Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Perder as contas e ficar na dúvida se está grávida, certamente, é algo que toda mulher fértil e com a vida sexual ativa acaba enfrentando. Nesses momentos, para eliminar a dúvida, nada melhor que os testes de gravidez caseiros. Ou seja, aqueles ao estilo do tempo da vovó.

Entretanto, vale ressaltar, os testes de farmácia são muito mais confiáveis que os testes de gravidez caseiros. Ademais, só com o exame de sangue em um laboratório é possível ter 100% de certeza do resultado.

No entanto, na hora do desespero, alguns truques aplicáveis em casa costumam funcionar como “termômetro”.

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Nessa outra matéria (clique aqui para relembrar), por exemplo, já listamos alguns testes de gravidez caseiros mais comuns. Dentre eles, estão o teste de gravidez com cotonete e o da água sanitária. Esse último, aliás, é considerado um dos mais eficientes feitos em casa.

Testes de gravidez caseiros com urina

Hoje, no entanto, vamos abordar outras técnicas que permitem fazer testes de gravidez caseiros com o xixi. Para isso, aliás, serão necessários alguns produtos para fazer as vezes de reagentes. Por exemplo, produtos de limpeza e até mesmo ingredientes que todo mundo tem na cozinha, como o sal.

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Caso você tenha experiência (positiva ou negativa) com alguns desses testes de gravidez caseiros, não deixe de nos contar nos comentários. E, claro, nos conte se você conhecer outros testes que também podem ser feitos em casa.

Dica:

Antes da lista, todavia, nosso conselho é para que você tente mais de um método caseiro antes de comprovar ou descartar a hipótese de gravidez. Isso porque esses métodos não são comprovadamente eficazes.

E, em caso positivo, não deixe de procurar um médico para confirmar a gestação. Aliás, independente do resultado obtido aqui, é preciso um exame de sangue para comprovar que você será mãe.

Aprenda a fazer 11 testes de gravidez caseiros com urina:

1. Teste do vinagre

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Colete a urina em um recipiente limpo e misture duas colheres de sobremesa ou um jato generoso de vinagre branco. Se a mistura mudar de cor é sinal de que você está grávida. Há quem diga que esse teste é bem semelhante ao do cloro, como você já viu nessa matéria (clique).

Outros, no entanto, dizem que esse teste não é muito seguro, já que o vinagre e a urina são composições ácidas e não reagem quando entram em contato uma com a outra.

2. Teste da mostarda em pó

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Considerado um dos testes de gravidez caseiros mais confiáveis dessa lista, e funciona também como uma forma de acelerar a menstruação, caso esteja atrasada por motivos que não seja a gravidez.

O teste consiste em usar a mostarda em pó em um banho morno de imersão. Para isso, encha o fundo da banheira ou uma bacia com água relativamente quente e adicione meio copo americano de pó de mostarda. Então, você só precisa entrar na água e ficar sentadinha ali de 20 a 40 minutos.

Se sua menstruação não descer em 2 ou 3 dias, é provável que o resultado seja positivo para gravidez.

3. Teste da Soda Cáustica

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Até mesmo soda cáustica pode servir para aqueles teste de gravidez caseiros para os quais a gente acaba apelando no momento do desespero. Para isso, você só precisa coletar a urina em um recipiente de plástico e acrescentar a ela 1/4 de soda.

Se a a urina ficar azul-esverdeada, é sinal de gravidez. No entanto, se ela permanecer sem alterar a cor, o resultado é negativo.

Alerta: todo cuidado na hora de manusear a soda, por isso, use luvas! O produto é altamente corrosivo e pode causar problemas sérios em contato com a pele e, se ingerido, pode matar.

4. Teste do Tylenol com água oxigenada

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Sabe aquele comprimido antitérmico e analgésico que todo mundo tem em casa? Ele é composto de paracetamol, que vai ajudar bastante nesse teste.

Para colocá-lo em prática, você vai precisar colocar em um recipiente plástico 1/4 de água oxigenada volume 10, junto com dois comprimidos do remédio. Assim que tudo isso virar uma mistura, adicione a ela 1/4 da urina a ser testada.

Se o conteúdo do frasco ficar azulado, você está grávida.

5. Teste do dente-de-leão

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Dentes-de-leão são plantinhas que costumam nascer em jardins. Para o teste, você vai precisar apenas de uma de suas folhas. Tudo o que você precisa fazer, então, é colocar a planta em uma folha de papel ou pedaço de plástico e deixá-la na luz solar direta.

