Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

  • Gato demonstra seus sentimentos?
  • Seu gato te ama?
  • Como saber identificar os sentimentos nos bichanos

Todo bichinho que levamos para casa passa a fazer parte da nossa família. Quando bem tratados acabam sempre encontrando um jeito de nos mostrar o quanto nos ama, seja cachorro, gato ou papagaio.

Podemos ver mais claramente este comportamento nos cachorros, que logo quando veem o dono chegar já latem e abanam o rabo em alegria. Contudo, os gatos são mais discretos.

Leia mais

Qual a melhor opção de empréstimo?

Saiba quando dar banho em seu gatinho

Muita gente inclusive acredita que os gatos são indiferentes ao carinho e não expressem muito bem seus sentimentos. Entretanto, isso não é verdade.

Os bichanos também expressam seus sentimentos de amor e gratidão por tudo o cuidado que seus tutores demonstram.

Todavia, essa demonstração é feita no jeito felino de ser e por isso no post de hoje falaremos como os gatos demonstram sua afetividade.

Estão preparadas para morrer de amores? E descobrir se seu gato te ama? Vamos lá!

Assim como os cachorros os bichanos também expressam seu amor através de gestos e atitudes, o jeito de andar, basta apenas que nós consigamos identificar.

Ronronar

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Quem consegue resistir a figura de um gato manhoso? Sempre acabamos nos entregando ao seu jeito e cedemos aos seus pedidos de carinho e atenção.

Preste atenção, se ao acariciar o seu gato ele acabar ronronando para você é uma demonstração de que ele o ama. Preste atenção, ao acaricia-lo, ao acariciar sua barriga ouça se ele emite um som como o som de um motorzinho. Este é o ronrono do seu gato.

Seu gato costuma morder você?

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Em meio a uma brincadeira inocente entre você e o seu bichano ele acabou mordendo você? Fique extremamente feliz e não repreenda seu gatinho. O ato de morder ou lamber é uma demonstração de que o seu animalzinho se preocupa e que ama você.

Por isso se em meio a uma brincadeira seu gato te morder ou lamber é apenas uma forma que ele tem de demonstrar que ama você.

Atenção a seu corpo

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Os gatos são animais extremamente desconfiados. Conquistar o carinho de um gato já é algo difícil, mas conquistar sua confiança é ainda mais difícil. Então veja, se quando está com você o seu gato deita, anda em sua frente, ou da a barriga para você, isso é uma extrema prova de confiança e consequentemente de amor.

Deitar de barriga para cima é uma prova de amor.

Olhe para o rabo do seu bichano

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Assim como os cachorros os gatos também podem demonstrar seus sentimentos através do movimento de seu rabo. Veja, se ao estar com você o seu gato balança velozmente o seu rabo. É uma forma que ele tem de demonstrar que gosta de você.

Se mesmo não balançando o rabo, a ponta deste se curva você está com sorte. Significa que o gato também gosta e confie em você.

Passeio entre as pernas de seu tutor

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Seu gatinho costuma passear por suas pernas? Outra prova de amor. Quando o gato está a andar pelas suas pernas enquanto você caminha isso significa que ele gosta de você e quer chamar a sua atenção.

Sempre que seu gatinho fizer isso tire um pouco de tempo e dê-lhe atenção. Esse simples hábito de caminhar com o seu tutor reforça a cumplicidade que há entre vocês.

Batidas na cabeça

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Pode parecer estranho mas se seu gato costuma bater a sua cabeça ele está te dizendo que te ama. Assim como bater a sua própria cabeça contra a sua como bater em sua cabeça. Estas duas formas demonstram o amor do seu pet com você.

Por isso se ele bater a cabeça contra a sua ou bater em sua cabeça não o repreenda ele apenas está, da sua forma, demonstrando afeto.

Como Saber Se O Seu Gato Não Gosta de Você

Você acha que seu gato não gosta de você? Pode não ser bem assim.   [no_toc]

Índice da Matéria ‘Como saber se o seu gato não gosta de você’

Como saber se o seu gato não gosta de você

Felinos são bastante pacíficos, mas podem se zangar com algumas atitudes e passar a demonstrar que não gostam de você.

