clássico: Buquês formais, redondos ou em cascata. As rosas, tulipas e orquídeas são as mais indicadas.
  • Moderno: Flores e combinações mais inusitadas. Cores mais fortes e contrastantes. Formato redondo “desestruturado” com folhagens e elementos diversos.[5]

Maldição do Buquê de Noiva

Em um Casamento quando a noiva se prepara para jogar o seu buquê, todas as solteiras ficam ansiosas para pegar. Caso uma moça pegue e não case 6 meses depois, ela nunca mais irá casar.

Flores e seus significados

Assim como os formatos a escolha da flor é muito importante, para o que ela pretende passar para os convidados, no qual representa muito da personalidade da noiva. Como por exemplo:

  • Cactus: perseverança
  • Copo de leite: reconciliação
  • Tulipa: declaração de amor
  • Coroa imperial: majestade, poder
  • Margarida: inocência, virgindade
  • Camélia: beleza perfeita
  • Cravo amarelo: desprezo
  • Lírio: pureza
  • Miosótis: fidelidade
  • Flores do campo: juventude
  • Celósia: fertilidade
  • Cravos variados: rejeição
  • Crisântemo: paixão
  • Rosas: amor em suas várias formas
  • Dália: crescimento
  • Hortência: frieza, indiferença
  • Dedaleira: falsidade
  • Gerânio escuro: tristeza
  • Dente-de-leão: oráculo
  • Gérbera: vida, energia

Referências

  1. ↑ Oito segredos a cerca do Bouquet de noiva Oito segredos Click.com
  2. ↑ Mulher Site Terra
  3. ↑ Cerimônias Casamento e Cia
  4. ↑ Buque de Noiva Portal São Francisco
  5. ↑ Noivas Florencanto

Obtida de “https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Ramo_de_noiva&oldid=47999776”

Guia do buquê de casamento – parte 4

  • WhatsApp
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Linkedin
  • Copiar Link

Buquê de casamento (Foto: Thinkstock)

Quase tão importante quanto o vestido, o buquê é protagonista em uma cerimônia de casamento e deve ser tratado como tal.

Mas sabemos que, como várias outras, esta pode não ser uma decisão fácil para uma noiva, que tende a ter muitas ofertas e detalhes no caminho entre o tão aguardado pedido e a caminhada até o altar.

De olho nisso, preparamos um dossiê do buquê de casamento, tudo pensado para facilitar a vida das brides to be.

Abaixo, mais uma entrevista da série, feita com o expert no tema, Orlando Quintale.

+ Acesse e confira todas as entrevistas da séries especial sobre buquês de casamento

Pra você, qual a importância do buquê no casamento?Ele é fundamental! A entrada da noiva no altar é ponto alto de uma cerimônia, nessa hora, todos os olhares vão para o vestido e o buquê, que precisa ser magnífico, uma joia!

  • Qual impacto negativo um buquê errado pode ter?
  • Qual a maior tendência em buquê no momento e quanto tempo elas costumam durar?

A primeira impressão de um casamento se dá quando a noiva surge na porta e começa a caminhar pela nave. Nesse instante, ela ainda está longe, os convidados não conseguem ver detalhes de maquiagem, cabelo, joias, sapato… Nesse momento, o buquê é a estrela da cerimônia e a sua harmonia com o vestido deve estar impecável. Um buquê errado pode acabar com a beleza de um vestido maravilhoso.A tendência atual são os buquês desestruturados. Quando tempo ela vai durar? Varia muito. Pode ser um ano, às vezes mais.

Buquê by Orlando Quintale (Foto: Reprodução/Instagram)

E como você fica sabendo que tendência vai chegar e pegar no Brasil?Através de viagens que fazemos dentro e fora do País. Também me baseio em entrevistas com estilistas (nacionais e internacionais).

Como você citou, os buquês assimétricos, que misturam flores nobres com exóticas, suculentas e diferentes tipos de folhagens têm sido os mais vistos no momento. Quem pode usar? Combina com casamentos durante a noite?

Sim, a tendência hoje é o buquê desestruturado, assimétrico com saídas. A mistura de flores depende muito da análise que fazemos do estilo do casamento, local, horário, perfil da noiva… Não costumamos sugerir suculentas em um casamento à noite em igreja , por exemplo, porém elas vão muito bem em um casamento durante o dia na praia. Cada caso deve ser estudado individualmente.

O clássico está sendo deixado de lado?

Jamais! O clássico nunca sai de moda.

