Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

Você está na dúvida de qual o médico que cuida de varizes? Quer saber como se chama o médico de varizes? Quer saber qual especialidade trata varizes?

A resposta o “cirurgião vascular” pode estar na ponta da língua e é a mais correta, mas sabe que existe outras especialidades dedicadas ao tratamento de varizes?

O angiologista por exemplo. O angiologista é o médico dedicado ao tratamento clínico das doenças vasculares. Ele estudou os sistemas vasculares arteriais, venosos e linfático, mas sua formação e origem é um pouco diferente do cirurgião vascular.

Ele começou fazendo clínica médica, e não cirurgia geral antes de fazer a especialidade. Muitas vezes sem o treinamento cirúrgico. De modo que ele faz os tratamento clínicos para varizes, além de alguns procedimentos ambulatoriais.

Alguns estados brasileiros possuem a residência médica separada da cirurgia vascular de angiologia, em outros lugares a residência médica ocorre junto. A angiologia, portanto, é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM.

O cirurgião vascular faz o que o angiologista faz, mas nem todo angiologista faz o que o cirurgião vascular faz.

Outro especialista é o flebologista. “Flebo” vem de veias, portanto, o especialista ou “estudioso de veias”. Enquanto a flebologia é reconhecida como especialidade separada da cirurgia vascular em alguns países, isso não ocorre no Brasil.

Portanto, apesar de existir a Sociedade Brasileira de Flebologia e Linfologia, ela ainda não criou um título separado de flebologia. De modo que, todos os flebologistas do Brasil são auto-declarados simplesmente porque se dedicam e estudam o assunto, mas não porque tem alguma especialidade diferente.

A flebologia portanto, não é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM até o momento. Existem intensos esforços tentando mudar isso.

Alguns vasculares ainda se denominam “médico de varizes”, porque tratam varizes e nada mais.

LEIA TAMBÉM:  Diabetes Mellitus

A minha dica é, se não quiser ter dúvidas ou problemas no tratamento de varizes, busque quem estudou o sistema venoso e se dedica a ele. Um cirurgião vascular que faça a flebologia no estado da arte. A Equipe Vascular.

pro e Amato – Instituto de Medicina Avançada oferece os mais avançados tratamentos em flebologia, por cirurgiões vasculares e angiologistas renomados e titulados.

Além disso, publicamos vários trabalhos sobre o tratamento de varizes com laser

Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

Prof. Dr. Alexandre Amato

De quais doenças trata o cirurgião vascular? | Dra. Mariana Barros | Angiologia e Cirurgia Vascular

Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

A cirurgia vascular é a especialidade médica que cuida dos vasos sanguíneos e da circulação sanguínea. Assim como diversas partes e sistemas do organismo, as estruturas necessárias ao bom funcionamento do sistema circulatório também podem ser afetadas por diversas condições. É preciso que haja um entendimento global da doença, desde o diagnóstico até o correto tratamento e acompanhamento.

Além das varizes, o tratamento de feridas, aneurismas, isquemia arterial, varizes, trombose venosa profunda e linfedema são algumas das doenças que as pessoas desenvolvem e precisam da atuação da cirurgia vascular para serem solucionadas ou controladas.

Algumas doenças tratadas pela cirurgião vascular

Aneurismas

É quando uma artéria apresenta uma dilatação anormal. Isso deve ser acompanhado pelo cirurgião vascular pois pode haver risco de embolizar ou romper, causando intensa hemorragia que coloca em risco a vida.

Tanto pode-se nascer com um aneurisma quanto desenvolvê-lo no decorrer da vida. A pressão alta descontrolada e o hábito de fumar são fatores que favorecem o surgimento da condição.

  • As técnicas minimamente invasivas aplicadas pela cirurgia vascular para o tratamento de aneurismas incluem as embolizações e a colocação de endopróteses.
  • Isquemia arterial
  • Ocorre quando o fluxo do sangue em uma artéria é alterado pela presença de um coágulo no vaso, uma placa de gordura, uma lesão sofrida pela artéria ou outro motivo.

Pessoas com quadro de isquemia sentem muita dor, que pode ser em repouso ou ao caminhar. Um local bem comum de dor é na panturrilha . Formigamento, feridas e palidez podem ocorrer.

  1. Com um exame físico bem detalhado, o diagnóstico é realizado, juntamente com a execução de alguns exames.
  2. É necessário acompanhamento de perto com Cirurgiao vascular para consudir o correto tratamento.
  3. Varizes

Varizes são as veias tortuosas e dilatadas que surgem nas pernas. Elas devem ser tratadas por médicos especialistas em cirurgia vascular, pois eles são os mais indicados para diagnosticar corretamente o problema e propor um tratamento.

Os pricipais fatores que influenciam no surgimento das varizes é o hereditário e habitos de vida ( como ficar muito tempo em pé ou sentado).