Quando você for fazer xixi, colote a urina em um recipiente e jogue uma dessas folhas nela. Espere mais ou menos 10 minutos e verifique o dente-de-leão: se forem visíveis pequenas bolhas vermelhas na urina essa pode ser uma confirmação de gravidez.

6. Teste da urina amanhecida

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Quando for fazer xixi, tudo o que você precisa fazer é coletar uma quantidade expressiva da urina em um recipiente esterilizado, como um pote de exame, por exemplo. Depois é só tampá-lo e deixar que o xixi descanse paradinho, em uma superfície plana, por 24 horas.

No dia seguinte, caso note que se formou uma camada fina e esbranquiçada sobre a urina é possível que você esteja esperando um bebê.

7. Teste do sabonete

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Esse é um dos testes de gravidez caseiros mais simples que existe e tudo o que você vai precisar para realizá-lo é de um sabonete que possa ser descartado em seguida.

Quando você for urina, derrame um pouco do xixi na superfície do sabão e observe. Caso tenha o xixi tenha gerado uma reação química e criado bolhas na superfície do sabonete, você está grávida.

8. Teste do açúcar

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Colete a primeira urina da manhã em um recipiente e adiciona a ela de 2 a 3 colheres de sopa de açúcar (dependendo da quantidade de líquido).

Se o açúcar começar a se dissolver, é provável que você não esteja grávida. No entanto, se a composição começar a empelotar, é possível que seu bebê esteja a caminho.

9. Teste da pasta de dente

Também é possível descobrir se está grávida, em casa, apenas adicionando um pouquinho de creme dental branco à urina. Como no caso do sabonete, se a urina apresentar bolhas e ficar levemente azulada, é sinal de gravidez.

Mas, para que alguma reação ocorra, é preciso ter paciência e deixar que a urina e a pasta de dentes descansem por algumas horas. Então, não tenha pressa e fique de olho!

10. Teste da Coca-Cola

Em um copo americano de Coca-Cola quente e com bastante gás, acrescente uma amostra de urina. Se você misturar os dois líquidos e eles começarem a borbulhar e a soltar espumas, como o copo de chope, você provavelmente vai ter um bebê.

11. Teste com sal

Outro dos testes de gravidez caseiros bem simples é o do sal. Você só precisa coletar um pouco da sua urina e acrescentar sobre ela três pitadinhas de sal. Se formar uma espécie de nata sobre a urina, você está grávida.

E então, já tentou algum desses testes? Se sim e o resultado foi positivo, temos uma notícia não muito boa para você: Pés de grávidas podem aumentar de tamanho para sempre.

Fontes: Nursing, Antes e Depois, Tua Saúde, Trocando Fraldas,

Teste de gravidez caseiro: 12 opções para fazer e acabar com as dúvidas – Bebê em Foco

  • Enquanto alguns casais têm todo um planejamento e calculam milimetricamente o momento da gestação, outros acabam pegos de surpresa com a notícia;
  • Se você precisa descobrir se está grávida ou não, seguem algumas dicas de testes caseiros.
  • Lembrando que, de acordo com os ginecologistas os testes de farmácia são os mais confiáveis para se fazer em casa.

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Paul Hanaoka /Unsplash)

Enquanto alguns casais têm todo um planejamento e calculam milimetricamente o momento da gestação, outros acabam pegos de surpresa com a notícia. Há também uma preocupação com “aquele dia que você tomou o remédio no horário errado”, ou com “aquele momento que vocês decidiram não se preservar”… pois bem, tudo isso gera uma ansiedade natural e a pergunta que não quer calar é: eu estou grávida?

Calma! Vamos por partes. Primeiro é necessário pensar se você de fato está com algum sintoma. Sabe aquele clássico atraso menstrual? Os enjoos e vômitos, aquela sonolência ou vontade de fazer xixi toda hora? Ou aquele inchaço das mamas e manchas na pele? Sim, tudo isso pode indicar uma gravidez.

Contudo, a gente entende que o que você mais deseja nesse momento é saber logo se é alarme falso ou se um bebê vai ser gerado. Para te ajudar nesse diagnóstico existem os testes caseiros de gravidez. Veja quais são como fazer cada um deles:

Os testes de gravidez

De acordo com o UOL, no Egito antigo se uma mulher suspeitasse de uma gravidez, deveria urinar em cima de sementes de trigo e cevada. Se o trigo florescesse, a mulher estava grávida de uma menina.

Já se fosse a cevada a florescer, a gravidez era de um menino. Se nenhum dos dois crescesse, isso era um sinal de que a mulher não estava grávida. Ou seja, não é de hoje que as mulheres querem descobrir se estão grávidas ou não e recorrem aos testes caseiros.

