Como Saber Quanto Vale O Meu Imovel?

Além disso, é possível fazer um cálculo desse valor e tornar o processo de precificação muito mais acessível, assertivo e ágil para todos.

Pesquise o preço de imóveis semelhantes.

O primeiro ponto para estimar o preço do imóvel é pesquisar sobre o preço de venda dos imóveis no bairro e na região em que ele está localizado. Com isso, é possível estabelecer um preço médio.

Procure pesquisar em portais e sites na internet, normalmente esse processo é demorado, mas necessário para definir o valor. Nesses sites você pode buscar imóveis que sejam semelhantes ao que você está consultando e terá dados e informações dos imóveis.

Os imóveis que foram vendidos recentemente, normalmente apresentam um preço de mercado mais assertivo, por isso, procure usar esses imóveis como estimativa ao invés de outros que estão sendo anunciados. Outra dica é perguntar para o zelador ou síndico do prédio sobre essas informações.

Como Saber Quanto Vale O Meu Imovel?

Saiba mais sobre a valorização da localização

Em qualquer cidade existem os bairros e regiões preferidas para morar, fazendo com que o preço do metro quadrado seja mais alto. Há também os locais nos quais os empreendimentos são menos valorizados do que nos pontos com melhor infraestrutura.

Faça uma pequena análise do seu bairro e procure entender pontos como segurança, poluição, movimentação, meios de locomoção, escolas, centros comerciais, proximidade da área central, áreas verdes e outras particularidades.

Esses aspectos são importantes de serem avaliados, pois, dentro do bairro existem vários critérios que podem interferir no preço final e definir significativamente como avaliar um imóvel. Sendo assim, é válido pesquisar qual é o valor do metro quadrado praticado no bairro ou região em questão e multiplicado pelo tamanho do seu imóvel.

Utilize o precificador de imóveis da EmCasa

O precificador de imóveis é a nossa ferramenta de avaliação de imóveis que está disponível no site da EmCasa. Com ele, é possível estimar o valor do imóvel de forma prática, rápida e assertiva.

Coletando mais de 2 milhões de dados de mercado toda semana e utilizando métodos estatísticos, o precificador realiza a estimativa de preço considerando as características do imóvel informadas, como, por exemplo o número de cômodos, a localização, a área e outras particularidades, além disso a estimativa também considera os imóveis similares na região.

Tudo isso é feito em questão de segundos. Ou seja, o precificador faz um trabalho preciso e ágil na avaliação do imóvel, fazendo com que o proprietário não precise gastar tanto tempo realizando atividades de pesquisa.

Já sabe quanto vale o seu imóvel? Descubra agora de forma rápida e segura pelo nosso precificador!

Quanto vale meu imóvel? Defina o preço certo e venda mais rápido

Imagine a seguinte situação. Depois de anos morando em uma casa ou apartamento próprio, você decide se mudar. Mas, antes de partir para um novo bairro ou cidade, você precisa vender seu antigo lar. E é nesse momento que surge a questão: quanto vale meu imóvel?

Nossos leitores mais assíduos já aprenderam aqui no blog como vender seu imóvel em 5 passos bem simples. Mas, para ter sucesso nessa empreitada, é fundamental estabelecer um preço razoável. 

Mesmo os investidores com mais conhecimento do mercado imobiliário devem buscar fontes seguras para saber quanto vale seu imóvel antes de uma transação. Principalmente porque o dono do imóvel não é a pessoa mais indicada para definir seu preço. E nós explicaremos o porquê ao longo deste texto.

Além disso, até o final deste post, você vai saber mais sobre:

A importância de saber quanto vale meu imóvel

Quem está acostumado com o ambiente executivo já deve ter ouvido falar que a preparação é a primeira das sete fases do processo de negociação. Uma das características dessa etapa é a coleta de informações.

Ou seja, antes de vender qualquer tipo de bem, é essencial fazer uma avaliação minuciosa para saber exatamente o quanto ele vale.

