Como Saber Que O Casamento Acabou?

Embora seja muito triste, os divórcios acontecem cada vez mais frequentemente no Brasil e no mundo. Um ponto em comum que antecede esse acontecimento é a pergunta “como saber se o casamento acabou”.

Normalmente feita por umas das partes ou ambas que ainda têm esperança de fazer o seu relacionamento dar certo. E posso te dar uma boa notícia aqui, todo relacionamento tem salvação até que se acabe de vez. A diferença entre eles é a necessidade de energia gasta para recuperar. Quanto maior a dificuldade, mais energia.

Apesar disso, existem relacionamentos que não fazem bem a um ou aos dois envolvidos, e nesse caso é melhor repensá-lo.

Veja agora alguns sinais para saber se o seu casamento acabou que sozinhos podem ser uma falha, mas quanto mais desses sinais estiverem acontecendo, pior está a situação.

Falta de diálogo total ou quase

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Se vocês já não se falam mais já estão infringindo o princípio de um relacionamento, que é se relacionar. E é por isso que este é o principal sinal de que o seu casamento pode estar indo por água abaixo.

  • Esse e qualquer outro problema que se tenha em um relacionamento, será possível resolver somente se houver alguma comunicação.
  • É até comum alguns casais que tenham uma rotina muito puxada e quase não se veem dentro de casa se falarem menos durante a semana, mas fique atento aos motivos que te levaram a essa falta de diálogo.
  • Pois uma coisa é se falar pouco por terem pouco tempo, outra é não sentir mais vontade de conversar e/ou de resolver as coisas com o seu parceiro.
  • Se você detectou esse problema e tem interesse em resolvê-lo, leia também o nosso artigo que ajuda a lidar com a falta de diálogo no casamento.

Brigas constantes e por qualquer coisa

Se vocês se falam pouco e quando se comunicam é só para brigar, esse também é um forte sinal que o casamento está em passando por grandes dificuldades, mas ainda não acabou.

Pare sua leitura por 1 minutinho!

Dizem que Aries e Escorpião não combinam. Mas e se eu te dissesse que existe um jeito de fazer estes e quaisquer outros signos dar certo ? E o melhor, você não precisa pagar por isso. Pensando em você, desenvolvemos um Livro para desmistificar este assunto. Trabalhamos muito duro, por tanto, não garantimos que ficará disponível para baixar gratuitamente muito tempo. Baixar agora

Seu parceiro(a) não pode olhar pro lado que você já quer arrumar confusão, ou qualquer motivo besta, muitas vezes você até inventa motivos para discordarem e mostra que ele(a) está errado de novo. Cuidado!

Agressões

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Agressões físicas são um claro sinal de que algum fantasma psicológica perturba a mente do agressor. Dependendo do caso e de sua gravidade somente os profissionais poderão ajudá-lo a resolver esse problema.

Mas não é apenas as agressões físicas que se encaixam aqui para saber se o casamento acabou. As agressões verbais também podem ser um indício de que tudo não anda tão bem. Xingar, falar palavrões, palavras agressivas, ameaças, não fazem bem para nenhuma relação.

Lembre-se que uma agressão tem sempre ao menos duas personagens para acontecer, o agressor e a vítima. Não agrida e não aceite a situação de vítima, denuncie.

Total falta de respeito

Além das palavras e atitudes agressivas citadas acima, o casal que está levando seu casamento às ruínas também costuma não ter respeito um pelo outro.

Se um está assistindo TV por exemplo, o outro chega na sala mudando de canal, fazem coisas que desagradam ao outro propositalmente ou sem querer saber se a outra pessoa vai se importar ou não, não ligam nem um pouco para o que o outro pensa ou quer quando está por perto.

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Disputa constante

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Tudo o que você faz o seu parceiro faz melhor ou vice-versa. Não importa o que for, vocês estão sempre disputando pra ver quem é melhor, usando os pontos fracos do parceiro para diminuí-lo.

  1. Essas disputas costumam acontecer publicamente, na presença de amigos ou parentes, colocando outras pessoas do seu lado.
  2. Uma simples disputa saudável não é o problema aqui, ele realmente aparece quando a vontade de vencer o seu parceiro é maior que o respeito que se tem por ele.
  3. Já dizia o sábio Pofexo Luxemburgo: “o medo de perder, tira a vontade de ganhar”.