Leia também:  Como Se Chama Uma Pessoa Que Trabalha Num Bar?

Selecionamos alguns dos principais:

Teste de Água Sanitária 

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Para se fazer esse teste, é necessário colocar uma quantidade de urina com a mesma quantidade de água sanitária em um recipiente. Se a água sanitária junto com a urina ferver como sal de frutas, significa um teste positivo para gravidez. Se ficar espumosa apenas sem muito volume é negativo. Dizem que ela tem que mudar de cor também e se ficar com cor mais escura, laranja ou avermelhado é positivo.

Teste Marroquino 

O teste caseiro marroquino consiste em deixar uma agulha na urina de um dia para o outro. Se ela escurecer ou oxidar é considerado positivo. Se a agulha continuar com a mesma cor, o resultado é negativo.

Fervendo a urina 

O teste da fervura consiste em utilizar um recipiente de alumínio para ferver a urina.  Se a urina ferver como leite, criando um sobrenadante, o teste é positivo. Se ferver como água, o teste é negativo.

Teste do cloro

A mulher deve urinar em um copo descartável e logo após adicionar cloro sobre a urina, se a coloração resultante da mistura for escura o resultado é positivo, caso a mistura não apresente mudança na coloração o resultado é negativo.

Teste da pasta de dente 

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Em um copo transparente, você deve misturar urina com uma pequena quantidade de pasta de dente branca (não serve colorida). Se após dois minutos a pasta branca ficar azulada ou começar a espumar, o teste é positivo.

Teste do vinagre 

O teste do vinagre é feito misturando urina e vinagre em um recipiente transparente. Se a solução mudar de cor ou espumar, o teste é positivo. Se não mudar de cor, é negativo.

Teste do pulso 

É necessário medir o pulso no pescoço ou no umbigo. Depois, compare com a velocidade do fluxo de sangue de pessoas que com certeza não estão grávidas. Supostamente, um pulso mais rápido que o das pessoas analisadas, indicaria gravidez.

Teste do sal 

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Outro dos testes de gravidez caseiros bem simples é o do sal. Você só precisa coletar um pouco da sua urina e acrescentar sobre ela três pitadinhas de sal. Se formar uma espécie de nata sobre a urina, você está grávida.

Teste da Coca-cola 

Em um copo americano de Coca-Cola quente e com bastante gás, acrescente uma amostra de urina. Se você misturar os dois líquidos e eles começarem a borbulhar e a soltar espumas, como um copo de chope, você provavelmente vai ter um bebê.

Teste do açúcar 

Colete a primeira urina da manhã em um recipiente e adiciona a ela de duas a três colheres de sopa de açúcar (dependendo da quantidade de líquido). Se o açúcar começar a se dissolver, é provável que você não esteja grávida. No entanto, se a composição começar a empelotar, é possível que seu bebê esteja a caminho.

Teste do Tylenol com água oxigenada

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Sabe aquele comprimido antitérmico e analgésico que todo mundo tem em casa? Ele é composto de paracetamol, que vai ajudar bastante nesse teste. Para colocá-lo em prática, você vai precisar colocar em um recipiente plástico 1/4 de água oxigenada volume 10, junto com dois comprimidos do remédio. Assim que tudo isso virar uma mistura, adicione a ela 1/4 da urina a ser testada. Se o conteúdo do frasco ficar azulado, você está grávida.

Testes online 

Agora, se quiser evitar qualquer mistura, os testes online são cada vez mais comuns e também são uma forma de saber se está grávida ou não. Isso porque os testes online são feitos com base em sintomas genéricos de gravidez.

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?Conheça os testes de gravidez caseiros (Foto: Reprodução/ Pinterest)

Lembrando que, não há eficácia comprovada destes testes. De acordo com o ginecologista obstetra Alberto Guimarães,  entrevistado pela Pais & filhos, os testes de farmácia são os mais confiáveis para se fazer em casa.

Hoje em dia, existe uma infinidade de marcas e modelos para que o resultado seja de fato assertivo. Para o especialista,  só é possível ter 100% de certeza de uma gestação fazendo o exame de sangue em um laboratório.

Mas, não há problemas em testar os exames caseiros. Boa sorte!

Teste de gravidez com sal é seguro? Médica responde!

Você já ouviu falar sobre o teste de gravidez com sal? Bastante difundida na internet, a prática consiste em coletar um pouco da urina da mulher e acrescentar algumas pitadas de sal – para indicar uma possível gestação em curso. Caso se forme uma espécie de nata sobre a urina, a mulher estaria grávida, de acordo com algumas publicações da internet.

