Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Saber como escolher o curso certo está tirando o seu sono? Decidir qual a graduação fazer é importante, mas essa atividade não deve deixar você estressado com o peso da escolha.

Para ajudar nessa tarefa, preparamos este post com 9 passos para você saber como escolher o curso certo com confiança e tranquilidade. Confira:

Vamos lá!
Como Saber Que Curso Superior Escolher?

1. Desenvolva autoconhecimento para saber como escolher o curso certo

Autoconhecimento é a base que você precisa para tomar decisões corretas e alcançar a realização pessoal.

Isso mesmo: sem autoconhecimento você dificilmente saberá como escolher o curso certo. Afinal, antes de definir qual graduação fazer, você precisa ter real conhecimento sobre:

  • Sua situação atual;
  • Seus pontos fortes e fracos;
  • Seu propósito, suas metas e objetivos;
  • As crenças que limitam seu potencial;
  • O que motiva e incomoda você – e o porquê disso.

“Mas o que isso tem a ver com a faculdade que vou fazer?” Tudo! Se você ignorar esse conhecimento e escolher uma graduação “às cegas”, provavelmente vai fazer parte do grupo de universitários insatisfeitos.

Imagine você se matricular em um curso e descobrir na metade dele (ou no final) que não é isso que deseja fazer na vida profissional. Imagine perder todo esse tempo e dinheiro investido para ter que lidar novamente com a decisão de como escolher o curso certo.

Nada agradável, concorda? Desenvolver autoconhecimento evita que isso aconteça e deixa você mais perto de como escolher o curso certo e, por consequência, da realização pessoal e profissional.

E como desenvolvê-lo para escolher a faculdade certa? Fazendo muitas perguntas. Mas não é qualquer questionamento! Você levantar pontos que ajudam a refletir sobre si mesmo, a conectar pontos da sua identidade e a compreender como se sente e pensa.

Veja alguns exemplos de questões:

2. Faça um teste de personalidade

Além de responder sinceramente às perguntas que acabamos de listar, descobrir qual é  seu tipo de personalidade faz a diferença na hora de escolher o curso certo.

Vamos ver um exemplo para ficar mais claro? Imagine que você fez este teste gratuito e descobriu que tem uma personalidade ENFP Diplomata — ou “Ativista”.

Isto é, você é um espírito livre, criativo, sociável e entusiástico, que sempre encontra um motivo para sorrir. Além disso, é bastante curioso e tem boas habilidades sociais, de observação e de comunicação.

Quem tem essa personalidade pode se identificar com uma ou mais profissões das seguintes áreas:

  • Artes;
  • Entretenimento;
  • Vendas;
  • Cuidados Pessoais;
  • Comunicação Social;
  • Ciências e Natureza;
  • Educação;
  • Saúde;
  • Negócios;
  • Serviço Social.

E o que isso quer dizer? Que uma personalidade ativista dificilmente se daria bem com áreas e profissões típicas de quem tem um perfil lógico, como comandante ou cônsul, por exemplo.

Curioso? Saiba que existem 16 personalidades diferentes divididas em grupos:

  • Analistas: arquiteto, lógico, comandante e inovador.
  • Diplomatas: advogado, mediador, protagonista e ativista.
  • Sentinelas: logístico, defensor, executivo e cônsul.
  • Exploradores: virtuoso, aventureiro, empresário e animador.

Você precisa descobrir qual é sua personalidade, conferir seus pontos fortes e fracos, além de pesquisar as áreas e carreiras que terá mais afinidade e facilidade para ser bem-sucedido.

Não pule essas duas fases de autoconhecimento! Dedique um tempo para se conhecer de verdade. Siga as próximas dicas de como escolher o curso certo somente depois dessas reflexões.

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

3. Informe-se sobre as diferentes áreas do conhecimento

Para saber como escolher o curso certo, você precisa ficar bem informado sobre as áreas do conhecimento. E elas vão muito além da famosa divisão e disputa entre Humanas, Exatas e Biológicas.

Na verdade, as áreas do conhecimento são divididas da seguinte forma:

  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Ciências Biológicas;
  • Engenharias;
  • Ciências da Saúde;
  • Ciências Agrárias;
  • Ciências Sociais Aplicadas;
  • Ciências Humanas;
  • Linguística, Letras e Artes.

