Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Abaixo fizemos uma relação das Profissões que compõe o universo da Moda, para ajudar quem está indeciso, ou que querem integrar a área, e para nós mesmos – profissionais da área. Lembrando, que a área é enorme, então não estão todas listadas aqui. E que esta publicação está sendo atualizada sempre!

Área: Imagem de Moda

A área de imagem de moda, foca no visual, na imagem no que os olhos estão recebendo e a mensagem que aquela imagem está passando à quem vê. Este segmento traduz o que as pessoas querem transmitir e como elas querem ser identificadas.

Para trabalhar com imagem de moda é necessário fazer pesquisa criativa, conhecer as tendências de moda e comportamento, possuir conhecimento histórico e cultural, estética e comunicação/marketing.

Consultor de Imagem

O consultor está apto para estudar o perfil do cliente, para definir um estilo para o cliente e o assessora na montagem de um guarda-roupa novo, na combinação das peças, também pode trabalhar e opinar no corte de cabelo e na maquiagem do cliente. Principais atividades de um consultor de imagem: personal stylist, definição de estilo, análise do biotipo (cabelo, proporções corporais, etc), personal shopper, organizador de guarda-roupa.

Personal Stylist

Auxiliar os(as) clientes a combinar roupas, cores e estilos – de acordo com o perfil da pessoa. Claro que não só comprar roupas, e sim “reciclar” o que já se tem no guarda-roupa. Ou seja, é um profissional que visa melhorar o visual da pessoa.

Stylist

O stylist dá “vida” ao conceito e a tendência de moda dentro da marca, inserindo o conceito, a cultura e o estilo da grife.

O profissional trabalha próximo com a área de desenvolvimento de produto (na maioria das vezes com os estilistas) e produção de moda (auxiliando na escolha de modelos).

Reproduz montrando looks, juntando as roupas e acessórios, cabelo e maquiagem. Pode-se dizer que a função do stylist é criar a imagem da grife.

Visagista

Trabalha com a imagem pessoal das pessoas, visa revelar as qualidades interiores de uma pessoa, de acordo com suas características físicas e os princípios da linguagem visual (harmonia e estética), utilizando a maquilagem, o corte, a coloração e o penteado do cabelo, entre outros recursos estéticos.²

Área: Desenvolvimento de Produto/Coleção [Criação – Estilo]

É no setor de desenvolvimento que são concebidas os modelos, seja de vestuário, acessórios e calçados. Neste setor, é estudada as tendências, cores, perfil da marca e estação para a criação da coleção.

Designer de Moda/Estilista:

Pode trabalhar nos seguintes segmentos:

  • Roupas; (designer de Moda)
  • Jóias/Bijoux; (designer de acessórios)
  • Calçados; (designer de acessórios)
  • Bolsas; (designer de acessórios)
  • Estampas e padrões (designer têxtil)
  • Criação de novos tecidos para tecelagens (designer têxtil)

Na sua maioria elabora croquis de novos produtos [criação], trabalha com pesquisa tendências, tem contato com o pessoal de marketing/comercial para saber o que o cliente está procurando, o que está vendendo mais da coleção, faz pesquisa de matérias-primas para compor o produto e assim, criando os modelos e a coleção.

Dependendo da empresa, o estilista pode ser específico, trabalhando com produtos de malharia ou plano ou por linha, por exemplo: casual, fitness, etc.

Quer saber mais sobre a profissão?! O Moda Works entrevistou a Estilista Juliana Ferré

E se você quer saber mais sobre a profissão de designer de moda, mais voltado para estamparia, conversamos com a criadora da marca de moda italiana Animapop

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Falamos com a criadora da marca de moda italiana Animapop

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Saiba mais sobre o dia a dia de uma estilista

Assistente de Estilo ou Assistente de Estilista

Elabora os desenhos técnicos das peças criadas pela(o) estilista, auxilia nas pesquisas de tendências, faz pesquisa matéria-prima, como: aviamentos, estampas, aplicações em geral, beneficiamento para aplicação nas peças. Libera o produto completo e aprovado para a Produção [PPCP], auxiliar nas provas e contatos com a modelista. Pode-se dizer que o assistente de estilo, é o braço direito do estilista.

Clique Aqui e Confira as vagas para Assistente de Estilo

Modelista

Transforma os croquis [feitos pelo pessoal de desenvolvimento de produto/estilo] em moldes planos, a partir daí, o desenho começa a “virar” produto.
O profissional também pode ser especializado em modelagem criadas através de programas digitas específicos (como o Audaces).

Podemos dizer que a(o) modelista trabalha e auxilia tanto na área de desenvolvimento de produto, quanto de pcp.

Quer saber mais sobre a profissão?! O Moda Works entrevistou a Modelista Aglair Nigro – Confira Aqui

✦ Veja as vagas para Modelista – AQUI

Piloteira

Costura a peça piloto [a primeira peça que será montada] – com a orientação da modelista. A profissional atua diretamente no setor de desenvolvimento e assim como a modelista ela faz os modelos a saírem do “papel”.

Uma outra característica da piloteira é que ela possui habilidades e conhecimento para trabalhar com peças novas (modelagens/estruturas) e com diversos tipos de máquinas, além de fornecer um feedback se aquele produto realmente é factível para ser produzido.

Modelo de Prova

A modelo de prova necessita ter as medidas correspondentes a base (de clientes) da empresa, normalmente manequim P ou M.

O trabalho consiste em provar as roupas desenvolvidas (as peças piloto) para que possa ser analisado e estudado o caimento, tamanho, costura, modelo, etc.