Como Saber Que Estou Gravida Teste Caseiro?

Você já ouviu falar sobre o teste de gravidez com sal? Bastante difundida na internet, a prática consiste em coletar um pouco da urina da mulher e acrescentar algumas pitadas de sal – para indicar uma possível gestação em curso. Caso se forme uma espécie de nata sobre a urina, a mulher estaria grávida, de acordo com algumas publicações da internet.

Mas será que essa história faz sentido mesmo? Para sair de achismos e entender se, realmente, o teste de gravidez com sal é eficiente, conversei com a médica Maria do Carmo Borges de Souza, diretora médica do Centro de Reprodução FERTIPRAXIS, do Rio de Janeiro.

Entre as explicações, ela destacou um ponto muito interessante.

De acordo com ela, embora esses testes caseiros, que misturam ingredientes à urina para atestar gravidez, sejam tidos como novidades, eram muito comuns em períodos longevos da história, como na Idade Média ou mesmo no Egito Antigo.

Naquela época, esses povos utilizavam até mesmo vinho para fazer o teste, o que hoje as pessoas adaptaram para o vinagre (outro teste caseiro comum de gravidez).

Mas, enfim, será que essa prática milenar pode ser mais eficiente do que os testes atuais, que usam tecnologia capaz de precisar inclusive o tempo da gestação? A seguir, confira as respostas da especialista sobre o teste de gravidez com sal e mais informações úteis acerca da comprovação da gestação:

O teste de gravidez com sal é realmente eficiente? Há evidências científicas que comprovem sua eficácia?

Os testes caseiros (como o que usa o sal misturado à urina), amplamente descritos na internet, podem sugerir algumas mudanças na urina como resultado da interação de algum produto no organismo da mulher, amplificado pela gravidez.

Isso poderia mesmo corresponder a alguma precipitação de proteínas ou interação com micro-organismos, mas o fato é que não há qualquer comprovação científica ou segurança no diagnóstico.

Há muitas falhas que não resultaram em testes validados e seguros para uma prática corrente.

Ainda segundo as publicações, a urina da gestante fica com essa aparência diferente por conta da presença de beta-HCG. Faz sentido?

Já se tinha a noção clara de que na mulher grávida pode ser detectado “algo” que se cristalizou, como um hormônio chamado de HCG (Hormônio Gonadotrófico Coriônico), produzido inicialmente por células do embrião, que aumenta de forma impressionante a partir da fixação dele no útero (chamada de implantação). E posteriormente pela função da placenta, que vai cuidar das trocas entre o bebê e o organismo materno. Esse hormônio é eliminado pela urina, o que rapidamente se mostrou uma forma atrativa de acesso à identificação de gravidez de uma forma precoce.  

A gonadotrofina coriônica humana na sua fração chamada de “beta”, o β-hCG, é quimicamente uma glicoproteína que pode ser detectada no sangue e na urina e que aumenta rapidamente durante a gestação. A grande questão é que o hormônio β–hCG atesta a presença da gravidez em níveis crescentes com o passar dos dias.

Mas, na medida em que a ansiedade leva à busca por uma confirmação mais precoce da gravidez, há pontos importantes a se considerar: por exemplo, o teste positivo não é suficiente para atestar uma gestação que vá evoluir normalmente, especialmente se tiver sido realizado antes de um atraso menstrual.

O próprio exame de sangue pode ser mal interpretado, tal o nível de emoções  presente.

Vale lembrar ainda que o hormônio HCG pode ser produzido pelos ovários de uma mulher em condições de tumores específicos, como os teratomas. Pode também ser importante acompanhar sua regressão quando persistem níveis presentes após uma perda gestacional já eliminada pelo útero e até em homens, em situações tumorais específicas. 

E qual a melhor medida para atestar uma gravidez?

A melhor sinalização é o atraso menstrual. Para uma mulher que não está utilizando métodos anticonceptivos e tem um ciclo regular (configurada uma exposição de risco para gravidez), um dia de atraso já resulta em grande expectativa para fazer um teste de urina comercial.

No caso dos tratamentos de reprodução assistida, observe se houver atraso no dia indicado por seu médico.

E fique atenta também a sintomas clínicos como náusea, vômitos, sonolência e dores nas mamas, além de avaliar níveis no sangue, se eles aumentam em períodos de 24 a 48 horas, que poderiam ajudar a entender uma evolução aparente.

Leia também:  Como Os Homens Ficam Quando Estão Apaixonados?

E qual a orientação médica acerca de testes caseiros?

O teste caseiro pode ser realizado como uma espécie de antecipação, mas não pode ser considerado definitivo. Pode ser parte de uma forma até lúdica de se lidar com a gravidez, mas com cautela.

