Como Saber Que E Ouro De Verdade?

Quem nunca tentou descobrir se uma joia que ganhou ou comprou era de ouro verdadeiro ou não? Por isso, é importante saber como identificar ouro para que não sejamos enganados. Mas, para isso, é necessário levar alguns aspectos em conta. Por exemplo, a composição da joia.

Pois o ouro é conhecido por ser bastante maleável, sendo possível mudar sua forma simplesmente o apertando entre as mãos. Ou seja, o ouro em sua forma mais pura possui a característica de ser totalmente maleável.

Por isso, é comum que o ouro seja misturado com outros metais nobres, com o objetivo de tornar a joia de ouro mais rígida e resistente. Porém, sem perder o seu valor de mercado e sua autenticidade.

Portanto, caso você queira saber como identificar ouro, existe algumas técnicas caseiras que podem ajudar, a saber, se sua joia de ouro é verdadeira ou falsa. Mas, vale lembrar que devem ser feitas com cuidado para que a joia não seja danificada. E caso deseje um parecer mais garantido, procure por especialistas e avaliar joias.

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: Miguel Alcade

Para saber como identificar ouro, antes de testar uma joia de ouro, é importante conhecer suas classificações. Onde as mais usadas nas joalherias são:

  • 24 K – é o ouro em sua forma mais pura, porém é pouco usado na joalheria por ser muito maleável, ou seja, pode ser danificado com maior facilidade.
  • 18 K – é uma peça cuja divisão é a cada 24 partes 18 partes são de ouro, portanto é uma peça bem composta pelo metal, bastante utilizado na confecção de joias.
  • 14 K – também é um ouro bastante usado em joias e significa que 14 partes da composição da joia são de ouro.
  • 10 K – joias com essa quantidade do metal nobre já não são consideradas peças de ouro pelas joalherias.

Dicas de como identificar ouro

1- Examine atentamente a joia

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: Stella Diamonds

Antes de qualquer coisa, examine a joia, pois essa é o primeiro passo para identificar ouro. Portanto, procure pelo timbre na parte interna da joia, pois peças de ouro costumam carregar o timbre contendo a classificação da joia. Por exemplo, 24K, 18K, etc.

Por fim, procure por imperfeições, afinal em joias de ouro é improvável que existam imperfeições. Como oxidações, cor desbotada, por exemplo.

2- Como identificar ouro com o teste do imã

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: Youtube

O teste do imã se mostrou bastante útil para identificar ouro, pois como o ouro não possui propriedade de atração basta posicionar sua joia diante um imã. Então, caso a peça seja atraída pelo imã, indica que não se trata de ouro verdadeiro.

No entanto, esse teste não possui 100% de eficácia, pois alguns fatores podem interferir no teste. Por exemplo, se sua joia possuir em sua constituição algum metal que sofra atração magnética, é bem provável que seja atraída elo imã. Mesmo se tratando de uma joia de ouro verdadeiro.

Por isso, caso fique na dúvida, procure um especialista para fazer a avaliação da peça.

3- Como identificar ouro com ácido nítrico

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: Aloisi

Para identificar ouro com ácido nítrico é muito simples, porém, deve ser realizado com cuidado, pois o ácido nítrico é bastante corrosivo. Portanto, ao realizar o teste use luvas e um recipiente de aço inoxidável, além de tomar cuidado com a peça.

Primeiramente, aplique uma gota do ácido nítrico na peça, se não houver nenhum tipo de alteração, quer dizer que a joia é de ouro legítimo. Pois o ouro não sofre nenhuma alteração quando entra em contato com o ácido nítrico.

Mas, há alguns resultados que podem significar que existe alguma mistura na joia, por exemplo:

  • Caso a joia fique verde, indica que a peça é apenas banhada a ouro.
  • Se a joia ficar com uma cor esbranquiçada e leitosa significa que é prata folheado com ouro.

4- Como identificar ouro com vinagre

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: Youtube

Outra maneira eficiente de identificar ouro é através do teste com vinagre. Mas é importante ressaltar que esse teste pode danificar a joia, portanto, pense bem antes de realiza-lo em sua joia preferida.

Para realizar o teste são necessários alguns procedimentos, tais como:

  • Limpar a joia com uma flanela.
  • Aplicar de duas a três gotas de vinagre na peça.
  • Observe durante algum tempo se há alguma alteração na peça.

Por fim, se a cor da joia não mudar significa que é de ouro, pois o metal nobre não sofre oxidação. Mas, caso mude de cor, provavelmente não se trata de ouro.

