Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?

Toda mulher que passou pela depilação feminina com cera, principalmente na região íntima, sabe que as vezes o procedimento pode causar algum tipo de dor ou desconforto. Porém, o que muitas mulheres não sabem, é que a dor pode ser evitada ou ameniza com alguns truques.

A depilação à cera íntima é comum no Brasil, sendo reconhecida internacionalmente como Brasilian Wax (depilação brasileira). Portanto, é caracteriza pela remoção de pelos com ceras desde o bulbo capilar, levando os pelos a demorarem mais para crescer em comparação a depilações como gilete.

10 dicas para diminuir a dor durante a depilação feminina

1. Escolha a cera certa

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Freepik00

A escolha de cera pode ser fundamental para a depilação feminina. Basicamente, existem vários tipos de cera e de composições, assim, é necessário que seja feita uma análise para ver qual o tipo de cera mais ajuda sua pele. Em adição, a cera pode ser quente ou fria, sendo que a fria causa mais desconforto que a quente.

A razão para a cera quente auxiliar na depilação íntima envolve o fato que a tração do quente com a pele faz com que os folículos da mesma se abram. Assim, o pelo sai com mais facilidade e ao ser puxado não causa tanta dor. Dessa maneira, esse procedimento é indicado principalmente para regiões mais sensíveis, como a virilha.

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?BS

É recomendado que de dois a três dias antes da depilação feminina a pele seja esfoliada. Certamente, a esfoliação faz com que os pelos encravados desencravem e se soltem mais facilmente durante o procedimento, além de remover as células mortas na região.

Porém, é bom lembrar que a esfoliação feita no dia da depilação deixa a pele mais sensível, assim causando mais dor na hora.

3. Tomar banho quente

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Sorocabanices

Tomar um banho quente de uma hora a quarenta minutos antes da depilação feminina é um grande auxiliador para diminuir a queixa. A água quente abre os poros da pele, e assim como a cera quente, faz com que os pelos se extraiam mais facilmente.

Entretanto, é necessário tomar cuidado para que a pele esteja 100% seca na hora do procedimento, pois a umidade da água pode impedir a aderência da cera.

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Freepik

Pelo mesmo motivo que a pele não pode estar úmida na hora de depilar, ela precisa estar seca. Não se pode passar creme na pele na hora de depilação, pois assim como a água, ela impede a cera de aderir na pele. Logo, isso dificulta que o pelo seja puxado, causando mais dor.

5. Escolha o período certo

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?IE

Escolher a época certa para a depilação é fundamental. Perto do período menstrual, durante a TPM, a tendência da pele é ficar sensível, por isso, não é ideal para a depilação feminina.

Além disso, na época menstrual, a tendência é de que as mulheres retenham líquidos. Logo, com a retenção de líquidos, as terminações nervosas ficam comprimidas. Assim, a pele sente mais a cera, tanto o puxão, quanto a temperatura.

6. Observe o tamanho do pelo

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Freepik

O tamanho do pelo não pode estar muito curto. Desse modo, se o pelo estiver muito curto, a cera não vai conseguir puxar ele de primeira, sendo necessários vários puxões para conseguir arrancar tudo. Logo, o ideal é que estejam grandinhos para facilitar a depilação feminina.

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Spazio

O uso de calças, calcinhas e blusas muito justas é uma das causas de pelos encravados, que são mais difíceis de remover. Assim, é preferível que, sempre que possível, a mulher dê preferência para roupas mais largas e calcinhas de algodão.

Ademais, após a depilação feminina, também pode-se manter o mesmo cuidado. A pele precisar respirar, e a melhor maneira de evitar irritações, é seguindo a dica.

8. Hidrate-se

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?Yoba

Certamente, uma pele hidratada, tanto pelo creme, quanto pela ingestão de líquidos, ajuda na hora da dor. A hidratação faz com que a pele produza pelos mais saudáveis, sendo arrancados por completo em menos puxões, ao invés de serem quebradiços e precisarem reforços. Além disso, a pele seca tem as terminações nervosas mais afloradas, transmitindo mais impulsos nervosos durante a depilação feminina.

9. Não tome café antes

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?ChefsClub

Não só o café, mas outras bebidas e comidas estimulantes como energéticos, chocolate e refrigerantes fazem com que as terminações nervosas da pele também emitam mais impulsos nervosos, assim como a pele seca. Desse modo, é prudente deixar tais coisas de lado um pouco antes da depilação feminina, apenas por algumas horas, para garantir um processo sem dor.

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?VIX

Existem cremes anestésicos que não impossibilitam a aderência da cera. Quando utilizados cerca de quarenta minutos antes da depilação, diminuem a dor evitando a sensibilização da área. Porém, tem que se ter cautela ao usar as pomadas sempre testando a sensibilidade ao calor da pele em outras áreas do corpo.

11. Aposte no gelo

Gazeta

Assim como temperaturas quentes abrem os folículos da pele, temperaturas frias também tem seu poder. Por mais que realmente fechem mais os folículos da pele, o gelo tem poder anestésico, assim como o creme. Ainda por cima, para que a região não fique molhada antes da depilação, é recomendado o uso de placas térmicas geladas.

12. Relaxamento do corpo

ICosmetologia

Por mais que a hora do puxão seja dolorida, tente relaxar seu corpo. A tensão, assim como para todos os outros sentidos, dificulta a retirada do pelo. Um corpo tenso gera mais dor e deixar as terminações nervosas mais aguçadas. Assim, durante a depilação feminina, tente se distrair.