Falta de sexo

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Não significa que o seu casamento acabou se houver falta de sexo, mas se você quer saber, vocês podem estar em maus lençóis. rs

A falta de sexo pode ser um forte indício de que há outros problemas no relacionamento, e dificilmente ela anda sozinha. Na verdade, normalmente ela costuma ser a consequência de outros erros que podem estar ocorrendo na relação.

O homem dá amor para receber sexo, e a mulher dá sexo para receber amor. Isso mostra que a falta de sexo também trás consequências ruins para o relacionamento, como a própria falta de carinho e afeto, já que nossas mentes funcionam com recompensas.

Aprenda mais sobre, em nossa categoria de sexo repleta de assuntos relacionados a isso.

Traições constantes

Uma traição pode e costuma ser traumática para a pessoa que é traída principalmente, mas quando elas já não são mais uma novidade, ou pior, são até esperadas, pode significar que o casamento já acabou.

Uma pessoa que busca outros parceiros em potencial fatalmente está insatisfeita com a sua relação atual.

Acontece de errar uma vez, trair por imaturidade ou inexperiência. Mas quando isso se torna constante é porque não é mais um erro, e sim uma busca por outro relacionamento ou então por suprir o que falta nesse.

Falta de interesse um no outro

Como Saber Que O Casamento Acabou?

  • Se vocês já não se interessam mais um pelo outro, não querem mais saber se o outro está bem, não fazem questão de nada, estão se sentindo de saco cheio desse casamento, é um sinal que ele pode estar falindo.
  • Muitas pessoas dão desculpas de que seus relacionamentos não são mais como no começo porque era novidade, começo é sempre mais gostoso, é assim mesmo, todo relacionamento esfria…
  • Apesar disso fazer algum sentido, já que nos primeiros 2 anos se vive a fase da paixão, usar essas frases como desculpa para não viver uma ótima relação só piorará a situação e te fará cair no conformismo de um relacionamento medíocre.
  • O seu relacionamento realmente nunca mais será o mesmo do começo. Mas ele pode ser ainda melhor, sem ilusões e cheio de afeto, carinho, sexo com prazer…
  • Se você se identificou com muitos desses sinais e acha que seu casamento acabou então acesse o link para ver como você pode resolver.
  • Salve o seu casamento agora.
  • Agora se você depois de ler este artigo viu que seu relacionamento não está tão ruim quanto pensava, mesmo assim não deixe de nos acompanhar e se inscreva em nosso canal do Youtube.
  • Comente a sua experiência, se já terminou algum relacionamento e passou por esses sinais…
  • Compartilhe com aquela amiga, aquele amigo que está sofrendo antecipando o fim de seu relacionamento.
  • Bjs do Casal ♥
  • Até a Próxima…

O casamento acabou

Entrevista cedida para o site Nós Mulheres

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Seu relacionamento chegou ao fim?

Identificar o fim do casamento

Psicóloga: Talvez o fim do diálogo pode ser um indicador, em alguns casos, do fim do relacionamento, pois a própria palavra relacionar se refere à interação.

Quando o dialogo é substituído pela agressão, quando não há mais empatia, ou seja um não consegue perceber o sentimento do outro, pode conseguir nomear, dizer que o outro sente raiva ou solidão, mas não se comove, este sofrimento não o mobiliza ou quando um dos dois já estiver envolvido emocional e romanticamente com outra pessoa podem sem também fortes indicadores de relacionamento prejudicado.

Até que ponto é possível lutar por um relacionamento

Psicóloga: Enquanto houver possibilidade de resgatar o amor.

Existem casamentos perfeitos?

Psicóloga: Creio que existem pessoas que acreditam que seus casamentos sejam perfeitos. Mas esta pergunta merece outras: O que seria perfeição? Existe perfeição?

Hábitos do dia a dia podem tornar um casamento divertido e saudável

Psicóloga: Não deixar cair na rotina pode ser uma forma de tornar o casamento divertido. Não precisa de nada sensacional todos os dias, tempero demais também pode enjoar, mas buscar novas conversas, novos passeios, novos interesses.

Testar novas comidas, mesmo que dê errado e ninguém aprecie o novo sabor, ainda assim foi mais interessante do manter o velho conhecido.

