Como Saber Qual A Duração Do Meu Ciclo Menstrual?

Saber como calcular o período fértil permite que você entenda melhor o seu corpo e possa evitar ou favorecer uma possível gestação.

Como Saber Qual A Duração Do Meu Ciclo Menstrual?

Caso você esteja pensando em engravidar ou procurando evitar uma gestação, é muito importante saber como calcular o período fértil. Esse período corresponde aos dias do mês em que ocorre a ovulação, ou seja, existem mais chances de que aconteça a concepção se houver uma relação sexual.

Além disso, saber identificar o período que se está fértil permite que a mulher entenda mais sobre seu próprio corpo e as mudanças que acompanham as diferentes etapas do ciclo menstrual.

O que é o período fértil

É um intervalo em torno de 5 a 7 dias dentro do qual ocorre a ovulação, ou seja, a mulher estará mais propensa a engravidar caso ela não utilize nenhum método anticoncepcional hormonal e haja uma relação sexual sem o uso de preservativo.

Durante o período fértil, a mulher pode observar algumas alterações no seu organismo, como um espessamento no muco vaginal, uma leve redução na temperatura corporal, um aumento na libido e algumas “fisgadas” nas laterais do abdômen.

Entender como calcular esse período e reconhecer esses sinais do corpo é um bom recurso que as mulheres podem utilizar para aumentar suas chances de gerar um bebê. Da mesma forma, para aquelas que não desejam ter filhos, esse conhecimento é essencial para saber quando se deve reforçar a proteção.

Como calcular o período fértil

O cálculo desse período parte do princípio de que a ovulação tende a acontecer 14 dias antes da menstruação. Assim, para um ciclo menstrual regular de 28 dias, a data mais provável para a ovulação pode ser estimada para 14 dias antes do próximo sangramento.

Por exemplo, se uma mulher com ciclo de 28 dias ficou menstruada no dia 2 de dezembro, sua próxima menstruação deverá ocorrer no dia 29. Então, basta fazer 29 menos 14 para obter a data mais provável da próxima ovulação, que deverá ser no dia 15 desse mesmo mês.

Contudo, a liberação do óvulo pode acontecer alguns dias antes ou depois, e ele permanece viável para a fecundação por cerca de 24 horas. Por outro lado, os espermatozoides podem manter sua atividade por até 5 dias, embora sejam mais ativos nas primeiras 48 horas.

Pensando em tudo isso, é mais seguro considerar que período fértil começa 3 dias antes do dia provável da ovulação e vai até 3 dias depois. Assim, para essa mesma mulher do nosso exemplo, podemos estimar que o período fértil vai de 12 a 18 de dezembro.

Dessa forma, se essa mulher quiser engravidar, essas são as datas em que ela deve ter relações sexuais sem preservativo, pois haverá uma chance maior de que o óvulo se encontre com o espermatozoide.

Como calcular o período fértil para um ciclo regular com mais ou menos de 28 dias

Normalmente, o ciclo menstrual costuma durar de 21 a 40 dias. Fisiologicamente falando, a diferença entre esses ciclos está na fase pré-ovulatória: quanto mais longo é o ciclo, mais tempo o organismo da mulher precisa para amadurecer o óvulo que será liberado.

Dessa forma, a quantidade de dias depois da ovulação costuma ser parecida mesmo entre mulheres com ciclos de duração diferente. Por isso, para calcular o período fértil nesses casos, continua valendo a dica de subtrair 14 dias a partir da data prevista da próxima menstruação.

Por exemplo, uma mulher com ciclo regular de 26 dias ficou menstruada no dia 1º de dezembro. Sua próxima menstruação deverá ser no dia 26, portanto devemos fazer 26 menos 14 para encontrar a data provável de ovulação, que deverá ser no dia 12 do mesmo mês. Considerando as variações, o período fértil será do dia 9 ao dia 15 de dezembro.

Como calcular o período fértil com ciclo menstrual irregular

Uma das desvantagens do cálculo do período fértil é que muitas mulheres não têm ciclos regulares: um mês ele é de 28 dias, no outro pode ser de 30, no seguinte será 27 etc. Para essas mulheres, existem duas formas de estimar o período fértil.

A primeira delas pode ser utilizada para ciclos irregulares que duram entre 26 a 32 dias. Nesse caso, estima-se que a data de início do período fértil será a mesma de um ciclo de 26 dias, enquanto a data final será a mesma de um ciclo de 32 dias.

Vamos imaginar uma mulher com ciclo irregular que tenha menstruado no dia 1º de dezembro.

Para um ciclo de 26 dias, a ovulação aconteceria no dia 12, e o período fértil seria entre os dias 9 e 15 de dezembro.

Já para um ciclo de 32 dias, a ovulação cairia no dia 18, e o período fértil seria entre os dias 15 a 21. Assim, a estimativa do período fértil para essa mulher vai do dia 9 ao dia 21 de dezembro.

