Como Ligar A Agua Que Foi Cortada?

Teve problemas com o pagamento da sua conta de água e ela foi cortada? Não se desespere. O primeiro passo é acertar o pagamento e pedir a religação. Quer saber como entrar em contato com a SAAE Guarulhos para fazer isso? Continue lendo, vamos te contar como fazer.

Como Ligar A Agua Que Foi Cortada?

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto, conhecido como SAAE, é o responsável pelo abastecimento e sistema de esgoto e captação da cidade de Guarulhos, que fica na região metropolitana de São Paulo. 

Como solicitar a religação de água SAAE Guarulhos

Saiba que antes de solicitar à SAAE Guarulhos que seu fornecimento de água seja religado, você deve estar com os pagamentos de suas faturas em dia. Você pode pedir para que a SAAE religue sua água de duas maneiras: indo até uma unidade de atendimento ou por WhatsApp.

Solicitar religação por WhatsApp

Antes de começar o atendimento, tenha em mãos o documento do titular, o número do RGI do imóvel e as faturas pagas.

  1. Salve em seu celular o número da SAAE Guarulhos: 11 99983 4217;
  2. Busque a SAAE nos contatos do App;
  3. No primeiro contato você deve informar que sua residência é na cidade de Guarulhos, para continuar o atendimento;
  4. No menu, escolha a opção “Água/esgoto”;
  5. No próximo menu, você deve escolher ” Ligação”;
  6. Em seguida, o atendente irá te perguntar algumas informações, como: data do desligamento, RGI do imóvel e o comprovante de pagamento das faturas em atraso;
  7. Ele finalizará seu atendimento gerando um número de protocolo. Anote esse número, ele é seu comprovante da solicitação.

Solicitar religação em um posto de atendimento 

Somente o titular poderá solicitar a religação. Ele deve ir até um posto de atendimento com os seguintes documentos em mãos:

  • Documento do titular;
  • Faturas quitadas.

Você pode consultar o endereços das unidades no site da SAAE. Já o prazo para religar seu fornecimento de água é de 48h. Mas é possível solicitar que o serviço seja feito com urgência, basta pedir para o atendente. 

Gostou desse conteúdo? Caso ainda tenha dúvidas, pode deixar nos comentários. 

Até mais.

Como fazer a ligação de água na sua residência? Confira o passo a passo!

  • Você sabe por que é tão importante fazer a ligação de água de maneira correta?
  • Somente a ligação de água à rede de abastecimento pode oferecer a segurança sobre a origem da água que chega até a sua residência!
  • A qualidade da água que chega na sua torneira através da empresa responsável passa por estações de tratamento e, depois desse processo, é distribuída pelas companhias de abastecimento que garantem a sua potabilidade.
  • A instalação de hidrômetros também é necessária e ajuda no controle do consumo de água mensal de cada casa, permitindo o mapeamento das necessidades dos usuários e o planejamento de investimentos futuros na rede de abastecimento.

Quais são os passos para fazer a ligação de água?

Normalmente o passo a passo abaixo é solicitado no momento do pedido de ligação. Esse é o protocolo básico, que pode ter pequenas mudanças dependendo da companhia de abastecimento da sua cidade:

1. Instale uma caixa de proteção

A caixa que abrigará o hidrômetro, chamada de caixa de proteção, deve ser instalada em uma estrutura de alvenaria, devidamente nivelada, e sua base deve estar a 1 metro de altura do terreno.

No caso de prédios, a medição pode ser feita de duas formas: de maneira coletiva ou individual. Para o segundo caso, é necessário instalar um hidrômetro individual para cada residência, o que pode ser mais trabalhoso, mas além de deixar a divisão da conta mais justa, também pode trazer uma economia de mais de 50% do uso total da água de cada condômino!

2. Providencie um tubo corrugado

O tubo corrugado deve ser instalado na parede do imóvel interligando a caixa padrão à rua, e deve estar 15 centímetros abaixo do terreno.

3. Lembre-se do registro!

Um registro controlador deve ser instalado na tubulação que interliga a caixa de proteção do hidrômetro ao seu imóvel. O registro deve ser colocado na parte externa da caixa, mas dentro do seu terreno ou lote.

4. Reúna os documentos

Para solicitar a ligação de água, reúna toda a documentação exigida, que costuma ser a seguinte:

  • Contrato ou escritura do imóvel;
  • Carnê do IPTU ou do Incra, para imóveis na zona rural;
  • CPF e RG do proprietário do imóvel;
  • Projeto da obra (somente nos casos em que a ligação solicitada for de grande porte).

