Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?

Quer saber agora mesmo a como saber o histórico de carros pela matrícula de modo a saber se esse veículo tem um histórico de sinistros, se é nacional, importado ou se sofreu algum tipo de ilegalidade nos últimos anos?

Nos dias de hoje isso é bem mais simples do que parece, tudo graças ao Portal do Consumidor da ASF. Esse portal permite a todos os Portugueses colocarem a matrícula de um respetivo veículo no seu site de modo a saber várias informações sobre o mesmo.

Para além disso, existem ainda outros métodos alternativos a esse, desse modo vai poder ter a certeza absoluta do que está a comprar ou até mesmo do veículo que tem em mãos. Então, não perca mais tempo e veja abaixo a como ver isso agora mesmo!

Consulta o histórico de um veículo grátis em Portugal

Se quiser consultar o histórico do seu veículo ou de algum que tem em vista para comprar a melhor coisa que tem a fazer é clicar aqui e aceder ao Portal do Consumidor da ASF.

Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?

Vai-se deparar com uma página como essa acima onde vai poder colocar a matrícula do veículo em questão. A data corresponde ao período em que pretende saber sobre o seguro do veículo.

Aqui vai poder ver se o veículo está segurado e das respetivas datas a esse mesmo seguro. A partir daí já pode verificar se ele está legal e com um seguro ativo.

Neste site não lhe fornecem dados sobre os sinistros, mas vamos ensinar-lhe a ver isso neste artigo, se quiser pode avançar para o terceiro subtítulo.

Infelizmente, essa ferramenta tem essa limitação. Apenas vai conseguir ver se o carro tem seguro, qual foi a data de início e a sua data de fim. Pelo menos já consegue saber se ele está legal em Portugal e até mesmo verificar se foi importado de outro país.

Vamos passar a ensinar isso logo abaixo.

Como saber se o veiculo é nacional ou importado pela matrícula?

Aqui vamos utilizar novamente a mesma ferramenta que utilizamos acima, mas de maneira inteligente.

Imagine que pretende saber se um veículo de 2008 foi importando, coloque a matrícula dele no campo de cima e na data em questão coloca por exemplo 20-12-2008. Se não houver qualquer registo é porque ele não esteve registado em nenhum seguro em Portugal.

É lógica simples. Porém, recomendamos que tente para outras datas, uma vez que ele pode ter estado num stand ou num concessionário para venda, o que faz com que não tenha necessidade de ter um seguro ativado.

Porém, imagine que não encontra registo de um seguro ativo em 2008, 2009 e até mesmo 2010. Aí tudo indica de que se trata de um veículo importado, pois não teve seguros ativos em Portugal durante grande parte da sua vida útil.

Como verificar a inspecção, sinistros ou apreensão através da matrícula?

Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?Loja do cidadão do Porto

A matrícula do seu veículo é a sua identificação. Através dela podemos saber muito mais do que a data em que teve um seguro ativo e todas essas informações.

Caso pretenda saber a inspeção do seu veículo, se ele ja foi apreendido ou até mesmo o número de registos (donos) que ele teve apenas tem de abdicar de 7€.

Pode parecer estranho ter de pagar para saber essas informações, mas a verdade é que esses 7€ podem-lhe poupar imensas dores de cabeça caso faça a compra errada. Imagine que descobre que o veículo que pretende comprar já teve 10 donos, isso indica que ele tem problemas e que todos o tentam despachar.

Então, para verificar as informações pela matrícula:

  • Precisa se dirigir a um balcão do Instituto dos Registos, a uma loja do Cidadão ou Conservatória do Registo Automóvel;
  • Dá a matrícula do veículo em questão e pede o seu historial;
  • Faz o pagamento de 7€ e recebe um relatório na hora.

Nesse relatório vai estar presente todas as informações que precisa saber, assim como todos os titulares, informações relativas a penhoras, reservas e muito mais.

Acredite, são 7€ bem investidos e que lhe pode poupar muitas chatices e até mesmo perdas financeiras.

E para consultar o histórico de um veículo grátis pelo VIN?

Caso esteja numa fase mais avançada e queira saber pormenores ainda mais a fundo pode simplesmente utilizar o VIN do seu veículo para conseguir um história completo.

É uma alternativa a verificar o histórico de carros pela matrícula, pois aqui apenas precisa desta pequena identificação para o fazer. Tem a vantagem de que o veículo nem precisa estar matriculado para realmente saber todo o seu historial.

É ideal para carros clássicos, abandonados ou simplesmente para compras de risco.

