Como Saber Onde É O Norte?

Os pontos cardeais são utilizados como referência, pois com eles encontramos qualquer lugar sobre a superfície da Terra.

Quando você está à procura de algum lugar, você utiliza algumas referências, não é mesmo? As referências podem ser o nome da rua, um comércio da região, o número da casa, o CEP.

Tudo isso facilita a procura por um endereço.

Leia também: Rotação terrestre – movimento que nos ajuda a identificar os pontos cardeais

Quais são os pontos cardeais?

Os pontos cardeais são: norte (N), sul (S), leste (L) e oeste (O) e foram definidos há muitos anos, pelas civilizações antigas.

É por meio deles que as pessoas conseguiam localizar-se, pois não havia placas com os endereços.

Assim, foi criada a rosa dos ventos, que parece uma estrela, e em suas pontas encontramos as letras dos pontos cardeais e pontos colaterais.

Como Saber Onde É O Norte? A Rosa dos Ventos indica os quatro sentidos, ou seja, os pontos cardeais.

O Sol é nosso grande aliado nessa atividade. Você precisa esticar seu braço direito para a direção em que o Sol nasce. Chamamos essa posição de nascente.

Logo após identificá-la, você terá encontrado o ponto leste (L). Em seguida, estique o braço esquerdo para a outra direção e você encontrará o ponto oeste (O).

À sua frente, você terá o ponto norte (N) e, atrás de você, o ponto sul (S).

Como Saber Onde É O Norte?

Além dos pontos cardeais, temos também os pontos colaterais. Com eles conseguimos identificar as regiões entre os pontos cardeais. São eles: nordeste (NE), sudeste (SE), noroeste (NO) e sudoeste (SO).

Os instrumentos criados para se localizar em um determinado lugar também sofreram modificações ao longo do tempo. A bússola, por exemplo, foi substituída pelo GPS.

Você já deve ter visto um adulto dizer: “Procura o endereço no GPS!”.

Isso porque esse instrumento já tem gravado em si o mapa das cidades, com os endereços e complementos, o que deixou a busca por determinada localização mais fácil.

Como Saber Onde É O Norte? Instrumentos que nos orientam em qual localização estamos e para onde vamos.

Veja também: Como fazer leitura dos mapas?

Atividades

  • Questão 1 – Responda com X na alternativa correta:
  • a) Os pontos cardeais são: norte (N), sul (S), leste (L) e centro-oeste (CE).
  • b) Os pontos cardeais são: nordeste (NE), sul (S), leste (L) e oeste (O).
  • c) Os pontos cardeais são: norte (N), sul (S), leste (L) e oeste (O).
  • d) Os pontos cardeais são: norte (N), sudeste (SE), leste (L) e oeste (O).
  • Resposta:
  • Alternativa C.
  • Questão 2 – Preencha a rosa dos ventos com as siglas dos pontos cardeais.

Como Saber Onde É O Norte?

Resposta:

Pontos cardeais: norte, sul, leste, oeste.

Como Saber Onde É O Norte?

6 maneras de encontrar el Norte

Existen muchas maneras de encontrar el Norte. En este artículo recopilamos algunas de las más útiles y curiosas. Aunque no lo parezca, todas están basadas en la astronomía, ya sea a través del movimiento del Sol, las estrellas o incluso los satélites en el cielo.

La importancia de encontrar el Norte

Estamos acostumbrados a vivir en la ciudad, donde nos orientamos a partir de los edificios, las calles y las líneas de Metro. Sin embargo, la orientación en el campo es algo fundamental.

Por ello, es importante saber encontrar el Norte. Una vez localizado, sabremos que el Sur está a nuestra espalda, el Este a la derecha y el Oeste a la izquierda. A continuación vamos a ver distintos métodos para localizar el Norte.

Seguro que alguno no lo conocías.

Encontrar el Norte con una brújula

Esta es la forma más fácil de encontrar el Norte. Una brújula nos señalará el norte magnético con bastante precisión. No obstante, recuerda que el Norte magnético no coincide exactamente con el Norte geográfico.

Estos puntos están distanciados unos cuanto cientos de kilómetros, ya que el eje de los polos se encuentra inclinado 11,5º con respecto al eje geográfico. Esta desviación hace que el error de nuestra brújula dependa de nuestra localización.