5. Solicite a ligação

Tudo pronto? Então agora é só solicitar a ligação: a montagem do cavalete e a ligação de água serão executadas pelos próprios encanadores da concessionária

E depois?

Bom, para chegar até nós, a água precisa ser tratada de acordo com padrões de qualidade que, se não forem cumpridos, podem provocar danos diretos à nossa saúde. A água que chega até a nossa casa possui o tratamento adequado para a maioria das nossas necessidades, mas não está totalmente livre de impurezas para o consumo humano

A única maneira de evitar qualquer contaminação é consumir água filtrada por um sistema de tratamento confiável. 

Por isso, para garantir que a água que chega até sua casa é 100% segura para beber, é essencial providenciar a instalação de um Filtro Purificador

Precisa de ajuda?

Nossa sugestão é: aposte nos Purificadores de Água da linha Star. 

Esses são os modelos mais indicados por possuírem tamanho compacto e design moderno – sendo ideais para a cozinha, área de lazer ou qualquer outro ambiente. Sua economia é um diferencial, além de oferecer água pura e filtrada – bem geladinha!

  1. Para conhecer todos os modelos é só clicar aqui!
  2. Para entender mais sobre a importância da água filtrada, clique aqui e baixe nosso ebook gratuitamente!
  3. Como Ligar A Agua Que Foi Cortada?

Para um bate-papo com a nossa equipe, ligue para: (48) 3028 0008 ou entre em contato pelo nosso Whatsapp: (48) 99107.0080 e (48) 99177.0081. 

Leia também:  Como Ver Qual A Versão Do Windows?

Clique aqui e converse conosco agora mesmo! 

Conte com a gente!

Prazo para religação de água, em caso de corte por inadimplência, é reduzido de 72 para 24 horas

Serviço Municipal de Águas e Esgotos

22 de agosto de 2018

Acessibilidade

Uma mudança no regulamento do Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae) de Mogi das Cruzes reduziu o prazo para religação de água para os casos em que o fornecimento é cortado no cavalete por inadimplência.

Em vez de 72 horas, o período passa a ser de 24 horas, desde que não haja impedimentos técnicos (como necessidade de substituição de cavaletes, por exemplo) ou logísticos.

A diminuição do tempo para execução do serviço foi possível graças a estudos e adequações na rotina de trabalho do Departamento Comercial da autarquia.

  • Conforme o regulamento, o fornecimento de água é restabelecido após o pagamento das faturas vencidas, tarifa de religação e apresentação dos respectivos comprovantes em um dos postos de atendimento presencial (como as unidades do PAC) ou pelo telefone 115, canal pelo qual os pedidos de religação também podem ser feitos a partir de agora.
  • O regulamento do Semae é o documento que disciplina os procedimentos relativos aos serviços de abastecimento de água e de coleta de esgotos em Mogi das Cruzes; orienta as relações entre autarquia e os usuários e contém informações e orientações técnicas e legais de interesse dos clientes para consultas, normas e sanções a serem aplicadas pelo Semae para regularização dos serviços administrativos, técnicos e financeiros.
  • Agência Virtual

A autarquia também disponibilizou dois novos serviços em sua Agência Virtual, no endereço eletrônico http://agenciavirtual.semae.sp.gov.br. Os clientes agora podem solicitar, pela internet, a restituição de pagamentos em duplicidade e a inclusão de um endereço alternativo para entrega da conta, diferente do local da ligação (para este serviço, há cobrança dos custos de postagem).

Pela agência virtual, o cliente do Semae também tem acesso à segunda via da conta, relação de débitos, histórico de consumo, segunda via de carnê de parcelamento de débitos e certidão negativa de débitos. É possível ainda atualizar dados, acompanhar o andamento de serviços solicitados e verificar a validade de certidões.

Para acessar, é necessário informar o número do cadastro (disponível na conta de água) e o CPF. Caso o CPF não esteja cadastrado ou precise de atualização, é necessário enviar, também online, uma foto do documento – mais uma facilidade, já que dispensa o comparecimento a um posto de atendimento.

Como religar água cortada

Publicado por Tailane Paulino

  • Informar erro

Você sabe como fazer o pedido para religar água cortada? Esse problema pode atingir todo mundo e causar uma pequena dor de cabeça ao pedir a volta do abastecimento de água a companhia que atende cada região do país.

Principalmente porque as regras para o religamento podem mudar de local para local. No entanto, é preciso ficar atento pois o Código de Defesa do Consumidor prevê algumas regras que devem ser seguidas.

Neste artigo o Modelos Fáceis irá ensinar a você como religar o serviço de abastecimento de água e ainda responder às dúvidas mais comuns sobre o corte do serviço, confira.