As detecções na urina hoje podem ser realizadas por uma mulher em sua própria casa, com testes preparados para detectar o hormônio, seja através de tirinhas que mudam de cor ou canetinhas com visores que podem inclusive definir o tempo de gravidez em semanas, a partir da implantação.

Na dúvida procure uma orientação médica. A medicina evolui, os conhecimentos vão aumentando, mas as pessoas permanecem iguais em seus desejos e necessidades. Contar com uma orientação mais segura neste momento de expectativa de gravidez é tudo de bom!

 Resumindo: vale fazer o teste de gravidez caseiro com sal (ou outros) como uma forma lúdica de tentar descobrir uma gravidez, mas só confie no resultado se vindo de um teste de farmácia e, posteriormente, de um exame de sangue.

Matéria publicada no site | Mil Dicas de MãeLink da Matéria: https://www.mildicasdemae.com.br/2018/12/teste-de-gravidez-com-sal-e-seguro.html

Teste de Gravidez Caseiro

Atualmente, o teste de gravidez caseiro vem ganhado popularidade na internet. Para tanto, receitas caseiras estão sendo disseminadas garantindo que podem ou não confirmar uma gravidez.

Mas, qual a veracidade desses testes? Eles, realmente, podem confirmar uma gravidez?

No ponto de vista de especialistas, os testes de gravidez caseiros não passam de reações químicas aleatórias, as quais podem ou não coincidir com o resultado do teste de gravidez.

Na verdade, a gravidez somente pode ser detectada pela presença do hormônio HCG (gonadotrofina coriônica humana) no sangue ou na urina.

Por mais que aconteça uma reação química nas receitas caseiras, como o teste da água sanitária, teste da urina fervida e o teste da pasta de dente, eles não possuem relação com o HCG e não há como ele ser medido por uma reação química.

Nesse caso, o HCG somente é detectado por uma reação entre antígeno e anticorpo. Ou seja, por meio dos exames de sangue feitos em laboratórios – chamados de Beta HCG – ou dos testes de gravidez de farmácia.

É importante lembrar que os exames laboratoriais podem ser feitos gratuitamente nos postos de saúde.

Está grávida? Confira o teste de gravidez online!

Teste de gravidez de farmácia

Antigamente, existia uma desconfiança grande em relação aos os testes de urina, comprados em farmácias. Hoje, eles são bastante confiáveis, por possuírem uma membrana de anticorpos imobilizados. Dessa forma, quando a urina passa por essa camada, os anticorpos a capturam, obtendo, assim, o resultado.

Quando o resultado do teste de gravidez de farmácia é positivo, é praticamente certo de que haja uma gravidez. Isso pelo fato do HCG somente ser produzido pelo corpo se houver um embrião.

Esse hormônio é produzido pelas células que formarão a placenta.

Assim que o embrião se aloja na parede do útero – pouco depois da fertilização -, o HCG entra na corrente sanguínea e, posteriormente, na urina.

Em alguns casos, o teste apresenta um resultado negativo, mesmo quando há gravidez. Isso acontece devido à fecundação ser muito recente, ainda não contendo o HCG na urina. Após alguns dias, o resultado pode mudar, sendo positivo.

Para garantir um resultado mais certo do teste de gravidez de farmácia e, assim, evitar dúvidas, aguarde em torno de uma semana do atraso menstrual para fazer o teste. Dessa forma, se você estiver grávida, é possível que após esse período o HCG já esteja presente na sua urina.

Teste de gravidez caseiro – Pasta de dente

Esse teste consiste em uma crença popular para detectar a gravidez. Para tanto, deve-se colocar algumas gotas de urina em uma pequena parcela de pasta de dente branca. Feito isso, esperar a reação. O resultado é positivo quando a pasta fica azulada ou comece a espumar.

Entretanto, como dito anteriormente, esse resultado não passa de uma reação química entre compostos, podendo ou não coincidir com o resultado da gravidez.

Teste de gravidez caseiro – Água sanitária

Nesse teste, deve-se misturar uma quantidade de urina com água sanitária. Caso a mistura fique efervescente e com uma cor próxima ao vermelho ou laranja, é um sinal de gravidez.

Essa é apenas uma reação química entre o hipoclorito de sódio – na água sanitária – com a ureia e amônia – presentes na urina.

Teste de gravidez caseiro – Urina fervida

Para realizar esse teste, é necessário ferver a urina em uma panela de alumínio. Caso levante fervura, semelhante ao leite, formando algo próximo a uma espuma ou nata, o resultado é positivo.