Así, por ejemplo en Barcelona la brújula apuntará 1º más hacia el este del norte geográfico. Por su parte, en Madrid lo hará medio grado hacia el oeste. Puede no parecer mucho pero hay casos más extremos. Por ejemplo en Río de Janeiro apuntará 23º más hacia el oeste.

Estos errores dependen de muchos factores, por lo que es importante conocer la corrección magnética a aplicar en cada lugar.

Pero, ¿y si no llevas una brújula? Pues… ¡atento a los siguientes métodos!

Encontrar el Norte con el Sol

Estás en el campo. Se hace de noche y ves el Sol ponerse por el horizonte. En tu cabeza tienes memorizado que el Sol siempre sale por el Este y se pone por el Oeste. Genial. Si has visto por donde se pone el Sol, sabrás que ese es el Oeste y, por tanto, 90º a la derecha tendrás el Norte.

Como Saber Onde É O Norte?El Sol no siempre sale por el Este y se pone por el Oeste

Aunque, en realidad, esto no es correcto del todo. En verdad, el Sol sale por el Este y se pone por el Oeste solo dos veces al año, durante los equinoccios de primavera y de otoño. Así, en invierno, el Sol sale por el Sureste y se pone por el Suroeste. Por el contrario, en verano el Sol sale por el Noreste y se pone por el Noroeste.

Esta desviación dependerá de la fecha, pero también de nuestra latitud. En España, por ejemplo, el Sol llega a salir casi 30º más hacia el Sureste en invierno y casi 30º más hacia el noreste en verano. La diferencia total es muy grande, por lo que es importante que lo tengamos en cuenta cuando intentemos buscar el Norte a partir del Sol.

Encontrar el Norte con las sombras

Este método es muy simple pero requiere de cierto tiempo, ya que tendremos que esperar para ver cómo cambia la posición de las sombras.

Primero, sitúa un palo verticalmente en el suelo y marca donde cae la sombra. En vez de un palo puedes usar también la sombra de una farola o un árbol. Una vez hecho esto, toca esperar 10 o 15 minutos.

Pasado un tiempo, la sombra se habrá desplazado y ya no coincidirá con la marca inicial. Ahora, vuelve a marcar la posición de la sombra y une ambos puntos con una línea.

Esta línea marcará los puntos cardinales Este y Oeste.

Ahora solo tienes que situarte sobre la línea mirando hacia el frente, hacia el mismo lado que apuntaban las sombras. Estarás mirando exactamente hacia el Norte.

Como Saber Onde É O Norte?El desplazamiento de la sombra nos marca la línea Este-Oeste. Por tanto, en perpendicular tendremos el eje Norte-Sur

Si es de día y luce el Sol, tu reloj puede servirte como brújula. Solo tienes que aprender cómo colocar las manecillas del reloj para localizar el Norte con precisión.

Si estamos en el hemisferio Norte debemos apuntar la manecilla de las horas hacia el Sol. La bisectriz del ángulo que forman la manecilla de las horas con las 12 del reloj apunta directamente hacia el Sur. Por tanto, al lado contrario tendremos el Norte.

Como Saber Onde É O Norte?Localizar el Norte a partir de un reloj de agujas

Para hacer esto es muy importante ajustar nuestros relojes a la hora del meridiano local. En general esto es tan sencillo como eliminar la hora de verano si es que en nuestro país se suma una hora en verano. Pero, en España esto no es tan sencillo. El meridiano que pasa por España es el Meridiano de Greenwich y, por tanto, deberíamos usar el horario GMT.

Sin embargo, en España utilizamos el horario central europeo, es decir, GMT+1. Por tanto, para utilizar el truco del reloj debemos restar 1 hora si es invierno y 2 horas si es verano. De esta forma conseguiremos poner nuestros relojes en el horario de nuestro meridiano local.

Leia também:  Como Fazer Com Que Um Rapaz Se Apaixone Por Mim?

Si te interesa este tema, nuestro compañero Mario reflexiona sobre la hora utilizada en España y el polémico cambio de hora en este artículo.