Os tratamento disposto atualmente são inúmeros. Já passou da época que ou operava ou fazia “aplicacao de vasinhos”. Hoje podemos oferecer inumeras formas de tratar o mesmo problema.

Trombose venosa profunda

Uma pessoa diagnosticada com trombose venosa profunda (TVP) é aquela que apresenta um coágulo (trombo) no interior das veias profundas. Esse coágulo provoca a obstrução parcial ou total do fluxo sanguíneo no vaso, colocando em risco a saúde de seu portador. Os sintomas geralmente são de dor importante na perna ( normalmente unilateral) e inchaco.

Há a possibilidade da trombose provocar insuficiência venosa e, até, embolia pulmonar (EP). Por isso, se você tiver ou já teve sintomas sugestivos de trombose venosa, procure um cirurgião vascular!

Tratamento de Feridas

As feridas da perna é uma patologia que em geral assusta a populacão. E não é pra menos. Normalmente incomodam, doem e provocam importante redução na qualidade de vida desses pacientes.

Uma úlcera pode ser de origem venosa, arterial ou mista. Ainda podem ser resultantes de hipertensão, diabetes ,dentre outras causas.

A cirurgia Vascular é a especialidade focada em tratar esses problemas de forma ampla e resolutiva.

Linfedema

O linfedema é um inchaço que surge em alguma parte do corpo. É provocado pelo mau funcionamento, obstrução ou malformação congênita dos vasos linfáticos.

O sistema linfático funciona como um dreno dos fluidos. Ao deixar de desempenhar essa função de maneira adequada, os fluidos não drenados acumulam-se nos tecidos, causando o inchaço.

A cirurgia vascular só é indicada nos casos de linfedema quando outros tratamentos não foram resolutivos.

Quais são os especialistas para tratamento de varizes

Uma dúvida costuma passar pela cabeça de muitas pessoas que são acometidas por esse problema. Afinal, qual é o médico especialista em tratamento de varizes?

Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

Existem dois especialistas em varizes, por isso é preciso conhecer as principais diferenças entre esses profissionais.

O que são varizes?

Conforme Dr. Drauzio Varella, varizes são veias dilatadas e deformadas que surgem ao longo das pernas, podendo causar alguns incômodos, como dor e inchaço. As varizes, conforme o especialista, apresentam uma coloração azulada, fora do padrão de cor comum. https://www.spacovascular.com.br/post/varizes-e-vasinhos-tratamento

No geral, acomete pessoas que passam muito tempo em pé, desempenhando alguma função profissional, por exemplo.

Quais são as principais causas das varizes?

De acordo com o Ministério de Saúde, as varizes ocorrem devido ao mau funcionamento das válvulas que estão presentes nas veias de nossas pernas. Elas servem como suporte para reconduzir o sangue ao coração que é utilizado para irrigar os membros inferiores de nosso corpo, como pernas e pés.

Quando as válvulas não funcionam com eficiência, o sangue fica empoçado nas veias, provocando, devido a isso, inchaço, elasticidade e deformação, fora o desconforto estético, informa o órgão.

Qual médico para tratar varizes?

O especialista para tratar varizes é o cirurgião vascular ou angiologista. Ainda que o primeiro tenha um campo maior de atuação que o segundo, ambos podem executar o tratamento de varizes com eficiência e dessa maneira garantir qualidade de vida ao paciente.

Principais diferenças entre Angiologista e Cirurgião Vascular

Para alguns, trata-se da mesma coisa. Mas a verdade, é que se diferenciam. O angiologista é o profissional médico que se volta aos estudos das doenças venosas, bem como para a sua prevenção e tratamento.

Em regra, esse profissional realiza um estudo minucioso em relação à condição clínica e médica do paciente e, com base nisso, propõe um tratamento adequado para a doença.

O cirurgião vascular, por sua vez, é o profissional médico que é especializado em cirurgia vascular. O seu campo de atuação reside basicamente na realização desse procedimento. Embora tenha um conhecimento mais amplo, em artérias e veias, além de poder realizar cirurgia, coisa que o angiologista não pode fazer.

O cirurgião vascular em o conhecimento em todo sistema circulatória do corpo, como: carótida, varizes, entupimento de veias, artérias entre outras.

Ambos especialistas preocuparam com estilo de vida do paciente e com o objetivo de auxiliar no tratamento. E muitas vezes trabalham juntos.

Basicamente quando o tratamento de varizes é clínico, como aplicação de espuma, pode ser feito pelo angiologista ou cirurgião vascular. Porém quando houver necessidade de cirurgia, necessitará ser feito pelo cirurgião vascular.

Website: https://www.spacovascular.com.br/

Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra

Leia também:  Como Mostrar Que Uma Função É Impar?

O que faz um cirurgião vascular?

Como Se Chama O Medico Que Cuida Das Varizes?