Tanto para evitar pedir muito e não encontrar interessados, como para não pedir pouco e ficar no prejuízo.

E essa lógica também se aplica aos imóveis. O objetivo da avaliação imobiliária é determinar um preço justo e compatível com o mercado atual para aumentar as chances de sucesso da transação.

Vamos supor, por exemplo, que a dúvida que não sai da sua cabeça agora é “quanto vale meu apartamento?”. Nesse caso, você deveria fazer o possível para evitar dois cenários:

  • Vender seu apartamento a um preço abaixo do valor de mercado e amargar um prejuízo;
  • Ou definir um preço muito alto, não conseguir vendê-lo, ficar frustrado e impaciente e acabar reduzindo demais a próxima pedida.

Evitar qualquer uma das situações acima já mostra a importância de saber o valor correto do seu imóvel. Sem falar que uma avaliação imobiliária de qualidade tranquiliza não só o vendedor, mas também deixa o comprador mais seguro.

Para garantir esse ambiente favorável para ambas partes da negociação, a avaliação deve analisar uma série de fatores que influenciam na precificação, assim como calcular o valor do metro quadrado do imóvel. Outro ponto essencial é verificar as condições estruturais do imóvel. Dessa forma, é possível detectar pontos de melhorias para facilitar a venda e identificar problemas que podem causar uma desvalorização no futuro.

Porque devo buscar assessoria para saber quanto vale meu imóvel?

Após demonstrar a importância de saber o valor do seu imóvel, vamos explicar porque você não deve avaliá-lo e definir o preço sem uma assessoria especializada. E essa recomendação vale mesmo para aqueles com algum conhecimento do mercado imobiliário.

A explicação é simples: sua ligação afetiva com o imóvel pode criar uma lacuna considerável entre o preço que você quer cobrar e o valor de mercado. E, como vimos acima, um valor fora da realidade trava o processo de venda.

Por mais que você tente deixar a emoção de lado, sua avaliação nunca será imparcial. Por isso, nesse momento, o melhor a fazer é buscar a ajuda de profissionais especializados para definir o preço do seu imóvel com base em fatores técnicos.

Além disso, mesmo se estudar bastante o mercado, você pode não estar ciente de todas as variáveis que influenciam a precificação. Por sua vez, o especialista tem esse conhecimento e ainda compara os dados de transações similares ocorridas no mesmo período.

Fatores que influenciam a avaliação de imóveis

Como falamos acima, muitas variáveis influenciam a avaliação imobiliária. Para você ter uma ideia melhor da importância de contar com uma assessoria especializada para vender seu imóvel, vamos listar alguns desses fatores abaixo:

  • Localização;
  • Estrutura;
  • Ano de construção;
  • Qualidade do acabamento;
  • Disposição dos cômodos;
  • Andar;
  • Vista;
  • Face para o sol;
  • Vagas de garagem;
  • Facilidades do condomínio, como área de lazer, piscina, academia;
  • Segurança da área;
  • Entre outros.

É bastante coisa para levar em consideração, certo? E é por isso que apenas corretores de imóveis e avaliadores técnicos estão aptos a fazer uma avaliação de imóveis realmente efetiva.

Como Kzas calcula quanto vale meu imóvel?

Se estamos falando de especialistas em imóveis, é hora de falar da Kzas. Aqui na nossa plataforma você tem acesso à ferramenta Quanto Vale, que analisa indicadores baseados em mais 1,5 milhão de imóveis mapeados para avaliar o seu.

Ao acessar a ferramenta, você será apresentado à Kimi, assistente virtual da Kzas que te ajudará em todas as etapas do processo. E o melhor é que você não vai precisar sair de casa para nada.

O primeiro passo é informar o endereço do imóvel, preenchendo os campos relativos ao CEP, logradouro, bairro e cidade. No segundo passo, você deverá especificar se o imóvel é um apartamento ou uma casa.

Se sua pergunta é “quanto vale meu apartamento”, você deverá informar o subtipo dele. Ou seja, precisará especificar se é um apartamento padrão, um loft, uma cobertura ou um duplex, entre outras opções.

