Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Ações para artistas na pandemia

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Não fique vulnerável

Uma ferramenta para combater as ameaças digitais, roubos de senhas e invasões

Proteja-se agora

Médicos à sua disposição 24 horas por dia

Consultas médicas ilimitadas por vídeo. Apenas R$ 39,90 por mês

Tô dentro

Melhore seu currículo

+500 cursos online em todas as áreas, a partir de R$14,90, sem sair de casa

Comece agora mesmo

Nuvem

Tenha um e-mail com o seu nome e um Drive com toda segurança na nuvem

Crie agora

Cartão de crédito

Compare e encontre o melhor cartão de crédito para você.

Peça já o seu

Assinaturas

Internet, celular e Tv por assinatura? Descubra qual o plano mais barato em sua cidade

Compare aqui

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Loterias

Modalidade permite investir em mais jogos por menos dinheiro

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Pet dos Famosos

Cães são da raça schnauzer

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

Conteúdo de marca

O Amor Acabou? Ou é Só uma Crise? – JRM Coaching

Home > Blog > O Amor Acabou? Ou é Só uma Crise?

Viver um relacionamento amoroso tem os seus desafios, afinal são duas pessoas que tiveram criações diferentes, têm visões e experiências diferentes, e decidem compartilhar suas vidas.

Contudo, o fato de ser desafiador não quer dizer que seja impossível ou mesmo que não valha a pena, pelo contrário. Um namoro ou casamento nos dá a oportunidade de compartilhar sentimentos e possibilita que nos tornemos indivíduos melhores e mais preocupados com o outro.

Tudo isso faz com que a sensação de que o amor acabou precise ser analisada com cautela e sempre considerando todos os pontos.

Chegar à conclusão de que o sentimento que unia uma pessoa a outra acabou requer muita reflexão, para que as decisões sejam tomadas com convicção e sem chances de arrependimento.

Esse cuidado é importante, principalmente, porque relacionamentos passam por momentos de crise.

Então, é necessário saber identificar o que realmente está acontecendo para evitar se machucar e magoar uma pessoa que foi e é tão especial na sua vida.

Crie laços mais fortes e verdadeiros em seus relacionamentos!
Clique aqui, acesse meu Desafio! Descubra como viver mais leve!

Sinais de Que é Necessário Refletir Sobre o Relacionamento

Nenhuma pessoa irá, do dia para a noite, achar que o amor que sentia pelo seu cônjuge acabou. Geralmente, o que acontece é que a sintonia dos dois passa a dar alguns sinais de que há algo de errado.

Por isso, é tão importante sempre refletir sobre o relacionamento, mesmo quando tudo parece estar em perfeita ordem.

A reflexão permitirá que sejam pontuadas as atitudes de ambas as partes, para identificar os acertos e aquilo que precisa ser desenvolvido e melhorado.

Será que estou dando toda a atenção que meu esposo ou esposa merece? Temos mantido o diálogo? Conseguimos nos dedicar um ao outro mesmo em meio à correria do dia a dia e aos cuidados com nossos filhos? Esses são exemplos de perguntas para fazer a si mesmo e refletir sobre o casamento. O autoconhecimento é uma ótima maneira de entender o relacionamento, os sentimentos e tomar decisões com mais sabedoria, seja a de colocar um fim na relação ou de buscar o entendimento e conciliação.

Veja alguns sinais de que o relacionamento está passando por uma fase delicada e que merece atenção.

  • Vocês mais parecem duas pessoas que moram na mesma casa e apenas dividem as despesas do que um casal que decidiu se unir por amor. Quando chegam a casa, após o trabalho, só falam o básico.
  • Aquela vontade de compartilhar novidades com o outro não existe mais, assim como não há interesse em saber sobre a vida dele.
  • Raramente trocam algum carinho e os momentos de intimidade a dois se tornaram cada vez mais raros.
  • Não se empenha em entender as reclamações da outra pessoa e ouve o que ela diz apenas superficialmente, sem vontade de entendimento.
  • Sente mais vontade de sair com os amigos do que com o cônjuge ou namorado/namorada.
  • Sempre encontram alguma razão para discutir, brigam até mesmo por coisas banais.

Se o seu relacionamento apresentar algum dos sinais que citei, pode ser sinal de que vocês estão passando por uma crise.

Contudo, isso não significa que seja o fim do amor, pois pode ser apenas um desgaste natural.

Por isso a reflexão é tão importante para identificar se esse comportamento de um em relação ao outro pode ser mudado, se o sentimento de amor ainda existe ou se é melhor cada um seguir o seu próprio caminho.

Fatores Que Causam a Crise em um Relacionamento

Existem diversos fatores que podem culminar no fim de um casamento. Entretanto, vale lembrar que nem todos os casais que passam por essas situações que irei citar se separam.

Existem pessoas que passam por adversidades e se unem ainda mais, enquanto outras se distanciam.

Quando se trata de relacionamento não há um padrão, pois cada indivíduo é único, assim como sua forma de se relacionar de e responder aos acontecimentos.