Caso perceba que já tentou tudo isto, ou estas dicas não são exatamente o seu jeito de ser e você está sem idéias eu sugiro que faça psicoterapia de casal, ou na impossibilidade de os dois irem à terapia de casal que pelo menos uma das partes faça sua psicoterapia focando no relacionamento.

A psicoterapia poderá ajudar a identificar o que está errado, porque não está mais funcionando e poderá dar uma nova visão a respeito deste relacionamento ou a respeito de si mesmo enquanto parte deste relacionamento.

Leia também:  Direitos Do Trabalhador Quando Se Despede Como Um Acordo Nos Ctt?

Dizem que os filhos atrapalham a relação

Psicóloga: Filhos demandam muita atenção e energia, creio ser preciso muita maturidade para que o filho agregue. Mas vejo casos onde os filhos unem o casal, casos onde atrapalham a relação e outros onde os filhos tem seu lugar sem qualquer interferência no casamento dos pais.

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Repórter Ivanilde Sitta – Revista Coop

Obstáculos que acabam com um casamento

Psicóloga: Algumas situações podem interferir no casamento como por exemplo a falta de comprometimento, a falta de consciência de que casar é se unir a uma pessoa que teve uma historia de vida diferente da sua, que mesmo que tenha a maioria dos valores que você tem ainda terá seus próprios valores. O comprometimento poderá ser visível quando cada parte reconhece que esta união é importante para a estrutura de vida de cada um e que merece esforço para que continue de forma harmoniosa. Entender que casamento não serve para resolver a vida de uma das partes, mas para complementar e trabalhar pelo bem desta família. Entender que casamento não deve funcionar no sentido de “me dê, me ajude, faça por mim” e sim funcionar no sentido de “vamos fazer juntos, pensar juntos e definir o que é importante para todos mesmo que eu tenha que abrir mão de algum objetivo mais egoísta”.

Casamento descartável

Psicóloga: Ainda acredito que a maioria das pessoas casam com a expectativa de que dará certo, ou seja, que continuará por toda vida e que esta nova família será a família definitiva.

Pode ser que uma minoria tenha o pensamento do casamento descartável mas acredito que seja mais por auto defesa, ou seja, se não der certo ele se defende dizendo que não pretendia ficar muito tempo casado mesmo.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Entrevista cedida para site Daqui Dali

Divergências no casamento

Como lidar com as divergências entre o casal

Vale a pena ceder?

Toda discussão pressupõe uma chance em mudar o pensamento da outra pessoa, às vezes isto é possível, mas às vezes o outro já tem uma opinião bem formada e não a mudará por mais facilidades que o outro prometa caso ele mude de opinião.

Muitas vezes cedemos porque somos convencidos, outras vezes cedemos para não perder o relacionamento.

Vejo que a melhor forma de ceder seria aquela na qual os argumentos da outra parte fizeram sentido e fez esta pessoa perceber aspectos nos quais não tinha pensado de forma a aceitar o ponto de vista do outro.

Mas muitas vezes vemos que as pessoas cedem apenas para não perder o relacionamento, não digo que não seja válido, mas deve ser feito com muita consciência para não passar o resto da vida cobrando e culpando a outra pessoa.

É válido terminar o relacionamento por causa das divergências?

Cada um deve avaliar e chegar a conclusão do qual peso terá uma questão importante em sua vida. Não há tempo padrão, cada qual tem o seu prazo interno que deve ser identificado conforme o grau de conforto obtido com a decisão tomada.

Por exemplo o marido não quer filhos mas a esposa faz questão de ter filhos – esta mulher deve avaliar quanto seria seu grau de frustração e tristeza em passar sua vida sem filhos em comparação da tristeza e frustração em passar sua vida sem este marido e tentar novo relacionamento.

Do mesmo modo este marido também avaliará o quando valerá a pena em se esforçar e criar um filho, que não estaria em seus planos principais, ou quanto valerá apena sair deste relacionamento e buscar alguém que tenha os mesmos objetivos de vida.

Acordos

Acordos podem ser muito bem vindos. Por exemplo, num casal onde um quer casar e o outro quer manter cada qual sua residência – vale combinar que um aceita casar se o outro manter a individualidade em certos momentos, ou o outro aceita que morarão separados contanto que haja fidelidade.

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Brigar nunca vale a pena?

Creio que a briga com alterações de voz, ofensas e muita mágoa nunca vale a pena. Conversas sempre são bem vindas até mesmo se for para chegar a um acordo sobre ainda não ser o momento de decidir nada. As pessoas tem o direito de amadurecer ideias antes de definir questões importantes.