Encontrar el Norte con las parabólicas

¿Te has fijado alguna vez que no todas las antenas parabólicas apuntan en la misma dirección? Estas antenas están sintonizadas con satélites geostacionarios, que se encuentran siempre en el ecuador celeste. Pero no tienen porqué estar todas conectadas con el mismo satélite.

Por tanto, si vemos varias antenas apuntando hacia distintas direcciones podemos trazar la línea imaginaria del ecuador celeste. Esta línea va justo de Este a Oeste.

Una vez tenemos localizada esta línea y los puntos cardinales Este y Oeste podemos fácilmente averiguar donde está el Norte.

Como Saber Onde É O Norte?Las parabólicas apuntan siempre al ecuador celeste, pero en distintas direcciones

Además, a partir de las antenas podemos saber también la latitud del lugar. Puesto que el ángulo que forma el ecuador celeste con la Polar es de 90º, podemos hacer la siguiente cuenta. 90º – inclinación de la parabólica = nuestra latitud.

Encontrar el Norte con las estrellas

Si es de noche, la orientación a través de otros métodos es complicada. Pero no pasa nada. Encontrar el Norte a través de las estrellas es muy sencillo. Basta con que sepas localizar la estrella Polar.

Para localizar la estrella Polar lo primero que hay que hacer es buscar el asterismo del Carro, que forma parte de la figura de la Osa Mayor. Una vez localizado el Carro, si prolongas unas cinco veces la distancia que une las estrellas del extremo, Dubhe y Merak, llegarás a la estrella Polar. Esta estrella no es muy brillante pero coincide con bastante precisión con el Polo Norte Celeste.

Como Saber Onde É O Norte?Cómo encontrar la Polar a partir de la Osa Mayor

Pontos Cardeais

  • Os Pontos Cardeais são pontos de orientação no espaço terrestre os quais estão relacionados com a posição do sol.
  • O sol aparece todas as manhãs, aproximadamente no mesmo lado do horizonte e se põe ao entardecer, no lado oposto.
  • Tomando por base esses dois lados como referência, foram estabelecidos os pontos cardeais: norte, sul, leste e oeste, assim determinados:

Como Saber Onde É O Norte?

  • Leste (L): o lado onde o sol nasce no horizonte pela manhã indica o leste.
  • Oeste (O): o lado onde o sol se põe no horizonte indica o oeste.
  • Norte (N): o lado que fica a sua frente ao estender o braço direito na direção em que o sol nasce.
  • Sul (S): o lado que fica em suas costas ao estender o braço direito na direção em que o sol nasce.
  1. Note que o ponto cardeal “oeste” pode aparecer representado pela letra (W), por influência da língua inglesa (West).
  2. Da mesma forma, o ponto cardeal “leste” pode aparecer representado pela letra (E), também por influência da língua inglesa (East).
  3. Veja também: Rosa dos ventos.

Pontos Colaterais

Entre os pontos cardeais existem mais 28 pontos que se formam entre eles denominados de Pontos Colaterais, assim determinados:

  • Nordeste (NE) – localizado entre o norte (N) e o leste (L).
  • Sudeste (SE) – localizado entre o sul (S) e o leste (L).
  • Noroeste (NO) – localizado entre o norte (N) e o oeste (O).
  • Sudoeste (SO) – localizado entre o sul e o oeste (O).

Pontos Subcolaterais

Os pontos subcolaterais localizam-se sempre entre os pontos cardeais e os pontos colaterais. São eles:

  • Nor-nordeste (NNE) – localizado entre o norte (N) e o nordeste (NE);
  • Lés-nordeste (ENE) – localizado entre o leste (E) e o nordeste (NE);
  • Lés-sudeste (ESE) – localizado entre o leste (E) e o sudeste (SE);
  • Sul-sudeste (SSE) – localizado entre o sul (S) e o sudeste (SE);
  • Sul-sudoeste (SSO) – localizado entre o sul (S) e o sudoeste (SO);
  • Oés-sudoeste (OSO) – localizado entre o oeste (O) e o sudoeste (SO);
  • Oés-noroeste (ONO) – localizado entre o oeste (O) e o noroeste (NO);
  • Nor-noroeste (NNO) – localizado entre o norte (N) e o noroeste (NO).