Você é feliz?

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Dentre as razões mais comuns que levam um casal a entrar em crise, estão:

  • Crise financeira;
  • Quando um dos dois perde o emprego;
  • Relacionamentos extraconjugais;
  • Problemas familiares;
  • Doenças graves ou acidentes inesperados;
  • Desgaste causado pela rotina;
  • Conflitos na forma de educar os filhos;
  • Falta de objetivos em comum;
  • Violência doméstica, emocional ou psicológica;
  • Foco excessivo no trabalho;
  • Vícios de toda natureza: drogas, jogos, sexo e bebidas por exemplo.

São muitas razões que podem levar um casal a se distanciar, entretanto, elas não precisam significar o fim. Quando ainda há amor, é perfeitamente possível contornar os problemas e transformá-los em aprendizado para recomeçar e reafirmar aquilo que sentem um pelo outro.

Ao perceber que algo se quebrou, procure reavaliar se a sua união deve mesmo ser descarta ou se é possível consertar os erros.

Essa reflexão irá te ajudar a não desperdiçar algo valioso apenas por comodismo ou ainda a tomar uma decisão que vem adiando há tempos por medos e inseguranças.

Muitos casais se tornam mais unidos e adquirem a verdadeira consciência a respeito de seus sentimentos depois de passar por uma crise, e isso pode acontecer contigo também.

Mas, claro, desde que você e seu cônjuge estejam dispostos a lutar pelo relacionamento e reavaliar suas atitudes e comportamento e mudar.

No momento em que os dois adquirirem consciência dos pontos em que precisam evoluir e, juntos, assumem a missão de reconstruir a relação, as chances de sucesso aumentarão consideravelmente.

Como andam seus relacionamentos? Você é feliz neles? Quer descobrir?
Faça nosso Teste! Clique aqui e confira o “Termômetro da Felicidade”

E Quando o Amor Acabou?

Por outro lado, existem casos em que o sentimento realmente chegou ao fim e tudo bem também. Quando um relacionamento acaba não significa que as duas pessoas perderam tempo investindo em algo que não deu certo, pois deu certo no tempo que durou.

Mesmo que tenha durado apenas certo período, pode ser uma união que trouxe aprendizados, crescimentos, amadurecimentos momentos de felicidade e que, inclusive, pode ter gerado filhos.

Então, como bem disse o poeta Vinícius de Moraes, foi eterno enquanto durou.

Da mesma forma que abrir mão de uma relação em que ainda há amor pode ser precipitado, insistir em sua continuação, mesmo sabendo que o sentimento acabou também é. Todos tem o direito de ser felizes e, isso inclui você e o seu cônjuge. Se um dos dois já não tem mais o mesmo sentimento em relação ao outro, talvez não valha a pena insistir, pois pode gerar ainda mais sofrimento para ambos.

Depois de pontuar tudo isso, eu posso dizer que convicção que a melhor resposta para o questionamento que iniciou este artigo é a reflexão.

Apenas refletindo um casal poderá chegar às respostas que precisa para tomar uma decisão tão importante.

Procure pensar sobre o que sente pelo outro, se imagina sua vida sem ele, se acha que poderá ser mais feliz vivendo de outra forma. As respostas para todas as suas dúvidas estão dentro de você, saiba ouvir o seu coração.

Por fim, evite tomar decisões quando estiver com raiva, pois ela apenas irá te atrapalhar.

Haja com serenidade, invista no diálogo e, assim, poderão chegar ao entendimento sobre aquilo que é melhor para as duas partes.

Lembre-se que nem sempre o fim é negativo, muitas vezes ele é a porta para o recomeço de uma nova vida e um novo amor. Permita-se e escolha o melhor para você!

Copyright: 563507026 – https://www.shutterstock.com/pt/g/vasara

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Como saber quando é o momento de terminar o relacionamento?

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Um bom relacionamento se desenvolve quando há confiança, empatia, respeito, paciência e harmonia entre as pessoas envolvidas. Seja relacionamento familiar, de trabalho ou de amizade.

Leia também:  Como Devo Proceder No Entroncamento De Que Me Aproxim?

Além disso, uma das características essenciais nos relacionamentos é a reciprocidade. Ou seja, estar disposto a dar e receber.

Ninguém gostaria de sentir que o esforço para a manutenção da estabilidade do relacionamento não é mútuo. Assim sendo, a reciprocidade é imprescindível.

Em todo relacionamento, é importante se sentir amado. As demonstrações de afeto mantém aceso o “fogo” da paixão.

Dessa forma, o amor é essencial, porém, não deve ser a única coisa importante no relacionamento.

Uma relação a dois deve ser confortável e acolhedora e a confiança é um dos ingredientes mais importantes.

Mas, como saber quando é o momento de terminar o relacionamento?

Quando uma das partes não desenvolve os atributos necessários para uma boa convivência, o relacionamento se torna difícil.

E é nesse momento que surgem os questionamentos sobre a possibilidade de término.

