Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: VERDADEIRO OU FALSO? Edição sobre doenças

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: O que você sabe de Ciências Gerais?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: Uma Ferrari ou um Rolls? Que carro de luxo é você?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Quais são os erros nesta imagem?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

TESTE: Que tal uma rodada de trívia?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: Em que século você deveria ter nascido?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: Que cor você ADICIONARIA?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Como você se sairia em um teste de trívia?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Teste: Expressões em português de Portugal. Você as conhece?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada? 11:15

20 Enigmas divertidos para resolver na quarentena

Teste: O que você sabe sobre a Primeira Guerra Mundial?

O que a Lua revela sobre você

TESTE: Você conhece estas páginas da História?

Teste: Uma rápida rodada de trívia!

Teste: Você consegue identificar a cor? (Parte II)

Teste: Você é bom em matemática?

Teste de Saúde: Você sabe cuidar de um bebê?

Teste: Qual é o seu animal de poder espiritual?

Você pode reconhecer o animal em uma foto incompleta?

Teste: Isso está na Bíblia ou não?

Você venceria nosso desafio sobre conhecimentos bíblicos?

Teste do Coronavírus: O que você sabe sobre o assunto?

Se você conseguir identificar todas as imagens, é gênio!

Teste: Você possui aptidões para ser um bilionário?

TESTE: De material você é feito(a)?

Teste: O que você sabe sobre animais do campo?

Você consegue encontrar a foto diferente em 60 segundos?

TESTE: Você reconhece a cena do filme?

TESTE: Seu cérebro consegue reter e lembrar o que viu?

Desafio: Você consegue encontrar a foto diferente?

Teste: O que você sabe sobre animais aquáticos?

Teste de Conhecimentos Gerais – Trívia

Você passaria em um teste de ciências nível básico?

Teste: Quanto você sabe sobre reprodução humana?

Você consegue encontrar a única imagem diferente?

Teste: Quanto você sabe sobre o Hinduísmo?

Quem você namorou em uma vida passada?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada? Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Você namorava um ator / uma atriz! Você tem um talento para o drama e precisava de alguém que não apenas tolerasse, mas também encorajasse isso. E há alguma coisa ~nas pessoas das artes~ que você acha irresistível. Bravo!

Você namorava um explorador / uma exploradora! Você precisava de alguém com uma sede de aventura insaciável, assim como você! Vocês passavam os dias navegando pelo mundo juntos e, quando as águas ficavam revoltas, vocês se abrigavam e superavam tudo.

Você namorava um inventor / uma inventora! Há algo em uma mente criativa que atrai você. Talvez seja a sua persistência ou talvez seja o som de alguém criando alguma coisa que faz o seu coração bater mais rápido. De qualquer maneira, você ficou caidinha por uma pessoa que nunca viu o fracasso como o fim, mas, sim, como um início.

Você namorava um filósofo / uma filósofa! Há algo em uma mente iluminada e inteligente que faz o seu coração bater muito mais rápido.

Você namorava um/uma artista! Vocês tinham uma vida pomposa e passavam os seus dias relaxando sob o sol italiano. Que romântico!

Você namorava um poeta / uma poetisa! Você não conseguia resistir ao seu jeito com as palavras e ao modo como ele / ela fazia você se sentir. Vocês partilhavam do apreço pelas pequenas coisas da vida e escreveram juntos sua história de amor.

Vídeo de regressão faz você ver sua vida passada e até sua morte

Você acredita que teve uma vida passada? Se você admitir essa hipótese, sabe que tem que admitir também que tem que ter morrido pelo menos uma vez antes, não é mesmo?

Apesar desse ser uma assunto delicado e bastante polêmico, a verdade é que inúmeras pessoas acreditam que a vida não termina com a morte e que o espírito segue reencarnando, para cumprir uma missão ou evoluir.