Deste modo é feito os ajustes no modelo ou na modelagem, até que a peça esteja aprovada para ir para a produção.

Área: PPCP [Planejamento, Programação e Controle da Produção] ou PCP [Planejamento e Controle da Produção]

É neste setor que o produto é desenvolvido em larga escala para ir ao ponto de venda. O PPCP ou PCP é o responsável por planejar e executar a produção das peças, seja roupas, acessórios, tecido, entre outros.

Compradora de Moda – Matéria prima

Como o próprio nome já diz, o profissional faz aquisição de Matérias-prima, como por exemplo: tecido, aviamentos, entre outros. A compradora também tem a missão de pesquisar fornecedores, bem como efetuar negociação e prazos, além de acompanhar o andamento da entrega. Dependendo do tamanho da empresa, auxilia na conferência da entrega das mercadorias ou faz ela mesma.

Assistente de Compras

Auxilia a compradora nas tarefas de compra: pesquisa de fornecedores, preenchimento de relatórios, conferência de pedidos.

Assistente de PCP [Planejamento e Controle da Produção]

O profissional dá assistência ao Gerente de Produção, desenvolvendo atividades como planejamento de entrada de modelos para produção, acompanhamento do processo até a finalização – ou seja, acompanha todo o processo de produção dos modelos/produtos, sempre se reportando ao gerente/gestor do setor.
Auxilia na gestão de todo o departamento: Risco – Corte – Costura – Acabamento – Passadoria – Embalagem – Etiquetagem – Distribuição – Estoque.

Gerente de Produção

Responsável pelo planejamento dos produtos que serão produzidos, o alinhamento é feito em conjunto com a equipe de marketing para fazer a programação da linha de produção, com o objetivo de colocar na loja os produtos de acordo com o foi desenvolvido na coleção (no departamento de estilo).
Faz a liberação de pedidos de compra de matéria-prima.

Gerencia todo o departamento: Risco – Corte – Costura – Acabamento – Passadoria – Embalagem – Etiquetagem – Distribuição – Estoque.

Área: Negócios de Moda

Atuar como gestor na cadeia de produção, distribuição, divulgação e comercialização da mod, desenvolvendo estratégias de negócios a marketing. Pode-se dizer que a área de negócios da moda tem como objetivo potencializar ao máximo a eficácia do negócio, aplicando ferramentas e soluções para viabilizar todo o business.

Marketing de Moda

O marketing tem a missão de zelar pela imagem da Marca. Neste departamento é elaborado toda a estratégia para alcançar o consumidor, busca-se cada vez mais identificar e conhecer o seu público-alvo e como “atingi-lo”.

Gerente de Marketing de Moda

O gestor/gerente de marketing, tem a missão de executar juntamente com os setores de planejamento e comercial o planejamento e a estratégia da empresa. O objetivo é englobar tudo, e todos comunicarem da mesma maneira e estarem na mesma página.

 Na maioria dos casos o gerente de marketing também pode ser chamado de gerente de branding, apenas nomenclaturas diferentes, mas que o objetivo é o mesmo: proteger e alavancar a marca.

A comunicação/imagem também é de responsabilidade do gerente, normalmente é ele quem dá o “tom” da marca, traça e orienta para onde a marca tem que ir, qual é o caminho – juntamente com o entendimento do público-alvo.

Vitrinista

O profissional tem a missão de elaborar/criar vitrines que valorizem os produtos expostos e atraia o olhar e o interesse do cliente pelo produto. Em algumas casos, o vitrinista também atua no interior o da loja, sempre com o objetivo de passar uma mensagem aos clientes, seja ela de branding, tema de coleção, etc.

Visual Merchandiser

O Visual Merchandiser trabalha no ponto de venda, sua missão é fazer deixar os produtos mais acessíveis e de forma mais atrativa ao cliente, estuda lugares estratégicos para exposição de produtos e composição, em algumas ocasiões (tipo de empresa) ele próprio é o vitrinista.

Confira AQUI as vagas para VM

Supervisor de Lojas

Responsável pela comunicação entre as lojas e a administração central, esse profissional é essencial para garantir os padrões de gestão das redes varejistas³. Cabe à ele supervisionar para que seja cumpridas as metas, horários, deveres, se está tudo indo bem – tanto para funcionários, quanto aos clientes.

Área: Produção de Moda

Faz desfiles, catálogos, editoriais de revistas e organiza campanhas publicitárias.

Fotógrafo

Acompanhar a produção de fotos de moda para revistas, catálogos, exposições e anúncios.

Quer saber mais como é o trabalho de um fotógrafo de moda? A gente entrevistou a fotógrafa Kica de Castro, que conta um pouquinho sobre o dia a dia da profissão, clique aqui para conferir a entrevista!

Assistente de Produção de Moda

Auxilia o Produtor a arrumar tudo para ser feito o Evento, mexe bastante com fornecedores.

Produtor de Moda

Organiza e trabalha com campanhas publicitárias, eventos e publicações, desfiles. Seu objetivo é achar locações [escolher lugares onde acontecerão o evento], escolhendo fotógrafo, maquiador e modelos.

Para saber mais sobre a profissão, confira a entrevista com produtor de moda Murilo Mahler.

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Entrevista com produtor de moda Murilo Mahler.

Figurinista

Cria, desenha, seleciona todo o guarda-roupa de peças de teatro, balés, novelas, filmes e peças publicitárias.

Produtor de Desfile

Coordena, cria, toda a base para o desfile de moda.

