Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Seu iPhone está apresentando comportamento estranho? Pode ser um vírus. Embora os vírus de iPhone sejam raros, esse modelo tão famoso de celulares não está totalmente imune. Se acha que seu iPhone pode estar com um vírus, você está na página certa.

Neste artigo, discutiremos:

  • Se (e como) iPhones podem ser vítimas de vírus
  • Como identificar se seu iPhone está com vírus
  • Como remover um vírus de seu iPhone
  • Como proteger seu iPhone usando o Kaspersky Security Cloud for iOS

Os iPhones também podem ser vítimas de vírus?

Felizmente para os fãs da Apple, os vírus de iPhone são extremamente raros, mas não impossíveis.

Embora o iPhone em geral seja seguro, uma das maneiras de deixá-lo vulnerável a vírus é por meio do “jailbreak”.

O jailbreak do iPhone é mais ou menos como um desbloqueio, mas menos legítimo. Ele envolve a obtenção de privilégios de raiz, os quais ignoram as restrições de segurança que normalmente limitam o funcionamento do software no dispositivo. A Apple condena da prática de desbloqueio por jailbreak e busca corrigir as vulnerabilidades em iPhones que permitem que esse procedimento seja feito.

A prática clandestina de desbloqueio por jailbreak em iPhones oferece aos usuários maior controle do sistema operacional. Eles podem, por exemplo, personalizar a aparência do sistema, excluir aplicativos nativos e baixar aplicativos de fora da App Store.

Isso pode parecer atrativo, mas o desbloqueio por jailbreak pode deixar o iPhone mais vulnerável. Na verdade, já existiram programas maliciosos que afetaram iPhones nessas condições.

Assim, embora a resposta para a pergunta “Os iPhones também podem ser vítimas de vírus?” seja “geralmente não”, já houve casos de iPhones infectados por vírus (ainda que raros e mais provavelmente em aparelhos desbloqueados por jailbreak).

Leia nosso artigo Você acha que iPhone é invulnerável? e saiba mais sobre outras ameaças à segurança que os usuários do iPhone podem enfrentar.

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Por que os vírus de iPhone são tão raros?

Os vírus são códigos de computador maliciosos que se replicam. Eles se espalham por todo o sistema e podem causar danos e excluir ou roubar dados.

Para se disseminar, um vírus de computador deve ser capaz de se comunicar com vários programas que compõem um sistema. No entanto, o sistema operacional usado pelo iPhone dificulta esse processo.

Isso porque a Apple projetou seu sistema operacional de modo que cada aplicativo seja executado em um espaço virtual separado. Basicamente, as interações entre aplicativos são restritas, o que dificulta a disseminação de um vírus.

Além disso, todos os aplicativos usados pelos usuários da Apple devem ser baixados da App Store, e a empresa tem um rigoroso processo para aprová-los. Portanto, é extremamente improvável que qualquer aplicativo infectado por malware seja disponibilizado para download.

Seu iPhone está com vírus?

Se o seu iPhone estiver apresentando um comportamento estranho, é mais provável que:

  • Haja um aplicativo defeituoso que precise ser atualizado ou excluído
  • Seu celular esteja ficando sem espaço na memória
  • A bateria precise ser trocada

Apenas em casos raros o problema é causado por um vírus. No entanto, é importante estar atento a alguns pontos. Para verificar se o seu iPhone está com vírus, responda a estas perguntas:

  • Você desbloqueou o dispositivo por jailbrake?

Se o iPhone tiver sido desbloqueado por jailbreak, ele estará mais vulnerável a vírus.

  • Você identificou aplicativos que não reconhece?

Aplicativos desconhecidos podem ser um indício de malware. Desinstale os aplicativos que você não reconhece.

  • Os aplicativos travam constantemente?

Quando isso acontece sem motivo, significa que o telefone pode estar infectado por malware.

  • Seu consumo de dados aumentou?

Um aumento no uso de dados que não pode ser explicado pelo uso diferente do telefone, pode estar sendo causado por malware.

  • A fatura de seu celular aumentou?

Alguns malwares enviam mensagens para serviços premium. Se você perceber um aumento inesperado em sua fatura, o motivo pode ser um malware.