  • Esse teste, como os outros, é apenas mais um resultado de uma reação química.
  • Importante lembrar: testes caseiros não possuem nenhum fundamento científico e podem ser prejudiciais à saúde, segundo especialistas, por utilizarem elementos químicos.
  • Portanto, caso haja alguma suspeita de gravidez, você deve fazer um exame de sangue ou um teste de gravidez de farmácia.

Você acredita que esteja grávida? Veja o teste de gravidez online.

Deu positivo: minha aventura com os testes caseiros

Esta é uma coluna de ficção criada pela Capitu.

Que atire a primeira fralda, a grávida que nunca fez um teste caseiro! Aham! Eu também fiz.

Aqueles que me conhecem sabem que sou aberta (e instantaneamente atraída) por todo o tipo de experimentação! Quanto mais matuta e irreverente, melhor.

O que significa um interesse quase imediato por mapas astrais, mágicos de bairro, nhoques do dia 29, vizinhas entendidas de feng shui e cachorros que latem para o vento (isso realmente me intriga).

Quando pequena, um dos meus passatempos favoritos era me sentar em uma poltrona vermelha no canto da sala da minha avó e ouvir as histórias do tempo de roça. Um festival de absurdos, para os incrédulos. Para mim, um mundo fantástico que deixaria a geração do Crepúsculo de cabelos em pé. Os vampiros de hoje eram os nacionais curupira e saci-pererê.

Os magos poderosos ganhavam aura bastante brasileira na figura do curandeiro de barba longa, que andava pela cidade com uma túnica branca e sandálias de couro (uma espécie de Gandalf lampeão). Durante anos, sonhei em visitar aquela cidade incrustada em um desses interiores que parecem parados no tempo.

A ocasião da viagem, infelizmente, nunca surgiu; eu cresci, mas não me curei dessa pequena fraqueza pela magia.

Talvez por isso, quando os primeiros sintomas da gravidez do Chico apareceram, não pensei duas vezes e parti para o que me parecia mais tentador: os testes caseiros.

Minha lista se resumiu aos clássicos: o da água sanitária, o do vinagre e o da pasta de dentes.

E embora estivesse particularmente inspirada pela tradição milenar egípcia de diagnosticar a gravidez por meio de uma análise do efeito da urina em grãos de trigo e cevada, deixei de lado pela falta dos ingredientes básicos na minha dispensa.

A grosso modo, todos os testes têm um objetivo: fazer a urina mudar de cor. Simples, certo? Bom, na verdade, é aí que começa o problema. Embora exista uma quantidade enorme de receitas na internet, é quase impossível encontrar informações coerentes sobre a natureza do recipiente ou sobre a quantidade de cada um dos compostos.  

Por minha conta e risco, resolvi variar: em uma hora, eu tinha transformado meu banheiro em um laboratório à la Breaking Bad do bem. Minhas amostras tinham diferentes proporções, cores, cheiros e lotavam o chão do banheiro.  Meu gato, olhava todo aquele absurdo perplexo e indiferente, como um bom gato.

Na manhã seguinte, era hora do check final. Infelizmente, meus testes resultaram em um verdadeiro fiasco, como eu intimamente previa: o cloro não mudou de cor, mas a água sanitária sim, em duas das proporções realizadas.

A minha pasta de dentes ganhou uma tonalidade híbrida entre azul e amarelo, o que eu atribuí às propriedades de branqueamento do produto mais indicado pelos dentistas. A minha casa estava empestiada com o cheiro das minhas experiências e eu não tinha um resultado concreto.

Na dúvida, à noite, no bar com amigos, iria pedir um suco.

Antes de finalmente passar na farmácia, resolvi apostar em um teste que não falhava. Durante anos vi mulheres e mais mulheres entrarem na casa da minha avó para diagnosticar doenças ou predizer o sexo de seus bebês. As receitas de cura eram muitas: “Vai tratar este rim, menina.

Ele não anda bem. O que você tem é fraqueza! Toma um banho de sol que melhora.” Claro que para minha avó metade dos males se resumia a um bom chá de boldo e descanso. Mas quem sou eu para questionar seus métodos poucos ortodoxos.

Nunca vi um diagnóstico impreciso ou alguém que voltasse para reclamar.

E foi por isso que, depois do fracasso dos testes caseiros, dei uma passada como quem não quer nada, para vê-la. Se não estivesse grávida, pelo menos teria direito a um belo almoço com tempero mineiro.

Me prostrei na poltrona da minha infância, quando ela, segurando uma enorme porção de couve com boas doses de bacon, soltou: “come direitinho, principalmente o feijão, ele é ótimo para o bebê. É rico em ferro e evita falta de ar.