Jornalista de Moda

Escreve Editais, Matérias sobre o que acontece na Moda, quais serão as tendências, comenta sobre sobre desfiles, campanhas de Marcas ou seja, sobre tudo que engloba a Moda de alguma maneira.

Área: Acadêmica de Moda

Docente de Moda [Professor]

Leciona-se todas as áreas de Moda. Atuando em: Faculdades, cursos técnicos, cursos livres, Universidades.

Leia também:  Como Se Chama Uma Pessoa Que Desenha?

Coordenador de Curso de Moda

Coordena toda a extensão de moda de alguma instituição. O profissional tem que ter experiência e conhecimento da área, para que possa coordenar o curso e os docentes.

A Coordenadora do curso de Moda da Faculdade Paulista de Artes, nos conta sobre como é ser um docente de moda, veja a entrevista na íntegra, clicando aqui

Imagem destacada: Freepik

Adora trabalhar na Moda Works / Analista de Ecommerce / Compradora / Vitrinista/VM/ Estudante de moda / Free-lancer / Desenhista de Ficha Técnica / Super frequentadora de Eventos de Moda/ Viajante / Mídias Sociais/ Seriados / Internet / Books / HQ’s and GOD ABOVE ALL

Interessado em desenvolver uma carreira na área de vendas?

Muito bem! Mas você sabe quais são os cargos de vendas mais comuns no mercado?

Neste post, selecionamos 9 cargos comerciais, começando dos mais importantes e seguindo até os de início de carreira.

O guia completo para medir os indicadores de desempenho da sua equipe de vendas

Confira todos eles e prepare-se para essa escalada em sua vida profissional!

Sem tempo para ler? Clique no play abaixo para ouvir esse conteúdo!

Este post pode interessar à você: 10 perguntas comuns em uma entrevista de emprego para vendedor e como respondê-las

Os nove mais importantes cargos de vendas e o que fazem

1. Gestor de marketing e vendas

Varia muito de empresa para empresa o título desse cargo. Pode ser Vice-presidente, diretor, ou mesmo gerente de marketing e vendas.

Mas isso não importa. O que deve ser levado em consideração é a atividade dupla desse cargo de vendas.

Um gestor de marketing e vendas é responsável por coordenar as duas áreas. E isso é muito bom, principalmente em empresas que praticam o smarketing, isto é: o trabalho colaborativo entre marketing e vendas.

Sob a liderança desse gestor, deve haver um gerente de marketing e um gerente de vendas. Vamos ver o que este último faz?

Veja mais: Entenda o que faz um gestor de marketing e vendas e as vantagens de unir essas áreas

2. Gerente de vendas

  • O gerente de vendas deve liderar a área de vendas em todos os seus aspecto, do planejamento de vendas à gestão dos vendedores.
  • Ele deve alinhar os objetivos da área com os objetivos estratégicos da organização e definir planos de ação para a equipe comercial.
  • Dentre suas atribuições, podemos destacar:
  • definir metas de vendas;
  • orientar a equipe;
  • monitorar resultados e dar feedback;
  • motivar os colaboradores;
  • contratar e treinar talentos;
  • definir e pagar comissões de vendas;
  • gerenciar o funil de vendas;
  • entre outras.

Para isso, ele pode ser auxiliado por supervisores e por coordenadores.

Leia também: O que é ser gerente de vendas: 15 dicas para usar em seu dia a dia

3. Supervisor de vendas

Supervisionar é uma tarefa mais ligada a controle do que a orientação e delegação. Por isso, em muitos casos, esse cargo de vendas auxilia o gerente em tarefas como monitorar resultados, dar feedback, verificar o montante das comissões de vendas e auxiliar em treinamentos.

Mas lembramos que essas nomenclaturas não são seguidas à risca. E um supervisor de vendas pode ter as mesmas atribuições de um coordenador de vendas ou as de ambos, dependendo da empresa.

Confira: Como se transformar em um grande supervisor de vendas

4. Coordenador de vendas

  1. Coordenar significa auxiliar no trabalho em equipe, de forma que todos trabalhem na mesma direção e com os mesmos objetivos.

  2. Por isso o trabalho de coordenador de vendas pode estar mais ligado ao coaching, ao acompanhamento diário de ações ao lado dos vendedores, à busca de metas coletivas, ao uso de ferramentas de comunicação e gestão e a outras ações de integração da equipe.

  3. Seu objetivo é que a soma dos esforços de todos gere os resultados desejados, sem atritos e com a máxima produtividade.
  4. Veja também: O que faz um coordenador de vendas e 4 dicas para logo virar gerente

5. Consultor de vendas

Consultores de vendas são vendedores consultivos. Sua função é seguir os planos definidos pelos cargos acima descritos e realizar as tarefas de vendas do dia a dia, tais como:

  • prospecção de clientes;
  • qualificação de leads;
  • apresentação da empresa e de produtos ou serviços;
  • follow-up de vendas;
  • usar corretamente as ferramentas de vendas, como o CRM;
  • enviar e-mail, fazer ligações e videoconferências com leads e clientes;
  • visitar clientes;
  • criar apresentações;
  • redigir e enviar propostas comerciais;
  • negociar com clientes;
  • fechar vendas;
  • fidelizar clientes.

A verdade é que o cargo comercial de consultor de vendas se confunde bastante com o de executivo de vendas.

Vale notar que em algumas empresas a palavra consultor tem um peso maior que a palavra executivo, podendo representar um nível de senioridade maior.

Leia mais: O que faz um consultor de vendas? Sua empresa precisa dele?