A segunda maneira de calcular o período fértil exige que a mulher tenha anotado a duração de seus ciclos menstruais nos últimos seis meses. Dentro desse tempo, ela deve pegar o menor e o maior ciclo para fazer o cálculo, subtraindo 18 e 11 de cada um respectivamente.

Veja o exemplo: uma mulher sabe que seu menor ciclo teve 25 dias e que o maior teve 34. Assim, ela deve fazer 25 menos 18 (resultado: 7) e 34 menos 11 (resultado: 23). Então, ela deve considerar que seu período fértil será entre o 7º e o 23º dia do ciclo, a partir da data da última menstruação.

Eficácia do cálculo do período fértil

Como você pôde perceber, não é possível saber com muita precisão a data em que a mulher vai ovular, principalmente para aquelas que têm ciclos menstruais irregulares. Assim, mesmo que esses cálculos sejam úteis para mulheres que queiram engravidar, eles não devem ser utilizados como o único método contraceptivo, como a tabelinha.

Saber como calcular o período fértil é importante, mas, como o organismo está sujeito a sofrer alterações e não funciona como uma máquina, pessoas que não desejam ter filhos devem fazer uso de métodos anticoncepcionais, como a pílula e o preservativo. Além disso, vale lembrar que a fertilidade nada tem a ver com a suscetibilidade a uma doença sexualmente transmissível.

  • Fonte(s): MD. Saúde, Trocando Fraldas, Tua Saúde e Almanaque dos Pais
  • Saber identificar o período fértil permite que a mulher entenda mais sobre seu próprio corpo e as mudanças que acompanham as diferentes etapas do ciclo menstrual

Como sei se meu ciclo menstrual é normal?

Ciclos menstruais “normais” variam de pessoa para pessoa. Muitas coisas diferentes podem mudar seu ciclo, mas um período perdido pode significar que é hora de fazer um teste de gravidez.

O que é um ciclo menstrual “normal”?

Seu ciclo menstrual dura desde o primeiro dia do seu período até o primeiro dia do seu próximo período. O ciclo menstrual médio é de cerca de 25 a 30 dias, mas pode ser tão curto quanto 21 dias ou mais que 35 – é diferente de pessoa para pessoa. O número de dias no seu ciclo também pode variar de mês para mês. Quando você começa a menstruação, é normal sangrar de 2 a 7 dias.

A pessoa média perde entre 1-6 colheres de sopa de fluido menstrual durante cada período. Pode ser fino ou grosso e varia de cor, de vermelho escuro a marrom ou rosa. (Quando você começa a menstruar, pode durar apenas alguns dias ou ser super leve.) Se a menstruação for tão intensa você pode marcar uma consulta com um Ginecologista.

O corpo de todos é diferente, então seus períodos também são diferentes – o que é “normal” varia de pessoa para pessoa e pode mudar ao longo de sua vida. Alguns métodos de controle de natalidade ou condições de saúde também podem afetar seu período.

E se eu perder um período?

Um período faltado é um dos primeiros sinais de gravidez , mas nem sempre significa que você está grávida. Às vezes, você pula um período sem nenhuma razão, especialmente durante os primeiros anos do período menstrual. Muitas outras coisas podem acabar com seu ciclo regular e mexer com o tempo do seu período.

  • Esses incluem:
  • Usando o controle de natalidade hormonal, como a pílula, adesivo, anel, implante e DIU hormonal
  • Tomando a manhã após a pílula
  • Alterações nos seus hormônios
  • Estar doente
  • Tomar certos medicamentos
  • Exercer demais
  • Má alimentação e nutrição
  • Estresse
  • Ganho ou perda repentina de peso
  • Ter muito pouca gordura corporal, o que pode acontecer se você é um atleta ou tem um transtorno alimentar
  • Menopausa

Faça um teste de gravidez se você teve relações sexuais desprotegidas e depois perdeu seu período menstrual. Apenas perder seu período não é uma maneira infalível de saber que você está grávida – um teste de gravidez é a única maneira de descobrir com certeza. Você pode fazer um teste de gravidez em farmácias ou em nossa clínica.

O controle de natalidade hormonal pode afetar seu ciclo e até mesmo fazer com que seu período pare completamente. Se você usou seu controle de natalidade corretamente ou está em um método altamente eficaz (como o DIU ou o implante), é muito improvável que um período perdido signifique que você está grávida. Mas você sempre pode fazer um teste de gravidez para ter certeza.

  • E se meu período for irregular?
  • É muito comum ter ciclos menstruais irregulares em algum momento de sua vida – especialmente quando você começa a menstruar.
  • Exemplos de períodos irregulares incluem:
  • Perdendo um período completamente
  • Seu período chegando cedo ou atrasado
  • Sintomas diferentes da TPM
  • Sangramento mais pesado ou mais leve que o normal
  • Sangrando mais que o normal
  • Cronometragem imprevisível de períodos de mês a mês
Leia também:  Como Tirar Inquilino Que Não Paga?

