Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

A gente está vivendo numa época maravilhosa em que mulheres crespas e cacheadas estão reconhecendo a beleza de seus fios naturais.

Foram muitos anos de imposição para que todos os cabelos fossem lisos, por isso, meninas novinhas já passavam por processos químicos para alisarem seus fios antes mesmo da adolescência.

Com todo esse tempo passando por esse tipo de processo, muitas mulheres nem lembram como seus cabelos naturais são.

Nessa fase de redescobrimento e empoderamento dos crespos e cachos, uma dúvida que sempre surge é qual é o tipo de fio do cabelo x ou y.

Porque, não sei se vocês sabem, mas existem diversas variações e cada uma delas merece uma atenção especial.

Além disso, cada cabelo tem uma forma ideal de ser finalizado e produtos específicos – e é só olhar nas embalagens dos cremes para ver para qual tipo de fio ele é porque agora estão especificando muito bem isso.

Cabelos Tipo 2 – Ondulados

2A

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Os cabelos 2A tem um efeito semelhante ao famoso beach hair. A raiz do fio é totalmente lisa e ele apresenta leves ondulações ao longo do comprimento.

2B

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Os fios 2B também têm a raiz lisa, mas com mais ondulações no comprimento. Por isso, muitas vezes, algumas pessoas confundem esse tipo de cabelo com cacheado. Mas não, ele é ondulado!

2C

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

No caso dos fios 2c, as ondulações são bem menos espaçadas, sabe? Geralmente, elas partem da raiz, dando aquele aspecto de volume aos fios.

Cabelos Tipo 3 – Cacheados

3A

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

A categoria de cachos é a que mais nos deixam confusas. Vale lembrarmos que um mesmo cabelo pode ter diferentes texturas entre a mesma categoria ou não, tá? O 3A forma cachos maiores e mais soltos, mas o formato deles é uma espiral – o que os diferenciam do 2C.

3B

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

As espirais que os fios 3b formam são bem mais definidas e partem da raiz – o que também dá aquela ideia cabelo volumoso.

3C

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

No cabelo 3c, os cachos são ainda mais definidos e muito menos espaçados.

Cabelos Tipo 4 – Crespos

4A

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipo 4 é a categoria para cabelo crespos que, ao contrário do que muitos pensam, também têm variações de texturas. O 4A possui um fio super enrolado desde a raiz às pontas e os cachos formados são pequenos. A variação entres eles é mínima. É isso que dá aquele volume lindão que a gente vê nas cabeças de várias mulheres por aí.

4B

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Os cabelos tipo 4B formam cachos menores e são mais volumosos ainda. Esses cachos vão desde a raiz até as pontas!

4C

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Os cabelos 4C, muitas vezes, não formam cachos – ou, às vezes, se misturam um pouco com o 4B. Nas duas texturas entram o fator encolhimento, que dá aquela sensação de que o cabelo não está grande, mas, ao esticá-lo, o comprimento é bem maior do que parece!

Comparando o seu próprio cabelo com os exemplos de cada categoria fica bem mais fácil de identificá-lo, né? E isso é importante para você entender todos os processos de cuidados do seu fio, quais são as necessidades dele e testar produtos que realmente foram feitos para ele. Outra coisa importante a se dizer é que existem inúmeras formas de finalização dos fios e que isso pode interferir um pouco na textura final.

Contem pra gente aqui nos comentários: qual é o tipo de cabelo? E como você cuida dele? Vamos adorar saber!

Tipos de cabelo: como identificar o seu?

Vou começar essa postagem com algumas perguntinhas: como é o seu cabelo? Liso ou Crespo? Ok, mas, muito crespo ou “mais ou menos” crespo? Ele é ondulado? Difícil explicar, não é? Bem,  isso acontece porque existem muitos tipos de cabelos, e conhecer qual é o seu  pode ajudar na hora de escolher tratamentos que o deixarão mais saudável.