E, apesar desse ser um assunto religioso, a psicologia e a psiquiatria defendem que, por meio da regressão, uma espécie de relaxamento profundo e induzido, é possível “acionar” lembranças de sua vida passada.

Mito ou verdade, existe um vídeo na internet que está assustando e instigando muita gente curiosa por aí, independente de suas crenças pessoais. Ao que tudo indica, o vídeo de relaxamento acaba se tornando uma regressão e já fez muita gente ver coisas que aconteceram em uma vida passada, inclusive, a morte que tiveram.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Tenso, não? Essa é somente para quem tem coragem, porque muitos são os relatos de pessoas que juram ter visto e ouvido coisas bem ruins durante a regressão. Alguns afirmam que ficaram sufocados, outros que conversaram com pessoas que nunca viram e há até mesmo quem tenha se enxergado sofrendo acidentes sérios, como de trânsito, que acabaram levando à morte.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

E, embora seja preciso estar em um lugar quieto e realmente se permitir relaxar para que a regressão dê certo, até mesmo pessoas que se dizem incrédulas sobre esse lance de vida passada relataram experiências surreais durante o relaxamento. Nos comentários, você consegue perceber isso.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Para quem tem curiosidade para saber do que se trata o vídeo, mas está meio sem coragem de arriscar o play, a coisa toda parece bem tranquila no início. A única imagem que se vê ao longo dos 20 minutos que seguem é a de uma vela acesa e, ao fundo, a narração de um português.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Tudo parece uma técnica comum de relaxamento, mas as coisas ficam um pouco mais tensas em certo ponto do vídeo, quando o portuga diz que se você quiser continuar a meditação, poderá ver sua vida passada. Aos 17 minutos, mais ou menos, a narração permite que você se aprofunde ao ponto de ver como foi sua própria morte em algum momento da história.

No final, ele dá a ordem para você retornar de seu relaxamento profundo e diz que você conseguir se lembrar de tudo o que viu e sobre tudo que tenha falado em seus pensamentos. Então você retorna, se tiver conseguido emergir de fato em sua mente, e se lembra do que você foi algum dia e como morreu.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Animador? Nem tanto, pelo menos para nós! Mas, se você quiser tentar e nos contar o que viu, fique à vontade! Vamos adorar saber o que você fez nos passado.

Descubra como era sua vida passada e veja sua morte:

E então, conseguiu? E se você já viu sua morte na vida passada, que tal descobrir um pouco mais sobre os minutos finais dessa vida? Para isso, leia também: O que as pessoas sentem na hora da morte?

Fonte: YouTube

Quem eu fui na vida passada?

Você quer saber quem foi na vida passada? Não é difícil saber quem você foi, suas tendências, do que você gostava, sua personalidade, ou o que você fazia numa vida passada um tanto próxima à vida atual. Mas é um trabalho que exige observação e autoconhecimento.

Você está preparado para descortinar esse véu? Pois bem. Quando você reencarna, o seu ego praticamente assume o comando da sua vida. Ele precisa controlar e estar vigilante dentro de todos os processos mentais aos quais você está sujeito, segundo a vibração do planeta.

E como age o ego no planeta Terra? Simples: o que fazemos quando nos sentimos acuados, magoados, contrariados ou rejeitados? Reagimos, de alguma forma. A maioria de nós reage para se vingar, para dar o troco.

Ou então, nos isolamos de todos, e deixamos de confiar nas pessoas, por medo de que essa atitude se repita. Com medo do sofrimento, medo da dor.

E passamos a vida nos vitimizando e culpando o outro pela nossa falta de abertura…

Leia também:  Como Secar Um Telemovel Que Cai Na Agua?

Começamos uma nova encarnação exatamente do ponto em que paramos na vida anterior. Com os mesmos conhecimentos, com os mesmos aprendizados, a mesma personalidade, os mesmos questionamentos e a mesma forma de se relacionar, pois atraímos a configuração de vida, as relações, e até o corpo físico a partir do que somos enquanto ego, nada a mais, nem a menos. É tudo vibração.