Quais são as flores que são atemporais e nunca saem de moda? E quais as mais usadas?

Flores  nobres, como orquídeas, rosas, buvardias e tulipas não saem de moda. As orquídeas são, sem dúvidas, as flores que mais me pedem pra usar.

As flores em geral dependem muito das estações do ano, né? Imagino que não adianta idealizar um tipo de arranjo com flores de inverno para um casamento no verão. A noiva deve levar isso em consideração na hora de marcar a data?

Posso dizer que a primavera, definitivamente, é a estação com mais opções de flores para a execução de um buquê glorioso.

Buquê by Orlando Quintale (Foto: Reprodução/Instagram)

Quais as cores que as brides to be te pedem mais?O mais pedidos são buquês nos tons: branco; branco e verde; e o  rosa quartzo. Mas muitas noivas também me pedem buquês coloridos.

Leia também:  Quem Realizou O Filme Como Agua Para Chocolate?

Só que esses ficam mais bonitos se estiverem enquadrados em um cenário mais específico, como horário de cerimônia até às 16h, em uma praia ou fazenda, sabe? Temos um caso onde a  noiva nos pediu um buquê roxo e laranja, pois eram as cores que remetiam à infância dela.

O casamento era às 16 horas. Analisamos e fizemos um arranjo colorido, porém elegante.

E quais são as opções de formatos e tamanhos? E Como tudo isso é definido?Criamos e analisamos a ficha técnica da noiva.

Tudo vai depender do porte físico dela, do modelo do vestido, do local e horário da cerimônia. Para noivas altas, podemos usar um modelo cascata. Para as mais baixas, indicamos um modelo mais desestruturado.

Para as mais gordinhas, jamais um modelo redondo. Casa caso é analisado de maneira personalizada.

Que tipo de noiva prefere que tipo de buquê?

Há muitos tipos de noivas que desejam e sonham com um determinado arranjo. Analisamos e  sugerimos um modelo específico, que harmonizará com o vestido sem perder a personalidade e gosto pessoal da noiva – é só tirar como exemplo a noiva que quis casar com um buquê roxo e laranja…

Quanto tempo costuma durar um buquê e quais cuidados ele exige?

Depende das flores  e  estrutura. Ele dura, em média, 3 dias – se estiver na temperatura adequada. É preciso mantê-lo em local fresco e hidratado.

Muitas noivas pensam em secar o buquê para guardar de lembrança. Qual o procedimento correto para isso?Há empresas especializadas neste processo.

Existem empresas específicas para isso. Aconselhamos armazenar o buquê em local fresco e hidratado até que ele seja enviado ao responsável pela desidratação do mesmo.

O buquê que a noiva usa no altar é o mesmo que ela joga pras solteiras, durante a festa? Caso não seja, a noiva precisa encomendar dois? Eles precisam ser iguais?A maioria das noivas não querem jogar o buquê de entrada, e eu concordo, pois é uma peça feita com flores nobres e aramado. Sugiro que a noiva use a peça original para presentear a mãe, sogra ou avó – isso causa uma emoção grande à presenteada. Para jogar as solteiras da festa, fazemos uma peça fake nos mesmos tons do buquê de entrada. Ele tem flores menos nobres, mas é bonito e com acabamento impecável.

Buquê by Orlando Quintale (Foto: Reprodução/Instagram)

Ele precisa combinar com a peça de cabeça ou com a decoração?Ele JAMAIS deve combinar com a decoração – apenas com o vestido! O buquê de noiva tem de ser único e exclusivo! Em nosso processo de criação, analisamos na ficha técnica a tonalidade e flores da igreja e festa, então fazemos uma peça que não se assemelhe a nenhuma decoração. Se forem usadas as mesmas flores do décor, os convidados terão a impressão de que o buquê foi feito com a sobra de flores. É preciso tomar muito cuidado com isso!

E deve ser feito com o mesmo florista que vai cuidar do décor da festa?Aconselhamos que um design de buquê projete e execute o acessório da noiva. Ele tomará todo o cuidado em checar dados, até pode falar com o estilista do vestido para que tudo saia perfeito.

Muitos decoradores não estão mais fazendo a peça que será carregada pela noiva, justamente por ser algo tão importante e que merece muita atenção. Não consigo entender decorador que falar que a “noiva faz a decoração e ganha o buquê”. Para mim, é a mesma coisa da noiva ir marcar a viagem do casamento e ganhar o vestido da cerimônia.