Água cortada: como religar

Ter o sistema de abastecimento de água interrompido é algo que pode tirar qualquer um do sério. Ainda mais na hora de pedir a religação, já que existem uma série de requisitos que devem ser cumpridos antes de solicitar o serviço.

A seguir você irá ver o passo a passo básico de como pedir para que o abastecimento de água da sua residência seja retomado o mais rápido possível. É preciso, no entanto, prestar um pouco de atenção. Já que as regras podem mudar de acordo com a empresa responsável.

Existem uma série de requisitos que devem ser cumpridos antes de solicitar o religamento (Foto: depositphotos)

Por isso, caso tenha alguma dúvida basta ligar para a central de atendimento, que geralmente vem descrita nas contas de água.

Pagar os débitos em atraso

O motivo mais comum do corte de abastecimento de água é o atraso no pagamento das contas mensais. Por isso, o primeiro passo para religar a água é pagar todas as contas que estejam com o pagamento em atraso.

Caso sejam muitas ou não tenha como pagar o valor integral é possível renegociar a dívida nas centrais de atendimento da empresa. Para isso é preciso seguir até o local com os documentos de identificação, um valor que deverá ser pago como entrada para o parcelamento da dívida e uma conta que mostre a matrícula do imóvel.

Algumas empresas também pedem a escrita do imóvel ou carnê de IPTU, para os donos ou o contrato de locação. Este último nos casos em que o pedido para religar o abastecimento está sendo feito para uma casa alugada.

O pagamento das contas também pode ser feito através da internet, aplicativo para celular ou caixa eletrônico. Contudo, é importante apresentar um comprovante que mostre que a dívida correspondente foi quitada.

DICA! É importante entrar em contato com a empresa para saber como será feito o pagamento, já que alguns locais aceitam cartão de crédito.

Apresentar o comprovante de pagamento

Feito o primeiro passo você deverá apresentar o comprovante de pagamento, parcelamento ou renegociação da dívida à empresa responsável. Em algumas regiões, isto só pode ser feito nas centrais físicas de atendimento.

Por isso, o cliente precisará levar todos os documentos citados no tópico anterior mais os comprovantes, para solicitar a volta do abastecimento. Outras empresas disponibilizam o serviço via atendimento telefônico.

Nestes casos o comprovante deve ser apresentado ao técnico, no momento em que a ligação for ser refeita. Por fim, também é possível fazer o processo através da internet, já que muitas empresas disponibilizam o serviço, bastando apenas anexar na página todos os documentos que forem solicitados.

O comprovante pode ser o extrato bancário, comprovante digital ou uma certidão negativa de débitos, também chamada de nada consta. Esse último pode ser requerido no site da companhia, lojas físicas e em alguns locais junto com a prefeitura da cidade.

Leia também:  Como Se Chama A Ciencia Que Estuda As Celulas?

Solicitar a religação

Com todos os comprovantes de pagamento ou renegociação de dívidas, o próximo e último passo é solicitar o religamento do abastecimento de água. Contudo, antes disso é importante verificar quais os meios que estão disponíveis para a sua região. Especialmente porque isso é variável.

A primeira maneira de solicitar que a água cortada seja religada é indo na unidade de atendimento da empresa responsável. Sempre levando todos os documentos que já foram citados e os comprovantes de pagamento da dívida.

Lá mesmo já é feita a solicitação e o agendamento de quando o técnico da empresa irá realizar o serviço. Ainda é possível solicitar o religamento através dos telefones disponíveis para o público e através da internet.

Para isso você irá precisar ir no site da empresa responsável pela sua região, escolher a opção de religar o hidrômetro e informar os dados do imóvel.: endereço completo e matrícula, que vem anexada a conta.

Por fim, será preciso também anexar os documentos que já foram citados. Sendo que para isso eles precisam ser digitalizados antes. Feito isso a companhia irá dar um prazo e agendar a visita do técnico responsável pelo serviço.

O que prevê a Defesa do Consumidor

A interrupção do abastecimento de água, que é considerada um serviço básico, está prevista na Defesa do Consumidor. Em 2017, a comissão da Câmara dos Deputados decidiu que as empresas podem realizar o corte de água, mas precisam seguir algumas regras para proteção do cliente.

Estas regras estipulam o prazo para corte, a necessidade de avisar ao cliente em débito com antecedência e ainda as normas para a religação. Além disso, está previsto que o corte não pode ser feito nos casos em que o imóvel passou para um novo proprietário.

Ou seja, caso as dívidas sejam do antigo dono do local e foram contraídas antes da venda, o novo dono não é responsabilizado pelos débitos. Sendo assim, o abastecimento deve ser mantido mesmo se não ocorrer a regularização.