Não existem saltos de desenvolvimento tão expressivos de uma vida para outra, a ponto de nos tornamos seres completamente diferentes, sem reproduzir os mesmos padrões de comportamento e crenças limitantes apreendidos pelo ego reencarnado.

Não somos seres humanos vivendo uma experiência espiritual, como pensamos.

É exatamente o inverso: somos seres espirituais, partículas divinas experimentando um ego humano, limitado, e um corpo humano, igualmente limitado, cheio de sentimentos como raiva, mágoa, rancor, egoísmo, inveja, etc.

Aquilo que somos encontra um corpo carnal de vibração semelhante, e junto a isso, toda a configuração de uma vida (família, amigos), que vai nos fazer continuar a evoluir a partir do que já somos, do que já vibramos em essência, em luz e sombras.

E aí entram os reencontros, aquelas pessoas que você sente que não é a primeira vez que as vê… Aparecem as afinidades automáticas, e as incompatibilidades, também.

Segundo a psicoterapeuta reencarnacionista Mirtiline Leitão, “quando você encontra pessoas que, aparentemente são incompatíveis, geralmente são aquelas mais parecidas com você. Como assim? Sim! Exatamente assim.

O que rejeitamos no outro é exatamente aquilo que não queremos ver em nós, e por isso escondemos de nós mesmos”.

Quando o “outro incompatível” aparece, ele nos mostra descaradamente a inferioridade que não queremos ver, dentro de nós. Estamos olhando com as lentes da nossa mente, segundo o nosso ego, imperfeito e limitado. E ele nos mostra no outro exatamente aquilo que nos incomoda tanto em nós…

A Psicoterapia Reencarnacionista e a Regressão Terapêutica são muito eficazes em mostrar quais padrões de comportamento e quais crenças limitantes você trouxe de uma vida para outra. É uma terapia que utiliza a Regressão como ferramenta, e te ajuda a desconstruir e modificar tais padrões e crenças, desligando-as. A partir daí, você começa a perceber sua vida de outra forma.

A Psicoterapia Reencarnacionista (PR) surgiu em Porto Alegre, nos anos 90. É uma nova proposta de psicoterapia, que agrega conceitos reencarnacionistas, e tem como centro encontrar nosso objetivo nessa vida, entender nossa proposta de Reforma íntima e nossos padrões comportamentais repetitivos.

Portanto, se você quer ter uma ideia de quem você foi na vida passada, se observe, observe ao seu redor. Veja suas tendências de comportamento, aquilo em que você acredita, seus dogmas pessoais e a forma como você se relaciona. Tudo foi atraído por você mesmo, para que você tenha a melhor experiência possível de evolução do seu ego neste planeta.

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?Mirtiline Leitão é Psicoterapeuta Reencarnacionista, Perinatal e Doula. Trabalha também com Regressão Terapêutica, Ginecologia Natural, Florais da Lua e facilita círculos de mulheres e vivências de autoconhecimento. Idealizadora e fundadora do Despertar Terapias Integrativas. Atende no Despertar Terapias Integrativas – Av. Rosa e Silva, 670, sala 504, Aflitos, Recife/PE.  Agendamento: 81-99657.3067 | Instagram: www.instagram.com/mirtilinesComo Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Vida passada, quem eu fui afinal?

Você já se pegou questionando quem você foi em vidas passadas? Quando aceitamos que já vivemos outras vidas, que já tivemos outras experiências na Terra, logo vem a curiosidade de saber sobre o nosso passado.

De acordo com os estudos e orientações de André Luiz, espírito que escreveu pelas mãos de Chico Xavier, trazemos em nosso inconsciente, bem guardado em nossa memória profunda, as experiências que vivemos em outras vidas.

Como se fosse uma verdadeira caixa preciosa de recordações, recheada de fatos, emoções, desejos e todo o tipo de informações sobre tudo o que já vivemos.
Em algumas circunstâncias, essa caixa pode se abrir.