Para isso apenas precisas aceder a este site do VIN em Portugal.

Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?

Após isso vais-te deparar com uma caixa de pesquisa onde vais poder colocar o teu VIN completo e fazer a pesquisa de maneira totalmente gratuita. O VIN está presente no chassi do teu carro.

Vais ter à tua disposição alguns dados, tais como:

  • Informações sobre danos e colisões;
  • Histórico completo do veículo em questão;
  • Quilometragem do veículo;
  • Podes ter acesso a algumas fotos;
  • Verificação dos bancos de dados de veículos roubados;
  • Dados técnicos e equipamentos do veículo em questão.

É uma excelente maneira de consultar o histórico completo do veículo grátis e rápido. Terá acesso a todas as informações úteis que lhe vão ajudar a fazer uma boa compra.

Os dados relativos a sinistros não são facultados, somente as seguradoras possuem essas informações.

Alternativas ao histórico de carros pela matrícula: Vamos entrar em ação?

Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?

Não tem tempo, disponibilidade ou paciência para esperar numa loja do cidadão ou para andar a navegar na Internet para saber o passado de um determinado veículo pelo seu VIN?

Existem sempre alternativas nesses casos, tal como a análise física do mesmo. Os estragos que o tempo fez num determinado carro simplesmente não são possíveis de apagar, tudo isso por causa dos números de identificações.

Vamos-lhe dar algumas dicas bem simples, mas extremamente eficazes de como identificar se houveram acidentes com um determinado veículo no passado, se ele foi roubado ou se houve uma grande troca de peças.

1º – Comece pelo número de chassis

A primeira coisa que todos devemos fazer é verificar o número de chassis. Pode perguntar ao vendedor onde ele se encontra no carro. Tudo o que tem de fazer é verificar se corresponde ao número que tem no livrete.

Caso não exista uma correspondência isso pode indicar que o veículo foi roubado ou que teve um acidente tão grande que até o seu chassis teve de ser trocado. Quer uma opinião pessoal? Se o número de chassis não corresponder ao do livrete, simplesmente não compre esse veículo.

2º – Vá à mala e tire a alcatifa

Esta dica é muito simples, mas são poucas as pessoas que a conhecem ou pelo menos que falam nela. Vá à mala e retire todas as alcatifas e proteções, incluindo as laterais.

Se o carro sofreu algum embate por trás ou de lado vai ter marcas que vão-se notar ao longe, ou seja, qualquer pessoa vai ser capaz de as ver.

A maioria das pessoas nunca vão levantar as alcatifas do veículo, pelo que se torna algo que a maioria dos vendedores nem sequer se preocupam. Então, surpreenda-o e verifique se está tudo normal e regular.

3º – Confira todos os vidros

A terceira dica que lhe queremos dar é referente ao número de série dos vidros do carro. Todos os vidros do veículo deve ter o mesmo número de série, a mesma origem e deve ainda ser do mesmo fabricante.

Caso não sejam isso indica que foram substituídos. Resta-lhe depois saber o motivo dessa substituição.

Consultar e verificar o histórico de carros pela matrícula é algo simples e rápido de se fazer. Portanto, nunca deixe de perder um pouco de tempo nesta análise antes de fazer a sua compra.

Leia também:

Queres saber mais sobre um carro? Só precisas da matrícula e destes sites

Vais comprar um carro usado e queres saber quantos proprietários já teve? Em caso de acidente e fuga, precisas de saber quem é o proprietário do veículo que fugiu? Ou então saber se determinado veículo tem ou não seguro? Como cidadão tens acesso a uma série de ferramentas digitais (e não só) que te permitem saber isso tudo, caso tenhas a matrícula do automóvel.

Não se trata de “coscuvilhar” vida alheia, mas sim de preencher uma necessidade para saber mais sobre determinado veículo — por exemplo, caso precises saber mais sobre o carro usado que vais comprar — e, como cidadão, tens todo o direito a fazê-lo.

São várias os meios que permitem aceder a vários tipos de informação. Fica a conhecê-los.

VÊ TAMBÉM: A minha nova matrícula está legal? Descobre aqui

Loja do Cidadão

Há Lojas do Cidadão que entre os serviços disponíveis está o de saber quem é, ou foi, o proprietário de determinado veículo, bastando para isso ter a matrícula do automóvel. O serviço não é gratuito: por 5,00 € podes saber quem é o proprietário atual, e por 7,00 € podes saber quem foram os proprietários anteriores, ou se existem penhoras e reservas de propriedade.