Qual o prazo para religar a água?

A comissão de Defesa do Consumidor estipula um prazo de até 24 horas para que o serviço de abastecimento de água seja religado. Sendo assim, é obrigação da concessionária cumprir com o prazo dado.

Esse prazo, no entanto, só começa a valer a partir do momento em que o cliente entrar com o pedido, sendo necessário cumprir o passo a passo que já foi citado para que isso seja possível.

Nos casos em que as dívidas sejam do antigo dono do imóvel é necessário mostrar comprovantes disso. Dessa maneira, a empresa tem o mesmo prazo para religar a água sem custos para o cliente.

O que pode acarretar no corte

Várias coisas podem acarretar a interrupção do serviço de abastecimento de água ou o corte do mesmo. Nos casos de interrupção temporária, os principais motivos são situações que possam colocar em risco as pessoas da localidade, como o rompimento de uma tubulação, por exemplo.

Além disso, manipular a tubulação ou medidor de maneira indevida e ainda a realização de serviços e reparos são motivos para interromper o abastecimento, sem precisar de um aviso prévio.

Já o corte de água pode ser feito quando o usuário do serviço não permite que a empresa instale algum dispositivo ou quando não realiza os pagamentos das faturas. Sendo necessário solicitar o religamento junto à concessionária.

A empresa de abastecimento avisa antes de cortar?

Sim, é obrigação da concessionária responsável pelo abastecimento de água avisar com, pelo menos, 48 horas de antecedência sobre a interrupção total do serviço. Em 2017 a Comissão de Defesa do Consumidor aprovou uma proposta que diz que o consumidor deve ser avisado com 15 dias de antecedência sobre o corte.

Esse tempo é usado para dar ao usuário do serviço tempo para regularizar os débitos. Caso isso não seja feito no prazo, a concessionária pode realizar o corte.

Além disso, a interrupção da rede só pode ser feita na presença do usuário ou representante. Caso esses requisitos não sejam cumpridos o consumidor pode requerer da cobrança na justiça.

Prazo para corte de água

O prazo para corte de água foi estabelecido pela Defesa do Consumidor. Sendo assim, as empresas têm que cumprir ou podem ser condenadas, mas é preciso atenção. Já que o prazo para corte de água de casas e estabelecimentos comerciais é diferente.

No caso de residências, que podem ser casas ou prédios, o prazo dado é de 60 dias. Caso os débitos anteriores a esse período não sejam pagos, a concessionária pode interromper o serviço. Desde que avise previamente.

Já para empresas e comércios o prazo é de 30 dias. Sendo necessário o aviso prévio e quitação dos débitos antes de refazer a ligação.

Existem custos para religar?

A mesma proposta que prevê o aviso com antecedência ao consumidor e o prazo de 24 horas para o restabelecimento do serviço de abastecimento também prevê que o usuário da rede não poderá ser cobrado.

No entanto, algumas concessionárias ainda solicitam o pagamento de um valor, que é descontado na próxima fatura, para realizar o serviço. Como é o caso da Companhia Espírito Santense de Saneamento (CESAN). No site do governo está previsto o pagamento de R$22,69 para religar água em residências. Já para prédios a taxa a ser paga é de R$91,85.

Por isso, é importante se informar no momento de solicitar o serviço para não levar nenhum susto no mês seguinte.

Se eu não for avisado do corte, o devo que fazer?

Você viu nesse artigo qual é o procedimento correto para religar água e ainda o que pode acarretar na suspensão deste serviço. Além de destacar como ele deve ocorrer.

Além do que já foi mencionado, é necessário destacar que, nos casos em que houver alguma irregularidade por parte da empresa, o usuário deverá buscar uma reparação de danos junto à justiça.

Essas irregularidades podem: o não aviso sobre o corte, a realização do serviço fora do prazo ou quando o proprietário ou represente do usuário não estiver presente no imóvel.

Feito isso, as empresas têm um prazo de cinco horas para retomar o serviço e ainda será multada. Podendo também responder por danos morais e patrimoniais.

Leia também:  Como Recuperar Word Que Não Foi Salvo?

Ligação de água: tudo o que você precisa saber para fazer na sua casa!

Sua casa ainda não foi conectada à rede de abastecimento de água da sua cidade? Está concluindo uma construção e tinha deixado o assunto para depois? Então, está na hora de requisitar a ligação de água do seu imóvel junto à concessionária prestadora do serviço. Só com esse cuidado dá para garantir a qualidade da água que você e sua família vão consumir no dia a dia.