Além disso, será preciso informar o nome do condomínio, assim como o tamanho da área útil. Outro requisito essencial para a avaliação é detalhar o número de dormitórios, banheiros e vagas de garagem.

Leia também:  Como Evitar Que As Moscas Entrem Em Casa?

Se sua intenção for vender uma casa, você também deverá especificar se é uma casa padrão, uma casa de vila ou um sobrado. Além disso, é necessário informar a área total do terreno e área construída.

Assim como no caso dos apartamentos, é preciso especificar o número de dormitórios, banheiros e vagas de garagem.

A terceira etapa do processo é informar o ano de construção do imóvel. No caso de apartamento, também é preciso detalhar o número de torres e o número de unidades por andar. Nesse momento, também é possível informar características do condomínio, como bar, academia, piscina, área verde, entre várias outras.

Após preencher essas informações, você receberá sua avaliação e já poderá publicar seu imóvel em nosso site de forma totalmente gratuita.

Ao optar por publicar seu imóvel em nossa plataforma, você terá acesso a uma série de vantagens. E a primeira delas é que você não paga nada por isso. A comissão é cobrada apenas após a concretização da venda.

Aliás, em outro post do nosso blog, já mostramos como criar uma descrição para vender seu imóvel mais rápido. Caso você esteja interessado em turbinar ainda mais a sua publicação de venda, veja também como tirar fotos incríveis para vender seu imóvel.

Outro ponto positivo da plataforma Kzas é que ela utiliza um modelo que prioriza a necessidade do comprador. Para os vendedores isso é interessante porque seleciona apenas pessoas com potencial real de compra.

Além disso, você poderá realizar toda a negociação sozinho, direto pela plataforma e em total segurança. Mas, caso precise de alguma ajuda, nossa equipe estará presente oferecendo inteligência artificial e big data para comprar e vender imóvel.

Quer saber mais sobre como a Kzas pode te ajudar? Fique à vontade para usar nossa seção de comentários ou entre em contato pelas redes sociais LinkedIn, Instagram

6 Dicas para o proprietário descobrir o valor do imóvel para venda

Antes de definir o valor do imóvel é necessário compreender como o mercado imobiliário costuma verificar a veracidade do valor de um imóvel. Para isso, podemos seguir alguns indicadores que se tornaram padrão no mercado para fazer esses tipos de análises. Dessa forma, conseguimos identificar os fatores que acabam contribuindo positivamente no valor do seu imóvel.

Vamos levantar neste post alguns detalhes que tratados de maneira mais profunda podem te ajudar a definir um preço coerente, que seja mais próximo a realidade da região e as características do seu imóvel.

Para deixar as conclusões ainda mais próximas a realidade do mercado imobiliário, vamos usar como fonte de informação o DMI (Dados do Mercado imobiliário) um material desenvolvido com formações de preços do imóvel do mercado que vai nos servir como base para consultas.

1 – Descubra o valor do imóvel em sua região, faça buscas:

Um dos primeiros passos para descobrir o valor do imóvel é fazendo buscas de preço pela sua região ou em portais imobiliários. Parece até simplório, mas uma busca pela internet ou até um bate papo informal com proprietários podem esclarecer muito sobre o assunto.

Procure por imóveis parecidos com o seu e na mesma região, entre em contato com corretores, proprietários, imobiliárias, moradores, porteiros, e se possível até com vizinhos.

Quanto mais informação melhor. Esse tipo de contato é importante para você identificar como o mercado imobiliário está sendo praticado na região do seu imóvel.

2 – Localização, um item de peso para descobrir o valor do imóvel:

Imóveis próximos a centros comercias, vias de acesso, transporte público, shoppings, delegacias, hospitais, parques, entre outros. Podem ser considerados como um ótimo negócio para venda.

Todas essas vantagens comerciais e de transporte valorizam o valor do preço do seu imóvel, já que essas facilidades trazem mais conveniência para o novo comprador por ter um imóvel naquela região.