Como nas terapias de regressão, por exemplo.

Por que a vida passada permanece em segredo?

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Quando estamos prontos, preparados para entrar em contato com aquilo que fomos, aquilo que fizemos, então nosso mentor espiritual – verdadeiro anjo da guarda – nos permite entrar em contato com essas verdades.

Agora, se não temos estrutura emocional e principalmente espiritual para entrar em contato com aquilo que vivemos ou com atos de destruição e infelicidade que por ventura tenhamos causado a nossos irmãos, as lembranças permanecem enterradas.

Vamos supor que estejamos vivendo lado a lado com alguém que já nos feriu muito, que já nos causou sofrimento, mas que aceitamos exercitar com ele o perdão. E aqui nos encontramos outra vez juntos na Terra para aprender a amar.

Entretanto, se não estamos preparados e descobrimos o que aquela pessoa já nos causou, será que conseguiríamos permanecer ao seu lado? É exatamente aí que entra a perfeição das leis de reencarnação, que nos permitem restaurar nosso passado, reescrevendo nossa história.

Bônus: Veja sobre vidas passadas em Quando é Preciso Partir

As verdades sobre nosso passado, para as quais não estamos preparados, podem nos dificultar viver a atual encarnação. Afinal, o mais importante é o presente. É aqui e agora que semeamos o bem ou o mal que colheremos amanhã, em alguns anos e em vidas futuras.

Onde há fumaça, há fogo!

Pelas nossas tendências podemos ter vários indícios do que fizemos no passado.

Também as aptidões natas que trazemos desde pequenos, aqueles idiomas que temos facilidade de desenvolver, como se já soubéssemos deles antes mesmo de começar a estudar, podem nos dar sinais de um aprendizado anterior.

Tudo aquilo que nos é muito fácil de aprender e compreender, são pistas de que em outras existências desenvolvemos essas habilidades e conhecimentos.

O Espiritismo nos descortina informações preciosas sobre os processos de reencarnação e os mecanismos de causa e efeito, desvendando a relação direta de nossas vidas anteriores com a nossa situação atual.

Além do mais, é fascinante constatar que tudo o que aprendemos, aquilo a que nos dedicamos, jamais será perdido. Os vínculos de amor que construímos, seguirão pela eternidade como conquistas nossas.

Tudo servirá como base para desenvolvermos ao infinito nossas potencialidades rumo à perfeição.
Como dizia Chico Xavier: não podemos mudar http://viagradiscountstore.com/ o passado, mas podemos usar o presente para construir um novo amanhã.

Lembranças de vidas passadas

Há filmes que retratam experiências verídicas de pessoas que se lembram de suas vidas passadas. Abaixo duas dicas de filmes impressionantes sobre o tema:

– Manika – A história da reencarnação de uma menina na Índia

– Minha Vida na outra vida

Nos romances espíritas Cinzas do Passado e Renascer da Esperança, ambos de autoria espiritual de Lucius, aprendemos muito sobre as lembranças de vidas passadas e o impacto do passado em nosso presente.

Você já teve alguma experiência ou conhece alguém que se lembre de uma experiência em vidas passadas? Compartilhe conosco

Como Saber Quem Fui Na Vida Passada?

Comentários

comentários

Curiosidade e vidas passadas

Por: Rogério Nascente, Blog Certas Palavras

Algo que naturalmente nos acompanha é a curiosidade. Não podemos negar que tem a sua importância, afinal, movida por ela, muitas vezes a humanidade alcançou resultados nobres.

Foi através da busca por saber mais sobre alguma coisa, investigando-a mais a fundo, que ocorreram inúmeras descobertas.

Há um lado positivo em ser curioso, como vimos, mas, em contrapartida, existe a outra face da curiosidade – aquela que pode conduzir a situações que não sejam as mais adequadas. Ponderação e limite são importantes, portanto. Equilíbrio, novamente, é a palavra-chave.