A ligação de água à rede de abastecimento dá a segurança sobre a origem da água que abastece sua residência, que vem de estações de tratamento fiscalizadas pelo poder público e por agências reguladoras.

A instalação do hidrômetro também ajuda no controle do consumo mensal de cada casa e permite o mapeamento das necessidades dos usuários, além do planejamento de investimentos futuros na rede de abastecimento.

As vantagens são inúmeras e, para fazer a ligação, só é preciso cumprir alguns requisitos. Reúna os documentos e faça parte da rede de abastecimento de água da sua cidade. Confira o post, saiba os passos e faça sua ligação de água!

Qual é a importância de fazer a ligação de água de maneira correta?

Ninguém vive sem água, afinal, precisamos dela diariamente tanto para beber como para manter nossa casa limpa e organizada. A qualidade da água que chega na sua torneira passa por etapas de tratamento que a tornam segura para o consumo humano.

Quando a água deixa as estações de tratamento, ela é distribuída pelas companhias de abastecimento de água, que a levam até as residências, garantindo sua potabilidade.

Elas só conseguem transportar a água até sua casa se houver essa ligação, já que a tubulação principal não adentra as propriedades privadas.

Por isso, fazer a ligação de maneira correta é tão importante, pois garante a qualidade da água que vai abastecer sua família.

Quando você se conecta à rede pública de distribuição de água, você se torna cliente da companhia de sanamento, com deveres como pagar a conta de água em dia, e direitos como o de receber água tratada em casa e poder ter auxílio da companhia caso surja algum problema na distribuição.

Quais são os passos para fazer a ligação de água?

Para fazer a ligação de água, normalmente as concessionárias solicitam que o cliente siga o passo a passo abaixo. Esse é o protocolo básico, que pode ter pequenas mudanças dependendo da companhia de abastecimento da sua cidade.

1. Instale a caixa de proteção

A caixa que abrigará o hidrômetro, chamada de caixa de proteção, deve ser instalada em uma estrutura de alvenaria, devidamente nivelada, e sua base deve estar a 1 metro de altura do terreno.

No caso de prédios, a medição pode ser feita de duas formas: de maneira coletiva ou individual. Para os imóveis com medição individual, é necessário instalar um hidrômetro para cada residência, e a atenção deve ser redobrada ao fazer a instalação. Afinal, ninguém quer pagar por uma água que o vizinho está consumido, não é?

2. Providencie o tubo corrugado

O tubo corrugado deve ser instalado na parede do imóvel interligando a caixa padrão à rua, e deve estar 15 centímetros abaixo do terreno.

3. Não se esqueça do registro

Um registro controlador deve ser instalado na tubulação que interliga a caixa de proteção do hidrômetro ao seu imóvel. O registro deve ser colocado na parte externa da caixa, mas ainda dentro do seu terreno ou lote.

4. Reúna os documentos

Para promover a ligação de água, reúna a documentação exigida, costuma ser a seguinte, e leve até a loja de atendimento da concessionária:

  • contrato ou escritura do imóvel;
  • carnê do IPTU ou do Incra, para imóveis na zona rural;
  • CPF e RG do proprietário do imóvel;
  • projeto da obra, somente nos casos em que a ligação solicitada for de grande porte.

5. Solicite a ligação

A montagem do cavalete e a ligação de água serão executadas pelos encanadores da concessionária. Caso sua cidade seja atendida pela BRK Ambiental, acione os canais de atendimento disponíveis e faça o pedido.

Quais são os perigos de fazer ligação clandestina de água?

Fraudar a ligação de água traz inúmeros malefícios para a população e, principalmente, para o infrator. Isso acontece quando o proprietário de um imóvel se interliga indevidamente à rede de distribuição. Essa atitude é considerada um crime contra o patrimônio, previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro.

O crime é passível de multa e reclusão de 1 a 4 anos.

Essa ação pode prejudicar o próprio consumidor e até seus vizinhos, visto que as ligações indevidas podem contaminar a água que circula pela rede pública, trazendo consequências para a saúde.

Se você conhece alguém que tem uma ligação clandestina de água no imóvel, é possível fazer uma denúncia anônima à companhia de abastecimento da sua cidade. Esse tipo de ação deve ser identificado e combatido o mais rápido possível.

Viu como é fácil fazer a ligação de água da sua casa? Lembre-se de que, para a montagem das instalações, são necessários equipamentos com certificado de homologação do fabricante. Além disso, fique atento para as instalações feitas de maneira incorreta, que podem causar problemas para você e seu imóvel e prejuízos para você.

Gostou do nosso conteúdo? Então leia o nosso post sobre os impactos dos vazamentos de água e aprenda a identificar os sinais desse problema na sua residência!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*