Mas se o seu imóvel está em um bairro nobre, um pouco mais distante dos grandes centros e com mais tranquilidade, valorize isso no momento da descrição.

É preciso encontrar um determinado peso para cada item em cada pessoa, ou seja: Você precisa encontrar as pessoas que irão melhor se encaixar no perfil de compra do seu imóvel e buscar os itens que sua casa tem a oferecer como diferencial para cada uma delas.

3 – Metragem, faça uma conta simples e útil:

A metragem é uma característica importante na hora de identificar o valor do seu imóvel, já que cada região tem um valor por m² como base de cálculo.

Para identificar o preço por metro quadrado do seu imóvel acesse o DMI (dados do mercado imobiliário), defina sua cidade, bairro e vá até o gráfico de número 2, com ele você vai descobrir o valor absoluto da região do seu imóvel por m². Cliquei aqui para consultar o DMI. (Atenção: Caso a região do seu imóvel não esteja no relatório, busque por imóveis similares em nosso portal)

Para finalizar esse processo e encontrar o valor do metro quadrado da região do seu imóvel, basta multiplicar o valor absoluto do m² com o número de metragem do seu imóvel.

  • Exemplo:
  • Preço por metro quadrado na sua região: R$5.800,00 por metro
  • Área do seu imóvel: 75

5.800 X 75 = R$435.000,00

Esse valor pode ser utilizado como base inicial para cálculo do valor.

4 – Itens de lazer e características do imóvel:

Se a sua casa ou condomínio tem piscina, salão de festa, salão de jogos ou mais de uma vaga de garagem, tudo deve ser considerado para valorizar o imóvel. O público do mercado imobiliário (os compradores) já se identificam com essas novas características do imóvel e podem inclusive usá-las como influenciadoras para a compra.

  1. Esse novo comportamento pelos buscadores de imóveis já vem sendo construído há algum tempo, já que durante os últimos anos as construtoras começaram a produzir condomínios residenciais com vários itens de lazer e diferencias para atender vários públicos.
  2. Essas implementações trouxeram novas experiências e tendências para os lançamentos imobiliários. Veja como esses diferenciais foram desenvolvidos pensando em atender vários componentes de uma família:
  3. Crianças: Playground, Piscina, Sala de Estudos e Brinquedoteca
  4. Adulto: Sauna, Academia, Salão de Festas, Salão Gourmet e Pay per use
  5. Jovens: Quadra Poliesportiva, Salão de Jogos, Lan House
  6. Construa seu anúncio levando os diferencias em consideração, eles são tão importantes que podem até te ajudar nas negociações justificando o valor do imóvel.

5 – Conservação do imóvel:

Você já deve ter ouvido essa frase: “A primeira impressão é a que fica”. E é justamente por ela que um imóvel reformado ou em bom estado passa mais segurança para o comprador. Cuide e faça ajustes necessários em seu imóvel, isso pode ajudar a valorizar sua propriedade.

Zele pelo seu imóvel, pois uma casa em péssimo estado é o suficiente para depreciar o valor do imóvel para alguns compradores.

E como não desejamos que isso aconteça, segue alguns toques que vão ajudar a sua casa ficar mais atraente aos olhos do comprador:

  • Corrija infiltrações;
  • Mofos;
  • Encanamentos;
  • Fiação elétrica;
  • Portas e janelas estão fechando corretamente;
  • Pintura nova (de preferência com tons neutros).

6 – Dormitórios:

Por último e não menos importante, chegamos ao número de dormitórios. Se a sua casa possui acima de 3 dormitórios com certeza esse número vai contribui com o valor do seu imóvel de acordo com a média do preço por m² na região. O número de dormitórios contribui bastante na hora de decidir o preço do seu imóvel!

Leia também:  Como Dizer A Familia Que Estou Gravida?

