Como Gravar Musicas Num Cd Que Ja Tem Musicas?

Quer saber como gravar um CD independente e ter resultados positivos com ele, certo? No entanto, isso não é tarefa fácil, como você sabe.

Por mais que a internet seja forte, certamente o sonho de todo músico no início de carreira sempre é gravar um CD (mesmo que independente).

Portanto, o grande problema é: será este é um sonho viável para quem esta começando a carreira? Leia este artigo até o final e veja não só como gravar um CD como também se vale a pena fazer isso.

Mais conteúdos sobre gravação:

  • Todos sabem que o CD veio para substituir o Vinil e, a princípio, foi a melhor maneira de reproduzir e comercializar músicas.
  • Tempos depois, no entanto, o reinado do CD produzido pelas gravadoras, que gerava milhões e milhões foi ameaçado pela pirataria física (CDs falsificados).
  • A princípio, muitos especialistas diziam que a grande maioria das gravadoras iriam definitivamente quebrar (e algumas realmente perderam muita força).
  • Como se não bastasse a pirataria física como inimigo, a internet e, consequentemente, os downloads também ganharam força, e a coisa ficou ainda mais feia para as empresas produtoras de discos.

Como Gravar Musicas Num Cd Que Ja Tem Musicas?

Houve uma época em que todos baixavam músicas pela internet. As conexões eram lentas, geralmente discadas, e, por isso, baixar o arquivo de música era mais viável do que tentar ouvir online.

Atualmente, a grande população tem um acesso melhor à banda larga, pois segundo uma pesquisa do Instituto Nielsen, a maioria das pessoas não baixa, nem ouve música pela internet.

Surpreendentemente 57% delas agora “assistem música”. Sendo assim, segundo esta pesquisa, a maior parte do público ouve música por meio de sites de vídeo, como o YouTube.

E quanto às gravadoras, elas estão tendo um enorme sucesso em vendas de música online. A receita gerada pela internet já é de 12% do lucro total.

Com isso, cantores, duplas e bandas de sucesso nacional ainda gravam e vendem algumas milhares de cópias.

Como gravar um CD? Será que ainda vale a pena fazer isso?

A resposta é: pode até dar certo, mas existem soluções muito melhores para quem está começando. Vou apresentar algumas abaixo.

Você pode estar jogando dinheiro fora

Quando um cantor, dupla ou banda resolve gravar um CD independente, os custos ficam em volta da produção e gravação das faixas (em média 12 músicas) e da gravação e impressão das capas do disco.

Num estúdio regular, de qualidade, cada faixa fica de R$ 800 a R$ 1.000 (se for menos que isso, por favor, desconfie).

Quanto às embalagens (CD + capas), mil unidades ficam entre R$ 1.500 a R$ 2.000 (de R$ 1,50 a R$ 2 cada, considerando uma capa de papel grosso, que se vê por aí).

Somando tudo: um CD independente com 12 músicas (com um pouco de qualidade) e mil cópias ficaria em aproximadamente R$ 14.000 (estes preços dependem muito da região e outros fatores).

Como Gravar Musicas Num Cd Que Ja Tem Musicas?

  1. O pior erro para quem grava um CD independente desta maneira (que eu vejo muito acontecer) é sair presenteando as pessoas.
  2. Sobretudo os cantores que saem distribuindo gratuitamente até que finalmente as copias acabam e a esperança das músicas caírem no gosto do povo ficam apenas na esperança mesmo.

Como gravar um CD e ter mais resultados gastando pouco

Para elaborar este artigo, a princípio, fiz algumas entrevistas com cantores e músicos em geral e alguns disseram que definitivamente não valia a apena. Outros afirmaram que o gravar CD é um sonho e é muito bom gravar um.

Outros no entanto, opinaram que a melhor saída é gravar apenas uma música e um clipe de qualidade com o dinheiro que iria para gravar um CD inteiro.

