Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?

Se você teve um computador nos anos 90 e 2000 ou trabalha em um escritório que tem componentes dessa época, certamente já deve ter utilizado um estabilizador no seu PC. No entanto, a maioria dos locais hoje em dia não o utiliza. A pergunta que fica é: você precisa de um estabilizador no PC?

Embora o senso comum ainda defenda que essa peça é importante, na prática ela não tem quase nenhuma utilidade. Aliás, é importante perceber que o uso do estabilizador de tensão é um costume genuinamente brasileiro, sendo praticamente inexistente em outros países.

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?®GIPHY

No passado fazia sentido

Há cerca de 15 ou 20 anos, o mercado brasileiro de fontes de alimentação era completamente diferente daquele que temos hoje. Na época, os projetos de construção das peças nacionais eram de baixa qualidade e não utilizavam, por exemplo, circuito de PFC ativo e sistema full range.

Portanto, havia um risco sim de que alterações na corrente elétrica pudessem, de alguma forma, sobrecarregar a sua máquina. Os sistemas do tipo full range resolveram esse problema, pois aceitam tensões de entrada entre 90 V e 240 V.

Em outras palavras, a adoção desse sistema nas fontes de alimentação passou a fazer o papel que os estabilizadores faziam – tornando-os, consequentemente, redundantes e irrelevantes.

Atualmente, praticamente todas as boas fontes vendidas no mercado brasileiro bem como aquelas embarcadas em notebooks, são do tipo full range. Você pode se certificar dessa especificação técnica observando o manual de instruções ou a ficha técnica na caixa do produto.

Você não precisa de um estabilizador de tensão

As fontes utilizadas atualmente são capazes de transformar a corrente elétrica instável (a que recebemos em casa) em uma corrente elétrica contínua antes que a energia chegue aos componentes.

Essa tecnologia é chamada de DC-DC e essa é outra especificação técnica que você pode conferir diretamente nos produtos. Portanto, não há o que se preocupar com a tensão de alimentação na entrada.

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?

Além disso, os estabilizadores de tensão, se usados nos dias de hoje, podem até mesmo causar eventuais problemas, como travamentos no PC devido ao atraso no tempo de resposta. Portanto, há mais riscos para a sua máquina quando você utiliza um equipamento como esse do que quando você não o utiliza. Na dúvida, não use, pois trata-se de um investimento desnecessário.

Em resumo: os estabilizadores estão ultrapassados e não aguentam a variação de energia dos PCs atuais. Note ainda que estabilizadores de tensão são diferentes de nobreaks – esses sim, úteis e capazes de proteger a sua máquina em caso de quedas de energia.

Quer uma boa solução? Utilize um filtro de linha

Se você busca um dispositivo que possa proteger um pouco mais os seus eletrônicos e, além disso, ofereça mais opções de tomada, a sugestão é buscar um filtro de linha. Ele não tem a função de estabilizar a tensão, mas pode auxiliar “queimando o fusível” em uma sobrecarga – ao invés de repassá-la para os eletrônicos.

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?

Como os fusíveis são baratos e fáceis de serem trocados e as réguas oferecem múltiplas opções de tomada, essa ainda é uma alternativa que apresenta uma boa relação custo-benefício – e que pode, de certa forma, garantir uma proteção extra aos seus eletrônicos.

Fonte(s): Oficina da Net , TechTudo e YouTube | Clube do Hardware

Como descobrir a potência real da fonte do meu computador? Confira

por Itair Siqueira Para o TechTudo

Antes de fazer um upgrade no seu computador é muito importante saber calcular a potência real da fonte dele. Para te ajudar e evitar cálculos muito complexos, o TechTudo te ensina a maneira mais fácil e simples de descobrir esse valor. Confira.

Memória DRAM e SRAM: entenda as tecnologias e suas diferenças

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?Modelo da Corsair tem potência acima de 1000w (Foto: Divulgação/Corsair)

As fonte são classificadas de acordo com a sua potência, ou seja, podem ser de 300w, 430w, 500w e até acima de 1000w, como no caso da Corsair AX1200w. Essa capacidade total, normalmente vem escrita na caixa do produto. Então para que calcular a energia se já sabemos a sua potência total? A potência que vem anunciada na caixa não é a potência real que o produto entrega.

Quer dar dicas sobre como montar um PC Gamer compatível? Comente no Fórum do TechTudo.