Você já deve ter se perguntado sobre as atribuições de um cirurgião vascular. Afinal, qual a diferença entre essa especialidade e a de um angiologista? Ainda que ambas busquem a recuperação do paciente acometido por problemas vasculares, os métodos de identificação e tratamento são diferentes.

O cirurgião vascular é o médico especializado em realizar o diagnóstico e o tratamento de doenças relacionadas aos vasos sanguíneos. A distinção entre esse profissional e um angiologista está justamente na forma de recuperação da patologia.

Enquanto o cirurgião preconiza intervenções vasculares, o angiologista se utiliza de métodos mais conservadores para tratar tromboses, varizes e arterioscleroses.

O profissional dedicado a essa especialidade médica se baseia profundamente em estudos minuciosos do paciente, e o respectivo grau de comprometimento patológico.

Para esse caso, a reabilitação e a prevenção de enfermidades vasculares se dá por meio de medicamentos, atividades físicas e incentivo à mudança de hábitos.

Já o cirurgião vascular se baseia em tratamentos mais invasivos para as mesmas patologias.

Comumente esse médico realiza procedimentos de incisão por dentro das veias, englobando tratamentos para doenças arteriais, dos vasos linfáticos e veias.

Essa especialidade também contribui para a realização de procedimentos que vão além da área vascular, tal como na hemodiálise para pacientes com insuficiência renal crônica.

Ou seja, a grosso modo, o cirurgião vascular é o especialista responsável por tratar enfermidades que a angiologia não permite. Isso se deve, sobretudo, aos métodos mais categóricos de tratamento, baseado nas intervenções cirúrgicas. Quando o tratamento da doença não surtir efeito com métodos mais clínicos e conservadores, o cirurgião vascular deve ser procurado.

Importância do cirurgião vascular

O transporte do oxigênio pelo sangue sé dá por meio das veias e artérias. Se por algum acaso elas estiverem comprometidas, todo o funcionamento do corpo será drasticamente afetado. Obstruções dessas vias que levam sangue ao coração, em muitos casos podem ser mortais. 

Caberá ao cirurgião vascular realizar a retomada do transporte sanguíneo que deve ser restabelecido, por meio de intervenções. Dentre os problemas que mais precisam de cirurgia vascular, destacam-se as oclusões arteriais, aneurismas, cirurgia de varizes e anastomoses para traumas vasculares.

Geralmente os sintomas de pacientes que buscam pela ajuda médica desse profissional não se limitam apenas a dor e inchaço nos membros. De forma geral o incômodo se prolonga por meio de formigamentos, dificuldade para andar, etc.

Porém, diferentemente do nome, esse especialista não realiza apenas cirurgia vascular. O profissional pode muito bem atender pacientes que não necessitam de operação.

Caberá a ele a indicação do melhor tipo de tratamento à base de medicamentos e, até mesmo, da atividade física.

Partindo do relato do paciente, caberá ao profissional indicar uma série de exames para a identificação específica das doenças.

A ultrassonografia com doppler colorido para mensurar a velocidade do fluxo sanguíneo é capaz de diagnosticar doenças arteriais e venosas. A angiorressonância para pacientes com função renal comprometida é fundamental para a identificação de doenças circulatórias intracranianas.

Já a captação tridimensional de todo sistema circulatório do corpo se dá por meio da angiotomografia. Por fim a angiografia, exame invasivo feito por meio de um cateter, permite a captação de imagens em tempo real. Esse exame, por sua vez, vem sendo realizado mais em situações cirúrgicas do que no diagnóstico de doenças.

Outra vantagem dessa especialidade é a realização de qualquer tipo de cirurgia vascular. Somente esse médico poderá ser capaz de praticar a intervenção mais adequada para cada caso. Desde pequenos procedimentos endovasculares – que são minimamente invasivos – até operações de alta complexidade tal como a cirurgia para correção de grandes aneurismas.

Que tipo de doenças um angiologista trata?

A angiologia é uma especialidade médica dedicada a cuidar do sistema circulatório, que é formado por vasos sanguíneos (veias e artérias) e vasos linfáticos.

No Brasil, atuando juntamente com a cirurgia vascular, o angiologista tem a responsabilidade de estudar e diagnosticar as doenças vasculares que possuem tratamento clínico, ou seja, sem cirurgias e o cirurgião vascular corrige as doenças por meio cirúrgico.

A angiologia é muito procurada para tratamentos de varizes, microvarizes e vazinhos que afetam a maioria das mulheres, interferindo na saúde e na estética. A especialidade do angiologista é tratar as doenças circulatórias em sua fase inicial e, também, realizar a prevenção delas, orientando a medicação, os cuidados com a alimentação e hábitos saudáveis.