Leia também:  Como Lidar Com Pessoas Que Nos Desprezam?

Subscreve a nossa newsletter

Este serviço está disponível não só para os cidadãos, como para empresas, e podes saber tudo mais em detalhe na página dedicada do Portal do Cidadão. Obriga, no entanto, a uma deslocação física à Loja do Cidadão. Podes ainda obter a mesma informação nos balcões de atendimento do IRN (Instituto dos Registos e Notariado).

Automóvel Online

A informação que obtiveste não é suficiente? É possível obter ainda mais informações através do portal Automóvel Online, onde, por um custo de 10,00 €, é possível obter uma certidão permanente do registo automóvel.

Primeiro é necessário efetuar esse pedido ao qual será atribuído um código, válido por seis meses, que permite ter acesso a dados atualizados sobre a propriedade do veículo e alterações ao seu registo, além de a eventual existência de ónus ou encargos.

PSP/GNR

Obviamente, as forças de segurança têm acesso à informação de determinado veículo e do seu proprietário.

Imaginando a situação de um veículo ter estado envolvido num acidente e ter fugido, caso tenham conseguido “apanhar” a matrícula do automóvel, podem reportar o caso à PSP (Polícia de Segurança Pública) ou GNR (Guarda Nacional Republicana) que têm os meios para identificar o condutor ou condutora.

Como Saber De Quem E O Carro Pela Matricula?

Tem seguro?

O automóvel usado que pretendem comprar está segurado? Hoje em dia é uma informação que está a poucos cliques de distância. Consultem o website da ASF (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) e basta preencher o formulário com a matrícula do automóvel.

Ficamos não só a saber se o veículo em questão está ou não segurado, como em qual seguradora está inscrito, o número da apólice e a data e início e fim do seguro.

Matrícula cancelada

Por fim, mas não menos importante, podes também saber facilmente (e gratuitamente) se um veículo tem ou não matrícula cancelada.

O IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes) tem uma página dedicada para o efeito, onde basta colocar a matrícula do automóvel em questão para saberes se, por exemplo, o teu primeiro carro de há tantos anos atrás ainda está em circulação e o podes comprar de volta.

Imposto Sobre VeículosImposto Único de Circulação

  • Tem sido uma relativa surpresa para muitas pessoas o facto de encontrarem no Portal das Finanças automóveis que já foram seus, mas que neste momento por diversas razões já não são sua propriedade.
  • Isto acontece porque as Finanças recebem as bases de dados das Conservatórias do Registo de Veículos (antigas Conservatórias do Registo Automóvel) e associam os sujeitos passivos aos números de contribuinte constantes nos registos.
  • A entidade pública responsável pelo registo dos automóveis é o Instituto dos Registos e do Notariado através das Conservatórias do Registo de Veículos, sendo que a entidade emissora das matrículas é o IMT.
  • O problema nunca deverá ser resolvido através das Finanças, a não ser em casos de erro, mas sempre através do IMT ou da Conservatória do Registo de Veículos.
  • De forma simples, o que precisa de fazer caso esteja nesta situação é uma de três coisas:
  • fazer o registo (como vendedor)
  • pedir a apreensão do veículo
  • cancelar a matrícula.

Fazer o registo e pedir a apreensão só é possível através da Conservatória. Cancelar a matrícula (dar baixa) só é possível através do IMT e deve ser sempre a última opção.

  1. O que é que deve fazer entre estas opções depende muito do que aconteceu.
  2. Pelo que tenho constatado, existem os seguintes casos:
  • vendeu o carro a um comerciante de automóveis
  • vendeu o carro a um particular
  • o carro foi para a sucata ou foi entregue para abate
  • teve um acidente e entregou o carro à companhia de seguros
  • está abandonado ou inutilizado
  • foi roubado e nunca apareceu

A primeira coisa que deverá saber é que a não comunicação da transferência de propriedade nos 60 dias seguintes à ocorrência do acto implica o pagamento de uma multa. Ou seja, se vender um carro e não fizer o registo dessa venda na conservatória no prazo de 60 dias após a venda, está sujeito a multa.

Vendeu o carro a um comerciante de automóveis

Se vendeu o carro a um comerciante e ainda tem o carro em seu nome, fique sabendo que, na maior parte dos casos, os comerciantes não fazem o registo dos carros em seu nome. Até que o comerciante venda o carro, este ficará em seu nome.