Como gravar um CD do jeito certo

Um CD gravado, por ser um produto físico, é uma boa forma de presentear alguém e ser entregue para uma gravadora ou produtora.

Nunca vi ninguém dar um mp3 de presente a alguém. Portanto, a gravação de um CD independente não deve ser totalmente descartada.

Eu listei como um passo a passo uma estratégia que pode ser adotada e que eu e muitos outros especialistas indicamos.

  1. A princípio, escolha quatro canções (de preferência autoral) e faça uma pesquisa. Em seguida grave uma demonstração e mostre para o maior número de pessoas possíveis (nos bares, parentes, amigos). Peça uma opinião e observe a reação delas com as músicas. Se a maioria ficar emocionada e pedirem a música, considere grava-las.
  2. Dentre as quatro, escolha a que mais emociona as pessoas para ser a principal.
  3. Grave as músicas em um bom estúdio. Não descanse até que fique o melhor possível.
  4. Depois de gravadas, faça algumas cópias do disco (500, por exemplo) com uma excelente arte de capa.
  5. O que você terá em mãos é um EP, com quatro músicas autorais de ótima qualidade, eleitas pelo seu público.
  6. A música número 1 será a sua principal. Agora é hora de divulgar.

Leia também:

Seu CD gravado não irá “viralizar”

[IMPORTANTE] Sua música não irá viralizar! E divulgação não é de graça.

Quando tiver este trabalho em mãos, nada de ficar distribuindo tudo de graça na internet, pois as chances da sua música se transformar em um viral e cair no gosto do povo são mínimas.

Qual foi a última vez que alguém te passou um arquivo de música de um músico iniciante? Eu nunca recebi. As pessoas receberão sua música, mas, mesmo gostando, irão guardar para elas.

Não se esqueça que marketing musical

5 Programas gratuitos para gravar CD/DVD

Você ainda é adepto do uso de CDs e DVDs? Bom, apesar deles terem sido uma tendência que logo saiu de moda, ainda tem muita gente que gosta de usar este tipo de mídia para realizar suas gravações.

Assim como os entusiastas de discos de vinil, existem aquelas pessoas que não abrem mão das mídias físicas de seus artistas favoritos, e ainda compram CDs, isso pode parecer um absurdo, mas tem muita gente que ainda prefere ouvir suas faixas da forma tradicional, não aderindo às novas plataformas de música online.

Para você que ainda gosta de utilizar CDs e DVDs, confira esta lista de programas gratuitos que podem te ajudar nesta função.

1 – Nero BurnLite 

Talvez um dos mais conhecidos entre as ferramentas de gravação, o Nero BurnLite é a versão gratuita do programa, possuindo ferramentas limitadas, mas que consegue atender as necessidades de gravações de CDs de música ou de arquivos. É possível gravar com o programa de forma muito fácil e intuitiva, pois possui uma interface muito simples e didática.

2 – BurnAware Free

Uma ferramenta inteiramente grátis e completa, possibilitando ao usuário realizar cópias de CDs e DVDs, gravação de dados, ISOs, músicas, vídeo e muito mais. Possibilitando diversos tipos de gravações e formatos de arquivos, o BurnAware Free, é um dos mais recomendados, neste quesito.

Leia também:  O Que Como Quando Onde Quanto Quem?

3 – CDBurnerXP

Outra ferramenta bem completa, que oferece vários tipos de gravação. Muito simples também, porém com uma interface não tão convidativa ao usuário, que acaba tornando o programa um pouco menos intuitivo, mas ainda assim cheio de funcionalidades.

4 – Express Burn

Bastante completo e simples, o Express Burn se mostra uma ferramenta excelente, com alguns poucos cliques você já escolhe o que deseja gravar e manda brasa. Apesar de ter licença não comercial, ele possui as mesmas ferramentas de um premium.

5 – Hamster Free Burning Studio

Com uma interface bastante clean e bonita, o Hamster se mostra muito útil e fácil de usar. Com ele é muito simples selecionar os arquivos que deseja gravar e iniciar a gravação. Bastando apenas poucos cliques para isso.