Entretanto, é importante fugir do oba oba de que “se não der certo, termina”.Qualquer relacionamento apresentará problemas e momentos difíceis.

Porque cada indivíduo é de uma maneira. Cada relacionamento é de uma maneira. 

É difícil fazer um relacionamento de pessoas diferentes não apresentar disparidade de opiniões. Por isso, em um relacionamento saudável, a variedade de perspectivas deve ser entendida como normal.

Dessa forma, antes de qualquer coisa, é importante refletir profundamente sobre os aspectos do relacionamento.

É importante, também, o diálogo. Converse com seu parceiro antes de tomar uma decisão. Afinal, o relacionamento é a dois. 

Mas, é preciso que seja discutido o ponto até esgotar as possibilidades. Por isso, evite agir de cabeça quente.

Não tem mais solução, independente do quanto vocês tentem? O amor acabou? 

Ou é apenas mais crise comum a todas as relações e que pode ser resolvida?

Quando analisamos um relacionamento conjugal, é interessante considerar a analogia entre separação e amputação. Se for necessário, corte o membro ou parte dele. Mas, faça isso apenas se for realmente necessário, caso a relação esteja matando, ainda que lentamente, um cônjuge ou ambos.

Como terminar o relacionamento?

Se, mesmo após, a sua reflexão, mesmo após a conversa com o parceiro, você decidiu que o término é a única opção temos algumas dicas para tornar esse momento mais fácil. 

A primeira já foi dada. Pense cuidadosamente sobre o assunto. A importância dessa reflexão está relacionada com a responsabilidade emocional.

  • Isto é, você não pode brincar com os sentimentos do seu parceiro ao se arrepender da decisão e decidir voltar.
  • Veja bem, o arrependimento é normal e pode acontecer com qualquer um em qualquer situação.
  • O problema está no fato de entrar num ciclo vicioso. Termina e volta, termina e volta, termina e volta…

Outro ponto importante é a forma de dizer e de agir. Tenha empatia, seja gentil, respeite o espaço do outro. Afinal, trata-se de uma pessoa que fez parte da sua vida. 

Além disso, seja sincero sobre suas intenções. Diga o que precisa ser dito, sem rodeios. Sempre imaginando como você gostaria de ser tratado se a situação fosse contrária. 

Caso exista alguma situação mal resolvida entre os dois, procure resolver e pergunte se é possível a manutenção de uma amizade. 

Aliás, é muito importante ter em mente que não, necessariamente, alguém terá culpa. 

Às vezes o amor acabou; às vezes os objetivos, sonhos ou desejos são muito diferentes. Ou até mesmo você decidiu que agora quer focar em sua vida profissional ou acadêmica.

Como superar o término

O término de um relacionamento implica em uma mudança radical em nossas vidas. 

Passamos grande parte de nosso tempo acostumados a conviver com uma pessoa. E quando ela não está mais presente, sentimos um vazio.

Terminar um relacionamento nunca é fácil. Porque significa que você está terminando algo que você construiu com alguém. 

Terminar o relacionamento não é o fim do mundo!

Portanto, o primeiro passo é aceitar que você vai sofrer. Não importa se o amor acabou ou se alguma das partes errou. Você vai sofrer.

É normal sentir rejeição, tristeza, vazio, mágoa, raiva.

O sofrimento é importante. Não se prive disso. É uma etapa necessária para a superação.

Dê tempo ao tempo!

Desabafe, coloque para fora o que está fazendo mal. Sofra.

Contudo, é importante traçar um limite. Você não pode sofrer para sempre.

Mesmo que o término do relacionamento doa, o importante é você ter em mente que esse sofrimento é passageiro. 

Faça tudo no seu tempo, o importante é manter uma atitude positiva e tomar as rédeas da situação.

Foque no futuro. A vida continua! Mantenha sua cabeça erguida, sorria e continue sua jornada! 

Tem coisas que só o tempo resolve. Sempre que nos machucamos fisicamente, o corpo precisa de um período de cicatrização. Isso se aplica ao âmbito emocional também. 

Aliás, quanto mais profunda for a ferida, mais tempo e cuidado serão necessários.

Terapia de casal

Caso seu relacionamento enfrente problemas busque ajuda profissional!

Um casal que cultive amor, cumplicidade, boa comunicação, abertura para a mudança, espaço para a negociação e a habilidade na solução de conflitos parece ter a base para a manutenção de uma sólida relação. Além disso, é a base para a construção de uma família equilibrada.

No entanto, como em todo relacionamento interpessoal, a convivência do casal pode tornar-se difícil ou até mesmo insustentável. Se é esse o caso, a terapia de casal é uma boa sugestão.

  1. Problemas conjugais estão entre os principais agentes de estresse, depressão e ansiedade.
  2. Por exemplo: poblemas sexuais, falta de confiança, falta de comunicação, brigas constantes, agressão verbal e física constituem sinais de que a relação do casal não está bem.
  3. Esses são alguns dos motivos pelos quais as pessoas procuram a terapia de casal.

