Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Fontes de letras.

Sabe por que você precisa delas?

Vamos imaginar que você começou um negócio, marca ou site. Então, é hora de distribuir conteúdo.

  • Mas por onde você começa?
  • Claro, você vai precisar aprender algumas habilidades, por exemplo, como escrever um blog post.
  • Mas você já considerou qual fonte vai utilizar?
  • A sua tipografia afeta as conversões.
  • Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para receber o Guia Completo de Marketing Digital.
  • Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Como escolher as melhores fontes de letras para sua marca?

Esses são os diferentes elementos da tipografia:

  • Tipo de letra
  • Fontes
  • Tamanho da linha
  • Espaçamento
  • Ajuste
  • Rastreamento
  1. O tipo de letra são os caracteres que possuem o mesmo design da sua fonte.
  2. Tamanho de linha, espaçamento, ajuste e rastreamento, todos têm conexão com espaço e diferença entre caracteres, linhas e letras.
  3. Agora, você precisa encontrar fontes para sua marca.
  4. Você deve pesquisar fontes que são únicas à sua marca, mas que também sejam fáceis para o usuário ler e compreender.
  5. Mas com tantas despesas relacionadas ao negócio, você não deveria precisar gastar dinheiro comprando novas fontes.

Não quando existem milhares de opções disponíveis na internet. E não importa o tipo que você deseja, você vai achar fontes arredondadas, modernas, finas, e todo o tipo que imaginar.

Vou te mostrar os 24 melhores lugares para encontrar fontes para sua marca gratuitamente.

1. DaFont

Um site ótimo para procurar fontes gratuitas é o DaFont.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

O DaFont permite que você baixe e instale designs se tiver:

  • Windows Vista
  • Windows XP
  • Mac OS X.
  • A plataforma deles te dá instruções simples sobre como baixar fontes de graça com base em seu sistema operacional.
  • Você pode buscar por fontes principais, designers e fontes novas.
  • Para garantir que você possa utilizar uma fonte para uso comercial, apenas tenha a certeza de marcar a opção “domínio público” quando estiver pesquisando.
  • Você também pode marcar a opção “grátis” para remover dos resultados as fontes em promoção.

2. Font Freak

Você pode encontrar mais de 9.000 fontes gratuitas no Font Freak.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Eles também têm mais de 125.000 fontes disponíveis para compra, caso você queira fazer um upgrade.

  1. O Font Freak trabalha com, em média, 400 designers para continuamente aumentar sua biblioteca de fontes únicas e criativas.
  2. Eles até oferecem um software atualizado para que você possa construir e editar suas próprias fontes.
  3. Você pode usar esse recurso na hora de escolher a fonte para o logo, conseguindo criar uma original apenas para você.
  4. Um dos melhores recursos é que a maioria das fontes são otimizadas para versões Mac e PC.
  5. Então, você pode descobrir novas fontes adequadas para o seu computador independente de seu sistema operacional.
  6. O Font Freak também possui algumas ferramentas que podem te ajudar a economizar tempo.
  7. Como?
  8. Em vez de baixar as fontes uma de cada vez, você tem a opção de baixar bibliotecas completas de designs diferentes.

3. Creative Market

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

  • O Creative Market proporciona uma experiência diferente no mercado de fontes de letras grátis.
  • Como?
  • Eles oferecem fontes, mas essas fontes mudam a cada semana.

Existem quase 23.000 designers contribuindo com a plataforma.

Toda semana, você pode baixar fontes profissionais, temas e gráficos sem pagar nada.

São 6 pacotes oferecidos por vez.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

  1. Eu gosto do Creative Market porque você tem acesso a fontes gratuitas que normalmente custariam um certo valor para serem baixadas.
  2. Então, você pode checar o site toda semana e fazer o download de mais 6 pacotes.
  3. Só tenha a certeza de fazer isso rápido.
  4. Assim que o relógio marca meia noite no domingo, você perde as fontes gratuitas daquela semana.
  5. Você ainda pode baixar elas, mas terá que pagar uma taxa.