Não é a forma mais correcta de fazer as coisas mas, é a prática comum no mercado. Isto porque, registar os carros assim que os compram acrescenta custos e trabalho que, muitas vezes não se justifica pelo pouco tempo que os carros ficam com os comerciantes.

Outras vezes haverá em que o comerciante apenas é um intermediário, que retoma o seu carro e o revende a outro comerciante.

As razões são diversas e variadas, o importante a reter é que é relativamente habitual e que, desde que tenha consigo uma declaração de venda assinada pelo comerciante, não deverá ter problemas, porque a responsabilidade pelo registo é sempre do comprador.

Mas, se está a ler isto, é porque já passou algum tempo, e o carro ainda está em seu nome.

Nesses casos o que tem que fazer é, na minha opinião, contactar o comerciante e dizer que pretende que ele faça o registo e que, se não o fizer, mandará apreender o carro.

O comerciante terá todo o interesse em resolver a situação. Se tal não acontecer, o que tem que fazer é: pedir a apreensão ou fazer o registo em nome do comprador.

Vendeu o carro a um particular

Se já passaram alguns dias, pelo menos 30, desde que vendeu o carro e este ainda aparece em seu nome no Portal das Finanças, pode fazer uma de duas coisas: pedir a apreensão ou fazer o registo em nome do comprador.

O carro foi para a sucata ou foi entregue para abate

Este processo deverá ser automatizado desde que tenha feito a entrega num centro de abate autorizado. Nesse caso, deverá ter consigo um certificado de destruição.

Na posse desse certificado, deverá dirigir-se ao IMT e pedir o cancelamento da matrícula.

Se entregou o carro numa sucata não autorizada e não tem certificado de destruição, deverá assumir a transacção como se fosse um venda a particular e pedir a apreensão e se for caso disso, o cancelamento da matrícula.

Teve um acidente e entregou o carro à companhia de seguros

É como se fosse uma venda normal a particular, pode fazer uma de duas coisas: pedir a apreensão ou fazer o registo em nome do comprador. Na minha opinião, deve contactar a seguradora antes, de forma a esclarecer se existe algum procedimento administrativo já pré-estabelecido para estes casos, pode ser que seja mais simples de resolver do que pensa.

Está abandonado ou inutilizado

Deve pedir o cancelamento da matrícula no IMT se pretende ficar com o veículo. Se não pretende ficar com o veículo, deve entregá-lo num centro de abate autorizado.

Foi roubado e nunca apareceu

Deve pedir o cancelamento da matrícula no IMT por desaparecimento.

O que é que deve fazer para não se ver nesta situação no futuro?

Imprima em casa o Requerimento de Registo Automóvel (use a mesma folha para frente e verso – imprima mais de uma cópia para o caso de se enganar), preencha e desloque-se com o comprador do automóvel a uma Conservatória do Registo de Veículos ou a uma Loja do Cidadão. Aí, presencialmente, tenha a certeza de que o registo é efectuado.

Se vai entregar o automóvel numa sucata, vai para abate, é salvado ou está/será inutilizado ou guardado sem intenções de circular futuramente, deverá cancelar a matrícula (dar baixa). Para saber como o fazer consulte esta página.

Como mandar apreender um automóvel

Para apreender o automóvel deverá dirigir-se a uma Conservatória do Registo de Veículos, confirmar que ainda está em seu nome, pedir um documento em como o veículo ainda está em seu nome e solicitar a apreensão por não regularização do registo.

A partir daí é aguardar notícias. No entanto, isso não o inibe de continuar a pagar o IUC. Por isso, quanto mais cedo fizer tudo isto, menos chatices e menos imposto pagará. É lógico que as autoridades deverão demorar algum tempo a encontrar o seu carro, e enquanto isso não acontecer é a si que as Finanças irão pedir o pagamento do imposto.

Já agora, aqui fica como saber que carros estão em nosso nome no sítio das Finanças: Como consultar os veículos em meu nome.

09.07.2007. 12:53

Última >>

Acerca do impostosobreveiculos.info | Contacto

Todas as informações pretendem ser de leitura clara, simples e acessível, com o objectivo de constituirem um primeiro acesso à informação pretendida. Por essa razão, poderão não ser totalmente completas ou tecnicamente exactas. No entanto, são dadas de boa fé e com base fundamentada na legislação em vigor.

  • Devido ao contexto e unicidade de cada caso, sempre que necessário, todas as informações deverão ser validadas por escrito junto da entidade oficial responsável.
  • Todos os direitos reservados – é permitida a cópia ou reutilização de partes deste sítio desde que seja atribuída a sua origem e autoria. Política de Privacidade e de Tratamento de Dados Pessoais

Como descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula?

