Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?

Antes de fazer qualquer alteração no sistema operacional ou no hardware de seu computador, é sempre recomendável fazer um backup dos principais arquivos para que eles não sejam perdidos em casos de acidentes. Infelizmente, nem sempre é possível fazer esta tarefa, mas não há motivo para desespero, já que eles ainda podem ser recuperados em situações deste tipo.

  • Para isto, uma das soluções mais práticas e eficazes consiste em utilizar o Linux para acessar o seu HD e salvar os arquivos que estão contidos nele. A seguir, veja como utilizar uma distribuição do Linux para salvar os arquivos de um computador que não está conseguindo inicializar o Windows:
  • publicidade
  • Importante

Antes de prosseguir, é preciso explicar que a forma que será exibida abaixo não fará a instalação do Linux no computador. Assim, o Linux será rodado direto a partir de um pen-drive e, após salvar os seus arquivos, você poderá prosseguir para formatar o computador e reinstalar o Windows nele.

Além destas ressalvas, também é preciso dizer os itens necessários para realizar esta tarefa:

  • Pendrive com 4GB ou mais de espaço para armazenamento para a distribuição Linux. Alternativamente, você pode usar um DVD-R, caso possua um gravador de DVD para gravar a imagem ISO;
  • Um segundo pendrive ou HD externo para o backup dos arquivos.

Preparando o pendrive ou DVD-R

Para preparar um pendrive, a forma mais fácil é ter o acesso a uma máquina que esteja funcionando com o Windows instalado. Para este tutorial, a distribuição escolhida foi o Linux MInt com o ambiente gráfico do XFCE. Veja como é feito o processo:

  1. Acesse o site do Linux Mint por este link e realize o seu download. Caso esteja em dúvida sobre o seu processador, baixe a versão 32-bit;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  2. Feito o download da distribuição, é necessário baixar uma ferramenta extra para colocá-la em um pendrive. O Rufus é um dos programas mais recomendados para isto, então, realize o download dele por este link. Ao fim do download, execute-o. O programa não requer instalação;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  3. Em “Dispostivo”, escolha a unidade de pendrive que está na máquina. Agora, clique em “Selecionar” e escolha o arquivo ISO do Linux Mint que você baixou. Por fim, clique em “Iniciar”.
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?

O processo para passar a imagem ISO para um pendrive varia de acordo com a velocidade de seu dispositivo. Uma vez que o processo está feito, você pode prosseguir para o computador que tem os arquivos a serem salvos.

Recuperando os arquivos com o Linux

Antes de começar a recuperar os arquivos da máquina, primeiro é necessário fazer com que o computador inicie pelo Pendrive. Para isto, é necessário realizar uma alteração em sua BIOS. Veja:

  1. Coloque o pendrive no computador e inicie-o apertando a tecla F2 repetidamente para entrar na BIOS. Dependendo da fabricante de sua placa mãe, a tecla usada e a própria BIOS pode ter uma aparência diferente do que está ilustrado abaixo;
  2. Em General, entre em “Boot Sequence” e coloque o “USB Device” como o primeiro item da lista. Nesta parte, geralmente são utilizados os botões de “Page Up/Down”. Em BIOS mais recentes, você deve estar apto a utilizar o mouse;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  3. Saia da BIOS e salve as alterações caso solicitado.

Neste momento, dependendo do seu computador, pode ser que o Linux Mint lhe apresente uma tela perguntando o que você deseja fazer. Se isto lhe ocorrer, escolha a opção para “Testar o Linux Mint sem instalá-lo”, caso contrário, a máquina já fará o boot no Linux diretamente ainda sem realizar a sua nstalação.

Uma vez dentro do sistema, o processo para recuperar seus arquivos é bem simples. Então, siga estes passos para isto:

  1. Conecte o pendrive ou HD externo que receberá o backup ao computador;
  2. Na “Área de trabalho”, dê um clique duplo em “Home”;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  3. Já em “Devices”, escolha o item que mostra o tamanho do HD que está instalado em seu computador;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  4. Neste momento, você já deve ver os arquivos que estavam em seu computador, que estão prontos para serem copiados ao pendrive.

Como um exemplo para esta matéria, será exibido o processo para recuperar os documentos que ficam na pasta “Meus documentos” do Windows, uma vez que estes arquivos ficam um pouco mais escondidos. Veja:

  1. Ainda na tela do passo anterior, dê um clique duplo em “Users”;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  2. Procure pelo seu nome de usuário do Windows e dê um clique duplo em sua pasta;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  3. Você agora verá as pastas “Desktop”, que é da “Área de trabalho”, a “Documents”, “Meus Documentos” e a “Downloads”, que é onde ficam os seus principais arquivos;
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?
  4. Agora, basta selecionar o que deseja, dar um clique duplo com o botão direito do mouse neles e usar a opção “Send to” escolhendo o pendrive ou o HD externo que receberá o backup.
    Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?