“Isso tudo?” Sim! Essa é a divisão oficial usada pelo Ministério da Educação. E se informar sobre cada uma dessas áreas vai deixar você mais seguro para fazer a escolha certa.

Ciências Exatas e da Terra

A Matemática é o coração desta área do conhecimento. Não importa a graduação que você escolher, os números e o cálculo estarão presentes nos seus estudos. Este campo usa a Matemática e o raciocínio lógico para testar hipóteses, fazer medições e predições, solucionar problemas e impulsionar o desenvolvimento tecnológico.

Alguns cursos dessa área: Matemática, Estatística, Ciência da Computação, Astronomia, Física, Química, Geografia, Geologia, Oceanografia e Tecnologia da Informação.   

Ciências Biológicas

Em termos simples, este campo estuda a vida. Átomo, molécula, organela, célula, tecido, órgão, sistema, organismo, espécie, população, comunidade, ecossistema, biosfera: as ciências biológicas mergulham na diversidade da vida para entender como ela funciona.

Graduações dessa área: Ciências Biológicas, Botânica, Zoologia, Bioquímica e Ecologia.

Engenharias

Esta área usa conhecimentos científicos, práticos, sociais e econômicos para usar os recursos da natureza a favor do desenvolvimento humano. As engenharias caminham lado a lado das ciências exatas e da terra, usando a matemática, a química e a física em suas atividades.

Alguns cursos dessa área: Engenharia Civil, Engenharia Sanitária, Engenharia Elétrica, Engenharia de Transportes, Engenharia de Produção, Engenharia Mecânica, Engenharia Metalúrgica, Engenharia Química, Engenharia Nuclear e Engenharia Naval.

Ciências da Saúde

Ramo que estuda a vida, a saúde e a doença. Escolhendo um curso dessa área, você vai mergulhar nesses temas para aprender a realizar diagnósticos, indicar tratamentos e realizar acompanhamento de pacientes.

Graduações dessa área: Medicina, Nutrição, Odontologia, Farmácia, Enfermagem, Saúde Coletiva, Educação Física, Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Ciências Agrárias

Em termos simples, este campo estuda as diferentes atividades agrícolas visando descobrir métodos para manter um alto desempenho sem prejudicar o meio ambiente.

Alguns cursos dessa área: Agronomia, Gestão de Agronegócios, Engenharia Florestal, Engenharia Agrícola, Zootecnia, Engenharia de Pesca, Medicina Veterinária, Ciência e Tecnologia de Alimentos.

Ciências Humanas

Esta área do conhecimento visa compreender os relacionamentos que o ser humano estabelece para viver em sociedade. Busca-se saber o porquê disso, como o passado influencia os relacionamentos atuais, como o homem se relaciona com o próximo e com o mundo, como funciona a mente humana, como acontece o ensino e a aprendizagem e o que fazer para aprimorar esses processos.

Graduações dessa área: Filosofia, Teologia, Sociologia, Antropologia, Arqueologia, História, Geografia, Psicologia, Pedagogia, Ciência Política e Relações Internacionais.

Ciências Sociais Aplicadas

Campo que busca compreender as necessidades, os interesses e as consequências da vida em sociedade.

Alguns cursos dessa área: Direito, Administração, Turismo, Economia, Arquitetura e Urbanismo, Desenho Industrial, Ciência da Informação, Museologia, Comunicação e Serviço Social.

Linguística, Letras e Artes

  • Neste campo, estuda-se as habilidades que permitem o ser humano expressar seus pensamentos complexos.
  • Algumas graduações dessa área: Linguística, Letras, Artes Visuais, Música, Design e Dança.
  • Agora que você está bem informado sobre as áreas de conhecimento, precisa buscar informações sobre as carreiras no ramo que deseja atuar.

4. Pesquise as profissões do seu interesse

Saber como escolher o curso certo requer pesquisa em todas as fases dessa decisão. Buscar dados e informações sobre as profissões que você pode exercer depois de formado é indispensável.

Isso evita você acreditar em mitos sobre o curso e ajuda a ter uma ideia clara do cotidiano profissional, bem como das habilidades e competências que precisará desenvolver.

Vamos ver um exemplo para o curso de Letras? Existe uma crença de que todo formado em Letras vai obrigatoriamente se tornar professor. Essa mito pode afastar muitas pessoas que não desejam atuar no magistério, mas que possuem interesse e potencial em diferentes áreas dessa graduação.