Um sistema bastante usado e útil para classificar um cabelo é o Andre Waler System. Eu gosto bastante porque ele é bem simples e leva em consideração a espessura e a ondulação do fio. Eu montei a tabelinha abaixo para deixar tudo mais visual.

Conhecendo o seu fio por meio da tabela de tipos de cabelos

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Entendendo a tabela de tipos de cabelo:

Apesar de parecer um pouco chato, entender é bem simples!  Vamos começar com as letras:

  • Na letra A estão os cabelos com padrões de ondulação mais soltos.
  • Na letra B, o cabelo tem alguma ondulação mais definida.
  • A letra C é onde os cachos são os menores e mais definidos de cada grupo.

Então, vêm os números que vão do 1 ao 4:

  • O número 1 é o cabelo liso, sem ondas. Logo, os cachos começam a ser contados a partir do número 2.
  • O número 2 é o cabelo com uma leve ondulação.
  • O número 3 é para cabelos cacheados.
  • O número 4 é para cabelos crespos, muito crespos, e afros.

Tipo 1: O cabelo liso

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

1A – Não possui nenhum tipo de ondulação. o fio é bastante fino, oleoso, e brilhante.

1B  – Também não possui nenhum tipo de ondulação, mas o fio é um pouco mais grosso que o tipo 1A. Ele também é oleoso e brilhante.

1C  – Os fios são os mais grossos e pesados da categoria. Não tem ondulações, são bastante densos e também tendem a ser oleosos.

Tipo 2 : o cabelo ondulado

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

2A – Com ondas muito pouco definidas, o fio é quase liso. Leves, não costumam ter muito volume.

2B – Ondas soltas.

2C  – As ondas são mais intensas e tem um formato de S bastante definido. Neste tipo já é possível encontrar alguns cachos.

Tipo 3: o cabelo cacheado

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

3A – Cachos definidos e levemente soltos. Brilhosos, são aqueles cujos os fios tem cachos tão regulares que parecem ter sido produzidos com babylizz.

3B – O cacho é mais enrolado, com o formato de S bem mais estreito, definido e regular. As pontas tender a ser secas, por que a oleosidade natural da raiz tem mais dificuldade de percorrer todo o fio.

3C – os cachos tem formações de espirais mais apertadas. Os cachos são bem definidos, mas muito mais fechadinhos e estreitos. As pontas também tendem a ficar secas. Os fios são finos.

Tipo 4: O cabelo Crespo

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

4A – Mistura de cachos e torções. A diferença dele para o tipo 3C é que o cabelo apresenta cachos até quando molhado (o 3c pode parecer ondulado quando mollhado). Quando seco, os cachos são menos definidos. Ele tende a ser mais seco nas pontas.

4B – Muito bem enrolados, ou em formato de ziguezague, os cachos são menos definidos e podem não ser visíveis quando seco. Os fios são muito finos e tendem a serem mais secos e quebrarem facilmente.

4C – Cabelos formam “molas” extremamente apertadas que encolhem muito perto do couro cabeludo quando o fio está seco. Aliás, a formação de cachos pode nem ser visíveis quando o cabelo está seco. Pode apresentar porosidade, e por ser um fio bastante fino, ele também tem facilidade de se quebrar.

Ok, acho que agora sei qual é o tipo de cabelo, mas o que eu faço com toda essa informação?

Bom, eu sempre acreditei que quando você conhece bem o seu cabelo, saberá lidar melhor com ele. Desde a escolha de tratamentos, ao número de lavagens ou número de hidratações: se você sabe o tipo de fio que tem, poderá fazer escolhas mais acertadas para mantê-lo saudável.

Leia também:  Como Se Diz Onde Em Espanhol?

Para ter certeza qual é o seu tipo de cabelo, a melhor forma de definí-lo é molhando-o primeiro. É que você pode parecer 4c quando o cabelo está seco, mas como o seu cabelo muda de aparência quando está molhado,  ele pode ser um 4a.