Os gatos domésticos são criaturas incríveis que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, são extremamente sociáveis e amorosos.

Mesmo assim, estes animais também possuem muita personalidade e não são tão submissos quanto os cães, por exemplo. Sendo assim, um gato que não está feliz, irá demonstrar de forma clara que não gosta da situação ou não gosta de você.

Veja também: “Eu não sabia que estava matando meus gatos sem querer! Aprender sobre os 3 pilares literalmente salvou a vida deles”

Quais atitudes podem demonstrar que o gato não está feliz com alguém?

Um gato infeliz, irritado ou pronto para atacar sempre demonstra o seu sentimento através de sua linguagem corporal.

Desta forma, fique atento para as atitudes do bichano pois cada uma delas indica um tipo de emoção e te dá uma previsão do que vai acontecer muito em breve. Mas se essas atitudes se prolongarem, você precisa repensar a relação de vocês e como você o trata.

  • Se o seu gato passar a te ignorar, ele está dizendo que está infeliz com você e isso pode ter sido causado por ciúmes com outros animais, pela forma que ele foi tratado, porque as suas visitas estejam dando atenção para ele ou estão ocupando muito o espaço que geralmente ele habita e relaxa.
  • Para lidar com isto, basta tentar uma reaproximação lenta, carinhosa e que dê espaço para ele.
  • Se o seu gato apresentar sinais como: rabo levantado e com pelos ouriçados, mostra de dentes quando você se aproxima, orelhas deitadas para trás ou emite um som de ameaça, é hora de se afastar e deixar ele na dele por um tempo!
  • Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Gato não gosta de você? Um gato que não está feliz, irá demonstrar de forma clara que não gosta da situação.

Evite algumas atitudes que são extremamente irritantes o seu gato

Gatos são muito específicos em relação ao que não gostam e se você aprender as atitudes mais comuns a serem repudiadas, vai evitar que o seu gato fique zangado com você.

Alguns erros básicos como passar a mão na barriga de um felino sem que ele tenha oferecido, pode gerar uma mordida como resposta. O mesmo acontece quando se brinca com os bigodes do seu pet.

Brincadeiras agressivas geralmente também não serão bem recebidas, a não ser as mordidinhas que eles dão normalmente, mas nada acima desse nível!

Conteúdo VIP

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber GRATUITAMENTE dicas exclusivas!>

Fique tranquilo, a gente também ODEIA SPAM! Com a gente, seu e-mail está completamente SEGURO! E só enviaremos informações para manter seu gatinho mais saudável!

Comece cedo a socialização do seu gatinho

Como a gente sempre comenta no Guia Para Um gato de 14 Vidas, é muito importante que a socialização de um gato comece em algumas semanas após o seu nascimento.

Depois de desmamar, o seu gatinho já pode começar a ter mais contato com vários humanos, de preferência de idades variadas, e ser introduzido a outros animais de forma calma e repetida, para que esta situação se torne algo comum e ele conviva sem qualquer problema.

Conclusão: Construir uma relação melhor com o seu gato é possível e pode ficar muito mais fácil

  1. Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?
  2. Para estabelecer uma relação saudável e bastante proveitosa com o seu gatinho de estimação, é preciso conhecer como eles geralmente se comportam e como você pode reagir para criar um ambiente de conforto para vocês dois ou para a família.
  3. Com o [Guia Para um Gato de 14 Vidas], você pode ter todas essas informações em suas mãos e sem sair de casa para adquirir.

Eu espero que você também tenha gostado da matéria! Se gostou, deixe seu comentário aqui abaixo e compartilhe com seus amigos que também amam gatos.

Se quiser saber mais sobre o Guia Para Um Gato de 14 Vidas, que foi de onde eu tirei as informações (e de onde eu tiro 99% das dicas que eu mando pra vocês), pode clicar AQUI.