Manter o controle de seus períodos e sintomas em um calendário de ciclo menstrual ou em um aplicativo é uma boa maneira de aprender o que é normal para o seu corpo e ajudá-lo a saber se alguma coisa mudar.

Os períodos de algumas pessoas são muito irregulares. Pode ser apenas a forma como o corpo funciona naturalmente ou pode ser causado por um problema de saúde.

Se muitos de seus períodos forem irregulares, imprevisíveis ou anormais, converse com um médico para ter certeza de que tudo está bem.

Eles também podem ajudá-lo a encontrar um método de controle de natalidade hormonal que pode ajudar a tornar seu período mais leve e / ou mais regular.

  1. Quando devo consultar um médico sobre o meu ciclo menstrual?
  2. Contate seu médico ou o Centro Médico Rio Branco se:
  • Você está preocupada que você possa estar grávida porque você teve relações sexuais desprotegidas e perdeu seu período menstrual.
  • Seu período é tão pesado que você tem que mudar o absorvente a cada hora.
  • Seu período dura muito mais do que o habitual ou mais de 7 dias.
  • Você tem 16 anos e ainda não conseguiu o seu período.
  • Você tem dores intensas antes ou durante o período menstrual.
  • Você tem sangramento incomum entre os períodos.
  • Seus períodos impedem você de suas atividades diárias normais.
  • Seus períodos param ou subitamente se tornam irregulares.
  • Seu período ocorre com mais frequência do que a cada 21 dias ou menos do que a cada 45 dias.
  • Você fica muito ansiosa ou deprimida quando chega a menstruação.
  • Onde posso pedir ajuda se tiver problemas com meu período menstrual?
  • Você pode conversar com seu ginecologista se estiver com um ciclo menstrual doloroso ou se estiver preocupada com sintomas menstruais e TPM.
  • Agende uma consulta conosco: 

Endereço: Av. Barão do Rio Branco, 726, Jd. Esplanada – São José dos Campos – SP

Telefone: 12 3922-6224 / WhatsApp: 12 97402-6261

Período Fértil

O período fértil inicia 5 dias antes do dia da ovulação. Este “período” de ovulação calcula-se num ciclo regular como um número de dias após a menstruação. Este dia fértil e os 5 dias prévios (anteriores) são a melhor altura para engravidar.

A maior probabilidade de engravidar atinge-se com relações sexuais imediatamente antes da ovulação, ou seja, um a dois dias antes de ovular.

Isto porque os espermatozoides conseguem sobreviver até vários dias no sistema reprodutivo feminino sem fecundação. O ovócito, por outro lado, tem uma janela de possível fecundação de pouco mais de 12 horas.

Isto significa que, após a ovulação, existem cerca de 12 horas para um espermatozoide fecundar o ovócito.

O período fértil não é a única altura em que pode engravidar, é antes a que proporciona maior probabilidade de uma gestação acontecer.

Ao analisar pelo menos os 3 últimos ciclos (3 últimas menstruações) poderá saber se o seu ciclo menstrual é regular e, com isso, calcular os seus dias férteis depois da menstruação e controlar a eficácia de vários métodos que a ajudam neste cálculo.

Como calcular o período fértil?

A fase mais “regular” entre mulheres é a fase lútea, ou a segunda fase. Então a ovulação ocorrerá cerca de 14 dias antes da menstruação (numa mulher que ovule).

Numa mulher com ciclos de 28 dias será sensivelmente a meio, ou 14º dia.

No entanto, uma mulher com ciclos menstruais de 25 dias terá a ovulação por volta do 11º do ciclo, enquanto uma mulher com ciclos de 35 dias terá este evento perto do 21º dia do ciclo.

Ao ter uma ideia sobre a data ou altura de ovulação mais provável, identificamos o período em que as relações sexuais têm maior probabilidade de gravidez: esse dia e os 5 dias anteriores.

Quantos dias dura o período fértil?

O período fértil tem uma duração de 6 dias. O dia da ovulação e os 5 dias anteriores constituem a altura de maior probabilidade de gravidez, o que constitui quase uma semana fértil em cada ciclo menstrual.

É possível, no entanto, engravidar fora deste período, mesmo que a data da ovulação não se altere muito.

Como saber se estou no período fértil?

Existem algumas formas de identificar o período fértil. Cada método funciona de maneira ligeiramente diferente e estes podem ser complementados para se saber os dias mais férteis do ciclo menstrual. Estes métodos, e sobretudo a sua conjugação permitem avaliar os dias onde existe uma maior probabilidade para a mulher engravidar.

Note que a maior parte dos métodos são aproximações, sendo muitas vezes difícil identificar precisamente a ovulação, que pode variar de mês para mês.