  • Aparecem janelas pop-up quando o navegador é fechado?

Se estiver tudo bem com o iPhone, isso não deve acontecer. Janelas pop-up que aparecem quando o navegador é fechado são um sinal de malware.

  • A bateria acaba muito rápido?

Um malware pode esgotar sua bateria. Se você precisa recarregar a bateria o tempo todo, talvez o telefone esteja infectado.

  • O aparelho está superaquecendo?

Se o celular estiver esquentando mais do que o normal, isso pode ser um sinal de atividade de malware.

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Como remover um vírus do iPhone

Você acha que seu iPhone foi infectado por um vírus? Se estiver infectado, veja como remover vírus de iPhones manualmente:

  1. Exclua os aplicativos que parecem suspeitos
    Exclua todos os aplicativos que você não reconhece ou os que baixou na época em que o problema começou.
  2. Limpe seus dados e históricos
    Acesse o Safari nas configurações. Toque na opção para limpar o histórico e os dados de sites.
  3. Desligue e reinicie o aparelho
    Segure o botão de liga/desliga e deslize para desligar. Em seguida, pressione o botão novamente para reiniciar. Isso pode corrigir o problema. Mas, caso o problema persista, vá para a Etapa 4 a seguir.
  4. Restaure o telefone a partir de um backup anterior
    Continue tentando usar versões de backup anteriores até encontrar uma que não apresente o problema e esteja livre de malware.
  5. Restaure as configurações de fábrica
    Se todas as sugestões falharem, restaure o telefone para as configurações de fábrica, mas não se esqueça de fazer backup dos arquivos antes. Para isso, acesse Ajustes > Geral > Redefinir > Apagar Conteúdo e Ajustes.

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Como proteger seu iPhone

Agora você já sabe como os iPhones podem ser infectados por vírus e como remover manualmente um malware. Mas, afinal, você sabe como impedir que seu iPhone seja infectado por um malware?

Aqui estão algumas das principais dicas para manter seu telefone livre de vírus:

Baixe o Kaspersky Security Cloud for iOS

Proteja seu telefone com o Kaspersky Security Cloud for iOS. Ele oferece melhorias de segurança essenciais. Por exemplo, notificações sobre incidentes de segurança relevantes e uma ferramenta que verifica a existência de configurações fracas do sistema.

Baixe aplicativos somente da App Store

A Apple tem um rigoroso processo de verificação dos aplicativos. Se um aplicativo está na App Store, isso significa que é altamente improvável que ele contenha malware.

Verifique quem é o desenvolvedor nas descrições do aplicativo na App Store

É sempre aconselhável verificar na descrição quem desenvolveu o aplicativo que você está prestes a baixar.

Leia as avaliações dos usuários do aplicativo

Sempre leia as avaliações que outros usuários fizeram do aplicativo. Lembre-se de que avaliações reais normalmente apontam as vantagens e as desvantagens dos produtos.

Verifique o número de downloads do aplicativo

É menos provável que aplicativos com milhões de downloads contenham malwares.

Verifique as permissões solicitadas pelo aplicativo

Quais permissões o aplicativo está solicitando? Elas parecem razoáveis? Se o que está sendo solicitado parece suspeito, evite baixar o aplicativo. Caso já esteja instalado, remova-o.

Não clique em links não verificados

Marque todos os e-mails de spam como lixo eletrônico e evite abri-los. Se você acidentalmente abrir um e-mail de spam, tome cuidado para não clicar nos links.

Mantenha o sistema operacional atualizado

Atualize o sistema operacional com frequência. Isso garante que seu celular fique protegido pelas atualizações de segurança mais recentes da Apple.

Mantenha os aplicativos atualizados

Atualize todos os aplicativos regularmente: isso reduz as chances de criminosos explorarem vulnerabilidades nos aplicativos a fim de comprometer a sua segurança.

Tenha cuidado ao usar redes Wi-Fi gratuitas

Evite fazer compras e operações bancárias on-line em redes públicas.

Leia também:  Como Saber Se Tenho Que Pagar Imi?

Se você precisar acessar uma rede Wi-Fi gratuita, use uma conexão de VPN, como o Kaspersky Secure Connection. Ele protegerá a sua conexão criptografando seus dados.