Photo Credits: Robert Emmerich

7 sinais de que seu gato é feliz com você

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

É comum que gatos sejam descritos como animais misteriosos e retidos, principalmente em comparação com os cachorros. Por seu comportamento por vezes independente e o jeito mais discreto, há quem ache que os felinos não criam vínculos com os humanos e preferem estar sozinhos, ficando inclusive infelizes morando numa casa. Porém, há estudos recentes que comprovam o contrário – como o publicado recentemente no periódico Behavioral Processes, que identificou que os gatos preferem os humanos à comida (veja aqui). De fato, é só ter um gatinho em casa para perceber: os gatos podem sim ser animais carinhosos, que demonstram de diversas maneiras sua felicidade. Veja algumas delas!

Leia também:  Como Saber Qual É O Meu Ascendente?

1 – Ronronadas de amor

O ronronar dos gatos é bem mais complexo do que se pode imaginar, e pode aparecer em diversos momentos, como cientistas têm observado. Um deles é para expressar prazer e alegria, expondo uma situação de relaxamento. É por isso que o som normalmente aparece quando acompanhado do carinho dos donos e chegam até um cochilo no colo.

2 – Soltando a voz

Uma das formas de comunicação utilizada pelos gatos é a vocalização, que também tem objetivos variados. Em geral, os miados serão utilizados para o contato com humanos e muitas vezes são formas que o gato encontra de pedir o que necessitam.

Mas os miados também podem ser simplesmente um chamado para brincar, apenas uma conversa (já viu gatinhos interagindo com humanos como se estivessem respondendo?) ou mesmo uma expressão da alegria de ver os donos – há aqueles que miam quando os donos chegam em casa! Esse é um sinal a ser observado juntamente com outros, para entender que ele está mesmo confortável.

3 – “Toquinhos” para dar carinho

Se o gato chega até você para esfregar o corpinho ou dar leves cabeçadas, ele tem confiança o suficiente em você para isso e está feliz. O único motivo de fazê-lo é a certeza de que você não fará mal nenhum a ele. Inclusive, com o ato os gatos liberam feromônios que estão associados ao prazer e à demarcação de território. Quer maior prova de amor que essa?

4 – Rabinhos que falam

É possível saber muito sobre o humor dos gatos pela observação do rabo dos bichinhos. Quando a cauda está com os pêlos eriçados, algo está errado – ele pode estar assustado ou muito agitado. Mas se os pêlos estão normais e a cauda está para cima, com a ponta curvada (formando uma espécie de gancho), é sinal de que o bichano está amigável ou feliz da vida.

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?A ponta da cauda curvada é um indicativo de que o gato está contente e despreocupado

5 – Linguagem corporal diz tudo

Fora o rabo, há outras formas de o próprio corpo expressar a sensação de alegria e conforto. A mais clara é a barriga para cima: os gatos só ficam nessa posição quando estão completamente tranquilos com relação a ameaças.

É um sinal de proteção bem claro, portanto, se seu gatinho tem o costume de mostrar a barriga e ainda aceita carinhos ali, você é muito amado por ele! Os olhos semicerrados, com piscadinhas lentas, também demonstram a despreocupação com ameaças ao redor.

6 – Amassos/afofar

Este é um comportamento que os gatos têm desde pequenos, utilizado para estimular o fluxo de leite nas mamães. Por isso mesmo, o ato de afofar/amassar cobertores, almofadas ou a barriga dos donos está associado ao prazer e representa a segurança que o gato tem no dono para reproduzir o costume com ele.

7 – Higiene em dia

Para os gatos, a higiene também é um indicativo de bem-estar e saúde em ordem.

As sessões de lambida e o cuidado com a caixinha de areia fazem parte do ritual dos bichinhos para manter a limpeza em dia, e inclusive podem indicar que algo esteja errado caso não estejam acontecendo.

Além disso, se o gato dedica alguns momentos para lamber os donos também, olha que honra: ele está zelando também pelo tutor e cuidando da forma que entende ser boa!

A melhor forma de fazer seu gato feliz é importar-se com ele e demonstrar isso de todas as formas que puder, respeitando também, claro, o seu espaço e tempo de descobrir e aventurar-se. Rapidamente ele verá em você uma figura de segurança e conforto, para todas as horas. ????

Especialistas em comportamento felino ensinam como fazer um gato gostar de você

Se você encontrar um cão pela primeira vez e tentar acariciá-lo, provavelmente não terá problemas. O cão típico confia nas pessoas quase instantaneamente. Já o gato típico deve ser conquistado.