Outras doenças diagnosticadas pela angiologia são: acidente vascular cerebral (AVC), trombose venosa, aneurismas, pé diabético, lesões das artérias carótidas, síndrome de Raynaud, arteriosclerose, fístulas arteriovenosas, neuropatia diabética, entre outras. Quando a doença já está em um estágio avançado ou o quadro se agrava, o angiologista avalia o caso e orienta a ação junto ao cirurgião vascular.

A consulta com um angiologista é muito importante, pois a avaliação dele é essencial para se ter um diagnóstico precoce de doenças vasculares sendo mais fácil de se tratar, pois quanto mais avançado for o quadro clínico do paciente, mais difícil será o tratamento.

As doenças dos vasos sanguíneos e linfáticos são quase sempre silenciosas, pois os sintomas só aparecem quando estão em estágios mais avançados. Por isso é importante buscar a prevenção.

Principais casos que chegam ao angiologista:

  • Dor e inchaço nos membros;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Alteração de temperatura;
  • Dormência na panturrilha;
  • Formigamentos;
  • Câimbras;
  • Cansaço dos membros inferiores;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Coceira;
  • Veias azuladas ou arroxeadas;
  • Queimação nas plantas dos pés e nas pernas.

Algumas razões da importância de consultar o angiologista:

  • Diagnosticar doenças vasculares precocemente;
  • Prevenir o Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Orientação correta sobre os cuidados diários;
  • Diminuir incidência de complicações vasculares em diabéticos;
  • Prevenir e controlar tromboses;
  • Prevenir complicações das doenças das artérias (Arteriosclerose), como a amputação de membros;
  • Tratar de varizes para resgatar o bem-estar e a autoestima.

O sistema vascular é fundamental para o bom funcionamento de todo o corpo humano. É por meio dele que nutrientes e oxigênio são transportados para as células.

A angiologia é uma área tão delicada e que nos permite cuidar dessa parte que muitas vezes é esquecida.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 26/04/2017, 14:21

A angiologia é uma especialidade médica dedicada a cuidar do sistema circulatório, que é formado por vasos sanguíneos (veias e artérias) e vasos linfáticos.

No Brasil, atuando juntamente com a cirurgia vascular, o angiologista tem a responsabilidade de estudar e diagnosticar as doenças vasculares que possuem tratamento clínico, ou seja, sem cirurgias e o cirurgião vascular corrige as doenças por meio cirúrgico.

A angiologia é muito procurada para tratamentos de varizes, microvarizes e vazinhos que afetam a maioria das mulheres, interferindo na saúde e na estética. A especialidade do angiologista é tratar as doenças circulatórias em sua fase inicial e, também, realizar a prevenção delas, orientando a medicação, os cuidados com a alimentação e hábitos saudáveis.

Outras doenças diagnosticadas pela angiologia são: acidente vascular cerebral (AVC), trombose venosa, aneurismas, pé diabético, lesões das artérias carótidas, síndrome de Raynaud, arteriosclerose, fístulas arteriovenosas, neuropatia diabética, entre outras. Quando a doença já está em um estágio avançado ou o quadro se agrava, o angiologista avalia o caso e orienta a ação junto ao cirurgião vascular.

A consulta com um angiologista é muito importante, pois a avaliação dele é essencial para se ter um diagnóstico precoce de doenças vasculares sendo mais fácil de se tratar, pois quanto mais avançado for o quadro clínico do paciente, mais difícil será o tratamento.

As doenças dos vasos sanguíneos e linfáticos são quase sempre silenciosas, pois os sintomas só aparecem quando estão em estágios mais avançados. Por isso é importante buscar a prevenção.

Principais casos que chegam ao angiologista:

  • Dor e inchaço nos membros;
  • Sensação de peso nas pernas;
  • Alteração de temperatura;
  • Dormência na panturrilha;
  • Formigamentos;
  • Câimbras;
  • Cansaço dos membros inferiores;
  • Dificuldade para caminhar;
  • Coceira;
  • Veias azuladas ou arroxeadas;
  • Queimação nas plantas dos pés e nas pernas.

Algumas razões da importância de consultar o angiologista:

  • Diagnosticar doenças vasculares precocemente;
  • Prevenir o Acidente Vascular Cerebral (AVC);
  • Orientação correta sobre os cuidados diários;
  • Diminuir incidência de complicações vasculares em diabéticos;
  • Prevenir e controlar tromboses;
  • Prevenir complicações das doenças das artérias (Arteriosclerose), como a amputação de membros;
  • Tratar de varizes para resgatar o bem-estar e a autoestima.

O sistema vascular é fundamental para o bom funcionamento de todo o corpo humano. É por meio dele que nutrientes e oxigênio são transportados para as células.

A angiologia é uma área tão delicada e que nos permite cuidar dessa parte que muitas vezes é esquecida.

Arquivo em: — Clínica da Mama @ 26/04/2017, 14:21

Consulta com Angiologista: quando procurar esse médico?