Um profissional de Letras também pode seguir carreira como tradutor, editor, revisor, redator, autor de material didático, escritor, consultor de língua portuguesa e estrangeira ou roteirista.

Pode trabalhar em agências de marketing e de publicidade, em editoras de livros, em instituições de ensino superior, empresas de tradução, emissoras de TV e rádio ou abrir o seu próprio negócio no ramo.

Viu como o destino de quem faz Letras não é seguir uma única carreira? O profissional pode escolher entre trabalhar dentro ou fora da sala de aula.

É por isso que pesquisar bem sobre vida profissional é importante: você conhece todas as alternativas que um formado no ramo encontra no mercado de trabalho.

Veja como pesquisar sobre as carreiras:

  • Descubra as áreas que o profissional pode atuar;
  • Leia sobre as carreiras que são possíveis de seguir em cada ramo;
  • Veja como é o dia a dia da carreira de seu interesse;
  • Verifique como funciona o ambiente de trabalho (como é a rotina, a relação entre colegas do ramo, o perfil dos profissionais e o clima no escritório);
  • Veja qual é a média salarial;
  • Descubra como são os horários (rígidos ou flexíveis);
  • Confira quais são as habilidades e competências necessárias ao profissional.
Leia também:  Sonhar Com Alguem Que Ja Morreu Como Se Estivesse Vivo?

Depois de mergulhar nas possíveis carreiras, pesquise também sobre o mercado. Afinal, é importante verificar se você terá espaço para exercer a profissão sem passar sufoco.

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

5. Fique por dentro do mercado de trabalho

Saber como escolher o curso certo também exige uma busca por informações sobre o mercado de trabalho. Você não deseja investir em uma graduação para descobrir que a profissão e o mercado não têm boas perspectivas, concorda?

Você já pensou sobre as profissões que surgiram nos últimos anos – carreiras que nem imaginávamos que existiriam? E pensou também naquelas que deixaram de existir? E se a sua profissão não existisse amanhã?

Não escolha uma graduação antes de conhecer bem o mercado de trabalho atual e futuro. Veja o que fazer:

  • Leia pesquisas, relatórios e estudos sobre a área;
  • Fique por dentro das tendências atuais e futuras;
  • Assista a vídeos, reportagens e documentários sobre o ramo;
  • Converse com profissionais ativos no mercado de trabalho;
  • Descubra qual é o plano de carreira na área;
  • Verifique as previsões para o futuro desse mercado no Brasil e no exterior.

6 dicas para escolher o curso certo de graduação

Depois de tanto esforço e o sonho de conseguir uma vida melhor, chegou a hora de escolher o curso certo de graduação. Como existem vários, é preciso pensar com cuidado cada passo. Além de tudo, é importantíssimo entender como essa escolha influenciará sua vida.

Esse processo fica mais simples quando você recebe as orientações certas. Com o passo a passo que mostraremos a seguir, será possível escolher o melhor curso e caminhar rumo ao seu futuro de sucesso.

Você está pronto?

1. Conheça seus interesses, facilidades e preferências

Mesmo que no começo a faculdade pareça um sonho distante, é importante sempre se colocar em primeiro lugar. Ao entender quais são suas preferências e o que tem mais a ver com você, as dúvidas e os pontos que te deixam indeciso diminuem.

Quais as suas matérias preferidas?

É natural ter algumas matérias favoritas na escola. Tem gente que se dá muito bem com números, enquanto outras pessoas curtem ler ou entender o corpo humano. É verdade que a faculdade tem um pouco de tudo, mas prestar atenção nos assuntos que você mais gosta de estudar pode dar um norte na sua escolha.

Se você curte muito Biologia, cursos na área da saúde podem ser interessantes. Mas caso cálculos não sejam grandes desafios para sua cabeça, o campo das exatas é uma boa alternativa.

Considere seus talentos

Fique de olho naquilo que você é bom em fazer, aquelas capacidades que se destacam, sabe?

Se você é alguém que convence qualquer um sobre a sua teoria ou pensamento, pesquise por cursos que valorizam a comunicação. Já se possui grande habilidade para cuidar das pessoas, considere aqueles que promovem a empatia e o contato social.

Avalie o que chama sua atenção

Como sua futura profissão vai exigir muita dedicação, escolher o melhor curso de graduação deve levar em conta aquilo que você gosta de fazer. Sabe aqueles assuntos que sempre chamam a sua atenção e despertam sua curiosidade? Pois então!