  • Gatos amam seus humanos mais do que pensávamos: estudo

Existem estratégias que você pode usar para fazer um gatinho confiar em você, ou gostar de você. Veja o que três especialistas em comportamento felino têm a dizer:

Trate o gato como um animal selvagem

Os cães são domesticados há muito mais tempo que os gatos. Conforme explica Tom McNamee, autor de “The Inner Life of Cats”, humanos criam cães há 100 mil anos, enquanto gatos só convivem conosco há 5 mil anos.

Aliás, até pouco tempo, não fazíamos criação seletiva de felinos, do tipo que transformou os lobos em centenas de raças de cães especializadas. Nós só mantemos gatos de estimação em casa nos últimos dois séculos.

Então eles não são tão diferentes uns dos outros, ou do seu ancestral selvagem.

  • Como os gatos “domesticaram” os humanos milhares de anos atrás: estudo

“Gatos não são cachorros”, afirma Jackson Galaxy, autor de “Total Cat Mojo” e apresentador do canal Animal Planet. “Eu sei que parece insultuoso, mas sempre olhamos para os gatos como se fossem cachorros”.

Mas eles não são, então nada de achar que você pode chegar colocando a mão em um. Isso significa um processo de introdução muito mais lento.

Além disso, respeitar o fato de que o animal ainda tem muitos instintos de caçador.

Um gato começa a captar sinais assim que entra em uma casa. Ele pode sentir o cheiro de outros animais em você, até mesmo de cães, esclarece Mieshelle Nagelschneider, autora de “The Cat Whisperer”.

Se puder, tente não aparecer perto de um gato cheirando a outros animais. Se estiver a fim de se esforçar, você pode borrifar seus sapatos com um feromônio como Comfort Zone ou Feliway.

Estes são geralmente vendidos como sprays ou difusores para desencorajar comportamento territorial, o que significa que tem um efeito de acalmar o gato.

  • 10 gatos incríveis e desconhecidos

Por fim, evite bloquear qualquer saída percebida. Gatos são territoriais e cautelosos. Posicione-se como um aliado em vez de uma ameaça.

Aja como alguém que “não gosta” de gatos

  • Pessoas alérgicas e amantes de gatos rejeitados concordam: parece que os gatos sempre se dirigem para a pessoa que não quer sua companhia.
  • De acordo com McNamee, isso faz sentido, porque todos os movimentos usuais que os amantes de gatos fazem, como caminhar em direção ao gato fazendo ruídos, são contraproducentes.
  • Agir como alguém que “não gosta” de gatos é simplesmente evitar parecer uma ameaça para eles:
  • Não olhe o gato nos olhos, nem ande direto em direção a ele. Espere o gato vir até você;
  • Não fique em cima do gato. Afunde os ombros, coloque as mãos no colo ou sente-se no chão. Se não for o dono do gato, fique perto do proprietário, para que o animal tenha a ideia de que você é um aliado;
  • Não faça barulho. Fale baixo;
  • Não estenda a mão para ele. Uma vez que um gato se acostumar com a sua presença, ofereça gentilmente um dedo para ele cheirar. O ideal é não apontá-lo, mas realizar um movimento que Galaxy chama de “Michelangelo”, onde você balança a mão com um dedo pendurado. A ponta do dedo parece um nariz de gato, e o próprio animal se aproxima (confira o vídeo abaixo para entender melhor);
  • Não se apresse. Preste atenção ao gato. Não tente acariciar a barriga ou o topo da cabeça. Comece pelas bochechas e atrás da orelha, locais onde os gatinhos são lambidos pela mãe;
  • Mesmo quando um gato está se esfregando em você, “isso não é necessariamente um convite para acariciá-lo”, diz Nagelschneider. Se você avançar cedo demais, poderá quebrar a confiança do gato;
  • Não desista. Galaxy conta que tem muitos primeiros encontros ruins com gatos, mas quase sempre consegue conquistá-los.