Pode estar a questionar-se sobre qual o objetivo de descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula. A razão é simples, quem pretende comprar um carro usado, deve ter atenção a todos os detalhes, de forma a não cair em situações menos agradáveis.

  • Apesar dos preços serem muitas vezes tentadores, especialmente quando comparados com os carros novo, são necessários vários cuidados na compra de um carro em segunda mão, de forma a que isto não se transforme numa grande dor de cabeça.
  • Por isso, se estiver interessado em adquirir um carro usado, é importante que saiba, para além de saber quem é atual proprietário do veículo, é útil saber quantos proprietários já teve ou mesmo se já esteve envolvido em algum acidente, entre outras informações.
  • Apesar de não ser algo obrigatório, será certamente algo útil para ajudar os interessados no processo de compra, além de serem dados que podem fazer a diferença na negociação e nos valores.
Leia também:  Como Ver Quanto Dinheiro Tenho No Telemovel?

Descobrir o proprietário pela matrícula

Em Portugal, descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula é mais simples do que possa parecer.

O primeiro passo é saber qual a matrícula do veículo, que pode ser obtida nas Lojas do Cidadão, nos balcões de atendimento do Instituto dos Registos e do Notariado (IRN) ou nas Conservatórias do Registo Automóvel.

A partir deste dado é possível obter outras informações sobre o veículo. No entanto, não se trata de um serviço gratuito! O custo vai depender do tipo de informação que pretender obter. Veja os principais:

  • Para saber apenas quem é o proprietário do veículo, o valor é de 5€.
  • Para saber quem foram os anteriores proprietários. bem como eventuais penhoras, o valor é de 7€.
  • Para ter acesso à certidão permanente do registo do automóvel, documento com dados em tempo real, é preciso solicitar a informação através da plataforma Automóvel Online. O valor é de 10€, tendo a validade de 6 meses.
  • Para obter essa mesma certidão em formato impresso, precisará de a solciitar junto do Instituto dos Registos e Notariado (IRN) ou nas Lojas do Cidadão, o valor é de 17€.
  • Para saber se o carro tem seguro e a data do mesmo, bem como o número da apólice e dados da seguradora, deverá ser contactada a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), estando os valores indicados no seu site.
  • Para saber se a matrícula do veículo está ou não cancelada, deverá contactar o Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT).

No caso de, durante alguma destas pesquisas, o possível comprador suspeitar tratar-se de um carro roubado, é importante contactar as autoridades competentes, nomeadamente a GNR, a PSP ou a PJ.

Checklist antes de comprar um veículo usado

Antes de comprar um veículo automóvel usado:

  • Faça um test drive e observar, entre outros, os ruídos do motor, bem como a vibração do volante.
  • Verifique de forma minuciosa os parafusos e o alinhamento de portas, o capô e o porta bagagens.
  • Verifique se há alguma irregularidade na pintura.
  • Confira o estado dos pneus, vidros e espelhos retrovisores.
  • Verifique motor, a caixa de mudanças;
  • Solicite o histórico de manutenção do veículo.

Feito tudo isto, fica mais fácil decidir pela compra (ou não) de um automóvel usado!

automóvel matrícula registo automóvel

Como descobrir pela matrícula o dono de um carro? – Automóveis Online – A Sua Revista de Automóveis

São diversas as razões que nos podem levar a obter informações acerca do dono de um dado veículo. Por exemplo, a compra de um automóvel usado, um acidente de viação procedido de fuga ou carro roubado. Nestes casos, obter a identificação do dono de um carro pode ser feita através da matrícula do carro.

Assim à primeira vista pode parecer uma tarefa difícil de executar, mas não é, e é de muita utilidade em determinadas circunstâncias.

Por exemplo, imagine que vai comprar um automóvel usado, saber através da matrícula quem foram os antigos donos do veículo é importante para perceber se o veículo teve ou não uma boa utilização. Ao descobrir os seus anteriores donos conseguimos, se os contactarmos, saber se o veículo teve sinistros, se fez as revisões na marca e se os quilómetros atuais são os reais.

Sinistros

Os sinistros num automóvel nem sempre são descobertos, bastando para isso que o dono do veículo não tenha comunicado à Companhia de Seguros o respectivo sinistro de viação. Sim, por existirem sinistros que não resultam de acidentes de viação e não existem mais intervenientes no sinistro. Neste exemplo, sabermos quem era o anterior dono e conseguirmos falar com ele, pode ajudar.