É claro que não dá para estudar somente aquilo que desperta todos os seus sentidos, mas dá para chegar perto. Ao selecionar um curso que te deixa com o interesse lá em cima, é mais fácil ter motivação para encarar os desafios.

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

2. Veja alguns cursos que podem combinar com você

Depois de listar os três itens anteriores, você já consegue identificar o que gosta e o que não curte tanto. Mas qual a melhor maneira de aplicar essa teoria em áreas que realmente existem e em profissões já consolidadas? A resposta é “conhecendo melhor alguns cursos”!

Explorar as possibilidades que mais reúnem essas características simplifica a tomada de decisão adequada para o seu perfil. Então, veja algumas opções de cursos que separamos para você!

Administração

Se você gosta de números, mas também não abre mão de contato com pessoas, o curso de Administração é uma boa opção. Permite atuar com empresas de diversos tipos e tamanhos, oferecendo possibilidades dinâmicas de produção profissional.

Biomedicina

Já o curso de Biomedicina envolve bastante Biologia, mas também pesquisas básicas e científicas. Quem é curioso por natureza, deseja cuidar das pessoas e do meio ambiente tem nessa área uma excelente escolha.

Direito

Muito tradicional, o campo de Direito é perfeito para quem sabe ser persuasivo, fala bem e acredita na justiça. As leituras são ideais para quem gosta de se aprofundar em vários conhecimentos e buscar a interpretação mais adequada dos fatos.

Psicologia

A saúde mental também é importante! O curso de Psicologia permite entender o ser humano de forma completa, oferecendo apoio necessário para cada caso, inclusive na identificação do tipo de terapia que mais se adequa às necessidades do paciente.

3. Como lidar com as influências?

Embora tudo isso já dê um bom direcionamento, não podemos negar que existem outros fatores que pesam na hora de decidir. Em algumas situações, elas são muito pesadas, mas é possível resolver. Veja o que fazer em cada caso!

Família

A principal pressão, normalmente, vem da família. É comum que os pais tenham uma carreira ideal ou até julguem que a graduação não seja importante. Para contornar, o diálogo é a solução mais adequada.

Demonstre como o apoio deles é valorizado e apresente seus gostos e interesses. Ajudar eles a compreenderem sua decisão facilita seguir o rumo certo.

Social

Além de tudo, há a questão social onde você está inserido. Morar em cidade pequena que não possui faculdade, por exemplo, pode gerar algum tipo de desânimo para escolher qualquer curso. Em vez disso, encare a graduação como uma chance de mudar para melhor a realidade social onde vive.

Financeira

Das três, a influência que tem mais formas de contornar é a financeira. Pode não parecer, mas o preço da faculdade não é mais um obstáculo. É possível recorrer a bolsas de estudo, como as do Prouni ou a financiamentos estudantis. Assim, você ganha condições que cabem no seu bolso para realizar seu sonho de fazer uma faculdade.

4. O que não considerar como fator de decisão?

Até aqui, você descobriu o que deve pesar na hora de escolher o curso certo de graduação. Mas sabia que também existem pontos que não podem influenciar essa decisão? Eles são muito utilizados, mas na verdade atrapalham em vez de ajudar. Para não cair nessas armadilhas, veja o que não deve ser considerado.

Status

Tem gente que escolhe a graduação apenas para ostentar um título ou uma profissão. Isso não traz satisfação, sucesso e nem mudanças positivas. O título no diploma terá o peso que você der a ele, então não vale a pena pensar somente no prestígio.

Somente para ganhar dinheiro

Fazer uma graduação para ter uma condição de vida melhor faz todo sentido! O que não pode acontecer é que o dinheiro seja o único objetivo do seu esforço. Trabalhar com o que se gosta, com aquilo que traz felicidade, faz os resultados irem muito além da remuneração financeira, aumentando ainda mais as chances do seu sucesso!

Popularidade

Fazer um curso de graduação só porque “está na moda” não é a melhor alternativa. O mercado muda e você também. Em pouco tempo, a moda será outra e estará diante de uma escolha que não tem a ver com seu perfil.

5. Considere a sua satisfação pessoal

Além de pensar em aptidões e potenciais, é preciso considerar a satisfação de exercer uma profissão. A felicidade é importante e deve sim ter um peso na sua decisão. Afinal, profissionais mais felizes fazem coisas grandiosas e se sentem realizados.