Agora que você já conferiu a lista é só realizar o download do programa e iniciar suas gravações. Mas e você que ainda é adepto aos CDs e já realiza gravações. Qual programa você usa? Comenta aí pra gente.

Como gravar músicas em ordem em um CD

Para gravar músicas em um CD (ou CD -ROM, para dar o disco de seu nome completo ), para que eles aparecerão em uma certa ordem na reprodução , é necessário primeiro criar a trilha ordenar usando o software em seu computador. CD-ROM não é regravável .

Isso significa que, depois de ter queimado uma série de faixas de um CD- ROM que você não pode adicionar, excluir ou alterar a ordem das faixas. O processo de seleção e ordenação deve ocorrer antes do CD -ROM é queimado.

Coisas que você precisa computador com unidade de disco Software para ripar faixas de CDs (por exemplo, Windows Media Player 11 ) Software para gravar CD-ROMs (por exemplo Nero) Software para baixar músicas e gravar CD-ROM (por exemplo, o iTunes ou o Rhapsody ) CD -ROM em branco Show Mais instruções Making Your Playlist

1

Escolha as faixas que você deseja gravar em o CD . Você pode selecionar faixas de música a partir de uma variedade de fontes. Você pode ter faixas já armazenados como arquivos em seu computador que foram copiadas de outros CDs usando softwares como o Windows Media Player 11.

Você pode ter carregado os arquivos de áudio de outra fonte , talvez gravações que fez a si mesmo usando um gravador digital ou algum outro equipamento. Muito provavelmente , você quer gravar faixas de um provedor de música online como o iTunes ou Rhapsody.

2 Escolha faixas para criar uma lista de reprodução .

download iTunes ou Rhapsody para o seu computador (note que Rhapsody só é compatível com PCs habilitados com o Windows 7, Vista ou XP. Enquanto iTunes é compatível com PCs e Macs. Você não só será capaz de comprar faixas de seus grandes bibliotecas , mas também criar listas de reprodução.

ao Rhapsody , utilize o recurso “Criar uma lista de reprodução” . procurar faixas de música e adicioná-los à sua lista de reprodução clicando no botão ” Adicionar à lista” botão. Você pode escolher um nome para a sua lista de reprodução.

no iTunes, criar uma lista de reprodução clicando no botão “+” no canto inferior esquerdo da tela e arrastando e soltando as faixas à sua lista. 3

Coloque as faixas na sua ordem de preferência . Clique e arraste para mover trilhas para cima e para baixo na lista. Tire um tempo para ter certeza absoluta de que você está satisfeito com a ordem de marcha , porque esta é a ordem em que as faixas serão gravados no CD . 4

Use CD -ROM software de gravação para criar uma lista de reprodução a partir de seus próprios arquivos de áudio.

Se você rasgou faixas de um CD ou arquivos de áudio enviados para o seu computador a partir de uma outra fonte , os fornecedores de bypass como iTunes e Rhapsody baixando softwares como o Nero.

o processo continua o mesmo : Nero permite-lhe escolher e organizar uma lista de reprodução de músicas , então pedir-lhe para inserir um CD -ROM em branco para queimar gravar o seu CD

5 Verifique se o seu CD. pacotes de CD -ROM pode conter sua lista de reprodução .

Insira um CD -ROM em branco (deve ser em branco) em sua unidade de disco . são baratos (é fácil encontrar embalagens de 50 ou mais para tão pouco quanto $ 10). Preste cuidadosa atenção para o comprimento do CD -ROM.

Se for um CD -ROM de 80 minutos , você só será capaz de gravar 80 minutos de música para ele. Verifique a duração da sua lista de reprodução.

