Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

As lentes, também conhecidas como objetivas, são a parte mais importante do seu equipamento. Durante a sua vida você talvez precisará trocar de câmera de vez em quando, comprar novos cartões de memória ou atualizar seu Photoshop. Já as lentes podem durar a vida inteira.

Mas como selecionar as lentes de acordo com o que você precisa?

Lentes de qualidade vs preço

A qualidade da lente está nos materiais utilizados na sua montagem (vidro, corpo e até a cola que junta cada pedacinho) e pode ser percebida na qualidade final da imagem. Quanto melhor a lente mais nítida, com cores mais reais e com menos aberrações ficarão as fotos feitas com ela.

As lentes que são feitas com os melhores materiais e com o melhor controle de qualidade são, naturalmente, sempre mais caras. Várias vezes boas lentes vão custar mais caro que a sua câmera! Mas mesmo as lentes que não são top de linha podem durar a vida toda se forem bem cuidadas.

Uma coisa é fato: a fabricação de lentes de qualidade é um processo quase artesanal e isso é o que justifica o preço. Mas dá pra economizar: o melhor custo/benefício na hora de comprar uma lente boa é procurando por usadas.

Distância focal

A distância focal é o primeiro item a decidir na hora de comprar sua lente.

Não sabe o que é distância focal? Leia na apostila “Aprenda a fotografar em 7 lições”

As lentes podem ter somente uma distância focal (lentes fixas) ou podem permitir o uso de várias distâncias focais girando um anel (lentes zoom.)

A distância focal aparece em mm na descrição das lentes. Por exemplo:

  • Canon EF 50mm f/1.8 II Autofocus Lens – essa lente tem distância focal de 50mm. É uma lente fixa.
  • Canon EF-S 17-85mm f/4-5.6 IS USM Autofocus Lens – essa lente tem dois valores de distância focal. É uma lente zoom e vai de 17mm até 85mm (inclusive 18, 19, …, 84)

As distâncias focais são divididas em alguns grupos principais, que são mais ou menos esses:

Grande-angulares (até 50mm)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 800, 10mm, f/4.5, 1/100seg por claudia regina – CC

  • Com elas você consegue registrar um ângulo bem grande de visão.
  • Boas para: paisagens, arquitetura/ambientes apertados, fotos de grupos.
  • Características: faz os objetos da foto parecerem mais distantes uns dos outros e costumam distorcer as bordas.

Normais (ali por volta de 50mm)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 100, 50mm, f/1.8, 1/6400segfoto por claudia regina – CC

  • Com elas o ângulo de visão é mais ou menos como o do olho humano. Essa é a distância focal da maioria das lentes de celular e compactas.
  • Boas para: um pouco de tudo (não são especializadas, logo são bem versáteis.)
  • Características: o resultado é muito parecido com o que vemos com o olho.

Teleobjetivas (50mm até 200mm)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 800, 148mm, f/2.8, 1/500seg foto por claudia regina

  • Com elas você consegue fotografar um assunto que está mais longe.
  • Boas para: retratos e closes em assuntos distantes.
  • Características: faz os objetos da foto parecerem mais próximos uns dos outros além de possuir uma menor profundidade de campo.

Super-teleobjetivas (200mm ou mais)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 100, 300mm, f/5.6, 1/160segfoto por claudia regina

  • Com elas você consegue fotografar um assunto que está muito, mas muito, longe (lentes usadas para fotografar leões na África, por exemplo.)
  • Boas para: fotografar celebridades, astronomia, animais hostis.
  • Características: faz os objetos da foto parecerem bem mais próximos uns dos outros do que a realidade e necessitam do uso de tripé.

Abertura de diafragma

Depois de decidir a distância focal vamos para a abertura do diafragma.