Ative o modo caçador

Outra dica para ganhar a confiança de um gato é brincar com ele usando objetos com cordas ou que permitam que o gato mantenha uma certa distância enquanto interage com você. “É uma estratégia preventiva para manter o medo fora da equação”, afirma Nagelschneider. “Isso ajuda os gatos a se sentirem confiantes e relaxados ao seu redor”.

Leia também:  O Que É Um Tornado E Como Se Forma?

O felino vai curtir mais a brincadeira se você imitar o comportamento de uma “presa”. Você pode fazer o animal perseguir o brinquedo em pontos interessantes, como atrás do sofá. A brincadeira não conquista instantaneamente todos os gatos, mas pode ajudar. O ideal seria tentar o método de jogo depois de já ter estabelecido alguma confiança.

Como Saber Que O Gato Gosta De Voce?

Você também pode optar por suborno direto. Coloque um petisco no chão, a certa distância, novamente evitando contato direto que poderia parecer um confronto. Alimentar o gato com sua refeição normal é outra grande oportunidade. “Coloque a comida em seu lugar habitual e, em seguida, sente-se ao lado dele”, diz McNamee.

Ajude as visitas a conquistarem seu gato

Se você é dono de um gato, há algumas coisas que você pode fazer para ajudá-lo a se relacionar melhor com os visitantes.

Por exemplo, pode reservar uma guloseima para ocasiões especiais. Galaxy explica que não há “nada de errado com suborno”. Talvez separe um petisco que somente convidados podem dar a seu gato. Idealmente, a visita de um convidado deve ser como uma visita do Papai Noel.

Além disso, como proprietário, você pode dizer às pessoas o que fazer ou não fazer perto de seu gato. Pode parecer chato, mas não há problema em proteger seu animal de estimação. Boas dicas vão deixar tanto a visita quanto o felino mais confortáveis.

Crie um gato amigável

O medo está sempre presente em um gato, defende McNamee. “Eles são muito facilmente assustados. Então, se você puder organizar suas vidas para que eles não fiquem com medo, isso tornará tudo mais fácil”.

  • Como deixar o seu gato mais feliz e saudável

Ler livros como os desses especialistas pode te ajudar a criar um melhor ambiente para seu animalzinho.

A maior parte do comportamento do gato é definido durante a sua infância. “Há uma certa maneira de criar filhotes que lhe dará um gato domesticado muito mais amigável”, diz McNamee.

Um estudo subestimado, abordado em seu livro, indica que os gatinhos manuseados com uma ou duas semanas de idade (em vez das sete semanas padrão) são melhor socializados quando adultos. Ele também recomenda que os gatos fiquem com a mãe pelas primeiras 12 a 16 semanas, em vez de serem levados depois de apenas sete.

Um filhote bem socializado é a melhor maneira de tornar um adulto amigável. Depois disso, é muito mais trabalho para os amantes de gato. [LifeHacker]

Sinais que seu gatinho usa para demonstrar que te ama – Blog da Pet Anjo

É muito fácil perceber quando um gato está incomodado com você ou bravo, mas e quanto a perceber o afeto que eles demonstram?

 Gatos escolhem uma pessoa para amar, e quando amam, amam de verdade.

O truque é saber reconhecer e retribuir o carinho dado por esses bichanos! 

Nem todos os gatos demonstram afeto igualmente, mas a seguir estão alguns jeitos que eles usam para nos dizer ou demonstrar que nos amam:

– Encostar a testa:

Este gesto é demonstrado para os tutores muito amados, quando o gatinho olhar para você, ele abaixará a cabeça e encostará na sua testa, queixo ou bochechas.

– Passar as bochechas:

Quando um gatinho se sente confortável no ambiente ou com alguém, ele passa as bochechas nos móveis, nos cantos da casa, nas suas pernas e mãos quando for acariciado.

– Entortando a pontinha do cauda:

A cauda de um gatinho é como um termômetro do seu humor, quando fica espetada ou esticada, quer dizer que o gato está assustado, mas quando ele está perto de você e passa com a pontinha torta, é porque ele confia em você.

– Fazer contato visual e piscar suavemente:

Gatos somente olham nos olhos de quem eles amam e confiam, quando eles piscam suavemente, como se estivessem calmos, é quase como um beijo entre humanos, uma conexão de amor e confiança.

