Como Saber Quem São Nossos Guias Espirituais?

A espiritualidade é um assunto que está presente na vida de todas as pessoas do mundo ─ até mesmo daquelas que se dizem descrentes de qualquer ser superior, pois, afinal, além de ser uma questão pessoal, muitas discussões sobre esse tema pairam sobre a nossa humanidade. Sabemos que existem inúmeras religiões espalhadas pela Terra, mas praticamente em todas elas existe o chamado “mentor espiritual”. Você já ouviu falar nesse ser? Hoje nós lhe explicaremos um pouquinho mais sobre ele!

Nosso mentor espiritual, conhecido também como “espírito-guia”, é basicamente uma entidade nobre e evoluída, ou uma pessoa extrafísica que já alcançou um nível de pureza muito maior do que o nosso, mas que, ao mesmo tempo, está próximo do nosso nível de evolução. De uma forma mais simples, podemos pensar nele como um anjo da guarda, por exemplo, que nos guarda, nos orienta, prepara os nossos caminhos, nos reconforta em momentos difíceis e nos promove uma perspectiva maior de espiritualidade.

Como Saber Quem São Nossos Guias Espirituais?

Maggie Zhan / Pexels

No plano espiritual, esse mentor se dispõe a auxiliar uma pessoa encarnada, e, para isso, ele é selecionado de acordo com os desafios e vivências que ela enfrentará em sua vida carnal.

Ele saberá tudo sobre sua personalidade, qualidades, defeitos e atuará diretamente sendo fonte de inspiração e proteção contra todas as questões espirituais e físicas que fizeram parte de suas vidas passadas ─ mas claro, em cada religião o mentor espiritual é tido de uma forma diferente.

Na maioria das doutrinas e religiões, Deus, Jesus Cristo e os anjos estão acima de qualquer coisa, mas há uma certa diferenciação na hora de distinguir um mentor espiritual.

Dentro do espiritismo, esse mentor pode ser um homem ou uma mulher de bem, que desencarnaram e têm contato por meio de psicografia com os seus “escolhidos” ─ sempre com o intuito de orientar aqueles que devem proteger. Já para os seguidores da Umbanda, os guias como preto-velhos ou caboclos, por exemplo, são considerados mentores espirituais.

Tudo sempre dependerá da religião e da crença de cada pessoa, mas se você quer saber agora como descobrir qual é o seu mentor, continue lendo este artigo e aprofunde-se na sua espiritualidade!

Tudo sobre mentor espiritual

Para saber quem é o seu mentor espiritual, primeiramente você precisa estar aberto a ele. Não existe uma fórmula mágica ou alguma dica que fará ele simplesmente se apresentar a você: tudo depende do seu interior!

Dentro da espiritualidade de cada ser, é preciso que uma porta seja aberta, tanto na mente quanto no coração, para que seja possível alcançar os nossos guias divinos ─ e essa busca não consiste em acabar com uma simples curiosidade ou em tirar uma dúvida, por exemplo. Para entrar em contato com o seu guia, você precisa sentir! Permita-se sentir aquele que anseia proteger a sua vida, o seu caminho. Faça meditação, disponha-se a entrar em contato com ele, mantenha-se em estado receptivo e não ponha limites no seu interior.

Vá até um local silencioso, em que você se sinta confortável. Sente-se e feche os seus olhos. Limpe o seu coração e a sua mente por alguns instantes e pense somente no divino que você anseia alcançar.

Chame por ele, fale com ele, mesmo que não consiga materializá-lo em sua mente: você não precisa ver uma forma física do seu mentor, mas sim sentir a presença dele e a paz que ele pode promover ao seu ser.

O grande segredo para saber quem é o seu guia espiritual é estar aberto à chegada dele em sua vida. É simplesmente abrir as portas e permitir que ele faça o papel que foi dado a ele neste plano!

Como Saber Quem São Nossos Guias Espirituais?

Eternal Happiness / Pexels

Como se conectar ao mentor espiritual?