Não sabe o que é abertura? Leia na apostila “Aprenda a fotografar em 7 lições”

A abertura irá aparecer ao lado da letra f (a “medida” da abertura.) Ao comprar você provavelmente verá um só valor no nome da câmera. Esse será o valor máximo de abertura daquela lente:

  • Canon EF 50mm f/1.8 II Autofocus Lens – essa lente possui abertura máxima de 1.8.
  • Canon EF-S 17-85mm f/4-5.6 IS USM Autofocus Lens – algumas lentes zoom apresentam dois valores de abertura. Isso quer dizer que na menor distância focal (17mm) essa lente tem abertura 4 e na maior distância focal (85mm) essa lente tem abertura de 5.6.

O valor que está escondido é provavelmente f/22 ou f/29, que é normalmente a menor abertura de todas as lentes. Isso quer dizer que qualquer lente pode fechar o diafragma bastante.

Existem lentes mais claras e mais escuras. Não existem valores fixos pois a claridade da lente depende da comparação com outras lentes de mesma distância focal, mas normalmente é assim:

Lentes claras (também chamadas de lentes mais rápidas)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 100, 35mm, f/1.4, 1/320segfoto por claudia regina

  • Normalmente possuem abertura máxima entre f/1.4 e f/2.8
  • Boas para: pouca iluminação (entra bastante luz) e retratos (faz desfoques.)
  • Nas super teleobjetivas uma abertura de f/4 já é considerada bem clara.

Lentes escuras

  • Normalmente acima de f/5.6
  • Boas para: larga profundidade de campo e quando você não precisa fotografar em situações críticas de luz
  • Observação: ninguém gosta de lentes escuras, afinal qualquer lente pode ficar escura só fechando o diafragma, o que faz das lentes claras mais versáteis.

Lentes mais específicas

Macro

Você pode fazer fotos bem de pertinho. As lentes Macro são usadas para fotografar insetos e outros objetos e detalhes bem pequenos. Ao comprar a lente procure pela palavra “Macro” na sua descrição e também pelo mínimo de distância de foco (minimum focusing distance) e ampliação (magnification.)

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

ISO 800, 60mm, f/11, 1/30segfoto por santiago antonio castro – CC

Fisheye

Essas lentes são grande angulares que fazem ainda mais distorção nas fotos, resultando em uma aparência circular.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

Essas são algumas das principais características de lentes fotográficas e são um bom começo para você escolher a sua! As várias opções, siglas e números parecem assustadores no início, mas a gente se acostuma rapidinho a entender o que cada coisa quer dizer =)

Tipos de Lentes Fotográficas, suas Funções e Aplicações

  • Lentes fotográficas são equipamentos altamente complexos, compostos por dezenas de partes móveis e fixas.
  • Elas têm diversas camadas de vidro, revestimentos de alta tecnologia, materiais nobres, partes eletrônicas para foco automático, compensação de vibração, montagem e construção especializada…
  • Estes são apenas alguns dos aspectos que nos permitem classificar os tipos e escolher lentes para uso em projetos fotográficos.
  • Com tamanha diversidade, podemos classificar e escolher os tipos de lentes de acordo com:
  1. Distância focal e ângulo de visão
  2. Poder de zoom
  3. Uso especial (olho de peixe, macro e tilt and shift)
  4. Focagem (automática ou manual)
  5. f-stop e velocidade (rápida e “lenta”)

O objetivo deste artigo é esclarecer, para fotógrafos principiantes e amadores, as aplicações mais comuns de diversos tipos de lentes e suas classificações formais.

Ao ler este texto, tenha em mente que nosso objetivo não é responder à pergunta “Qual lente comprar?”, mas sim dar uma visão geral de possibilidades de uso, funções de cada lente, dos prós e contras de cada uma.

Responder à pergunta: “Qual lente comprar?” de forma genérica é impossível. A escolha da lente depende do uso e do estilo que o fotógrafo tem, do projeto em que está trabalhando e, principalmente, do seu orçamento.

Conteúdo

1- Classificação de lentes pela distância focal e ângulo de visão – funções e aplicações

Abaixo temos uma tabela que mostra uma classificação possível de lentes primárias para sensor full frame de acordo com as suas distâncias focais.