– Ronronar: 

Ronrono não é apenas para coisas boas, gatos ronronam para avisar que algo irá acontecer, quando usam a caixinha de areia…mas o ronronar mais alto e poderoso é deixado somente para momentos de felicidade ao lado de seu dono.

– Deitar no colo: 

Gatos adoram lugares quentinhos e confortáveis para dormir, como uma caminha ou travesseiro, mas muitas vezes escolhem o colo de seus donos, o gato escolheu dormir junto de você, mesmo que não seja tão quentinho ou confortável.

– Te dar ratos, pássaros e insetos mortos: 

  • Gatos gostam de serem apreciados pelos seus atos, depois de caçar, um ratinho, pássaro, inseto morto ou até mesmo um rabo de lagartixa podem aparecer no seu travesseiro, para você pode ser nojento, mas para seu bichano é um sinal de confiança e amizade.
  • [wc_box color=”primary” text_align=”center” margin_top=”” margin_bottom=”” class=””]
  • Encontre um Pet Sitter para seu gatinho
  • [/wc_box]

6 sinais que demonstram que seu gato gosta de você

Interpretar os gatos não é tão simples.

 Em comparação com os cachorros, que expressam seu afeto de forma clara, os felinos, sem dúvida, comunicam o que sentem de uma maneira menos óbvia.

Porém, isso não significa que o nosso bichinho de estimação não queira nos mostrar seu carinho e lealdade, só que ele demonstra de um jeito diferente, que muitas vezes fica até difícil de reconhecer.

Se você quiser descobrir o quanto seu gato gosta de você, tome nota destes sinais que indicam que você não é indiferente para o seu gato e que revelam que ele o adora.

Ronronar e amassar pãozinho

Ronronar é o som que os gatos usam para expressar carinho aos seus donos. Costumam ter um longo alcance e ser bastante graves.

Segundo investigações, quando os gatos ronronam, diminuem seu ritmo cardíaco, o que os deixa mais relaxados.

Quando os gatos ronronam, também demonstram alegria e é uma forma de dizer que se sentem felizes e seguros com seu dono.

Com certeza você costuma sentir esses sons quando o gato deita no seu colo ou quando você faz carinho nele. Para eles, esse momento é para relaxar e desfrutar.

Ronronar costuma ser acompanhado por outra forma de expressar carinho chamado de “amassar pãozinho”, que é quando os gatos sentam sobre suas pernas e começam a fazer massagens com suas patas.

Quando os felinos fazem esse movimento, você irá observar também que, além de ronronar e fechar um pouco os olhos, costumam expor suas unhas afiadas.

Mas isso não é uma demonstração de agressividade, mas uma forma de expressar todo o carinho que o seu bichinho de estimação sente por você. De fato, o movimento das patas é tão sutil que você nem chega a perceber as unhas do animal.

Tem-se discutido muito sobre a origem do “amassar pãozinho“ dos gatos, pois este movimento começa desde seus primeiros dias de vida.

Quando são amamentados por sua mãe, os filhotes mexem suas patinhas por instinto, pressionando as mamas da mãe para poder obter a maior quantidade de leite possível. Com o passar do tempo, voltam a repetir essa lembrança agradável toda vez que se sentem felizes.

Tocar a cabeça e lamber

Se uma pessoa batesse sua cabeça contra você para lhe demonstrar afeto, com certeza você ficaria surpreso ou na defensiva.

Porém, nos felinostocar a cabeça contra você é sinal de carinho, pois ao fazer isso liberam seus feromônios faciais, demonstrando confiança e segurança.

Com certeza eles irão combinar os toques de cabeça com lambidas ou pequenas mordidinhas. Se esse for o caso, fique feliz, pois seu gato está expressando que você já faz parte de seu círculo de amizades.

Rabo para cima

O rabo de um gato diz muito. Quando fica arrepiado é sinal de que seu felino está assustado, mas quando a ponta do rabo está curvada, significa que ele se sente feliz.

Em geral, podemos notar o rabo nessa posição quando os gatos estão perto dos donos.

Barriga para cima

Você já notou alguma vez que os gatos rolam no chão? Se o seu gato fizer esse tipo de movimento, é porque quer chamar sua atenção.