Quando tocar em assuntos delicados?

Não há prazo. Qualquer pessoa tem o direito de colher informações sobre as intenções do outro quanto a casar e ter filhos desde o primeiro momento.

É claro que é mais provável que uma pessoa fique assustada se o outro lhe pergunta, logo no dia no qual se conheceram, se pretende casar e ter filhos, mas nada impede que duas pessoas com vontade de casar e ter filhos se encontrem e conversem sobre isso logo de cara.

Cada tema pode ser abordado com elegância e podemos ter empatia para perceber quando o outro está pronto para falar sobre isso.

Como convencer o parceiro a casar e ter filhos?

Não gosto muito da ideia de convencer outra pessoa a fazer algo que não está cogitando, mas algo pode ser feito para colocar o assunto na mesa e identificar valores importantes para este parceiro que podem ser adquiridos com o casamento e filhos. Dificilmente uma pessoa muda os valores da outra, mas pode ajuda-lo a identificar pontos que ele não tinha percebido.

Quando o homem não quer casar e ter filhos, porque isso ocorre?

Cada pessoa terá seu motivo. Valores e preferencias pessoais podem ser adquiridos por vários caminhos, por exemplo por traumas ou por experiências prazerosas.

Conheci um rapaz que queria muito ter dois filhos homens (diferente de muitas pessoas que preferem ter um casal de filhos) pois seu relacionamento com o irmão era tão bom que ele queria que seus filhos tivessem a mesma oportunidade.

Sendo assim uma pessoa pode preferir não se casar e ter filhos tanto por ter tido (ou assistido) experiências boas com pessoas que não casaram e não tiveram filhos como também outros podem optar por fugir de casamento e filhos por ter vivido experiências traumáticas de pessoas infelizes em seus casamento e filhos.

Mulheres que não querem ter filhos, porque?

As razões para uma mulher optar por não ter filhos – coisa considerada antinatural para muitos, mas creio que esta posição pode ser revista – também pode advir de várias causas, desde sua preferencia por investir em outras atividades até por experiências nas quais ela viveu, ou presenciou, de muito prazer na vida sem filhos, ou muito sofrimento na vida com filhos. Caso esta mulher perceba que está fugindo da maternidade por medos, ela pode ser acolhida em psicoterapia e identificar o que realmente ocorre com ela.

Quando a mulher não quer filhos – como convencer o parceiro?

Novamente não considero interessante enveredar pelo caminho de convencer pessoas a fazer algo que não lhes interessa, mas quando considerar que pode ser positivo esta pessoa pode abrir seu coração e mostrar o que é importante e faz sentido para sua vida, mas também devemos respeitar o ponto de vista do outro. Vivemos num mundo onde não há apenas uma opção valida. Pode haver situações onde o parceiro prefira sair do relacionamento onde não terá filhos, quem pode condena-lo?

E se não tocar no assunto e esperar que as coisas mudem naturalmente?

Muitas vezes funciona apenas colocar o assunto na mesa e dar tempo para seu amadurecimento, mas isto não significa que toda vez que der chance ao outro de pensar melhor ele passará a concordar com o outro depois de um tempo.

Casais que já têm filhos e um dos dois gostaria de ter mais, as “regras” são as mesmas?

Não há regras, mas o modo de funcionamento sim. A decisão de ter o 1º filho é tão importante quanto ter o 2º ou 3º.

Como abordar questões como inseminação artificial ou adoção

Creio que da forma mais natural possível pois trata-sede métodos muito utilizados atualmente. A medicina melhorou muito e muitos cientistas se esforçaram ao máximo para dar opção a quem precisa. Não há nada mais bonito do que tentar ter filhos por todos os métodos que temos atualmente. Um filho que chegou por inseminação, proveta, in vitro, adoção, costuma ser um filho muito desejado.

Vale procurar ajuda profissional?

Sim, quando estas conversas não estão tendo bons resultados. Quando as duas partes não estão conseguindo se comunicar e passar a mensagem eu gostariam de passar ao outro um profissional pode ajudar.

Leia também:  Paises Que Reconhecem Jerusalem Como Capital De Israel?

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Tópicos

O casamento acabou. E agora?