Acidente de viação com fuga

Se for vítima de uma situação de acidente de viação precedido de fuga, saber a matrícula do veículo infrator é extremamente importante.

O Automoveis-Online escreveu o artigo, “Destruíram-lhe o carro e fugiram? Como acionar o FGA – Fundo de Garantia Automóvel?“, onde explicamos o que é que o lesado deve fazer para conseguir minimizar as suas perdas. Porém, a matrícula neste processo é muito importante.

Carro Roubado

Seguramente que já se deu conta que um determinado veículo está estacionado num dado local há imenso tempo e até apresenta estado de degradação anormal. Isto pode indiciar que se trata de uma viatura roubada e neste caso, através da matrícula pode identificar o seu dono e contacta-lo para o informar. A outra alternativa é notificar por email as autoridades para esta situação.

Saber o quem foi o último proprietário do veículo é muito importante para saber se está ou não a correr o risco de estar a comprar um carro roubado.

Comprar um carro usado

Comprar um veículo em segunda mão requer muita atenção por parte de quem compra, seja ele o cliente final ou mesmo o profissional.

Ambos poderão obter, junto de uma Conservatória do Registo Automóvel, diversas informações acerca de uma viatura e para isso é fundamental saber-se a matrícula do veículo em questão.

Existem outras formas de o conseguir, nomeadamente através do Portal do Cidadão, que poderá ser utilizado e consultado por qualquer cidadão Português ou Empresa dentro do horário de funcionamento das Lojas do Cidadão que tenham este serviço. Outra forma é consultar no balcão de atendimento do IRN  – Instituto dos Registos e Notariado.

Este serviço é gratuito?

Não. O serviço tem um custo. Independentemente de ser um direito do cidadão, nos dois exemplo acima descritos, o requerente terá de pagar 5€ pela informação obtida,

No entanto, se a sua intenção for obter informação mais detalhada, ou seja, obter a totalidade de todos os anteriores donos, eventuais penhoras ou reservas de propriedade sobre o automóvel, o valor a pagar passa para os 7€.

Pode ainda obter uma informação mais completa sobre essa matrícula, solicitando uma certidão permanente de registo automóvel no Portal Automóvel Online.

Este serviço é muito completo e tem um custo de 10€. Depois de fazer o pedido vai poder, através de um código, obter informações sobre as alterações ao registo automóvel, dados atualizados sobre a propriedade do veículo, identificação do automóvel, bem como o titular e existência de ónus ou encargos sobre o veículo. Atenção que o código só tem validade de seis meses.

Locais onde pode obter outras informações importantes

No processo de compra e venda de automóveis usados é muito importante saber se a matrícula de um dado veículo está ou não cancelada no IMTT. Para o saber, baste consultar o site do IMT – Instituto da Mobilidade e Transportes, na área destinada a matrículas canceladas, coloque a matricula e obterá a informação se a matrícula foi ou não cancelada.

Saiba como descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula | BLOG TIPS 4Y

Saber Mais

O processo de compra de um veículo usado, a ocorrência de um acidente ou a suspeita de um carro roubado pode levar à necessidade de descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula. Independentemente do motivo, este é um direito acessível a qualquer cidadão, mas também a empresas, para as quais os dados de um veículo podem ser críticos na diferenciação do negócio. Para isso, basta ter a matrícula da viatura, através da qual se pode obter informações detalhadas não só sobre o proprietário atual de um veículo, como também o número de anteriores proprietários, dados técnicos e o seguro automóvel.

Como saber o proprietário de uma viatura pela matrícula

Para descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula, é necessário ter acesso à certidão permanente do registo automóvel.

O pedido deste documento pode ser feito na plataforma Automóvel Online e tem um custo de 10 euros, ficando disponível por um período de seis meses.

Porém, caso prefira uma certidão de registo automóvel em papel, esta terá um custo de 17 euros e pode ser pedida nos balcões do Instituto dos Registos e Notariado ou nas lojas do cidadão.

Este documento que é atualizado em tempo real, contém dados sobre a propriedade de um veículo, como a identificação do automóvel e dos seus proprietários e os encargos ou penhoras que existam sobre o veículo.

Torna-se, por isso, muito relevante quando se trata de tomar uma decisão sobre a compra de um automóvel usado e pode ditar o avançar ou recuar do negócio.

Nestas situações, além da identificação do proprietário de um veículo, o Instituto de Mobilidade e dos Transportes (IMT) e a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) também podem dar informações relevantes.