  • Quer se tornar um vendedor de sucesso? Confira esta apresentação de slides com frases de grandes vendedores famosos:
  • 40 frases de vendedores de sucesso para você usar e abusar from Agendor
  • As atribuições são as mesmas de um consultor de vendas, para ambos os cargos.

Quanto à senioridade, é bastante comum que, no caso de um analista de vendas, ele seja menos qualificado ou experiente que um consultor de vendas. Mas essa não é uma regra, apenas uma situação bastante comum.

Todos esses três cargos de vendas podem contar com a ajuda de auxiliares e de uma equipe de suporte. Vamos entender isso melhor a seguir.

Confira em nosso blog: Executivo de Vendas: o que faz esse profissional?

7- Suporte a vendas

Help Desk, SAC e atendimento ao cliente são as formas mais comuns de suporte a vendas.

Nesse caso, fazem o atendimento de chamados, assistência técnica, reclamações etc. Isso pode ocorrer por telefone, chat ou mídias sociais.

Em algumas empresas bastante estruturadas, pode haver um suporte a vendas que inclua serviços diretos para os vendedores, como a emissão de notas fiscais, a criação de propostas, faturas e pedidos de vendas por meio de um processo bastante automatizado.

Saiba mais: Suporte a vendas: o que faz um profissional que atua nessa área?

8- Auxiliar de vendas ou assistente de vendas

Esses profissionais prestam todo tipo de auxílio para os consultores, executivas ou analistas de vendas. Podem ajudar a prospectar, fazer propostas, enviar e-mails, atender clientes etc. Sempre sob a orientação e supervisão de um vendedor.

Apenas algumas tarefas mais complexas, como negociação, criação de propostas e fechamento de vendas não são praticadas por eles.

Curioso para saber quanto se ganha no início desta carreira? Qual será o salário de um auxiliar de vendas? Confira este gráfico do site vagas.com:

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Veja também: Auxiliar de vendas: o que faz esse profissional, afinal?

9. Auxiliar administrativo de vendas

Sua função é bem semelhante à do auxiliar de vendas. Apenas acontece que este cargo de vendas tem um foco maior em atividades burocráticas e administrativas, e menos relacionadas com o contato com clientes.

Mas, como em muitos casos anteriores de cargos comerciais, isso é apenas uma tendência, não uma regra.

E um auxiliar administrativo de vendas, quanto será que ganha? Veja o gráfico do vagas.com:

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Leia mais: Descubra o que faz um auxiliar administrativo de vendas e como se destacar nessa carreira

Quer se tornar um grande líder de equipe comercial? Então, baixe nosso e-book gratuito: O GUIA para a gestão eficiente da equipe de vendas

Atendente de Loja – Atuação com pessoas!

O que faz um atendente de loja? Você se identifica com essa profissão? Tem interesse em investir porque acredita que tem as habilidades necessárias? Acompanhe-nos neste artigo que vamos te explicar tudo sobre a profissão de atendente de loja.

Atendente de loja: o que faz?

O atendente de loja é o profissional responsável por trabalhar com atendimento direto ao público atuando na linha de frente, entre o negócio e cliente.

Um dos principais pontos positivos da carreira que podemos destacar é a imagem da empresa que esse profissional exprime, visto que é o primeiro contato direto com o cliente e potencial comprador. Dessa forma, a impressão que um estabelecimento transmite é importante, especialmente a esse público alvo.

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

Além disso, a vantagem de atuar com o público é que promove o desenvolvimento das habilidades de se comunicar e se relacionar com as pessoas.

Inclusive, as empresas contratantes também possuem outras oportunidades internas. Ou seja, caso o profissional tenha interesse em atuar em outras áreas, que exijam bom relacionamento com cliente, é uma ótima chance.

Quais as habilidades de um atendente de loja?

O trabalho de atendente de loja exige certas habilidades e qualidades. Portanto, para cumprir adequadamente seus deveres, o profissional deve:

  • Ser cortês.
  • Ter paciência.
  • Ser prestativo.
  • Se mostrar atencioso.
  • Ter espírito de iniciativa.
  • Ser desinibido, sem ser incômodo.
  • Se mostrar uma pessoa agradável.
  • Ser cuidadoso no cumprimento de suas tarefas, por exemplo, no registro das transações comerciais realizadas.
  • Saber se comunicar bem com clientes, colegas e fornecedores.

Quais as funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios

Um bom vendedor precisa ter tudo a ver com o perfil da loja em que trabalha. Porém, o que acontece é que muitos lojistas se confundem quanto às reais funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios e acabam contratando mais um atendente do que um vendedor.

Mas, não se preocupe! Neste post nós vamos ajudar você a entender quais são as funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios. Então, Bora lá!

Quais são as funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios?

Nem só de metas vivem os vendedores. Existe todo um contexto relacionado à abordagem e o relacionamento com clientes. Entre os principais são sua postura, atitude e comportamentos que se alinhem à cultura de sua marca. Mas, o profissional de sua loja de moda e acessórios pode ir muito além dessas características.

Seus vendedores são essenciais na construção dos laços entre seus clientes e consumidores em potencial com sua loja. Por isso, é  importante que você entenda isso e consiga transferir as suas ideias para capacitar os seus profissionais e alinhá-los com a proposta do seu negócio.

Leia também:  Como Saber Quanto Gasta Um Aparelho?

Principais funções do vendedor

Que o vendedor é peça importante em uma loja já sabemos. Agora, que tal avaliar quais são as funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios que ele pode desempenhar no seu dia a dia?