Pronto! Agora, tudo o que você precisa fazer é reinstalar o Windows e, então, copiar os seus arquivos de volta para ele, uma vez que o Linux não mudará o formato de partição utilizado pelo pendrive.

Como Recuperar Arquivos de um PC/Notebook que Não Liga

O disco rígido não inicializa, isso significa que você não pode inicializar no sistema operacional.

Como consequência, perdeu o acesso a dados pessoais, programas instalados, jogos e tudo o que estava localizado no disco rígido.

Exceto que o disco rígido está morto ou completamente danificado sem possibilidade de reparo, não é grande coisa acessar o disco rígido sem o sistema operacional, contanto que você encontre o método correto.

Então aqui está o problema: como recuperar arquivos de um PC ou notebook que não inicia? Se você estiver tendo esse problema, leia a seguir as duas soluções que o guiarão para recuperar dados diretamente de um disco rígido que não inicializa em um PC  ou notebook com Windows. Basta seguir as etapas abaixo e recuperar os arquivos de um disco rígido não inicializável agora.

Como salvar arquivos quando o windows não inicia

Quando o seu computador falha ao inicializar de um disco rígido, você pode aplicar o software de recuperação de dados com mídia inicializável da EaseUS para recuperar dados do disco rígido do computador Windows que não inicializa e salvar todos os dados do disco rígido com falha em outro dispositivo de armazenamento externo.

Basta baixar e instalar o software de recuperação de dados com mídia inicializável EaseUS em um computador saudável e seguir as orientações para corrigir o erro de inicialização do disco rígido sem perder nenhum dado agora.

Baixar Para Windows

Baixar Grátis

Baixar Para Mac

100% Seguro

Passo 1. Crie um disco inicializável.

Prepare um pen drive vazio. Se você tiver dados importantes, copie-os para outro dispositivo. Quando você cria um disco inicializável, os dados no pen drive são apagados.

O EaseUS Data Recovery Wizard WinPE Edition ajudará você a criar um disco inicializável. Conecte o pen drive ao PC, inicie o EaseUS Data Recovery Wizard WinPE Edition.

Selecione o pen drive e clique em “Continuar” para criar um disco inicializável.

Passo 2. Inicialize a partir do disco inicializável.

Conecte o disco inicializável ao PC que não inicializa e altera a sequência de inicialização do computador no BIOS.

Para a maioria dos usuários, funciona bem quando eles reiniciam o computador e pressionam F2 ao mesmo tempo para entrar no BIOS.

Defina para inicializar o PC a partir de “Dispositivos Removíveis” (disco inicializável) ou “Unidade de CD-ROM” (CD/DVD inicializável) além do Disco Rígido. Pressione “F10” para salvar e sair.

Passo 3. Recupere dados e arquivos de um disco rígido de PC ou notebook que não inicializa.

Ao inicializar a partir do pen drive, você pode executar o EaseUS Data Recovery Wizard a partir do disco inicializável do WinPE. Selecione a unidade que deseja verificar para encontrar todos os seus arquivos perdidos.

Clique em Verificar para iniciar o processo de digitalização.

Recupere dados do computador ou notebook. Após a verificação, você pode visualizar todos os arquivos recuperáveis, selecionar os arquivos e clicar no botão “Recuperar” para restaurar seus arquivos. É melhor salvar todos os dados recuperados em outro local para evitar a substituição de dados.

Baixar Para Windows

Baixar Grátis

Baixar Para Mac

100% Seguro

Depois disso, você pode tentar reinstalar o sistema Windows no disco rígido do computador que não inicia e, em seguida, copiar os dados restaurados de volta para o computador e reutilizá-los novamente.

Como copiar manualmente os dados do pc ou notebook que não liga

A outra maneira que você pode tentar é copiar manualmente os arquivos e dados de um pc que não liga no outro PC que está funcionando. Para recuperar os arquivos de um disco rígido que não inicializa dessa maneira, siga as cinco etapas abaixo.

  • Obter um gabinete de disco rígido externo
  • Desinstalar o disco rígido que não inicializa
  • Instalar o disco rígido em um gabinete externo
  • Conectar os cabos USB e de alimentação
  • Recuperar os dados
Leia também:  Como Saber Quanto Vou Receber De Irs No Portal Das Financas?