Para que se expor a riscos? Proteja seu iPhone hoje mesmo. Baixe o Kaspersky Security Cloud for iOS.

Kaspersky

Iphone pega vírus? Respondemos a essa pergunta e explicamos como limpar vírus do seu iPhone. Leia agora e saiba como proteger seu iPhone.

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Como saber o país/região de origem do seu iPhone

Ensinamos aqui, neste outro artigo, que é possível saber a classificação do iPhone (novo, substituído, recondicionado ou personalizado) através do código de modelo encontrado nos Ajustes. Agora, mostraremos que esse código também indica o país/região para qual o aparelho foi destinado a ser vendido.

Veja também:

  • Dicas para usar melhor o Safari
  • Conheça nosso canal no Telegram

Para identificar o país de origem do seu iPhone basta acompanhar os seguintes passos.

1º ⇒ Vá em Ajustes » Geral » Sobre:

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

2º ⇒ Encontre o código de Modelo do seu dispositivo:

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

3º ⇒ Atente-se à(s) última(s) letra(s) antes da barra ‘/’ no código de modelo, pois ali mostra o país/região de venda do iPhone:

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

O iPhone do exemplo acima possui o código BZ, o que significa que ele foi vendido no Brasil e montado na China.

Veja abaixo uma tabela com os códigos e respectivos países/regiões:

Código
Região
AB

B

BR

BZ

C

CH

CZ

D

DN

E

EE

FB

FD

GR

HN

IP

HB

J

KN

KS

LA

LE

LL

LZ

MG

NF

PL

PO

PP

RO

RS

SL

SO

T

TA

TU

X

Y

ZA

ZP

Egito, Jordânia, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos
Irlanda, Reino Unido, também usado para alguns aparelhos de substituição
Brasil (montado no Brasil)
Brasil (montado na China)
Canadá
China
República Checa
Alemanha
Áustria, Alemanha, Países Baixos
México
Estônia
França, Luxemburgo
Áustria, Liechtenstein, Suíça
Grécia
Índia
Itália
Israel
Japão
Noruega
Finlândia, Suécia
Colômbia, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Peru
Argentina
Estados Unidos
Chile, Paraguai, Uruguai
Hungria
Bélgica, França, Luxemburgo
Polônia
Portugal
Filipinas
Romênia
Rússia
Eslováquia
África do Sul
Itália
Taiwan
Turquia
Austrália, Nova Zelândia
Espanha
Singapura
Hong Kong, Macau

Qual iPhone eu tenho? Esta é a maneira fácil de descobrir

  • Esta página foi traduzida usando IA e aprendizado de máquina.
  • (Pocket-lint) – O iPhone mudou muito desde seu primeiro lançamento em 2007, mas isso não significa que seja fácil distinguir um iPhone do outro.
  • Aqueles de vocês que não prestam muita atenção a todos os eventos da Apple não serão capazes de ver as diferenças de nuances entre os 25 modelos diferentes de iPhone que foram lançados desde 2007.

No entanto, cada iPhone tem seu próprio número de modelo A. Em modelos mais antigos, o número A está impresso na parte de trás do próprio telefone em letras pequenas.

Mas desde o iPhone 8 / iPhone X e depois em 2017, a Apple não o coloca mais na parte de trás. Se você tem um iPhone mais recente, pode encontrar o número no aplicativo Ajustes.

Você encontrará o número do modelo A do seu iPhone estampado na parte de trás do dispositivo. Vire-o e procure o identificador “Model AXXXX”. Ele estará em letras pequenas abaixo do rótulo “iPhone”.

Um iPhone 5C, por exemplo, pode ter um número A de “Modelo A1532”. Com o iPhone X e o iPhone 8, a Apple decidiu parar de carimbar o número A nas costas. Continue lendo para descobrir o que fazer nesse caso.

Apple

Na verdade, se você não consegue ler o texto na parte de trás de um iPhone ou se ele não está lá, basta iniciar o aplicativo Ajustes e navegar até Geral> Sobre> Modelo.