Como Saber Que E Ouro De Verdade?Imagem: New Greenfil

Ao usar cerâmica para identificar ouro, você deve ser bastante cauteloso, pois, caso contrário pode danificar a peça. Primeiramente, peque vasilha de cerâmica branca e passe delicadamente a peça nela. Caso fique uma marca preta, significa que a peça não é de ouro. Mas, caso a marca deixada na cerâmica seja dourada, significa que sua joia é de ouro legítimo.

Em suma, de todos os testes citados acima, a maioria deles pode danificar sua peça. Por isso, caso fique na dúvida, é melhor levar sua joia a um joalheiro profissional. Pois ele será capaz de fazer uma avaliação precisa e eficiente quanto à autenticidade de sua joia.

  • Então, se você gostou dessa matéria, também vai gostar dessa: Diamante – 8 formas de diferenciar um verdadeiro do falso.
  • Fontes: Ouro Savassi, Aloisi, Waufen
  • Imagens: Waufen, Miguel Alcade, Stella Diamonds, Youtube, New Greenfil

Como saber se um anel é de ouro?

“Nem tudo que reluz é ouro”, diz a sabedoria popular. De fato, algumas coisas não são bem o que parecem. Aquele anel maravilhoso que a vitrine exibe, por exemplo: ainda que o vendedor jure se tratar de metal precioso, pode muito bem não passar de uma elaborada falsificação.

Assim, como saber se um anel é de ouro mesmo se, no “olhômetro”, não dá para diferenciar o verdadeiro da imitação?

Em tempos de “made in China”, não são poucos os que levam gato por lebre — para usarmos outra expressão popular. A procedência nem sempre evidente dos produtos e a ansiedade de alguns em aproveitar barbadas são as principais responsáveis pelas fraudes.

Também pode ocorrer de você ganhar um anel supostamente de ouro — como herança ou por algum outro motivo. Saber se está lidando com uma joia autêntica é importante para determinar o seu valor real e justificar a manutenção dela como parte do patrimônio familiar.

Normalmente, para se ter uma resposta precisa, o melhor é recorrer a um joalheiro de confiança. Entretanto, pode acontecer de não contarmos com o tempo necessário para conseguir ajuda especializada.

Em situações assim, é preciso resolver as coisas por nossa conta. Por isso, vamos apresentar agora algumas dicas sobre como saber se um anel é de ouro mesmo. Acompanhe:

Como Saber Que E Ouro De Verdade?

Verifique a reputação do fornecedor

Saber de quem se está comprando é um bom ponto de partida. Se você já teve experiências positivas com o fornecedor, sabe que pode confiar nele. Afinal, já se estabeleceu uma relação e ninguém gosta de perder clientes.

Por outro lado, o anel do qual está interessada pode vir de um vendedor diferente. Ou, então, de um site desconhecido. Em ambos os casos, procure referências.

Se for um fornecedor da web, pesquise: veja se há comentários desabonando a conduta do vendedor ou se constam reclamações a respeito dele em sites como o Reclame Aqui. E fique atenta à política de trocas e/ou cancelamento de compras da página. Lembre-se: você tem o direito de se arrepender e solicitar reembolso.

Veja ainda se o produto possui certificado de garantia. Essa é mais uma maneira de assegurar que você terá como reparar uma compra malsucedida.

Observe se o anel possui marcações

Já adquiriu a joia? Bem, nesse caso, comece sua inspeção observando se o anel possui marcações que indiquem se tratar de ouro realmente.

Em geral, uma peça legítima possui gravado em sua superfície um selo que indica o grau de pureza do ouro, que pode variar entre 10K e 22K (ou quilates). Qualquer coisa abaixo disso não é ouro, enquanto que, quanto maior o número, mais ouro presente na peça.

Para enxergar numerosinhos tão pequenos, utilize uma lupa. Se o anel em questão tiver algum tempo de uso, talvez tenha danificado essa marcação. Ou, ainda, um falsificador criterioso pode ter acrescentado um selo falso na “joia”.

Sendo assim, vamos ao plano B.

Mergulhe o anel numa bacia com água

Um anel de ouro possui uma boa densidade. Isso quer dizer que a peça afundará se colocada em um recipiente com água. Se boiar, fique certa de que se trata de um anel fajuto.

No entanto, para se obter precisão em um teste de densidade, você precisa, primeiramente, pesar o material. Depois, mergulhe a peça em um recipiente transparente com marcação de mililitros na lateral.

Leia também:  Como Deixar De Gostar De Alguem Que Te Faz Sofrer?