Pela ASF obtém todos os dados sobre a seguradora, número de apólice e data de início e fim do seguro. No entanto, não consegue acesso a eventuais sinistros, pois apenas as seguradoras têm acesso a esta informação. No IMT pode conferir se o veículo não tem a matrícula cancelada.

Contudo, não é só em situações de compra de carros usados que pode ser útil descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula.

Quando acontecem acidentes rodoviários seguidos de fuga ou há suspeitas de estar perante um carro roubado, pode existir a necessidade de saber os dados de uma viatura. Nestas situações, a primeira reação deve ser sempre recorrer de imediato às autoridades competentes.

Leia também:  Como Saber Quem Sou De Verdade?

Com acesso à matrícula de um veículo, qualquer posto da PSP ou GNR conseguirá rapidamente identificar a propriedade e ter informações sobre um veículo.

Dê-nos a sua opinião

O benefício da pesquisa por matrícula para as empresas

Os dados de uma viatura possíveis de obter através do registo de uma matrícula são bastante importantes para as empresas melhorarem os seus serviços. Estes dados, recebidos através das fontes oficiais, não são normalizados e contêm várias inconsistências, criando várias dificuldades à sua utilização.

Consciente da importância do rigor nos dados, a TIPS 4Y criou um sistema de normalização e correcção continua dos dados, de forma a criar a melhor precisão possível no serviço de pesquisa por matrícula, seja para utilização em catálogos de peças, informação técnica ou outras.

Um único clique permite, rapidez, precisão, elimina devoluções, melhorando bastante a eficiência.

Assente numa base de dados com mais de 8 milhões de registos, na qual constam matrículas ativas com 30 dias ou mais de 100 anos, com um elevado nível de exatidão na identificação de um veículo, o serviço de pesquisa por matrícula permite rapidez e eficiência na identificação das viaturas e é indicado para vários cenários, entre os quais:

  • Catálogo de Peças (TecDoc e outros);
  • Lojas de peças auto para profissionais;
  • Portais de venda online de peças auto;
  • Soluções de orçamentação;
  • Soluções de faturação oficinal;
  • Negócios de compra e venda de viaturas;
  • Subscrição de apólices de seguro auto;
  • Subscrição de financiamento.

Com vantagens inegáveis para as empresas do pós-venda automóvel, os dados da pesquisa por matrícula, como os fornecidos pela TIPS 4Y, ajudam a diferenciar os negócios e a fidelizar os clientes. Já no caso dos particulares, a grande vantagem de descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula está na possibilidade de tomar melhores decisões ou salvaguardar os seus interesses.

Como descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula

Não é algo descabido e usado apenas por “hackers” para descobrir dados pessoais. A realidade é que muitos muitos condutores já sentiram a necessidade de descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula.

Apesar de não ser indispensável (em certas ocasiões), há várias situações em que é extremamente útil saber quem utiliza e utilizou o veículo.

A título de exemplo, lembramos que só o facto de descobrir quantos donos teve um automóvel ajuda a perceber se este teve ou não o conta-quilómetros alterado. Para além disso, não nos podemos esquecer de situações de acidente e fuga.

Ainda assim, independentemente do motivo, é um direito do cidadão descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula. Em Portugal existem formas de saber se um automóvel tem proprietário, quem é, quantos donos já teve ou se tem seguro. Para isso, basta ter a matrícula da viatura.

Começando pela situação mais óbvia e que origina a necessidade de descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula, se for um caso de acidente e fuga, deverá sempre reportar a situação às autoridades competentes.

Caso consiga lembrar-se da matrícula, qualquer posto da PSP ou GNR terá acesso à informação acerca do veículo e do proprietário. Porém, como vimos anteriormente, não é só nessas situações que a informação pode ser útil. Ao comprar um carro usado, também pode sentir essa necessidade.

Através do Registo Automóvel é possível obter várias informações acerca de uma viatura, bastando para isso possuir a matrícula em questão (daí ser bastante comum verificar fotografias em vários sites, onde a matrícula está tapada).

Pode pedir informações sobre uma matrícula por via online, através do Portal do Cidadão, está ou em qualquer balcão das Lojas de Cidadão que possuam esse serviço. Além desta forma, também é possível saber quem é o proprietário de um veículo pela matrícula no balcão de atendimento do IRN (Instituto dos Registos e Notariado).