A partir daí, toque uma vez em Modelo para revelar o número do modelo A do telefone. Além disso, você pode encontrar o tamanho aproximado da capacidade de armazenamento do seu iPhone (16 GB, 32 GB, 64 GB, 128 GB, etc) abrindo o aplicativo Ajustes no iOS e navegando até Geral> Sobre> Capacidade.

Como Saber Qual É O Meu Iphone? O fiapo de bolso planta mais 1.000 árvores com o Resideo Por Stuart Miles · 29 Abril 2021

Se você tiver o número do modelo A do seu iPhone, combine-o com o modelo de iPhone correspondente nesta lista. Esse será o seu dispositivo. Se você não conseguir encontrar o número do seu modelo A aqui, então pode haver outra variante – tente encontrá-la na própria lista da Apple .

  • A2275, A2298, A2296 – iPhone SE (2ª geração)
  • A2160, A2217, A2215 – iPhone 11 Pro
  • A2161, A2220, A2218 – iPhone 11 Pro Max
  • A2111, A2223, A2221 – iPhone 11
  • A1920, A2097, A2098, A2099, A2100 – iPhone XS
  • A1921, A2101, A2102, A2103, A2104 – iPhone XS Max
  • A1984, A2105, A2106, A2107, A2108 – iPhone XR
  • A1865, A1901, A1902 – iPhone X
  • A1864, A1897, A1898 – iPhone 8 Plus
  • A1863, A1905, A1906 – iPhone 8
  • A1661, A1784, A1785 – iPhone 7 Plus
  • A1660, A1778, A1779 – iPhone 7
  • A1723, A1662, A1724 – iPhone SE (1ª geração)
  • A1634, A1687, A1699 – iPhone 6S Plus
  • A1633, A1688, A1700 – iPhone 6S
  • A1522, A1524, A1593 – iPhone 6 Plus
  • A1549, A1586, A1589 – iPhone 6
  • A1453, A1457, A1518, A1528, A1530, A1533 – iPhone 5S
  • A1456, A1507, A1516, A1529, A1532 – iPhone 5C
  • A1428, A1429, A1442 – iPhone 5
  • A1325, A1303 – iPhone 4S
  • A1349, A1332 – iPhone 4
  • A1325, A1303 – iPhone 3GS
  • A1324, A1241 – iPhone 3G
  • A1203 – iPhone

Escrito por Maggie Tillman. Edição por Dan Grabham.

Recomendado para você

O chip Apple U1 explicou: o que é e o que pode fazer? Por Maggie Tillman · 29 Abril 2021

[6 dicas] Como identificar um iPhone original?

Com a reinvenção do uso dos celulares provocada pelo lançamento do iPhone, em 2007, dá para compreender por que a Apple é vítima de falsificadores de smartphones, não é mesmo? O sucesso é tão grande que, em 2017, esse foi o aparelho tecnológico mais vendido no mundo, levando-se em conta as 223 milhões de unidades comercializadas!

Como os preços dos celulares são altos, o mercado paralelo se aproveita da popularidade da marca e fabrica itens falsificados bem mais baratos. Pensando nisso, preparamos 6 dicas para que você aprenda a reconhecer um.

Como Saber Qual É O Meu Iphone?

Também abordaremos como verificar aspectos na carcaça que apontam uma fraude e por que deixar de comprar o iPhone original pode trazer problemas para você. Continue a leitura e confira!

iPhone original ou falso?

A melhor forma de reconhecer um iPhone falsificado é conferir a validade dos números de série e de identificação, conhecido por IMEI.

Se você está na dúvida sobre a autenticidade de seu aparelho, vá a Ajustes > Geral > Sobre e encontre tais registros. Depois disso, acesse o site da Apple, no qual você checa a autenticidade do celular, seu modelo e se ele ainda está protegido pela garantia.

Para encontrar o IMEI, que é único em cada aparelho, faça o mesmo caminho. Ele está algumas posições abaixo do número de série. Se o celular for original, essa combinação será idêntica àquela que está na caixa e na bandeja do cartão SIM.

Quem gosta dos produtos da Apple sabe que eles custam caro, principalmente no Brasil. Por isso, não caia na tentação de comprar um item muito barato, fora dos padrões do mercado ou que apareça em banners de promoções suspeitas na internet.