Analisemos uma situação em que a curiosidade pode causar danos. É muito comum que, tão logo tenhamos conhecimento que passamos por muitas outras existências físicas antes da atual, nos venha à mente a ideia de querermos saber quem fomos nós em outras épocas.

“Quem será que fui na vida passada?” é uma pergunta corriqueira – é a curiosidade nos cutucando. Ou então: “O que será que aprontei na vida passada, para estar me incomodando tanto agora?” Não podemos nos esquecer que queixas e lamentações também fazem parte do dia a dia da maioria de nós…

Leia também:  Como Saber A Quantidade De Proteina Que Devo Ingerir?

Mas deixemos este tema para lá, por enquanto.

Precisamos entender que tudo na obra do Criador é perfeito. Para tudo existem explicação e razão de ser. O esquecimento das vidas passadas é um benefício advindo da misericórdia divina em nosso favor.

Se os problemas naturais do dia a dia já nos causam aflições – e lamentações e queixumes -, imaginemos se tivéssemos que conviver também com as lembranças de épocas em que não éramos ainda tão “bonzinhos” como hoje nos julgamos… Seria algo altamente perturbador, no mínimo.

Sentiríamo-nos, muitas vezes, atormentados por decisões que tomamos que não foram as mais adequadas – não foram condizentes com a Lei de Amor que Jesus, o nosso Mestre, Irmão e Amigo, nos ensinou. Da consciência dos atos até a fomentação de culpa estacionadora, é um pulo.

Perderíamos tempo precioso de trabalho e evolução, rememorando ações que hoje nos causam repulsa, mas que em outras épocas fomos capazes de realizar. Ah, sem contar com a forte possibilidade de estarmos convivendo novamente com aqueles que um dia foram nossos desafetos.

Quanto aos que nos causaram algum mal, a ideia de vingança não poderia ser descartada – somos imperfeitos. Quanto aos que nós fomos os causadores de mal, a vergonha, o medo e o desespero muito provavelmente nos assolariam os pensamentos e os sentimentos. Será que vale mesmo a pena, apenas por curiosidade, ficarmos fuxicando sobre o passado? Não é melhor ideia prosseguir, buscando fazer o melhor de nós, o que levará ao reparo dos equívocos cometidos, sejam eles quais forem?

É preciso observar, contudo, que a Ciência tem desenvolvido métodos terapêuticos profundamente estudados e exercidos com responsabilidade por profissionais da área da saúde habilitados para tal.

Quando estes profissionais indicarem a necessidade de processo de regressão às memórias remotas – “escondidas” no fundo de nossas mentes -, para fim de tratamento de traumas e/ou sequelas oriundas do nosso passado, sigamos as suas orientações.

A Ciência, utilizada de forma responsável e ética, é recurso fundamental à disposição da humanidade, a fim de conduzi-la ao progresso, promovendo e ampliando o seu bem-estar.

Muitos cientistas desta área demonstraram – basta pesquisar – a existência de memórias anteriores à vida atual dos pacientes, mas é preciso reforçar a ideia da utilização do recurso somente para tratamento clínico e jamais por curiosidade – aí entra justamente a responsabilidade do profissional que determinará e conduzirá os procedimentos.

Busquemos, portanto, como espíritos imortais que somos, aproveitar a existência atual para desenvolvermos, o mais que nos seja possível, os nossos recursos morais e intelectuais, praticando a caridade e a Lei de Amor, utilizando os pensamentos e os sentimentos com equilíbrio e bom senso -assim saberemos como conduzir a tal da curiosidade.

Estes esclarecimentos nos são trazidos pela Doutrina Espírita, codificada pelo educador, escritor e tradutor francês Hippolyte Léon Denizard Rivail (1804-1869), o qual é conhecido pelo pseudônimo de Allan Kardec.

É possível descobrir o que se foi em vidas passadas?