Anote o nível de água e, depois, o quanto a água subiu ao depositar o anel no frasco. Subtraia o primeiro valor pelo segundo. Então, divida o peso do anel pela quantidade de mililitros que o metal deslocou.

Aí está a sua densidade.

Uma peça de ouro puro (24K) tem aproximadamente 19.3 g/ml. Um anel de 18K, por sua vez, de 15.2 a 15.9 (ouro amarelo) ou 14.7 a 16.9 g/ml (ouro branco).

Tudo isso, como se vê, é um tanto complicado. O melhor, nesse caso, seria contar com a ajuda de um joalheiro. Assim, tentemos outra coisa.

Aproxime a peça de um ímã

Este é um teste simples: consiste em aproximar a peça de um ímã e ver o resultado. Se o objeto for atraído para o ímã, é razão mais do que suficiente para ficar com o pé atrás. Afinal, o ouro não é um metal magnético.

O problema é que alguns outros metais não magnéticos são usados na fabricação de falsificações. Ou seja: não é porque passou no teste do ímã que seu anel é, comprovadamente, de ouro. Então, vamos em frente.

Esfregue o anel numa superfície áspera

Outro procedimento prático, mas um pouco radical: esfregar o anel em alguma superfície áspera. A ideia é testar a resistência do metal à abrasão. Se a ação danificar a peça, temos uma imitação. O ouro, por seu turno, deverá manter-se íntegro.

Uma variação desse teste é o do prato de cerâmica. Risque a superfície do prato com o anel e veja o resultado: se deixar uma mancha preta na cerâmica, é fake; se ficar um risco dourado, alegre-se: é ouro.

Como Saber Que E Ouro De Verdade?

Pingue umas gotas de ácido nítrico

Essa é uma das formas mais eficientes de como saber se um anel é de ouro. No entanto, implica o uso de materiais um pouco perigosos. Portanto, use luvas apropriadas e tenha muito cuidado.

Para realizar o teste, você precisa de um recipiente de aço inoxidável e umas gotas de ácido nítrico, composto usado na fabricação de pólvora, fertilizantes e fibras sintéticas, entre outras aplicações.

Não é muito simples obter o produto, mas o teste é bem básico: coloque o anel no recipiente de aço e, usando um conta-gotas, pingue uma gota do ácido sobre a joia. Se nada acontecer, se trata de ouro. Qualquer outra reação é sinal de que não é.

Procure um especialista

Isso já foi dito logo no início, mas não custa reforçar: “se nada mais der certo” e você ainda ficar em dúvida (ou antes mesmo de qualquer outra iniciativa), contate um joalheiro de confiança e submeta o anel ao julgamento dele.

Pode ser necessário desembolsar algum dinheiro pelo serviço, mas você terá um parecer conclusivo.

De outro modo, aí estão algumas maneiras de como saber se um anel é de ouro. O importante é que, agora, você não será tapeada tão facilmente nem pagará mico apresentando às amigas uma fajutice como sendo uma valiosa joia de família.

Aproveitando que o momento é de descobertas, aqui vai mais um desafio: você já conhece os anéis folheados a ouro da Linda Bela? Ainda não?! Então não perca tempo e visite nossa loja virtual agora mesmo.

Como Saber Que E Ouro De Verdade?

Comentários

Como saber se o ouro é verdadeiro?

“Nem tudo que reluz é ouro”, diz a sabedoria popular. De fato, algumas coisas não são bem o que parecem. Para tentar identificar o que é realmente ouro e não apenas uma peça banhada ou folheada, deve ter em conta vários factores.

1. Examine a sua peça, procure por marcas

Em primeiro lugar, deve ter em conta que o ouro falso pesa menos que 10 quilates. Para encontrar essa descrição é preciso observar se existe alguma indicação de pureza “cravada” na peça, que deve rondar entre os 10k e os 24k.

Por isso, a caracterização de “ouro verdadeiro” analisa-se através das proporções de ouro presentes na sua jóia. Então, conforme os tipos de ouro:

  • 24 K é o ouro em sua forma mais pura, pouco usado na joalharia
  • 22 K  é composto por 91.6% de ouro fino. Menos comum, mas também permitido na legislação Portuguesa.
  • 19,2 K informa o consumidor que a peça é constituída no mínimo por 80% de ouro. Este toque corresponde ao denominado “Ouro Português”.
  • 18 K é uma peça que de 24 partes 18 são ouro, portanto é uma peça bem composta pelo metal
  • 14 K também é frequente em jóias de ouro e significa que 14 partes da composição da jóia são de ouro
  • 10 K – jóias com essa quantidade do metal nobre são encontrada a preços mais acessíveis. Ideal para quem quer ter peças de ouro variadas para usar no dia a dia.