Leia também:  Como Limpar Armario Branco Que Esta Amarelado?

Coloquei um pouco de beterraba nele para ter certeza que ele vai crescer forte e grande”.  Com o meu desconcerto, ela soltou uma daquelas risadas que só ela sabe dar, seguida de um “Acertei, é?” Disse a ela que não sabia. Ela me deu uma bela olhada e pediu para eu me aproximar.

Colocou a mão na minha barriga, tocou no santinho que carrega sempre em um cordão dourado de bijuteria e eliminou minhas dúvidas. “Volta aqui dentro de um mês para eu olhar sua barriga e aí te digo o sexo.”

Claro que voltei. E mais uma vez, ela acertou.

Dá para detectar gravidez misturando urina e água sanitária?

A internet está cheia de textos e vídeos ensinando como descobrir a gravidez com testes caseiros. Um deles é feito com urina e água sanitária. Basta colocar num recipiente a mesma quantidade dos dois líquidos, esperar alguns minutos e pronto. Se a solução espumar ou mudar de cor, adquirindo uma tonalidade avermelhada ou alaranjada, significa que a mulher está grávida.

Mas antes de achar que não é mais necessário ir a um laboratório para colher o exame de sangue ou passar numa farmácia para comprar o teste de urina, saiba que não há em nenhuma evidência científica de que esse teste funcione. Ele é apenas uma das muitas fórmulas caseiras que mulheres ansiosas para saber se um bebê está a caminho colocam em prática.

Não é de hoje que elas recorrem a métodos caseiros para descobrir a gravidez. Segundo registros da época do Egito Antigo, as mulheres costumavam fazer xixi em sacos de trigo e cevada. Se nenhuma das sementes germinasse, o teste tinha dado negativo. Mas se a planta começasse a se desenvolver, o resultado era positivo.

Nesse caso, dava para saber até o sexo da criança. Se o trigo brotasse, nasceria uma menina. Mas se fosse a cevada, um menino estava sendo gestado.

Além de água, a urina é composta por várias substâncias provenientes da alimentação e do metabolismo, como creatinina, ureia, ácido úrico, sódio, cálcio, potássio, bilirrubina, cálcio e amônia.

Em contato com a água sanitária, elas provocam a reação química que faz o líquido submetido ao teste borbulhar ou adquirir uma coloração mais escurecida.

É essa reação que dá a impressão de que ele funciona.

A ideia do teste até faz sentido, já que ele é uma tentativa de detectar o hormônio da gravidez, o HCG (gonadotrofina coriônica humana), produzido por um grupo de células chamado trofoblasto, que dá origem à placenta. É exatamente isso o que os testes cientificamente comprovados —o de sangue e o de urina— fazem. Mas a coerência do teste para por aí.

Logo de cara, alguns problemas já impediriam sua confiabilidade, como o uso de recipientes inadequados e a falta de especificação da concentração certa de água sanitária.

No entanto, a ausência de metodologia e padronização não é o único motivo para desconfiarmos do resultado dele.

Isso porque dependendo de sua característica, a urina pode provocar essa reação sem que de fato seja uma gravidez.

É o que acontece quando a urina está muito concentrada, principalmente a primeira da manhã, que reage com a água sanitária espumando ou mudando de cor.

Algo que ocorre independentemente do sexo e da faixa etária. Além disso, doenças hepáticas, diabetes, insuficiência renal, perda de sangue na urina e alguns tumores também podem provocar esse efeito.

Assim como um consumo alto de alimentos ricos em proteínas.

Ou seja, esse teste é como jogar cara ou coroa. Pode dar falso-negativo se a urina estiver muito diluída, caso a grávida tenha bebido bastante líquido.

Ou falso-positivo, se a mulher tiver determinadas doenças ou se, por alguma razão, seu xixi tiver uma quantidade relevante de proteínas e pH mais ácido.

Mas também pode indicar corretamente a gravidez, uma vez que as gestantes eliminam HCG na urina, que é um hormônio proteico.

Teste perigoso

Não funcionar é o menor dos males desse teste. As consequências dele é que podem ser graves. Isso porque a água sanitária contém hipoclorito de sódio, substância que em contato com a urina, que é ácida, libera gás cloro.

Por sua vez, o gás cloro oxida praticamente tudo o que encontra pela frente, inclusive a bilirrubina (pigmento que dá a cor amarela para a urina), que provavelmente é o que a faz escurecer, ficando avermelhada ou alaranjada.

