Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Saber como ganhar visualizações no YouTube está entre os principais desafios para empresas ou pessoas que queiram expandir seus negócios na internet.

Afinal, são mais de um bilhão de usuários ligados na rede, segundo o próprio YouTube. Isso quer dizer que um terço da internet está lá.

  • Além disso, mais de um bilhão de horas de vídeos são assistidos na plataforma todos os dias.
  • Olhando esses dados, parece até loucura que ainda existam marcas ignorando o poder dessa mídia social para evoluir.
  • Mas, verdade seja dita: conseguir as tão sonhadas visualizações no YouTube não é tarefa fácil e nem acontece da noite para o dia.
  • Envolve comprometimento, estratégias bem definidas, bastante dedicação e uma boa dose de criatividade.
  • Isso não quer dizer também que seja impossível.
  • Foi pensando nisso que eu criei esse tutorial com 19 dicas infalíveis para você alcançar visualizações no YouTube.
  • Vamos lá?

Antes de produzir o próximo conteúdo para seu site, você precisa definir uma estratégia de marketing de conteúdo que vá trazer resultados para o seu negócio. Então clique aqui e veja o Guia Passo a Passo do Marketing de Conteúdo.

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

O que dá mais visualizações no YouTube?

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

  1. Não existe um fator isolado, e sim uma série de ações que vão ajudar a conquistar visualizações em seu canal.
  2. Talvez a métrica mais importante a se considerar seja o tempo que as pessoas passam assistindo ao seu vídeo.
  3. É preciso que ele seja interessante e útil desde o começo.
  4. E como conseguir essa proeza?

Isso é o que eu vou abordar nos próximos tópicos. Então, fique de olho!

1. Tenha objetivos claros em mente

  • Antes de mais nada, você precisa definir qual é a sua intenção com a publicação dos vídeos.
  • É importante entender que cada conteúdo que você posta pode gerar diferentes resultados para o seu negócio.
  • E o que as empresas geralmente buscam no YouTube?
  • Existem várias respostas para essa pergunta:
  • Autoridade
  • Reconhecimento da marca
  • Conversão
  • Leads
  • Aumento de vendas.
  1. E por aí vai.
  2. Quanto mais claro seu objetivo estiver, mas facilmente você produz e direciona seu conteúdo.

  3. Essa etapa também vai ajudá-lo a planejar o call to action ideal, ou seja, orientar que o usuário contribua com sua meta ao realizar uma ação.
  4. Portanto, foco na estratégia!

2. Determine o tipo de vídeo

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

  • Escolha que tipo de assunto que você vai abordar com seu público.
  • Quem está acostumado a usar o YouTube, sabe da quantidade gigantesca de temas que existem na plataforma.
  • Mas, por favor: não caia no erro de querer agradar a todos e falar sobre tudo o que der na telha.
  • Isso é um erro muito comum e deve ser evitado para que você não perca inscritos.
  • Quer saber por quê?
  • Quando a pessoa assiste ao seu vídeo e começa a te seguir, é porque se interessa pelo tema sobre o qual acabou de visualizar e, muito provavelmente, quer receber mais atualizações sobre aquele assunto específico.
  • Se esse usuário resolveu se inscrever no seu canal por causa do seu vídeo sobre cinema, por exemplo, ele vai ficar no mínimo confuso caso, na próxima semana, se depare com um conteúdo com dicas de maquiagem, concorda?
  • Logo, se você começa a divagar sobre outros assuntos, a pessoa simplesmente não tem mais por que te seguir.
  • Você estará, no mínimo, causando um “flood” no YouTube dela com conteúdos aleatórios.

O mesmo vale para as empresas. É importante que os temas definidos tenham a ver com a sua área de atuação, com seu segmento de mercado.

Entre os tipos de vídeo mais comuns, estão:

  • Reviews de produtos
  • Tutoriais e “Faça você mesmo”
  • Vlogs
  • Gaming
  • Humor.