Método do calendário

O método do calendário permite-nos construir uma tabela de fertilidade feminina individualizada, que funciona do seguinte modo: conhecendo as datas das últimas menstruações (por ex. 3 últimos meses, idealmente mais), podemos prever a data esperada para a próxima menstruação (quando irá ter o próximo cataménio ou período).

Calcular o período fértil com base nesta data num ciclo regular (cujo número médio de dias não varie muito) torna-se fácil. Este método pode ajudar muito na identificação da fase mais fértil da mulher.

Tendo as últimas menstruações podemos calcular a duração de cada um desses ciclos, contando quantos dias passaram desde uma menstruação até à seguinte – Por exemplo: 28;30;29;29;31;40;28 dias. Se tirarmos o número 40, que, claramente, foi um ciclo fora do habitual, a média dá muito próxima de 29 dias.

Assim, se esta mulher menstruar no dia 1 de janeiro, irá menstruar novamente a 30 ou muito perto desse dia. A ovulação ocorrerá cerca de duas semanas antes da menstruação seguinte. Como já vimos, a fase lútea, ou segunda fase, é a mais regular entre mulheres.

Assim, num ciclo de 32 dias, ou seja, a ovulação dar-se-á por volta do dia 18 do ciclo (cerca de 18 dias desde o início da menstruação anterior). 

No nosso exemplo, com uma média de 29 dias, a ovulação dar-se-á por volta do dia 15 do ciclo. Isto significa que, sendo o dia 1 do ciclo o dia em que veio a menstruação, os dias 10 a 15 corresponderão ao período fértil.

  • Veja outro exemplo: Menstruei dia 24, qual o meu período fértil?
  • Usando os cálculos acima descritos, se a menstruação for regular, com 32 dias em média por ciclo menstrual e o mês atual tiver 30 dias, será previsível que ovule por volta do dia 11 do próximo mês.
  • Por outro lado, se a menstruação for regular, mas com 28 dias esta data será mais próxima do 7 do próximo mês, mantendo as restantes premissas.
  • Saiba, aqui, o que é ciclo menstrual.

Sintomas no período fértil e alterações fisiológicas

Quando a mulher está no período fértil pode notar diferenças, como as alterações do corrimento vaginal, mais fino, transparente, tipo clara de ovo, escorregadio e filoso (estica) perto da altura da ovulação (Spinnbarkeit). Pelo seu conteúdo em açucares, este corrimento, mais parecido com muco, cristaliza facilmente ao secar, formando um aspeto microscópico de folhas de fetos. O seu aparecimento indica uma ovulação em breve.

Por vezes, é possível inclusive sentir a ovulação (Mittelschmerz), como uma dor regular em determinada altura do ciclo.

Conheça, aqui, as fases do ciclo menstrual.

Teste de Ovulação (teste LH – fertilidade)

A hormona que despoleta a ovulação (ver fases do ciclo menstrual) pode ser detetada na urina antes da ovulação ocorrer, o que indica com elevada fiabilidade o período fértil. Esta hormona aparece na urina cerca de 24 horas antes da ovulação, o que torna o teste bastante útil para determinar o período de maior probabilidade de gravidez.

Existem vários kits disponíveis no mercado. O teste deve ser executado consoante as instruções, que podem variar entre kits, sempre à mesma hora, começando uns dias antes da ovulação prevista pelo método do calendário.

Isto permite que se tenha maior certeza que houve um pico hormonal quando o teste é positivo.

O dia do teste positivo e o seguinte são os dias com maior probabilidade de gravidez nesse ciclo.

Por vezes, o teste não identifica corretamente o pico de LH (nunca é positivo ou é positivo muitas vezes) o que pode requerer sensibilidades diagnósticas diferentes das tiras e interpretação no contexto clínico da mulher.

Temperatura basal

A temperatura basal da mulher sobe após a ovulação, cerca de 0,5º, o que é identificável. No entanto, este método só será útil para demonstrar que terá existido ovulação e, eventualmente, melhorar o método do calendário.

Depois da ovulação ocorre um aumento da progesterona e consequente subida de temperatura, a probabilidade de fecundação já diminuiu drasticamente para novas relações sexuais. (ver Otimizar a Fertilidade).

Calcular período fértil com ciclo irregular

Para saber os dias de maior probabilidade de engravidar, com um período irregular, poderá usar também um dos métodos que descrevemos acima. 

As alterações ao longo do ciclo poderão ser observadas em ciclos ovulatórios (normais) e os testes de ovulação (LH) funcionarão de igual forma. Note que pode engravidar de forma fácil mantendo relações sexuais regulares 2 a 3 vezes por semana a iniciar pouco após a cessação da menstruação. Se tudo o resto estiver bem (se ovular, nomeadamente), será igualmente rápido.

Leia também:  Como Descobrir A Quem Pertence Um Numero De Telemovel Vodafone?

Note que um ciclo menstrual muito irregular pode estar relacionado com patologia (doença) pelo que deve ser avaliado pelo seu médico (ver ciclo menstrual).