Note que diferentes fabricantes adotam diferentes terminologias/nomenclaturas para diferentes distâncias focais (não há uma convenção universal) e que lentes para sensores menores do que full frame não foram consideradas nesta tabela classificatória.

Leia também:  Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?
Tipo de Lente Distância Focal
(para sensor full frame)
Aplicações comuns
Olho de peixe Até 16 mm(1) especializada, criativa
Super grande angular Até 24 mm paisagens, arquitetura e interiores
Grande angular Até 35 mm paisagens, arquitetura e interiores
Normal 40 mm(2) a 85 mm retratos
Telefoto média 75 mm(3) a 300 mm retratos, esportes, vida selvagem
Super telefoto Mais de 300 mm esportes, vida selvagem

(1) Nikon AF Fisheye-Nikkor 16mm f/2.8D
(2) Canon EF 40mm f/2.8 STM
(3) Leica SUMMARIT-M 75 mm f/2.5

Nesta tabela consideramos que qualquer lente olho de peixe (até 16mm) pode ser também classificada como uma lente super grande angular (até 24mm). Da mesma forma, qualquer lente super grande angular também pode ser considerada uma lente grande angular (até 35mm). Assim, lentes olho de peixe e super grande angulares podem ser classificadas como subcategorias de lentes grande angulares.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

A situação fica mais complicada quando os fabricantes tentam classificar suas lentes de zoom como grande angulares ou normais. Devido à versatilidade das lentes de zoom, elas podem ser classificadas da forma que o fabricante achar mais conveniente.

Por exemplo, uma lente de 24-70mm é versátil o suficiente para produzir fotografias que uma lente super grande angular, grande angular ou normal produzem. Mesmo assim, fabricantes costumam classificar esta lente como normal.

Note também que uma lente de 85mm pode ser classificada tanto como normal ou telefoto média. Isto porque, neste caso, a classificação passa a depender não apenas da distância focal, mas também da disposição dos seus elementos internos.

Exemplos de preços de lentes Super grande angulares

Os seguintes são links patrocinados e servem para mostrar uma certa variação de preços para lentes super grande angulares. Dentre a lista a seguir, a unica lente rápida é a Sigma f/1.4, todas as outras são semi profissionais.

Exemplos de preços Lentes normais primárias

Os seguintes são links patrocinados e servem para mostrar a variação de preços para lentes primárias normais, muito utilizadas para retratos. Dentre a lista a seguir não incluímos nenhuma lente profissional. Todas são opções semi profissionais, modelos de entrada.

2- Classificação de lentes por zoom

A tabela abaixo classifica as lentes de acordo com o seu poder de zoom.

Primária 1x
Zoom Mais de 1x até 5x
Superzoom Mais de 5x

Apesar de lentes de superzoom serem muito versáteis e cobrirem uma gama variada de usos, as imagens que elas produzem são de qualidade inferior às de uma lente primária.

Quando comparadas a fotografias tiradas por lentes de zoom e superzoom, fotos feitas por lentes primárias geralmente são mais nítidas, apresentam menos aberrações esféricas e cromáticas, têm melhor contraste, menor vinheta e menos distorção.

Lentes de superzoom não são lentes profissionais. Geralmente apresentam pior vedação e são construídas com materiais de menor qualidade do que lentes de zoom e primárias.

Lentes primárias têm apenas uma distância focal, enquanto lentes de zoom e superzoom têm distâncias focais variáveis.

Lentes de superzoom são consideradas por muitos fotógrafos boas opções para fotografia de viagem. Como cobrem diversas distâncias focais, podem eliminar a necessidade de carregar diversas lentes na bagagem. Além disso, reduzem a necessidade de ficar trocando de lente frequentemente.

O seguinte vídeo mostra o mecanismo de uma lente de zoom básica da Nikon (18-55mm):

3- Tipos, aplicações e funções de lentes especializadas

Lentes de macrofotografia, tilt and shift e olho de peixe geralmente são classificadas como lentes especiais devido aos seus usos mais restritos, criativos ou técnicos.