Com os dezesseis pontos de referência é formado um desenho, conhecido como Rosa-dos-Ventos, podendo também ser representada com outros pontos além dos cardeais, colaterais e subcolaterais.

Veja também:

  • Pontos cardeais, colaterais e subcolaterais
  • Coordenadas Geográficas

Orientação pela Lua

A lua também serve para nos orientar. Como o sol, a lua surge no leste e se põe a oeste.

  • Desse modo, para nos orientar pela lua devemos proceder como no caso do sol: estender o braço direito na direção onde ela nasce (leste).
  • O braço esquerdo corresponderá ao (oeste), à nossa frente estará o (norte) e às nossas costas o (sul).
  • Para saber mais: Fases da Lua

Como encontrar os pontos cardeais sem bússola

Existem algumas situações onde é preciso se orientar, principalmente se estamos em um lugar não conhecido e potencialmente perigoso. Para isso chegar em segurança ao seu destino, saber que direção seguir é muito importante.

 Para achar aquele rio que fica ao sul de sua localização atual, ou uma estrada que corta de leste a oeste, você precisa primeiramente, de um ponto de orientação para iniciar sua busca.

 Com uma bússola você facilmente acha o norte e assim consegue localizar o que procura, mas se sua bússola estiver quebrada você ainda saberia se orientar? Para lhe ajudar vou mostrar algumas técnicas.

1ª – Com relógio analógico de pulso

Para essa técnica você precisa  possuir um relógio analógico de pulso, que deve estar marcando a hora certa e levando em conta o horário de Verão (de outubro até fevereiro, você deve atrasá-lo 1 hora).

Mantenha o relógio na horizontal e aponte o número 12 para o sol. Crie uma linha imaginaria entre o nrº 12 e o ponteiro menor. Essa linha é o Norte.

  • Como Saber Onde É O Norte?
  • Veja pela foto onde efetuo o procedimento, comprovando a validade da técnica.
  • 2ª – Com a sombra

Você irá precisar de uma estaca de preferência de 1 metro. Enterre parte dela no chão, em uma superfície plana e ensolarada. Coloque uma pedra na ponta da sombra. Espere cerca de 15 minutos e coloque outra pedra na ponta da nova sombra.

A linha entre as duas pedras formam o oeste (primeira pedra) e o leste (segunda pedra). A linha perpendicular a esta linha formam o norte-sul.

  1. 3ª – Com a natureza
  2. Alguns elementos da natureza podem ajudá-lo a achar a direção, por exemplo:
  3. – Musgos e Líquens das árvores, que são mais verdes na parte norte pois recebem mais sol.
  4. – Os troncos das árvores são mais escuros na face sul, pois não recebem muito sol.
  5. – As formigas geralmente constroem seus ninhos na face norte das árvores, onde é mais quente.
  6. Deve-se tomar cuidado ao levar em conta apenas esses elementos, pois a natureza muda para melhor se adequar ao ambiente e as pistas podem acabar confusas.
  7. 4ª – Cruzeiro do Sul
  8. Esta constelação apesar de seu nome e da crença popular, não está exatamente no sul.

Para saber onde está o sul a partir desta constelação, localize-a e siga uma linha as duas estrelas do braço maior da cruz e estenda a linha cerca de cinco vezes seu comprimento original. Nesse ponto, desça uma linha imaginária perpendicular à terra e marque o sul.

Para finalizar gostaria de lembrar que todas essas dicas só são aplicadas no hemisfério sul. Para a orientação no hemisfério norte as dicas sofrem algumas mudanças.

Follow @svivencialismo

Cómo saber dónde está el norte si no tienes una brújula

08/04/2016

Como Saber Onde É O Norte?

Una de las primeras cosas que aprenden montañeros y otros amantes de la aventura a los que les gusta perderse en la naturaleza es a orientarse. El norte es el punto geográfico de referencia, pero ¿cómo saber dónde está el norte? Te damos todas las claves

Cómo saber dónde está el Norte

Antes de nada hay que evitar un par de mitos comunes cuando hablamos de orientación. Primero, lo de buscar el musgo. Se dice que solo crece en la cara norte de los árboles, pero en realidad lo hace a la sombra, independientemente de la orientación.