Se for maior do que o CD -ROMs que você tem disponível , você pode excluir faixas para encurtá-lo ou dividi-lo em mais de uma lista de reprodução para a gravação de mais de um CD -ROM 6

Siga as instruções fáceis: . no iTunes, escolha a opção ” Gravar um CD ” na lista drop-down em “Arquivo “, ” . Fontes ” no Rhapsody, clique no botão ” Gravar um CD” ícone no painel do lado esquerdo na página de lista encabeçada 7 Desfrute de músicas na ordem em que você criou.

Seja paciente. ele pode levar alguns minutos para gravar um CD -ROM, dependendo do comprimento das pistas. o software irá mantê-lo atualizado sobre os progressos e dizer-lhe quando está completa.

sua unidade de disco pode ejetar automaticamente o CD -ROM recém- queimada no final do processo. na reprodução , as faixas que você escolheu irá aparecer na mesma ordem que a sua lista de reprodução.

< br >

Como Gravar um CD

  1. 1

    Entenda o processo de gravação de um CD de dados. Se você só quer salvar arquivos e pastas no CD, basta fazer a gravação no computador. Esse tipo de mídia não é reproduzível, mas dá para abrir e visualizar o seu conteúdo como qualquer outro tipo de dispositivo móvel (como um pen drive).

    • São exemplos de dados graváveis fotos, documentos e vídeos.
    • Se você quer gravar um CD de música reproduzível, pule para o terceiro método deste artigo.
  2. 2

    Insira um CD vazio no leitor do computador. A mídia tem que estar vazia.

    • Se o CD já foi usado antes, você vai ter que apagá-lo.
    • O computador tem que ter um leitor de DVD. Tente encontrar o logotipo “DVD” próximo à bandeja do disco.
  3. 3

    Abra o Explorador de Arquivos

    . Clique no ícone da pasta, na barra de tarefas, na parte inferior da tela do computador.

    • Você também pode pressionar ⊞ Win+E para abrir a janela do Explorador de Arquivos.
  4. 4

    Acesse o local onde os arquivos estão salvos. Ele fica no lado esquerdo da janela.

  5. 5

    Escolha os arquivos que você quer gravar. Clique e arraste o mouse no grupo de arquivos para selecionar todos ou pressione Ctrl na hora de selecionar cada um individualmente.

    • Se você só quer gravar um arquivo (como uma imagem ISO), clique nele.
    • A maioria dos CDs suporta até 700 MB de arquivos.
  6. 6

    Acesse a aba Compartilhar. A aba fica no canto superior esquerdo da janela e leva a uma barra de ferramentas.

  7. 7

    Clique em Gravar em disco. A opção fica na seção “Enviar” da barra de ferramentas e abre uma nova janela.

  8. 8

    Clique em Gravar. A opção fica na parte inferior da tela e começa a gravação do CD.

    • O processo pode demorar um pouco, dependendo do tamanho e do número de arquivos que você quer gravar.
  9. 9

    Clique em Concluir quando a opção aparecer. A opção fica na parte inferior da tela. A partir de então, você já pode ejetar o CD gravado do computador.

  1. 1

    Entenda o processo de gravação de um CD de dados. Se você só quer salvar arquivos e pastas no CD, basta fazer a gravação no computador. Esse tipo de mídia não é reproduzível, mas dá para abrir e visualizar o seu conteúdo como qualquer outro tipo de dispositivo móvel (como um pen drive).

    • São exemplos de dados graváveis fotos, documentos e vídeos.
    • Se você quer gravar um CD de música reproduzível, pule para o quarto método deste artigo.
  2. 2

    Insira um CD vazio no leitor do computador. Como o Mac não inclui um leitor de CD de fábrica, você provavelmente vai precisar de uma unidade externa.

    • Compre a unidade externa no site ou nas lojas oficiais da Apple.
  3. 3

    Abra o Spotlight

    . Clique no ícone da lupa, no canto superior direito da tela.

  4. 4

    Abra o Utilitário do Disco. Digite utilitário de disco na barra de pesquisa que aparecer e dê um clique duplo no programa na lista de resultados.