Lentes de macro

Lentes de macrofotografia são classificadas desta forma por possibilitarem uma magnificação de 1x (taxa de reprodução de 1:1).

Sua classificação independe da sua distância focal. Ou seja, lentes de diversas distâncias focais podem ser classificadas como lentes de macro desde que proporcionem magnificação de 1x ou maior.

Aplicações – funções: Lentes de macro são a escolha número um para quem quer fazer macrofotografia de produtos, natureza, criativa etc. Além disso, podem ser ótimas lentes para retrato.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia? Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

Quanto custa uma lente de macro

O preço pode variar, mas como lentes de macrografia são especializadas, elas tendem a ser mais caras do que aquelas primárias comuns ou lentes semi-profissionais. Veja a seguir uma lista com links patrocinados para entender seus preços.

Lentes olho de peixe

Estas lentes permitem ângulos de visão de 180o ou mais. Para tanto, causam distorção significativa em fotografias.

São facilmente reconhecíveis pela lente curva que têm na frente, que por ser muito exposta é suscetível a impactos, arranhões e marcas de dedos. Por isto, tenha muito cuidado ao manusear e armazenar.

Aplicações – funções: Estas lentes têm potencial para uso técnico, como em aplicações para meteorologia, astronomia e criação de ambientes virtuais (tour virtual). Mas seu uso mais comum é para fotografias criativas e com distância hiperfocal curta.

  1. São especialmente conhecidas por criar um efeito de vastidão, distância e amplitude em espaços internos (objetos próximos da câmera parecem estar posicionados a uma distância maior do que a real).
  2. Se a distorção for corrigida parcialmente no pós-processamento, fotografias de paisagem feitas com lentes olho de peixe têm efeitos únicos.
  3. Algumas destas lentes geram imagens esféricas, com vinheta muito grande nos cantos e arestas das fotos, enquanto outras geram fotografias com formato retangular.
  4. Antes de comprar, vale a pena conferir exemplos de fotos de determinado modelo de lente, para não se arrepender depois.
  5. Outra informação extremamente importante, antes de comprar um lente tipo olho de peixe, verifique se ela foi projetada para funcionar com câmeras tipo full frame ou cropadas (semi-profissionais).
  6. Isto é porque o seu efeito de distorção e amplitude só funciona no tipo de câmera para qual foi projetada. 

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia? Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia? Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

Quanto custa uma lente olho de peixe

  • As lentes tipo olho de peixe também são especializadas, portanto, tendem a ter um preço maior do que as semi-profissionais.
  • Devido a sua curvatura maior, tendem a ter aberrações cromáticas significativas, mesmo longe dos cantos das fotos. 
  • Por isso, vale a pena pesquisar melhor sobre as aberraçõs cromáticas antes de comprar. 
  • Os seguintes links patrocinados ajudam a verificar preços comuns para este tipo de lente especializada:

Lentes tilt and shift

Lentes altamente especializadas de foco manual. Estas lentes literalmente “dobram e deslizam”.

Aplicações – funções: São ótimas lentes para fotografar arquitetura, pois têm a capacidade de remover por completo problemas de paralelismo da fotografia.

Lentes de tilt and shift também são utilizadas para fotografar panoramas sem precisar mover a câmera (apenas deslizando a lente), produzindo fotografias que podem ser colocadas lado a lado sem problemas de distorção.

Fotos produzidas com estas lentes também são reconhecidas pelo efeito de “miniaturizar cidades”. Este efeito pode ser simulado relativamente bem no Photoshop.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

flickr photo by Ellen Pabst
Esta foto foi tirada com uma lente regular, e o efeito tilt and shift foi adicionado no Photoshop no pós-processamento.

Leia mais sobre lentes Tilt and Shift aqui: Canon Lenses – the Power of Tilt-Shift (em inglês)

4- Classificação e escolha por focagem

Lentes podem ainda ser classificadas como dois tipos: lentes de foco automático ou de foco manual.