Atendimento ao cliente

Um bom atendimento ao cliente é capaz de fidelizar e atrair novos consumidores até a sua loja de roupas.

Hoje, uma boa experiência de compra para o cliente é uma obrigação do lojista, e gera  elogios e recomendações, promovendo a reputação de sua marca. Então, muito disso começa com o cuidado que o seu vendedor tem ao atender e relacionar-se com os clientes.

Por isso, essa atividade exige algumas boas práticas cotidianas, como:

  • Recepcionar e atender o cliente que entra na loja;
  • Reconhecer os diferenciais de sua marca e usá-los como argumento de venda;
  • Conhecer o mercado para associar as suas soluções com as carências identificadas na concorrência;
  • Servir como um consultor de cada cliente que entra na sua loja de roupas, ficando mais em soluções do que bater a sua meta, simplesmente.
  • Demonstrar o produto, a fim de aumentar a confiança do cliente;
  • Prestar serviços aos seus clientes, orientando-os na venda e auxiliando-os no pós-venda.
  • Sugerir promoções, merchandising ou campanhas que atinjam os consumidores dos seus produtos em sua loja de roupas.
  • Analisar o desempenho dos atuais e novos produtos e checar também o ponto de venda, a fim de verificar se estão com um bom desempenho.

Portanto, o atendimento ao cliente é apenas uma das funções do seu vendedor. Então, ser um bom vendedor não para por aí!

Vestir a camisa

  • Um bom vendedor precisa gostar do que fez e principalmente do lugar onde trabalha.
  • Porém, para o vendedor ter sua motivação diária, suas ideias devem ser parecidas com a da loja, pois assim ele vai se sentir bem no ambiente de trabalho e vestir a camisa da empresa.
  • Portanto, crie um ambiente agradável na sua loja e trate seus vendedores como pessoas importantes para o seu negócio.
  • Gestão de pessoas não é uma das tarefas mais fáceis, mas, é essencial para o sucesso do seu negócio.

Poder de negociação

Seja no desconto de uma peça de roupa ou mesmo com os fornecedores, o seu vendedor conhece a realidade do mercado como ninguém.

Portanto, é importante dar a ele a autonomia necessária para fechar boas oportunidades de venda e qualificar ainda mais a sua loja de moda e acessórios!

Organização da loja e do estoque

O movimento em sua loja de roupas está baixo em algum período do dia? Então, estimule o senso de organização na sua equipe.

Peça que confiram às peças, se estão dobradas e bem passadas, no lugar certo, por tamanho, cores, modelos e etc, e se o local como um todo está organizado. Isso é de responsabilidade de todos os seus funcionários.

Mas, lembre-se que o estoque precisa de uma atenção especial para que o atendimento permaneça ágil , independente se a loja esteja vazia ou cheia.

Enfim, o vendedor tem uma série de responsabilidades. Porém, muitas delas devem ser orientadas, mantidas e aperfeiçoadas por meio de sua gestão próxima e preocupada em desenvolver os seus talentos internos.

Portanto, de nada adianta a cobrança se você não está à frente dessas mudanças exigidas por você na sua loja de moda e acessórios.

Uma boa forma de você conseguir essa aproximação com seus vendedores é através de feedbacks. Então, baixe nosso guia Uatt? Stop: uma ferramenta de feedback semanal e coloque em prática essa eficiente estratégia.

O que analisar na hora de contratar vendedor de loja?

Como Se Chama A Pessoa Que Trabalha Numa Loja?

As funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios devem se encaixar com o perfil da pessoa. Ou seja, quer dizer que em muitos casos você não precisa contratar uma pessoa com anos de experiência no mercado de trabalho. Você pode investir em uma pessoa sem experiência e treiná-la internamente. Porém, o que ela precisa é ter algumas características, como:

1) Autoconfiança

  • Ser positivo, trabalhar com alegria e felicidade;
  • Acreditar em seu potencial;
  • Gostar de ser vendedor;
  • Gostar de metas e desafios.

2) Persuasão

  • Saber argumentar, ter convicção;
  • Saber mostrar os benefícios do produto e as opções disponíveis;
  • Capacidade de convencimento;
  • Persistir, não desanimar frente aos primeiros obstáculos.

3) Comunicação

  • Saber observar os canais de comunicação;
  • Mudar a abordagem de vendas para conduzir os clientes;
  • Ouvir o cliente e descobrir seus anseios e necessidades;
  • Sensibilizar-se com os problemas das pessoas;
  • Perceber as reações dos clientes;
  • Estar atento aos sinais corporais das pessoas.

4) Comprometimento

  • Admirar a empresa;
  • Vestir a camisa da empresa;
  • Gostar dos produtos da empresa;

5) Flexibilidade

  • Conhecer e adaptar-se aos tipos de clientes;
  • Ter jogo de cintura para superar objeções do cliente;
  • Aceitar críticas e tentar mudar seus comportamentos;

6) Iniciativa

  • Ter iniciativa para abordar clientes potenciais;
  • Aproveitar as oportunidades de negócio quando surgem;
  • Resolver os problemas o mais breve possível;
  • Buscar novas formas de conseguir clientes;
  • Ser proativo, fazer sem esperar ser mandado.

7) Realização

  • Colocar metas para si mesmo;
  • Gostar de ganhar mais e mais, superar-se;
  • Tentar ser o melhor vendedor.