Leia também:  Como Saber A Quem Pertence Uma Conta Bancaria?

Os felinos só expõem a barriga para aquelas pessoas em quem confiam, portanto, se você for uma dessas pessoas, desfrute do momento, pois seu bichinho de estimação se sente amado e protegido.

Hora da soneca

Como é sabido, os gatos dormem a maior parte do dia e costumam procurar lugares quentes para dormir. Por isso, não é estranho se o felino pular sobre seu colo durante a soneca ou à noite.

Você deveria se sentir honrado, já que quando os gatos dormem, ficam mais vulneráveis, e ele escolheu você como sua proteção.

Um presente muito especial

Talvez, em mais de uma ocasião, você tenha observado o comportamento de umgato quando vê uma ave, um roedor ou um inseto. Suas pupilas dilatam, pode emitir alguns sons e fica em posição de ataque.

O instinto caçador faz com que o felino queira caçar a presa e brincar com ela até matá-la. Mas não acaba por aí, já que logo depois irá levá-la até seu dono para compartilhar seu troféu.

Por isso não se assuste se, da próxima vez que você quiser assistir um filme em seu sofá preferido, encontre uma ave ou um inseto morto, já que foi o seu gato querendo demonstrar a você generosidade e amizade.

Oito coisas que você pensa que seu gato gosta, mas não gosta

A graça dos gatos é que são inexpressivos, indolentes e quase inalteráveis. Servem para expressar centenas de emoções, mas, possivelmente, nenhuma delas serve para construir uma história de ternura ou humor cálido.

É isso que amamos, nós que convivemos com gatos, mas também o que, às vezes, nos deixa loucos quando se trata de entendê-los.

Por isso, fizemos uma lista de coisas que normalmente fazemos com nossos gatos, pensando que estamos agradando, mas, muitas vezes, apenas causam confusão e desgosto. Cuidado, isso não se aplica a todos os gatos.

Pode ser que você conheça um desses estranhos espécimes que, por exemplo, amam a água. Existem gatos para tudo.

Não, o gato não é um cachorro. “Não é o lugar mais recomendado para acariciar um gato, embora haja exceções, como em tudo”, diz Adriana Mármol, veterinária da clínica catfriendly Triavet, em Sant Cugat del Valles (Catalunha).

“A área da barriga é muito vulnerável para um gato”, acrescenta Belén Montoya, especialista da clínica veterinária Gattos, um centro exclusivo de saúde felina em Madri.

“Muitos donos interpretam que o gato fica de barriga para cima para que seja tocada, e é totalmente o oposto: esta posição costuma manifestar excitação ou desejo de brincar, de modo que o resultado poderia ser uma mordida ou um arranhão”, Montoya acrescenta.

Sim, os gatos são animais curiosos, mas, para um animal doméstico que tenha suas necessidades satisfeitas, sair para a rua só causa estresse e confusão.

“Todos já ouvimos falar de algum gato que é levado para passear na rua com seu peitoral e correia”, diz Mármol. E acrescenta: “Isso existe, mas, para fazê-lo bem, teríamos que acostumá-lo desde cedo e realizar uma exposição gradual a todos os tipos de estímulos.

Caso contrário, teríamos muitos problemas e submeteríamos o gato a um alto estresse que não vale a pena”.

Vejamos: a caixa de transporte é para o gato, não para você. Não seja frívolo quando comprar um produto cujo uso (geralmente para viajar, ir ao veterinário ou para uma mudança) representa um nível importante de estresse para o seu amigo felino.

“A maioria dos acessórios para animais é fabricada levando em conta o que o dono quer, e não o que o animal realmente precisa”, diz Mármol.

Montoya chega a recomendar que “a caixa de transporte esteja coberta, para que não receba olhares intimidadores de pessoas ou outros animais”.

As caixas transportadoras mais recomendadas são aquelas que são duras, que têm uma base sobre a qual o gato pode se sentir estável.

Há uma que está na moda e faz sucesso nas redes sociais: uma espécie de mochila contendo uma cúpula através da qual o gato pode ver o exterior. “É uma autêntica aberração do ponto de vista etológico”, revela Mármol.