Seja qual for o seu caso, lembre-se de que ter autoridade no assunto é fundamental.

Ninguém quer assistir a um vídeo que não passa confiança no que apresenta, e nem você vai conseguir produzir conteúdos bons o suficiente se não dominar o tema escolhido.

3. Foque na relevância do conteúdo

Antes de começar um roteiro sobre seu conteúdo, faça as seguintes perguntas:

  • O meu conteúdo é relevante para meu público?
  • O conteúdo é capaz de resolver um problema?
  • Ele é útil para quem assiste?
  • É melhor do que o conteúdo dos meus concorrentes?

Caso a resposta seja sim para todas essas perguntas, então, vá em frente.

Se não, talvez você precise rever sua estratégia.

É sempre bom lembrar que o usuário está a apenas um clique de um próximo vídeo. E se ele não enxergar utilidade em um conteúdo, não tem por que perder tempo ali.

4. Interaja com seu público

10 dicas e truques do YouTube para iniciantes

É difícil encontrar alguém que não conheça o YouTube. O famoso site de streaming de vídeos está presente na vida de muitas pessoas e familiarizar-se com a forma como ele funciona não é uma tarefa muito complicada. No entanto, existem maneiras de melhorar sua experiência no site.

A primeira dica é criar sua própria conta de usuário no YouTube.

Mesmo que você não tenha a intenção de se tornar um youtuber famoso ou sequer enviar um vídeo qualquer para a plataforma, saiba que existem vantagens interessantes ao usar o serviço logado com sua conta.

Para começar, você pode dizer se gostou ou não de um vídeo, deixar comentários a seu respeito, criar playlists com seus clipes favoritos, entre outras coisas.

Veja mais algumas dicas de como tirar melhor proveito do YouTube.

1. Organize seus vídeos prediletos

Depois de criar sua conta no YouTube e realizar o login no site, você pode começar a utilizar o serviço para adicionar vídeos à sua lista de favoritos ou compilar vídeos em playlists – uma ótima forma de criar compilações de videoclipes das suas bandas prediletas, por exemplo.

Para fazer isso, navegue até o vídeo em questão e clique no botão “Adicionar a”, que fica logo abaixo do vídeo. Em seguida, escolha no menu que será aberto o local onde deseja salvar o link. Você pode escolher entre playlists criadas automaticamente pelo YouTube ou então criar playlists personalizadas de acordo com suas preferências (Música, Vlogs, Tecnologia, entre outros).

Leia também:  Bitcoin O Que É E Como Funciona?

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Imagem: Captura de tela / Canaltech

Os vídeos salvos poderão ser acessados novamente por meio do menu do YouTube, localizado no canto superior esquerdo do site e indicado pelo ícone dos três traços horizontais. Ao abrir uma playlist específica, você também poderá alterar suas configurações de privacidade:

  • Particular: pode ser visto apenas por você e pelos usuários que selecionar
  • Não listada: não será listada nos resultados de pesquisa do YouTube, mas qualquer um que tenha o link poderá visualizá-lo
  • Pública: qualquer pessoa pode vê-la

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Imagem: Captura de tela / Canaltech

2. Compartilhe

Algoritmo do YouTube: entenda por que ter menos visualizações é uma ótima notícia para o seu negócio

Por causa do algoritmo do YouTube, quanto mais inscritos você tiver, menos visualizações o seu conteúdo vai receber… E isso é uma ótima notícia para o seu negócio

Eu sei que isso pode soar contra intuitivo, mas fica comigo que vai fazer sentido. 

Talvez você não saiba, mas o YouTube ganha dinheiro por meio dos anúncios que rolam na plataforma. Nada de errado com isso. Só que esse é o modelo de negócio da empresa.

É por isso que quanto maior for o seu canal, mais ele restringe a distribuição orgânica do seu conteúdo para te estimular a anunciar. 

Esse é o motivo das suas visualizações diminuírem, mesmo com o seu número de inscritos aumentando. 