  • Apesar de ser um direito do cidadão, nestes dois casos terá de pagar 5€ pela informação, caso queira descobrir o proprietário atual (pode ser útil para evitar estar a negociar um carro roubado, por exemplo).
  • Por outro lado, caso queira descobrir informação referente aos anteriores donos, eventuais penhoras ou reservas de propriedade sobre o automóvel o valor sobe para os 7€.
  • Outra opção, mas com informações mais vastas, é obter uma certidão permanente de registo automóvel no portal Automóvel Online.
  • Tem um custo de 10€, mas permite, depois de efetuado o pedido, consultar através de um código, com validade de seis meses, alterações ao registo automóvel, dados atualizados sobre a propriedade do veículo, identificação do automóvel e titular e existência de ónus ou encargos sobre o veículo.

Outros sites com informações úteis

Relembramos que a necessidade de utilizar estes três sites ocorre com maior frequência quando se está no processo de negociação. Ou seja, durante um processo compra de um veículo usado.

Nesse sentido, poderá ser útil também consultar o site da ASF (Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões). Neste, basta inserir a matrícula da viatura e a data específica para a qual pretende saber se o veículo estaria ou está segurado.

Após validar todas as informações, descobrirá qual é a seguradora, o número da apólice atribuída ao automóvel e datas de início e fim do seguro.

Mesmo em situações de matrículas são canceladas, também existe forma de confirmar esta informação. Isto torna-se essencialmente útil para aqueles que venderam um automóvel e delegaram a tarefa de cancelamento de matrícula à responsabilidade de outros.

Nesses casos, pode consultar o site do IMT (Instituto da Mobilidade e Transportes), o qual tem uma área destinada a matrículas canceladas. Aí, basta inserir a matrícula a pesquisar e rapidamente terá confirmação se foi ou não cancelada.

Não serve para descobrir o proprietário de um veículo pela matrícula, mas poderá informá-lo acerca da existência de um automóvel que já não deveria circular.

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro.

O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões.

A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].

Como saber a quem pertence uma matrícula automóvel

Descobrir a quem pertence um veículo através da respetiva matrícula pode ser mais fácil do que pensa. Se pretende, por exemplo, encontrar a pessoa que bateu no seu carro e fugiu, basta apontar a matrícula do veículo e seguir estas dicas.

Certidão do registo automóvel em papel

Para saber a quem pertence uma matrícula automóvel, deve obter a respetiva certidão de registo automóvel.

Para o efeito, dirija-se aos balcões de atendimento do Instituto dos Registos e do Notariado, lojas do cidadão ou conservatórias do registo automóvel. Use o Mapa do Cidadão para localizar o serviço mais próximo.

A certidão custa € 5, caso pretenda apenas obter informação sobre o proprietário atual, ou € 7, se quiser informação sobre o histórico do veículo.

O documento é-lhe entregue na hora e contém os dados de identificação da viatura, do titular, bem como informação sobre penhoras e reservas (se existentes).

Certidão permanente do registo automóvel online

Se quer descobrir a quem pertence uma matrícula automóvel, pode, ainda, obter uma certidão permanente de registo automóvel no portal Automóvel Online.

Depois de feito o pedido, é disponibilizado um código que lhe permite aceder ao documento online. Durante 6 meses, a certidão pode ser consultada sempre que necessário.

Se existirem alterações ao registo automóvel durante os 6 meses de validade, a certidão apresentará dados atualizados sobre a propriedade do veículo, identificação do automóvel e titular e existência de ónus ou encargos sobre o veículo.

Preço

A certidão permanente de registo automóvel tem um custo de € 10, que podem ser pagos por multibanco ou homebanking.

Portal do Consumidor da ASF

  • Em alternativa, entre no site da Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF), descubra o seguro associado à matrícula e contacte a seguradora para obter mais informações sobre o veículo e o seu proprietário.
  • Para descobrir o seguro de um determinado automóvel, em pouco segundos e gratuitamente, aceda ao Portal do Consumidor da ASF, insira a matrícula do veículo e a data relativa à qual pretende obter a informação e clique em “Pesquisar”.
  • Se a matrícula estiver registada e o registo se encontrar atualizado na base de dados nacional, é apresentada a seguinte informação:
  • Entidade seguradora
  • Data de início do seguro
  • Data de fim do seguro
  • Número da apólice

Saiba mais sobre como descobrir o seguro pela matrícula no artigo:

Licenciada em Direito e mestre em Direito Fiscal pela Universidade Católica Portuguesa. É advogada, professora e formadora.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*