O iPhone X, por exemplo, foi lançado por R$ 6.999,00 na Apple Store e custava R$ 6.000,00, em média, nas lojas de varejo. Preços muito abaixo disso podem indicar falsificação.

Leia também:  Como Passear Com Cachorro Que Puxa?

Mesmo que o aparelho seja original, pode ter sido roubado. Portanto, se você pretende adquirir um iPhone usado, tenha certeza da procedência dele. Como se trata de um dos objetos de consumo mais desejados por quem gosta de tecnologia, vale a pena ficar atento na hora de comprar um.

No início de 2018, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos prendeu um chinês que contrabandeou cerca de 40 mil iPhones piratas entre 2009 e 2014. Alguns anos antes, em 2015, uma fábrica que produziu milhares de iPhones falsos foi encontrada e fechada pelo governo na China.

A maioria das fabricantes clandestinas de iPhones utiliza o Android com a aparência customizada. Com uma observação mais atenta, porém, você pode descobrir se o sistema operacional utilizado é realmente o iOS.

Quem já conhece o funcionamento do iPhone original consegue perceber a falsificação rapidamente. A diferença na aparência da réplica do sistema é evidente, sendo que ela trava mais e a qualidade das imagens não é mesma.

Mas, para não restarem dúvidas, confira qual é o sistema em Ajustes > Geral > Atualização de Software. Outra dica para fazer essa verificação é reparar se, ao desligar e ligar o celular, o único símbolo que aparece é a maçã da Apple. Alguns falsificadores mantêm a inicialização do Android ou adicionam outras informações.

A Siri é uma tecnologia exclusiva da Apple e não funciona em aparelhos falsificados. Por isso, tente acioná-la. Se ela aparecer e ficar disponível, sem sumir logo depois, o modelo é original. Caso não seja iniciada, o celular é, provavelmente, falso.

A assistente virtual da Apple até pode desativada nos Ajustes, mas não é possível excluí-la.

Assim como a Siri, o leitor de digitais é uma tecnologia avançada e é improvável que itens falsificados a apresentem. A partir do iPhone 5S, todos os lançamentos contam com tal recurso.

Mesmo que a aparência do botão seja idêntica, confira se o aparelho responde às suas digitais quando você toca nele. Procure pela opção de configuração do Touch ID em Ajustes.

Ao observar melhor os detalhes, você consegue identificar aspectos que revelam que o celular não é original. Veja alguns exemplos abaixo.

A partir dos iPhones 7 e 7 Plus, por exemplo, a Apple modificou as entradas dos fones de ouvido. Antes, havia uma entrada P2, mas, desde a apresentação desses modelos, todos os iPhones lançados têm apenas a entrada lightning, na qual é possível conectar o carregador e o fone de ouvido.

Aparelhos falsificados deixam de lado essas questões. Então, essa é uma das oportunidades de descobrir se o item é falso.

Na traseira dos celulares Apple, há informações grafadas como os símbolos da Federal Communications Commission (FCC) e da Anatel, no caso dos modelos comprados no Brasil. Nos originais, esses dados se encontram perto da borda inferior; já nos itens piratas, eles ficam no centro do celular.

Veja também se o símbolo da maçã mordida (a marca da Apple) é brilhante. Ele precisa refletir como se fosse um espelho. Caso seja fosco, é provável que o celular tenha sido falsificado. Se as dúvidas persistirem ou você já tiver comprado o aparelho, procure por uma assistência técnica especializada, como a iHelpU, para avaliar o iPhone.

Comprar um iPhone falsificado pode trazer diversos riscos, inclusive para sua saúde. Todo telefone fabricado por empresas reguladas passa por rigorosos testes que comprovam sua segurança.

No caso dos falsificados, não há nenhuma garantia de que eles foram fabricados com materiais seguros. Além disso, adquirir um celular de origem duvidosa contribui para o financiamento do crime organizado e a sonegação de impostos.

Agora que você já sabe como identificar um iPhone original, não precisa ficar inseguro na hora de comprar um modelo, não é? Siga nossas dicas, cheque o número de série e o sistema operacional, escolha lojas confiáveis e desconfie caso algo pareça suspeito. Na dúvida, não vale a pena arriscar!