  5. 5

    Clique em Gravar. A opção é representada pelo símbolo de risco biológico, fica na parte superior da janela e abre o Finder.

  6. 6

    Acesse o local onde os arquivos estão salvos. Há uma lista de pastas no lado esquerdo da janela.

  7. 7

    Escolha os arquivos que você quer gravar. Clique e arraste o mouse no grupo de arquivos para selecionar todos ou pressione ⌘ Command na hora de selecionar cada um individualmente.

    • Se você só quer gravar um arquivo (como uma imagem ISO), clique nele.
  8. 8

    Clique em Gravar. A opção fica no canto inferior direito da janela e fecha o Finder.

  9. 9

    Clique em Gravar quando a opção aparecer. Ela fica na parte superior da janela do Utilitário de Disco e começa a gravação.

    • Tenha paciência, pois o processo demora um pouco.
  10. 10

    Clique em OK quando o botão surgir. A opção fica no canto inferior direito da tela e indica que a gravação terminou.

  1. 1

    Insira um CD vazio no leitor do computador. A mídia tem que estar vazia.

    • Se o CD já foi usado antes, você vai ter que apagá-lo.
    • O computador tem que ter um leitor de DVD. Tente encontrar o logotipo “DVD” próximo à bandeja do disco.
  2. 2

    Abra o Iniciar

    . Clique no ícone do Windows, que fica no canto inferior esquerdo da tela e leva a um menu.

  3. 3

    Abra o Windows Media Player. Digite windows media player e clique em Windows Media Player na lista de resultados.

    • Se o Windows Media Player não aparecer na lista de resultados, é porque ele não está instalado no computador.
    • Se o Windows Media Player não estiver instalado, use o iTunes. Baixe-o e pule para o próximo método.
  4. 4

    Acesse a aba Biblioteca. Ela fica no lado superior esquerdo da janela do Windows Media Player.

    • Pule este passo e o próximo se o Windows Media Player abrir na biblioteca de músicas.
  5. 5

    Acesse a biblioteca de músicas. Dê um clique duplo em Músicas para abrir a página de categorias e, depois, em Todas as músicas para acessar os arquivos salvos no computador.

  6. 6

    Acesse a aba Gravar. Ela fica no canto superior direito da janela do Windows Media Player.

  7. 7

    Escolha os arquivos que você quer gravar. Pressione Ctrl e clique em cada arquivo que você quer colocar no CD.

    • No geral, dá para colocar de 70 a 80 minutos de músicas em um CD.
  8. 8

    Adicione as músicas à aba “Gravar”. Clique e arraste as músicas selecionadas para a barra lateral da aba “Gravar”, no lado direito da janela, e solte. Todos os arquivos vão aparecer nessa tela.

  9. 9

    Clique no ícone “Opções”. Ele é representado por uma caixa branca com tiques e fica na parte superior da aba “Gravar”. Clique para acessar um menu suspenso.

  10. 10

    Clique em CD de Áudio. A opção fica no meio do menu suspenso.

  11. 11

    Clique em Iniciar Gravação. A opção fica na parte superior da barra “Gravar” e começa o processo.

  12. 12

    Espere até o processo terminar. O computador vai ejetar o CD depois da gravação. Após isso, você vai poder reproduzi-lo em qualquer CD player (como o som do carro, por exemplo).

  1. 1

    Insira um CD vazio no leitor do computador. Como o Mac não inclui um leitor de CD de fábrica, você provavelmente vai precisar de uma unidade externa.

    • Compre a unidade externa no site ou nas lojas oficiais da Apple.
  2. 2

    Abra o iTunes. Clique uma ou duas vezes no ícone do iTunes, representado por uma nota musical colorida em um fundo branco.

  3. 3

    Escolha as músicas que você quer gravar. Pressione ⌘ Command (ou Ctrl, no Windows) e clique em cada arquivo que você quer colocar no CD.