A resposta é “sim”, por meio da terapia de regressão de vidas passadas. É importante entender o que é reencarnação, difundida no budismo e no espiritismo, e que está associada à lei da causa e efeito, o chamado karma, que significa “ação”.

Também não podemos esquecer que o homem tem o livre-arbítrio, ou seja, ele é responsável por todas as suas ações.

Através da crença na reencarnação, que está presente nos Vedas e é reforçada nos Upanixades, é possível entender o código da vida cotidiana que encoraja a boa conduta (já que a bondade é recompensada) e evitar a má conduta, que reserva numa vida posterior o cumprimento do karma para a evolução espiritual.

Existe uma crença de que as marcas de nascença estão associadas aos ferimentos mortais em vidas anteriores. Certas doenças físicas ou psicológicas podem ter origem em uma encarnação anterior à atual, e tais enfermidades apresentam grande dificuldade de cura até se deparar, através da regressão, com o motivo do sofrimento.

Nem sempre a doença é uma simples repressão de alguma dor emocional numa vida anterior. Pode ser a necessidade do “Eu Verdadeiro” se manifestar para alertar o indivíduo quanto à intolerância, à falta de vontade de ajudar o próximo ou em desenvolver potenciais criativos que estão lutando para se expressar.

A morte, portanto, deve ser encarada como mais um estágio de crescimento e não deve ser compreendida como o fim dos vínculos definitivos entre os familiares e as pessoas que amamos. Deve ser vista como uma separação temporária deste mundo físico.

Relembrar fatos ocorridos em vidas passadas pode ajudar a reduzir tensões, controlar ou eliminar dor, culpa, ansiedades e vários tipos de medo; também facilita a desenvolver a concentração; liberta potenciais pessoais; e aciona um senso de responsabilidade. Também começa a entender os pais e outras pessoas do círculo íntimo; alivia pressões reprimidas e faz esquecer lesões antigas; melhora a visualização para tornar-se mais ação do que reação.

Como fazer a regressão?Peça ajuda a um amigo para fazer o relaxamento. De acordo com a pesquisadora Florence Wagner McClain, autora do livro Guia Prático de Regressão a Vidas Passadas, ela pode ser feita com a ajuda de uma pessoa para conduzir o relaxamento e, posteriormente, à regressão de memória. Coloque uma música suave e faça as perguntas pausadamente.

Devemos entender que a regressão será feita no primeiro estágio, ou seja, a pessoa estará consciente o tempo inteiro, dotada de todas as suas faculdades mentais, psicológicas etc. não existindo a menor possibilidade de “não retornar”, como diz a crença popular. Ela deve ficar deitada, tranquila enquanto escuta o relaxamento nesta sequência:

Primeira etapa do relaxamento:Feche os olhos. Fixe sua atenção nas pálpebras. Deixe suas pálpebras relaxarem.Fixe a atenção no couro cabeludo (pausa). Perceba se há algum músculo tenso. Relaxe o couro cabeludo. Solte cada músculo para que seu couro cabeludo fique completamente relaxado.

(pausa)Fixe sua atenção no rosto (pausa). Perceba se há algum músculo tenso. Relaxe o músculo do rosto.Fixe sua atenção nos maxilares (pausa). Relaxe o pescoço.Fixe sua atenção nas mãos. Perceba todos os músculos e nervos da sua mão. Deixe que cada músculo, cada nervo, cada célula, fique completamente relaxado.

Fixe sua atenção no peito (pausa). Deixe que cada célula funcione de forma normal, rítmica. Deixe seu peito completamente relaxado (pausa).Fixe sua atenção no abdômen (pausa). Deixe seu abdômen completamente relaxado (pausa).Fixe sua atenção nas pernas (pausa). Perceba se há algum músculo tenso.

Deixe que elas fiquem bem relaxadas.

Fixe sua atenção nos pés. Perceba se há algum músculo tenso (pausa). Relaxe os pés. Deixe que seus pés fiquem totalmente relaxados.