Vale lembrar que se o seu cabelo é tratado quimicamente, você só saberá seu tipo se deixá-lo natural. Outro ponto importante é que algumas pessoas podem ter mais de uma combinação de cabelo (3a na frente e 2c na nuca, por exemplo).  Talvez seja o seu caso. 😉

E então? Qual é o seu tipo de cabelo? Conta nos comentários!

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

"Como saber meu tipo de cabelo?": 5 critérios que vão te ajudar a entender melhor seus fios

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Seu cabelo é fino, médio ou grosso? Saiba como identificar

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Conhecer os tipos de cabelo cacheado, crespo, ondulado e liso ajuda a lidar melhor com a textura

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Saber qual é o seu tipo de cabelo é importante para escolher cortes e produtos que combinem com os seus fios

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Cabelo fino e cabelo ralo não são a mesma coisa; entenda a diferença entre os tipos

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Cabelos oleosos, secos, mistos e normais têm necessidades diferentes

Muitas pessoas confundem a espessura com a densidade capilar, mas a verdade é que elas são bem diferentes. A densidade diz respeito à quantidade de fios por cm² e é dividida em três categorias: ralo, médio e denso. O cabelo ralo é aquele em que é possível ver o couro cabeludo entre os fios.

No cabelo denso, não é possível ver a pele a não ser que você use um pente ou as mãos para separar os fios. Já o cabelo médio é intermediário. Ao contrário do que muitos pensam, um cabelo ralo pode ser grosso e um cabelo denso pode ser fino, já que os dois critérios são independentes.

No entanto, a densidade pode estar ligada a um processo de afinamento capilar, que não tem a ver com ter cabelos finos naturalmente e sim com a saúde deles.

“O afinamento capilar acontece quando os fios perdem a densidade e se tornam mais rebeldes e frágeis”, explica a hairstylist Jô Nascimento , embaixadora L'Oréal Professionnel.

“Nem todo cabelo que perdeu a densidade está em fase de queda, mas todo cabelo em fase de queda sofre um afinamento”, afirma. Outra causa comum para esse processo é a quebra por conta da química, então é fundamental fazer uma avaliação com um profissional para tratar o quadro se for o caso.

Seu cabelo é curto, médio ou longo? Aprenda a diferenciar

Os conceitos de cabelo curto, médio e longo não são iguais para todo mundo e isso pode gerar algumas dificuldades, como pedir um corte no salão de beleza e o cabeleireiro entender algo diferente ou pesquisar ideias de penteado para festa mas não encontrar nenhuma foto que se pareça com os seus fios. Para evitar esses incômodos, é preciso saber o que configura cada comprimento. De uma forma geral, o cabelo curto vai desde o buzz cut – que é a cabeça praticamente raspada – até o meio do pescoço. A partir da altura dos ombros, do trapézio e da clavícula até as axilas, o cabelo é considerado médio. Já o cabelo longo é aquele que termina da linha das axilas para baixo. Nos últimos tempos, comprimentos intermediários como o médio-longo, que fica no limite entre os dois tamanhos, têm feito bastante sucesso, então vale a pena conhecer todas as opções antes de eleger sua favorita.

Uma das formas mais populares de classificar os cabelos é pela textura, usando números e letras. Nessa divisão, o cabelo liso é o número 1, o ondulado é o tipo 2, o cacheado é o 3 e o crespo é o 4. Dentro das categorias 2, 3 e 4, os fios podem ter a textura mais aberta (A), intermediária (B) ou definida (C).

Sendo assim, as ondas 2A são mais discretas, as 2B são um pouco mais definidas e as 2C são as que mais se aproximam de cachos, porém ainda com raiz lisa e aspecto mais suave. Os cachos 3A são mais largos, porém começam desde a raiz , enquanto o cabelo 3B tem cachos da circunferência de um dedo mais ou menos. O cachos 3C, por sua vez, são bem pequenos e tendem a ter mais volume.

O cabelo 4C é um crespo mais próximo do cacheado, com um pouco mais de peso para baixo. Já o 4B cresce mais para os lados e para o alto. Por fim, o 4C tem um formato de zigzag, que não chega a formar cachos.