Lentes de foco automático dominaram o mercado devido à sua facilidade de operação, rapidez e precisão de focagem. Estas lentes são relativamente recentes. Há não muito tempo atrás, lentes de focagem manual eram a única opção dos fotógrafos.

Apesar da praticidade extrema de se trabalhar com lentes de foco automático, atualmente, as lentes de focagem unicamente manual continuam sendo fabricadas e vendidas.

Alguns motivos e vantagens listadas abaixo mostram porque estas lentes manuais ainda fazem sucesso com alguns fotógrafos:

  • Construção simples e menos eletrônica – maior durabilidade, menos manutenção: Eletrônica é motivo comum de falha de muitas lentes. Ter uma lente apenas mecânica representa uma redução na probabilidade de falha.
  • Leveza: Menos componentes móveis e estáticos responsáveis pela focagem automática, como engrenagens, deixam estas lentes mais leves do que as suas rivais de foco automático.
  • Preço: Menos mecanismos internos significam menor custo de produção e menor custo de inspeção antes de liberar estas lentes da fábrica. Por isto, quando elas chegam às lojas, as lentes manuais vão ser mais baratas que as lentes de autofoco.
  • Menor consumo de bateria: Parte considerável do consumo de energia de uma câmera é por causa da movimentação automática de partes da lente para focagem automática. Ao utilizar uma lente manual, o consumo de energia é minimizado.
Leia também:  Como Saber O Estilo De Cabelo Que Combina Comigo?

5- Classificação de lentes por f/stop e velocidade

  1. (adicionado em 24/Dez/2016)
  2. Lentes podem também receber uma classificação informal de “lente rápida”, dependendo da maior abertura do seu diafragma.
  3. Uma lente rápida é aquela que consegue uma abertura maior do diafragma (menor valor de f/stop), quando comparada com outros modelos de mesma distância focal.

  4. Quanto maior a abertura do diafragma, mais luz pode passar através lente para o sensor, e daí que vem o nome desta classificação informal: rápida = menor tempo de exposição necessário
  5. Na tabela abaixo, veja três exemplos de lentes que podem ser encontradas à venda, em seus modelos “lentos” e “rápidos”.

Distância
focal
Abertura máxima
para modelo
de lente “rápida”
Abertura máxima
para modelo
de lente “lenta”
50mm f/1.2 ou f/1.4 f/1.8
24-70mm f/2.8 f/4
400mm f/2.8 f/4 ou f/5.6

As lentes rápidas são voltadas para fotógrafos profissionais  e amadores dispostos a gastar mais, para ter maior nitidez e resolução nas suas fotografias.

Apesar dessas lentes gerarem fotografias mais nítidas, elas são mais pesadas e maiores do que as lentes “lentas”.

→ Veja mais em: Lentes Rápidas

24 partes da câmera que todo fotógrafo iniciante deve conhecer

Não importa quanto tempo você tem sua câmera digital, há sempre algo a aprender. E se você acabou de comprar sua primeira câmera, a curva de aprendizado pode parecer um tanto íngreme.

Neste tutorial, originalmente publicado no site Digital Camera World, vamos ajudá-lo a tirar o máximo de sua câmera DSLR, explicando algumas das características chaves da câmera que são encontradas em quase todos os modelos. Aprender esses recursos da câmera no início de seu desenvolvimento vai evitar alguns dos erros comuns e ajudar a fazer melhores fotos.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

PARTE FRONTAL

  1. Redução de olhos vermelhos

Para evitar que o flash reflita na retina das pessoas, causando olhos vermelhos, esta lâmpada irá emitir um pequeno brilho de luz para fazer as pupilas da pessoa encolher antes do flash principal. A lâmpada também funciona como um indicador de contagem regressiva do temporizador.

No modo de foco automático (AF – Auto Focus), este anel gira até que a câmera tenha feito o foco sobre o assunto. No modo de foco manual, você pode girar o anel de foco com a mão para focar um assunto específico, olhando pelo visor até conseguir o foco desejado.