    • A maioria dos CDs suporta de 70 a 80 minutos de músicas.
    • Você pode ter que acessar a aba Músicas para ver a lista dos arquivos do iTunes antes de começar a selecionar.
  4. 4

    Clique em Arquivo. A opção fica no canto superior esquerdo da tela e leva a um menu suspenso.

  5. 5

    Clique em Nova. A opção fica no menu suspenso Arquivo e abre um novo menu.

  6. 6

    Clique em Playlist. A opção fica no menu que aparece na tela e cria uma playlist com as faixas selecionadas.

    • Se você quiser dar um nome à lista, digite-o e pressione ⏎ Return.
  7. 7

    Clique em Arquivo. A opção fica no canto superior direito da tela e abre o menu suspenso de novo.

  8. 8

    Clique em Gravar Playlist no Disco. A opção fica no meio do menu suspenso Arquivo e leva a outra janela.

  9. 9

    Marque o campo “CD de Áudio”. Ele fica na parte superior da janela.

  10. 10

    Clique em Gravar. A opção fica na parte inferior da tela e começa o processo.

  11. 11

    Espere até o processo terminar. O computador vai ejetar o CD depois da gravação. Após isso, você vai poder reproduzi-lo em qualquer CD player (como o som do carro, por exemplo).

  • Sempre use CDs novos e de qualidade para fazer a gravação.
  • Você pode gravar CDs com vários programas, incluindo o iTunes.
  • Para gravar arquivos em um CD, basta copiá-los e colá-los na unidade. Gravar músicas, por sua vez, é mais complicado. [1]
  • Baixar, gravar e distribuir conteúdo pirata é contra a lei.
  1. ↑ https://www.techwalla.com/articles/what-does-it-mean-to-burn-a-cd

Este artigo foi escrito em parceria com nossa equipe treinada de editores e pesquisadores que validaram sua precisão e abrangência.

O wikiHow possui uma Equipe de Gerenciamento de Conteúdo que monitora cuidadosamente o trabalho de nossos editores para garantir que todo artigo atinja nossos padrões de qualidade. Este artigo foi visualizado 97 555 vezes.

Categorias: Hardware

Esta página foi acessada 97 555 vezes.

Importe músicas de CDs para a biblioteca do iTunes no PC

É possível importar músicas de CDs para a biblioteca do iTunes. Depois que você importar as músicas, você pode ouvi-las sem ter o CD original na unidade de disco.

O formato de codificação padrão é AAC. Para alterar os formatos, consulte Escolha ajustes de importação.

  1. No app iTunes do PC, escolha Editar > Preferências e clique em Geral.

  2. Clique no menu local “Ao inserir um CD” e escolha uma opção:

    • Mostrar CD: o iTunes abre o CD mas não o reproduz nem o importa;
    • Reproduzir CD: o iTunes inicia a reprodução do CD sem importá-lo;
    • Perguntar para Importar CD: o iTunes abre o CD e pergunta se você deseja importá-lo;
    • Importar CD: o iTunes importa o CD automaticamente;
    • Importar CD e Ejetar: o iTunes importa o CD e o ejeta. Esta é uma boa opção se você planeja importar muitos CDs.

O iTunes importa a maioria das músicas em poucos minutos e um CD inteiro em cerca de 10 minutos.

  1. No app iTunes do PC, insira um CD de áudio na unidade de CD ou DVD do computador ou em uma unidade externa conectada ao computador.

    Caso não veja as informações do CD, clique no botão CD próximo à parte superior esquerda da janela do iTunes.

  2. Escolha o que deseja fazer na janela que aparecer:

    • Importar todas as músicas do CD: clique em Sim. O iTunes começará a importar o CD. Ao terminar, siga para o passo 6.
    • Evitar que certas músicas sejam importadas: clique em Não e siga para o passo 3.
  3. Quando a lista de músicas aparecer na janela do iTunes, clique para remover a marca de seleção ao lado de qualquer uma das músicas que não deseja importar.