Vale lembrar que as texturas devem ser analisadas nos cabelos secos e naturais, sem finalização, e que muitas vezes é possível ter mais de um tipo de onda ou cacho ao mesmo tempo, então será preciso personalizar a rotina de cuidados de acordo.

Como definir se o cabelo é oleoso, seco, misto ou normal?

A oleosidade afeta diretamente tanto a saúde quanto a aparência dos fios, então é necessário identificar o nível dela para aprender a lidar com os fios. O cabelo oleoso é aquele que tem que ser lavado todos os dias porque em menos de 24h fica com um aspecto pesado.

O quadro oposto é o do cabelo seco, que vai ficando mais opaco e áspero com o passar dos dias após a lavagem. O cabelo normal é um meio termo, então não costuma sofrer com excesso de sebo nem com visual ressecado.

Já o cabelo misto é o que tem a raiz oleosa e as pontas secas porque a oleosidade do couro cabeludo não dá conta de se espalhar pelo comprimento.

Cada tipo vai exigir um tipo de shampoo, uma frequência de lavagem e uma técnica de aplicação de produto diferente, então conte com a orientação do seu cabeleireiro para montar a rotina perfeita.

Encontre um salão de beleza perto de você!

Cadastro realizado com sucesso

}

Como Saber Seu Tipo de Cabelo

Saber qual o seu tipo de cabelo é um passo essencial para aprender como cuidar corretamente dos fios, pois ajuda a escolher os produtos mais adequados para cuidar do cabelo corretamente, mantendo-o com brilho, maciez e perfeito.

Os cabelos podem ser lisos, ondulados, cacheados ou crespos, e para cada tipo de cabelo há variações quanto à espessura, volume e brilho dos fios de cabelo. Por isso, veja esta classificação e confira qual o seu tipo de cabelo para cuidar bem dele e usar os produtos mais indicados:

1. Cabelo liso

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipos de cabelo liso

  • O cabelo liso costuma ser bem sedoso, pois a oleosidade natural dos fios consegue atingir as pontas dos fios, no entanto, o uso constante de chapinha ou babyliss pode tornar o cabelo seco.
  • Como cuidar: Para evitar o ressecamento, os cabelos lisos precisam de hidratação a cada duas semanas e a cada lavagem deve-se usar cremes protetores térmicos antes de usar o secador ou a chapinha.
  • Abaixo estão exemplos dos tipos de cabelos lisos.
  • Liso fino: fios de cabelo muito lisos, sem volume e escorridos, que não modelam e nem seguram nada, nem um grampo. Além disso, este tipo de cabelo tem muitas vezes tendência para a oleosidade. Veja como controlar este problema clicando aqui. 
  • Liso médio: fios de cabelo lisos, mas com um pouco de volume, sendo que já é possível modelar as pontas e de colocar grampos.
  • Liso grosso: fios de cabelo lisos, mas grossos e com volume. Pode armar com facilidade e são difíceis de modelar.
Leia também:  Como Descobrir O Numero Que A Pessoa Esta Pensando?

Veja mais dicas sobre os cuidados com o cabelo liso e fino.

2. Cabelo ondulado

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipos de cabelo ondulado

O cabelo ondulado forma ondas em forma de S, podendo ficar liso quando escovado ou cacheado quando é amassado, formando cachos soltos.

Como cuidar: Para definir as ondas, deve-se usar cremes para pentear ou ativadores de cachos, e preferir cortes em camadas, pois dão mais movimento às ondas.

Esse tipo de cabelo precisa de uma hidratação profunda a cada duas semanas, com máscaras ou cremes específicos para hidratar, e o secador e a prancha devem ser deixados de lado para que as ondas fiquem mais definidas e brilhosas.

Abaixo estão exemplos dos tipos de cabelos ondulados.