Contudo, o casal pode buscar acompanhamento de um terapeuta de casais em circunstancias normais da relação conjugal. É importante prevenir.

Inpa – Instituto de Psicologia Aplicada, Asa Sul, Brasília – DF, Brasil

Pai da terapia de casal revela os 4 sinais de que a sua relação chegou ao fim

Alguma vez se viu no meio de uma discussão acesa quando de repente a outra pessoa puxa do telemóvel e começa ler ou a escrever mensagens? Se a resposta é sim, e se a situação é constante, a sua relação pode estar à beira do fim.

Este comportamento é conhecido por stonewalling (falar para as paredes, ou obstrução) e é uma das quatro reações que John Gottman – psicólogo da Universidade de Washington e fundador do Instituto Gottman – identificou como sinais de que nem tudo está bem na sua relação.

LEIA DEPOIS
Mulher descobre que o marido tem amante e arrasta a filha para o suicídio

Ao fazer esta descoberta, juntou-se ao colega Robert Levenson. Produziram um exercício – com questões, por exemplo, sobre satisfação na relação ou frequência de pensamentos sobre separação – e conseguiram prever quantos casamentos iriam acabar em divórcio e chamaram-lhe Estudo Sobre Dinâmicas das Relações e do Casamento. Resultado? Acertaram em 93 por cento dos casos estudados.

As quatro reações observadas na vida conjugal que permitem prever que o divórcio vem aí (com precisão de 93%, sublinhe-se) são, além da já assinalada obstrução, o desdém, a crítica e a defensiva. Rever-se num ou em vários destes sinais não é motivo para franzir o sobrolho. O problema, advertem John Gottman e Robert Levenson, é quando estes comportamentos são frequentes.

Para chegarem a este exercício que prevê quase com total garantia o fim de uma relação, e consequente separação e divórcio, os psicólogos trabalharam ao longo de 14 anos.

Ao longo desta quase década e meia, um quarto dos casais observados separou-se mesmo enquanto a investigação decorria.

No final, o Estudo Sobre Dinâmicas das Relações e do Casamento permitiu concluir que a rutura de uma relação está diretamente ligada a comportamentos negativos constantes e específicos. Saiba como identifica-los, a seguir.

Os 4 sinais de alarme para a sua relação

1. Menosprezo – «Não serves para nada»

Surge como uma associação de raiva com desgosto, e é mais perigoso do que a simples frustração. O parceiro é visto como inferior e Gottman classifica esta atitude de menosprezo para com o outro como o beijo da morte de uma relação.

Impedir o diálogo pode ser tão fatídico para uma relação como o desprezo, como no exemplo do companheiro que se agarra ao telemóvel ou ao tablet, ignora ou até se levanta e sai para obstruir ou impedir uma conversa. Mesmo que uma discussão não seja pacífica, é muitas vezes o rastilho para resolver as coisas.

Criticar constantemente alimenta sentimentos negativos como o ressentimento e pode levar ao menosprezo ou até desprezo, que é mais grave. Criticar – quando por exemplo o outro se engana nas compras e traz o produto errado – acaba por transformar o outro num inútil.

4. Defensiva – «Não tenho jeito para isso»

Fazer-se constantemente de vítima ou de incapaz – «Não sei lavar a louça como deve ser» – é colocar-se sempre à defesa. Embora assumir a responsabilidade evite piorar uma situação, é também uma forma de cortar o diálogo, o que é ainda mais negativo.

John Gottman tem 74 anos é professor emérito em psicologia conhecido pelo trabalho que desenvolve na área da estabilidade marital e análise de relacionamentos através de observações e estudos diretos, muitos deles que viriam a servir de base para novas abordagens de tratamento inter-relacional, como por exemplo a terapia de casal.

Texto: Luís Martins; Fotos: Shutterstock e D.R

LEIA MAIS
Bebé de portuguesa infetada com Covid-19 vai repetir teste

Siga a Impala no Instagram

Como Perceber Que Uma Relação Acabou?

Estes são os sinais de que chegou a hora de terminar seu relacionamento

grafvision / Getty Images

Leia também:  Que Navio É Conhecido Como Ship Of Dreams?

Ao que tudo indica, vocês têm um relacionamento incrível, visto a completa ausência de sinais de alerta. Continuem com o bom trabalho!

Vocês têm uma relação sólida, mas se beneficiariam com um pouco mais de comunicação e estratégias de gerenciamento de conflitos.

Fitzpatrick e Orbuch recomendam trabalhar no aperfeiçoamento de seu relacionamento valorizando mais o seu parceiro(a) diariamente, expressando com mais frequência suas necessidades e aprendendo o melhor método de abordar os conflitos.

Pode ser também que seu relacionamento ainda seja recente e existam algumas pequenas manias ou coisas que vocês precisam aprender sobre o outro. Isso é normal!

É provável que seu relacionamento precise de mais atenção se você quiser que ele seja sustentável, dizem os especialistas. Eles recomendam que vocês reservem 20 minutos por dia para sentarem e se conectarem (livre de tecnologias, por favor).

