Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

Você criou suas próprias playlists? Está tão empolgado que já está esperando por milhares de seguidores? Mas dia após dia, a não ser um ou dois amigos, você não conseguiu mais seguidores. Qual o problema? Vocês criaram as playlists “perfeitas”…então porque ninguém segue?

Para começar, pense nas playlists que você já segue e porquê você segue elas. Quando você quer escutar novas músicas de EDM, digita “EDM” e clica nas duas ou três primeiras playlists que tem mais seguidores, certo? E as outras dez mil que talvez sejam melhores? Bom, você nunca saberá. De qualquer forma, eu vou dar alguns conselhos a partir da minha experiência pessoal para te ajudar.

Aqui vão alguns conselhos que realmente me ajudaram e que também devem ajudar vocês:

1. Escolha um nome sólido e NÃO mude-o

Eu comecei com o SchniTunes um ano atrás quando eu percebi que minha playlist Adderall tinha mais de 500 seguidores. Eu nunca tinha contado nada para as pessoas. De vez em quando alguns amigos me mandavam mensagens falando que me viram escutando essa playlist e que eles tinham gostado muito. Foi então que eu percebi que Adderall, como gênero musical, é único e muito procurado.

Existem muitas playlists com nomes genéricosPregame, Electronic, Old School Rap …crie algo diferente e único que se destaque – eu recomendo nomear a playlist em função de um humor, de um sentimento ou até mesmo de um conceito. É só ver algumas das maiores playlists do Spotify.

Por exemplo: “Creamy”, “Brain food” e “Most necessary.” são geniais. Você não consegue definir exatamente o gênero, mas é atraente. Nomear a minha playlist de Adderall foi certamente a razão inicial que me fez ganhar mais seguidores em termos de pesquisa orgânica.

Quando você já tiver um nome, não mude-o!

2. Entenda o seu público-alvo e o que ele quer

O Spotify te oferece a possibilidade de criar um público-alvo. Coloque-se no lugar de seus fãs e entenda o que eles estão procurando escutar. Se eles estudam, se eles correm, se eles treinam – crie ambientes.

Mas não esqueça que antes de tudo essas playlists são feitas por você e para você, NÃO para os outros, essa é a melhor forma de atrair ouvintes.

Se você criar uma playlist para estudar, coloque-se na situação e veja se vocês gostariam de escutá-la.

Outra dica: quando as pessoas buscam uma playlist, elas escutam de 3 a 5 músicas antes de decidir se vão seguir as playlists ; certifique-se que as suas músicas favoritas estão no topo da lista.

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

Crie uma vibe com suas próprias playlists

3. Reddit

Eu publiquei minhas playlists no Spotify em diferentes sub-reddits. Isso fez realmente a minha playlist crescer. Além disso, eu encontrei músicos incríveis que me mandaram suas músicas por mensagem no Reddit.

Os threads Reddit é provavelmente minha ferramenta preferida para promoção gratuita e orgânica – você têm por exemplo  r/spotifyplaylists, r/chillstep, r/electronicmusic, r/playlists, r/chillmusic, e muitas outras.

Uma vez eu publiquei em vários chats do Reddit durante a semana de prova falando que eu tinha uma “fonte de estudo” e era a minha playlist.

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

Reddit – uma ferramenta excelente para aumentar o alcance de suas playlists

4. Capas e biografias de suas playlists

É a primeira coisa que você bate o olho. Dê uma olhada nas playlists mais populares do Spotify, as capas são únicas e elegantes. Uma das minhas playlists favoritas é “Nasty Bits“.

A capa é uma foto preto e branca de um cara devorando uma asa de frango olhando para a câmera. Parece estranho…mas ela tem 182 mil seguidores. Pessoalmente, eu também gosto de incluir o nome da playlist na capa.

Existem um milhão de imagens e sites para criar ou editar imagens, use isso para ser criativo.

Lembre-se de escrever uma biografia para sua playlist. Para “Nasty Bits” por exemplo a bio é Filthy electro and bass house. Faz sentido e é único. Para ter um maior alcance, adicione em média dez nomes de artistas na biografia para quando as pessoas procurarem artistas, as suas playlists vão aparecer na categoria playlist.