Mas, calma. Como eu disse, isso na verdade é uma boa notícia para você.

  • O fato é que para criar uma audiência interessada no seu produto ou serviço, existem dois tipos de ferramenta que você precisa utilizar. 
  • O primeiro tipo é uma ferramenta de descoberta, capaz de mostrar o seu negócio para o maior número possível de pessoas que ainda não te conhecem.
  • A segunda ferramenta é um meio para você aprofundar o seu relacionamento com as pessoas que descobriram a sua marca.

O lance é que o YouTube é uma ferramenta do primeiro tipo, um meio para as pessoas conhecerem a sua empresa. E, para ter resultado, você precisa usá-lo corretamente. 

  1. Porque se você tentar utilizar uma ferramenta para executar uma ação para a qual ela não foi desenvolvida, as chances são que ela não vai  funcionar muito bem.
  2. É como se você tentasse cortar um pedaço de madeira com um martelo ou pregar um prego na parede usando um serrote. 
  3. Ou seja, você precisa focar o uso do YouTube para que cada vez mais pessoas conheçam a sua marca e se interessem em se relacionar com ela.
  4. Depois é que você aprofunda esse relacionamento com outras ferramentas mais adequadas para isso.
  5. A boa notícia é que você está descobrindo isso agora. 
  6. Caso contrário, você poderia insistir no erro de utilizar o YouTube como uma ferramenta de relacionamento e não de descoberta. 
  7. Quer saber como aproveitar todo o potencial da plataforma para que o seu negócio seja descoberto pelo máximo possível de pessoas? 
  8. Então, fica comigo até o final deste artigo que eu vou te mostrar como isso é possível, tim tim por tim tim.
  9. Mas antes, você precisa entender…

Como o algoritmo do YouTube funciona?

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

  • O algoritmo do YouTube coordena e organiza os vídeos para garantir que o usuário receba conteúdo personalizado e relevante. 
  • Isso vale para todas as seções da plataforma: pesquisa, página inicial, vídeos sugeridos, tendências e assinaturas (eu vou te falar sobre cada um deles mais pra frente). 
  • O principal objetivo é entender as escolhas e o comportamento do usuário cada vez melhor, para mantê-lo o maior tempo possível dentro da plataforma, além de incentivar visitas regulares. 
  • Para isso, o algoritmo considera dados como os vídeos consumidos, tempo gasto assistindo cada conteúdo e itens marcados com “gostei”, “não gostei” e “não estou interessado”.
  • Todas essas informações são agrupadas para criar o perfil do visitante e determinar o que será exibido de acordo com os interesses de cada um.
  • Isso quer dizer que ele verifica o grau de satisfação ou insatisfação do espectador em relação a cada vídeo.
  • Aos poucos, o algoritmo trabalha aprimorando o conteúdo que entrega para aumentar esse nível de satisfação por meio das recomendações que faz. 
  • Além disso, existe uma pontuação que considera a frequência de postagens do canal, além do fator novidade do vídeo. 
  • Vale lembrar que ele não desempenha a função de julgar se um conteúdo é bom ou não, mas de garantir que cada pessoa que utiliza a plataforma encontre os vídeos que gosta. 
  • Agora eu vou te falar em detalhes sobre os aspectos que são mais relevantes para o YouTube. 

Métricas importantes para o algoritmo do YouTube

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Para você entender melhor como o algoritmo faz essa classificação, eu vou te mostrar os três pontos mais relevantes na hora de determinar o que será promovido ou não pela plataforma.

O que é o Watchtime?

  1. Watchtime, ou tempo de sessão,  é o tempo que o usuário passa assistindo ao seu vídeo – o que é diferente do número de visualizações.

Como funcionam as visualizações do YouTube? Sete perguntas e respostas

Como Saber Quem Visitou Meu Canal No Youtube?

Como colocar vídeo do YouTube nos Stories do Instagram

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Como é feita a contagem de visualizações do vídeo?