A comunicação com o mentor espiritual é baseada no primeiro contato tido com ele. Ela é simples e totalmente natural! Não importa a hora do dia: vá até um local tranquilo e respire lentamente. Eleve os seus pensamentos aos céus, a Deus, ao ser superior que está acima de nós, e chame pelo seu mentor ─ sempre com o coração aberto para que ele chegue até você.

Antes de qualquer coisa, agradeça ao seu guia por todas as coisas que ele faz por você, tanto pelas que você consegue perceber, quanto pelas que você ainda não consegue ter discernimento.

Enfatize sempre a vontade que mora no seu peito de conhecê-lo profundamente, fale sobre a sua necessidade de que a ligação de vocês seja mais próxima e extremamente clara.

Se você quiser perguntar alguma coisa ao seu mentor, pergunte, mas em seguida silencie os seus pensamentos para receber a resposta.

Você também pode gostar

Atente-se sempre a uma coisa: o êxito do auxílio que um mentor espiritual pode lhe oferecer está ligado ao tanto que você se propõe a receber e ao esforço que você faz para estar em contato com ele. Tudo é uma questão de intenção!

Oração para o mentor espiritual

Confira uma breve oração para o seu mentor espiritual, independentemente de qual seja a sua religião. Estas palavras lhe ajudarão a ser mais próximo do seu guia, mas lembre-se: abra o seu coração!

  • Meu mentor e guia espiritual, que está sempre com os olhos atentos aos meus passos e aos meus sentimentos, venho hoje chamar pela sua presença e pelo seu olhar à minha vida.
  • Sou grato pela sua proteção, por estar comigo sempre e por indicar os melhores caminhos aos meus pés.
  • Agradeço as misericórdias de Deus e peço que não me deixes sozinho.
  • Ajuda-me a ser melhor, ilumina o meu espírito, afasta-me dos males que desejam me atingir, me oriente e me inspire em todas as áreas da minha vida.
  • Fortaleça a minha ligação com Deus, me ajude a permanecer firme e fiel diante de todos os obstáculos, me ajude a crescer espiritualmente.
  • Me guie sempre para que eu seja uma pessoa boa, que da minha boca saiam palavras de vida e que eu não julgue ou fira outro ser.
  • Encha o meu corpo, a minha mente e o meu espírito com amor, para que eu seja um ser melhor e possa fazer um mundo melhor.
  • Esteja sempre comigo, agora e para sempre.
  • Amém!

Qual a diferença entre mentor espiritual e anjo da guarda?

É normal confundir o mentor espiritual com o anjo da guarda, mas, na verdade, há uma diferença entre eles: mentor espiritual é um espírito evoluído, muito mais do que nós, mesmo ainda em suas imperfeições, ele já conseguiu atingir um nível de pureza que nós ainda não conseguimos. Já o anjo da guarda é tido como um espírito divino e protetor que faz parte de um plano espiritual extremamente elevado e puro.

Agora que você já sabe tudo sobre mentores espirituais, você pode entrar em contato com o seu! Reflita sobre a sua vida espiritual e abra-se para o divino que está sempre protegendo você e cuidando dos seus passos! Cuidar da espiritualidade e aproximar-se do seu guia nada mais é do que escolher o melhor para a sua vida!

Existem diversos autores e pensadores que podem te ajudar na busca pelo autoconhecimento e espiritualidade, selecionamos alguns deles para você no link abaixo!

como descobrir quem é o seu mentor(a)?

Você tem curiosidade em saber quem é o seu guia espiritual? Essa é uma dúvida comum e importante.
Afinal, há muitos questionamentos sobre o que ele(a) é e como pode auxiliar na jornada na Terra, abrindo caminhos de cooperação, amor e sabedoria.

Para esclarecer o assunto e responder às principais dúvidas, construímos este conteúdo.
Avance na leitura para saber mais.

Nas perguntas do Livro dos Espíritos podemos começar a esclarecer nossas dúvidas de nosso guia espiritual ou Espírito protetor, nas perguntas a continuação encontraremos algumas informações interessantes:

  1. Qual a missão do Espírito protetor?
Leia também:  Como Ver Qual É O Meu Ip?

“A de um pai com relação aos filhos; a de guiar o seu protegido pela senda do bem, auxiliá-lo com seus conselhos, consolá-lo nas suas aflições, encorajá-lo nas provas da vida.”