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

Associe sua playlist com alguns artistas para que ela esteja nos resultados de pesquisa – Exemplo do Childish Gambino

5. Atualize suas playlists constantemente

Atualizem suas playlists. Eu nunca guardo uma mesma música na minha playlist por mais de 3 meses e eu atualizo a playlist pelo menos uma vez por mês.

Tente não colocar muitas músicas de uma mesmo artista por que isso não é muito atrativo. Mantenha suas playlists compactas e seja exigente. Uma boa quantidade é entre 50 e 200 músicas no máximo por playlist.

Seja realista, você gostaria de seguir uma playlist que tem em torno de 800 músicas?

A maioria das playlists mais populares do Spotify tem EXATAMENTE 50 músicas – e funciona.

Pessoalmente, eu gosto de ter entre 125 e 180 músicas, mas não existe um número ideal se for entre 50 e 200 músicas, lembrando-se bem de construir a trilha sonora que você deseja oferecer para os ouvintes.

Não se esqueça que uma playlist muito longa demanda muito investimento e tempo para o ouvinte médio que não está buscando descobrir 200 novos artistas em um só dia.

6. Peça para compartilharem sua playlist

Você só pode compartilhar suas playlists apenas algumas vezes, então faça de conta que seus amigos, artistas e outros curadores de playlists se tornem seus embaixadores. Peça para compartilharem nas redes sociais e invista no boca a boca que muitas vezes é negligenciado mas pode realmente fazer crescer a sua playlist.

Leia também:  Como Fazer Com Que Um Homem Sinta Sua Falta?

Toda essa comunidade é extremamente acolhedora e fica feliz em poder te ajudar. Se vocês adicionarem artistas independentes em suas playlists, é de interesse deles compartilhar ; você vai conseguir mais seguidores e esses artistas ganharão mais plays.

Mais uma playlist é escutada mais as pessoas ficarão tentadas a clicar – isso pode gerar rapidamente um efeito dominó.

7. Divirta-se

Sinceramente, criar playlists é um passatempo incrível. Pense na sua última viagem de carro que você colocou sua música e recebeu elogios dos seus amigos.

Você pode transformar o ambiente de uma festa, de um carro ou de um evento. Não se esqueça de basear suas playlists em um humor ao invés de um gênero musical.

Pergunte a si mesmo o que você escutaria em um momento preciso e o nome virá sozinho.

– Traduzido por Max Leblanc –

Quer que sua música entre em mais playlists? É por aqui!

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

dicasPlaylistseguidoresSpotify

Como descobrir músicas novas todos os dias no Spotify

Quantas vezes já percebeu que costuma ouvir as mesmas músicas diariamente no Spotify? Pensando nisso, o aplicativo criou uma maneira de descobrir novas canções semanalmente pela playlist “Descobertas Semanais”.

As 30 músicas da playlist são alteradas semanalmente com base nas escolhas dos usuários. A ideia fez muito sucesso, mas existem aquelas pessoas que ouvem muito mais que 30 músicas semanais, o que torna a playlist repetitiva. Para solucionar esse problema foi criado o Discovery Music.

publicidade

O site se conecta a uma conta do Spotify e, com base nas respostas fornecidas pelos usuários, cria uma playlist com 30 músicas. Porém, existe um detalhe importante nessa lista de reprodução, as músicas serão alternadas diariamente, oferecendo novas experiências musicais.

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?Site Discoverify Music cria playlists diárias. Imagem: Olhar Digital

Ao acessar o Discoverify Music, o usuário deve responder questões em um medidor de rolagem que vai de 0 a 100 para definir o quão acústica uma música é, quão dançante ela é, nível de energia, popularidade, humor e se ela é instrumental ou não.

Após responder o questionário, a playlist “Dircover Daily” será automaticamente gerada em sua conta do Spotify. Caso não a encontre na biblioteca, basta procurar pelo nome da lista de reprodução na barra de busca do aplicativo.

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?Playlist Discover Daily. Imagem: Olhar Digital

O Spotify, acredite se quiser, segue operando em prejuízo.

De acordo com uma reportagem do Wall Street Journal, a plataforma de streaming musical apenas conseguiu ampliar seus números devido a extensões de períodos gratuitos para primeiros assinantes (o famoso “assine e o primeiro mês é grátis” que vemos por aí), além de planos singulares de baixíssimo custo em mercados emergentes – como é o caso da Índia.