Por exemplo, você se enxerga na profissão desejada e consegue se ver feliz nela? Também não deixe de considerar seus propósitos, como a vontade de ajudar as pessoas ou de mudar a vida da sua família. Quanto mais satisfação, melhores serão os seus resultados no futuro.

Leia também:  Como Saber Que O Mel É Puro?

6. Não se preocupe se errar

É comum achar que decidir a graduação é um momento de “tudo ou nada” e que não há espaço para erros. No entanto, não precisa ser assim com você. É claro que todos querem fazer a escolha mais correta, mas caso perceba ao longo do caminho que a decisão deve ser mudada, está tudo bem!

Notando que prefere outra área, é hora de refazer suas análises e planejar a mudança. As transformações fazem parte do caminho e, na verdade, são muito bem-vindas! O importante é estar em um ambiente saudável, feliz e capaz de fazer o que gosta.

Saber como escolher o curso certo de graduação é mais fácil do que parece. Com essas dicas, você tem o que é necessário para tomar a melhor decisão para a sua realidade!

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Que curso superior escolher? | Bioplus

As provas de ingresso terminaram e chega agora a altura de escolher o curso superior que mais se adequa a ti. Para uns, este momento é claro e há muito aguardado, pois já têm uma ideia pré-definida do curso e da Universidade que pretendem, no entanto para outros, este é mais outro momento de grande pressão e indecisão.

Vamos, então, tentar dar-te umas dicas do que deves ter em conta!

Ao longo do percurso escolar foste exposto a várias matérias, umas com as quais te identificaste mais, outras nem por isso. Podes então começar a refletir por aí.

Quais são as disciplinas ou matérias que mais te deram prazer estudar e aprofundar? E o porquê de sentires isso? A resposta a estas duas questões podem ajudar-te a escolher um curso que abranja essas matérias e assim continuares motivado durante o mesmo.

Outro ponto importante é debruçares-te sobre aquilo que determinada profissão exige:

Exemplo 1 – Vamos supor que tens um interesse pela área das Relações Públicas, no entanto és tímido/a e não gostas de te expor, se calhar não será a melhor profissão para exerceres, mas apesar das tuas características pessoais se gostavas de estar ligado ao ramo (comunicação), o marketing digital poderia permitir-te isso.

Exemplo 2 – Gostas da área do Direito porque sentes que tens um sentido de justiça muito presente em ti, no entanto, não te vês a defender alguém que admite ter prejudicado alguém. Esta profissão poderá ser muito exigente para ti, todavia existem outras vias possíveis como Oficial de Justiça, Polícia, entre outras.

Exemplo 3 – És muito organizado(a)/metódico(a) e Administração parece ser a melhor opção, no entanto não te imaginas a estar um dia inteiro sentado/a à frente do computador, então talvez fosse melhor procurar outra profissão que te permitisse ter maior dinamismo, mantendo igualmente os teus processos esquematizados, como seres Comercial de uma empresa.

Pesquisa sobre testemunhos de pessoas com determinadas profissões, para perceberes mais sobre como é o dia-a-dia delas. Ultimamente têm surgido profissões novas, cursos que estão em expansão, a tendência do mercado de trabalho tem estado a inovar e adaptar-se às novas realidades e necessidades.

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Para além do gosto por determinada profissão torna-se evidente avaliar o que procuras obter numa profissão? O que valorizas? Isto é, quais são os teus valores? Eles poderão apelar a pretenderes prestígio, a poderes desenvolver todas as tuas capacidades; a utilizar a criatividade; obter um estilo de vida compatível contigo; a poderes ajudar os outros, entre muitos outros aspetos que possam ser muito importantes para ti numa atividade profissional.

Depois de toda esta reflexão, ainda existe outro grande pormenor a ter em conta: a tua média de ingresso no ensino superior.

Por vezes, este método de seleção pode ser condicionador em entrares no curso que pretendes, caso isso te aconteça tenta procurar Universidades fora da tua localidade, ou pesquisar as médias de ingresso nos Politécnicos (tendem a ser mais baixas), ou então, se tiveres oportunidade, pesquisa também Universidades Privadas. Outra estratégia que podes utilizar é realizares um Gap Year enquanto estudas para melhorar as notas dos exames. Será um ano de aprendizagens a vários níveis. Nada estará perdido!