Para saber a potência real de uma fonte é necessário fazer um cálculo muito simples e fácil. Tomaremos como exemplo a fonte Corsair CX430, que promete entregar ao consumidor 430w.

Toda fonte apresenta uma etiqueta colada com uma tabela que informa as correntes que passam em cada uma das saídas, sendo elas +3.3V, +5V, +12V, -12V e +5VSB. Para sabermos de forma simples e clara qual é a real potência do produto, basta que multipliquemos os amperes (indicados pela letra A) pelo valor da coluna da corrente (+12V).

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc? Dados para calcular a potência real vêm em uma tabela (Foto: Reprodução)

No caso da Fonte Corsair CX430, a etiqueta já nos informa a potência real, que é de 336w, mas vamos fazer as contas: 12 x 28A = 336W de potência real.

Ou seja, a fonte que é comprada como se fosse de 430W, na verdade é de apenas 336w na corrente 12V, que é a que mais consome energia.

Leia também:  Como Sair De Uma Relação Que Te Faz Mal?

Existem ainda outras contas mais complexas para saber o resultado final, porém, esse é o método mais simples de se chegar ao número.

Certificado de Eficiência: fique ligado

Algumas fontes mais modernas vêm com o certificado 80Plus, que assegura que o produto entregua pelo menos 80% da sua capacidade, garantindo um melhor funcionamento da fonte e do seu computador. Foram criados também os selos 80Plus bronze, prata e ouro, que garantem fontes com mais de 80% de eficiência.

Portanto, antes de comprar uma fonte somente pela caixa, verifique sua real potência e também se a mesma apresenta o selo de qualidade 80Plus, que garante que seu computador, seja ele gamer ou não, funcione com boa performance e de maneira segura.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

  • Henrique Santos A grande verdade é que o consumo total da fonte vai depender dos periféricos conectados a ela, toda a informação contida na fonte
  • Pampaflyer A potência de uma fonte não pode ser medida apenas na linha de 12v. Deve ser estimada em todas as linhas. Afinal, não é apenas a linha de 12v que o computador utiliza. Também utiliza as linhas de 3.3 e 5v. Logo, não vejo nada de errado nessa fonte aí, que, inclusive, separou a potência por linha de voltagem. A matéria deveria ter focado apenas na eficiencia do circuito, porque esse sim engana o consumidor. Em uma fonte de baixa eficiencia não se consegue os 336w anunciados na linha, por exemplo. Já vi algumas fontes vendidas como se 500w fosse, que fritaram com menos de 300 watts de carga.
  • Manoel Filho NÃO PRECISA NADA DISSO! EU JÁ FICO SATISFEITO SE VOCES PENDURAREM UM RESISTOR DE 2R5 POR UMA HORA NOS 12 VOLTS E ELA NÃO “FRITAR”! DIFÍCIL? EU PODIA PEDIR PARA PENDURAR RESISTORES NAS OUTRAS TENSÕES TAMBEM….
  • Henrique Santos A grande verdade é que o consumo total da fonte vai depender dos periféricos conectados a ela, toda a informação contida na fonte
  • Pampaflyer A potência de uma fonte não pode ser medida apenas na linha de 12v. Deve ser estimada em todas as linhas. Afinal, não é apenas a linha de 12v que o computador utiliza. Também utiliza as linhas de 3.3 e 5v. Logo, não vejo nada de errado nessa fonte aí, que, inclusive, separou a potência por linha de voltagem. A matéria deveria ter focado apenas na eficiencia do circuito, porque esse sim engana o consumidor. Em uma fonte de baixa eficiencia não se consegue os 336w anunciados na linha, por exemplo. Já vi algumas fontes vendidas como se 500w fosse, que fritaram com menos de 300 watts de carga.
  • Manoel Filho NÃO PRECISA NADA DISSO! EU JÁ FICO SATISFEITO SE VOCES PENDURAREM UM RESISTOR DE 2R5 POR UMA HORA NOS 12 VOLTS E ELA NÃO “FRITAR”! DIFÍCIL? EU PODIA PEDIR PARA PENDURAR RESISTORES NAS OUTRAS TENSÕES TAMBEM….

Como visualizar texto em todas as fontes do computador | Aplicativos e Software

Sonha com aquele dia em que terá todas as suas fontes organizadas por estilo, mas a verdade é que toda vez em que precisa, acaba baixando uma nova, por não saber onde elas estão? Saiba como visualizar texto em todas as fontes do computador, online, e sem instalação de programa ou plugin.