Gire este anel no sentido horário para diminuir o zoom numa visão grande-angular. Gire-o anti-horário para aumentar o zoom, para um close-up em seu assunto (apenas em lentes zoom, obviamente).

Ao fotografar usando o Creative Zone ou modos manuais, você pode usar o flash incorporado que se abre pressionando aqui.

Deixe em AF (Foco Automático) se você quer a câmera faça o foco automático, feito com uma leve pressão no botão de disparo. Acione o interruptor para MF (Foco Manual) quando você quiser controlar o foco. No modo MF, você ainda pode usar os pontos AF no visor para informá-lo quando o assunto está em foco.

As lentes com IS (Estabilizador de Imagem) são projetadas para parar o desfoque causado pela trepidação da câmera (o que é especialmente perceptível quando você está dando zoom em um assunto distante). As lentes Nikon têm um interruptor semelhante chamado VR (Redução da Vibração).

A maioria das câmeras como a Canon 500D (da foto acima) podem gravar vídeo. O som é gravado através de um microfone como este (embora ele também vá gravar ruídos de manuseio da câmera, como o anel de zoom sendo rodado).

  1. Preview de Profundidade de Campo

Pressionando aqui, você pode reduzir a abertura atual da lente. É possível, então, visualizar o quanto da imagem vai estar em foco olhando através do visor ou verificando o modo Live View.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

PARTE TRASEIRA

  1. Botão de compensação de abertura/exposição

No modo Manual, mantenha este botão apertado e gire o dial principal para abrir ou fechar a abertura (diafragma). Em alguns outros modos (como Aperture Value), você pode configurar a câmera para abrir ou fechar uma parada (stop) usando este botão e o mostrador principal.

Pressione este botão, depois gire o dial principal para selecionar quais pontos do foco automático a câmera usará. Ele também permite que você aumente o zoom em uma imagem quando reproduzi-la no LCD da câmera.

Este botão permite bloquear a exposição da câmera, uma vez que você tenha feito a leitura de iluminação da cena. Você também pode usá-lo para reduzir o zoom de uma imagem quando é visualizada no LCD, no modo de reprodução. Ele também permite que você foque ao usar o Live View.

Pressione aqui para exibir o que a câmera vai capturar na tela LCD. A maioria das novas câmeras têm uma função LCD ao vivo, o que evita que você tenha que olhar pelo visor.

Estes botões principais cruzados permitem que você navegue pelos menus da câmera e sub-menus. Você pode, em seguida, pressionar o botão “Set” para selecionar uma configuração específica no menu. A Nikon chama esses botões de multi-seletor. Cada botão também funciona como um atalho para funções populares como WB (Balanço de Branco) ou AF (foco automático).

  • Este botão permite que você altere de disparo único para o modo de disparo contínuo (ou alterar as definições de auto-temporizador).
  • O botão de reprodução permite que você revise as fotos que você capturou e que estão no cartão de memória da câmera.
  • O símbolo da lata de lixo é universal; ele permite que você exclua o arquivo que está atualmente visualizando na tela LCD da câmera.

Clique aqui para acessar uma vasta gama de menus e sub-menus, para que você possa alterar as configurações de acordo com suas necessidades. Este botão permite acessar e alterar as configurações de qualidade da imagem, por exemplo.

Como Saber Qual É O Nome Da Lente Fotografia?

PARTE SUPERIOR

Quando não há luz o suficiente disponível para capturar uma exposição decente, a sua DSLR permite abrir um flash embutido pop-up para iluminar algumas situações. Se não há luz suficiente para o foco automático, a unidade de flash também pode fazer um disparo de luz para ajudar, chamado de luz auxiliar AF.

Pressione este botão até o fim para fazer a foto. Pressione-o de leve, a meio caminho, para fazer o foco e a leitura de iluminação da cena. Também pressione aqui para tirar a câmera do modo de espera.

Leia também:  Como Saber Quando Uma Gata Vai Parir?