Agora que você descobriu as informações necessárias para identificar o valor do imóvel para venda, chegou a sua vez de analisar o preço do seu imóvel. Faça o passo a passo e descubra os pontos fortes e fracos que podem influenciar a escolha de um preço justo para a sua propriedade. Veja agora um exemplo para te ajudar a precificar o valor do seu imóvel:

Sua casa: Anotações:
Área/ Metragem
Quantidade de dormitórios
Valor por m²
Itens de lazer
Proximidades
Número de vagas
Região

Em caso de dúvidas, deixe o seu comentário aqui em baixo e não se esqueça de acessar o DMI, pois ele vai te ajudar muito nesse processo inicial de precificação do seu imóvel.

Ferramenta mostra quanto vale o seu imóvel

São Paulo – O portal de classificados de imóveis online ZAP acaba de lançar o Mapa de Preços, que permite ao proprietário de um imóvel residencial saber quanto vale o seu apartamento nas principais cidades do Brasil.

O recurso mostra o valor atualizado de qualquer apartamento de um prédio específico que tenha sido anunciado no portal nos últimos dez anos, tomando como base o último anúncio registrado.

O Mapa de Preços possibilita a pesquisa por região, bairro e até rua, o que pode ser interessante não só para consultar o valor do seu imóvel, mas para fazer a comparação com outras propriedades. A ferramenta é gratuita.

  • Ao tomar como base o valor do último anúncio do imóvel, a ferramenta estima o seu preço atual considerando diversos fatores, como a construção de um shopping ou um prédio no entorno do imóvel que podem ter impactado o preço de forma positiva ou negativa. 
  • A correção do preço também é feita pelo índice FipeZAP, quemostra a valorização média do metro quadrado na região com base nos anúncios.
  • A precificação dos imóveis inclui ainda um desconto de 6,5%, que é a redução média no valor de venda obtida por compradores de imóveis no país após a negociação das unidades.
  • O ZAP ressalta que as estimativas de preços de imóveis disponíveis no serviço não devem ser confundidas com avaliações imobiliárias, para as quais é necessária a contratação de um profissional especializado. 
  • Assim como o ZAP, os sites 123i e Quanto vale o meu apê também permitem ao usuário encontrar estimativas sobre o valor de diversos tipos de imóveis ou de unidades semelhantes em um mesmo bairro, tanto para venda como aluguel.
  • Passo a passo
  • O usuário deve acessar a página do Mapa de Preços e digitar o endereço do prédio no campo de busca ou aproximar o mapa para realizar a pesquisa dos valores em uma região específica.
  • Ao digitar o endereço ou clicar em um dos pontos vermelhos registrados no mapa, é possível ver a foto da fachada do imóvel, área útil, número de dormitórios e o preço estimado da unidade, baseado no último anúncio disponível no ZAP.
  • 1. Quanto maior, pior zoom_out_map 1/13 (Stock.xchng/saavem) São Paulo – Para comprar um imóvel de 50 m² – um apartamentinho de no máximo dois dormitórios -, o comprador pode gastar mais de 500 mil reais no caro mercado imobiliário do Rio de Janeiro (RJ), ou menos de 200 mil se a compra for feita na menos inflada Vila Velha (ES). Em média, no Brasil, um imóvel de 50 m² custa 376.550 reais e um de 100 m² sai por 753.100 reais.  Veja nesta galeria os preços médios de imóveis compactos, de 50 m², e outros maiores, de 100 m², nas 17 cidades cujos preços são acompanhados pelo Índice FipeZap. As informações foram obtidas multiplicando-se o preço médio do metro quadrado dos imóveis à venda pelas duas áreas, a partir dos dados do Índice FipeZap de junho. As cidades estão organizadas por preço, na ordem descrescente.
  • 2. Rio de Janeiro (RJ) zoom_out_map 2/13 (Buda Mendes/Getty Images)
  • 3. São Paulo (SP) zoom_out_map 3/13 (Divulgação/Hilton)
  • 4. Brasília (DF) zoom_out_map 4/13 (Shaun Botterill/Getty Images)
  • 5. Niterói (RJ) zoom_out_map 5/13 (DiMonteiro/Wikimedia Commons)
  • 6. Recife (PE) zoom_out_map 6/13 (REUTERS/Paulo Whitaker)
  • 7. Belo Horizonte (MG) zoom_out_map 7/13 (Wikimedia Commons)
  • 8. Florianópolis (SC) zoom_out_map 8/13 (Wikimedia Commons)
  • 9. Curitiba (PR) zoom_out_map 9/13 (Francisco Anzola/Wikimedia Commons)
  • 10. Porto Alegre (RS) zoom_out_map 10/13 (Eurivan Barbosa/ Wikimedia Commons)
  • 11. Salvador (BA) zoom_out_map 11/13 (Divulgação)
  • 12. Vila Velha (ES) zoom_out_map 12/13 (John Paul/Wikimedia Commons)
  • 13. Agora veja imóveis um pouco maiores zoom_out_map 13/13 (Stock.xchng/klsa12) Os imóveis mais caros da internet em cada capital do país