  • 2A – Ondulado fino: fios de cabelo ondulados, em forma de S muito suave, fáceis de modelar, quase lisos. Geralmente não tem muito volume.
  • 2B – Ondulado médio: fios de cabelo ondulados, formando um S perfeito. Tendem a ter frizz e não são muito fáceis de modelar.
  • 2C – Ondulado grosso: fios de cabelo ondulados e volumosos, começando a formar cachos soltos. Além disso, não ficam grudados na raiz e são difíceis de modelar.

3. Cabelo cacheado

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipos de cabelo cacheado

O cabelo cacheado forma cachos bem definidos que parecem molas, mas tende a ser seco, e por isso não é indicado usar tinturas nesse tipo de cabelo, para não ressecar ainda mais.

Como cuidar: O ideal é que os cabelos cacheados sejam lavados apenas duas vezes por semana com shampoos anti-frizz ou para cabelos normais, e a cada lavagem os fios devem ser hidratados com creme de tratamento ou máscara de hidratação. Após a lavagem, deve-se aplicar leave in, que é um creme de pentear sem enxágue, e deixar o cabelo secar naturalmente, pois o uso de secador e prancha resseca os cachos.

Para dar forma ao cabelo e definir os cachos, o leave in pode ser usado diariamente, sendo necessário apenas retirar o creme do dia anterior com água. Outro produto que pode ser utilizado é o reparador de pontos, que dá brilho e maciez, e deve ser aplicado com os fios já secos.

Abaixo estão exemplos dos tipos de cabelos cacheados.

  • 3A – Cachos soltos: cachos naturais, largos e regulares, bem formados e redondos, geralmente finos.
  • 3B – Cachos fechados: cachos estreitos e bem formados, mas mais fechados que os cachos soltos e mais grossos, tendendo a ficar armado.
  • 3C – Cachos muito fechados: cachos muito fechados e estreitos, ficando grudados uns nos outros, porém com um padrão definido.

Para manter os fios hidratados e com cachos definidos, veja 3 passos para hidratar os cabelos cacheados em casa.

4. Cabelo crespo

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipos de cabelo crespo

O cabelo crespo ou afro é diferente do cabelo cacheado porque mantém-se enrolado mesmo quando está molhado. Além disso, o cabelo crespo é frágil e seco, pois a oleosidade não consegue percorrer os fios do cabelo, e por isso a hidratação deve ser feita semanalmente.

Como cuidar: É importante que a hidratação seja feita com água quente e toucas térmicas, mas a finalização da lavagem do cabelo deve ser feita com água fria, pois isso evita o frizz.

Além disso, deve-se usar o creme para pentear e deixar os cachos secarem naturalmente, apenas retirando o excesso de água ao amassar o cabelo com papel toalha. Mas quando usar o secador for necessário, uma boa dica é passar um pouco de gel nas pontas do cabelo, por cima do creme de pentear, e usar o difusor para definir os cachos.

Abaixo estão exemplos dos tipos de cabelos crespos.

  • 4A – Crespo macio: cachos pequenos, definidos e muito fechados, que parecem molas.
  • 4B – Crespo seco: cachos muito fechados, em forma de zigue-zague, menos definidos do que o crespo macio.
  • 4C – Crespo sem forma: cachos muito fechados, em forma de zigue-zague, mas sem nenhuma definição.

Saiba como hidratar o cabelo crespo.

Temos uma base de 12 tipos de cabelo, divididos da seguinte maneira: Lisos (tipo 1), ondulados (tipo 2), cacheados (tipo 3) e crespos (tipo 4), com exceção do tipo 1, todos os tipos possuem 3 subdivisões relativas à curvatura do cacho (A, B e C).

Por que é importante saber meu tipo de cabelo?

Conhecer o seu tipo de cabelo é importante para você saber a melhor maneira de cuidar dele, qual produto é mais indicado, além de saber qual tipo de corte te favorece.

Como Saber O Tipo De Cabelo Que Tenho?

Tipo 1 – Lisos

Nesse tipo não existe nenhuma curvatura ou ondulação da raiz às pontas, são fios inteiramente retos. Os fios são naturalmente mais oleosos, porque a oleosidade do couro cabeludo consegue chegar até as pontas sem dificuldade. 