No entanto, pelo desgaste pode não ser visível, e até mesmo as jóias falsas têm selos que podem parecer reais, então outro teste será necessário.

2. Teste do íman

Como é um metal não magnético, o ouro repele a atracção gerada pelos ímans. Assim, ao aproximar um íman para a peça, se esta for fortemente atraída por ele, então não é ouro.

Embora este teste possa ajudar a excluir alguns metais não metálicos, a falta de reacções nem sempre indica a consistência do material, pois alguns metais não-magnéticos são utilizados na falsificação de jóias.

Ou seja: não é porque passou no teste do íman que uma peça é, comprovadamente, de ouro. Então, é necessário complementar a análise com outros testes.

3. Teste da densidade

Existem poucos metais mais densos que o ouro. A densidade do ouro puro de 24K é cerca de 19.3 g/ml, o valor mais alto entre a maioria dos outros metais.

Medir a densidade das peças ajuda a determinar se o ouro é real. Em regra geral, quanto maior a densidade, mais puro é o ouro.

 Porém, este teste só tem 100% de garantia de funcionamento com jóias sem pedraria ou detalhes a mais feitos em outro material. 

Quais os passos?

  1. Primeiro pesa-se a peça de ouro
  2. Colocar água num recipiente com medidor, sem encher totalmente o recipiente. De seguida anota-se a medida (ml) apresentada no recipiente.
  3. Soltar a peça na água e anotar a nova medida (ml) encontrada.
  4. Para calcular a densidade de uma peça usa-se a seguinte fórmula: Densidade = deslocamento entre massa/volume.

Um resultado próximo de 19 g/ml indica ouro real ou um material com densidade semelhante. Para descobrir se o ouro é real, ele deverá seguir as medidas abaixo:

  • 14K — a cada 12,9g até 14,6g deve deslocar 1ml de água;
  • 18K (amarelo) — 1ml a cada 15,2g a no máximo 15,9g;
  • 18K (branco) — 14,7g até 16,9g devem deslocar 1ml;
  • 22K — de 17,7 a 17,8g para 1ml de deslocamento.

4. Teste em cerâmica

Com recurso a um pedaço de pavimento cerâmico ou prato cerâmico não vidrado, esfrega-se a peça na sua superfície. Se criar uma marca preta indica que a peça não é de ouro, mas se a marca for dourada estamos perante um peça de ouro no seu estado puro.

Embora esse teste seja simples e acessível, pode danificar as peças, pelo que não deve ser feito em casa, mas sim por um profissional da Loja do Ouro.

5. Teste com ácido nítrico

O ácido nítrico é um dos métodos mais utilizados para descobrir a pureza do ouro e também da prata. O ouro real não reage ao ácido nítrico.

Porém, devido às dificuldades relativas à aquisição do ácido e aos riscos de segurança inerentes à prática, é melhor deixar esse teste para um profissional da Loja do Ouro. Este ácido é altamente corrosivo!

Para testar a peça, basta limpar a peça com uma flanela, rapa-se levemente a superfície da jóia e aplica-se uma pequena quantidade de ácido nítrico usando um conta-gotas. Após alguns minutos irá aparecer uma cor na zona onde foi deitada a gota: 

  • Se ficar verde, significa que a jóia é apenas banhada a ouro
  • Se ficar esbranquiçado e leitoso significa que é prata folheado com ouro
  • Se não houver nenhuma mudança na cor, provavelmente significa que a jóia é realmente de ouro

Uma jóia de ouro é um investimento grande, por isso é importante ter a certeza de que estamos perante uma peça autêntica. Na Loja do Ouro temos à sua disposição Avaliadores Oficiais, Licenciados pela Casa da Moeda, que podem avaliar gratuitamente as suas peças. Visite-nos numa das nossas lojas espalhadas pelo país, ou contacte-nos para marcação.

 < Voltar

12 Métodos que ajudam a verificar se uma joia é falsificada

O aumento na venda de joias falsificadas alcançou, nos últimos tempos, um ponto crítico. Hoje em dia, as pessoas vendem prata como se fosse ouro branco, colocam pedras falsas em anéis e colares e muito mais. Mas como conseguir saber se estamos vendo uma obra verdadeira ou falsa?

Fizemos uma lista com os métodos mais simples para identificar uma falsificação. Eles ajudam a comprovar também se os objetos que você já tem são ou não são verdadeiros. Mas claro que o mais importante é usá-los na hora da compra. Confira-os agora mesmo.