Segundo, la posición del sol; solo sirve para señalar el con exactitud el este dos veces al año (y por tanto el retso de puntos cardinales), en los equinoccios de primavera y otoño, pero el resto de días puede ser difícil para los más novatos tomarlo como referencia.

Leia também:  Como Saber Quando Uma Gata Vai Parir?

Entonces, ¿de qué fiarse? Bueno, hay varios métodos

 Método de la sombra proyectada

Si estás en un terreno despejado y con sol, clava un palo en el suelo, lo más perpendicular posible y marca la punta de la sombra con una piedrecita. Deja que pasen unos 15-30 minutos y marca con otra piedrecita el lugar donde está ahora la punta de la sombra. La línea que va desde la primera piedra hasta la segunda va de Este a Oeste.

Si pones el pie izquierdo en el punto donde está la primera piedra (este) y el derecho donde está la segunda (oeste) te encontrarás mirando justo hacía al norte. Este método funciona independientemente del hemisferio en el que estés.

Método del reloj

Si no tienes brújula pero si reloj de manecillas, puedes usarlo para encontrar el norte. Con el reloj en horizontal, o sobre el suelo, hay que hacer que la manecilla de las horas apunte hacía el sol. Ahora hay que fijarse en el ángulo que se forma entre la manecilla de las horas con las 12 del reloj. La línea que divide ese ángulo en dos apunta hacia el norte (en el hemisferio norte)

Observación de las estrellas

Este es el que más habrás escuchado. Basta con localizar la estrella polar, que apunta al norte (dibuja una línea imaginaria desde la estrella hasta el suelo). No es complicado encontrar la estrella polar, pero para que no tengas duda te dejamos con un vídeo de YouTube que lo explica a la perfección:

Aunque en esta época de teléfonos con GPS y relojes con brújula incorporada parece difícil perderse, no hay que fiarlo todo a la tecnología, así que siempre viene bien saber dónde está el norte. Recuerda nuestros consejos.

Como Encontrar o Norte Real Sem Bússola

Baixe em PDF
Baixe em PDF

Para que lado fica o norte? Se você está perdido na mata ou se está tentando instalar um relógio de sol no quintal, é obrigatório encontrar o norte real de vez em quando; quando chegar essa hora, você provavelmente não terá uma bússola.

Além disso, mesmo se você tiver uma, ela apontará para o norte magnético, que, dependendo da sua localização, é muito diferente do norte real. Então, o que o intrépido explorador deve fazer? Leia este artigo para encontrar várias maneiras diferentes de achar o caminho.

  1. 1

    Enterre uma vareta de pau em pé, de modo que você possa ver a sombra. Alternativamente, você pode usar a sombra de um objeto fixo.

    Quase todo objeto funciona, mas, quanto mais alto do objeto for, mais fácil será ver o movimento da sombra; além disso, quanto mais fina for a ponta do objeto, mais precisa será a leitura.

    Certifique-se de que a sombra é projetada em um ponto plano.

  2. 2

    Marque a ponta da sombra com um pequeno objeto, como uma pedra ou um arranhão no chão. A marca deve ser o menor possível, de modo a marcar apenas a ponta da sombra. Faça uma marca que possa ser identificada posteriormente.

  3. 3

    Espere entre 10 e 15 minutos. A ponta da sombra se moverá do oeste para o leste em uma linha curva.

  4. 4

    Marque a nova posição da ponta da sombra com outro objeto pequeno ou arranhão. Ele provavelmente se moverá muito pouco.

  5. 5

    Desenhe uma linha reta no chão entre as duas marcas. Esta linha representa o leste-oeste aproximado.

  6. 6

    Fique com a primeira marca (oeste) à sua esquerda e a outra (leste) à sua direita. Você está agora encarando o norte real, independentemente em qual parte do mundo estiver.

    A ilustração mostra que o sol e o marcador nos pontos 1 é o que está acontecendo no Passo 2. Nos pontos 2 , ele mostra o que está acontecendo no Passo 4 .

    Este método se baseia no fato de que o sol se move no céu de leste para oeste.