  • Tipo 2 – Ondulados
  • Os cabelos ondulados ficam entre o liso e o cacheado e tem gente que acha que são muito fáceis de cuidar, mas não é bem assim. 
  • Os cabelos ondulados geralmente, são mais oleosos na raiz e secos nas pontas, então a quantidade de creme de pentear tem que ser mínima, apenas o suficiente para dar for ao cabelo sem pesar. 
  • 2A: É aquele que tem ondinhas bem largas e se parece muito com o liso 
  • 2B: Tem ondinhas mais definidas do que o tipo A.
  • 2C: São quase um cachinho, mas não chegam a ter o formato em espiral.
  • Tipo 3 – Cacheados
  • Os cabelos cacheados formam voltas como um espiral e por conta desse formato, a oleosidade natural do couro cabeludo demora mais chegar até as pontas do fio e isso deixa o comprimento do cabelo cacheado um pouco seco. Mas isso dá para resolver com hidratações e nutrições regulares 
  • 3A: Forma uma espiral larga, então fica pesado depois que cresce e pode deixar a raiz com um aspecto mais liso.
  • 3B: Os cachos são bem definidos e um pouco mais fechados.
  • 3C:  É bem definido e mais volumoso, forma uma espiral perfeita.
  • Tipo 4 – Crespos

Responsável pelo black power, ele tem a estrutura mais fechadinha do que os outros tipos e, por isso, costuma ser bem mais ressecado e frágil, quebrando com a maior facilidade. O que também pode ser facilmente resolvido com umectações e reconstruções periódicas.

4A: É superenroladinho desde a raiz, como uma mola encolhida.

4B: São bem parecidos com o 4A, só que o cacho é um pouquinho mais fechado.

4C: Tem a estrutura frisada. Mas também pode formar cachos de acordo com a finalização feita. 

É possível ter mais de um tipo de cacho?

Sim! e na verdade é muito comum encontrar mais de um tipo de cacho em uma cabeça, é muito raro ter apenas um tipo de cacho. Porém, na maioria das vezes, tem um tipo que prevalece. Isso é o que faz com que cada cabelo seja diferente com suas particularidades, por isso é tão importante você conhecer o seu cabelo.

Espero que tenha conseguido ajudar! Veja mais dicas aqui no blog!

Como descobrir qual é o seu tipo de cabelo e como tirar o máximo proveito dele — nem todos os cabeleireiros sabem disso

Para qualquer mulher isso soa familiar: quando os cabelos são lisos, você tem vontade de ter cabelos ondulados, ou inversamente, se possui cabelos crespos, morre de vontade de tê-los bem lisos.

Leia também:  Mulher Que Gosta De Mulher Como Chama?

As mudanças são sempre bem-vindas, mas se souber qual é o tratamento certo para o seu tipo de cabelo, é possível realçar a sua beleza ainda mais.

Além disso, os problemas como frizz simplesmente desaparecerão.

Nós do Incrível.club estudamos a classificação de diferentes tipos de cabelo inventada pelo famoso hair stylist Andre Walker. Os cabeleireiros experientes se baseiam nessa abordagem. Para descobrir o seu tipo de cabelo, será preciso lavá-lo e escová-lo suavemente ainda úmido, deixando os fios secarem sem o uso do secador ou de produtos para pentear.

© cuppuccino / Depositphotos

Liso (1): não formam ondas, os penteados para formar cachos não se mantêm por muito tempo e o cabelo retorna muito rapidamente ao seu formato original.

  • 1A: cabelo fino e macio, não é volumoso, pode ter frizz por causa de sua leveza e ficar sujo rapidamente.
  • 1B: cabelo de espessura média, as raízes mantêm o volume moderadamente.
  • 1C: cabelo grosso e resistente, as raízes mantêm bem o volume.

Ondulado (2): tem ondas em forma de “S” em diferentes variações.