Segundo o jornal, o Spotify perdeu 125 milhões de euros (US$ 155 milhões) em 2020. No ano anterior, esse número foi de 209 milhões de euros (US$ 252 milhões). Em outras palavras: está se recuperando, mas ainda perde dinheiro.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Spotify planeja facilitar a forma de saber o bom (ou mau) gosto musical dos seus amigos

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?

A frase “a música conecta as pessoas” pode até ser clichê, mas, de fato, a música envolve muitos elementos sociais. Desde a época da popular ferramenta de bate-papo MSN, muita gente adorava ver o que os outros estavam ouvindo ou mostrar seu gosto musical pros amigos. Ainda assim, isso é algo que não é muito explorado pelo Spotify, a plataforma que grande parte das pessoas utiliza hoje em dia para ouvir música. Mas, aparentemente, a empresa está de olho nisso e já está testando um recurso chamado “Tastebuds” para que as pessoas vejam o que os outros estão ouvindo. 

Atualmente, você pode compartilhar músicas com amigos, ver o que um contato está escutando, postar nas redes sociais o que você anda ouvindo e seguir pessoas. Ainda assim, são funcionalidades limitadas que não permitem muita interação.

Dessa forma, o Spotify obriga os usuários a confiarem em seu algoritmo para descobrir playlists, artistas e músicas novas.

Conforme aponta o TechCrunch, isso deu um grande poder à plataforma de streaming sobre as gravadoras, que sabem que devem manter uma boa relação com a empresa caso queiram que seus artistas sejam promovidos incluídos em playlists. 

Mas, após realizar um IPO bem-sucedido, o Spotify parece mais confiante em dar um pouco de liberdade aos usuários. O Tastebuds, por enquanto, é apenas uma landing page que pode ser acessada aqui.

Segundo descrição da página, “O que é o Tastebuds? Agora você pode descobrir músicas por meio de amigos em cujo gosto musical você confia”.

O protótipo foi descoberto pela engenheira Jane Manchun Wong, que explicou como a novidade deve funcionar: o usuário clica no ícone do lápis para “buscar pessoas que você segue” e visualizar o que eles andam ouvindo, sendo possível ouvir junto com eles e adicionar as músicas à sua própria biblioteca. 

Como Saber Quem Segue Playlist Spotify?Código do Spotify Tastebuds. Imagem: Jane Manchun Wong

Ainda não se sabe se o recurso será lançado oficialmente, visto que não seria a primeira vez que o Spotify testa um recurso que acaba não sendo lançado.

Leia também:  Como Voltar A Ser Quem Eu Era?

Em resposta ao TechCrunch sobre quando a nova funcionalidade seria implementada e como funcionaria, o Spotify respondeu que “estamos sempre testando novos produtos e experiências, mas não temos nenhuma novidade para compartilhar neste momento”.

[TechCrunch]

Os critérios para entrar em uma playlist oficial do Spotify

Mas afinal, como entrar em uma playlist do Spotify?

Dentro do Spotify existem diversas playlists oficiais da plataforma, que são administrada por curadores. Estima-se que o Spotify recebe cerca de 40 mil pedidos de música para serem avaliadas e adicionadas as playlists do Spotify.

Nessa enxurrada de pedido, destaca-se os melhores e os que mais se encaixam com as playlists de gênero, momentos ou vibes do Spotify e para que esse destaque exista, é necessário estar dentro de alguns critérios.

Se liga!

Avaliação da qualidade da música:

Sim, para ter sua música adicionada a uma playlist oficial do Spotify, os curadores avaliam, obviamente, a qualidade de sua música. A plataforma se preocupa com a experiência do usuário dentro dela, por isso, é importante que sua música tenha uma boa qualidade para que assim a experiência do ouvinte também seja boa.

Avalia qual o gênero do artista e da música

Sim, o Spotify também avalia se a sua música está de acordo com o conteúdo da playlist. Imagina só que gafe seria colocar um conteúdo de Sertanejo em uma playlist de Rock? Ou, do nada, aparecer Poesia Acústica em uma playlist gospel. Não pegaria tão bem, né? Por isso, o Spotify avalia qual o seu gênero e em qual playlist ele se encaixa.