Girar esse dial permite configurar manualmente a abertura ou a velocidade do obturador da câmera. É chamado de seletor de comando em uma Nikon.

Clique aqui para escolher uma velocidade ISO. Você pode, por exemplo, usar o dial principal para selecionar uma velocidade ISO mais sensível à pouca luz. Você também pode definir a velocidade ISO manualmente passando pelo sistema de menu na maioria das SLRs digitais e câmeras compactas.

Desligue a câmera quando não estiver em uso (embora ela caia em modo de espera automaticamente para economizar energia depois de 30 segundos).

Gire este dial para escolher um modo de disparo. A câmera irá definir o ajuste de abertura e velocidade do obturador apropriados (assim como a cor de processamento em diferentes maneiras, dependendo do modo). Existem modos de fotografia básica para cada tipo de assunto (como retrato e paisagem).

Você possa montar um flash dedicado no topo da câmera, para iluminar objetos um pouco mais distantes – e realizar disparos de flash mais criativos e eficazes.

AS LENTES E SUAS CARACTERÍSTICAS – “A DISTANCIA FOCAL”

Eu estou escrevendo uma série de posts sobre ” A Linguagem Narrativa do Cinema e da Fotografia “, onde já vimos assuntos relacionados com enquadramento e composição do quadro.

Mas para esta série ter uma sequencia lógica, bem educativa e didática, eu me senti na obrigação de fazer um parêntese e fazer uma série paralela de posts explicando as lentes e suas características.

No post de hoje eu vou abordar os seguinte tema  ” a distancia focal “.

Obs.: Antes de começar  a descrever sobre a distancia focal, eu quero falar sobre a nomenclatura  “Lente“. É muito comum chamar uma objetiva de uma câmera de lente.

Mas o correto  é que as lentes são os elementos óticos, feitos de vidro ou materiais plásticos, como o acrílico ou policarbonato, que são utilizados nas objetivas, nos óculos, microscópios, telescópios, etc..

A objetiva é um acessório da Câmera Fotográfica ou Câmera de Vídeo, que é um dispositivo  ótico composto por um conjunto de lentes responsáveis pelo processo de focalização, angulação do enquadramento e pela qualidade ótica da imagem. Deste conjunto de lentes componentes de uma objetiva, resultará distancia focal, a qual será a distancia focal da objetiva.

Lente para Câmeras

Lente – Arri Anamórfica.

Popularmente em todo mundo, as objetivas são chamadas de lentes, então vamos falar um pouco sobre elas. Vários fatores contribuem para uma boa imagem fotográfica e a associação destes fatores vão determinar qual a qualidade que aquela determinada cena ou fotografia obterá. Além do tamanho  sensor (CCD ou CMOS), de sua sensibilidade e resolução, um outro fator bem importante e o conjunto ótico utilizado. Eu estou me referindo sobre as lentes fotográficas. Muita gente não se da conta, mas uma lente ruim pode comprometer uma fotografia, um vídeo, enfim uma produção seja ela do tamanho que for. Vários detalhes definem o nível de qualidade de uma lente,  os principais são: a qualidade do cristal utilizado, a sua lapidação, o seu polimento, a sua luminosidade, as aberrações ótica e cromática e a sua montagem ( se a objetiva e montada com material plástico ou com metais nobres ou também se refere qual o bocal ela utiliza). O problema é que quanto mais qualidade a lente possuir, infelizmente mais cara ela é!

Distancia Focal

A Distância Focal é uma característica muito importante da objetiva. Porque é a partir dela que o profissional de fotografia (Fotógrafo, Diretor de Fotografia, Cinegrafista, etc.)  define,  qual o campo de visão deseja trabalhar, qual o tamanho do quadro, se maior ou menor aproximação.

por exemplo, a maior ou menor aproximação de uma imagem, ou ainda escolhe o campo de visão que deseja trabalhar.

 A distancia focal de uma lente é determinada pela distância em milímetros, entre o ponto de convergência da luz até o ponto do sensor ou filme nas Câmeras de Fotografia ou Câmeras de Vídeo.