A angiologia é a área da medicina que se dedica a prevenir, diagnosticar e tratar todas as doenças relacionadas ao sistema circulatório. Mais especificamente, os vasos linfáticos e os vasos sanguíneos (artérias e veias).

Leia também:  Como Tirar Umidade Das Paredes De Casa Quando Vem Pelo Elicecio?

O angiologista, médico formado nessa especialidade, geralmente é procurado para o tratamento de varizes, ou seja, veias dilatadas que ocorrem com mais frequência nos membros inferiores. Porém, ele pode cuidar de diversas enfermidades que atingem essa parte do corpo.

Qual a relação entre as especialidades angiologia e cirurgia vascular?

Essas duas especialidades já foram uma só, mas hoje são divididas e cada uma ficou responsável por uma área. Apesar da separação, os dois médicos, angiologista e cirurgião vascular, podem trabalhar em conjunto, encontrando a melhor solução para o problema do paciente.

A angiologia é a especialidade médica que tem como responsabilidade encontrar uma solução para os distúrbios que têm tratamento clínico. Já o cirurgião vascular realiza tratamento cirúrgico, quando a única solução para a enfermidade é a cirurgia.

Quando procurar pelo atendimento desse especialista?

Apesar de muitas pessoas só procurarem esse especialista quando há algum problema grave acontecendo, não é só para isso que ele serve. É importante visitar o consultório desse profissional para fazer a prevenção de diversas doenças que podem causar problemas graves na saúde.

Além disso, existem alguns sinais que indicam a necessidade de buscar o angiologista. Dores nas pernas, inchaço, formigamento, sensação de peso, cãibra e cansaço podem ser algumas das manifestações causadas por problemas vasculares. Fique atento e procure o médico assim que notar.

Quais são as principais doenças vasculares?

Existem muitas enfermidades que podem comprometer o sistema vascular. Segundo o Ministério da Saúde, as que mais diagnosticadas pelo angiologista são:

O profissional ainda pode cuidar de doenças como: Acidente Vascular Cerebral, Doença Venosa, Pé diabético, Síndrome de Raynaud,  Fístulas Arteriovenosas, etc.

Onde encontrar consulta com esse médico por preços acessíveis?

É importante marcar uma consulta com o angiologista, tanto para prevenção como também para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento das doenças que atingem os vasos sanguíneos e linfáticos. Muitas dessas enfermidades, quando não tem o tratamento iniciado precocemente, podem causar danos graves à saúde.

Sabemos que a saúde pública do país possui diversos problemas, como a demora para o atendimento, e que o preço para um atendimento particular é muito alto. Pensando nisso, surgiram as clínicas populares.

A GlobalMed é uma dessas clínicas. No local é possível realizar a sua consulta com angiologista, por preços acessíveis e médicos de confiança. Para maiores informações entre em contato com a nossa equipe e aproveite para agendar a sua consulta.

Não encontrou aqui todas as informações que buscava? Deseja ser atendido por um de nossos especialistas? Clique no link abaixo e agende sua consulta:

Médico de varizes: quem é o profissional indicado para o tratamento do caso?

Quem é o médico responsável pelo tratamento de varizes, afinal?

Existem diferentes especialidades médicas responsáveis por cuidar dos problemas de circulação. Como são muitos profissionais, fica difícil saber quem é o médico de varizes, não é mesmo? Por isso, vamos esclarecer suas dúvidas sobre esse tema.

O médico de varizes é o cirurgião vascular ou angiologista, pois ele está habilitado a resolver problemas que envolvem vasos sanguíneos dos pés, cabeça, pernas, pescoço e tronco.

Esse profissional ainda trata de problemas nas artérias que podem ser: aneurisma da aorta, estenose, das carótidas, doença arterial obstrutiva e outros problemas nas veias como as varizes, a trombose e o teleangiectasia (vasinhos).

Médico de varizes e tratamentos do quadro

A realização da cirurgia pelo médico de varizes é o método mais seguro para tratar o problema de varizes grossas, além de ser o procedimento que traz menos riscos. O médico de varizes realiza o desligamento em dois pontos da veia doente e, depois, faz a retirada da mesma.

O paciente não precisa ficar internado por muitos dias e, dependendo do caso, a recuperação leva de uma a três semanas.

Quando a pessoa tem pequenos vasos, o tratamento indicado é a escleroterapia química. Nesse caso, o profissional injeta na veia doente uma substância a fim de forçar a circular por veias próximas.

Outro procedimento é a crioescleroterapia. Nessa situação, será injetada na pessoa uma substância de 40 graus negativos. Como o frio é intenso, ele será capaz de destruir as paredes internas do vaso que vão desaparecer sob a pele.

Essa ação não exige internação e pode ser feita em pessoas que tem vasos ou varizes pequenas.