Veja mais informações em cálculo de período fértil.

Quantos dias antes / depois da menstruação posso engravidar?

Já vimos que alguns dias após a menstruação inicia o período fértil (dias em que ocorrem as alterações que precedem a ovulação). Este período não é igual em todas as mulheres.

Isto significa que existe uma probabilidade acrescida de gravidez nesse conjunto de dias, não invalidando, no entanto, que a gravidez possa ocorrer noutros períodos.

Ou seja, as relações sexuais fora do período fértil podem igualmente originar gravidez, ainda que com menor probabilidade. A probabilidade de engravidar fora do período fértil diminui à medida que nos afastamos do período calculado, em qualquer direção (antes e depois), mas tal não significa que uma gravidez não possa ocorrer.

Após a menstruação é sempre “possível” engravidar com relações desprotegidas e, em algumas situações mais raras, é possível engravidar nos últimos dias da menstruação.

Isto quer dizer que uma relação sexual desprotegida nestas alturas pode levar a que um espermatozoide se mantenha viável o tempo suficiente para algumas mulheres, com ciclos curtos e que ovulem cedo, engravidarem.

São, no entanto, situações de muito menor risco de gravidez, que estão na origem do método do calendário como método de contracepção.

Seja 1 dia depois da menstruação ou mais, a probabilidade de gravidez já tem a ver com o período fértil esperado para determinada mulher. 3 dias depois da menstruação algumas mulheres já poderão estar dentro do seu período fértil. Nomeadamente mulheres com ciclos menstruais de 25 dias ovularão por volta do 11º dia de cada ciclo, pelo que no 6º dia poderão estar a entrar no período fértil.

Dias inférteis são dias em que a probabilidade é muito menor de gravidez. Estes serão mais facilmente determinados se, com certeza, foi identificada a ovulação.

Mais de dois dias após a ovulação ocorrer, a probabilidade de gravidez decresce muito (sendo muito menor do que em qualquer altura antes daquela ocorrer) até aos primeiros dias da menstruação, depois da progesterona descer

Os métodos baseados no calendário falham muito, pelo que as mulheres que não desejam aumentar ou constituir família devem usar contraceção eficaz em todas as relações sexuais. Se possível um método de barreira (ou também), como o preservativo masculino, que previne ainda doenças sexualmente transmissíveis.

Como otimizar a minha fertilidade?

Se pretende engravidar não se deve preocupar demasiado. A ansiedade não ajuda. Se tudo estiver bem com o casal, a gravidez ocorrerá de forma natural em alguns meses, e não deve ser motivo de preocupação se tal não acontecer nos primeiros tempos.

A programação de relações sexuais causa desconforto no casal e raras vezes ajuda. Ausência de gravidez após 1 ano antes dos 35 anos da mulher, ou 6 meses se mais de 35 anos, merece investigação por um médico ligado à fertilidade.

Saiba, aqui, tudo sobre otimização da fertilidade feminina.

Como saber qual é a duração do meu ciclo menstrual? Aprenda a fazer o cálculo!

O ciclo menstrual é o conjunto de processos que fazem parte da vida reprodutiva da mulher. Ele acontece entre o primeiro dia da menstruação e a chegada do fluxo seguinte, com duração de 28 dias, em média. No entanto, ciclos que duram entre 21 e 30 dias também são considerados normais e servem como parâmetro para definir a regularidade menstrual de uma mulher.

Por esse motivo, acompanhar o ciclo menstrual é fundamental para adquirir mais conhecimento sobre o próprio corpo.

Mais do que prever a chegada da próxima menstruação, um calendário menstrual nos ajuda criar padrões para cada ciclo e identificar possíveis irregularidades que  precisam ser investigadas.

Saiba como contar o ciclo menstrual e entender melhor todas as suas fases e suas características.

Entenda como funciona o ciclo menstrual

O ciclo menstrual regular dura, em média 28 dias, começando no primeiro dia da sua menstruação e terminando quando a menstruação do mês seguinte inicia novamente. Durante este período  nossos hormônios sofrem oscilações e provocam uma série de alterações no nosso organismo. Conheça cada fase do ciclo e entenda como calcular :

  • Fase folicular: é a primeira fase do ciclo e começa no primeiro dia da menstruação, durando cerca de 12-14 dias. No primeiro momento o hormônio estrogênio está em baixa e com isso sentimos cólica e dores no abdômen. Com o fim do período menstrual, a produção do hormônio folículo-estimulante (FSH) aumenta junto com as taxas de estrogênio. Nesse momento, os ovários começam a estimular o crescimento dos folículos ovarianos onde os óvulos são produzidos. Essa fase dura de 12 a 14 dias até que um dos óvulos se torna dominante e seja liberado durante a ovulação. 
  • Fase ovulatória: é o período mais fértil da mulher. Nessa fase os níveis de estrogênio continuam subindo e nosso corpo começa a liberar o hormônio Luteinizante (LH), que é o responsável por escolher e liberar o óvulo mais maduro para fecundar por 24 horas. Isso ocorre em torno do 14º dia do ciclo menstrual. Nesse período é normal você perceber um aumento da secreção natural da vagina e do apetite sexual. Mesmo que o óvulo sobreviva apenas por 24 horas, o espermatozóide pode viver até 5 dias no organismo da mulher. Assim, o período fértil pode ter a duração de até 5 dias e acontece, em média, 14 dias depois da menstruação.