Precisa de uma assistência técnica especializada em produtos da Apple? Entre em contato com a iHelpU e confira nossas opções de conserto!

Quanto vale meu iPhone? Veja aqui uma tabela dos últimos modelos

Para quem se pergunta “quanto vale meu iPhone?” deve pensar muito bem antes de responder a essa pergunta. Pois certamente, você sabe quanto pagou nele, não é mesmo?

  • Mas provavelmente você nunca parou para analisar ou ter uma noção do quanto o seu aparelho valorizou ou desvalorizou desde a compra, estou errado?
  • Hoje nós vamos explicar a lógica por trás da precificação do seu iPhone, como saber quanto vale o seu aparelho e qual é a melhor opção de compra na hora de fazer um upgrade.
  • Queremos começar trazendo uma frase de um filósofo irlândes, chamado Edmund Burke, que diz “Não há conhecimento que não tenha valor”.
  • A importância de saber quando vale o seu celular está no fato que esse conhecimento garante o acesso a informações sólidas na hora de procurar o seu próximo aparelho iPhone.
  • Tem mais, respondendo a pergunta “quanto vale meu iPhone” você pode decidir se deseja vender ele, ou se quer manter o seu iPhone por mais tempo.
  • Se você escolher a segunda opção, contratar um serviço de proteção para o seu aparelho é uma ótima escolha – como é o caso dos seguros para smartphones.
  • Em resumo: se você quer economizar e quer ter ótimas informações no momento de negociar o seu iPhone atual, ou comprar seu próximo aparelho, leia este artigo!

Quanto vale meu iPhone?

Antes de mais nada, precisamos fazer uma análise sobre o valor dos nossos equipamentos. Afinal de contas, tudo o que nós comprados passa por uma desvalorização gradual ao longo do tempo, e convém entender em detalhes as razões para isso.

  1. Há, em resumo, duas categorias para uma desvalorização:
  2. Desinteresse do público pela solução oferecida pelo aparelho;
  3. Substituição da solução por uma opção mais prática, barata e moderna.

Ou seja, antigamente, uma máquina de escrever elétrica estava entre os melhores investimentos que um escritório poderia fazer. Contudo, essa solução foi substituída por uma opção mais prática, barata e moderna.

Por outro lado, ao se questionar quanto vale meu iPhone você pode chegar à conclusão de que o seu aparelho não foi substituído por uma opção mais barata. Contudo, desvalorizou pelo primeiro motivo: desinteresse do público na solução oferecida.

Então, sim, a velha máxima é verdadeira: novidades valem mais. Temos certeza que a sensação de exclusividade de obter um aparelho tão incrível na data do lançamento é algo que não entra no preço da revenda.

Resolvendo o problema: Quanto vale meu iPhone, afinal?

Muito bem, agora você já entendeu que parte do valor pago está associado com o momento da compra. Obter aquele produto, naquela data específica, tem um preço.

E isso não é exclusivo dos iPhones, todos os produtos são assim: smartphones no geral, carros, relógios, óculos, tênis e até mesmo camisetas.

Acontece que outros produtos possuem uma desvalorização menos acentuada. Óculos escuros, por exemplo, estão sempre com valores flutuando próximos ao valor da data do lançamento.

Isso faz com que os iPhones acabem se tornando “vilões”, aos olhos de quem não considera o custo dessa exclusividade inicial.

Mas, e quem deseja revender o iPhone ou quer apenas saber seu valor atual? Como encontrar um preço justo para o seu aparelho? Pensando nisso nós desenvolvemos a tabela PIPE. Criada para incluir uma lógica que faça jus ao valor real do aparelho, justificando o seu investimento.

Trocando em palavras simples: Nossa tabela PIPE existe com o objetivo é ajustar os valores atuais dos produtos no mercado.

Leia também:  Como Começar A Correr Para Quem Nunca Correu?

Para que você tenha o seu aparelho dos sonhos, com um bom seguro e que garanta um valor justo no momento que você precisar acioná-lo e pedir o reembolso ou decidir pela troca/revenda.