O recurso online é ideal para quem não tem um imenso volume de fontes instaladas no computador. Insira um termo desejado e obtenha visualização em tempo real, sem perder tanto tempo para encontrar a fonte ideal para o seu projeto.

Com o Wordmark, comece a visualizar rapidamente fontes, em ordem alfabética, em positivo (texto preto sobre fundo branco) ou negativo (texto branco sobre fundo preto). Edite o tamanho da fonte, crie categorias e favoritos, com um único clique.

Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?

Pois é escolher fontes não é algo simples. Os tipos, como os designers chamam. Tipografia é uma área do design bastante subjetiva. É preciso entender de hierarquia, personalidade e contexto: tanto das fontes, quando foram criadas, sua estrutura, quando, claro a do cliente e projeto envolvido.

Visualize todas as fontes em seu computador e faça escolhas mais assertivas de estilo e personalidade. Compare amostras de fontes Sans Serif (sem serifa), Serif (com serifa), Script (caligráficas, especiais), Dingbats (ilustrada, com sinais ou vinhetas) e muitas outras.

Como visualizar texto em todas as fontes do computador

  1. Visite o site Wordmark;
  2. Sem necessidade de fazer login, escolha na base do site um idioma;
  3. No campo em destaque, digite a palavra ou frase que deseja trabalhar;
  4. Tecle “Enter”;
  5. Nos botões superiores à esquerda, alterne entre positivo e negativo, bem como o tamanho do texto exibido na tela;
  6. Clique para selecionar as fontes que melhor se adequam ao seu projeto;
  7. No canto superior direito, clique em “Filtrar Selecionadas” para exibir somente as fontes favoritas;
  8. Na versão paga, categorize suas seleções;
  9. Você também pode imprimir as fontes selecionadasOu salvar como imagem para enviar a um cliente.Como Saber Que Fonte Tenho No Pc?
Leia também:  Como Provar Ao Namorado Que O Ama?

4 sinais que confirmam problema na fonte do computador

Atualizado em 11 de setembro de 2018.

Como saber quando há um problema na fonte do computador? A frequência dessa dúvida tem justificativa: diferentemente do que ocorre na maioria dos componentes, as falhas envolvendo a fonte são indetectáveis pelo sistema operacional. Isto é, o computador não fornece notificações de erro precisas para nortear o usuário.

Outro agravante é a variedade de causas e sintomas que um problema na fonte implica. Praticamente, tudo que nos leva a suspeitas de danificação na memória RAM, no disco rígido e até mesmo na placa-mãe, pode ter sua raiz na fonte de alimentação. Afinal, ela está em contato com todos os componentes.

Sendo assim, como identificar um problema na fonte? Felizmente, quando isso acontece, a máquina fornece alguns indícios comuns em seu processo de funcionamento. Quer saber quais são eles? Então continue a leitura deste artigo e conheçaquatro sinais que confirmam problemas na fonte de alimentação. Vamos a eles?

1. Sinais evidentes (ruídos, cheiro, fumaça etc.)

Assim como em boa parte dos aparelhos eletrônicos, sinais aparentes, como ruídos, cheiro de queimado, excesso de calor e fumaça, servem de alerta para o usuário identificar problemas na fonte de alimentação.

A manifestação desses sintomas é decorrente da sobrecarga no componente. Isso porque a fonte tem um sistema de ventilação para evacuar o ar quente que, quando atinge o seu limite, faz com que ela se superaqueça. Os ruídos causados pelo ventilador (fan), geralmente, precedem o cheiro de queimado / fumaça.

Diante dessa situação, a única alternativa é substituir a fonte queimada por outra nova. Entretanto, ao adquirir o produto, atente-se à eficiência energética que ele oferece. Dê preferência a fontes com certificação 80 Plus, pois elas garantem alto rendimento (mínimo de 80% da potência total).

2. Problemas com inicialização e reinicialização do sistema

A traumatizante “tela azul” acontece por diversas causas, como falhas na memória RAM, conflitos envolvendo drivers e problemas na fonte de alimentação. Ocorrências de reinicialização repentina ou incapacidade de inicialização do sistema são, também, sintomas de mau funcionamento da fonte.