8) Encantar e fidelizar clientes

  • Prestar um bom atendimento, fazer o cliente sentir que é especial;
  • Responder às dúvidas dos clientes com honestidade;
  • Responder ligações dos clientes o mais rápido possível;
  • Ligar para os clientes que já adquiriram produtos;
  • Assumir pessoalmente a resolução de problemas com os clientes;
  • Surpreender o cliente, fazer mais do que ele espera normalmente.

Então, agora que você já sabe quais são as funções do vendedor da sua loja de moda e acessórios é hora de juntar tudo isso e ir atrás do vendedor ideal para seu negócio.

Com nosso manual de Recrutamento e Seleção de Vendedores você vai ter uma boa ajuda na hora de escolher seus vendedores. Baixe grátis clicando aqui.

Descubra o que faz um estoquista

O estoquista está mais presente na sua vida do que você imagina.

Sabe aquela compra on-line que você fez e não vê a hora de chegar? Pois foi um estoquista que foi lá, recebeu sua solicitação, localizou o produto no depósito, embalou e enviou para a transportadora.

Ou, quando você vai numa loja de material de construção e, depois de pagar, encontra os produtos organizados lhe esperando na saída, sem qualquer demora? Trabalho de um estoquista!

Esses profissionais são essenciais para toda essa logística comercial ágil e eficiente que a gente espera hoje em dia.

Mas não é só isso. O trabalho vai muito além.

A seguir, descubra o que faz um estoquista e o que fazer para brilhar nessa área!

O que faz um estoquista

  • Sem o estoquista, a vida das empresas seria um caos.
  • O motivo é que o profissional é estratégico para o manuseio, classificação, acomodação e distribuição de todos os tipos de mercadorias.
  • O que seria das gigantes do comércio eletrônico sem seus inúmeros estoquistas espalhados pelo mundo?
  • Como a China consegue exportar produtos para o mundo todo se não tivesse capacidade de gerir seus estoques adequadamente?
  • O Brasil, como um dos maiores exportadores de produtos agrícolas do mundo, não pode jamais abrir mão desses profissionais.
  • Até no supermercado do seu bairro há um estoquista trabalhando para que nunca faltem produtos essenciais para sua clientela.

É com o trabalho dos estoquistas que as empresas conseguem administrar estoques e armazenagens. Isso ajuda diminuir custos logísticos e atender à crescente demanda de consumo no país.

É uma atividade bastante complexa, que exige, por exemplo:

  • Aquisição de suprimentos, armazenagem, estoque e expedição.
  • Manter o estoque limpo e organizado.
  • Fazer controle de materiais que entram e saem.
  • Verificar e fiscalizar os produtos recebidos.
  • Elaborar relatórios de fluxo de mercadoria para o setor financeiro.
  • Colaborar para o processo de aquisição de novos produtos, evitando desperdícios.
  • Operar sistemas informatizados de controle de estoques.
  • Fazer etiquetagem e embalagem de produtos.
  • Acompanhar carga e descarga de mercadorias.
  • Fazer lançamento de notas fiscais e orçamentos.

O trabalho é bastante minucioso, exige atenção máxima aos detalhes e um senso logístico bastante desenvolvido. Ser organizado é imprescindível.

O estoquista encontra trabalho em empresas varejistas, no comércio eletrônico, no agronegócio, em indústrias, galpões, empresas de transporte, portos, aeroportos e no serviço público.

Quanto ganha um estoquista

A média salarial de um estoquista no Brasil é de R$ 1.600, segundo a plataforma Trabalha Brasil.

Com alguma experiência dá para elevar esse patamar para R$ 2.400.

Quem ainda está em início de carreira pode receber entre R$ 1.300 e R$ 1.800, dependendo do tamanho da empresa.

Para aumentar as chances de ganhar salários mais polpudos, o jeito é investir num curso de nível superior.

Um profissional de logística está ganhando entre R$ 3.400 e R$ 5.000, aproximadamente. Um gerente, entre R$ 10.000 e R$ 26.000.

Quem chegar a cargos de direção logística pode receber muito mais. O mercado paga entre R$ 20.000 e R$ 50.000 a esses profissionais!

Como ser um estoquista

Para trabalhar como estoquista não é necessário ter curso de nível superior. A maioria das empresas admite profissionais com apenas o ensino médio.

Mas a área, por estar se tornando popular, tem exigido um conhecimento mais específico dos profissionais.

Para ter mais chances, os interessados podem optar por um curso livre em escolas profissionalizantes.

A formação é bem curta. Em quatro meses, em média, o profissional já está pronto para encarar o mercado de trabalho.

Durante os estudos, ele aprende os principais conceitos que regem as atividades de um estoquista: cadeia logística, tipos de estocagem, transporte, pedidos, tecnologias de gestão de estoque, demandas, técnica quantitativa, projeção, custos, inovação e tendências.

Como estamos falando de uma área dinâmica e em ascensão, a demanda por gestores de estoques tem atraído um maior número de graduados para a área.

Essa tendência tem sido observada de uns anos para cá, turbinada pela popularização dos cursos superiores de tecnologia ? aquelas graduações mais curtas, focadas em áreas-chave do mercado de trabalho brasileiro.

  1. Em poucos semestres dá para obter uma formação de nível superior e entrar na área com um bom diferencial.
  2. O curso mais recomendando é, sem dúvidas, o de Logística, que tem dois anos duração e disponibilidade em centenas de faculdades pelo país.
  3. Veja mais detalhes no próximo tópico!
Leia também:  Quanto Dinheiro Dar Como Prenda De Casamento?