Obs.: quem está lendo o relaxamento deve esperar meio minuto para dar a sequência da regressão, sempre com uma voz tranquila. Depois, poderá perguntar: “sente-se bem? podemos prosseguir?”

Leia também:  Como Fazer Com Que Uma Amiga Se Apaixonar Por Mim?

Segunda etapa do relaxamentoSeus pés não fazem mais parte do seu corpo. (pausa) Fique alheio às suas pernas. Faça de conta que elas não pertencem mais ao seu corpo. Avise-me quando estiver conseguido isto. (pausa para a resposta).

Muito bem; seus pés, suas pernas e seu abdômen não pertencem mais ao seu corpo.Fique alheio a seu peito (pausa). Faça de conta que ele não pertence mais a seu corpo. Levará somente um momento.

Ótimo, seus pés, pernas, abdômen e peito não pertencem mais a seu corpo.

Agora se imagine parado em frente ao local onde mora atualmente. Avise-me quando estiver lá. (pausa para a resposta). Ótimo. Agora descreva a fachada.

Diga-me o que você visualizaria se estivesse parado em frente ao local onde mora atualmente (pausa para uma pequena descrição). Em que estação do ano você está? É outono? Bom. É inverno? Levará somente um momento.

Descreva as modificações que ocorrem no local e nas redondezas durante o inverno. (pausa para uma pequena resposta).

Obs.: quem lê as etapas do relaxamento deverá dizer sobre o próximo passo, ou seja, a terceira etapa da regressão. Quem está ouvindo, deve permanecer com os olhos fechados. Se desejar, a regressão pode ser interrompida a qualquer momento.

Terceira etapa da regressãoImagine-se em frente à porta de sua casa (pausa) Agora, abrindo a porta. Imagine que a porta se abre para um longo túnel, no fim da qual existe uma luz. Vou contar de 20 a 1. A cada número, imagine-se andando pelo túnel em direção à luz e voltando para o tempo até o período anterior a este.

Quando eu chegar ao número 1, você sairá do túnel para a luz, e para a vida anterior a essa.

Vinte (pausa), 19 (pausa), 18, andando em direção à luz e voltando no tempo para a vida anterior a essa, 17 (pausa), 16 (pausa), 15, andando em direção da luz, e voltando no tempo, 14 (pausa), 13 (pausa), 12, quando eu chegar a 1 você estará na vida anterior a essa, 8 (pausa), 7 (pausa), 6, voltando no tempo, 5 (pausa), 4 (pausa), 3, quando chegar no 1, você sairá do túnel para a luz e para a vida anterior a essa, 2 (pausa), 1… Você está no período anterior a esse.Mentalmente, olhe através de seus olhos e ouça através de seus ouvidos. Olhe, mentalmente para seus pés. O que você está usando em seus pés? (pausa para a resposta; então continue com as perguntas):Como está vestido?Qual a sua idade?Você é homem ou mulher?Qual seu nome? (primeiro nome que lhe vem a sua mente)Descreva o ambiente em que está.Em que parte do mundo você se encontra?Você sabe em que ano ou época está?Como é sua mãe?Como você se sente em relação a ela? Vocês têm um bom relacionamento?Como é o seu pai?Como você se sente em relação a ele?Tem irmãos?Você tem amigos íntimos?Examine um dia de sua vida. Levará somente um momento. Como você passa seu tempo? (pausa e espere que a pessoa explique o que vê)Agora, adiante-se até o período em que você tinha aproximadamente cinco anos a mais, do que você viu até agora. Você tem ____ anos de idade. Levará somente um momento. Você sentirá o tempo passando como a corrente de ar das páginas de um calendário quando folhadas rapidamente. Diga-me assim que estiver lá.Mentalmente, olhe através de seus olhos e ouça através de seus ouvidos.Onde você se encontra e que o que está fazendo?Você é casado (a)?Tem filhos?Acredita numa força maior?Pertence a alguma religião?Como você se sente em relação à vida espiritual?