Por que essas coisas acontecem? O computador é repleto de componentes que requerem bom desempenho energético para que funcionem. Logo, se a fonte apresenta falhas na distribuição de energia, o mesmo passa a acontecer em alguns setores da máquina, deixando o sistema lento e instável.

3. Mau funcionamento de componentes

Quando a fonte está danificada (porém funcionando) nem todos os componentes do computador recebem eletricidade. Sendo a carga insuficiente para sustentá-los, é comum que alguns deles parem de funcionar — principalmente os que requerem mais carga, como o disco rígido (Hard Disc – HD).

Quando isso acontece, o computador não liga em sua totalidade, podendo chegar a iniciar o sistema, mas o uso, cedo ou tarde, será interrompido pela falta de alimentação em peças importantes. Nesse caso, a única solução é substituir a fonte por uma nova — contanto que ela tenha a potência adequada.

4. Problema na fonte do computador portátil

Se o seu notebook está conectado à tomada e a bateria não está recebendo carga,  a fonte de alimentação pode estar com problema de sobrecarga (devido ao excesso de trabalho / tempo de uso) ou o cabo foi danificado — se for esse o caso, basta substituí-lo por outro compatível.

Porém, tratando-se de um problema na fonte em si, significa que ela não está mais transformando a energia de corrente alternada (alternating current – AC), que vem da parede, em corrente contínua (direct current – DC) da qual o computador necessita.

Observação: ao realizar a troca da fonte para notebook, é fundamental adquirir o modelo correspondente ao fabricante da máquina. Supondo que você tenha um Inspiron 1100, da Dell, opte pela fonte específica para o seu computador.

Os sintomas elencados no artigo são bastante comuns e denotam um problema na fonte do computador. A sua máquina está apresentando algum deles? Então é hora de substituir a fonte por uma nova — e de alta qualidade!

Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre o funcionamento da fonte ou quaisquer defeitos no computador, deixe o seu comentário!

[uam_ad id=”1164″]

Como gerenciar suas fontes no Windows 10

As fontes padrão que vêm pré-instaladas no Windows 10 são boas, mas comuns. Embora você possa se contentar com Arial, Calibri, Times New Roman ou Verdana, saiba que você pode baixar outras fontes.

Além disso, vamos mostrar como ver quais fontes estão disponíveis, como elas aparecerão e como obter novas. Se você estiver usando o Windows 10, a Microsoft oferece algumas ferramentas que podem ajudar.

 

Com a ferramenta de fontes padrão no painel de controle, você pode ver quais fontes estão instaladas e exibir e imprimir uma visualização de cada uma delas.

Com a atualização do Windows 10 de abril de 2018 ou superior, você pode realizar outros truques através da tela Fontes em Configurações. Veja como cada fonte aparece sem precisar visualizá-la, desinstale fontes que você não precisa e baixe mais fontes da Microsoft. A Atualização do Windows 10 de maio de 2019, por sua vez, adiciona a opção de instalar uma fonte arrastando-a e soltando-a.

Para verificar qual a versão do seu Windows, acesse Configurações > Sistema > Sobre. Percorra a tela Sobre. Se a versão do Windows diz 1903, você tem a atualização de maio. 

Leia também:  Como Fazer Que Ele Se Apaixone Por Mim?

Caso contrário, volte ao início das Configurações e clique em Atualização e segurança. Se o seu PC estiver pronto e compatível, você verá uma atualização chamada “Atualização de recursos para o Windows 10, versão 1903”, que pode ser instalada.

Ver fontes instaladas

Abra o Painel de Controle (digite Painel de Controle no campo de busca e selecione-o nos resultados). Com o Painel de Controle aberto, vá em Aparência e Personalização e clique no ícone Fontes. O Windows exibirá todas as fontes instaladas.

Selecione uma fonte individual específica (qualquer fonte representada por uma única página) e, em seguida, clique em Visualizar, ou clique duas vezes na fonte. (Você também pode clicar com o botão direito do mouse na fonte e selecionar Visualizar.)

O Visualizador de Fontes mostra a aparência da fonte em tamanhos variados. Você pode imprimir o conteúdo na janela do visualizador de fontes se precisar de uma cópia impressa dessa fonte.