Já efeito de efervescência ocorre devido à liberação de gases nessa reação de oxidação, quando o cloro reage com a ureia.

É aí que mora o perigo, pois essa combinação química forma substâncias chamadas cloraminas. Elas, a amônia e o gás cloro, liberados nesse processo, são tóxicos. E, portanto, prejudiciais à saúde humana.

Quanto mais concentrada estiver a urina, mais rápida tende a ser essa reação.

O risco aumenta em ambientes fechados, se for produzida uma grande quantidade desses gases tóxicos e a mulher permanecer muito tempo nesse local. Expor-se a eles pode causar náuseas, falta de ar, irritação no nariz, na garganta e nos olhos, tosse, broncoespasmo, pneumonite (inflamação nos pulmões), dor de cabeça e até queimaduras oculares. Em locais abertos e bem arejados, o perigo é menor.

Os únicos confiáveis e seguros

Não é tão simples detectar a gravidez. Só depois de 7 a 10 dias que o óvulo fecundado é implantado no útero, o HCG começa a ser produzido.

Por ser parecido com outros hormônios que temos, ele precisa ser dosado na subunidade beta, que o diferencia dos demais. Como o HCG é mais abundante no sangue, o exame pode ser feito assim que a menstruação atrasa.

Já para o teste de farmácia, a recomendação é esperar quatro dias para fazê-lo, pois o hormônio está presente em menor quantidade na urina.

Ambos os testes são feitos com um anticorpo contra o Beta HCG.

Se a mulher estiver grávida, esse anticorpo reage grudando no hormônio e é identificado no marcador, que no teste de urina é a marquinha vermelha que aparece na fita de papel.

O percentual de acerto do exame de sangue é de quase 100%. E o de urina pode chegar a esse índice dependendo da marca, pois umas são mais e outras menos sensíveis.

Dosar o Beta HCG no sangue não requer nenhum preparo. Mas se você optar pelo teste de farmácia, siga as orientações da bula, não beba muito líquido na véspera do exame e o faça com a primeira urina da manhã.

Isso ajuda a concentrar mais o hormônio e diminui as chances de dar falso-negativo. Mesmo com todos os cuidados, os testes confiáveis podem dar falso-positivo em quem tem tumor no ovário ou neoplasia atrofoblástica gestacional, por exemplo.

Se tiver dúvidas, procure um ginecologista.

Fontes: Alexandre Donizeti Martins Cavagis, coordenador do curso de química da UFSCar Sorocaba (Universidade Federal de São Carlos); Adriana Campaner, ginecologista do laboratório Salomão Zoppi e Olímpio Barbosa de Moraes Filho, membro da Comissão Nacional Especializada em Assistência Pré-Natal da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

A gravidez na semana 4: é hora de fazer o teste!

O hormônio da gravidez pode ser medido por meio da urina no teste de gravidez caseiro que pode ser comprado na farmácia e utilizado a partir do primeiro dia de atraso menstrual.

Os primeiros sintomas da gravidez podem ser interpretados como incômodo pré-menstrual. O indício mais confiável é a ausência da menstruação (somente nas mulheres que têm o ciclo normal e regular). Esta ausência da menstruação é o que geralmente leva à realização dos testes de gravidez caseiros.

As provas da gravidez

O hormônio da gravidez pode ser medido por meio da urina mediante:

• Teste de gravidez caseiro que pode ser comprado na farmácia e usado a partir do primeiro dia de atraso menstrual. • Exame de urina no laboratório que pode ser realizado do 7º ao 10º dia posterior a provável concepção. O exame é realizado por um profissional.

Se o teste caseiro der positivo (+) não há dúvidas sobre a gravidez, porque não há resultados falsos positivos.

Pelo contrário, se é negativo (-) e o atraso menstrual continua, o exame deve ser repetido 5 dias depois, pois a quantidade de hormônio produzida pode ser inferior ao nível necessário para que se ative o reativo.

Se ao final desse tempo o exame seguir dando negativo (-) pode ser que você não esteja grávida e que seu atraso seja devido à outras razões.

  • Com respeito ao exame de urina, é recomendado ligar ao laboratório com um dia de antecedência para perguntar se existe alguma indicação especial para realizar a análise.
  • Os sinais da gravidez
  • O restante dos mal-estares da gravidez podem estar presentes a partir da quarta semana ou podem simplesmente não aparecer. O mais importante a se levar em conta são alguns sintomas que, caso ocorram, requerem uma consulta ao médico com urgência:
  • • Dor pélvica • Sangramento genital • Inchaço nas mãos, pés ou rosto
  • • Vômitos que se repetem continuamente ao longo do dia sem cessar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*