O fim do casamento pode representar o fim de planos, expectativas e projetos de futuro. Algumas pessoas se veem perdidas quando precisam de repensar suas rotinas e prioridades. Mas esta fase pode ser percebida como um momento de oportunidade para se “redesenhar” e criar novos planos e estratégias.

O casamento acabou. Como superar?

A superação do fim do casamento pode ser elaborada como um luto. Acredito que não deixa de ser uma “morte”, sentimentos que foram nutridos já não mais existem ou até mesmo foram substituídos por outros.

Algumas pessoas conseguem se reerguer sozinhas, mas outras já podem contar com ajuda de um psicólogo que poderá realizar um trabalho tanto de autocompreensão como de entendimento referente a forma que esta pessoa alinha seus relacionamentos.

Como Saber Que O Casamento Acabou?O casamento acabou depois do nascimento de filhos

É possível que acontecimentos mais marcantes, como o nascimento dos filhos por exemplo, possam atuar como gatilhos para que as dificuldades entre o casal venham a tona. Talvez seja o momento de amadurecer e verificar o que ocorreu, os filhos foram realmente o pivô da separação ou apenas apresentaram a oportunidade da percepção da impossibilidade de continuar o relacionamento?

Acabou o amor do casamento

Muitas vezes o casamento não acaba, mas o amor sim. Seria possível? Sim, vejo casais mantendo a rotina por motivos diversos que não necessariamente o amor, pelo menos o amor romântico.

É possível que para alguns casais o amor fraternal desenvolvido com o tempo pode ser bom o suficiente para manter a união do casal. Pode não haver mais paixão, mas há cumplicidade e companheirismo.

Mas quando o casal, ou uma das partes, faz questão que haja amor como no inicio do relacionamento ele poderá tentar reavivar este relacionamento ou poderá buscar novas possibilidades.

O casamento acabou. E os filhos como ficam?

Uma preocupação recorrente seria como lidar com os filhos, principalmente se menores, em situação de separação.

E, de fato, é algo a ser pensado e avaliar o impacto nos filhos pode evitar alguns problemas futuros, Por exemplo, como abordar e contar as crianças? Como falar do pai, ou mãe, quando esta não estiver presente.

Como lidar com pedidos e queixas? Caso perceba a necessidade de um psicólogo conte com profissionais com habilidade de orientação à pais.

O casamento acabou por traição

O motivo do rompimento pode definir, para algumas pessoa mais do que para outras, a dificuldade de compreensão e superação.

Para alguns a traição pode ser uma justificativa que ajuda transferir a responsabilidade do fim do casamento à outra pessoa, ou seja “ele não deixou de me amar, foi a outra que o provocou”, mas para outras pessoas pode ser mais dolorido lidar com a informação de que a pessoa que tinha sua confiança estava saindo com outra pessoa.

Casamento acabou por causa da sogra

Em casos assim gosto de aproveitar a oportunidade e avaliar o quanto de fato um pessoa tem influencia nos atos de outra pessoa, neste caso o quanto uma sogra teria influencia nas decisões do filho (a). Situações como essa são seriam otimas oportunidades para aprendermos formas de não permitir influencias externas que não condizem com o que realmente pensamos?

Como saber que o casamento acabou? Quais os sintomas?

O que indica o fim de um relacionamento é a decisão, de uma ou ambas as partes, em interromper o casamento, Antes disso pode haver processos, os quais seriam únicos para casal casal, pois cada um tem sua dinâmica.

Não considero útil informações do tipo “se x acontecer significa que o casamento acabou”.

Cada casal tem sua forma de viver e lidar com as situações, o que significaria o fim do casamento para um poderia ser uma inovação para outro.

Pai da terapia de casal revela os 4 sinais de que a sua relação chegou ao fim

Alguma vez se viu no meio de uma discussão acesa quando de repente a outra pessoa puxa do telemóvel e começa ler ou a escrever mensagens? Se a resposta é sim, e se a situação é constante, a sua relação pode estar à beira do fim.

Este comportamento é conhecido por stonewalling (falar para as paredes, ou obstrução) e é uma das quatro reações que John Gottman – psicólogo da Universidade de Washington e fundador do Instituto Gottman – identificou como sinais de que nem tudo está bem na sua relação.