O método mais fácil para verificar é ver o selo e a marca. A informação que cruza os dados do selo com os dados do metal pode ser encontrada facilmente na Internet. Basta encontrá-la e verificar com a joia. Os números precisam estar legíveis, caso contrário é melhor não arriscar.

Para determinar a quantidade de metal precioso contido na joia, coloque a vírgula depois do segundo número, a cifra obtida será a porcentagem do conteúdo. Por exemplo, o selo de prata 925 significa 92,5% de metal puro.

  • Os selos de ouro: 375, 500, 583, 585, 750, 916, 958, 999
  • Os selos de prata: 800, 830, 875, 925, 960, 999
  • Os selos de platina: 850, 900, 950, 999
Leia também:  Como Saber Em Que Dia Engravidei?

Cobrir o aço ou outra liga com um alto conteúdo de ferro é um procedimento comum. O artigo com uma grande porcentagem de metal precioso não deve ser magnético. Por isso, leve um imã com você na loja.

A prata e a platina são muito parecidas, por isso o metal caro pode ser substituído por um barato. A falsificação da prata é verificada pela cor escura e pela plasticidade; a platina não possui essas particularidades.

O ouro em uma peça de porcelana que não estiver coberto com algum tipo de proteção deixará rastros, e as marcas de um objeto falsificado serão de cor cinza ou preta.

© depositphotos, © depositphotos

Um dos métodos mais simples de comprovar é usar um pedaço de giz. Aplique giz normal no acessório de prata. Se ele ficar escuro, então a prata é verdadeira.

O ouro pode ser verificado com a ajuda do iodo. Se ele deixar uma mancha na joia, cuidado. É provável que seja uma falsificação.

A gota de iodo aplicada na superfície de platina fica escura, além disso, quanto mais densa ela for, mais alta será a marca na joia.

© depositphotos, © depositphotos

As falsificações de ouro adquirem muito rápido um tom escuro no vinagre. Por isso, para comprovar a autenticidade da joia é suficiente colocar um pouco de vinagre em um copo e deixar a peça dentro por 5 minutos.

© depositphotos, © depositphotos

A autenticidade da prata pode ser comprovada com a ajuda de uma pomada de enxofre. Se a prata for verdadeira, então o local onde a pomada foi colocada ficará com uma mancha azul escuro. Fique tranquilo que a pomada pode ser eliminada facilmente.

© depositphotos, © depositphotos, © depositphotos

Ao entrar em contato com a maioria dos metais, o amoníaco deixa a superfície escura. Já em contato com a platina isso não acontece.

Uma pedra verdadeira não fica embaçada, já que ela possui uma alta condutividade térmica.

© depositphotos, © depositphotos

Para determinar a autenticidade, é preciso ver a estrutura da pedra sob uma lupa, já que uma esmeralda autêntica não pode ter ornamentos em espiral. Além disso, uma esmeralda verdadeira não conduz bem o calor, por isso, ao tocar na pedra, ela sempre permanecerá fria.

Pérolas verdadeiras sempre são caras, por isso não espere alguma oferta, será uma falsificação. Para determinar a autenticidade, use os dentes. Ao tentar morder uma pérola, você irá sentir um ranger nos dentes, como se fosse areia. Com uma pérola falsa isso não acontece.

© depositphotos, © depositphotos, © depositphotos

Deixe o âmbar em água salgada (3 colheres de sal). O produto de vidro ou de plástico deverá afundar imediatamente. O âmbar verdadeiro irá boiar, já que seu peso é menor que o peso da água salgada.

Se você conhece outros métodos para verificar a autenticidade das joias, compartilhe nos comentários.

Imagem de capa Star61 / Wikimedia

Dicas para saber como identificar ouro | Compro Ouro Savassi

Ganhar uma joia bonita e refinada é sempre um motivo para empolgação, não é mesmo? Ficamos animadas com a ideia de possuir um objeto valioso e, muitas vezes, nem buscamos saber se o presente é, de fato, ouro de verdade.

 Até mesmo quando vamos a uma joalheria e compramos um artefato para nós mesmas, podemos estar sendo enganadas pela falta de conhecimento.

Por isso, é interessante saber como identificar ouro, a fim de ter a certeza de que estamos realmente em posse de ouro verdadeiro.

Nesse contexto, se você um dia apresentar a curiosidade de desvendar se uma peça realmente é ouro, há alguns truques para isso. Antes de mais nada, lembre-se que esses processos são caseiros, sem o auxílio de um especialista que entenda sobre o assunto. Por isso, são muito delicados, exigindo extremo cuidado na hora de sua realização.