  1. O Espírito protetor liga-se ao indivíduo desde o seu nascimento?

“Desde o nascimento até a morte, e muitas vezes o acompanha na vida espírita, depois da morte, e mesmo através de muitas existências corpóreas, que mais não são do que fases curtíssimas da vida do Espírito.”

O que é um guia espiritual?

De acordo com o Livro dos Espíritos (páginas 489 a 522) e o Evangelho segundo o Espiritismo (cap. 20, item 5, e cap. 28, item 11 a 14) todos os seres encarnados recebem auxílio de Espíritos desencarnados.

  • Entre as criaturas que almejam orientar as pessoas no caminho do bem, destaca-se o guia espiritual, que se une a um indivíduo em particular para protegê-lo.
  • Sua missão é a de guiar o encarnado para que ele consiga cumprir a sua missão e alcançar o despertar espiritual.
  • Sua relação com o ser encarnado é paternal e, além de aconselhar positivamente, ele(a) também conforta o indivíduo nos momentos de aflição.
  • Logo, um guia espiritual é um Espírito desencarnado que acompanha um encarnado em particular a fim de ajudá-lo em sua trajetória na Terra e consequente evolução.

Qual é a diferença entre mentor, guia espiritual, mestre e anjo da guarda?

  1. O mentor é um Espírito que atingiu um nível de elevação maior do que os demais, porém, ainda precisa evoluir.

  2. Ele se coloca à disposição da humanidade para orientá-la, principalmente no que diz respeito à vida profissional das pessoas, como os médicos em hospitais, por exemplo.
  3. Por sua vez, o guia espiritual é um ser que tem com o encarnado alguma relação.

  4. Muitas vezes, foram familiares em encarnações passadas e acompanham o indivíduo a fim de orientá-lo e protegê-lo em sua estada na Terra.

  5. Já o mestre é um ser que conquistou o nível máximo de evolução e vive em planos superiores, colocando-se à disposição para prestar socorro quando solicitado.
  6. Por fim, o anjo da guarda também foi incumbido de dedicar-se a uma pessoa específica, ajudando-a a cumprir a sua jornada na encarnação presente.

Como descobrir quem é o seu guia espiritual?

  • Descobrir quem é o seu guia espiritual exige que você se conecte a ele(a) em pensamento.
  • Ou seja, a sua vibração deve ser semelhante a do seu guia.
  • Uma forma de fazer isso é ter um momento de interiorização.

Meditação

  1. Fique em silêncio, eleve a sua mente, concentre-se em um feixe de luz branca e mentalize questionamentos ao seu guia. Uma das melhores maneiras de descobrir quem é o seu guia espiritual é por meio da meditação.
  2. Com a postura, respiração e elevação mental promovidas por essa prática, fica mais fácil fazer com que a sua vibração esteja semelhante à do seu guia.

  3. Feito isso, concentre-se novamente em um feixe de luz branca e mentalize questionamentos a ele(a). É possível, até mesmo, perguntar o nome dele(a).
  1. Vale ressaltar que nem todos os guias espirituais se revelam facilmente ou expõem seus nomes – isso acontecerá quando cada um estiver preparado para receber tais informações.

  2. Divaldo Franco, um dos maiores médiuns brasileiros, demorou muitos anos para saber o nome da sua guia espiritual.
  3. Joanna de Ângelis se apresentava apenas como “um Espírito amigo” e só revelou a sua identidade no momento oportuno.

  4. Portanto, ainda que a curiosidade de saber quem é o seu guia espiritual seja grande, o importante é ter em mente que ele estará sempre ao seu lado.

Como conversar com o guia espiritual?

  • Após o primeiro contato com o seu guia espiritual, um canal fluído de comunicação se cria, mas é primordial manter a mente serena e elevar a vibração.
  • Existem diversos tipos de mediunidade e o seu guia pode se conectar a você de várias formas.
  • Esteja atento aos sinais e, sempre que possível, eleve os seus pensamentos para se comunicar e receber os ensinamentos dele(a).
  • Vale ressaltar que o guia espiritual não tem gênero definido.
  • O importante é que você seja capaz de se conectar com sua sabedoria e acolhimento, sem se apegar à sua aparência.