Se precisares de ajuda, a Orientação Vocacional será uma excelente ferramenta para conheceres melhor os teus interesses, aptidões e valores, para assim descobrires o curso superior a escolher!

Faz aqui o Teste Vocacional online que te poderá já oferecer algumas pistas.Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Acabei o ensino médio, e agora? Qual curso superior escolher?

Você acabou de concluir o ensino médio, mas não sabe qual curso superior escolher? Confere agora mesmo nosso post e tire suas dúvidas!

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Quando o assunto é vida profissional, muitas dúvidas podem surgir no caminho, e uma das mais comuns aparece logo ao final do ensino médio. É nessa hora que a maioria dos estudantes está se preparando para entrar na faculdade e se pergunta qual curso superior escolher.

Isso é muito comum nessa etapa de vida e muitos alunos, ou quase todos, passam por essas dúvidas nesse momento. É normal se sentir um pouco perdido. Se esse é o seu caso, não se preocupe, há maneiras muito boas para chegar na escolha certa, ou a mais próxima possível.

O curso superior certo: descobrindo habilidades

Uma dica infalível na hora de escolher o curso certo é descobrir quais habilidades são mais fortes em você, para depois observar quais profissões podem estar relacionadas ao seu jeito de ser e agir. Antes de mais nada, trata-se de um olhar profundo para si mesmo.

Nessa etapa, você pode se fazer perguntas, como por exemplo:

  • Gosto de números ou de textos?
  • Tenho facilidade com determinada matéria no colégio? Qual?
  • Gostaria de trabalhar no dia a dia com esse assunto?
  • Tem algum tema que chama a minha atenção?
  • Sou reconhecido por alguma habilidade pelas outras pessoas?
  • Em quais coisas eu me dou bem?

Essas questões ajudam a você se conhecer melhor, porque esse é o primeiro passo. Sabendo as coisas que você gosta, terá maior facilidade em conhecer as profissões e escolher o curso superior que mais fecha com você.

Como Saber Que Curso Superior Escolher?

Outra ferramenta muito utilizada para quem deseja se conhecer melhor é a orientação vocacional.

A maioria das instituições das faculdades e universidades possui um setor específico, com profissionais dedicados a ajudar os estudantes recém-saídos do ensino médio.

Por meio de perguntas, atividades e exercícios, eles desenvolvem as capacidades e fazem aflorar as habilidades de quem está em dúvida.

Conhecendo melhor as profissões

Quando você já tiver conhecido melhor suas habilidades, gostos e amores, chega a hora de ver quais profissões se relacionam com isso. Para escolher o curso certo, é muito importante pesquisar as opções profissionais que tenham afinidade com o resultado do seu teste de autoconhecimento. É o momento de casar as respostas anteriores com o perfil de cada profissão.

Não existe uma regra e um padrão, nesse caso, mas tendências. Novamente, é normal ficar um pouco ou bastante perdido nessa fase, e o desafio é manter a calma. As decisões não precisam ser tomadas com pressa e nem com pressão dos outros. Lembre-se que: cada um tem o seu tempo.

Procure pesquisar quais são os profissionais que possuem as mesmas afinidades e características que você. Não economize em leituras, vídeos e bate-papos sobre os temas. Uma dica muito boa é conversar com algum profissional formado para entender melhor a área.

Analisando as oportunidades

Depois de já se conhecer melhor e ter algumas opções de profissão, vem uma etapa muito bacana: a de analisar as oportunidades. Isso significa que você deve coletar informações sobre o dia a dia do profissional, mas também observar outros fatores relacionados.

Dentre esses fatores, estão quanto ganha um profissional dessa área, como está o mercado na minha cidade ou região, tem muitos ou poucos profissionais nesse ramo, etc. Trata-se de um pensamento mais racional, que vai ajudar a responder se vale a pena investir na carreira (ou em qual carreira).

Com esses passos, você terá condições muito mais claras de escolher o curso superior certo e entrar para a faculdade. Lembre-se que uma ferramenta infalível para ter sucesso em todas as etapas é pesquisar sobre o assunto, além de dividir com seus amigos as dúvidas e as descobertas. Compartilhe com eles este post, para que eles saibam o que você aprendeu e para ajudá-los também!

Leia também:  Como Provar Que É Uma Progressao Aritmetica?