Você é feliz?

Depois, quem está conduzindo a regressão, poderá fazer as mesmas perguntas, pedindo para que a pessoa examine os 10, 15, 20 anos seguintes (o que for mais adequado para a idade em que a pessoa está vivenciando naquele momento a regressão). Conte-me qualquer acontecimento importante ou realização que você gostaria de compartilhar.

Há alguma coisa em especial que gostaria de fazer e não conseguiu?Há alguma coisa que tenha feito do qual sinta orgulho especial?(……..)Quando você estiver pronto para encerrar a sessão, diga: Vou contar de 1 a 5. Quando eu disser “cinco” você abrirá os olhos no aqui e agora, sentindo-se alerta e renovado.

Traga todas as coisas que possam ser benéficas, deixando para trás as que lhe sejam prejudiciais.1 – 2 – 3 , quando eu contar até cinco você estará em sua vida atual, como ___, sentindo-se renovado e alerta, 4 – 5, olhos abertos, sentindo-se renovado e alerta.Muito bem…

você está aqui no dia _____consciente das situações que vivenciou; deseja relatar algo mais?

  • Se desejar, pode abraçar a pessoa ou fazer uma oração para encerrar.
  • Quer saber mais sobre o trabalho de Monica Buonfiglio, ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Fonte: Especial para Terra

Reencarnação: como saber quem você foi numa vida passada

Mesmo quem não acredita na reencarnação tem curiosidade de saber o que foi numa vida passada. Muitas vezes surge em nossa cabeça a pergunta: “Quem fui na vida passada?” ou “Como saber quem eu fui em uma vida passada?”.

Na realidade, a vida que temos é só uma, e o que experimentamos são muitas existências. Há dados no nosso cérebro que são incapazes de alcançar, o que sabemos no dia a dia faz parte da existência terrena.

Nesta texto iremos explicar para você como saber quem você foi numa vida passada.

Mas muitas vezes temos lembranças de outras existências e de uma possível reencarnação. Não sabemos que são, mas são situações que temos a sensação de já ter vivido. Quando lembramos de alguma cena, de uma situação, quando sentimos certas emoções. Nada é um “deja vú”, é tudo real.

Há ainda fatores que despertam detalhes da nossa existência anterior, como lugares onde passamos, traumas, doenças, sonhos. É uma projeção consciente do que você viveu num passado não muito distante, do que foi a reencarnação para você.

Como saber quem você foi numa vida passada?

Através da regressão, da hipnose e a terapia de vidas passadas. O ideal é procurar um terapeuta suficientemente capacitado para conduzir o processo em segurança. Isto porque se nós lembrarmos de fatos desagradáveis que nos marcaram no passado e formos capazes de revivê-los, dando novo significado a eles, ótimo – mas se apenas lembrarmos, reavivando-os em nós, isso pode ser prejudicial.

A reencarnação, para quem não sabe, acontece ainda próximo de pessoas a quem cada um de nós tem um reajuste a fazer. Ou seja, a memória aqui não é bem vinda por isso. Por outro lado, quando você se dedica a estudar as coisas do espírito, adota uma prática de servir o próximo e fazer uma análise de si mesmo, esse autoconhecimento irá ajudá-lo a descobrir quem é e quem foi.

A sua personalidade e o que você é são construídas diariamente na sua atual vida. Não interessa muito a soma das experiências na reencarnação, apenas o pensamento íntimo, os desejos mais secretos e o que você consegue fazer com eles, no caso de não serem bons, para neutralizar.

  • Se você for capaz de analisar o tipo de pessoa que o atrai, o ambiente que normalmente você procura e as falhas do seu caráter, sendo sempre honesto, você conseguirá entender o que você fez em outra vida e como se deu a sua reencarnação no atual corpo.
  • Leia também: 4 dicas para descobrir se já conhece uma pessoa desde uma vida passada
  • Saiba mais :

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*