  • 2A: cabelo de espessura média, as ondas têm a forma de “S”, são pouco perceptíveis e podem não ter volume suficiente. Sem pentear, pode parecer um intermediário entre o cabelo liso e o ondulado. Pode enrolar um pouco nas pontas.
  • 2B: cabelo mais pesado, ondas visíveis na forma de “S” que nascem da coroa. Muitas vezes, possui bastante frizz na parte superior da cabeça, perdendo assim a definição dos cachos.
  • 2C: cabelo que parece ser uma mistura dos cabelos ondulados e crespos. É mais rebelde do que alguns tipos de cabelos ondulados, que são fáceis de alisar. Em um clima úmido, fica ondulado instantaneamente.

Encaracolado (3): cabelo bastante denso, com cachos pronunciados. A diferença de comprimento entre os fios de cabelo lisos e a mecha no estado natural enrolado é de 12 a 20 centímetros.

  • 3A: cachos grandes e definidos na forma de “S”. Cabelos propensos à porosidade, mas se forem alisados com chapinha mantêm a forma por bastante tempo.
  • 3B: cachos não tão grandes, mais densos e duros, muito difíceis de passar a chapinha. Os fios mantêm bem sua forma natural e são menos propensos à porosidade.
  • 3C: cachos menores. O cabelo em si é fino, mas mais grosso e mais denso do que os tipos de cabelos anteriores, e é por isso que parece mais volumoso.

Muito crespo (4): este tipo de cabelo é mais comum em afrodescendentes. Os cachos são difíceis de manipular, parecem muito volumosos e grossos, embora na realidade seja um cabelo bastante fino e quebradiço. A diferença de comprimento entre as mechas lisas e as mechas no estado crespo natural é de 22 a 30 centímetros.

  • 4A: cachos na forma de espiral, são pequenos e definidos, o cabelo é fino, suscetível à danos externos, muito frágil.
  • 4B: enrola-se em ziguezague.
  • 4C: de todos os tipos de cabelo este é o mais rebelde e resistente, os cachos podem ser em espiral ou não possuem uma forma definida, são muito difíceis de pentear.

© Fred Duval/MEGA/Mega Agency / East News, © s_bukley / Depositphotos© KarynaChe / Depositphotos, © Sofia_Zhuravets / Depositphotos

Liso

  • Lavar — Esse tipo de cabelo deve ser lavado com mais frequência do que os outros, porque rapidamente fica oleoso. Escolha shampoos leves e condicionadores que dão volume, sem óleos pesados ​​na composição, especialmente para o tipo 1A. Os shampoos de argila terapêutica dão um bom efeito, ajudando os cabelos a ficarem limpos por mais tempo. Não ignore o uso de produtos antirresíduos, para que o seu cabelo fique mais “livre”.
  • Cuidados — Pode-se usar um leve spray para alisar para remover o frizz dos cabelos lisos (preste atenção se não há grande quantidade de óleo na sua composição).
  • Arrumar — O cabelo liso tolera melhor o secador em temperaturas mais altas do que os outros tipos de cabelo, mas ainda é melhor dar preferência a temperaturas mais baixas e sempre usar uma proteção térmica.
  • Penteado — Para os cabelos lisos, é melhor escolher cortes de cabelo do tipo “cascata”, para criar um efeito de movimento. Nos cabelos finos do tipo 1A, os cachos e o volume não vão se manter por muito tempo, mas o cabelo ficará bem com tranças ou penteados presos modernos.