4. Fontspace

O FontSpace tem mais de 60.000 fontes grátis.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Como você pode ver na imagem acima, é fácil buscar por estilos diferentes por categoria, como:

  • Tendências
  • Básicas
  • Decorativas
  • Divertidas
  • Extremas.
  • E muito mais.
  • Esse é apenas um rápido vislumbre de diversas categorias.
  • Todas as fontes deles são grátis e feitas por designers do mundo todo.

Existem mais de 2.000 designers ativamente compartilhando fontes na plataforma.

Eu gosto desse site porque todas as fontes têm uma marcação clara.

Você pode saber rapidamente se as fontes que você gosta são para uso comercial ou apenas para uso pessoal.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

  1. Dê uma olhada nessas quatro fontes.
  2. Viu como estão claramente marcadas como apenas “Uso Pessoal”?
  3. Talvez você queira considerar o FontSpace para a sua marca se gostaria de trabalhar com designers criativos.
  4. Se você gosta de alguma das fontes deles, apenas clique no perfil para ver mais dos trabalhos dos mesmos designers.
  5. Ele mostra quantas vezes cada fonte foi baixada, e os usuários podem pontuar o design após cada download.

5. The Northern Block

O The Northern Block é outra opção principal para fontes gratuitas.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

  • Eu gosto muito dessa plataforma porque o site deles possui um design simples e clean.
  • É fácil de navegar e de encontrar exatamente o que você está buscando.
  • Eles também oferecem toneladas de opções.
  • O site é do Reino Unido, o que fornece à sua empresa a oportunidade de trabalhar com designers criativos de outros países.
  • A maioria das fontes oferecidas são modernas e geométricas.
  • Esse estilos funcionam bem para empresas nos ramos de:
  • Fabricação eletrônica
  • Jogos para dispositivos móveis

Dê uma olhada no site deles para conseguir fontes gratuitas de designers premiados.

6. FontStruct

Para aqueles de vocês que querem baixar fontes gratuitas e construir as próprias fontes de graça, considere a plataforma da FontStruct.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

  1. Se a sua empresa possui designers criativos, você pode deixar eles usarem esse software grátis no site da FontStruct.
  2. Às vezes, é difícil para negócios encontrarem as melhores fontes a partir de tantas opções disponíveis.
  3. É aí que a FontStruct se destaca em meio aos outros.

Não encontrou o que estava procurando? Sem problema.

  • Construa sua própria fonte.
  • Além disso, você saberá que ela é completamente exclusiva para a sua marca.
  • Você terá até mesmo a opção de modificar fontes existentes que foram construídas por outros usuários no site.

7. 1001 Free Fonts

Normalmente, não tem problema assumir que “o nome diz tudo” em termos de negócios ou site.

Esse não é o caso com o 1001 Free Fonts.

Na verdade, eles têm mais de 10.000 fontes gratuitas.

  1. Você pode baixar algumas de graça ou fazer uma doação para o designer.
  2. A licença das fontes também estão claramente exibidas, como você pode ver na imagem acima.
  3. Busque por fontes utilizando nome ou categoria.

Com mais de 10.000 opções, tenho certeza de que você será capaz de encontrar o que está procurando.

8. Jeff Schreiber

  • Jeff Schreiber é um designer gráfico da Holanda.
  • Diferente dos outros sites de fontes que vimos até agora, a quantidade do Jeff é muito menor.
  • Contudo, a qualidade dele é superior.
  • Jeff é um artista talentoso, que se especializa em:
  • Ilustração
  • Design gráfico
  • Lettering
  • Design de letra
  • Web design
  • Iconografia
  • Design de logo
  • Design de interface do usuário
  • Design de informação
  1. Ele até oferece fontes que são otimizadas para aplicativos móveis.
  2. É essencial que o seu site seja otimizado para dispositivos móveis.
  3. Você também precisa garantir que o seu site móvel carregue rapidamente.
  4. A maioria dos designs e serviços do Jeff Schreiber estão disponíveis por uma taxa.
  5. Contudo, você ainda pode encontrar algumas opções no site dele que não custam nada.