Como o guia espiritual pode nos ajudar?

O guia espiritual pode ajudar de diversas maneiras:

  • Proteger contra Espíritos obsessores.
  • Restabelecer sua vitalidade durante o sono.
  • Dar conselhos que se manifestam pela intuição.
  • Desviar nosso caminho de acontecimentos danosos.

Sabe quando o seu despertador não toca? Um trânsito gigantesco se faz em seu caminho? Seus compromissos são adiantados ou adiados possibilitando o seu recolhimento mais cedo?

Ou, então, sabe quando você se sente desconfortável em um ambiente e depois descobre que estava correndo perigo? E nos momentos em que você se demora na companhia de uma pessoa que faz bem?

Enfim, muitos são os exemplos das ações dos seus guias espirituais.

Precisamos apenas estar atentos e com o coração aberto para receber o auxílio prestado com tanto amor.

Como sonhar com o guia espiritual?

  1. Sempre que adormecemos, fazemos o nosso desdobramento e ficamos na companhia de Espíritos compatíveis com as nossas energias.
  2. Logo, para sonhar com o guia espiritual, é importante elevar seus pensamentos antes de dormir.

  3. Para isso, faça uma prece, permaneça em silêncio e esteja preparado para os ensinamentos.
  4. Observe as imagens que aparecem quando você sonha com o seu guia, pois podem ser avisos sobre questões que demandam atenção em sua vida.

Frases de guias espirituais

Para finalizar, separamos algumas frases de guias espirituais para inspirar você!

Frases de Joanna de Ângelis

O compilado de frases a seguir foram ditadas por Joanna de Ângelis e psicografadas por Divaldo Pereira Franco no livro intitulado Vida Feliz.

São pensamentos preciosos para gerar reflexões e promover nossa evolução espiritual.

  • “Mergulha a mente, quanto possível, no estudo. O estudo liberta da ignorância e favorece a criatura com o discernimento. O estudo e o trabalho são as asas que facilitam a evolução do ser.”
  • “A paciência é a virtude que te auxiliará na conquista dos bens do corpo, da alma e da sociedade. Ela ensina a técnica de como se deve aguardar, quando não se pode ter imediatamente o que se deseja. Jamais te irrites. A paciência te auxiliará a tudo vencer.”
  • “Use a verdade com o objetivo de ajudar, jamais como uma arma de agressão ou revide.”
  • “Quem ouve bem, penetra melhor nos ensinamentos que lhe chegam. Ouvir, é ainda uma arte pouco exercitada.”

Frases de Dr. Bezerra de Menezes

As mensagens a seguir estão contidas no livro A loucura sob novo prisma, escrito por autor que utilizou o pseudônimo Max. A obra reúne manifestações do Dr. Bezerra de Menezes que se comunicou com médiuns após desencarnado.

Essa obra nos faz refletir sobre a nossa natureza espiritual e os seus desdobramentos na vida carnal.

  • “(…) o homem não é só matéria, há nele outro elemento, cuja atividade subsiste enquanto se suspende a dos órgãos corporais, e de que esse elemento, desprendido da matéria corpórea, estende a vista infinitamente além do espaço, além da que pode alcançar a do corpo.”
  • “O corpo entra com os elementos necessários à vida num ambiente material. O Espírito entra com os que devem vivificar o corpo, para dar vida comum e transitória, haurir o néctar da vida espiritual, eterna e eternamente perfectível.”
  • “Não é mais lícito duvidar hoje de que os Espíritos revestem, para se nos manifestarem, a forma do corpo que tiveram na vida.”
  • “Pôr em dúvida o fato das manifestações, atestado por uma infinidade de caracteres respeitabilíssimos, é só dar crédito ao que se vê, é recusar o testemunho, a tradição, é passar uma esponja sobre todo o passado e destruir de um traço a História da Humanidade.”