Quanto vale meu apê? Descubra como calcular o potencial de venda do seu imóvel – Imóveis – Estadão

Caso você esteja pensando em vender seu imóvel, o primeiro passo é entender o valor dele no mercado. Diante de diversas alternativas para avaliar o preço médio de seu patrimônio, há quatro que são as mais eficientes. Veja a seguir.

Corretor de imóveis

O corretor de imóveis é o profissional responsável por definir o valor de um apartamento. Se o local a ser vendido for anunciado por intermédio de uma imobiliária, esse serviço de avaliação e precificação é gratuito. Caso contrário, é preciso pagar por isso.

No site do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de São Paulo há uma lista com o custo dos honorários. A lista informa, por exemplo, que em caso de venda de um imóvel urbano residencial, a comissão deve ser de 6% a 8%. No caso de apenas a avaliação de mercado, costuma-se cobrar 1% do valor do imóvel.

  • Normalmente, essa avaliação é feita verbalmente, mas é possível dispor de uma avaliação documentada, conhecida como “Parecer técnico de avaliação mercadológica”, em que você conta com informações específicas sobre como aquele preço foi estabelecido.
  • Engenheiros e arquitetos também podem ser responsáveis em estabelecer o valor de um imóvel ou elaborar pareceres técnicos, mas sempre em conjunto com um corretor, visto que ele está envolvido com o mercado imobiliário.
  • Calculadora online

Há sites como o Calculadora Robô e o Urbe.Me que fazem uso da inteligência artificial para estimar o valor dos imóveis. A ferramenta considera características de outras moradias da mesma região e, a partir disso, indica qual seria o preço mais assertivo para o seu imóvel.

Funciona assim: você informa a área total do bem, a quantidade de dormitórios e se há suítes, o número de banheiros e a localização. O sistema faz a comparação com outros imóveis parecidos que estão à venda na mesma região ou nas proximidades, e, a partir disso, apresenta um valor.

  1. Trata-se de um índice apenas estimativo, afinal não leva em consideração características específicas relevantes do imóvel – que são fundamentais no processo de venda.
  2. Comparativos pela internet
  3. Pesquisar valores de apartamentos similares à venda também é uma forma de descobrir o valor médio de sua propriedade – e ajuda a confirmar se o valor estabelecido pelas outras fontes, como pela imobiliária, de fato corresponde aos parâmetros da região.

A melhor referência é aquela que está no mesmo prédio que o seu, mas caso não haja nenhum à venda, procure nas proximidades. Converse com vizinhos, porteiros, zeladores ou mesmo pesquise na internet para encontrá-los.

Lucro obtido

É possível avaliar a taxa de retorno de seu investimento dividindo o capital inicial investido pelo lucro líquido a ser gerado pelo apartamento. Este rendimento pode equivaler ao aluguel da unidade ou de uma futura venda.

No caso de aluguel, a taxa de retorno é obtida dividindo o preço recebido pela locação pelo capital inicialmente investido. No caso de venda, o cálculo da taxa de retorno precisa ser realizado dividindo o custo obtido pela comercialização das unidades pelo valor que investiu inicialmente.