9. Typedepot

  • O Typedepot é outro ótimo recurso de fontes gratuitas.
  • O site trabalha com um sistema um pouco diferente, de famílias, e dentro de cada uma, você encontra diferentes tipos de fontes para baixar.
  • Existem algumas que são pagas, mas várias gratuitas também.
  • Eles possuem um blog legal que discute diferentes fontes e a evolução das letras e números através do tempo.
  • A empresa foi originalmente fundada em 2010 como um projeto paralelo dos co-fundadores Alexander Nedelev e Veronika Slavova.
  • Esses dois artistas rapidamente encontraram sua paixão por design.
  • O estúdio deles é localizado em Sofia, na Bulgária.
  • O Typedepot é um ótimo lugar para se trabalhar com designers talentosos e apaixonados pelo trabalho.
  • Baixe fontes de graça ou veja os designs premium que eles possuem disponíveis para compra.
Leia também:  Como Evitar Que O Vestido Justo Suba?

10. Fontfabric

  1. O Fontfabric oferece fontes gratuitas para a sua marca.
  2. O site deles é clean e fácil para baixar diferentes fontes de letras.
  3. Eles não possuem a maior biblioteca de design em nossa lista, mas contam com diversas opções gratuitas.

  4. Várias das fontes são simples e ótimas para logos.
  5. Um logo com um bom design pode melhorar o engajamento em seu site.
  6. O Fontfabric te encoraja a utilizar as fontes deles para o seu negócio.

  7. Existem apenas alguns design que não podem ser utilizados em projetos comerciais.
  8. É um ótimo lugar para achar fontes que sejam legíveis.

  9. Às vezes, os sites de fontes gratuitas que incluem milhares e milhares de opções possuem designs que você nunca iria considerar utilizar para a sua marca.
  10. Esse não é o caso com o Fontfabric.

11. Font Squirrel

  • O Font Squirrel possui fontes gratuitas de alta qualidade e licenciadas para uso comercial.
  • Eles também têm um recurso super legal chamado “Identificador de Fonte”.

Viu uma fonte de que gostou em algum lugar? Sei que eu já vi.

  1. Já gastei tempo navegando por fontes diferentes sem conseguir encontrar a que buscava.
  2. A opção de identificar fontes do Font Squirrel permite que você faça o upload de uma imagem com a fonte que você viu em um lugar aleatório.
  3. Eles analisam a imagem e te ajudam a encontrar uma fonte específica ou de design parecido.
  4. O Font Squirrel possui um blog onde os usuários podem discutir diferentes designs gráficos e fontes para web.
  5. Você também pode criar uma conta e discutir tópicos no fórum deles, que funciona como um perguntas e respostas em meio a comunidade de assinantes deles.

O que é Tipografia e como usá-la a seu favor: aprenda aqui!

A tipografia é, sem dúvidas, uma das áreas mais importantes do Design Gráfico. A sua aplicação possui uma abrangência enorme! E seu conhecimento é crucial para criação de peças informativas que tenham texto como foco.

Claro, como falamos em Marketing de Conteúdo, um bom uso da tipografia pode ser fundamental para garantir um bom desempenho da sua estratégia.

Neste artigo ensinarei alguns dos princípios desse tipo de técnica para que você possa começar a criar textos e imagens tipográficas incríveis para seu blog!

O que é tipografia?

Tipografia, na nomenclatura correta, é a impressão dos tipos (como são conhecidas as fontes). Porém, como a maior parte da escrita hoje é feita digitalmente, esse significado caiu em desuso e passou a abranger todo o estudo, criação e aplicação dos caracteres, estilos, formatos e arranjos visuais das palavras.

Por serem a base da comunicação escrita, os tipos precisam ser muito bem trabalhados para serem adequados à mensagem que você deseja passar, o modo como você deseja passar essa mensagem, à sua disposição com os demais elementos gráficos e, claro, à sua boa legibilidade.

Alguns Conceitos Básicos

Vamos entender alguns conceitos básicos sobre tipografia:

Classificação de fontes

Existem 4 classificações primárias de estilo, nos quais a grande parte das fontes existentes se encaixam:  (sem serifa), Serif (com serifa), Script (simula a escrita à mão) e Dingbat (composta por símbolos diversos no lugar das letras do alfabeto).

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

As fontes com serifa são as mais adequadas para livros e grandes volumes de texto impresso, já que auxiliam a leitura com maior continuidade e sem tanto cansaço visual.