Como escolher um curso superior de acordo com as suas habilidades

A tarefa de escolher um curso superior ainda é aterrorizante para a maioria dos jovens egressos do Ensino Médio. “Vou ter que escolher agora o que vou fazer para o resto da vida? E se eu não gostar do que escolhi? E se não conseguir me sustentar com nessa profissão?”

Esses questionamentos geram insegurança e ansiedade. Entretanto, a escolha do curso superior ideal para você não precisa ser uma tortura. Para ajuda-lo nesta etapa, selecionamos alguns pontos de reflexão para encurtar o seu caminho até a sua escolha de sucesso e satisfação pessoal.

Continue nos acompanhando e confira! 

Coloque a sua satisfação no centro da escolha

Nesse momento da sua vida, você ouve muitas sugestões dos pais, familiares e amigos. “Por que não faz Direito?”, sugere a tia distante. “Você vai ficar rico se fizer Medicina!”, opina o colega. Todos querem te ajudar a escolher, mas podem estar gerando ainda mais confusão em sua cabeça.

Por um instante, apague todas as possibilidades que você já levantou — e as que levantaram por você — e pense no que gosta de fazer, em suas habilidades e também nas coisas de que não gosta.

Afinal, a profissão escolhida fará parte da maioria das horas de todos os seus dias, por isso, é essencial que a sua rotina gere satisfação e alegria.

Pesquise cursos e profissões sem compromisso de escolher

Agora que refletiu sobre as suas preferências, pesquise os cursos e as áreas de atuação profissional que se encaixam em suas habilidades. Isso não significa que você escolherá uma delas.

Nesse passo, permita-se formular todo tipo de questionamento sobre o curso superior e sobre a prática profissional em si:

  • o que vou estudar nesse curso?
  • as matérias incluídas na estrutura curricular dele me agradam?
  • quais possibilidades de atuação no mercado este curso me oferece?
  • qual o retorno financeiro essa profissão pode proporcionar?
  • como pode ser a rotina de trabalho dessa atividade?
  • todos esses pontos se encaixam nas minhas expectativas para a vida adulta?

Não tenha medo de fazer esse tipo de perguntas. A medida que for encontrando as respostas, você estará mais perto da escolha ideal.

  • Ouça os profissionais da área
  • A realidade das pesquisas sobre as graduações e profissões pode ser diferente da experiência diária dos profissionais que já atuam no mercado.
  • Apesar de essas pesquisas aproximarem você de áreas afins às suas características e habilidades, é muito importante conhecer também o dia a dia dos profissionais de determinada profissão.

Assim, procure conversar com quem já trabalha nas áreas que mais te interessaram. Você pode tentar acompanhar um dia de trabalho de alguém conhecido, por exemplo, e tentar se imaginar realizando as mesmas atividades.

  1. Isso pode te ajudar bastante na eliminação de atividades nas quais não se encaixaria!
  2. Pesquise sobre os ganhos possíveis nas áreas de interesse
  3. Em algum momento desse processo de escolha do curso superior é preciso pôr os pés no chão e avaliar as possibilidades reais de retorno financeiro.
  4. Conciliar as oportunidades oferecidas pela profissão com suas metas e projetos pessoais aumentam as chances de você ter sucesso profissional.
  5. Saiba que sua escolha não precisa ser definitiva

A vida profissional é extremamente dinâmica e as suas preferências e metas podem mudar enquanto você vivencia a rotina profissional. O próprio mercado de trabalho se transforma com o tempo. Assim, não carregue sobre seus ombros o peso de ter que fazer uma escolha definitiva.

Pode até ser que você acerte e passe o resto da vida na mesma profissão, mas pensar que existe a possibilidade da mudança pode te ajudar a diminuir a ansiedade natural da fase de escolher um curso superior adequado para você! 

Gostou do post? Para ficar ainda mais perto do seu sonho de realização profissional, baixe agora nosso ebook e descubra também como garantir o sucesso na redação do Enem! 

Entenda como escolher a faculdade certa

Está em dúvida sobre qual faculdade escolher? Confira nossas dicas para acertar na escolha do curso e evitar arrependimentos!

A hora de escolher qual faculdade cursar costuma gerar muita dúvida e ansiedade. Especialmente para aquelas pessoas que ainda não têm sequer uma noção de qual carreira seguir.