    Se as caixas de seleção não estiverem visíveis ao lado das músicas, escolha Editar > Preferências, clique em Geral e verifique se a opção “Caixas de seleção na visualização por lista” está selecionada.

    Caso você não esteja conectado à internet ou o iTunes não consiga encontrar as informações do CD, as músicas aparecerão como “Faixa 01”, “Faixa 02”, etc. Consulte Caso não veja músicas no iTunes no Mac.

  4. Para adicionar as músicas selecionadas à biblioteca, clique em Importar CD, próximo à parte superior direita da janela do iTunes.

  5. Selecione os ajustes de importação e clique em OK.

    Você pode continuar usando o iTunes durante a importação das músicas.

    Para cancelar a importação, clique em Parar Importação. Todas as músicas que o iTunes importar antes de que você cancele a importação são adicionadas à biblioteca do iTunes.

  6. Quando a importação das músicas terminar, clique no botão Ejetar próximo ao canto superior direito da janela do iTunes.

Depois que as músicas são importadas na biblioteca do iTunes, você pode reproduzi-las, criar uma playlist com elas e muito mais.

No app iTunes do PC, verifique o seguinte caso o iTunes não reconheça CDs de áudio ou se você estiver com dificuldade para importar músicas:

  • Se o iTunes não reconhecer um CD de áudio (se ele não aparecer na janela do iTunes) ou se não aparecer uma janela quando você inserir um CD, saia do iTunes, abra-o novamente clicando duas vezes no ícone do aplicativo na pasta iTunes, dentro da pasta Arquivos de programas no seu disco rígido. Não abra o iTunes usando o atalho da área de trabalho. Se o iTunes reconhecer o CD agora, exclua o atalho do iTunes e crie um novo.
  • Caso a correção de erros esteja ativada, a importação de CDs pode demorar mais. Escolha Editar > Preferências, clique em Geral e em Configurações. Se a caixa de seleção “Use a correção de erro ao escutar CDs de Áudio” não estiver selecionada, selecione-a. Se ela já estiver selecionada, desmarque-a.
  • Se está tendo problemas para importar músicas, certifique-se de verificar o site do fabricante do seu computador ou unidade para obter atualizações de firmware e instalar aqueles que são adequados para o seu computador e unidade de CD ou DVD.
  • Certifique-se de possuir as atualizações de software mais recentes para o Windows ou sua unidade de CD ou DVD. Verifique o site do Windows e o site do fabricante do seu computador ou unidade para obter atualizações. Certifique-se também de possuir os drivers mais recentes para suas placas de vídeo e de som.
  • Se tiver mais de uma unidade de CD ou DVD, tente usar o iTunes com cada uma das unidades.
  • Para ver se o iTunes pode encontrar problemas na unidade de CD, escolha Ajuda > Executar Diagnóstico e escolha testes da unidade de DVD/CD.
  • Se estiver demorando muito para importar uma música (mais de 10 minutos) de um CD de áudio, o CD pode estar sujo ou riscado. Limpe o CD com um pano macio sem fiapos e tente importar as músicas novamente.

Caso continue tendo problemas para importar músicas, visite o site de Suporte do iTunes.

Caso ouça ruídos de estouro ou de cliques ao reproduzir músicas importadas de um CD, talvez a unidade de CD não o tenha lido corretamente. Ative a correção de erros e tente importar essas músicas novamente.

  1. No app iTunes do PC, escolha Editar > Preferências e clique em Geral.

  2. Clique em “Ajustes de Importação” e selecione “Usar a correção de erro ao ler CDs de Áudio”.

  3. Insira o CD e importe as músicas novamente.

  4. Para evitar que itens duplicados apareçam na biblioteca do iTunes, exclua as músicas que você importou anteriormente.

Você também pode querer verificar com o fabricante do seu computador ou unidade de disco para ver se há uma atualização de firmware disponível para a unidade.

Para saber como adicionar outros tipos de conteúdo ao iTunes, consulte Como adicionar itens.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*