Etapa 1. Desligue o computador, remova a bateria e desconecte o notebook ou computador da tomada.

Etapa 2. Abra o gabinete do seu notebook e localize o disco rígido que não inicializa > Desconecte os cabos do disco rígido, desparafuse-o e retire-o do gabinete.

Etapa 3. Insira o disco rígido em um gabinete de disco rígido externo e conecte-o a um novo PC. Ou insira a unidade em outro computador que esteja funcionando em boas condições.

Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?

Etapa 4. Reinicialize o novo computador a partir de seu sistema operacional padrão na unidade principal, e então você pode ler e acessar os dados do disco rígido lá.

Etapa 5. Finalmente, copie os arquivos e retire os dados do disco rígido que não inicializam em um novo dispositivo de armazenamento.

Cinco programas para recuperar arquivos no computador; conheça

Documentos apagados do computador podem ser resgatados com a ajuda de programas parar recuperar arquivos. Há diversos softwares no mercado que fazem uma varredura profunda do HD em busca de itens deletados, com suporte a múltiplos sistemas de arquivos.

A maioria desses apps para computador tem versão grátis, limitada a determinados megabytes passíveis de restauração sem custos. Ainda assim, pode ser o suficiente para reaver documentos, fotos e vídeos perdidos que ainda podem ter deixado rastros na memória.

Veja, a seguir, cinco programas de recuperação para PC com Windows, Linux e macOS.

Como Recuperar Dados De Um Pc Que Não Liga?

Três formas de recuperar fotos apagadas no Android

Fabricado pela Piriform, mesma desenvolvedora do CCleaner, o Recuva é um programa focado em recuperar arquivos apagados em qualquer lugar do PC.

Embora não tenha um design muito bonito, o software segue sendo uma das principais opções para encontrar fotos, vídeos, documentos e todo tipo de item perdido, seja no HD do PC ou em um dispositivo externo, como pendrive e HD externo.

A versão gratuita oferece as principais funções, e está disponível para Windows 10, 8.1, 7, Vista e até o antigo Windows XP. Há ainda uma versão portátil, que não requer instalação.

1 de 5
Recuva é um programa para recuperar arquivos do mesmo fabricante do CCleaner — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Recuva é um programa para recuperar arquivos do mesmo fabricante do CCleaner — Foto: Reprodução/Paulo Alves

O Disk Drill, da Cleverfiles, é um software mais fácil de usar e com design mais atrativo. Ele encontra arquivos duplicados e trabalha rapidamente: em poucos segundos, já exibe gigabytes de dados apagados, todos organizados em pastas.

Além disso, oferece ferramentas extras para, por exemplo, reconstruir uma partição corrompida. O aplicativo também permite varrer um celular Android ou iPhone (iOS) conectado ao computador.

Na versão grátis para Windows ou macOS é possível recuperar até 500 MB – para mais dados, é preciso pagar pela versão Pro.

2 de 5
O programa para recuperar arquivos Disk Drill é competente e fácil de usar, mas só recupera 500 MB grátis — Foto: Reprodução/Paulo Alves

O programa para recuperar arquivos Disk Drill é competente e fácil de usar, mas só recupera 500 MB grátis — Foto: Reprodução/Paulo Alves

3. EaseUS Data Recovery Wizard

O EaseUS Data Recovery Wizard é um programa com visual agradável e funcionalidade versátil: ele promete recuperar dados até mesmo de uma partição apagada, oculta, perdida ou em formato RAW.

Além disso, permite varrer dispositivos de armazenamento conectados via porta USB e libera até 500 MB de recuperação nas versões grátis para Windows e macOS, além de 1,5 GB adicionais por compartilhar o link do programa nas redes sociais.

3 de 5
EaseUS Data Recovery Wizard recupera até 2 GB grátis de arquivos se você estiver disposto a compartilhar o software com amigos — Foto: Reprodução/Paulo Alves

EaseUS Data Recovery Wizard recupera até 2 GB grátis de arquivos se você estiver disposto a compartilhar o software com amigos — Foto: Reprodução/Paulo Alves

O TestDisk é uma ferramenta de código aberto que oferece as principais funções esperadas para um recuperador de dados. Totalmente gratuito, o software tem versões para Windows, macOS, Linux e até para o clássico DOS.

O programa permite recuperar e reconstruir o setor de inicialização do HD, além de corrigir partições problemáticas e recuperar todo tipo de arquivo apagado de sistemas FAT, exFAT, NTFS e ext2.