Faculdades ideais para quem quer fazer Logística

  • O curso superior de tecnologia em Logística pode ser encontrado em cerca de 460 faculdades pelo Brasil, a grande maioria (mais de 90%) na rede privada de ensino.
  • Muitas delas dispõem da opção EAD, em que os alunos podem estudar de casa e ainda receber um diploma reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).
  • É uma excelente alternativa para quem quer ter mais oportunidades na área, inclusive com chances de ocupar cargos de alta chefia, como uma gerência ou uma direção.
  • O segredo para ter um bom desempenho no mercado de trabalho é uma formação sólida, de qualidade.

Por isso a gente escolheu algumas das melhores faculdades de Logística para você conhecer.

Nelas há cursos presenciais e a distância com valores acessíveis.

  1. Confira:
  2. Veja também:
  3. Comércio Exterior: profissão, curso e carreira

Pensando em fazer um curso superior para ter mais chances na área? Conte para a gente nos comentários!

Trabalhar em supermercado é opção para começar carreira | VAGAS Profissões

Entenda por que seu primeiro emprego pode estar no varejo

por Cris Degani*

Trabalhar em supermercado, ou no varejo em geral, é a porta de entrada de muita gente para o mercado de trabalho. Isso acontece porque muitas das funções no comércio exigem pouco ou quase nenhum conhecimento específico.

Outro motivo é que quase sempre alguém tem um conhecido que já trabalha no comércio e pode indicar aquela pessoa. Para se ter ideia, no Estado de São Paulo, 2 milhões de pessoas trabalham com carteira assinada no comércio varejista segundo a Pesquisa de Emprego da Fecomercio SP.

Os principais cargos do comércio são operador de caixa, balconista, vendedor, encarregado de estoque, repositor de mercadorias, entregador, empacotador, auxiliar de limpeza e ajudante geral.

Os contratantes, sejam os próprios donos do estabelecimento, gerentes de loja ou pessoas de confiança procuram por profissionais honestos e comprometidos, que querem aprender, que sejam cordiais e não façam corpo mole!

Trabalhar em supermercado é uma experiência completa

O trabalho no varejo é também o primeiro emprego formal de muita gente. Isso porque trabalhar como operador de caixa, balconista, vendedor, estoquista etc.

é uma experiência completa em termos de contato com clientes, organização de mercadorias nas gôndolas, relacionamento com distribuidores e negociações com clientes e fornecedores.

Cada vez mais lojas, supermercados e farmácias aceitam menores aprendizes como para ocupar essas posições.

Hugo Lima começou a trabalhar com 15 anos como embalador, em um pequeno supermercado. Ele conta que rapidamente passou de embalador de supermercado para outras funções, como repositor de mercadorias, entregador e estoquista. “Foi um grande aprendizado, eu amo trabalhar com o público, acho que a gente aprende muito escutando o cliente”, diz.

Para ele, é fundamental que a pessoa saiba conviver em um ambiente cercado de muitas pessoas diferentes (clientes, funcionários, fornecedores, entregadores, chefes e donos do negócio). Além disso, ele fala: “você não tem de ser o melhor funcionário, mas um dos melhores, sempre mostrar ‘serviço’, que está aprendendo com os outros mais experientes e melhorando”.

Dicas para trabalhar como operador de caixa

A operadora de caixa Eliana Lopes, que trabalhou em um grande hipermercado por muitos anos, tem experiência no assunto.

Além de ser atento e proativo, Eliana orienta que o profissional recém contratado seja um bom ouvinte e atenda os clientes com calma.

“O operador de caixa de supermercado tem de ser uma pessoa que saiba trabalhar em equipe, tenha respeito pelo próximo e coloque amor no seu trabalho”, conta ela.

Outra profissional que trabalhou como caixa por mais de 10 anos foi Sandra Levandosky. Foi o primeiro trabalho dela. São três as qualidades que ela reconhece como fundamentais nessa profissão: simpatia, atenção com as mercadorias e a cobrança e envolvimento com os clientes no atendimento.

“Muitas vezes o cliente acaba desabafando com você, contando uma história, e temos de ser receptivos. Alguns acabando voltando e escolhendo o seu caixa porque você não só atendeu ele bem, mas foi um ombro amigo quando ele precisou”, Sandra confidencia. Ela aprendeu que o sorriso e a boa educação são importantes para a profissão, assim como evitar bater papo na frente dos clientes.

Muitas das atividades que executou lá, como tirar notas fiscais, atender no balcão e resolver problemas, ajudaram a se soltar mais – ela era muito tímida -, crescer profissionalmente e na vida pessoal também.

Para aproveitar boas oportunidades, Sandra sugere que os estudantes de ensino médio participem de processos seletivos como operador de caixa ou mesmo que procurem oportunidades próximo de suas residências.

“Vejo que o salário médio é bom para quem quer fazer faculdade e melhorar de vida. E, além disso, tem a carreira no supermercado dependendo do tamanho do negócio”.

No Mapa VAGAS de Carreiras, o salário médio de um caixa é de R$ 1.400,00.

Confira outras dicas de quem já trabalhou nessa área:

  • Se você trabalha em uma loja, supermercado ou farmácia pequenos, saiba mais sobre os produtos que o estabelecimento comercializa. Muitas vezes os clientes ficam com dúvidas ou querem uma opinião quando chegam no caixa;
  • Contar troco, familiarizar-se com as notas de dinheiro e moedas é muito importante;
  • Evite conversar com colegas sobre assuntos pessoais. É desrespeitoso com o cliente, porque mostra que a atenção não está nele;
  • Pergunte sempre a forma de pagamento. Pode parecer óbvio, mas é do operador de caixa que deve vir a pergunta após passar as compras.