Frases de Emmanuel

As provocações abaixo foram ditadas por Emmanuel e psicografadas por Chico Xavier.

São frases que nos fazem despertar para o caminho do bem, da disciplina e do empenho para conquistarmos nossa edificação.

  • “Haja o que houver, trabalha na edificação do bem e segue adiante.”
  • “Dor, na maioria das vezes, é o tributo que se paga ao aperfeiçoamento espiritual.”
  • “O mal é sempre desequilíbrio, e todo desequilíbrio reclama ajuste.”
  • “Protege o próprio lar contra a perturbação e a desarmonia, mas se a tua ação não surte efeito, aceita a casa em que vives por tua escola de regeneração e de amor.”
Leia também:  Como Ver Quem Viu Video No Instagram?

Frases de Amélia Rodrigues

As reflexões a seguir foram ditadas por Amélia Rodrigues e psicografadas por Divaldo Franco.

São pensamentos que nos ensinam sobre a importância do amor e da misericórdia.

  • “A misericórdia é o antídoto do ódio, voz da inteligência que dialoga e vence o instinto.”
  • “O amor ergue, quando o outro tomba, compadece-se, quando defronta o erro, acompanha o solitário, ajudando-o, e enriquece de ternura todos aqueles que abraça, por maior que seja a carência que os devasta.”
  • “Não é necessário ver para amar, bastando compreender que ninguém jamais se realiza a sós, nem se completa se não der um sentido de solidariedade à existência.”

Frases de Ismael (Mentor Espiritual do Brasil)

  • Ismael Gomes Braga, também conhecido como o Mentor Espiritual do Brasil, nasceu na cidade de Ubá/MG e abandonou cedo os estudos para auxiliar sua família trabalhando na lavoura.
  • Ele demonstrou excelente memória e inteligência admirável, sendo propagador da palavra do Evangelho, após se deparar com o fenômeno das “mesas dançantes” e iniciar na Federação Espírita Brasileira (FEB) o trabalho chamado “Serviço de Propaganda do Esperanto”.
  • A frase abaixo está no livro O Despertar de Uma Nova Era, psicografado pelo médium Izoldino Resende. Veja o que diz Ismael nesta passagem:

“Estamos vivendo o grande momento dos falsos cristos e os falsos profetas, que se encontram em todas as seitas religiosas.

São aqueles que se apropriam da religião em benefício próprio, ou pelo enriquecimento ilícito ou pela pompa de ego e da vaidade.”

Conclusão

Podemos entender que o guia espiritual é um ser destinado a nos ajudar a cumprir a nossa missão na Terra.
Ele(a) nos protege, aconselha, acolhe e alerta sobre os desafios da jornada.

É de grande importância ter atenção aos sinais enviados pelo seu guia espiritual e seguir suas orientações a fim de ter uma encarnação mais fluida e com menos sofrimento.

Descubra 4 passos para contatar o seu Guia Espiritual

Todos nós temos guias espirituais, eles são espíritos desencarnados que já passaram pela vida na terra diversas vezes. Provavelmente, são pessoas que já conhecemos em vidas passadas. Os guias são seres que por amor e livre arbítrio, escolheram nos ajudar.

Eles nos orientam nos intuindo para que lembremos de nossa proposta para essa encarnação. Qualquer indivíduo pode conversar com seu guia no plano interior, desde que a intenção seja pura. Devemos recorrer ao nosso guia sempre que nos sentirmos perdidos e precisarmos de uma orientação vinda do Alto.

Conheça neste artigo, 4 passos para contatar o seu guia espiritual.

Os 4 passos para contatar o seu guia espiritual

Entrar em contato com seu guia espiritual fará você se sentir mais conectado, intuitivo e melhor direcionado para seus propósitos.

Para realizar este contato com seu guia e ter mais clareza de que realmente se trata de um espírito elevado e de luz, você deve se fazer a seguinte pergunta: “Estou sentindo energias originárias dessa presença espiritual? ”.

Caso você se sinta bem na presença do guia, com uma energia boa de paz, amor e tranquilidade, a maior probabilidade é que seja um espírito que trabalha pela luz.