Se a fonte for uma família (qualquer fonte representada por várias páginas), clicar duas vezes abrirá uma página exibindo cada membro da família. Você pode, então, visualizar cada fonte individual. Se você selecionar “Visualizar” para ver uma família de fontes, e vários visualizadores se abrirão exibindo a fonte com atributos diferentes, como negrito, itálico e negrito itálico.

Para famílias de fontes que exigem mais do que algumas telas de visualizador, o Windows primeiro pergunta se você deseja abrí-las todas. Você então tem que fechar cada janela de visualização individual.

Escondendo Fontes

Você pode ocultar uma fonte que não deseja ver ou usar quando trabalha com determinados programas e aplicativos. No entanto, esse truque não funciona no tabuleiro. Ocultar fontes na tela Fontes as torna invisíveis para determinados aplicativos internos, como o WordPad e o Bloco de Notas.

Aplicativos como o Microsoft Office geram seus próprios menus de fontes, portanto, ocultar as fontes por meio do Painel de controle não afeta os mesmos. Para ocultar uma fonte, clique com o botão direito nela e selecione “Ocultar” no menu pop-up.

Você também pode ocultar automaticamente todas as fontes que não foram projetadas para suas configurações de idioma. Para fazer isso, clique no link para configurações de fonte na barra lateral esquerda. Na janela “Configurações de fonte”, marque a caixa para Ocultar fontes com base nas configurações de idioma. Clique “OK”.

Desinstalar fontes

Você pode desinstalar certas fontes se tiver certeza de que nunca as usará. No entanto, isso não funciona para todas as fontes. Você não pode excluir fontes embutidas no Windows porque estão protegidas. Se você tentar remover essa fonte, o Windows irá pará-lo. 

Você pode excluir fontes desprotegidas, incluindo aquelas adicionadas por programas como o Microsoft Office e o Adobe Creative Suite. Para excluir uma fonte desprotegida, clique com o botão direito nela e selecione “Excluir” no menu pop-up.

Antes de excluir uma fonte, você pode fazer o backup para no caso de precisar dela no futuro. Para fazer isso, crie uma pasta de backup. Clique com o botão direito do mouse na fonte (ou na família de fontes) e selecione Copiar. Cole a fonte na sua pasta de backup. Agora você pode excluir a fonte.

Se você precisar da fonte novamente, clique nela com o botão direito do mouse na pasta de backup e selecione Instalar. 

Com a atualização do Windows 10 de abril de 2018 em vigor, você pode preferir usar a ferramenta Fontes em Configurações. Abra Configurações > Personalização > Fontes. O Windows exibe todas as suas fontes já no modo de visualização.

Para ver mais detalhes sobre uma fonte específica, clique nela. O Windows exibe a fonte com vários atributos. Você pode mover o controle deslizante para a esquerda ou para a direita para ver a fonte em tamanhos diferentes.

Você também pode digitar uma palavra ou frase específica na janela da fonte de visualização para ver como fica.

Você também pode remover uma fonte desprotegida daqui. Clique no botão “Desinstalar”. O Windows pede para você confirmar se deseja desinstalar a fonte permanentemente. Clique em desinstalar. Novamente, você pode copiar a fonte para uma pasta de backup através do Painel de controle antes de removê-la.

Você pode adicionar mais fontes ao Windows. Na tela principal Fontes, clique no link para Obter mais fontes na Microsoft Store.

A Microsoft Store exibe todas as fontes disponíveis. A maioria das fontes é grátis; alguns custam uma pequena taxa. Selecione a fonte que você deseja adicionar.

Na janela da fonte, clique no botão “Obter” para fazer o download e instalá-lo.

Clique no botão “Gerenciar” para ver a fonte instalada.

A ferramenta Fonte é aberta. Role a tela para baixo para ver a fonte que você acabou de instalar.

Finalmente, com a Atualização do Windows 10 de maio de 2019, você pode instalar uma fonte arrastando-a e soltando-a. Isso pode ser útil se você fez backup e excluiu uma fonte desprotegida e agora deseja reinstalá-la. Você também pode usar o recurso de arrastar e soltar para instalar uma fonte baixada da Web. Muitos sites oferecem fontes, gratuitas e pagas.

Para instalar uma fonte usando arrastar e soltar, abra o Gerenciador de arquivos e procure o arquivo TrueType (TTF). Arraste o arquivo para o painel na tela “Fontes” em “Arrastar e soltar” para instalar. Solte a fonte quando você ver o ícone “Copiar”, e ele deverá estar instalado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*