*Cris Degani é formada em Jornalismo e desde o início da carreira trabalha com Marketing e Negócios Digitais. Está na VAGAS.com há 7 anos e atualmente é Marketing de Produto de soluções de R&S para o pequeno varejo (MPEs).

Profissões da área de moda. Confira Infográfico completo!

  • Você conhece as profissões da área de moda?
  • Um dos setores que mais emprega no país, a indústria da moda conta com uma série de profissionais atuando em diversas atividades, numa verdadeira cadeia de produção que envolve desde a idealização, passando pela confecção, divulgação até a venda de cada peça produzida.
  • Mas afinal, quais são os diferentes profissionais envolvidos nessa área tão inspiradora?
  • Confira no infográfico abaixo a função de cada um dos profissionais, como atuam e quais competências precisam ter, além de outros detalhes interessantes sobre esse universo.

COOLHUNTERRealiza pesquisas para direcionar coleções de moda, sendo responsável por traduzir as macrotendências em oportunidades de negócio.
Precisa estar conectado ao que acontece no mundo e como isso influencia o consumo. Trabalha para uma marca ou presta consultoria.

#antenado #curiosidade #repertório

  • CONSULTOR DE MODAAjuda uma empresa a criar um produto viável, competitivo e adequado à identidade da marca. Trabalha como autônomo em lojas e confecções.
    #criatividade #estratégia

  • ESTILISTA Cria, desenha e desenvolve roupas, acessórios e coleções de moda. Atua em parceria com o modelista e trabalha para uma marca, confecção ou é autônomo.
    #criatividade #empreendedorismo #repertório

  • DESIGNER DE ESTAMPASCria e desenvolve estampas para moda e decoração. Trabalha para marcas, tecelagens, estamparias, confecções.
    #criatividade #inovação

  • ModelistaFaz os moldes e constrói a roupa, desenvolvendo as peças-piloto da coleção. Atua em parceria com o estilista, sendo responsável por transformar a criação em realidade. Trabalha para uma confecção ou tem seu próprio ateliê.
    #técnica #praticidade

  • Gestor de ProduçãoGerencia todas as operações de produção de uma confecção.
    #liderança #gerenciamento

  • PiloteiraÉ uma costureira especializada que fabrica a peça-piloto a partir das orientações do estilista e do modelista. Trabalha em confecções.
    #praticidade #concentração

  • CostureiraÉ quem confecciona roupas, trabalhando como autônoma ou em confecções.
    #habilidade #praticidade #concentração

  • GERENTE DE PRODUTOÉ responsável pelo plano de negócios, planejamento financeiro e ciclo de vida de um produto no mercado. Trabalha para uma marca ou confecção.
    #liderança #organização #estratégia

  • >MARKETING DE MODACria e desenvolve a estratégia de marketing para uma marca de moda. Trabalha diretamente com uma marca ou com um conjunto de marcas.
    #comunicação #inovação #criatividade #estratégia

  • StylistTraduz em imagens o conceito de uma marca ou coleção de moda. Trabalha para agências de moda, para uma marca ou é autônomo.
    #criatividade #repertório #liderança

  • Produtor de modaÉ quem produz desfiles de moda, campanhas publicitárias, ensaios fotográficos e catálogos de marcas. Atua em parceria com o stylist, executando um projeto criado por ele. Trabalha para uma marca, como autônomo, em eventos e produções de moda.
    #praticidade #proatividade

  • Editor de ModaProduz e orienta conteúdos (escritos e de imagem) sobre moda. Desse modo, atua como influenciador e formador de opinião. Trabalha em revistas, mídias sociais, internet.
    #antenado #criatividade

  • PROFISSIONAL DE MÍDIAS SOCIAIS Trabalha com a divulgação de conteúdos de moda. Isto é, apura, pesquisa, entrevista, escreve e também produz imagens. Trabalha para uma marca ou expondo suas opiniões. Assim, atua como influenciador e formador de opinião.
    #antenado #criatividade

  • FigurinistaCompõe ou cria as roupas de uma personagem para produções artísticas. Para isso, domina a linguagem das artes: teatro, cinema, TV. Trabalha como autônomo em produções artísticas ou em uma empresa.
    #criatividade #imaginação #repertório

  • Comprador de ModaDefine e executa a estratégia de compra de um produto de moda. Trabalha para loja ou confecção. Em loja: seleciona peças prontas atendendo um público específico. Em confecção: compra itens para a produção das peças da coleção.
    #estratégia #negociação

  • VISUAL MERCHANDISER Define a identidade visual da loja de acordo com a proposta da marca e da coleção. Para isso, cria a experiência do consumidor no momento da compra. Trabalha para uma marca ou como autônomo em lojas físicas e virtuais.
    #empreendedorismo #criatividade #organização

  • VENDEDOR DE MODA Vende produtos de moda para lojas e marcas, no atacado e no varejo.
    #argumentação #persuasão #agilidade

  • CONSULTOR DE IMAGEM Orienta a composição da imagem pessoal ou profissional, prestando uma consultoria. Para isso, cria estilos, monta looks, acompanha a compra de novas peças e organiza o guarda-roupa.
    #sensibilidade #carisma #credibilidade

Está pensando em fazer um curso, iniciar uma carreira na área de moda ou se especializar? Conheça os cursos do Senac.

  1. Colaboração:
    Tatiana Putti, coordenadora de Moda do Senac São Paulo;
  2. Carla Maria Beatriz da Costa Fontes, docente do Senac Jundiaí.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*