No entanto, a interface pode assustar usuários iniciantes, já que a operação se dá inteiramente via linha de comando.

4 de 5
TestDisk é um programa para recuperar arquivos totalmente gratuito, mas que não tem interface amigável — Foto: Reprodução/Paulo Alves

TestDisk é um programa para recuperar arquivos totalmente gratuito, mas que não tem interface amigável — Foto: Reprodução/Paulo Alves

O Stellar Data Recovery é um dos restauradores de arquivos mais famosos para computador.

O software tem uma quantidade vasta de funções, permitindo varrer, encontrar e recuperar itens perdidos em HD, SSD, pen drive, cartões de memória e demais dispositivos externos, além de diretórios de e-mail armazenados no PC.

Seu grande trunfo é permitir selecionar, antes da análise, o tipo de arquivo que você está buscando, algo que encurta o tempo de varredura e agiliza a recuperação. O programa permite restaurar até 1 GB de dados na versão grátis para Windows e Mac.

5 de 5
Stellar Data Recovery recupera 1 GB de graça e permite escolher tipo de arquivo — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Stellar Data Recovery recupera 1 GB de graça e permite escolher tipo de arquivo — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Como Recuperar os Arquivos de um Disco Rígido de um Laptop com Defeito

  1. 1

    Compre um compartimento para discos rígidos. Essa “gaveta” externa poderá comportar o disco rígido para que ele possa ser executado em outro computador através de uma porta USB.

    Basicamente, o compartimento transforma o HD do notebook em um disco rígido externo; cada computador possui um HD diferente, portanto, veja as especificações da máquina que parou de funcionar antes de adquirir a “gaveta”.

    Por exemplo: se o notebook possuir um drive SATA 2,5, é preciso adquirir um “case” SATA 2,5.

    • Para comprar os compartimentos de HDs, vá a uma loja de informática.

    Dica: Ao menos que tenha um drive SATA, compre uma “gaveta” para HDs de notebooks. Apenas as SATA podem acomodar os discos rígidos de PCs desktops e notebooks.

  2. 2

    Compre (ou pegue emprestado) um novo computador com o mesmo sistema operacional que o antigo. O micro que parou de funcionar era Windows? Essa outra máquina também precisará ser Windows.

    Por outro lado, se era um MacBook, será preciso obter um computador com MacOS.

    O disco rígido dele precisará ter espaço suficiente para armazenar os arquivos que deseja recuperar do computador que não funciona mais.

    • Outra opção é conectar um outro disco rígido à máquina que está funcionando e usá-la para transferir os arquivos do drive antigo para o novo.
    • Computadores Linux podem ler arquivos do Windows (o contrário, no entanto, não é válido). Ao menos que saiba usar os dois sistemas, no entanto, é melhor usar um micro com Windows para recuperar o HD de um Windows.
    • Os Macs podem ler discos rígidos formatados para o seu sistema padrão de arquivos (NTFS), mas não podem ler ou transferir dados para um drive NTFS. Os HDs formatados para o sistema HFS, do Mac, só podem ser lidos por outro computador da Apple.
  3. 3

    Retire o HD do notebook defeituoso (que deve estar desconectado da tomada e sem a bateria). Encontre o painel na parte inferior dele e remova-o; dentro, procure pelo drive e retire-o com cuidado.

    Provavelmente, será preciso ter chaves de fenda para tirar o painel e o disco rígido (que possui localização diferente em cada computador).

    Consulte o manual do usuário ou o site do fabricante se precisar de ajuda para localizá-lo.

    • Há modelos que precisam de ferramentas especiais para abrir ou remover o disco rígido. Veja a etiqueta na parte inferior do computador para saber qual é o número do modelo; depois, pesquise na internet “Como tirar disco rígido de (marca e modelo)”. Você deverá encontrar o manual do usuário e talvez um vídeo do YouTube demonstrando a forma exata de abrir o micro. Ainda assim, se for muito complicado, não arrisque e leve-o a um técnico.[1]
  4. 4

    Coloque o disco rígido antigo na “gaveta” externa. Observe onde os conectores estão localizados em ambos; mais uma vez, é necessário ressaltar que isso varia de acordo com os modelos. Leia o manual do “case” para mais informações.

    • Quem possuir um HD IDE deverá ficar atento ao adaptador destacável que fica sobre a superfície. Puxe-o para que o drive se ligue corretamente ao conector do compartimento.
  5. 5

    Ligue a “gaveta” ao segundo computador. Lembre-se de que o disco rígido da máquina defeituosa age como um HD externo ao ficar dentro do compartimento; basta ligá-lo ao novo PC com um cabo USB.