Sem mais delongas, confira abaixo alguns desses truques e escolha o melhor para você. E, então, aprenda a identificar ouro verdadeiro.

Classificações do ouro

Antes de pensar na veracidade do material de ouro, é imprescindível conhecer as suas classificações. Confira abaixo os tipos, de diferentes quilates, para saber identificar ouro:

  • 24 K: o ouro 24 quilates é o ouro em sua forma mais pura, e não tende a ser muito utilizado em joalherias.
  • 18 K: o ouro 18 quilates é aquele que contém 18 partes de ouro, dentre 24 partes. Isso significa que as outras 6 partes restantes são compostas por outros materiais, que não o ouro.
  • 14 K: o ouro 14 quilates apresenta ainda menos ouro em sua composição, representando 14/24 partes. O restante é composto por outros materiais.
  • 10 K: quando a joia é composta por apenas 10 quilates, já não pode ser considerada ouro, uma vez que os outros componentes se sobressaem.

1) Procure sinais de autenticidade para identificar ouro

Antes de mais nada, para descobrir se a sua peça é composta realmente por ouro, convém buscar sinais de autenticidade. Uma dica é procurar pela marcação dos quilates no interior da sua aliança, por exemplo. Entalhada, muito provavelmente estará indicada a classificação (14K, 18K, 24K) do ouro, o que pode facilitar o seu entendimento sobre a veracidade do material. 

Procure também por marcas estranhas, oxidação ou desbotamento da cor. Enfim, esses sinais que podem indicar que, certamente, sua joia não é ouro.

2) Teste do Ácido Nítrico

Se você não sentir muita confiança em uma simples checagem visual, há diversos outros testes que podem se adequar melhor à sua experiência. O teste do ácido nítrico, por exemplo, é uma ótima opção para quem quer confirmações mais concretas. 

Na internet, há diversos kits disponíveis para quem precisa identificar ouro. É preciso ter muito cuidado se você for fazer isso sozinha em casa, pois não é segredo que o ácido nítrico é um material altamente corrosivo. Além disso, lembre-se que o procedimento pode danificar sua peça se ela não for mesmo ouro.

Assim, o teste funciona de maneira bem simples. Primeiro, coloque a peça em cima de uma superfície de aço inoxidável; o próximo passo é pingar algumas gotas do ácido e aguardar as reações.

Se a peça adquirir coloração verde, significa que ela é apenas banhada a ouro. Se ficar esbranquiçada, provavelmente é prata folheada com ouro. E finalmente, se não houver reação alguma, ela é, de fato, ouro. 

3) Imã

O teste do imã também se mostrou muito útil para identificar ouro verdadeiro. Nesse procedimento, basta pegar um pedaço de imã e tentar atrair a sua joia. Basicamente, se houver atração magnética, é muito provável que não seja ouro, uma vez que o ouro não possui essa propriedade de atração.

Porém, é importante saber que o teste não é seguro 100% das vezes, porque vários fatores podem interferir. Se o seu brinco de ouro possuir outros materiais que sofram atração magnética, é bom repensar se esse é o melhor método para você. Afinal, o teste pode falhar.

4) Cerâmica

A princípio, é necessário dizer que a chance de danificar a sua joia nesse tipo de teste é alta. Porém, se feito delicadamente, você tem grandes probabilidades de descobrir se a sua joia é, de fato, ouro. 

Aqui, basta providenciar uma louça branca composta por cerâmica. O procedimento consiste em esfregar a joia (de modo delicado) contra a cerâmica, e observar o que acontece. Se o risco deixado na superfície for preto, isso indica que a sua peça provavelmente não é ouro. Agora, se for dourado, o ouro é verdadeiro.

5) Teste do Vinagre

Esse é um dos testes mais fáceis e práticos para quem deseja aprender a identificar ouro. Primeiro, você precisa limpar bem a peça com uma flanela.

Em seguida, aplique duas ou três gotas de vinagre para determinar a autenticidade do ouro. Se a joia não mudar de cor, provavelmente é ouro de verdade.

Em contrapartida, se houver reação e a sua peça mudar de cor, é muito provável que não seja composta por ouro.

Porém, lembre-se sempre de que esses testes caseiros podem danificar a sua joia. Logo, se você tem aquela peça queridinha e deseja descobrir se é mesmo ouro, procure um local que avalie a sua peça com maior propriedade. 

Aqui na Compro Ouro Savassi nós realizamos isso para você da maneira mais prática possível; basta marcar um horário, de forma gratuita!