A espuma esclerosante é um método já consolidado na Europa, mas que tem espaço aqui no Brasil. Uma substância tipo mousse é injetada e a partir da mistura do líquido com o ar, a veia doente é desativada.

No tratamento a laser, as veias são queimadas devido ao aumento da temperatura, porém elas não são removidas. A pessoa não sofre com sangramentos e cortes. O médico de varizes insere no paciente uma agulha pequena e o laser percorre toda a veia que está doente e isso faz com que ela fique sem função.

No entanto, o procedimento pode causar algum tipo de dano às estruturas próximas trazendo manchas a pele. Tal ação é indicada para veias classificadas como difíceis ou para pacientes que não podem ser submetidos a cirurgias.

Dicas para não precisar da ajuda de um médico de varizes ou para amenizar o problema

Para não precisar de um médico de varizes ou ajudar a amenizar o problema as dicas são: manutenção do peso, evitar banhos muitos quentes, pois o calor faz com que as veias dilatem, consumo de alimentos com pouco sal e repouso por 30 minutos com as pernas levantadas.

Para controle do quadro, a meia-calça pode ser usada em alguns casos, mas somente com orientação profissional, saltos altos devem ser evitadas e a prática de exercícios físicos é fundamental.

Gostou das dicas? Se você apreciou este conteúdo, deixe o seu comentário!

Você sabe o que faz um angiologista? Descubra aqui!

Você sabe o que faz um angiologista? Esse médico especialista em problemas que acometem os vasos sanguíneos e linfáticos, é muito importante para a manutenção da sua saúde, prevenir doenças e evitar complicações.

Assim, com o intuito de esclarecer melhor a atuação desse profissional, separamos as informações relevantes sobre patologias que ele trata, a importância de marcar uma consulta e sinais de que já está na hora de procurar um angiologista.

O que faz um médico angiologista?

A Angiologia é a especialidade médica responsável por cuidar dos vasos do sistema circulatório, o que inclui as artérias, as veias e também o sistema linfático.

Essas estruturas são fundamentais para o bom funcionamento geral do organismo.

 Os vasos sanguíneos transportam o sangue para todos os tecidos, órgãos e membros do corpo e, assim, abastecem o corpo com oxigênio e nutrientes necessários para a sobrevivência.

Já o sistema linfático atua especialmente na área imunológica, e a linfa — nome do líquido orgânico presente — é um derivado do sangue composto por proteínas, lipídios e glóbulos brancos, que são as células de defesa.

Desse modo, o angiologista é o especialista que vai detectar e tratar doenças circulatórias ainda na fase inicial, além de aplicar medidas de prevenção como alimentação e hábitos de vida mais saudáveis para evitar a necessidade de intervenções cirúrgicas.

Diferentemente do cirurgião vascular, que realiza métodos invasivos para tratar problemas circulatórios, o médico especializado em Angiologia atua apenas na parte clínica. No entanto, esses dois profissionais trabalham em conjunto para fechar um diagnóstico mais completo e definir o melhor tratamento.

Quais são as principais doenças que esse especialista trata?

A seguir, separamos as principais doenças que acometem o sistema circulatório e que são diagnosticadas e tratadas pelo médico angiologista. Descubra quais são elas!

Varizes

As varizes são uma doença que acontece nas veias responsáveis pelo transporte de sangue rico em gás carbônico, dos órgãos e membros para o coração e pulmões. Essas estruturas são responsáveis pelo retorno sanguíneo e têm elevada elasticidade para cumprir essa função.

O que acontece, no entanto, é que com o envelhecimento, as veias sofrem dilatações e o trabalho de fazer o sangue retornar se torna ineficiente. Nesse contexto, há o acúmulo sanguíneo em alguns pontos e se formam as varizes.

Aneurisma

O aneurisma também é uma dilatação que, ao contrário das varizes, acontece nas artérias — estrutura responsável por transportar o sangue rico em oxigênio para os tecidos. Essa condição é desencadeada por fatores de risco como a hipertensão arterial, e a sua principal complicação é o rompimento do vaso, que pode acontecer no cérebro e na aorta, por exemplo.

Vasculite

A vasculite consiste em uma inflamação dos vasos que acomete tanto as veias como as artérias, o que interfere na função dessas estruturas e diminui a velocidade do transporte sanguíneo. Dependendo da região em que ocorre, principalmente quando o problema está em órgãos vitais, ela pode desencadear consequências graves para a saúde.

Aterosclerose

Decorrente do acúmulo de placas de gordura nos vasos do sistema circulatório, a aterosclerose é uma doença que evolui progressivamente e provoca a obstrução da passagem sanguínea, o que pode levar o paciente a óbito. É dessa condição, inclusive, que costumam ocorrer os infartos, doença caracterizada pelo rompimento da artéria coronária, vaso que leva sangue ao músculo cardíaco.