A partir destas recomendações, vamos falar sobre as técnicas que devem ser realizadas para entrar em contato com este espírito. Veja abaixo, 4 passos para contatar o seu guia espiritual de forma simples e fácil:

  • O primeiro passo é escolher um local tranquilo, onde você não será incomodado. É indicado que o contato seja feito no mesmo horário e local todos os dias. Você deve ter em mente que vai precisar treinar essa conexão. Então, através de um horário e local será mais fácil criar um ritual. Caso desejar, acenda um incenso, uma vela, um aromatizador ou o que preferir. Haja sempre de acordo com sua intuição.

  • Se sente com calma, respire profundamente várias vezes e acalme a sua mente. Não crie nenhuma expectativa, apenas siga os passos.

  • Mantendo os olhos fechados, pense primeiro em seu anjo da guarda e peça por sua proteção. É importante pedir o auxílio do seu anjo da guarda para que se aproximem apenas seus verdadeiros guias, evitando maus espíritos. Logo depois, peça mentalmente que seu anjo da guarda deixe seus guias se aproximarem e entrarem em contato com você. Esteja ciente que tudo que pedir ao seu anjo da guarda ele fará, basta ter fé. Se você não pedir, ele não vai agir.

  • O último dos 4 passos para contatar o seu guia espiritual é observar atentamente seus sentimentos. É normal sentir um calor, uma paz, sentir que alguém está ao seu lado. Entre outras sensações, você vai notar que seu guia ao se aproximar todos os dias fará sempre de uma forma específica. Ao longo do tempo, vai aprender a reconhecer esses sinais mesmo em outros momentos que não estiver concentrado nisso.

Depois de sintonizar com seu guia espiritual, você deve se comunicar mentalmente, fazer perguntas e observar o que vai te colocar intuitivamente em contato com as respostas.

Guarde as orientações que seu guia te transmitir, elas deverão ser a fonte de reflexão da sua vida. Contatar o seu guia espiritual é simples, basta treinar e você vai se surpreender com os resultados.

Esteja sempre disponível para eles, que eles ficarão disponíveis para você.

Caso não consiga o contato com seu guia após algumas tentativas, encerre a experiência por um tempo e tente novamente depois. Não insista muito na técnica. Deixe fluir normalmente, pois o contato vai acontecer quando for a vontade de Deus.

Clique aqui: Guias espirituais: quem são estes seres?

A missão do guia espiritual

Diferente do que muitos acreditam, o guia espiritual é, na maioria das vezes, um espírito em evolução. Ou seja, possui imperfeições, porém alcançou um grau de pureza maior que seu orientando.

Por isso, é capaz de orientá-lo no caminho espiritual de sua encarnação atual.

Este fato não desmerece seu trabalho, pelo contrário, já que ele doa seu tempo livre para a própria evolução para se dedicar a outro espírito.

Nossos guias podem nos ajudar muito, estão libertos da limitação tridimensional e possuem mais discernimento e sabedoria do que nós encarnados. Cada pessoa pode ter diferentes guias para determinados fins, também é recorrente a pessoa ter um guia apenas por um período.

É comum que alguns guias decidam se aproximar da pessoa apenas na vida adulta, ou escolhem intervir quando seu orientando está fazendo algo específico. Por exemplo, um médico cirurgião pode ter alguns guias que o acompanham apenas quando ele está operando alguém no centro cirúrgico.

Essa mesma pessoa, pode ter outros guias em sua vida cotidiana com a família e os amigos.

Antes do nascimento, a maior parte das pessoas faz um plano e vem à terra com o objetivo de aprender determinadas lições, também ajudar ou cumprir requisitos específicos.

O que acontece é que quando chegamos aqui, esquecemos de tudo e a missão de nossos guias é justamente nos lembrar disso. Existem guias que escolhem ajudar com propósitos determinados.

Então, eles se aproximam das pessoas que estão pré-designadas a cumprirem certas tarefas. Quanto mais coisas a pessoa fizer na vida, mais guias terá.