Se houver problemas que continuam surgindo, conversem sobre eles em vez de ignorá-los ou esperar que desapareçam. Tire um tempo para conversarem sobre como solucionar ou ajustar problemas recorrentes. Também pode ser o caso de que as expectativas de seu parceiro(a) não sejam realistas.

Definir padrões que sejam muito altos para serem atingidos só levará à frustração, decepções e ressentimentos.

Fitzpatrick e Orbuch dizem que a boa notícia é que muitas vezes é possível reverter esses problemas. Se esse relacionamento é importante para você, eles recomendam aprender sobre maneiras não tóxicas de lidar com o conflito e reconstruir o respeito mútuo e a intimidade.

Caso contrário, esse problemas ficarão ainda piores e difíceis de serem consertados. Para isso será necessário mudança, compromisso e empenho dos dois lados.

Os especialistas sugerem que vocês busquem aconselhamento ou a ajuda de outro especialista da área da saúde, caso você e seu parceiro estejam realmente querendo as mudanças.

Não parece que você está feliz ou satisfeito com o seu relacionamento. Orbuch e Fitzpatrick acreditam que isso significa que ou você não está no momento ideal para uma parceria romântica a sério ou seu companheiro(a) não é a pessoa certa para você.

Pergunte a si mesmo se você consegue confiar e se importar com alguém neste momento de sua vida. E também pergunte quais as qualidades que você realmente busca em uma parceria romântica e se você está obtendo-as no momento.

Se a resposta for não, o que você precisa mudar para que possa se sentir feliz, seguro e realizado nesse relacionamento? Há uma chance de que você e seu parceiro podem solucionar esses problemas, mas também é bem possível que essa não seja a relação adequada para você.

Confira aqui outros sinais de que você precisa terminar seu relacionamento e veja aqui como fazer isso como um adulto.

A sua relação chegou ao fim? Saiba como iniciar um novo capítulo feliz e contente

Terminar uma relação amorosa pode parecer fácil quando o relacionamento não corresponde às expectativas e quando se trata de uma decisão mútua.

Contudo, há quem permaneça num relacionamento, porque não quer magoar o outro, porque espera que a relação melhore, porque lhe é difícil desistir de algo que exigiu tanto investimento emocional e de tempo. Noutros casos, há apenas medo de se ficar solteiro, de se ser visto como fracassado ou de temer o impacto que a separação possa causar nos filhos.

As razões são muitas e variadas. Há especialistas que falam inclusivamente no surgimento de um novo receio, o FOBU (Fear Of Breakink-Up, em inglês), o medo de terminar um relacionamento.

De acordo com Sónia Sucena, terapeuta de casal na Clínica Psicronos, em Lisboa, este é “um medo comum à maioria da população portuguesa”. Embora se acredite que uma relação não possa terminar a bem, os especialistas dizem-nos exatamente o contrário.

O contexto certo

Os sentimentos de tristeza, insegurança, vazio e até de zanga, são inevitáveis no fim de um relacionamento. “É difícil vivenciar um processo de luto devido a uma separação, sem que surjam estes sentimentos. Estes fazem parte, mesmo dos relacionamentos que se dizem saudáveis”, confirma a terapeuta de casal.

  • Ainda assim, a forma como terminamos um relacionamento pode influenciar muito o processo de separação.
  • A permanente presença das novas tecnologias no nosso dia a dia tem contribuído para que muitos, principalmente os mais jovens, usem a comunicação escrita para terminar um relacionamento.
  • Por vezes, um processo de separação poderá permitir ao casal reconhecer alguns sentimentos latentes que poderão contribuir para uma aproximação – Sónia Sucena, terapeuta de casal
  • De acordo com Sónia Sucena, a melhor forma de terminar um relacionamento é “com o olhar focado no outro, num contexto adequado e onde o respeito está implícito, considerando-se que o que se vivenciou até então foi vivido com felicidade, mas que, no momento, chegou ao fim”.
  • Segundo a especialista, os sentimentos negativos de mágoa e rancor “manifestam-se na sua grande maioria, quando o término da relação se baseia em situações em que o respeito pelo outro fica comprometido”.

Quando a separação é o melhor caminho

Uma separação não tem de significar necessariamente um divórcio. “Por vezes, um processo de separação poderá permitir ao casal reconhecer alguns sentimentos latentes que poderão contribuir para uma aproximação”, explica Sónia Sucena.