LEIA DEPOIS
Mulher descobre que o marido tem amante e arrasta a filha para o suicídio

Ao fazer esta descoberta, juntou-se ao colega Robert Levenson. Produziram um exercício – com questões, por exemplo, sobre satisfação na relação ou frequência de pensamentos sobre separação – e conseguiram prever quantos casamentos iriam acabar em divórcio e chamaram-lhe Estudo Sobre Dinâmicas das Relações e do Casamento. Resultado? Acertaram em 93 por cento dos casos estudados.

As quatro reações observadas na vida conjugal que permitem prever que o divórcio vem aí (com precisão de 93%, sublinhe-se) são, além da já assinalada obstrução, o desdém, a crítica e a defensiva. Rever-se num ou em vários destes sinais não é motivo para franzir o sobrolho. O problema, advertem John Gottman e Robert Levenson, é quando estes comportamentos são frequentes.

Para chegarem a este exercício que prevê quase com total garantia o fim de uma relação, e consequente separação e divórcio, os psicólogos trabalharam ao longo de 14 anos.

Ao longo desta quase década e meia, um quarto dos casais observados separou-se mesmo enquanto a investigação decorria.

No final, o Estudo Sobre Dinâmicas das Relações e do Casamento permitiu concluir que a rutura de uma relação está diretamente ligada a comportamentos negativos constantes e específicos. Saiba como identifica-los, a seguir.

Os 4 sinais de alarme para a sua relação

1. Menosprezo – «Não serves para nada»

Surge como uma associação de raiva com desgosto, e é mais perigoso do que a simples frustração. O parceiro é visto como inferior e Gottman classifica esta atitude de menosprezo para com o outro como o beijo da morte de uma relação.

Impedir o diálogo pode ser tão fatídico para uma relação como o desprezo, como no exemplo do companheiro que se agarra ao telemóvel ou ao tablet, ignora ou até se levanta e sai para obstruir ou impedir uma conversa. Mesmo que uma discussão não seja pacífica, é muitas vezes o rastilho para resolver as coisas.

Criticar constantemente alimenta sentimentos negativos como o ressentimento e pode levar ao menosprezo ou até desprezo, que é mais grave. Criticar – quando por exemplo o outro se engana nas compras e traz o produto errado – acaba por transformar o outro num inútil.

4. Defensiva – «Não tenho jeito para isso»

Fazer-se constantemente de vítima ou de incapaz – «Não sei lavar a louça como deve ser» – é colocar-se sempre à defesa. Embora assumir a responsabilidade evite piorar uma situação, é também uma forma de cortar o diálogo, o que é ainda mais negativo.

John Gottman tem 74 anos é professor emérito em psicologia conhecido pelo trabalho que desenvolve na área da estabilidade marital e análise de relacionamentos através de observações e estudos diretos, muitos deles que viriam a servir de base para novas abordagens de tratamento inter-relacional, como por exemplo a terapia de casal.

Texto: Luís Martins; Fotos: Shutterstock e D.R

LEIA MAIS
Bebé de portuguesa infetada com Covid-19 vai repetir teste

Siga a Impala no Instagram

Como Saber Que O Casamento Acabou?

Seu casamento está passando por uma crise, ou o amor acabou de vez?

Quando estamos com uma pessoa há bastante tempo, seja em um namoro ou casamento, é comum passarmos por momentos de desânimo e distância. Não dá para viver em uma eterna lua de mel, até porque, o mundo real está aí, com seus problemas e conflitos para interferir em nossa vida privada.

Alguns fatores podem piorar ou causar uma crise, como a rotina, problemas familiares, o desemprego ou uma crise financeira. Até a chegada de um bebê pode desequilibrar o relacionamento.

Foto: © Can Stock Photo

Uma crise não significa necessariamente o fim do casamento. Ela pode ser um indicativo de que é preciso olhar mais para o relacionamento, trabalhar duro e reconquistar a paixão e o companheirismo que existiam lá atrás, no início de tudo.

Existem algumas mudanças que acontecem na convivência do casal que indicam que algo esfriou e que é hora de prestar atenção ao que acontece entre os dois.

• Falta de diálogo – Vocês chegam em casa cansados do trabalho, ligam a televisão e esquecem de conversar. Quando começam a falar, surgem desentendimentos bestas.

• Desinteresse – Não existe mais a vontade de um compartilhar com o outro os acontecimentos do dia ou os sentimentos. Você não pergunta mais a ele o que está acontecendo e ele também não mostra esse interesse pela sua vida.