  1. 1

    Localize a Estrela do Norte (Polaris) no céu à noite. A Estrela do Norte é a última estrela no punho da constelação Ursa Menor. Se você tiver problemas para encontrá-la, ache a Ursa Maior.

    As duas estrelas menores (as estrelas mais distantes) formam uma linha reta que “aponta” para a Estrela do Norte. Você também pode encontrar a constelação de Cassiopeia, que está sempre oposta à Ursa Maior.

    A Estrela do Norte está localizada a meio caminho entre a estrela central de Cassiopeia e a Ursa Maior (ver figura).

  2. 2

    Desenhe uma linha reta imaginária da Estrela do Norte ao chão. Essa direção é o norte real; se houver um marco na distância desse ponto, use-o para se guiar.

  1. 1

    Ache a constelação Cruzeiro do Sul. No hemisfério sul, a Estrela do Norte não é visível, e nenhuma estrela indica o norte ou o sul. Porém, é possível usar o Cruzeiro do Sul e as estrelas das pontas como guia. O Cruzeiro do Sul é formado por cinco estrelas; as quatro estrelas mais brilhantes formam uma cruz inclinada para um lado.

  2. 2

    Identifique as duas estrelas que compõem o eixo longo da cruz. Essas estrelas formam uma linha que “aponta” para um ponto imaginário no céu acima do Polo Sul. Siga a linha imaginária a partir das duas estrelas a uma distância cinco vezes maior entre elas.

  3. 3

    Desenhe uma linha imaginária a partir desse ponto até o chão. Procure por um marco correspondente pelo qual se guiar. Sendo esse o sul real, então o norte real é o exato oposto dele (atrás de você, se estiver olhando para o ponto) .

  1. 1

    A constelação de Orion é visível em ambos os hemisférios, dependendo do período do ano. É uma característica permanente do equador.

  2. 2

    Procure pelo Cinturão de Orion. Há várias estrelas de destaque no Orion. O “cinturão” (3 estrelas em fila) corre de leste a oeste. Ao olhar para ele, procure por uma “espada” anexada.

  3. 3

    Projete uma linha a partir da espada através da estrela no meio do Cinturão. Essa é a direção do Norte.

  4. 4

    O Orion se estende através da linha do Equador: o Cinturão aparece e se põe no leste e no oeste.

  1. 1

    Posicione uma vara perpendicular ao chão e marque a primeira ponta da sombra. Neste método, faça a primeira leitura de manhã, pelo menos até uma hora antes do meio dia.

  2. 2

    Encontre um objeto comprido, como uma corda, com o mesmo comprimento da sombra.

  3. 3

    Continue a medir o comprimento da sombra a cada 10 ou 20 minutos. A sombra encolherá antes do meio dia e crescerá após o meio-dia.

  4. 4

    Meça o comprimento da sombra enquanto ela cresce. Use a corda ou o objeto que usado para medir o comprimento inicial da sombra. Quando a sombra tiver exatamente o mesmo comprimento que o objeto (e, portanto, exatamente o mesmo comprimento da primeira medição), marque o ponto.

  5. 5

    Desenhe uma linha ligando a primeira e a segunda marca. Mais uma vez, essa será a linha leste-oeste; ao se posicionar entre as duas marcas, você estará voltado para o norte real.

  1. 1

    Pegue um relógio analógico (do tipo com ponteiros de horas e minutos) com a hora correta. Coloque-o sobre uma superfície plana, como o chão, ou posicione-o horizontalmente na palma da mão.

  2. 2

    Aponte o ponteiro das horas para o sol.

  3. 3

    Bisseccione (isto é, encontre o ponto central) o ângulo entre o ponteiro das horas e a marca das doze horas (o número 12 do relógio). O centro do ângulo entre o ponteiro das horas e a marca das doze horas é a linha norte-sul.

    Se você não souber onde está o norte e o sul, lembre-se de que, independente de onde estiver, o sol sempre nasce ao leste e se põe ao oeste. No hemisfério norte, o sol estará no sul ao meio-dia.

    Se o relógio estiver marcando o horário de verão, bisseccione o ângulo entre o ponteiro das horas e a marca de uma hora.