Cada profissional deve responsável pelo seu produto (vestido, cabeça, sapato, buquê…)

Qual a sua média de valores?Temos buquês que vão de R$ 380 até  R$ 1.200. Porém a maioria opta por buquês na faixa entre R$ 550 e R$ 700.

Buquê by Orlando Quintale (Foto: Reprodução/Instagram)

Você é expert em buquês. Conte sobre a sua marca, de onde veio esse desejo de trabalhar com flores e noivas?Estamos no mercado de casamento há 8 anos. Começamos com decoração de igreja, daí percebemos a importância do buquê no casamento.

Uma vez estava aguardando o último casamento da igreja ser realizado para que pudéssemos desmontar a decoração, tinha uma noiva posicionada na porta para entrar e o buquê não tinha chegado. De repente surgiu um menino correndo com o buquê na mão e entregou à noiva. Ela olhou e disse: “Este não é o meu buquê.

Não pedi este tom e nem estas flores”. Então ela começou a chorar. Não havia mais tempo para trocar e refazer o buquê. O que ela fez? Entrou somente com o terço. Imagine a decepção desta noiva?! A partir daí, começamos a pensar em uma empresa especializada em buquês.

Há três anos, estamos no mercado executando esse tipo de peça para noivas, daminhas e lapelas para noivos e padrinhos. Temos parcerias com alguns estilistas e assessores renomados. E o mais importante: amamos o que fazemos.

Tratamos a noiva com o mais profundo respeito, analisamos seu perfil, desenvolvemos um buquê que harmonize com seu vestido e tenha sua personalidade. Entregamos  no local e hora determinados pela noiva ou assessor… Enfim, tratamos o buquê como uma verdadeira joia!

Em tempo: para saber mais sobre o trabalho de Orlando, acesse o site ou o Instagram do florista.

Buquê by Orlando Quintale (Foto: Reprodução/Instagram)

Lista de Casamento > Quero de Casamento

A cena é clássica: as amigas solteiras presentes no casamento se juntam atrás da noiva, que conta até três e joga o buquê de flores pra elas, que ficam enlouquecidas pra pegar o arranjo.

Mas, a cada ano, essa tradição tão aguardada pelas mulheres, tem apresentado novidades inovadoras, e que fazem desse momento uma lembrança ainda mais divertida e inesquecível: a participação especial dos homens na cena do buquê!

Só pra se ter uma ideia, tem sido muito frequente nas festas de casamento, os noivos jogarem o seu ‘buquê’ para os amigos. Enquanto alguns solteiros de plantão correm de medo, outros entram na brincadeira pra valer!

Pra te mostrar essa nova tendência, a equipe do Quero de Casamento separou cinco brincadeiras que os homens estão fazendo pra integrar os amigos solteiros na hora de jogar o buquê, dá uma olhadinha!

1- Bomba – Você é o próximo!

Uma brincadeira que vem sendo feita pelos solteiros da festa é que, enquanto a noiva joga o buquê para as mulheres, o noivo joga uma bomba (geralmente de pelúcia) para os amigos, nessa bomba está escrito a frase: “Agora a bomba é sua. Você será o próximo!” Aquele que pegar a bomba, irá para o altar primeiro. Ah, esses homens!

2- Buquê do Balde

Tem também a brincadeira do balde que é exclusiva para aqueles que morrem de medo do casório! O noivo “chuta o balde” em direção aos amigos solteiros e aquele que conseguir agarrá-lo estaria “livre” do casamento. Dá pra acreditar que esses meninos tenham tanto medo assim de casar?

3- Salve-se quem puder

Aqui os convidados participam com objetivos diferentes, enquanto as moças tentam pegar o buquê da noiva, os homens tentam impedi-las a qualquer custo. É literalmente um salve-se quem puder!

4- Buquê do Noivo

Diferente do arranjo lindo de flores da noiva, o buquê do noivo é um arranjo feito de bonequinhas, que é a versão masculina do buquê de sapos. Nessa brincadeira, o noivo reúne os convidados que querem sair da “solteirice” e joga o arranjo das bonecas pra ver qual deles será o próximo a se casar.

5- Buquê Uísque

E pra terminar, tem a versão mais elegante e parecida com a tradição original do buquê: o noivo joga uma caixa de uísque para os amigos. Claro, que na verdade, ele joga a caixa vazia (para não machucar ninguém). Quem pegar a caixa, ganha a garrafa de verdade e será o próximo a se casar!

Resumindo, independente da brincadeira escolhida, essa é a hora de descontrair e arrancar boas risadas dos convidados da festa.E você, vai escolher qual delas?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*