O YouTube contabiliza a visualização de um vídeo assim que ele é aberto por um visitante. Não há tempo mínimo para ficar assistindo.

Se alguém abrir seu vídeo, a visualização já é contabilizada, mesmo que a pessoa assista por apenas alguns pouquíssimos segundos e desista.

Se ele sair antes do fim, porém, isso contará negativamente contra a retenção do vídeo, que é um índice que calcula por quanto tempo as pessoas assistiram ao conteúdo – e pode impactar no alcance, mais tarde.

Leia também:  Como É Que Se Forma Um Vulcão?

1 de 7
A visualização no YouTube é contabilizada assim que o vídeo é executado — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

A visualização no YouTube é contabilizada assim que o vídeo é executado — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

O alcance não é medido apenas com base na retenção, mas ela auxilia o algoritmo do YouTube a entender se o seu conteúdo é relevante ou não. Se a taxa retenção for baixa, a plataforma, de maneira automatizada, pode entender que o vídeo não é relevante e, assim, ele não será mostrado com tanta frequência para outros visitantes.

Como aumentar as visualizações de um vídeo?

Não há uma fórmula mágica para aumentar as visualizações de um vídeo. O principal segredo é a divulgação, seja manual ou por meio do algoritmo do YouTube. Depender do algoritmo, porém, nem sempre é o ideal, já que ele muda constantemente e suas “regras” para divulgar vídeos a outros usuários nem sempre são claras.

2 de 7
Investir em capas e conteúdos interessantes ajudam na visualização no YouTube — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Investir em capas e conteúdos interessantes ajudam na visualização no YouTube — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

O ideal é que seu vídeo não seja tão grande – 10 minutos ou menos – e que cumpra todas as funções de cadastro na hora de enviar o conteúdo.

Ou seja, preencha TAGs, coloque uma capa chamativa, use o campo de descrição do vídeo para descrevê-lo de fato, insira telas finais, entre outros elementos interativos.

Se as visualizações não subirem, tente novas abordagens em seu conteúdo, sempre dentro das regras do YouTube.

A partir de quantas visualizações o YouTube paga?

O sistema de monetização do YouTube mudou desde o início de 2018. Para começar a ganhar dinheiro com seu canal, é necessário cumprir dois pré-requisitos: o primeiro deles é ter, pelo menos, mil inscritos; em segundo lugar, é preciso ter, pelo menos, 4 mil horas de conteúdo visualizado nos últimos 12 meses. A partir daí, é possível ativar o sistema de pagamentos para o canal.

3 de 7
Seu canal precisa atingir requisitos para ser monetizado no YouTube — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Seu canal precisa atingir requisitos para ser monetizado no YouTube — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Além disso, se o seu canal e seus vídeos forem de conteúdo infantil, eles não serão monetizados e não renderão dinheiro, conforme determinou o YouTube a partir de janeiro de 2020, em nova mudança estabelecida e pré-comunicada.

Como ganhar dinheiro no YouTube?

Além do sistema de monetização já informado, de acordo com as regras do YouTube, há outras formas de ganhar dinheiro na plataforma. A primeira delas é realizar lives, transmissões ao vivo, em que os usuários podem doar dinheiro em tempo real para quem está transmitindo, para que os comentários fiquem destacados por um tempo determinado, de acordo com o valor.

4 de 7
Exemplo de Super Chat fornecido pelo próprio YouTube — Foto: Divulgação/YouTube

Exemplo de Super Chat fornecido pelo próprio YouTube — Foto: Divulgação/YouTube

O Super Chat só está disponível, porém, para quem tem o canal já com a monetização ativa.

Outro método para ganhar dinheiro com seu canal na plataforma é ativar os Clubes, uma forma que permite ao usuário assinar o canal, ser membro para receber conteúdos exclusivos e benefícios.

Para ter acesso aos clubes, porém, é preciso ter, pelo menos, 30 mil inscritos, ter o canal monetizado e mais de 18 anos. Além disso, os Clubes não estão disponíveis para canais de conteúdo infantil.