  1. 1

    Use um relógio analógico. Aponte a marca das doze horas do relógio (o número 12) em direção ao sol. Se o relógio estiver no horário de verão, aponte a marca de uma hora para o sol.

  2. 2

    Bisseccione o ângulo entre a marca das doze horas (ou a marca de uma hora no horário de verão) e o ponteiro das horas para encontrar a linha norte-sul. Se não souber onde está o norte, lembre-se de que o sol nasce ao leste e se põe ao oeste. No hemisfério sul, no entanto, o sol está no norte ao meio-dia.

  1. 1

    Descubra o caminho que o sol faz. O sol sempre nasce ao leste e se põe ao oeste. Entre esses dois pontos, o sol desenha um arco ao sul no hemisfério norte; e ao norte no hemisfério sul (sempre em direção ao equador). Isso significa que, no início da manhã (logo após o nascer do sol), o sol estará a leste. No fim da tarde, ele estará no oeste.

    • O caminho do sol pode variar um pouco dependendo da época, principalmente longe do equador. Por exemplo: no verão, o nascer e o pôr do sol ficam mais longe do equador (mais ao norte no hemisfério norte e mais ao sul no hemisfério sul), enquanto que, no inverno, eles ficam mais perto do equador. Apenas no equinócio da primavera e do outono que o sol nasce ao leste e se põe a oeste.
    • Por precaução, familiarize-se com o caminho que o sol faz no local onde você precisará disso. Além disso, aprenda a trajetória dos dois solstícios e o tempo aproximado entre o nascer e o pôr do sol nesses dois caminhos. Essa informação ajudará a calcular o caminho para o dia atual.
  2. 2

    Encontre o norte com base na direção do sol.

    Se você determinar que o sol está ao leste (no início da manhã), então o norte estará cerca de um quarto de volta no sentido anti-horário (por exemplo: se você estiver de frente para o sol, então vire à esquerda). Se o sol estiver no oeste, então o norte está a mais ou menos uma volta no sentido horário. Se o sol estiver ao sul, então o norte ficará na direção oposta.

    • Por volta do meio-dia (dependendo do horário de verão e do fuso horário), o sol apontará para o sul no hemisfério norte e para o norte no hemisfério sul.
  • Se você tiver apenas relógio digital, ainda será possível mirar o relógio com precisão para o sol, tentando descobrir onde o ponteiro das horas ficará. Use o ângulos do relógio referentes ao 12, 3, 6 e 9 para guiá-lo.
  • No Hemisfério Norte, a meio caminho entre o 12 e o 1, fica o sul. Entre o 12 e o 1, no Hemisfério Sul, fica o Norte.
  • Se seu relógio tiver um mostrador de 24 horas (tipo de relógio de piloto), então basta apontar o ponteiro das horas para o sol. O norte estará na marca 0/24h.
  • Ao tentar localizar a Estrela do Norte, é importante lembrar que, ao contrário da crença popular, ela não é a estrela mais brilhante no céu. A única coisa notável nela é que é a única estrela no céu que não se move.
  • Os métodos deste artigo exigem prática. Por isso, é uma boa ideia testá-los algumas vezes para verificar as leituras. Dessa forma, eles serão confiáveis em uma situação de sobrevivência.
  • A Estrela do Norte fica mais alta no céu à medida que nos deslocamos para o norte. Ela não é mais útil a partir dos 70°N de latitude.
  • O método do relógio não é recomendado em latitudes mais baixas, especialmente abaixo dos 20° em qualquer hemisfério.
  • Os métodos “ponta de sombra” não são recomendados nas regiões polares (latitudes acima de 60° em qualquer hemisfério).

Pontos Cardeais para você se orientar

Os pontos cardeais são pontos de referência utilizados para a orientação dos mapas, que valem para todos os lugares.

Estando na sua casa ou na escola, você sabe onde o sol nasce e onde ele se põe? Esta pergunta é importante porque é acompanhando o movimento aparente do sol, que descobrimos o lugar onde estamos.

Desde cedo, o homem descobriu a importância do sol para encontrar a direção e o sentido a seguir.

Pontos cardeais

Os pontos cardeais foram definidos justamente a partir da observação do movimento aparente do sol e também pela posição das estrelas no firmamento. Em qualquer lugar da superfície da terra, o sol sempre nasce do mesmo lado e se põe no lado oposto.