Ondulados

  • Lavar — A principal tarefa é manter o volume do cabelo; ao mesmo tempo, eliminando a porosidade e o efeito “acabei de levantar”. É necessário usar shampoos, condicionadores e máscaras com efeito hidratante, mas que não sejam pesadas, os produtos mais apropriados são os com extratos de frutas e ervas.
  • Cuidados — Para não ressecar o cabelo demais e “fixar” bem a umidade, aplique loções capilares à base de óleos leves (sementes de uva, linhaça, mostarda) desde a parte central até as pontas. Várias vezes por semana inclua produtos com efeito de hidratação profunda. Os cabelos dos tipos B e C absorvem bem a umidade.
  • Arrumar — Você não deve secar totalmente o cabelo, uma vez que estraga as ondas naturais, provocando porosidade. É melhor deixá-lo secar naturalmente, ou usar um secador de cabelo com ar frio. Não use produtos de fixação fortes (especialmente para o tipo 2A), porque o cabelo fica mais pesado, “estica” e perde o volume.
  • Penteado — Escolha os cortes de cabelo que não tenham linhas claras e transições abruptas, caso contrário, terá de usar chapinha para que ele fique bonito. As ondas se desarmam com muita facilidade, portanto, tenha em mente que é improvável que o penteado retorne ao seu estado original, após tê-lo amarrado por um tempo em um rabo de cavalo ou feito trança. Os cachos mais persistentes são do tipo 2C.

© IgorVetushko / Depositphotos, © kazzakova / Depositphotos

Crespo

  • Lavar — O objetivo é o mesmo no caso dos cabelos ondulados: reter a umidade máxima no cabelo (os cabelos crespos são muito propensos ao ressecamento). Você pode escolher shampoos e condicionadores especificamente para esse tipo de cabelo, com óleos e ingredientes altamente hidratantes na composição. Escolha shampoos que não contenham sulfatos, uma vez que ressecam o cabelo, por isso não são adequados para os cabelos crespos.
  • Cuidados — Use condicionador e máscaras capilares sem enxágue, pois eles ajudarão a dar forma aos cachos — mas não use máscaras com silicone, pois elas selam a cutícula do cabelo e impedem a penetração de umidade em seu interior. Também é melhor deixar o seu cabelo secar naturalmente. Se você tiver que usar secador de cabelo, o ar deve estar frio e um difusor ajudará a manter a forma dos cachos. Os melhores óleos para o cuidado são: jojoba, amêndoa, argan, coco, azeite de oliva. Os cabeleireiros recomendam dormir com uma fronha de seda, porque protege o cabelo da fricção excessiva, evitando o frizz.
  • Arrumar — É melhor pentear o cabelo crespo quando ele ainda estiver molhado. Se perder esse momento, o cabelo vai acabar muito emaranhado e será impossível penteá-lo. Esse tipo de cabelo é muito difícil de alisar com chapinha e o próprio processo tem um efeito negativo na sua estrutura — resseca os fios muito facilmente.
  • Penteado — Quanto mais curto for o cabelo, mais ele vai encrespar. No salão, você deve explicar que não é necessário umedecer o cabelo antes de cortá-lo, pois o corte adequado pode ser determinado trabalhando apenas com os cachos secos e usando técnicas adequadas para eles.

Muito crespo

  • Lavar — Considera-se que esse tipo de cabelo não deve ser lavado com frequência, e os shampoos devem ser os mais delicados possíveis. Além disso, organize os dias sem shampoo: aplique condicionador no cabelo molhado e enxágue. Isso lhe dará a umidade necessária e limpará suavemente o cabelo.
  • Cuidados — Para disciplinar os cachos, você pode usar produtos para pentear, como óleos ou loções. No entanto, é quase impossível que os cachos 4C se adaptem a modificações. Preste atenção às pontas, pois elas são muito frágeis nesse tipo de cabelo e precisam de hidratação adicional.
  • Arrumar — A melhor opção para esse tipo de cabelo é secar os fios com ar frio e com um bocal difusor, mas só depois de ter secado ao máximo com toalha. Se usar um secador de cabelo, os cachos perderão sua forma definida.
  • Penteado — Tenha em mente que quanto mais curto for o cabelo, mais caóticos serão os cachos. O comprimento ideal para os cabelos crespos é na altura dos ombros e abaixo deles.

Esperamos que nossas dicas sejam úteis e que você aproveite elas ao máximo. Compartilhe quais recomendações você achou mais adequadas para o seu tipo de cabelo deixando um comentário!

Imagem de capa cuppuccino / Depositphotos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*