Distancia Focal

Quanto maior for a distância focal, menor será o ângulo de visão da imagem e maior será a “aproximação” dos objetos focalizados, devido ao corte realizado. Cada tipo de objetiva recebe um tipo de classificação determinando qual é a sua distancia focal:

Lente Normal 

São objetivas na grande maioria das vezes, formada por cinco ou seis elementos (lentes), e suas aberturas máximas do diafragma, geralmente são maiores a distancia focal de uma lente normal é a 50mm. Com um campo de visão da ordem de 50°.

 São chamadas de “normais a porque a imagem projetada tem distorção perspectiva muito próxima da distorção perspectiva do olho humano. Teoricamente reproduz o mesmo ângulo de visão do olho humano, mas somente um dos olhos, esquerdo ou direito.

Objetiva (lente) 50mm -Normal Lente Normal Lente Canon 50mm

As Lentes Grande Angular e Lentes Grande Angular Olho de Peixe (Fish Eye)

São objetivas que apresentam distâncias focais menores que, quando radicais, levam o nome de Lente olho-de-peixe (Fish Eye). Com um grande campo de visão que pode ser desde a ordem de 180°, como em objetivas “olho de peixe”, como 60°.

 Uma característica marcante é a tendência de causar distorções dos planos, sensação de prolongamento, onde objetos ou pessoas que estejam mais próximos a elas apareçam maiores do que aquilo que estiver mais distante.

E outra característica é que a focalização é muito mais fácil, pois possui um grande ângulo de visão. Também possui naturalmente uma profundidade de campo muito maior.

Grande Angular Objetiva Grande Angular (Fish Eye) Objetiva Grande Angular (Fish Eye) Lente Nikon 24mm Lente Rokinon 8mm (Fish Eye)

As Lentes Teleobjetiva

A Lente Teleobjetiva distancias focais maiores do que as objetivas normais. A característica mais marcante no uso destas objetivas é a produção de imagens ampliadas e um aparente “achatamento” nos planos da imagem.

Isto porque elas são produzidas para observar ou fotografar objetos numa distância mais elevada, e assim as distâncias relativas entre os objetos se tornam menores.

Justamente por buscar imagens de objetos mais distantes, a focalização é mais crítica e difícil de ser feita, exigindo muita atenção de quem a utiliza. E também tem menor profundidade de campo.

Lente Teleobjetiva Lente Teleobjetiva Lente Teleobjetiva Canon 400mm

As Lentes Zoom

As objetivas normalmente possuem distância focal fixa, porém, em algumas delas, é possível  movimentar  internamente as lentes que a compõem de forma que a sua distância focal  varie, permitem a mudança da distancia focal num instante, sem precisar a troca constante das lentes, fazendo assim o papel de vários tipos de objetivas. Por exemplo:

  • Grande Angular-normal /  Normal-Teleobjetiva / Grande Angular-Teleobjetiva

Lente Objetiva Zoom

As Lentes Macro ou Micro (Close-Up)

As Lentes Macro são objetivas projetadas para focalizar a distâncias curtas e fixas, em escala natural, algumas provocando o aumento de 10 vezes do tamanho natural.

Apenas as lentes macro, possibilitam uma aproximação rica em detalhes. As lentes macro normalmente  vêm em três distancias focais 50mm, 90mm. e a tele objetiva de 180mm.

Mas as lentes macros também são produzidas em várias distancias focais e inclusive alguns modelos de objetivas zoom possuem macro.

Série de Lentes Macro – Canon

Nas imagens abaixo você vai poder ter uma noção geral da Lente para Câmeras com suas distancias focais:

Distancia Focal Distancias Focais

  • Espero que vocês tenham gostado, no próximo post eu vou dar continuidade com esta série sobre lentes e vou escrever sobre as lentes de cinema:  “Prime Lens”.
  • Abração a todos e até o próximo post!
  • Fernando Rozzo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*