No começo da manhã, o sol pode ser visto em um ponto na linha do horizonte. Esse ponto é chamado nascente. O sol ilumina o planeta e, em algumas épocas do ano, ele parece estar mais elevado no céu. Em outras, ele parece estar mais baixo.

No meio do dia, o sol parece estar a pino, isto é, sobre as nossas cabeças. Quase nem dá para ver a nossa sombra no chão.

Por convenção, chamamos de Leste o lado em que nasce o sol. Esse lado, abreviado como L (ou E, inicial da palavra East, Leste em Inglês), é o oposto de Oeste, abreviado como O (ou W, de West). Se você apontar a mão direita para o nascente, isto é, para o Leste, à sua frente está o Norte (N). Às suas costas, o Sul (S).

Para facilitar o trabalho de orientação, geralmente os mapas têm a direção Norte na parte superior da folha de papel. Assim, o Leste está sempre à direita, o Oeste está sempre à esquerda e a direção Sul fica sempre abaixo.

Você também pode encontrar os pontos cardeais. Faça assim:

Estenda o braço direito para o lugar onde o sol pode ser visto ao amanhecer. Nessa direção está o Leste. Levante o seu braço esquerdo e nesse sentido estará o Oeste. À sua frente você encontrará o Norte. Atrás de você estará o Sul. Norte, Sul, Leste e Oeste são os pontos cardeais, que nos orientam.

Cruzeiro do Sul

À noite, quando o sol não é visto no céu, como podemos nos orientar pelos pontos cardeais? A orientação durante a noite é feita com a ajuda de outras estrelas. A constelação do Cruzeiro do Sul pode ser o nosso ponto de referência para a orientação durante a noite.

O Cruzeiro do Sul é composto de quatro estrelas maiores e de uma menor, formando uma cruz. Para encontrarmos os pontos cardeais, prolongamos o braço maior da cruz quatro vezes em direção à Terra. No ponto final dela, traçamos um reta até o chão. Aí encontramos o Sul. Se ficarmos de costas para esse lugar, o Norte estará à nossa frente. O Leste, à nossa direita. O Oeste, à nossa esquerda.

Outros pontos de referência

Conhecendo esses pontos de referência principais, é possível definir outros quatro, situados entre os pontos cardeais: são os pontos colaterais. Seus nomes são formados pela combinação, dois a dois, dos pontos cardeais.

Entre o ponto cardeal Norte e o ponto cardeal Leste, temos o ponto colateral Nordeste (NE); entre o Sul e o Leste, temos o Sudeste (SE); entre o Sul e o Oeste, fica o Sudoeste (SO); entre o Norte e o Oeste, o Noroeste (NO). A representação dos pontos cardeais com os pontos colaterais, isto é, todos os pontos assinalados num mesmo desenho, forma a rosa-dos-ventos.

E ela recebeu esse nome porque foi utilizada originalmente para indicar a direção de onde provinham os ventos, muito importante até hoje para os comandantes de barcos e aviões.

A bússola

Para a navegação (tarefa de conduzir um barco ou um avião de um ponto de origem até seu destino), o problema da orientação é muito sério.

Imagine um capitão de navio, no meio do oceano, utilizando apenas o sol para tentar orientar um mapa e descobrir a direção em que está e o sentido que precisa seguir?! É praticamente impossível.

Por isso, as grandes navegações só se tornaram possíveis depois da invenção da bússola, que é uma ferramenta muito simples de orientação.

A bússola, inventada pelos chineses e aprimorada pelos europeus, nada mais é do que uma agulha magnetizada que gira livremente sobre uma rosa-dos-ventos.

Por causa do campo magnético da terra, a agulha da bússola sempre aponta para o Norte, em qualquer lugar em que esteja o navegador.

Assim é possível orientar um mapa e descobrir a direção a tomar e o sentido do percurso a seguir, independente do dia ou da noite, da visibilidade do céu ou da existência de outras referências.

Reprodução autorizada desde que contenha a assinatura “plenarinho.leg.br – Câmara dos Deputados” e não seja para fins político-partidários

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*