Como calcular o ciclo menstrual 

O cálculo para saber a duração do ciclo menstrual é bem simples: seu ciclo começa no primeiro dia da menstruação e termina (renova) no primeiro dia da próxima, no mês seguinte. Por isso, ele é chamado de ciclo, pois o fim de um significa o início de outro.

Passo 1) O primeiro passo é  anotar o dia da chegada e o último da menstruação nos próximos três meses. A partir disso, conte quantos dias de intervalo teve entre uma menstruação para a outra e compare com o mês seguinte. Dessa forma é possível ter uma média de quantos dias dura seu ciclo menstrual.

 Uma alternativa é utilizar aplicativos de celular que ajudam como saber a duração do ciclo menstrual. O app pede algumas informações como as últimas datas, sintomas  e características e contabiliza quando será sua próxima menstruação. Eles também indicam seu período fértil e dão dicas importantes para ficarmos atentas.

 

Passo 2) Quando você já tiver a média de quantos dias dura o seu ciclo, você pode usá-la para calcular a previsão da sua próxima menstruação. Por exemplo, se seu ciclo dura cerca de 28 dias e sua menstruação chegou no dia 16, isso significa que seu próximo fluxo tem data prevista para chegar no dia 12 do mês seguinte. 

Passo 3) Você também pode usar essa conta para saber quando acontece a sua ovulação e o período fértil. A ovulação acontece no 14° dia do ciclo.  Já o período fértil acontece nos cinco dias que antecedem a ovulação, e também os dois dias após a mesma. 

Matéria atualizada em: 31 de março de 2020

Entenda seu ciclo menstrual e aprenda a calcular seu período fértil

O ciclo menstrual é caracterizado por alterações hormonais que preparam o corpo para uma possível gravidez. Durante o mês, o organismo feminino passa por diversas mudanças, resultando na menstruação ao fim desse período.

Médicos costumam usar o exemplo do ciclo menstrual com 28 dias, mesmo que ele dure normalmente entre 25 e 30 dias. Além disso, ele é dividido em duas fases principais nomeadas de fase folicular e fase lútea.

Fase folicular:

Ela normalmente dura entre 12 e 16 dias e acontece no início do período. Esse nome se dá por ser a época em que os folículos ovarianos preparam o corpo para uma possível gravidez.

Durante a fase folicular, o aumento na produção do hormônio folículo estimulante (FSH), faz com que os folículos que contêm os óvulos se desenvolvam. Estrógenos são produzidos, até que deixam de produzir FSH, dando início a fase lútea.

Fase lútea:

Quando os hormônios da mulher reduzem gradativamente no organismo, o folículo passa a produzir progesterona. Porém, se ele não for fecundado durante o período, a quantidade cai junto com os estrógenos. Esse processo geralmente dura 14 dias e, quando a gravidez não ocorre, as paredes do útero descamam, fazendo com que a mulher entre no momento da menstruação.

Mulheres que não tomam pílulas podem ter uma variável em seu ciclo menstrual.

Segundo o ginecologista Pedro Monteleone, diretor clínico do Centro de Reprodução Humana Monteleone e Coordenador Técnico do Centro de Reprodução Humana Mário Covas (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina FMUSP), o período que ocorre entre 25 a 30 dias é considerado regular. Além disso, nem todos os meses as mulheres podem ter a mesma quantidade de dias, podendo ter 28 dias em um mês e 30 no outro.

Quando consideramos o ciclo irregular?

O ciclo menstrual regular dura entre 25 e 30 dias. Quando o tempo é menor ou maior que isso, é considerado irregular. De acordo com Monteleone, esse é um processo ruim. “A fase lútea tem uma duração fixa, isso quer dizer que a pessoa com ciclo irregular tem uma ovulação muito precoce ou muito tardia. Quando ocorre, o corpo não está preparado.”

Quais as causas do ciclo menstrual irregular?

Os dois primeiros anos após a menarca (primeira menstruação) pode acabar deixando o ciclo menstrual irregular na puberdade, o que é muito comum. Outro motivo que leva à irregularidade é a pré-menopausa, que é quando ocorre a redução dos folículos ovarianos.

Leia também:  Como Evitar Que A Agua Da Piscina Fique Verde?

Outras questões de saúde estão ligadas ao ciclo menstrual irregular, como menopausa precoce, distúrbios de tireoide, estresse em excesso, pólipo endometrial e obesidade mórbida.