Saiba mais :

A PRESENÇA DOS GUIAS ESPIRITUAIS

By Cler Barbiero

Antes de começar, vamos definir os que são “os Guias”. Neste post, para simplificar, me referi a estes preciosos mestres como “guias”, que é uma bonita palavra – um guia nos permite não perder o caminho.

Leia também:  Como Dizer Que Gosto Dela Por Sms?

Nomenclaturas não interessam muito: podem ser chamados de Anjo de Guarda, Mestres Espirituais, Mentores, Anjos, Arcanjos… que significa tudo a mesma coisa: a estrutura espiritual de luz que lhe apoia.

Muitas pessoas me dizem: “você fala dos seus guias como se fossem amigos com quem você conversa no telefone, eu não consigo fazer isso!” Brincando, chamo essa comunicação de “internet intergaláctica”. Na verdade, todos nós temos capacidade neurológica para comunicações extra-psíquicas com outras dimensões.

Alguns de nós nascem com esta capacidade já desenvolvida, outros podem desenvolvê-la ou amplia-la. A verdade é que podemos sim, ter uma comunicação muito próxima e precisa com nossos Guias. O problema maior é que queremos “receber ordens” e assim não nos responsabilizarmos por nossas escolhas. E isso  um Guia não aceitará, pois autorresponsabilidade nos faz crescer.

Guias que lhe dão ordens, centros espíritas de qualquer linha que, através de incorporação (isto é, falando em nome do Guia), ao invés de aconselhá-lo amorosamente, lhe dizem que você “tem que… senão…”, desconfie. É verdade, tem momentos na vida em que estamos tão confusos, tão perdidos, que precisamos de um Mestre.

Porém, neste caso, é melhor buscar um Conselheiro de Valor ou um bom terapeuta, que lhe ajude a encontrar sua Sagrada Guiança Interna.

A verdade é que se você parar para pensar um pouco e se reportar a situações importantes do passado, você se lembrará claramente de ter tido a “intuição” do caminho certo ou do perigo a ser evitado e, conforme reagiu a este “aviso”, a resposta foi positiva ou negativa. Quantas vezes começamos uma frase com “eu estava sentindo que… eu intuí… eu pressinto…” – isso tudo pode ser o seu protetor ou guia, literalmente, “sussurrando” ao seu ouvido, prevenindo-o de qual é a escolha de crescimento, segurança e alegria.

Para ter seus guias mais perto de você, vou fazer uma listinha de “atitudes politicamente corretas”. Adapte ao seu estilo de vida e – sempre – pegue o que lhe serve e descarte o que não faz sentido, ok?