  6. 6

    Conecte um segundo disco rígido ao computador (opcional). Quando for usar outro drive externo, faça essa conexão com um cabo USB; um ícone deverá aparecer na Área de Trabalho (Mac) ou então uma notificação (Windows). Dependendo das configurações, o conteúdo será exibido de forma automática.

    • Quando o sistema não exibir nenhuma opção ou ação em relação à nova unidade de armazenamento, basta acessar o Explorador de Arquivos (Windows) ou o Finder (Mac) e clicar no disco rígido antigo. Acesse o Explorador de Arquivos clicando no ícone de uma pasta com um clip azul. O Finder pode ser encontrado na Dock, na parte inferior da tela; clique no ícone de um rosto azul e branco sorrindo.
    • Caso o HD não seja reconhecido, de início, tente ejetá-lo primeiro e reconecte-o.
    • Provavelmente, o drive está com algum problema (não o software) se ele não puder ser lido. Será preciso levar o computador em um técnico para tentar “salvá-lo”; saiba que isso custa bem caro.
  7. 7

    Transfira arquivos antigos para um HD que esteja funcionando ou a outro computador. Basta copiar e colar (ou clicar e arrastar) os itens para outro disco rígido externo ou computador. Quem tem muitos arquivos grandes (filmes e músicas, por exemplo) deverá ter paciência; a transferência demorará horas.

  8. 8

    Feche o Explorador de Arquivos ou o Finder. Ao final da transferência de arquivos, clique no “X” para encerrá-los. A boa notícia é que o computador que “morreu” ainda está fisicamente intacto, logo, deverá funcionar sem problemas ao reinstalar o sistema operacional ou trocar as peças com defeito.

  9. 9

    Clique com o botão direito no ícone do dispositivo USB e escolha “Ejetar”. Você já poderá desconectar fisicamente o disco rígido antigo.

Reparar Disco Rigido nao Liga Erro sem Perda de Dados

Quando você conecta um disco rígido externo ao seu sistema, em alguns casos, ele pode não ser iniciado. Esta publicação foca em como reparar disco rigido nao liga erro sem perda de dados.

Antes de assumir que algo está errado com sua unidade, vamos verificar de onde vem o problema.

  1. Troque o adaptador de energia e o cabo USB

Se o disco rígido externo usar um adaptador de energia, isso pode estar com defeito. Tente mudar o adaptador e verifique novamente. Se isso não ajudar, substitua o cabo USB e conecte a unidade ao seu sistema. Se isso não acontecer reparar disco rigido nao liga erro sem perda de dados, Prossiga para o próximo passo.

  1. Experimente em outro computador

Conecte seu disco rígido a outro computador seguindo as etapas abaixo. Dessa forma, você pode determinar se o problema está no seu computador ou na própria unidade.

  • Desligue o seu computador; remova o cabo de dados e também o cabo de alimentação (se houver) da unidade.
  • Em seguida, conecte o cabo de alimentação à unidade e ligue-o
  • Ligue o computador e conecte a unidade externa para verificar se foi detectada.

Se a unidade funcionar no outro computador, pode haver problemas com o seu sistema. Os problemas mais comuns são drivers desatualizados.

  • Para atualizar drivers, clique em Windows + Xpara abrir o menu de usuários avançados
  • Clique em Computer Management > Device Manager
  • Encontre seu dispositivo aqui e right click Selecione Update Driver. Opcionalmente, você também pode selecionar “pesquisar automaticamente por software de driver atualizado”.
  • Se essas etapas não funcionarem, você também pode clicar com o botão direito do mouse no dispositivo no Gerenciador de dispositivos e clicar em Uninstall. Reinicie o seu PC e o driver será instalado automaticamente.
  1. Formatar disco rígido externo

Se essas etapas não funcionarem, é provável que o seu disco rígido externo possa ser o problema.

  • Clique em Windows + Xe clique em Disk Management do menu
  • Veja se sua unidade está visível na seção inferior direita.
  • Se estiver visível aqui, a formatação pode reparação disco rigido nao liga erro sem perda de dados.

Porém, antes de formatar a unidade, os dados precisam ser recuperados. Você precisará de ferramentas profissionais de recuperação de dados para esse fim. Remo Recuperar é uma solução maravilhosa para todas as suas necessidades de recuperação de dados. Ele verifica o setor de sua unidade por setor para recuperar arquivos.