O que acontece com quem usa bot ou compra visualizações?

A compra e uso de bots para aumentar inscritos ou visualizações no YouTube é terminantemente proibida pela plataforma. Quem usar está sujeito a suspensão e perda do canal e de qualquer monetização que ele já tenha gerado. A prática não é recomendada em nenhum aspecto.

5 de 7
Nunca use nenhum tipo de bot no YouTube, você pode perder o anal — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Nunca use nenhum tipo de bot no YouTube, você pode perder o anal — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Como ver o número de visualizações em tempo real?

Não há uma forma exata e nativa para ver as visualizações em tempo real de vídeos do YouTube – apenas quando são realizadas transmissões ao vivo. A página do YouTube Analytics, acessada pela própria plataforma, concede um número aproximado de “tempo real”, mas o próprio YouTube informa, em sua página de ajuda, que o número é aproximado e pode não corresponder à realidade.

6 de 7
YouTube fornece dados de visualização, mas em tempo real apenas aproximado — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

YouTube fornece dados de visualização, mas em tempo real apenas aproximado — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Como resolver quando as visualizações caem ou travam?

Quando as visualizações médias de um vídeo caem, o ideal é repensar o conteúdo. Se as visualizações estão caindo, então seu público está parando de consumir no seu canal e buscando as mesmas informações ou conteúdo similar em outros locais.

7 de 7
Se as visualizações caírem ou travarem no YouTube, tente mudar o conteúdo — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Se as visualizações caírem ou travarem no YouTube, tente mudar o conteúdo — Foto: Reprodução/Felipe Vinha

Já se as visualizações travarem, é provável que seja um bug temporário do YouTube, que deve ser corrigido automaticamente. No entanto, se as visualizações permanecerem travadas por um dia ou mais, entre em contato com o suporte oficial do YouTube, para tentar reestabelecer a contagem normal.

Vale lembrar ainda que há outras formas de ganhar dinheiro com o YouTube, como patrocínios externos, mas as regras não são de responsabilidade da plataforma.

5 Opções do Youtube Analytics Que Você Deve Usar

Tem um canal no Youtube? Pois fique sabendo que dentro dele há um recurso gratuito e MUITO BOM que, provavelmente, está sendo ignorado por você. O nome dele é Youtube Analytics.

Leia também:  Como Conquistar Um Homem Que Só Quer Sexo?

Para que serve o Youtube Analytics?

  • O Youtube Analytics é uma ferramenta de acompanhamento de métricas que todo canal possui, ou seja, é ela que vai te dizer se o seu canal está indo bem ou não, se está crescendo rápido ou devagar.
  • Para você ter ideia, com o Youtube Analytics é possível saber:
  • – Quais vídeos mais fizeram com que as pessoas se inscrevessem no seu canal
    – Como as pessoas chegaram até o seu vídeo (redes sociais, pesquisas no Youtube, vídeos relacionados…)
  • – Em que aparelho as pessoas estão assistindo aos seus vídeos (computador, smartphone, TV…)
  1. Estes são apenas alguns exemplos de tudo que pode ser medido e avaliado com a ajuda do Youtube Analytics, e se você não tem conhecimento algum sobre marketing, vou te dar uma dica: esses dados são bem valiosos…
  2. Para que você não fique perdido, confira algumas das funções mais úteis do Youtube Analytics e veja algumas dicas de como utilizá-las para aplicar melhorias em seu canal.

1- Visualizações em tempo real

Quer saber se vale a pena postar em um determinado horário? Recomendo que use a opção “Em Tempo Real”.