• Distância física – Os beijos diminuíram, o sexo está cada vez mais raro e até um abraço parece distante. Quando isso acontece, é bandeira amarela na certa. Tem algo errado. O contato físico traz intimidade, cumplicidade e companheirismo.

Leia também:  Como Saber Quando Minha Gatinha Vai Dar Cria?

Foto: © Can Stock Photo

• Falta de esforço para entender o outro – Você ouve uma reclamação de seu parceiro, mas não dá muita bola, não quer entender o ponto de vista dele. Isso também indica que o relacionamento esfriou.

• Prioridade aos amigos – É ótimo sair ssozinha com a sua turma, mas quando você passa a só querer ficar com os amigos ou parentes, fique esperta. Tem algo errado dentro de casa.

• Individualidade excessiva – Vocês podem estar sempre juntos, mas nunca sozinhos como um casal. Acabaram os programas a dois, os interesses em comum e o romantismo.

• Brigas – Absolutamente tudo vira motivo de briga e discussão. Mesmo coisas bestas, como o jeito que ele come ou a roupa que você está usando.

Foto: © Can Stock Photo

Quando perceber que alguns itens dessa lista estão presentes no seu casamento, é sinal de que vocês estão passando por uma crise, mas que não precisa ser o fim. Agora, existem alguns indicativos mais sérios, que mostram que talvez a separação seja a melhor saída para vocês dois.

Sinais de que o fim de um relacionamento está próximo

• Ressentimento é maior do que a esperança – Você passa o dia inteiro remoendo brigas e acontecimentos do passado, ao invés de focar em encontrar soluções.

• Indiferença – Quando as brigas são substituídas por reação nenhuma. Nada importa, não machuca ou encanta. Esse é um sinal claro de que o amor acabou, ou está para acabar.

Foto: © Can Stock Photo

• Ironia, sarcasmo e falta de respeito – Se entramos em uma discussão com armas, se, ao invés de discutir, apenas acusamos o outro, gritamos, xingamos ou escondemos nossos sentimentos atrás de piadas ou trocadilhos, precisamos pensar se realmente queremos resolver a questão.

• Falta de valores e objetivos comuns – É comum mudarmos de ideia e opinião ao longo dos anos, é maduro.

O problema é quando não dividimos essas mudanças com o parceiro e, um belo dia você acorda e não tem mais nenhum valor em comum com ele, ou seus planos não são mais os mesmos.

Indica falta de comunicação e é preciso muita discussão (saudável) para voltarem para a mesma página, ou a separação acontecerá.

• Falta de confiança – Por mais que vocês tenham resolvido questões do passado, inclusive uma possível traição, um ainda não superou o acontecido e mantém o ressentimento sempre ali, pronto para entrar em qualquer discussão. É preciso confiar no outro e deixar o passado para trás.

Foto: © Can Stock Photo

• Só um quer salvar o casamento – Se o sentimento já acabou para um dos dois, é sinal de que não há muito mais o que fazer. Não dá para enfrentar a luta sozinha.

Na verdade, o grande indicativo de que o seu casamento tem salvação vem de dentro. É preciso olhar para o seu parceiro e pensar: você ainda enxerga qualidades nele? O respeita e admira de alguma forma? Sente amor? Como se enxerga no futuro? Ao lado dele? Se respondeu sim a essas perguntas, então vale a pena lutar para recuperar seu relacionamento. Veja algumas dicas abaixo:

Como recuperar o casamento

• Comece com a aceitação do outro – Ele não é igual a você e nem vai mudar. O que vai mudar é o relacionamento, o que é bem diferente de transformar um sapo em príncipe.

• Antes de apontar os erros do seu parceiro – concentre sua energia em identificar os seus erros e em como você pode melhorar as suas atitudes.

• Conversem muito – Sem agressões ou acusações. Procurem maneiras de se comunicar em que fique mais fácil de cada um expressar os seus sentimentos e comecem a trabalhar a partir daí.

Foto: © Can Stock Photo

• Resgate o passado – Traga histórias do começo do namoro, fotos e tudo que puder lembrar dos pequenos detalhes que despertavam o encanto entre vocês. Ele ainda deve estar dentro do coração de cada um.