Calcule o seu período fértil

Para saber como calcular período fértil, é preciso saber qual a duração do ciclo menstrual. Geralmente, o primeiro dia é contado a partir da menstruação. Com essa informação, você consegue saber qual o intervalo de tempo entre o início de cada menstruação, definindo seu ciclo.

Aprenda a calcular seu período fértil:

Passo 1: Para aprender como calcular seu período fértil, comece descobrindo quanto tempo dura seu ciclo menstrual. Se os números sofrem uma variável a cada mês, é preciso monitorar por pelo menos três meses, assim você consegue ter uma média.

Passo 2: Tendo o resultado do ciclo, é preciso subtrair 14 deste número. Isso fará você descobrir o dia da sua ovulação.

Passo 3: O período fértil da mulher é o intervalo de seis dias, que acaba no dia da ovulação. No passo anterior, foi preciso definir uma data, a partir dela, conte cinco dias para trás, assim você obtém o resultado fértil.

Para simplificar, pegue o exemplo de uma mulher com o ciclo de 30 dias. Sua ovulação deve ocorrer no 16º dia e, consequentemente, tendo seu período fértil ocorrendo entre o 11º e o 16º dia do ciclo menstrual.

Já uma mulher com o ciclo menstrual de 28 dias, tende a ter sua ovulação ocorrendo no 14ª dia. Tendo isso em vista, os dias entre o 9º e 14º são os mais férteis. Em mulheres com o ciclo de 26 dias, a ovulação acontece no 12º dia, então a fertilidade estará ativa entre os 7º e 12º dias.

Período fértil com irregularidades no ciclo

Como dito anteriormente, o ciclo menstrual regular dura entre 25 e 30 dias, ainda sendo considerado normal caso a duração seja diferente nesse intervalo de tempo. O ciclo irregular pode te afetar na hora de saber como calcular o período fértil.

O cálculo, nesse caso, deve alcançar a média da duração desses ciclos. Se uma mulher oscila entre os ciclos de 27, 28 e 29 dias, por exemplo, pode-se chegar à conclusão que a média é de 28 dias de duração.

Para períodos em que a mulher deve lidar com ciclos muito longos ou curtos, deve-se procurar um especialista.

Ciclos menstruais e ovulação

Provavelmente você já sabe bastante sobre seu próprio ciclo menstrual, como a frequência e o fluxo de sua menstruação.

Nesta página, vamos analisar com mais profundidade o ciclo menstrual feminino, a ovulação e a menstruação.

Obviamente nenhum site pode substituir uma conversa com um profissional de saúde, mas esta página deve proporcionar uma boa compreensão geral de como tudo funciona.

Compreendendo o seu ciclo menstrual

A duração do ciclo feminino varia, sendo mais comum que fique entre 23 e 35 dias. O mais provável é que qualquer variação da duração do ciclo menstrual ocorra antes da ovulação (a chamada fase folicular). Na maioria das mulheres, a duração do tempo entre a ovulação (quando o óvulo é liberado do ovário e a menstruação fica entre 12 a 16 dias (a chamada fase lútea).

O ciclo menstrual

Sua menstruação

O primeiro dia do seu ciclo menstrual é o primeiro dia da menstruação (dia 1). Normalmente a menstruação dura entre três a sete dias. Provavelmente você descobrirá que, se sentir dores, elas serão piores nos primeiros dias da menstruação, o que ocorre porque os hormônios do seu corpo estão forçando o útero a liberar o revestimento acumulado do ciclo menstrual anterior.

Preparação para a ovulação

No início do seu ciclo, o hormônio de estimulação de folículos (follicle-stimulating hormone – FSH) é produzido pela glândula pituitária em seu cérebro. Esse é o principal hormônio envolvido na estimulação dos ovários para produzir óvulos maduros.

Os folículos são cavidades preenchidas por fluidos nos ovários. Cada folículo contém um óvulo não desenvolvido. Você precisará registrar a duração do seu ciclo pelo menos por alguns meses para começar a compreender como ele funciona. O nível de estrogênio está mais baixo no primeiro dia de sua menstruação.

A partir daí, começa a aumentar conforme os folículos crescem.

Agora, enquanto vários folículos começam inicialmente a se desenvolver, um folículo normalmente se torna “dominante” e este será o óvulo que amadurecerá dentro do folículo que está aumentando. Ao mesmo tempo, a quantidade crescente de estrogênio garante que o revestimento do útero fique mais espesso, com nutrientes e sangue.

Assim, se você engravidar, o óvulo fecundado terá todos os nutrientes e suporte que precisa para crescer. Altos níveis de estrogênio estão também associados com o surgimento do muco ‘amigável para o esperma’ (ou, usando o nome técnico, o muco cervical fértil). Pode ser que você perceba isso como uma descarga fina e deslizante, que pode ter uma cor branco leitosa.