  1. Contudo, perante a presença de determinados fatores, a separação é, de facto, o melhor caminho, nomeadamente, “se uma das partes tem dúvidas sobre o que sente, quando estão presentes situações de tensão que originam agressões verbais permanentes, quando só se consegue identificar os defeitos do outro e quando a admiração e a valorização deixam de estar presentes.”
  2. Segundo a especialista, a separação continua a ser a decisão mais acertada “quando já não é possível estar com o outro sem que surja uma discussão de maior tensão ou quando a crise se instala e o casal não procura ultrapassá-la, permitindo o distanciamento emocional”.
  3. Uma grande parte da população, sobretudo a feminina, permanece em relações insatisfatórias, porque tem a ilusão de que é preferível estar assim do que ficar sozinha – Sónia Sucena, terapeuta de casal

Conhecido pela sigla inglesa FOBU, o medo de terminar um relacionamento é cada vez mais comum. Sónia Sucena prefere defini-lo como “o medo de ficar sozinho/a” ou “o medo de não conseguir voltar a encontrar alguém.”

  • “Este é um medo comum à maioria da população portuguesa”, constata a terapeuta de casal, explicando que “uma grande parte da população, sobretudo a feminina, permanece em relações insatisfatórias, porque tem a ilusão de que é preferível estar assim do que ficar sozinha.”
  • O FOBU verifica-se “quando a relação se mantém, mesmo quando existe uma exteriorização de sentimentos negativos, como uma constante insatisfação na relação ou um ‘ataque’ permanente ao outro”, indica a especialista.
  • A solução poderá estar na autoconsciencialização e na psicoterapia individual, que permitirão a desmistificação do medo e o reforço da autoestima e segurança.

Como superar o fim

Não existe uma receita milagrosa. “As estratégias dependem muito da situação em que ocorreu a separação, da fase em que a pessoa se encontra (negação, confrontação ou aceitação) e da personalidade de cada um”, alerta Sónia Sucena. Contudo, há um fator inerente e que deverá ser respeitado: o tempo.

Alguns investigadores já tentaram quantificar o tempo exato que as pessoas demoram a recuperar de uma separação. Num estudo realizado na Universidade de Monmouth, nos Estados Unidos da América, o tempo médio para a recuperação emocional após uma separação foi de 11 semanas. Contudo, para os casais que estavam casados, foi superior a 18 meses.

A terapeuta Sónia Sucena sublinha que o tempo é “um grande aliado” e, se a ele juntarmos algumas estratégias de intervenção, a separação poderá ser ultrapassada com mais eficácia.

Um outro estudo levado a cabo pela Universidade de Northwestern, nos EUA, mostrou que ter tempo para refletir sobre a relação é realmente importante. Durante o estudo, verificou-se um decréscimo dos sentimentos de solidão e do pensamento obsessivo, quando as pessoas falaram sobre a sua separação em entrevistas e questionários escritos.

Na opinião de Sónia Sucena, iniciar um novo “ciclo” prende-se muito com a nossa capacidade de introspeção e definição de novos objetivos.

“Temos de olhar para nós próprios, definir objetivos pessoais e colocá-los como metas a atingir. Trabalhar a concretização pessoal, a autoestima, a segurança e a confiança.

A prática de exercício físico e a socialização poderão ajudar a diminuir a ansiedade”, recomenda a especialista.

A versão original deste artigo foi publicada na edição de abril de 2017 da Saber Viver

Saiba ainda quais os sinais de alerta de uma relação em crise. especialista mente e emoções

20 Sinais De Que Um Relacionamento Acabou: Como Reconhecer O Fim E Seguir Em Frente

  • Eu já estive nessa
    situação.
  • Acho que você já
    esteve e pode muito bem-estar agora.
  • Você está em um
    relacionamento e não há nada exatamente errado, mas também não está exatamente
    certo.
  • E os sinais de
    que o relacionamento acabou estão surgindo.
  • Mas se nenhum de
    vocês disser alguma coisa, como saber se o relacionamento acabou?

Rompimentos São
Difíceis

  1. Não importa a
    duração ou a profundidade do seu relacionamento, as separações são péssimas.
  2. Não há como discutir
    isso.
  3. É por isso que geralmente
    é difícil ver os sinais de que um relacionamento acabou.
  4. Todos vivemos
    nesta área de negação.
  5. Você está em um
    relacionamento, mas não é mais o que costumava ser.

  6. Talvez você dê
    desculpas pelo trabalho ou pelo estresse, mas no fundo você sabe que o
    relacionamento acabou.
  7. Tudo o que você
    precisa fazer é admitir para si mesma e depois para o seu parceiro.

  8. Não a culpo por
    estar sentada naquele espaço entre levar de fato o status do relacionamento de
    “inexistente” para “fim absoluto”, mas, por experiência, posso dizer que vale a
    pena arrancar o bandaid agora e não mais tarde.
  9. Quanto mais você
    esperar para terminar um relacionamento, especialmente depois de ver os sinais
    de que um relacionamento acabou, pior será.

  10. Portanto, se você notar algumas ou mesmo todas essas coisas em seu relacionamento, tome-as como sinais e termine com ele.
  11. Veja também: 30 Frases De Divórcio Que Vão Ajudar Você A Seguir Em Frente
Leia também:  Como Consertar Tablet Que Nao Liga?