Graças ao mecanismo somente leitura que ele emprega, não há danos causados aos seus dados originais. Este software pode ser usado para recuperar dados disco rigido externo que é corrompido, inacessível e RAW. Ele suporta a recuperação de todos os tipos de dispositivos de armazenamento, como USB, cartões de memória etc.

Ele usa pesquisa exclusiva de assinaturas e tem a capacidade de recuperar 300 tipos de arquivos. A ferramenta foi projetada com uma GUI simples para simplificar a recuperação de dados para todos os tipos de usuários. Basta baixar e instalar o Remo Recover no seu computador e ver como é incrível!

  • Degrau 1: Conecte o disco rígido externo ao seu sistema
  • Degrau 2: Inicie a ferramenta e selecione Recover Partitions/ Drives como o primeiro passo
  • Degrau 3: Então selecione Partition Recovery opção na próxima tela
  • Degrau 4: Selecione seu disco rígido externo na lista de unidades e também selecione a partição para recuperar
  • Degrau 5: O software mostra uma lista de todos os arquivos. Use o Find opção para selecionar arquivos de um tipo específico
  • Degrau 6: Em seguida, salve todos / selecione os arquivos no local desejado

Reparação Disco Rigido nao Liga Erro sem Perda de Dados was last modified: Maio 6th, 2020 by Remo Software

Solução de Problemas — Meu Computador Não Inicializa o Windows — Intel

Pode ser frustrante quando um computador não inicializa corretamente. Se você está montando uma configuração ou o seu sistema de repente parou de funcionar, saber por onde começar a consertar um computador pode ser difícil. Essa dificuldade é agravada se você não consegue acessar o sistema operacional.

Nesse guia, abordaremos os passos a executar caso o computador esteja ligando e o monitor funcionando, mas não permite o acesso ao sistema operacional (SO) e estáparado na tela de BIOS. Existem muitas causas possíveis para esse problema, por isso abordaremos alguns dos problemas mais comuns para tentar colocar o sistema em funcionamento novamente.

Observe que, caso o seu computador não esteja ligando (ou seja, nada acontece quando você pressiona o botão liga/desliga, ou quando você pressiona o botão, ele liga por um segundo e, em seguida, desliga novamente) tratamos esse conjunto de problemas aqui.

Se você consegue acessar o sistema operacional, mas ainda enfrenta problemas, convém solucionar alguns problemas de software. Há muitos recursos que podem ser usados para resolver problemas relacionados ao sistema operacional.

Dependendo das características específicas da sua situação, pode fazer sentido ir direto para uma seção específica desse artigo.

Se você tiver conectado um novo periférico USB, como um teclado, mouse ou fone de ouvido, continue lendo. Se tiver adicionado um novo dispositivo de armazenamento, comece pela seção “Atualizar o BIOS”.

Se o seu computador nunca inicializou com êxito, a seção “Mensagens de erro do BIOS” pode ser o melhor lugar para começar.

Antes de alterar quaisquer configurações, tente desconectar todos os periféricos do computador. Isso inclui tudo o que não seja o cabo de alimentação, o cabo conectado ao seu monitor, e um teclado para navegar nos menus.

Periféricos como HDs externos ou até mesmo mouses conectados via USB podem potencialmente causar problemas com energia, conflitos de driver, ou problemas com a ordem de inicialização e podem impedir a inicialização do sistema operacional.

Se o sistema inicializa corretamente o sistema operacional sem qualquer dispositivo conectado, conecte cada um individualmente e reinicie até encontrar o periférico que está causando o problema.

Depois de eliminados os periféricos externos como culpados, é hora de para procurar mensagens de erro no BIOS.

Muitas vezes, se o BIOS detectar um problema de hardware, ele irá lhe dizer antes mesmo de você ter acesso ao menu do BIOS. A mensagem de erro irá variar, dependendo do BIOS que você está usando e o problema apresentado, mas aqui estão alguns exemplos para referência:

  • Ventoinha da CPU não detectada — Problema com a ventoinha ou cooler.
  • Erro de dispositivo de inicialização — há um problema com uma de suas unidades de armazenamento.

Se você encontrar um erro e não for imediatamente aparente ao que o problema está relacionado, procure os detalhes específicos na documentação da placa-mãe ou online. Isso pode ser um passo importante na identificação de onde reside o problema e na execução dos passos necessários para corrigi-lo.

Se você ainda estiver enfrentando problemas para entrar no sistema operacional depois de explorar e abordar as mensagens de erro, pode ser hora de redefinir o BIOS para seu estado padrão.