Caso você também esteja pensando em vender sua joia, a Compro Ouro Savassi faz uma avaliação sem compromisso, garantindo muito mais segurança ao seu bem. Estamos na região da Savassi, no Shopping 5ª Avenida; assim, venha conferir e confie sua joia aos nossos cuidados!

Como saber se uma aliança é de ouro –

Você não pode dizer a diferença entre ouro real e falso apenas à primeira vista. É por isso que é fácil para os vendedores desonestos enganar as pessoas para comprar itens falsos. Felizmente, existem maneiras de saber se as suas joias são o negócio real ou apenas o ouro do bobo:

Leia também:  Como Saber Que A Gata Vai Parir?

Procure por marcas

Fabricantes colocam selos nos fechos de pulseiras, colares e anéis para que você saiba sua pureza. Se você não encontrar uma em suas jóias, é provável que ela não seja genuína.

Jóias antigas são a exceção, no entanto, como foi apenas recentemente que o método foi aplicado.

Marcas suspeitas, amassados, formas e descolorações ao redor das bordas também são alguns dos sinais reveladores de ouro falso.

OBS: As joias da ijoalheiro.com vão com timbres de nossa fábrica parceira que esta no mercado desde 1966.

Verifique as estatísticas

As pessoas têm padrões quanto ao tamanho e peso do ouro real, dependendo do quilate. Pesquise as dimensões padrão do ouro puro completamente.

Usando pinças, meça o diâmetro, espessura, tamanho e peso de suas jóias.

Se não corresponder às dimensões habituais do seu tipo, então é mais provável que esteja revestido de ouro ou misturado com outros metais. Largue suas jóias na água; o ouro real geralmente afunda.

Soltar ácido nítrico

O ouro real não reage ao ácido nítrico. Tente o teste de ácido se o exame físico não funcionar. Raspe levemente a superfície da jóia e aplique uma pequena quantidade de ácido nítrico usando um conta-gotas. Se a superfície ficar verde, suas jóias podem ser folheadas a ouro. Uma substância leitosa aparece se o seu ouro contém esterlina.

Aplicar cosméticos

Os cosméticos também podem ajudá-lo a determinar se o seu ouro é real ou falso. Use base líquida e pó em sua testa. Esfregue as joias nessa área; O ouro verdadeiro geralmente deixará uma linha preta se estiver em contato direto com a fundação, se a joia não tiver fundação a técnica não se aplica.

Use um imã

Usar um ímã é uma boa maneira de identificar se suas jóias são autênticas ou não. Se a sua jóia adere ao ímã, pode ser falso ou não ouro puro.

Tenha em mente que esses métodos nem sempre garantem resultados. É melhor consultar especialistas em avaliações de jóias para descobrir se suas jóias são reais ou falsas. Na ijoalheiro.

com temos orgulho em dar informações justas, honestas e precisas sobre o valor de qualquer jóia. Nossos avaliadores experientes sabem como obter o valor de mercado de suas joias considerando o material, a mão-de-obra, a condição e outros fatores importantes.

Entre em contato para mais informações sobre nossos produtos e serviços.

Avaliação profissional

Uma maneira infalível de saber se o ouro é real ou não é levá-lo a um comerciante de joias respeitável. Um revendedor tem o tipo de kit de teste que pode ser usado para dizer se algo é ouro verdadeiro ou falso. A maioria das joalherias cobra uma pequena taxa para testar jóias de ouro.

Ao vender ouro de sucata, o comprador de ouro poderá lhe dizer, sem sombra de dúvida, se o seu ouro é real ou não. Vá com um comprador de ouro competente e honesto e você obterá uma avaliação honesta e justa do verdadeiro valor do seu ouro de sucata.

Como saber se o ouro é real com cinco testes simples

Uma vez que sua velha sucata de ouro vale muito no mercado ávido por ouro de hoje, é muito importante saber como dizer ouro verdadeiro. Muitas pessoas têm ouro por aí, do qual não têm certeza, porque não sabem como dizer se algo é ouro verdadeiro ou algum outro metal. Esse é um importante conhecimento para você adquirir caso tenha interesse em comprar ou vender ouro ou joias.

O ouro falso também pode ser chamado de folheado a ouro, galvanizado de ouro pesado e preenchido com ouro, entre outras coisas. Definitivamente, há uma grande diferença entre os dois. Este último é basicamente inútil, enquanto o ouro verdadeiro nunca valeu mais. Então, como você pode saber se o ouro é real? As dicas a seguir mostrarão como saber se é ouro verdadeiro ou ouro falso.