Leia também:  Como Esquecer O Ex Marido Quando Se Tem Filho?

5 plataformas online para fazer a avaliação do seu imóvel

  • Comprar, vender ou arrendar casa pode revelar-se, por vezes, uma tarefa que dá muito trabalho, nomeadamente quando tem de fazer a avaliação do seu imóvel.
  • O preço de venda do seu imóvel, estipulado e divulgado aquando da decisão de vender, é uma parte muito importante para que o processo de venda se realize com sucesso.
  • Por norma, quem está interessado em obter uma avaliação tem que recorrer aos serviços de uma instituição bancária ou a uma imobiliária, tendo que gastar em média, no mínimo, 150 euros por avaliação.
  • Para saber quanto vale o seu imóvel, deixámos-lhe 5 sugestões de plataformas online.

Plataformas para avaliação de imóveis

Preço da Habitação da Cidade

A plataforma Preço da Habitação da Cidade é uma plataforma criada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que o vai ajudar a conhecer o valor da sua casa, mas só se o imóvel se encontrar na zona de Lisboa, Porto, Coimbra, Gaia ou Funchal. O INE admite poder vir a alargar a mais municípios.

Esta plataforma permite avaliar as habitações, rua a rua ou criar pequenos blocos ou quarteirões de 500X500 metros e fazer a avaliação por cada quarteirão, dando informação o mais detalhada possível.

Urbiwise

A Urbiwise é a plataforma detida pela empresa portuguesa Urbiwise Peoperty Market Analytics, criada em Março deste ano e que concentra dados sobre o imobiliário de norte a sul do país, tendo como tarefa principal oferecer uma avaliação gratuita dos imóveis. Em apenas poucas semanas de existência, esta plataforma já registou mais de 60.000 consultas e tendo em conta estes números a própria empresa estima que o valor poupado pelos clientes tenha sido por volta dos 9 milhões de euros.

Qualquer pessoa, desde vendedores, potenciais
compradores, senhorios ou inquilinos, podem utilizar sem custos esta
plataforma, para fazerem avaliação de um imóvel do seu interesse.

Assim, basta inserir o código postal, a tipologia e as áreas do imóvel, que a plataforma elabora a avaliação. A Urbiwise recorre a uma base de dados de milhares de fontes, contando com 5,6 milhões de moradas, 350 mil pontos de interesse e 650 mil casas.

Housefy

A Housefy oferece um serviço de avaliação para qualquer tipo de imóvel, de forma gratuita e online. Através desta plataforma poderá ter acesso ao preço real do seu imóvel, com informação oficial que determinará o preço praticado no mercado. A avaliação tem em conta factores como a zona onde está inserido e os serviços disponíveis nas proximidades.

Para efetuar a avaliação automaticamente, basta aceder à página da Housefy e clicar em “Avaliação”. O sistema irá informar sobre os passos que deve seguir e os dados importantes a inserir, tais como: endereço exato do imóvel, o seu email e contacto telefónico. Todas as pesquisas que çada podem ser guardadas numa conta criada na Housefy.

Quanto vale a sua casa

A plataforma Quanto vale a sua casa”, disponibilizada pela REMAX, permite-lhe avaliar o seu imóvel, quer seja para vender, comprar ou arrendar, tendo em conta a sua localização, a área, os acabamentos, a data de construção, entre outros fatores.

O acesso e registo na plataforma é gratuito e sem qualquer tipo de compromisso. Entre os dados obrigatórios para registo, terá que inserir o email, morada, telefone, tipologia da casa, entre outros campos.

Imovendo

A Imovendo é uma plataforma em que se regista através de um formulário e depois é contactado por um dos consultores que, com base na caderneta predial do imóvel e recorrendo a diferentes fontes de informação, irá elaborar um estudo de mercado, no prazo de 72h. Este serviço é personalizado e sem qualquer custo.