Sinais Que Um
Relacionamento Acabou

  • Existem desculpas
    a serem inventadas para quase todos esses sinais.
  • Você pode se
    convencer de que não vê seu parceiro devido ao trabalho.
  • Você pode se
    convencer de que está cansada demais para fazer sexo.
  • E você pode
    dizer: “nós não brigamos”, como um sinal de que seu relacionamento
    não é tão ruim assim.
  • Mas, como Camila
    Cabello cantou, “nenhuma razão para ficar, é uma boa razão para partir”.

1. Vocês São Mais Como
Companheiros De Quarto Do Que Amantes.

  1. Isso pode acontecer
    em muitos relacionamentos de longo prazo, especialmente se vocês moram juntos.
  2. Você pode
    discutir contas, jantar e o que assistir na Netflix, mas não vai além disso.
  3. Um relacionamento
    romântico deve adicionar mais à sua vida do que isso.

2. Você Prefere Passar Tempo
Com Mais Alguém Ou Sozinha.

  • Quando você está
    em um relacionamento feliz, deseja passar tempo com seu parceiro.
  • Você está animada
    para noites de encontros.
  • Mas se as coisas
    estão chegando ao fim, você pode querer mais os amigos do que seu parceiro.
  • Além disso, você
    pode preferir ficar sozinha.
  • Todos nós temos momentos como esse, mas se isso está acontecendo com mais frequência, pode ser um sinal de que o relacionamento acabou.
  • Veja também: 61 Frases Sobre Deixar Ele Ir Que Vão Desprender Você Da Dependência Emocional

3. Você Nem Liga Para Discutir.

  1. Isso é algo que
    tenho visto em quase todos os relacionamentos que terminaram.
  2. Em vez de
    brigar, você desiste e deixa as coisas acontecerem.

  3. Isso pode
    parecer saudável, mas discutir suas opiniões e se abrir é vital para um
    relacionamento saudável.

  4. Se você chegou a
    um ponto em que ambos simplesmente não se preocupam em discutir, os dois podem
    fazer check-out.

4. Vocês Brigam
Constantemente.

  • Brigar constantemente
    pode ser um sinal de uma situação estressante.
  • Talvez um de
    vocês tenha perdido o emprego ou esteja passando por momentos difíceis.
  • Mas se suas
    discussões estão cheias de coisas irrelevantes, e não sobre questões
    importantes nas quais você deseja trabalhar, é um sinal de que ambos estão na
    última etapa.

5. O Relacionamento Parece
Mais Trabalho Do Que Prazer.

  1. Um relacionamento
    é trabalho.
  2. Ninguém nunca
    disse que não era.
  3. Mas as coisas
    boas e felizes devem valer a pena.
  4. Caso contrário,
    é um sinal de que o relacionamento acabou.

6. Seus Amigos Notaram Uma
Mudança.

  • Logo antes da
    minha melhor amiga terminar com seu ex, notei o quanto ela havia mudado.
  • Ela parecia
    cansada e presa.
  • Ela nunca teve
    nada de positivo a dizer sobre o namorado.
  • Se seus amigos
    estão mencionando algo assim para você, tome nota.
  • Eles costumam conhecê-la melhor do que você mesma.
  • Veja também: Os Melhores status do WhatsApp para deixar ele com ciúmes

7. Você Desenvolve Paixões Por
Outras Pessoas.

É normal pensar
que alguém no trabalho é fofo, mas se você começa a desenvolver sentimentos
reais por alguém que não é seu parceiro, o relacionamento terminou em sua
mente.

8. Você Fez Check-out.

  1. Se você já fez
    check-out do relacionamento, ele precisa terminar.

  2. Se você não
    chega ao seu parceiro com novidades, mal responde as mensagens dele e
    simplesmente não tem interesse em fazer o menor esforço possível, ele merece a
    verdade.

  3. Esse é um dos
    principais sinais de que um relacionamento acabou.
  4. Agora, você só
    precisa terminar de uma vez por todas.

9. Vocês Não Dão Tempo Um
Para O Outro.

  • Quando você é
    feliz em seu relacionamento, você arruma tempo.
  • Você muda sua
    programação, se necessário.
  • Mas se o seu relacionamento
    fica atrás de tudo na sua vida, há algo errado.
  • Não arranjar tempo um para o outro, mesmo tomando café juntos, é uma bandeira vermelha.
  • Veja também: 5 Maneiras De Fazer Ele Ter Medo De Perder Você

10. Você Fica Irritada Mais
Fácil Do Que Antes.

  1. Todos nós temos
    nossas falhas.
  2. Algumas pessoas
    mastigam com a boca aberta, outras roncam.
  3. E quando você
    está em um relacionamento, pode até achar essas coisas agradáveis.

  4. Mas quando a
    falta de habilidades para lavar a louça começa a chegar até você e a constante mudança
    de canal na TV não sai da mão do seu parceiro, vocês dois estão enlouquecendo.