Leia também:  Como Aproveitar Carne Cozida Que Sobrou?

Acidente Vascular Cerebral

Outra doença que ocorre devido a aterosclerose, nesse caso em artérias do encéfalo, é o Acidente Vascular Cerebral (AVC). Nela, ocorre a obstrução da passagem sanguínea para o cérebro, o qual é afetado pela falta de oxigênio conforme a região atingida.

Entre as consequências do AVC estão dificuldades em se movimentar, falar, paralisia de um lado do corpo e diversos outros sintomas que afetam o paciente. Vale destacar que o angiologista também tem um papel de destaque para identificar e tratar as seguintes doenças:

  • trombose venosa profunda;
  • embolia pulmonar;
  • linfagite;
  • síndrome de Raynaud;
  • fístulas arteriovenosas;
  • pé de diabético;
  • neuropatia diabética.

Que técnicas o angiologista utiliza para fazer diagnósticos e tratamentos?

O médico angiologista dispõe de diversas técnicas para diagnosticar as patologias que acometem os vasos do sistema circulatório e linfático. Entre elas:

  • angiografia;
  • eco doppler;
  • capilaroscopia;
  • radiografia;
  • cintilografia;
  • tomografia;
  • ressonância magnética.

Quanto ao tratamento, além das medicações e hábitos saudáveis que são prescritos pelo clínico, ele também tem a permissão de realizar algumas intervenções ambulatoriais pequenas. Como:

  • escleroterapia de varizes com ou sem espuma;
  • aplicação de laser transdérmico para tratamento de hemangiomas e varizes;
  • curativos em úlceras.

Todavia, cirurgias maiores, que exigem a internação do paciente, só podem ser realizadas pelos cirurgiões vasculares, que têm sua formação voltada para técnicas operatórias.

Qual a importância de consultar um médico angiologista?

A importância de procurar esse médico gira em torno da prevenção e diagnóstico precoce de doenças do sistema circulatório e linfático que podem afetar a sua vida de forma muito negativa.

 Dessa forma, é possível receber recomendações de cuidados diários e diminuir os riscos de complicações para quem sofre com problemas vasculares como amputações, ulcerações, ferimentos que não cicatrizam, danos cerebrais e em outros órgãos vitais.

Quando ele deve ser consultado?

Na grande maioria das vezes, as doenças vasculares são silenciosas e só são detectadas em um estágio mais avançado. Isso afeta o controle e tratamento do problema, além de gerar danos graves à saúde do paciente e levar ao óbito.

Por isso, é importante que o diagnóstico seja feito o mais cedo possível. Ao perceber qualquer sinal ou sintoma de doença vascular, procure um médico angiologista, especialmente se você já está perto da terceira idade — período em que essas patologias são mais frequentes.

Quais são os principais sinais que indicam a necessidade de agendar uma consulta?

Para que você saiba identificar quais são os sinais que indicam que está na hora de se consultar com um angiologista, fizemos uma lista para você:

  • dores nas pernas, especialmente ao caminhar;
  • inchaço nos membros;
  • sensação de pernas pesadas;
  • queimação nos pés e nas pernas;
  • dormência nas panturrilhas;
  • coceira crônica;
  • câimbras e formigamentos;
  • veias mais azuis e roxas que o normal.

E aí, gostou de descobrir o que faz um angiologista? Então, que tal prevenir as doenças vasculares e marcar uma consulta com esse especialista hoje mesmo? A sua saúde agradece!

Com o BoaConsulta, você pode agendar um horário com angiologista de forma muito mais prática e fácil. Entre em contato conosco e aproveite!

Angiologista cuida de que?

Existem inúmeras especialidades médicas, só aqui, no Centro Médico Saúde da Família temos quase 30 tipos.

Se você chegou até esse texto, provavelmente está procurando informações sobre o que faz um angiologista, ou até mesmo, sobre cuida um médico angiologista. Neste texto vamos falar sobre tudo isso e um pouco mais.

Caso no final do texto ainda tenha dúvidas, não se preocupe estamos à disposição para te ajudar.

Boa leitura!

A angiologia, é a especialidade médica responsável pelo estudo e tratamento clínico das doenças que podem acometer os vasos sanguíneos (artérias e veias) e vasos linfáticos, como varizes, aneurismas e obstruções arteriais.

O médico angiologista atua em conjunto com a cirurgião vascular que se ocupa do tratamento cirúrgico das doenças que citamos.

O angiologista é o médico especializado nos cuidados relacionados com os vasos sanguíneos e linfáticos. Por isso, ele é um profissional fundamental na área da saúde, afinal ele trata de algo que é essencial em nosso corpo: as artérias e veias.