Principais valores dos iPhones na tabela PIPE

Bem, nós temos um artigo completinho explicando em detalhes toda a lógica por trás da tabela PIPE, então aproveite depois para ler e entenda de forma descomplicada a tabela PIPE.

Agora, nós vamos mostrar para você os principais modelos de iPhone e quanto eles valem no mercado de seminovos – note que o valor do seminovo deve ser a sua referência para estipular um valor para venda.

Vamos à tabela PIPE:

 Modelo: Apple iPhone 11 128GB Valor de um Seminovo R$ 4.240,00
Apple iPhone 11 256GB R$ 4.640,00
Apple iPhone 11 64GB R$ 4.000,00
Apple iPhone 11 Pro 256GB R$ 6.240,00
Apple iPhone 11 Pro 512GB R$ 7.200,00
Apple iPhone 11 Pro 64GB R$ 5.600,00
Apple iPhone 11 Pro Max 256GB R$ 6.720,00
Apple iPhone 11 Pro Max 512GB R$ 7.680,00
Apple iPhone 11 Pro Max 64GB R$ 6.080,00
Apple iPhone 5 16GB R$ 350,00
Apple iPhone 5 32GB R$ 470,00
Apple iPhone 5 64GB R$ 530,00
Apple iPhone 5c 16GB R$ 300,00
Apple iPhone 5c 32GB R$ 490,00
Apple iPhone 5c 8GB R$ 260,00
Apple iPhone 5s 16GB R$ 350,00
Apple iPhone 5s 32GB R$ 470,00
Apple iPhone 5s 64GB R$ 610,00
Apple iPhone 6 128GB R$ 1.000,00
Apple iPhone 6 16GB R$ 710,00
Apple iPhone 6 32GB R$ 900,00
Apple iPhone 6 64GB R$ 920,00
Apple iPhone 6 Plus 128GB R$ 1.420,00
Apple iPhone 6 Plus 16GB R$ 1.170,00
Apple iPhone 6 Plus 64GB R$ 1.340,00
Apple iPhone 6S 128GB R$ 1.110,00
Apple iPhone 6S 16GB R$ 890,00
Apple iPhone 6S 32GB R$ 1.020,00
Apple iPhone 6S 64GB R$ 1.160,00
Apple iPhone 6S Plus 128GB R$ 1.580,00
Apple iPhone 6S Plus 16GB R$ 1.340,00
Apple iPhone 6S Plus 32GB R$ 1.440,00
Apple iPhone 6S Plus 64GB R$ 1.610,00
Apple iPhone 7 128GB R$ 1.660,00
Apple iPhone 7 256GB R$ 1.830,00
Apple iPhone 7 32GB R$ 1.520,00
Apple iPhone 7 Plus 128GB R$ 2.320,00
Apple iPhone 7 Plus 256GB R$ 2.270,00
Apple iPhone 7 Plus 32GB R$ 1.990,00
Apple iPhone 8 128GB R$ 2.930,00
Apple iPhone 8 256GB R$ 2.760,00
Apple iPhone 8 64GB R$ 2.120,00
Apple iPhone 8 Plus 128GB R$ 3.400,00
Apple iPhone 8 Plus 256GB R$ 2.970,00
Apple iPhone 8 Plus 64GB R$ 2.640,00
Apple iPhone SE 128GB R$ 940,00
Apple iPhone SE 16GB R$ 560,00
Apple iPhone SE 32GB R$ 620,00
Apple iPhone SE 64GB R$ 750,00
Apple iPhone X 256GB R$ 3.560,00
Apple iPhone X 64GB R$ 3.270,00
Apple iPhone XR 128GB R$ 3.130,00
Apple iPhone XR 256GB R$ 3.600,00
Apple iPhone XR 64GB R$ 3.020,00
Apple iPhone XS 256GB R$ 4.670,00
Apple iPhone XS 512GB R$ 4.820,00
Apple iPhone XS 64GB R$ 4.180,00
Apple iPhone XS Max 256GB R$ 5.070,00
Apple iPhone XS Max 512GB R$ 5.460,00
Apple iPhone XS Max 64GB R$ 4.610,00

Seu aparelho não está na lista? Veja a tabela completa aqui!