• Escolha suas brigas – Não implique com qualquer coisinha que acontecer. A briga distancia o casal, o que não é bom nessa fase. Discuta apenas pelo que realmente incomoda você. Se ele fizer algo irritante, conte até 10 e respire fundo. Se continuar nervosa, talvez devesse conversar com ele sobre o assunto. Se passar, passou.

Foto: © Can Stock Photo

• Saia da rotina – É hora de investir em vocês. Marquem jantares românticos, uma viagem a dois, um cineminha. Façam os programas que os dois mais gostam e desfrutem dos hobbies um do outro.

• Procurem um especialista – Muita gente tem medo de fazer terapia de casal, mas um psicólogo pode ajudá-los a enxergar a situação através de uma perspectiva diferente.

Foto: © Can Stock Photo

Qualquer tipo de relacionamento exige cuidado. Um casamento, onde a convivência é enorme, está exposto a mais crises. Não desista na primeira dificuldade. Se o sonho é ter uma família e um companheiro para a vida toda, vale a pena lutar por ele.

Por Vera Mesquita / Edição: Dona Giraffa

• 10 razões para que as pessoas não terminem relacionamentos ruins

Como saber se o casamento acabou?

Como saber se o casamento acabou? Você sabe ler os sinais?

Quando alguém tem essa dúvida e me procura pedindo ajuda, compartilho com meus clientes um exercício que me dá a medida exata do quanto estamos felizes num relacionamento.

Esse exercício eu mesma pratico. Ao ir deitar pra dormir, olho pro meu companheiro e me pergunto: “Hoje, com tudo o que vivi e na pessoa que me transformei, eu me casaria novamente com ele?”

Quando o lugar da alegria, do querer estar juntos é ocupado pelo “não aguento mais isso”, “não gosto disso”, quando o prazer de ver a pessoa se transforma em algo que remete a sofrimento, ou mesmo quando nosso coração mexe ao ver outra pessoa que não seja nosso parceiro, cada uma dessas situações acende uma luzinha que deve ser olhada.

Quando olhamos um casal feliz e comparamos com o que vivemos e acreditamos que está aquém do que queremos, ou vemos uma cena de um casal e falamos que aquilo é mentira, aí tem um tantão de desconforto.

E aí você começa a se questionar: onde está o erro?

Às vezes o erro é pela falta: falta diálogo, falta interesse, falta compromisso. Às vezes o erro é pelo excesso: excesso de tolerância que não ajuda, excesso de cuidados apenas de um lado, excesso de entrega – sem receber nada em troca.

Com esses questionamentos é comum vir sentimento de culpa, pelo que devia ou não ter feito:  devia ter feito de tal forma, não ter falado tal coisa, ter sido mais, ter sido menos… A lista é grande. E as dores também.

Mas uma verdade pesa nisso tudo: Não há culpados. Não há o que se fez de errado. Importante é perceber que quando um casamento acaba é porque provavelmente já se esgotaram todas as possibilidades e o único caminho que veem para serem felizes é a separação.

Sofre-se a dor de um luto – da história que morreu com o final não esperado e se enterra todas as perspectivas de voltar a ser o conto de fadas.

Mas esse fim é fácil de perceber ao mesmo tempo que é difícil de ser encarado. Assim muitas vezes deixamos a coisa chegar até o limite, até que o outro dá o basta: ou por fazer algo com o qual não conseguimos lidar e nos força a terminar, ou por ele mesmo pedir o fim.

Então, como saber se o casamento acabou?

Costumo dizer que a pessoa sempre sabe quando o casamento acabou, principalmente se já se esgotaram todas as possibilidades. Muitas vezes o medo do fim é que impede de tomar a decisão e dar o passo adiante.

Mas eu sempre questiono também o que leva a pessoa a ficar num relacionamento que a faz infeliz, se estamos aqui para sermos felizes? Quanto tempo mais a pessoa suporta entregar o seu bem-estar nas mãos de uma situação (não de uma pessoa) que só faz mal?

Às vezes é melhor que o fim seja rápido para que a pessoa possa ter mais tempo na vida para dar uma chance a felicidade. Pense nisso!

Sua decisão é que levará você a outras oportunidades de ser feliz. Se você está passando por momentos assim, de dúvidas sobre o que fazer, entre em contato comigo, posso te ajudar!

Imagem: Pexels

Agora que você sabe quando um casamento acaba, que tal conversar sobre isso no Clube? Responda abaixo:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*