As fontes sem serifa são mais utilizadas em títulos, chamadas e nos textos digitais (neste caso, as serifas agem mais como um empecilho na visualização das letras nas telas).

Cada estilo comporta inúmeras famílias de fontes diferentes. Hoje em dia, com a tecnologia digital, é praticamente impossível contar o número de tipos, que cresce exponencialmente.

Cada família, por sua vez, pode abrigar algumas ou todas as variações: Thin, Light, Regular, Medium ou Semi Bold, Bold e Black ou Extra Bold (todas com a variação em Itálico também).

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Algumas famílias também possuem variações de largura para seus caracteres: Condensado, Regular ou Estendido. Mas atenção! Tente evitar de alongar ou contrair a fonte manualmente em softwares de edição, já que pode deformar o tipo completamente. Use somente as variações que já vêm por padrão.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Medidas tipográficas

Existem alguns conceitos que acompanham as fontes na tipografia. Os caracteres possuem linhas de referência que delimitam o espaço que eles podem alcançar. Cada família de tipo tem as suas. Essas linhas são conhecidas como: ascendente, linha de caixa alta, linha de base e descendente.

Linha de caixa alta é a altura correspondente às letras em caixa alta (A, B, C etc).

Ascendente é a linha que acompanha a altura dos caracteres b, d, f, h, k, l e t. E é a altura máxima do corpo da fonte.

Linha de base é a linha na qual a maioria dos tipos (com exceção das partes descendentes) tem como base.

Descendente é a linha que acompanha quão abaixo da linha de centro as letras g, j, p e q vão.

E não tem regras apenas para a altura do caractere não. Existem medidas conhecidas como leading, tracking e kerning.

  • Leading é a distância entre linhas;
  • Tracking, por sua vez, é a distância entre palavras;
  • Kerning é a distância entre caracteres.

Hierarquização visual

É possível, também, criar hierarquização visual na escrita, como eu acabei de fazer e faço ao longo de todo o texto. O uso de diferentes tamanhos, famílias, distâncias e variações da mesma fonte, é capaz de mudar toda a forma de como o texto será lido.

Os designers no processo de criação de layouts, sejam digitais ou impressos, levam em conta a hierarquização do texto para priorizar frases ou conteúdos, tanto nas informações mais importantes quanto nas menos importantes.

Normalmente, as frases escritas com a fonte maior ou bold são lidas primeiro pois chamam mais a atenção do leitor.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Composição gráfica

Outro fator importantíssimo de se observar durante a escrita é a composição gráfica do texto com os demais elementos. O espaço disponível para acomodar o que será escrito determinará como este texto ficará alinhado.

  1. Existem 4 tipos principais de alinhamento:
  2. Alinhado para Esquerda;
  3. Alinhado para Direita;
  4. Alinhado no Centro;
  5. E justificado, que é o texto alinhado em toda a extensão da página e, muitas vezes, pode criar grandes espaços entre as palavras para compensar o tamanho da folha.

Alguns softwares que possuem a função de diagramação de textos, como o InDesign e Illustrator (Adobe), disponibilizam algumas opções de alinhamento que facilitam a nossa vida. No programa, é possível tirar a hifenização e alinhar também a última linha recuada, fazendo com que esses espaços mostrados acima não apareçam.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?Interface da caixa de ferramentas para parágrafo presente nos produtos da Adobe.

Todos esses fatores vão influenciar na legibilidade e leiturabilidade do seu texto. Legibilidade é a facilidade de como as letras são diferenciadas uma das outras. Já leiturabilidade diz respeito a leitura da mensagem e com a fluência dos caracteres na frase.

Juntos, esses conceitos formam os pilares da aplicação tipográfica. Se bem trabalhados, são responsáveis por tornar um texto prazeroso e confortável de ser lido.

Como aplicar esses conceitos?

A escolha dessas variáveis vai depender de qual mensagem você quer passar e de como você quer que ela seja recebida pelo leitor.

Cada fonte reflete como sua mensagem será lida. Ela pode passar alegria e euforia ou tristeza e melancolia (olha, até rimou!).

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

E não somente emoções, elas também podem transmitir segurança, seriedade, instabilidade, descontração e mais diversas sensações. Poderia ficar o texto inteiro listando!