Também por isso, é sempre importante o artista ter na ponta da língua, a resposta sobre seu gênero musical e subgênero, lembrando sempre que ambos (gênero e subgênero) precisam se comunicar muito bem, para que a estratégia seja certeira e o conteúdo de qualidade. 😉

Avalia o desempenho da música dentro do Spotify

Após passar por uma avaliação de qualidade e de gênero, o Spotify passa para a prova real: A avaliação de desempenho da música dentro da plataforma.

Música com melhor desempenho dentro da plataforma, tendem a ter maior taxa de aprovação para entrar em uma playlist do Spotify.

Mas desempenho não tem haver apenas com números, mas também com taxa de aprovação do público qual a faixa foi apresentada.

Nessa etapa é importantíssimo entender que muitos streams pouco tem a ver com um sucesso. O sucesso é um conjunto de fatores de uma estratégia de Marketing, incluindo uma baixa taxa de rejeição.

Se atende aos requisitos do Spotify

Sim, o Spotify tem alguns requisitos e dentre eles, algumas boas práticas. Dentro da plataforma, sua masterização é avaliada, o tempo da faixa e também a taxa de rejeição. Músicas curtas (menos de 3 min e meio), tendem a ter uma taxa menor de rejeição, por conta de seu tempo reduzido e que prende melhor o ouvinte na faixa. Quanto maior o tempo da música, maior a taxa de rejeição.

O Marketing do artista dentro e fora do Spotify

Uma coisa que é curiosa no Spotify, é que após toda a avaliação dentro da plataforma, seus curadores começam a avaliar o desempenho do artista fora dela também.

Artistas com estratégias bem desenhadas, tem mais chances de se destacar dentro da plataforma e isso pouco tem a ver com muito dinheiro investido.

Na verdade, a plataforma quer saber apenas sobre seu alinhamento no Marketing e o quanto você se dedica ao seu lançamento.

Pensando nisso, é sempre muito importante deixar sua estratégia bem alinhada, seu branding bem desenhado, além de uma linha editorial precisa. Afinal, se nem você sabe qual o seu gênero, qual seu próximo lançamento ou onde quer chegar, como irá convencer um curador do Spotify a te adicionar em uma playlist?

Se quiser saber ainda mais sobre a maior plataforma de Streaming do Planeta compre meu curso Transforme Estranhos em Fãs no Spotify

Como fazer uma playlist no Spotify que apareça nas buscas

Primeiro, você vai ter que fazer um “currículo de playlist”. Depois que suas músicas começarem a ser bem usadas em playlist menores e geraram atividade, o algoritmo do Spotify vai notar isso — e É AÍ que você tem mais chance de chamar a atenção dos curadores das playlists grandes.

Quanto mais você tiver presença musical em playlists menores, maiores as suas chances de conseguir ser usado em playlistonas.

Passo n°1: Crie suas próprias playlists

Esse é um lugar meio óbvio para começar a construir sua presença em playlists, já que o controle sobre as músicas que entram nessas listas é todo seu.

Criar as suas próprias playlists é um ótimo jeito de:

  • Se conectar com os fãs entre um álbum e o outro
  • Dar nova função para seu catálogo de músicas passadas, colocando em um novo contexto os seus sons antigos
  • Destacar as músicas que te influenciaram, o contexto da sua música local, novas descobertas musicais etc.
  • E muito mais

Mas antes que você se esforce demais criando suas próprias playlists, é melhor primeiro se focar em conseguir uma conta de artista verificado no Spotify para você poder exibir e divulgar suas  playlists direto no seu perfil de banda ou de artista solo

Venha AQUI para descobrir o que é preciso fazer para ser um artista verificado.

Leia também:  Como O Vinho Do Porto Quanto Mais Velho Melhor?

Como criar uma playlist no Spotify

  1. Dentro do app do Spotify app, clique em “(+) New Playlist” (Nova playlist)
  2. Dê um nome para a sua playlist e crie uma descrição. Use palavras-chave boas, que citem o estilo de música, os nomes dos artistas que estão na playlist ou outros métodos de organizar as músicas.

  3. Faça upload de uma imagem para representar a sua playlist.
  4. Coloque um URL (endereço de site) que leve para uma página em que você vende sua música, no campo “insert link”.

    (Seja bacana e não vai colocar um link de um serviço de streaming concorrente)

  5. Clique em “Create”, ou “Criar”
  6. Agregue suas músicas! Você pode fazer isso de duas maneiras: buscando as músicas que quer no Spotify e as arrastando até a sua playlist, na barra de ferramentas do lado esquerdo da tela, ou clicando no botão de elipse (o círculo) ao lado de cada música e clicando em  “Add to Playlist.”