Está a pensar vender a sua casa? Para perceber qual o seu valor, use uma destas aplicações. Assim, saberá o preço “recomendado” para o seu caso.

Partilhe este artigo

Aprenda a calcular quanto vale seu imóvel – Casa Própria – iG

Precificar um imóvel com valores bem distantes da realidade de mercado é uma das causas mais comuns da dificuldade em encontrar interessados. A lei da oferta e procura é implacável com quem não compreende que pedir preços muito acima do valor real costuma ser uma furada.

Leia mais: 7 dicas para negociar um bom desconto na compra do imóvel

“Avaliar o preço adequado ajuda na negociação, porque dá velocidade na hora de vender e faz com que as pessoas não percam muito tempo”, explica a diretora comercial da Lello Imóveis, Roseli Hernandes.

Um imóvel com valor de mercado em torno de R$ 500 mil, por exemplo, está fadado a ficar abandonado se o vendedor insistir em pedir R$ 1 milhão e resistir a qualquer desconto, observa a especialista.

Outro aspecto importante é que nem sempre o preço pedido é o preço fechado na venda. Além de gastos comm a comissão de 6% da imobiliária e despesas com documentação, o interessado costuma fazer uma contraproposta pedindo descontos.

Por esse motivo, corretores recomendam que o proprietário, antes de anunciar seu imóvel, saiba de antemão se pretende ceder no preço e qual será o peso dos gastos capazes de corroer seu lucro na venda.

Para Roseli, o que determina se o vendedor estará disposto a dar algum desconto é a urgência de fechar a venda. “Se ele tiver pressa, ele pode ceder um pouco no preço. Mas há clientes que não aceitam negociação alguma, mesmo que percam a oportunidade de vender”, diz.

Veja abaixo os caminhos possíveis para chegar ao valor de mercado de sua propriedade:

Faça a comparação com um imóvel semelhante

Ao buscar um imóvel com as mesmas características que o seu, como outro apartamento no mesmo prédio ou rua, e que tenha sido vendido recentemente, é uma ótima forma de descobrir o quanto vale sua propriedade no momento, explica a corretora da imobiliária RE/MAX Estrelas, Elzeni Dutra.

“Geralmente, o preço fechado de imóveis semelhantes é o mais próximo do que o vendedor conseguirá lucrar com o seu”, explica a especialista. Roseli, da Lello, lembra contudo que os preços de apartamentos em um mesmo prédio podem variar muito, de acordo com o andar, a posição em relação ao sol e o estado de conservação, por exemplo.

Por isso, é preciso levar em conta todas estas características para chegar ao valor mais aproximado.

Consulte sites de anúncios de imóveis

As ferramentas de busca de sites especializados em imóveis são outra forma de descobrir o valor aproximado do bem, embora elas só mostrem o preço pedido pelo dono, e não o negociado com o comprador. “Uma boa dica é pesquisar pelo nome da rua onde está localizado o seu imóvel, já que estes sites não costumam fornecer o número exato do apartamento ou casa”, comenta Roseli.

Se encontrar um na mesma rua com metragem diferente do seu, uma solução é descobrir o preço do metro quadrado e aplicá-lo ao seu. Por exemplo, um imóvel de 50 metros quadrados que custe R$ 300 mil tem valor de R$ 6 mil por metro quadrado. Se sua unidade, na mesma região, é de 70 metros quadrados, multiplique R$ 6 mil por 70 e obterá R$ 420 mil, o valor aproximado do imóvel.

Busque serviços de uma consultoria imobiliária

Se você busca uma avaliação mais aproximada, o mais recomendável é recorrer a profissionais especializados no mercado de sua região, sugere Roseli, da Lello.

“O caminho mais correto é encontrar profissionais experientes que são capazes de avaliar o preço do metro quadrado, já que conhecem diversos perfis de imóveis na região”, explica. Essa avaliação serve tanto para venda como para locação.

“Essa opção vai fazer com que a pessoa se sinta mais confortável com o valor avaliado de seu imóvel”, completa.

Leia tudo sobre:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*