Por isso é muito importante escolher um tipo adequado para sua finalidade, já que muitas vezes pode ocorrer de causar estranhamento no leitor se essa combinação não acontecer.

Erros mais comuns

Algumas coisas podem dar bem errado durante a escrita do seu texto. Por exemplo, se eu escrever uma frase séria com uma fonte brincalhona, o modo que eu gostaria que a mensagem fosse passada não vai acontecer.

Leia também:  Como Mostrar Que Uma Função É Impar?

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Não parece muito sério não é? Isso aconteceu porque o tipo que eu escolhi para a frase não era nada adequado para o sentimento que eu gostaria de passar. Ou pior, você pode escolher a fonte e a cor menos adequadas.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

A legibilidade e a leiturabilidade são fatores que também precisam ser sempre observados. Parece algo bem óbvio, não é? Mas na verdade é bem fácil se enganar nesse aspecto.

Às vezes você vê uma fonte que gosta bastante e parece bem adequada ao seu texto, mas, quando coloca ele como fonte principal, a leitura vira um pesadelo.

Outra coisa que pode ocorrer é, certas vezes, você escolher usar um tipo que é bastante legível, mas que no texto fica sem leiturabilidade. Ou seja, torna a leitura mais lenta e difícil.

  • Isso pode ocorrer tanto pela escolha de um tipo não adequado, quanto pela falta de ritmo entre as letras.
  • PoR eXeMpLo, EsSa FrAsE é BeM SiMpLeS, mAs SuA lEiTuRa É pÉsSiMa (mas que faria um sucesso no nosso saudoso Orkut, faria).
  • Textos com as letras muito próximas umas das outras ficam densos e difíceis de ler, tornando o processo mais demorado também.

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

É importante também de frisar o bom contraste do seu texto. Já me encontrei diversas vezes com frases que eu simplesmente não conseguia ler ou tinha muita dificuldade por conta das cores usadas oferecerem pouco contraste. Inclusive, já fiz isso bastante também. Fique sempre atento!

Como Saber Que Tipo De Letra Tem Um Texto?

Outro fator que pode atrapalhar sua mensagem é o espaçamento das linhas. Se elas estiverem muito próximas, a leitura fica cansativa e visualmente densa, deixando de se tornar uma experiência agradável.

E acredite, nada é pior do que não ter leitores para seu texto (ou ter e eles acharem sua escrita bem ruim).

Uma maneira bem prática de se evitar esses erros, é o uso de uma ferramenta eficiente: a criação de persona. É sempre importante saber exatamente para quem você escreve e escolher, assim, a melhor fonte para se comunicar com ela. Se quiser saber mais de personas, existe um ótimo post aqui no blog, não deixe de conferir!

Cases de marcas que mudaram a tipografia e que deu certo (ou não!)

Uber:

Em 2016, a empresa de serviços de transporte Uber anunciou que mudaria sua identidade visual inteira. E com seu logotipo não foi diferente. A mudança nele ocorreu porque a leitura de seu logo antigo era comprometida devido a utilização de uma fonte muito Thin.

O espaçamento entre as letras também foi alterado e, com esse estudo tipográfico, a nova identidade visual da empresa ficou bem mais agradável para a leitura e utilização no ambiente mobile.

Netflix:

A empresa mudou seu logo em 2014 com uso de uma tipografia mais simples e flat que o visual que eles adotavam. Provavelmente seguiram essa linha já que é uma tendência no design nos últimos anos.

A Netflix causou certas divergências apresentando essa nova tipologia. Eu particularmente gostei bastante, pois acredito que a suavização da fonte deixou o logo mais moderno e clean.

Agora, se preparem porque vêm aí alguns casos graves.

Gap:

A Gap, empresa de vestuário, possui um logotipo bastante clássico que muitas pessoas já se familiarizaram. Porém, em 2010 a empresa decidiu colocar em seu site um novo logo com uma fonte bastante diferente.

A reação foi desastrosa. Inúmeros usuários foram até as redes sociais da empresa indignados com a mudança. Consideraram o novo design uma solução preguiçosa e que não reflete a marca que eles conheciam. O resultado? A Gap voltou atrás e continuou usando o logo antigo.