Claro que existe muito mais para falar sobre precificação e lógicas por trás da desvalorização dos aparelhos. Entretanto, agora você tem muito mais ferramentas para estipular um valor justo pelo seu iPhone seminovo.

Ficou com dúvidas ou gostaria de obter mais informações que vão além da dúvida “quanto vale meu iPhone”? Entre em contato conosco e veja todos os detalhes do seguro para smarthphones. Estamos disponíveis para conversar e ajudar você.

Você sabe como identificar um iPhone falso? Confira essas dicas! | iCaiu

Comprar um celular novo é um desejo de muitos, mas nem sempre o bolso consegue acompanhar os altos preços dos aparelhos da Apple no país (ou mesmo fora dele). Por isso, é grande o risco de acabar adquirindo um iPhone falso, que não tem a qualidade e os recursos dos originais da maçã.

Separamos algumas dicas que você pode usar para identificar se um iPhone é original ou não, já na hora da compra. Confira!

Verifique o IMEI e o número de série

Todo celular tem um número IMEI — uma identificação universal e única daquele aparelho. Você pode ver qual é o do iPhone que você está comprando entrando em Ajustes > Geral > Sobre. Aparelhos originais mostram o mesmo número nos seguintes locais:

  • na parte de trás da caixa;
  • na bandeja do cartão SIM;
  • em suas configurações.

Além disso, nessa mesma seção, você também pode encontrar o número de série do iPhone, uma outra identificação única ligada aos sistemas da Apple. Com esse número, é possível identificar se o aparelho está na garantia por meio do site oficial. Caso ele não esteja disponível ou o modelo apresentado seja diferente, o aparelho que está em suas mãos não é original.

Observe o sistema operacional e a loja de apps

Uma das marcas dos dispositivos móveis da Apple é o seu sistema operacional, o iOS, que é o único suportado por todos os modelos de iPhone já lançados.

Os modelos falsos de celular sempre apresentam outro sistema, como, por exemplo, uma versão alterada do Android, com um visual que apenas lembra o iOS. Para conferir a versão do iOS instalada no aparelho, vá novamente em Ajustes > Geral > Sobre e olhe o campo “Versão”.

Outra característica dos dispositivos da Apple é a famosa App Store, exclusiva do iOS. Caso o celular apresente uma loja de aplicativos diferente, desista da compra, pois trata-se de um iPhone falso.

Quer mais dicas para cuidar do seu dispositivo Apple? Assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Confira os recursos do iPhone

Em cada geração nova do iPhone, a Apple sempre mostra novos recursos exclusivos. Modelos falsos do aparelho não trazem essas mudanças, e você pode verificá-las na hora da compra.

A partir do iPhone 7, o botão central do aparelho tem a tecnologia Touch ID, que permite a leitura de digitais. Vá ao app Ajustes, na opção Touch ID e tente cadastrar sua digital antes de comprar para verificar o recurso.

Outro item válido para testes é o 3D Touch, presente a partir do iPhone 6s. Tente pressionar o botão da câmera com mais força que o normal e cheque se opções como “Tirar Selfie” e “Gravar Vídeo” aparecem.

Por fim, verifique a presença da assistente pessoal Siri em modelos a partir do iPhone 4s. Caso ela esteja desativada, ative-a em Ajustes > Geral > Siri. Caso ela não possa ser ativada ou não esteja presente, o dispositivo é falso.

Analise as características do aparelho

Vários modelos e cores estão disponíveis para cada modelo de iPhone, mas nem sempre todos os modelos têm uma característica específica. Por exemplo, você nunca vai ver um iPhone 8 ou 8 Plus com 128 GB de memória interna, a não ser que seja falso. Este site da Apple mostra essas informações para todas as gerações.

Além disso, há recursos que nunca estiveram presentes no iPhone e são grandes indicativos de produtos falsos, como:

  • antena de TV;
  • suporte a dois cartões SIM (dual chip);
  • expansão da memória interna

Fique atento!

Agora você saberá identificar um iPhone falso na hora da compra e sempre terá produtos de qualidade com você.

Para evitar dores de cabeça, compre seu iPhone em uma loja especializada que garanta a qualidade e procedência do aparelho como a UP by iCaiu.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*