Uma palavra de advertência: o BIOS controla o funcionamento básico do sistema, portanto, seja cauteloso ao fazer alterações.

1. Se já não estiver lá, acesse o menu do BIOS.

Esse processo irá variar dependendo do fabricante, mas geralmente envolve o pressionamento de uma tecla, imediatamente após ligar o seu sistema (muitas vezes, o F2 ou a tecla DEL).

A maioria dos sistemas informará a chave correta na tela, imediatamente após a inicialização. Toque nessa tecla várias vezes assim que ligar o sistema, e você vai entrar no menu do BIOS.

2. Redefinir para as configurações padrão.

Você tem que procurar como fazer isso exatamente com base no fabricante da placa-mãe, mas essa opção está geralmente localizada na seção “Salvar e Sair” do menu.

Isso irá redefinir as configurações do BIOS para o padrão, o que pode ajudar a aliviar os problemas causados pela alteração da configuração. Salvar e reiniciar para aplicar as alterações.

Isso pode não ser tão relevante se você estiver usando uma máquina pré-montada ou se o computador estava funcionando e, em seguida, começou a funcionar mal; mas se você estiver montando um novo PC, e especialmente se estiver usando uma placa-mãe mais antiga, a atualização de BIOS pode ser útil ao solucionar problemas de inicialização.

Mais uma vez, o processo vai variar um pouco dependendo do fabricante, então, vale a pena procurar as especificações. O fabricante da placa-mãe, provavelmente tem o procedimento apropriado documentado no manual ou on-line. Muitos fabricantes têm diferentes processos, e algumas placas-mãe mais avançadas ainda têm recursos de atualização automática.

A atualização do firmware pode resolver problemas causados por pareamento de hardware mais recente, tais como unidades de armazenamento de dados com capacidades maiores com placas-mãe mais antigas.

O sistema operacional está instalado em uma unidade de armazenamento, de modo que a falha ao carregar esse SO pode ser indicativo de um problema com a unidade. Há algumas maneiras de diagnosticar problemas de armazenamento. Vamos começar com a ordem de inicialização.

A ordem de inicialização ou prioridade de inicialização é a ordem em que o computador analisa as opções de armazenamento disponíveis e decide quais priorizar. Se a unidade do SO não é a mais alta na ordem de inicialização, isso poderia explicar porque ela não está carregando adequadamente.

Ajustar essas configurações permite a inicialização a partir de um disco ou armazenamento externo, que pode ser útil para algo como a atualização do BIOS mencionada acima.

Isso também pode causar problemas se a prioridade de inicialização estiver incorreta ou se o sistema não estiver detectando o principal dispositivo de armazenamento.

1. Remova o armazenamento externo. Para determinar a ordem de inicialização, reinicie o sistema, desconecte todo armazenamento externo ou unidade flash e entre no BIOS pressionando a tecla apropriada durante o processo de inicialização.

2. Navegue até a seção de inicialização do BIOS. O nome pode ser um pouco diferente, mas você está procurando a seção dedicada ao armazenamento, provavelmente chamada menu Prioridade de Inicialização ou Ordem de Inicialização.

3. Como determinar a unidade de inicialização adequada. A unidade principal deve ser a mesma do sistema operacional instalado.

Se você não sabe a partir de qual unidade inicializar, talvez precise olhar para a unidade propriamente dita, já que a capacidade e a marca frequentemente estão evidentes na etiqueta, e essa informação também é frequentemente referenciada no BIOS.

Se você não tiver certeza de qual das suas unidades tem o SO, desative todas as unidades, exceto uma, no BIOS e veja se o sistema é inicializado. Caso contrário, continue o processo de eliminação até encontrar a unidade correta.

Você pode, então, voltar para o BIOS e habilitar novamente as outras unidades de armazenamento de dados. Apenas certifique-se de que a unidade com o SO esteja no topo da lista de prioridades.

4. Salvar alterações. Depois de priorizar corretamente a ordem de inicialização, salve as alterações e saia.

Se o BIOS não estiver detectando a unidade, o que significa que o disco com o sistema operacional não está aparecendo no menu de ordem de inicialização, você poderia verificar um problema na própria unidade ou em como ela está configurada.

Se seu sistema tiver sido inicializado com êxito no passado, mas o BIOS não detecta mais a unidade de armazenamento, você pode estar enfrentando um problema com a própria unidade.

Se for esse o caso, está na hora de solucionar problemas de hardware, o que envolverá abrir o sistema.