Stock Car:

A empresa de competições automotivas decidiu em 2013 mudar seu logo, principalmente na tipografia. E este foi o resultado:

Muitas pessoas ao verem a nova tipografia usada com os demais elementos considerou que a mudança com a fonte fez o logo parecer menos sério, como se fosse de uma empresa de brinquedos e não de uma competição esportiva de fato.

Apesar de todos esses casos, é importante ressaltar: gosto é pessoal. Claro que certas decisões continuam ruins, mas todos os casos geraram divergências no público, inclusive os bons!

Então, pesquise bem e conheça bastante seu público para usar a tipografia que definitivamente seja a mais adequada a ele.

Como fazemos na Rock Content

Tipografia: Como escolher a fonte ideal para o seu design?

As fontes desempenham um grande papel em relação a como os infográficos são percebidos.

Se você não é um designer, provavelmente não deve dar muita atenção a esses detalhes, a menos que sejam particularmente horríveis.

Você provavelmente não se importa com isso, e sinceramente, não tem problema. Todos nós temos aquele amigo designer que está sempre falando sobre a fonte Comic Sans (se você não conhece o ódio universal pela Comic Sans, voc~e vai descobrir neste artigo).

Este contéudo não tem como objetivo criticar a Comic Sans ou lhe dizer que a fonte Helvetica resolverá todos os seus problemas. Este artigo foi produzido para explicar por que você deve se preocupar com as fontes e ensinar como você pode usá-las como um designer, mesmo que você não seja um.

  • Você pode argumentar que, desde que o texto seja legível, a escolha da fonte não importa. Embora isso possa ser verdade até certo ponto, considere a seguinte informação:
  • Um estudo de 2008 descobriu que, simplesmente usando uma fonte considerada mais “apropriada” para um currículo, os candidatos a emprego pareciam mais maduros, mais confiáveis e mais profissionais do que os candidatos que usavam fontes menos adequadas.
  • Apesar de terem qualificações idênticas, esses candidatos também eram mais propensos a conseguir as entrevistas.

Conseguiu entender a importância que uma fonte pode ter? Agora, vamos falar sobre como escolher fontes para os seus infográficos.

Por que as fontes são importantes?

  1. Antes de nos aprofundarmos na escolha das fontes, gostaria de revisar o papel que as fontes desempenham na comunicação visual.
  2. Claro, todos nós queremos usar fontes que tornam os nossos infográficos “bonitos”, mas há muitas outras coisas importantes acontecendo nos bastidores.

  3. Não acredita em mim? Confira estas duas versões do mesmo infográfico – o mesmo conteúdo, recursos visuais e esquema de cores, mas com fontes diferentes:

Além do estilo, um dos infográficos acima é muito mais eficaz por causa das fontes que foram utilizadas.

É muito mais fácil coletar informações do primeiro infográfico do que do segundo.

Por quê? Vamos ver as funções das fontes no design de infográficos.

1. Fontes impactam a legibilidade e a escaneabilidade

O termo legibilidade refere-se a quão fácil é distinguir qualquer letra em uma página. Das fontes abaixo, uma é claramente mais legível.

Já escaneabilidade refere-se à facilidade em ler trechos maiores de texto. Como você pode ver no exemplo abaixo, ambas as fontes são bastante legíveis, mas é preciso muito mais concentração para ler a frase à esquerda. A fonte à direita facilita a leitura.

  • Idealmente, você não quer fazer com que seu leitor tenha que se esforçar muito ao ler o seu texto.
  • No que diz respeito à escaneabilidade e legibilidade das fontes, a escolha de ótimas fontes para infográficos geralmente envolve encontrar um equilíbrio entre estilo, escaneabilidade e legibilidade.
  • O texto altamente legível deste infográfico garante que a mensagem esteja em destaque, enquanto as cores agregam interesse e estilo:

2. As fontes podem ser usadas para criar uma hierarquia visual na página

O que isto significa? Dê uma olhada no artigo abaixo. Quanto tempo leva para você entender do que ele se trata?

Agora, dê uma olhada no mesmo artigo, mas com as fontes alteradas para criar uma hierarquia visual. À primeira vista, é muito mais fácil descobrir sobre o que é o artigo:

Isso ocorre porque as fontes utilizadas deram destaque aos títulos e aos pontos principais.