  • Ela mostrará o desempenho de visualizações dos seus vídeos nas últimas 48h através de um gráfico que mostra o número de visualizações por hora.
  • Ao selecionar a opção, apenas os vídeos mais recentes aparecerão, mas há uma barra de pesquisa no topo da página que pode ser utilizada para que você analise qualquer um dos vídeos do seu canal.
  • Essa é uma boa forma de medir o impacto dos seus vídeos e de descobrir quais são os horários mais populares entre o seu público.
  • Foi assim que eu descobri, por exemplo, que para ter muitas visualizações em pouco tempo os melhores horários para postar vídeos no meu canal são entre 13h e 14h ou entre 19h e 20h.

No entanto, fique atento. Dias de semana, finais de semana e feriados possuem estatísticas diferentes e precisam de testes separados.

2- Inscritos e Não Inscritos

  1. Talvez você nunca tenha notado, mas há uma opção que permite você selecionar como os dados serão exibidos:
  2. 1- Exibir dados apenas de inscritos
    2- Exibir dados apenas de NÃO inscritos
  3. 3- Exibir dados de ambos
  4. A opção 3 é exibida automaticamente, mas eu realmente aconselho que você tire um tempo para também avaliar os dados separados. Vou te dizer o motivo…
  5. Ao fazer isso descobri quais quadros e vídeos do meu canal mais chamavam a atenção dos inscritos e quais eram mais populares entre os não inscritos, e essa informação é praticamente uma mina de ouro, veja só.

Com isso, posso personalizar mensagens de anotação para cada tipo de vídeo. Uma mensagem para os inscritos, por exemplo, seria diferente de uma mensagem para os não inscritos, assim como as minhas indicações de vídeos.

Assim é possível fazer uma melhor divulgação e construir uma comunicação personalizada de acordo com o público-alvo de cada vídeo.

Além disso, essas informações também me ajudam na definição de pautas e montagem do cronograma do canal.

3- Dispositivos

As anotações costumam marcar muita presença nos seus vídeos? Então é bom dar uma olhada nos tipos de dispositivos que o seu público mais usa para ter acesso aos vídeos do seu canal, pois elas não aparecem em smartphones.

  • No meu caso, 39% do público que viu meus vídeos no mês de outubro estava usando um smartphone, como você pode ver na imagem abaixo.
  • Consultando outros períodos, vi que a média de público que acessa os vídeos através dos smartphones sempre é superior a 30%.
  • Dependendo da porcentagem que for apresentada em seu canal, considere usar mais Youtube Cards e até mesmo usar “anotações” inseridas na própria edição do seu vídeo.
  • Se você não prestar atenção nestes dados e apenas continuar a usar as anotações, a eficácia delas não será tão alta…

4- Origens de Tráfego

Sinceramente, esta é uma das melhores opções do Analytics, pelo menos na minha opinião.

Ela permite que você saiba como as pessoas chegaram até o seu canal. Foi através de uma pesquisa no Youtube? Vídeo Relacionado? Uma fonte externa?

  1. A partir dos dados observados é possível saber se o seu canal está bem otimizado ou não, e quais são os termos que mais geram visualizações para você, ou seja, quais são os vídeos que você produziu cujo assunto é mais procurado pelo público.
  2. Com essa informação em mãos, você pode planejar a criação de uma série de vídeos que aborde o tema mais procurado pelo seu público, por exemplo, ou fazer a mesma coisa com o vídeo que mais gerou visualizações através dos “vídeos sugeridos”.
  3. Outra dica interessante é procurar um padrão de TAGs nos vídeos que mais geraram visualizações como sugeridos.

5- Retenção de Público

Você pode ter milhares de visualizações, mas isso não adianta muito quando a retenção de público do seu canal é baixa.

A retenção representa o tempo médio que as pessoas passam nos seus vídeos. Será que elas assistem apenas aos primeiros segundos ou ficam alguns minutos?

  • Analisar a retenção é muito importante, seja individualmente, consultando vídeos específicos, ou de modo geral, analisando a retenção do canal como um todo.
  • A partir disso você pode fazer alterações importantes, como mudar o tempo médio de duração dos seus vídeos ou dar um aviso em uma parte do vídeo que tende a ter uma maior retenção para poder alcançar mais pessoas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*