  • Seja grato pelo que já está presente na sua vida – desde uma coisa pequena, como uma linda flor que abriu na sua sacada ou jardim, passando pelas grandes bênçãos afetivas, materiais e espirituais.
  • Procure manter uma atitude aberta, não se feche, não se “encaixote”, não fique rígido em relação ao que acontece – deixe-se surpreender pela sua capacidade de fazer escolhas inusitadas.
  • Manter a casa e o ambiente de trabalho em ordem, limpos, com espaços abertos para o Ch’í circular, isto é, sem atravancar de móveis. Nestes lugares tenha uma imagem de uma divindade a quem você é devoto ou um mestre iluminado que você tem especial ligação, um altar (que pode ser dentro de um armário) ou um “cantinho” onde você acende suas velinhas, faz suas orações e conecta com a espiritualidade. Sua casa é seu templo – vivifique o lugar onde você vive. E, se o detesta, atraia a moradia que deseja.
  • Meditação, yôga, técnicas de relaxamento e outras atividades que ajudam a acalmar e silenciar a mente sempre ajudam para criar o “meio ambiente” onde a comunicação com o plano espiritual é mais fácil. Permitir momentos onde se estabelece um tempo mais orgânico, visceral, lento. Crie espaço interno para “ouvir” e “ver”.
  • Regra básica: autodesenvolvimento. Quando você faz a Senda do Buscador e está tendo ajuda terapêutica, participando de grupos pró-desenvolvimento humano, aprendendo coisas importantes e, igualmente, realizando a missão de aprendizado que veio fazer, seus guias e orientadores estão por perto. Gaste tempo e invista em autodescoberta. Evolua.
  • Contato com a natureza – a divindade respira na natureza. E você também!
  • Prazer, alegria e orgasmo. No momento do prazer, geramos energia através da subida da kundalini (uma flecha de energia que é gerada lá no primeiro chakra e que, no momento do orgasmo, sobe passando por todos os chakras e purificando-os). Porém, estamos falando de Sexualidade Curativa e Geradora. Relações de opressão, violência e abuso não entram nesta categoria.
  • Não considere falar com um guia o “bicho de sete cabeças”, que exige que você esteja num estado alterado de consciência de quase transe ou em “estado alfa”. Provavelmente, aquela voz que você “ouviu” no carro dizendo “acho melhor pegar outro caminho, aqui vai ter alguma coisa errada” naquele dia quente no centro da cidade, era o seu guia, que podia ver um acidente à frente, com um engarrafamento enorme. A comunicação acontece assim, do mesmo jeito que você fala com seus amigos ao telefone. Não complique.
  • Comer comidas mais leves, sem a presença de carne ou sem excesso de açúcar pode ajudar nas fases iniciais do desenvolvimento da percepção, mas não faz diferença nos estágios mais avançados (a questão é que quando você chega nos “estágios mais avançados”, às vezes não se sintoniza mais com certos tipos de alimento). Quando a comunicação se estabelece, ela pode ficar mais ou menos clara, dependendo de nossos hábitos alimentares e de sono, mas não cessa. Eu, por exemplo, opto por uma alimentação vegetariana porque meu corpo já não aguenta alimentos muito densos e, no meu trabalho, não posso me dar ao luxo de ter uma comunicação de menos qualidade devido a hábitos que possam prejudicar a qualidade energética do meu corpo. Já o uso de drogas e álcool, enfim, alteradores de consciência, fora de um contexto religioso (xamanismo ou religiões que usam bebidas alteradoras), trazem total impossibilidade de confiança na comunicação, já que você está fora de sua consciência e, portanto, a mercê de “falsos guias”. O que não impede que você faça uso, se gosta. Prazer e alegria fazem parte da vida. Porém, deixe para fazer suas tentativas de contato com seus guias quando está em plena consciência. É bom observar que os seres chamados anjos de guarda, isto é, dedicados à proteção, dificilmente se afastam. Mesmo nas situações mais adversas, tendem a ficar ao nosso lado.
  • Pare de choramingar. Guias se afastam com um muxoxo quando você começa a fazer o papel de vítima. “Coitado de mim” não é uma frase que se aplica ao Ser que o guia sabe que você é. Lembra? Você tem poder e faz escolhas.
  • Crie tempo para estar em silêncio e ouvir. Se há um burburinho interno ou externo, como você vai ouvir a voz do seu guia?
  • Faça “meditações de contato”. Fique num lugar quieto, use uma música calma e, se você gosta, use incenso e acenda uma vela branca. Relaxe o corpo, fazendo várias respirações profundas, identificando áreas de tensão e relaxando. Em seguida se imagine num lugar junto à natureza. Então imagine a chegada do seu guia. Assim que a visualização se estabelecer, como se “funcionasse sozinha”, faça-lhe perguntas, se desejar. E ouça as respostas que podem vir em forma de imagens, palavras ou cores. Não desanime se nas primeiras vezes não conseguir encontrar ninguém. Em algum nível, sua intenção será realizada.
  • Porém, mais do que tudo, reconheça que você já tem se comunicado com seu Guia, de várias maneiras. E que você “sente” quando ele está por perto e “entende” quando ele quer lhe fazer compreender uma lição importante relacionada com algo que está lhe acontecendo. Talvez, o mais importante a dizer seja: continue fazendo o que você faz.
  • Como dizia Osho, mestre indiano iluminado, “tudo está na barriga” – o que você precisa aprender já está dentro de você. Precisa apenas ser despertado.

Copyright: Essências da Deusa /Cler Barbiero Cópias e reproduções são permitidas desde que a autoria seja informada.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*