Sempre que você tenta ler um texto em uma página, o seu olhar deve se concentar em algum lugar. Em uma página como a acima, seus olhos saltam subconscientemente para o texto que é maior, mais ousado e mais exclusivo. A hierarquia visual estabelecida pelas opções de fonte nos ajuda a entender rapidamente o texto.

Para mais exemplos, dê uma olhada nestes modelos de cartazes para eventos que chamam a atenção. Quantos deles aproveitam uma forte hierarquia visual para chamar a atenção para o título? (Resposta: todos eles).

Leia também:  Como Alimentar Um Pardal Que Caiu Do Ninho?

3. Fontes provocam emoção e têm personalidade

  1. Qual dessas fontes parece mais feliz?
  2. Mais confiante?
  3. Mais confiável?

Quer pretendamos ou não, nossas escolhas de fonte provocam respostas emocionais de nossos leitores (isso é conhecido como psicologia da fonte). Para se comunicar com eficiência, precisamos gerenciar essas respostas escolhendo fontes que correspondam à natureza do assunto.

Podemos ver que a maneira como o texto é exibido na página (ou na tela) afeta a maneira como interagimos, lemos e entendemos. Se nos preocupamos com a percepção de nossos leitores sobre nosso texto, precisamos estar conscientes sobre as nossas opções de fonte.

Como escolher fontes para seus infográficos em 5 etapas

Com o material teórico fora do caminho, vamos ser práticos. Aqui estão cinco etapas que você pode usar para fazer boas escolhas de fontes para seus infográficos.

1. Leve em consideração sobre o que se trata o seu conteúdo

As suas opções de fonte devem sempre ser orientadas pela natureza do seu conteúdo, a saber:

O objetivo do infográfico:

  • As fontes de infográficos criadas para educar, informar ou simplificar (como relatórios, infográficos estatísticos, cartazes de treinamento) devem ser mais mínimas, com foco na escaneabilidade e legibilidade.
    • As fontes de infográficos criadas para entreter, envolver ou inspirar (como folhetos promocionais, marketing para as redes sociais) podem ser mais divertidas, com foco no estilo e na exclusividade.

O tamanhoe a estrutura do texto:

  • As fontes para textos de formato longo (como parágrafos e bullet points) devem ser altamente escaneáveis
  • As fontes para textos curtos que você deseja destacar (como palavras-chave, cabeçalhos, subtítulos) devem ser estilizadas e exclusivas
  • As fontes do texto que devem ser lidas rapidamente (como rótulos e legendas de gráficos) devem ser altamente legíveis

O meio e o local em que será recebido:

  • As fontes para infográficos impressos devem ser facilmente legíveis a uma distância de um braço, com pelo menos 10 pt de tamanho
  • As fontes para infográficos que serão lidas a distâncias maiores (como pôsteres e apresentações) devem ser maiores, altamente escaneáveis e legíveis
  • As fontes para infográficos que serão visualizados na tela devem ter pelo menos 14 pt de tamanho, sendo idealmente maiores
  • Esse processo de análise dessas características do conteúdo é sobre a definição do seu foco para cada texto – estilo e engajamento, ou escaneabilidade e legibilidade.
  • Vamos trabalhar com alguns exemplos.
  • Exemplo 1:
  • O executivo de uma pequena organização sem fins lucrativos está criando um cartaz de evento para uma elegante festa de angariação de fundos.
  • Objetivo: Promover a conscientização do evento e incentivar as pessoas a participar.
  • Texto: Título, data e local do evento em bullet points, algumas frases sobre o objetivo do evento.
  • Meio: Cartaz, para ser exibido em espaços públicos.

Para um cartaz de evento com muito pouco texto, projetado para atrair a atenção do leitor e fornecer algumas informações básicas sobre um evento, o foco da escolha da fonte pode estar no estilo, na personalidade e na emoção.

O objetivo principal deve ser encontrar uma fonte de título que transmita elegância, sofisticação e emoção. Para o restante do texto, o foco deve ser a escaneabilidade; você não quer perder potenciais doadores porque eles não conseguem descobrir onde ou quando participar do evento!

Exemplo 2:

Um analista financeiro está criando uma apresentação de slides sobre o balanço do trimestre.