  • Varizes, por exemplo, é um problema que afeta grande parte da população, sobretudo mulheres que sofrem com o problema não só esteticamente, mas também com muita dor e desconforto.
  • No Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV), as varizes atingem 45% das mulheres e 30% dos homens  com idade acima de 30 anos.
  • O angiologista também atua no tratamento e na prevenção de doenças circulatórias.
  • Quando o assunto são as doenças circulatórias, o médico realiza tratamentos clínicos e sem intervenção cirúrgica, com o objetivo de contornar o problema em suas fases iniciais.

Já quando falamos sobre prevenção de doenças circulatórias, o angiologista procura interferir mais no estilo de vida dos pacientes. Sempre alertando sobre cuidados com a alimentação e a necessidade de cuidados físicos.

É importante lembrar que o é muito importante procurar um angiologista ainda na fase inicial das doenças circulatórias, porque elas podem se agravar e causar sérios danos à saúde quando não tratadas no início.

  1. O médico cirurgião vascular e o angiologista possuem especialistas muito próximas, porém eles executam trabalhos diferentes.
  2. O angiologista, é especializado em tratar doenças vasculares de forma clínica, em outras palavras, usando medidas educativas, medicamentos, artigos e dispositivos não cirúrgicos.
  3. Ele é mais procurado para o tratamento de varizes, quando surgem veias dilatadas e retorcidas que costumam aparecer nos membros inferiores.
  4. Já o cirurgião vascular, como comentamos no tópico anterior, atua quando é necessário realizar procedimentos cirúrgicos para a correção das veias, artérias e vasos linfáticos.

O médico cirurgião vascular trata tanto os vasos da região abdominal, como das pernas, do tórax, do pescoço e também dos membros superiores. Ele atua na correção tanto de artérias com estenoses ( arteriais que sofreram estreitamento) como artérias dilatadas, obstruídas ou que sofreram algum tipo de traumatismo.

Preparamos uma lista com as principais doenças que podem surgir no sistema circulatório,  que são diagnosticadas e tratadas pelo médico angiologista.

É uma doença que acontece nas veias responsáveis pelo transporte de sangue rico em gás carbônico, dos órgãos e membros para o coração e pulmões. São as estruturas responsáveis pelo retorno do sangue e têm elevada elasticidade para cumprir essa função.

O que pode acontecer, é que com o envelhecimento, as veias sofrem dilatações e o trabalho de fazer o sangue retornar se torna ineficiente. Quando isso acontece, há o acúmulo sanguíneo em alguns pontos e se formam as varizes.

O aneurisma, é uma dilatação que acontece nas artérias, a estrutura responsável por transportar o sangue rico em oxigênio para os tecidos. Essa doença é desencadeada por fatores como a hipertensão arterial.

A sua principal complicação é o rompimento do vaso, que pode acontecer no cérebro e na aorta, por exemplo.

É uma doença que consiste na inflamação dos vasos, tanto as veias como as artérias. Essa inflamação interfere na função dessas estruturas e diminui a velocidade do transporte sanguíneo.

Ela pode desencadear consequências graves para a saúde, dependendo da região do corpo humano, principalmente quando o problema está em órgãos vitais.

Ele é ocasionada em decorrência do acúmulo de placas de gordura nos vasos do sistema circulatório. A aterosclerose, é uma doença que evolui progressivamente e provoca a obstrução da passagem sanguínea, o que, infelizmente, pode levar o paciente a óbito.

Dessa obstrução, costumam ocorrer os infartos, doença que é caracterizada pelo rompimento da artéria coronária, vaso que leva sangue ao coração.

O AVC ocorre devido a aterosclerose, nesse caso em artérias do encéfalo.. Neste caso, acontece a obstrução da passagem sanguínea para o cérebro, o qual é afetado pela falta de oxigênio conforme a região atingida.

O AVC tem algumas consequências, entre elas estão dificuldades em se movimentar, falar, a possibilidade de paralisia bilateral (de um lado do corpo) e diversos outros sintomas que afetam o paciente.

  • trombose venosa profunda;
  • embolia pulmonar;
  • linfagite;
  • síndrome de Raynaud;
  • fístulas arteriovenosas;
  • pé de diabético;
  • neuropatia diabética.

Já estamos quase concluindo nosso texto, antes disso queremos dar mais algumas dicas. Preparamos mais uma lista, dessa vez para te ajudar a  identificar quais são os sintomas que indicam que está na hora de marcar a consulta com um médico angiologista.

  • dores nas pernas, especialmente ao caminhar;
  • sensação de pernas pesadas;
  • inchaço nos membros;
  • câimbras e formigamentos;
  • dormência nas panturrilhas;
  • coceira crônica;
  • queimação nos pés e nas pernas;
  • veias mais azuis e roxas que o normal.

A maior importância de procurar um angiologista auxiliar a prevenção e diagnóstico precoce de doenças do sistema circulatório e linfático. Visitando o médico, será possível receber recomendações de cuidados diários e diminuir os riscos de complicações.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*