E dá para entender o motivo de tanta preocupação – optar pelo curso errado é o mesmo que jogar tempo e dinheiro fora!

Para ajudar quem está passando por esse momento, preparamos um artigo com dicas práticas para acertar na escolha da profissão e evitar arrependimentos. Confira!

Como escolher uma faculdade

  • Um jeito interessante de começar a escolher sua faculdade é pensar nas áreas ou disciplinas com as quais você tem maior afinidade.
  • Por exemplo, se você ama estudar Matemática e Física, cursos da área de Exatas, como Engenharia Civil, Estatística e Ciência da Computação, podem ser uma excelente aposta.
  • Já quem tem mais facilidade com Linguagens, Sociologia, História e Geografia, pode se dar bem em um curso da área de Humanas, como Letras, Direito, Psicologia ou Administração.
  • Existe ainda a área de Ciências Biológicas, que tem muito a ver com Química e Biologia e abrange vários cursos ligados à saúde como Medicina, Enfermagem e Odontologia.
  • Depois de fazer essa reflexão, você pode começar a pesquisar os cursos da área que mais se adequa ao seu perfil. Porém, também é importante considerar aspectos como:
  • As oportunidades em termos de empregabilidade e renda que cada curso oferece.
  • Seus gostos e habilidades pessoais.

Após combinar suas áreas de interesse, gostos e habilidades, além de considerar o padrão de vida que pretende alcançar, você já deve ter chegado a algumas opções de faculdade, certo?

Agora é hora de analisar outro fator que pode ajudar na sua escolha – o tipo de curso, que explicaremos no próximo tópico.

Bacharelado, licenciatura ou curso tecnológico?

  1. Existem três tipos de curso superior no Brasil – bacharelado, licenciatura e curso tecnológico (“de tecnólogo).
  2. Essa é uma informação que você também deve levar em conta na hora de escolher seu curso.

  3. Os cursos do tipo bacharelado costumam ter duração mais longa (entre 4 e 6 anos) e dão ao aluno uma formação mais generalista.

Já as licenciaturas são voltadas para o ensino e costumam ter duração entre 3 e 4 anos .

São a melhor escolha para quem quer ser professor.

  • Os cursos tecnológicos, por sua vez, têm duração mais curta (de 2 a 3 anos) e oferecem uma formação mais prática ao aluno, visando sua rápida inserção no mercado de trabalho.
  • Vale dizer que alguns cursos são oferecidos no grau de bacharelado e licenciatura, como Educação Física, Pedagogia e Letras.
  • Veja alguns exemplos de cursos de bacharelado, licenciatura e tecnológicos oferecidos pelo Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA):

Bacharelado

  • Administração
  • Biomedicina
  • Design
  • Engenharia Mecânica
  • Nutrição

Licenciatura

  • Música
  • Pedagogia
  • Artes Visuais
  • Educação Especial
  • Geografia

Tecnológicos

  • Automação Industrial
  • Cosmética e Imagem Pessoal
  • Design de Moda
  • Logística
  • Radiologia

Onde estudar

Depois de escolher um curso, você ainda precisa decidir onde estudar. Nas faculdades públicas a concorrência é sempre muito alta. Então boa parte dos estudantes acaba optando pelo ensino privado, onde é sempre mais fácil conseguir vagas em todos os cursos.

Porém, é fundamental avaliar se a faculdade é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Porque só faculdades reconhecidas podem expedir diplomas válidos a seus alunos.

  1. Também é preciso avaliar quesitos como as instalações que a instituição oferece a seus alunos e qualificação dos professores.
  2. E não dá para deixar de falar na questão das mensalidades, especialmente para quem tem o orçamento apertado.
  3. Aqui a dica é procurar faculdades que oferecem condições especiais aos estudantes, como bolsas de estudo, crédito estudantil e convênios de descontos.
  4. Para facilitar sua vida, elaboramos uma pequena lista de instituições reconhecidas e bem avaliadas pelo MEC, que oferecem cursos de todas as áreas e tipos, além de contarem com programas de bolsas, descontos e crédito educativo sem burocracia:
  5. Veja também:
  6. Teste vocacional online – Descubra sua vocação
  7. Descubra quais as profissões mais bem pagas

Esperamos que o texto tenha sido útil e ajude a escolher a faculdade certa. Agora é hora de responder nos comentários: você já decidiu o que vai estudar?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*