“Os veterinários etólogos insistem muito nas características que uma transportadora adequada deve ter, e esta não atende a nenhum requisito.”

E quando dizemos pedicure, sejamos claros, nos referimos a cortar periodicamente as unhas do gato e não arrancá-las, um ato cruel praticado por alguns donos que queriam viver com um bicho de pelúcia, e não com um animal com seus próprios hábitos e instintos. Aliás, a cirurgia de remoção das garras foi proibida pelo Congresso espanhol em março do ano passado.

Outra coisa é, como dizíamos, cortar as unhas do gato. Não é necessário para o seu bem-estar (e, de fato, para gatos que saem ao exterior não é recomendado, porque com unhas afiadas sobem em árvores e se defendem contra um possível inimigo).

Com os gatos de interior, é uma boa maneira de proteger nossos sofás e nossos braços quando brincamos com eles. Dependendo do animal, cortar as unhas pode ser um ato mais ou menos simples, ou criar o inferno na terra.

“Há gatos que não se incomodam muito e outros que, diretamente, devem ser sedados”, explica Mármol. Montoya oferece estas dicas: “Podem ser enganados com comida ou aproveitar quando estiverem dormindo.

E sempre usar um bom cortador de unhas que não as trinque e não cortar muito perto da base, algo que também poderia machucá-los (como quando cortamos uns milímetros a mais as nossas)”.

“O ancestral do gato é o Felis silvestris libyca: totalmente carnívoro, territorial (os territórios dos machos são até três vezes maiores do que os das fêmeas) e solitário”, diz Mármol.

Ficou claro, certo? Não é que os gatos sejam antissociais patológicos, é que suas formas de entender a sociedade são outras. “Geralmente, introduzir um novo gato em casa quando já existe outro vivendo antes lá há algum tempo não lhe agrada muito”, continua a especialista.

“Isso envolve muitos fatores, tais como quão territorial é nosso gato, seu caráter, idade, a quantidade e distribuição de recursos na casa, a existência de áreas seguras, o manejo do cuidador em relação aos gatos e, acima de tudo, a maneira pela qual um novo gato é introduzido na casa.

E, se você pretende viver com dois, a melhor opção, sem dúvida, é adotá-los juntos quando ainda são novinhos.”

“É normal que nós, como humanos, gostemos dessa forma de demonstrar afeto, mas os gatos têm outras maneiras de fazer isso”, afirma Mármol. “Muitas vezes, podem interpretar os abraços como uma ameaça, já que se sentem encurralados, e respondem negativamente”. Mas, novamente, como em outros casos, há gatos que toleram que seu dono os abrace e os imobilize.

Era uma visão comum no passado, tanto que deu origem a uma frase popular: “Colocar o guizo no gato” (que, alguns dizem, tem sua origem em um poema de Lope de Vega). E alguns ainda podem lembrar de chocalhos em gatos de suas avós ou vizinhos de outra geração.

E paramos por aqui. Por favor, nada de chocalhos. “O som constante é muito estressante para eles”, diz Montoya, “e também não permite que estejam alertas, o que é algo necessário para um gato”.

Mármol também destaca que isso pode causar danos importantes ao animal: “O tilintar colado ao seu ouvido todos os dias pode não apenas afetar sua audição, mas também causar desconforto crônico.

” Montoya afirma que o uso do chocalho poderia ser permitido em um caso muito especial, como “gatos que vivem com uma pessoa cega e exista risco de pisar ou machucar o animal”.

Não, seu gato não é você e não considera as mesmas coisas saborosas (o que explica, por exemplo, que ele considere uma mosca ou uma aranha um manjar). No caso do doce, nem sequer estão adaptados para perceber esse sabor.

Segundo Mármol, “seus receptores estão desativados, então esse sabor não deve interessá-los. Mas conheço um gato que enlouquece quando detecta alimentos com chocolate”. Mais uma observação: “Nunca devemos dar chocolate aos nossos gatos e nem aos nossos cães, pode ser tóxico para eles”.

Curiosamente, de acordo com Montoya, para eles o sabor é amargo. Coisas de gatos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*