  • Objetivo: Comunicar tendências e destacar as principais estatísticas.
  • Texto: Títulos e legendas de gráficos, principais pontos de forma resumida.
  • Meio: Slides, para serem usadis em uma apresentação.

Todo o foco aqui é comunicação e educação para um público profissional; portanto, as fontes devem ser mínimas, profissionais e altamente escaneáveis. O texto deve desaparecer em segundo plano, deixando espaço para os dados brilharem.

As principais estatísticas podem ser destacadas no texto aumentando o tamanho e o peso (ou seja, o negrito) da fonte.

Para resumir, o conteúdo é fundamental!

Use o objetivo, o tamanho e a mídia do seu conteúdo para determinar se seu foco deve ser a escaneabilidade ou o estilo. Use esse foco para orientar suas escolhas de fonte, garantindo que seu texto se comunique de maneira eficaz.

2. Escolha uma fonte para o corpo do texto que seja escaneável

Mantendo o seu conteúdo em mente, escolha uma fonte para usar na maior parte do texto (por exemplo, parágrafos, bullet points, sumários). São nessas partes que os seus leitores obterão a maior parte das informações, portanto, isso sempre deve ter prioridade.

Fontes para o corpo do texto devem:

  • Ser altamente escaneáveis e legíveis em tamanhos pequenos
  • Ser menos estilizado que as fontes usadas nos títulos
  • Ter vários pesos (ex.: regular e negrito)
  • Nunca serem escritas com todas as letras maiúsculas

Para facilitar um pouco as coisas, compilei uma lista das melhores fontes profissionais, modernas e que são ótimas para serem utilizadas no corpo do texto:

Se você pensar um pouco no conteúdo e na finalidade do seu infográfico, será fácil escolher uma fonte dessa lista! Em caso de dúvida, escolha algo simples e mínimo – será mais fácil trabalhar e você poderá adicionar mais estilo na próxima etapa.

3. Escolha alguns pares de fontes para títulos que tenham personalidade

Depois de estabelecer uma fonte para o corpo do texto, é hora de passar para os títulos. Eventualmente, você precisará considerar como a fonte do título combina com a fonte de corpo, mas, por enquanto, concentre-se em encontrar fontes para o título que se ajustem ao seu conteúdo.

As fontes de título geralmente podem ter um pouco mais de personalidade do que as fontes para o corpo do texto e podem ser usadas para chamar a atenção do leitor, atraindo-o para um gráfico e incentivando-o a ler mais.

Pense no título como uma maneira de estabelecer o estilo e a sensação de unidade. Ele deve ficar ótimo em tamanhos grandes e pode ser menos legível que o texto do corpo, se necessário.

Escolha três ou quatro fontes que você julgue adequadas ao seu conteúdo para serem usadas nos títulos. A idéia aqui não é encontrar uma fonte perfeita, mas escolha algumas que você deseja experimentar. Você pode melhorar as suas chances de encontrar uma que funcione escolhendo estilos variados.

Use o gráfico abaixo para obter alguma inspiração e não tenha medo de usar essas fontes para o corpo do texto também como títulos.

4. Encontre a fonte de título que melhor combina com a fonte para corpo do texto

Até agora você deve ter uma fonte de corpo perfeita e três ou quatro fontes possíveis para títulos. Chegou a hora de encontrar a fonte de título única que melhor combina com a fonte para corpo do texto.

  1. Os pares de fontes devem ter alto contraste ou baixo contraste.
  2. É muito mais fácil emparelhar fontes muito diferentes ou muito semelhantes no estilo geral.
  3. Você pode emparelhar uma fonte de título com serifa com uma fonte de corpo sem serifa:
  4. Ou uma fonte de título dramática com uma fonte de corpo minimalista:
  5. Ou use uma única fonte para um infográfico inteiro. Crie contraste com as versões em negrito ou itálico da sua fonte:

Tente combinar a fonte de corpo escolhida com cada uma das opções de fonte de título. Alguma delas tem alto contraste? Baixo contraste? Se houver uma correspondência de alto ou baixo contraste que seja ótima para você, vá em frente. Caso contrário, e se você deseja alguma inspiração, confira esta coleção de pares de fontes:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*