Bons hábitos de Playlists para o Spotify

Há milhões de playlists no Spotify. Cada usuário pode criar várias playlists.

Então é compreensível que o  Spotify não quer que TODA E QUALQUER playlist em sua plataforma seja fácil de se encontrar numa busca.

Para que AS SUAS playlists possam crescer o máximo o possível, você vai querer aparecer na busca do Spotify. Assim o seu alcance vai crescer além das pessoas que já são seus fãs.

Há qualidades similares entre muitas das playlists que o Spotify oferece na sua ferramenta de busca. E a gente pode imitar o que está dando certo, não é? Eis como fazer uma playlist eficiente — e que te ajude nas ferramentas de busca.

Faça playlists em cima dos seus interesses.

Se você ficar animado com as playlist, você vai fazê-las bem para caramba! Se não, vai perder o ânimo e desistir logo, logo. O que me lembra de…

Atualize suas playlists seguindo um cronograma.

Para criar uma playlist que valha a pena seguir, ela tem que ser dinâmica e mudar com o passar do tempo. Ou as pessoas vão ouvir só uma vez e nunca mais voltar. Escolha um dia da semana para dar uma atualizada nas suas listas, e atender às expectativas dos seus ouvintes

Só UMA música de cada artista.

A não ser que o tema da playlist seja homenagear a música de um só artista, é melhor criar diversidade de sons. O algoritmo do Spotify’ pode jogar uma playlist para baixo (tanto na ordem que aparece na busca quanto na relevância que ela tem lá dentro) se ela focar demais em um só artista.

Plante suas músicas aqui e ali!

Envolva uma música sua com ótimos sons de outros artistas. Mas lembre-se: só uma música sua por playlist, a não ser que a lista seja focada só no seu som.

Playlists têm de ter entre 20 e 60 músicas.

O algoritmo do Spotify prefere as playlists que tenham mais de 20 músicas e menos de 60. Pense em 25-30 quando for criar a primeira playlist, e depois vá adicionando mais músicas com regularidade. Quando estiver beirando as 60 músicas, vá sacando as mais antigas da mistura. (Você pode até criar um arquivo de playlists para colocar ali todas as músicas que saíram).

Arte de capa.

Não é tudo ou nada, mas ver uma daquelas capas de playlists que é formada por quatro fotinhos de álbuns é um pouco brochante. Você está fazendo a curadoria musical de uma experiência, por que não oferecer aos ouvintes um visual que ajude a entrar no mundo deles?

Use palavras-chave espertas nas suas descrições.

Você deveria descrever as suas playlists usando palavras, frases e nomes de artistas que serão buscados pelos ouvintes do Spotify. E tem bastante espaço para suas descrições. Faça elas otimizadas!

O nome da sua playlist é MUITO IMPORTANTE!

Qual dessas você acha que deve aparecer numa busca “Clássicos do rock progressivo dos anos 1970’” ou “Pedrinha Miudinha que Permite Ao Ser Ver A Grandeza do Universo?” Escolha um nome de playlist que vá criar expectativas realistas.

Divulgue suas playlists.

Compartilhe as playlists que você criar com os seus fãs nas redes sociais, por e-mail etc. Peça que eles sigam suas playlists, e peça sugestões de outras músicas ou artistas que você pode colocar em playlists no futuro. Quanto mais seguidores sua playlist tiver, maior as chances de ela aparecer numa busca do Spotify.

Tag, tag, tag.

Sempre que você colocar músicas na playlist, tagueie (coloque uma tag, ou marque) os artistas que as cantam nas redes sociais (essa é a versão mais passiva de avisar ao artista, de que vamos falar logo abaixo…)

Peça aos seus fãs para colocar uma música sua nas playlists deles.

De novo, o algoritmo do Spotify nota bastante quando um fã pega uma música de uma playlist que ele segue e coloca na sua própria playlist. Essa é a COISA MAIS IMPORTANTE que um fã pode te fazer para te apoiar no Spotify. Então sempre coloque links para a sua playlist e peça que os fãs façam isso!

Conte para os outros artistas que eles estão na sua playlist

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*