O esperma pode nadar com mais facilidade por esse muco e pode sobreviver nele por vários dias.

Seu corpo produz hormônios que controlam seu ciclo menstrual. No início do seu ciclo, o hormônio de estimulação do folículo (follicle stimulating hormone – FSH) é muito importante. O aumento no FSH estimula os folículos dos seus ovários (cavidades repletas de fluido, cada uma contendo um óvulo ainda não desenvolvido) para se desenvolverem e começarem a produzir outro hormônio, o estrogênio.

Compreenda o ciclo de ovulação

Ovulação

O nível de estrogênio do seu corpo está aumentando e, eventualmente, causará um rápido crescimento do hormônio luteinizante (o ‘aumento do LH’), que faz o folículo dominante romper e liberar do ovário o óvulo maduro que entrará na trompa de Falópio. Esse processo é conhecido como ovulação.

Muitas mulheres acreditam que ovulam no 14º dia, mas 14 é uma média e a maioria das mulheres realmente ovula em um dia diferente do ciclo menstrual. O dia da ovulação pode variar de acordo com o ciclo. Algumas mulheres afirmam sentir uma pontada de dor quando ovulam, mas muitas não percebem nada e não há nenhum outro sinal de que você está ovulando.

O nível de estrogênio do seu corpo ainda está aumentando e, em um determinado nível, causará um rápido crescimento no hormônio luteinizante (o ‘aumento do LH’), que aciona a ovulação, momento em que um óvulo é liberado pelo ovário. Embora muitas mulheres acreditem que ovulam no 14º dia do ciclo, o dia real da ovulação varia, dependendo da duração do ciclo. Algumas mulheres afirmam sentir uma pontada de dor quando ovulam.

Após a ovulação

Depois que o óvulo é liberado, ele se move pelas trompas de Falópio na direção do útero. O óvulo só sobrevive 24 horas após a ovulação.

A sobrevivência do esperma varia mais, entre 3 a 5 dias, então os dias antes da ovulação e o dia da ovulação em si são seus dias mais férteis – quando é mais provável que você engravide.

Assim que você ovular, o folículo começa a produzir outro hormônio: progesterona.

A progesterona causa um aumento ainda maior no revestimento do útero como preparação para o óvulo fecundado.

Enquanto isso, o folículo esvaziado dentro do ovário começa a encolher, mas continua a produzir progesterona e também começa a produzir estrogênio.

Nesta fase, pode ser que você perceba os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), tais como mastalgia, inchaço, letargia, depressão e irritabilidade.

Assim que o óvulo é liberado, se move pelas trompas de Falópio na direção do útero.

O óvulo sobrevive por 12 a 24 horas, mas como o esperma pode viver por vários dias, você fica no seu momento mais fértil e com mais probabilidade de engravidar se mantiver relações sexuais sem proteção no dia em que ovular ou no dia anterior. Assim que você ovular, o folículo recolhido começa a produzir outro hormônio, chamado progesterona.

Preparação para a próxima menstruação…

Conforme o folículo esvaziado encolhe, se o óvulo não for fecundado, os níveis de estrogênio e progesterona diminuirão. Sem os altos níveis de hormônios para manter o revestimento espesso que aumentou no útero, ele começa a se decompor e seu corpo o descarta. Esse é o início de sua menstruação e o começo do próximo ciclo menstrual.

Conforme o folículo esvaziado diminui, se o óvulo fecundado não se implantar no útero, o nível de progesterona diminuirá. O útero não precisará mais manter um ambiente para dar suporte a um bebê, assim, seu corpo precisa se preparar para o próximo ciclo.

Os sintomas de TPM (Tensão Pré-Menstrual) que possam ter aparecido começarão a diminuir. Sem os altos níveis de hormônios para manter o revestimento espesso que aumentou no útero, ele começa a se decompor e seu corpo o descarta.

Esse é o início de sua menstruação e o começo do próximo ciclo.

Se o óvulo for fecundado e implantado no útero, o folículo esvaziado será mantido pelo aumento no nível do hormônio da gravidez (Gonadotrofina coriônica humana). Ele continua a produzir estrogênio e progesterona por muito mais tempo, até que a placenta esteja madura o suficiente para dar suporte ao embrião em desenvolvimento.

Se o óvulo for fecundado, pode se implantar com sucesso no revestimento do útero, o que geralmente ocorre cerca de uma semana após a fertilização.

Assim que o óvulo fecundado estiver implantado, o corpo começa a produzir o hormônio da gravidez, Gonadotrofina coriônica humana (human Chorionic Gonadotrophin – hCG), que mantém ativo o folículo esvaziado.

Ele continua a produzir os hormônios estrogênio e progesterona para evitar que o revestimento do útero seja descartado até que a placenta (que contém todos os nutrientes que o embrião necessita) esteja madura o suficiente para manter a gravidez.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*