# 1 Procure a marca registrada Quase todo ouro verdadeiro é estampado com uma marca registrada que indica o peso do quilate da joia, como 10K ou 14K. Este carimbo é geralmente encontrado no fecho de um colar ou pulseira, ou na faixa interna de um anel.

Como a pureza das joias de ouro feitas nos Estados Unidos é medida em quilates, haverá um selo nessas peças com um número seguido da letra “K”. O número indica simplesmente, em partes por 24, quanto do metal é realmente ouro. Por exemplo, uma marca de “14K” significa que é ouro de 14 quilates e que 14/24 (pouco mais da metade) do metal é ouro.

Da mesma forma, 24K seria 100% ouro puro. O sistema europeu é um pouco mais direto. O ouro europeu é marcado com o teor de ouro expresso em decimal: “0,585” seria 58,5% puro (aliás, isso é o mesmo que ouro de 14 quilates) e “0,999” ou “1,000” seria ouro puro e, portanto, o mesmo que 24 quilates.

No entanto, se um item de joalheria não tiver esse selo, não é necessariamente uma prova positiva de que o item é feito de ouro falso. Isso é particularmente verdadeiro para itens de joalheria mais antigos.

 # 2 Teste de ácido nítrico

Outro método para determinar o ouro verdadeiro é com um teste de ácido nítrico. Se você está lidando estritamente com sucata de ouro, pode usar o teste de ácido nítrico para verificar se o ouro é real. Observe que não é aconselhável usar este teste em joias que você planeja manter ou que tenham valor estético para revenda.

Para realizar este teste para verificar se o ouro é real, faça um arranhão leve e minúsculo no item usando uma pequena lima de unha. Escolha um local que não seja perceptível, se possível. Use um conta-gotas para aplicar uma pequena gota de ácido nítrico no arranhão. Se não houver reação, a peça provavelmente é feita de ouro verdadeiro.

Provavelmente, você está lidando com outro metal ou até mesmo com um item banhado a ouro se vir verde. O ouro sobre a libra esterlina deixa uma substância leitosa quando o ácido nítrico é aplicado. Quando o ácido nítrico entra em contato com ouro verdadeiro, nenhuma reação química ocorre.

No entanto, o ácido nítrico reage com outras ligas de metal comuns, como prata esterlina, cobre e zinco. Se você testemunhar uma reação de cor esverdeada clara, então seu anel de noivado de ouro não é feito de ouro verdadeiro. Certifique-se de ler as instruções e tomar todas as precauções necessárias (luvas, óculos, ventilação adequada, etc.) antes de lidar com o ácido.

Notavelmente, o ácido nítrico é difícil de obter porque pode ser explosivo nas circunstâncias certas. No entanto, você pode encontrá-lo invariavelmente na maioria das lojas de produtos químicos.

# 3 Teste de base líquida

Essa forma de testar o ouro em casa não é tão confiável quanto algumas, mas é uma boa maneira de saber se o ouro é real ou falso. Aplique base líquida e pó na testa. Esfregue suas joias de ouro em toda a área. Se uma faixa preta for deixada para trás, é mais provável que a peça seja dourada.

Outra versão é esfregar o ouro na testa de qualquer pessoa que tenha pouco ferro. Se o ouro for real, a hemoglobina no sangue subirá e fará essa marca preta na pele. No entanto, isso só funciona se o ferro da pessoa estiver baixo no sangue, como alguém com anemia leve. Nº 4 Teste de Peso e Teste de Magnetização Solte seu item de ouro em uma jarra de água.

O ouro é um metal pesado. O ouro real deveria afundar. Qualquer peça de suposta joia de ouro que flutue é provavelmente ouro de tolo ou ouro falso. O teste magnético também é um bom teste para determinar se o ouro é real ou falso. Se o seu item de ouro é atraído por um ímã, definitivamente não é ouro verdadeiro.

Ainda assim, isso não significa que não haja ouro em seu item, apenas que ele não é feito com uma quantidade substancial de ouro.

 # 5 Avaliação Profissional Uma maneira infalível de saber se o ouro é real ou não é levá-lo a um negociante de joias de boa reputação. Um revendedor tem o tipo de kit de teste que pode ser usado para saber se algo é ouro verdadeiro ou falso.

A maioria das joalherias cobra uma pequena taxa para testar joias de ouro. Ao vender sucata de ouro, o comprador de ouro poderá dizer, sem sombra de dúvida, se o seu ouro é real ou não.

Vá com um comprador de ouro competente e honesto e você obterá uma avaliação honesta e justa do verdadeiro valor de sua sucata de ouro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*