  5. O bom não é mais
    bom o suficiente para fazer com que essas coisas caiam em segundo plano.

11. Você Tenta Fazer Ele
Terminar Com Você.

  • A jogada do covarde.
  • Você sabe que é
    hora de terminar as coisas.
  • Você já
    terminou, mas, em vez de cuspir as palavras, começa brigas, traz à tona o
    passado, talvez até traia ele, para que seu parceiro tenha que terminar.
  • Confie em mim, é
    muito mais fácil você mesma terminar.

12. Você Não Consegue Se
Lembrar Da Última Vez Que Fez Sexo.

  1. Sexo não é a
    única coisa que importa em um relacionamento, mas se era uma coisa normal e ficou
    para trás, isso não é um bom sinal.

  2. Acima disso, se
    você raramente beija ou abraça, falta intimidade.
  3. Essa é uma parte
    importante de um relacionamento saudável.

  4. Sem essa parte,
    vocês são simplesmente amigos, o que significa que o relacionamento acabou.

13. Vocês Não Conversam.

  • A comunicação é
    a chave para qualquer relacionamento.
  • Com seus pais,
    seus amigos, mesmo no trabalho, sem comunicação, as coisas simplesmente não dão
    certo.
  • Você pode ter
    uma semana movimentada em que você simplesmente não teve tempo.
  • Se você deixar isso se tornar a norma, o relacionamento terminará antes que você perceba, se já não estiver terminado.
  • Veja também: 25 Maneiras Inteligentes De Deixar Um Homem Com Ciúmes E Querer Você Mais

14. Você Está Entediada.

  1. Todos nós
    adoramos uma boa noite de filmes e abraços da Netflix.

  2. Se você se
    sentir entediada com essa rotina no seu relacionamento e tiver trazido ideias
    para um encontro divertido, mas elas nunca parecem acontecer, seu
    relacionamento pode ter acabado.

  3. Se seus
    interesses não são mais compatíveis e a novidade do relacionamento se esvai
    para dar lugar a algo obsoleto, sem graça, é hora de seguir em frente.

15. Você Se Convence De Que
Não É Tão Ruim Assim.

Este é um grande
problema.

Percebo muito
nas mulheres que tentam dar desculpas.

Elas dizem: “ele
é tão gentil”. Só porque seu parceiro é gentil, não significa que ele é
adequado para você.

  • Existe um medo
    de arrependimento nesta situação.
  • E se você
    terminar, mas não conseguir encontrar outra pessoa legal?
  • É quando você
    precisa perceber que é melhor ficar sozinha do que com a pessoa errada, não
    importa o quão boa ela seja.

16. O Bem Não Supera O Mal.

  1. As listas de
    prós e contras podem parecer um pouco bregas e não muito românticas.
  2. Mas se você está
    se perguntando se o seu relacionamento acabou, esta é uma boa maneira de
    verificar.
  3. Compare as
    partes boas e ruins do seu relacionamento.
  4. E se há mais mal
    do que bem, é hora de terminar as coisas.

17. Você Está Sempre
Reclamando.

  • É assim que eu
    sei quando uma amiga está prestes a se separar.
  • Quando, em vez
    de aproveitar a vida com o parceiro, elas reclamam constantemente.
  • O parceiro
    sempre quer saber onde elas estão e com quem estão.
  • O parceiro é grosseiro
    com os garçons, dá gorjetas ruins e cancela os planos no último minuto.
  • Quando você está
    reclamando muito mais do que aproveitando, as coisas não estão indo bem.
  • É um dos sinais
    de que o relacionamento acabou.

18. Você Não Pode Deixar De
Pensar Que Algo Está Errado.

  1. É difícil
    identificar.
  2. Você não consegue
    realmente descrever o que está errado.
  3. As coisas são
    praticamente as mesmas, você faz as mesmas coisas, se dá bem, mas há algo que
    você não consegue entender.
  4. Essa é sua
    intuição tentando lhe dizer para tomar uma atitude.

19. Você Não Sente Falta Do
Seu Parceiro Quando Ele Está Ausente.

  • Quando você está
    em um relacionamento saudável e seu parceiro precisa ir embora em uma viagem de
    trabalho, sente falta dele.
  • Vocês marcam
    encontros de bate-papo por vídeo e trocam mensagens o tempo todo.
  • E você está
    muito animada para ele voltar.
  • Mas quando um
    relacionamento está mostrando sinais de que acabou, você pode facilmente esperar
    um tempo distante.
  • A ideia de ele
    voltar para casa pode parecer assustadora.

20. Você Faz Planos Futuros
Sozinha.

  1. Se você comprar
    ingressos para o show com dois meses de antecedência e não contar ao seu
    parceiro, já deve estar antecipando a separação.
  2. Se você planeja
    férias de uma semana ou até aceita um novo emprego longe, está planejando seu
    futuro sem ele.
  3. Neste ponto, é
    melhor terminar oficialmente as coisas antes que fiquem confusas.

Conclusão

Embora esses
sejam todos sinais de que um relacionamento acabou, sempre há esperança se
vocês dois quiserem fazê-lo funcionar.

Caso contrário,
é hora de finalizá-lo adequadamente e seguir caminhos separados.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*