Antes de fazer isso, certifique-se de desconectar o cabo de alimentação, assegure-se de que conhece a maneira mais segura de abrir a caixa e tenha em mente que, se estiver trabalhando em um sistema pré-montado, pode potencialmente violar a garantia. Verifique com o fabricante do sistema se isso é uma preocupação.

Depois que o sistema estiver aberto, verifique se os cabos conectados à unidade de armazenamento estão corretamente conectados e não estão soltos. Se você estiver usando uma unidade M.2, verifique se ela está devidamente encaixada no slot correto na placa-mãe.

Se tudo estiver no lugar, pode ser o momento de remover o armazenamento e testá-lo com outro sistema que você sabe que está funcionando. Se você puder instalar a unidade em outro sistema funcional para fins de teste, isso seria o ideal.

Caso contrário, existem adaptadores USB que permitem que você conecte a unidade na porta USB de outro sistema para verificar se a unidade é detectada.

Isso permitirá que você verifique se outro sistema operacional é capaz de detectar a unidade e executar verificações de diagnóstico usando ferramentas como o Windows Disk Utility ou o Intel® Solid State Drive Toolbox para determinar o status da unidade.

Se o dispositivo de armazenamento ainda não foi detectado, mesmo em um sistema diferente, isso pode significar que a unidade está avariada. Se a unidade não está mais funcionando, provavelmente está na hora de substitui-la.

Apesar de não ser uma ocorrência comum, ocasionalmente problemas na bateria CMOS podem impedir que o sistema inicialize corretamente.

Na placa-mãe, a bateria CMOS (complementary metal-oxide-semiconductor, semicondutor de metal-óxido complementar) é um chip alimentado por uma bateria que armazena informações importantes de sistema, como as configurações de hardware básico e data.

A falha de CMOS é frequentemente indicada por um relógio que é redefinido constantemente ou por uma mensagem de erro do BIOS envolvendo a CMOS. A vida útil dessas baterias normalmente gira em torno de uma década sob condições de uso típicas, mas isso pode variar.

Se você estiver utilizando uma placa-mãe antiga ou usada, vale a pena certificar-se de que a bateria esteja funcionando corretamente. Elas são relativamente baratas e o processo de substituição geralmente é simples.

1. Encontre a bateria. Localize a CMOS na placa-mãe (ela é uma bateria em forma de moeda, prateada e achatada). Se você tiver problemas para encontrá-la, consulte a documentação da placa-mãe.

2. Recoloque a bateria. Antes de tentar uma substituição, puxe a bateria para fora e recoloque-a. Remover a bateria deve ser relativamente simples. Pode haver uma trava ou prendedor segurando-a no lugar, mas geralmente ela pode simplesmente ser removida manualmente ou cuidadosamente com uma chave de fenda, e substituída da mesma forma.

3. Remover e substituir a bateria CMOS. Se a recolocação não corrigir o problema, tente uma substituição. A bateria CMOS mais comum é a CR2032, mas ao remover a bateria, certifique-se de anotar suas características a fim de encontrar uma substituição idêntica.

4. Reinicie o sistema. Depois que você conseguir recolocar ou substituir a bateria, reinicie o sistema e entre no BIOS. Em seguida, redefina as configurações de data e hora, salve e saia.

Além do armazenamento, é possível que outros itens de hardware estejam causando uma falha na inicialização, especialmente se for indicado por uma mensagem de erro.

Vale a pena verificar todos os cabos e garantir que todos os outros itens de hardware estejam encaixados corretamente se nada mais estiver funcionando.

Você pode seguir esse guia para obter um detalhamento passo-a-passo de como testar o hardware peça por peça e ver se isso resolve o problema.

Testes adicionais

Se você já tentou todas as recomendações acima e ainda está parado na tela de BIOS, testar sua configuração de hardware atual com uma nova placa-mãe pode ser uma próxima etapa útil. Isso requer a reinstalação da CPU, do cooler e a reconexão de todos os componentes necessários, porém, ajudará a eliminar a placa-mãe como sendo o problema.

Os testes com hardware de substituição são sempre ideais, caso tenha essa opção, e podem ser particularmente úteis se o BIOS apontou na direção de um determinado componente.

A maioria dos problemas do computador pode ser corrigida, mas se você estiver trabalhando com um sistema mais antigo, pode ser simplesmente a hora de fazer uma atualização.

O hardware de computador pode durar por um longo tempo, quando corretamente mantido, mas, como a tecnologia dos computadores continua a avançar, mesmo os componentes mais confiáveis precisam, mais cedo ou mais tarde, ser atualizados para a ideal experiência do usuário.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*