13. Não use medicamentos

Super Interessante

Por mais que os medicamentos ajudem com a dor, eles retiram a sensibilidade da pele. Assim como você deve tomar cuidado com a temperatura da cera para não se queimar com o creme anestésico, o cuidado continua o mesmo com o medicamento.

Depyl Action

Se apesar de todas as dicas, ainda sentir muita dor na hora da depilação feminina, uma outra opção é a fotodepilação. O uso da gilete não traz um efeito duradouro, e para quem quer uma outra opção, essa é a indicada. Basicamente, o procedimento é constituído de uma depilação a laser que remove os pelos.

Além disso, o procedimento ainda deixa as áreas da depilação mais claros, não deixando por exemplo, a virilha escura, como a gilete. Por mais que ainda gere certa dor, não é tão dolorido quanto a depilação com cera. Porém, é um processo definitivo, ou seja, conforme for fazendo as sessões, os pelos não nascem novamente.

Quer saber mais sobre depilação? Confira nossa outra matéria sobre o tópico: Depilação íntima – Qual o melhor método para fazer em casa?

Fontes: Não+Pelo Minha Vida

Imagem destacada: Alto Astral

Depilação sem dor é possível? Descubra!

Afinal, é possível passar por uma depilação sem dor? Esse é o grande sonho de todas as mulheres que sofrem com o incômodo durante os procedimentos de eliminação dos pelos. A resposta para esta pergunta vai depender de uma série de fatores, como o método de depilação, o nível de sensibilidade da sua pele, dentre outros. 

Se você quer saber se é possível realizar o sonho de uma depilação sem dor, esse texto é para você. Aqui você vai descobrir tudo sobre os aspectos que podem intensificar ou minimizar a dor durante o procedimento. Confira!

Depilação sem dor: mito ou verdade? 

Não existe uma resposta certa para essa pergunta. Afinal, cada organismo é único, e reage aos estímulos de formas diferentes. Ou seja, a dor durante o procedimento de depilação vai depender do nível de sensibilidade da pele de cada pessoa. 

Portanto, se você for uma pessoa que possui pele sensível, então dificilmente você conseguirá passar por uma depilação sem dor, pelo menos não totalmente. Entretanto, isso não quer dizer que não é possível minimizá-la. 

Elencamos alguns dos principais aspectos que podem influenciar no nível da dor durante a depilação: 

  • Tipo de pele de cada pessoa;
  • Espessura do pelo;
  • Área a ser depilada;
  • Hidratação da pele;
  • Método de depilação e técnica aplicada durante a sessão.
Leia também:  Como Saber Se Tenho Que Pagar Irs?

Cada uma dessas variáveis são importantes para influenciar o nível de dor que você pode sentir com a depilação. Alguns deles não tem como modificar muito, como o seu tipo de pele, ou a espessura do pelo, porém outros podem ser cuidados para que a dor seja minimizada. 

Cuidados para ter uma depilação sem dor 

Se você busca por uma depilação sem dor, é importante que siga alguns cuidados de modo a facilitar a remoção dos pelos, prevenir a foliculite, e consequentemente, minimizar o incômodo. 

Veja algumas medidas simples que podem ser feitas por você: 

Faça esfoliação na pele

A esfoliação vai promover a renovação celular da pele, eliminando as células mortas, e com isso, afinar a camada mais superficial da pele. Essa prática contribui para deixar a pele mais macia, proporcionando uma depilação mais efetiva e menos agressiva. 

Recomendamos que a esfoliação seja feita cerca de dois dias antes do procedimento. Além disso, experimente inserir a prática em sua rotina de cuidados, faça a esfoliação uma vez por semana e em pouco tempo você terá uma pele renovada e muito mais bonita. 

Mantenha a pele hidratada

Uma pele ressecada vai sofrer muito mais com os procedimentos de depilação. Portanto, se você sonha com uma depilação sem dor, você precisa manter sua pele bem hidratada. 

Além do uso de cremes tópicos, você não deve se esquecer também da hidratação da pele de dentro para fora. Busque beber bastante água e ter uma alimentação balanceada, e veja a grande diferença que isso fará na sua pele, deixando-a mais linda e iluminada. 

Faça procedimentos com frequência

Se você busca uma depilação sem dor, ou com o menor incómodo possível, indicamos que tenha uma frequência com os procedimentos. Isso porque, na medida que você continua com as sessões, a dor vai perdendo a intensidade. 

O motivo para isso é porque no início os pelos ainda estarão grossos, o que dificulta a remoção, tornando-a mais agressiva. Entretanto, quando você continua com as sessões, os pelos vão ficando mais finos, e com isso a intensidade da dor será minimizada. 

Escolha profissionais experientes

Esse é um dos pontos mais importantes na busca por uma depilação sem dor. O produto e a técnica utilizada no procedimento podem minimizar ou intensificar o incômodo. 

Já existem no mercado produtos que foram produzidos especificamente com o intuito de facilitar a remoção dos pelos, e reduzir a dor. 

No Pello Menos, desenvolvemos método e temos a cera exclusiva Pello Menos para uso em nossas unidades. Nossa cera é única no segmento, pois acreditamos que não basta juntar mel e as demais especiarias naturais, é preciso saber o ponto certo da elasticidade e a textura correta. 

A cera é mantida em uma temperatura ideal para a pele, sendo removida com uma técnica totalmente exclusiva. Por isso, garantimos um método mais rápido, com menor dor e mais conforto para sua depilação. 

Como Fazer Com Que A Depilação Doer Menos?

Depilação sem dor: Um sonho possível

Depilação sem dor: esse sonho é possível

Nada pior do que está prestes a se depilar e a única coisa que você consegue se lembrar é como a dor é quase insuportável e como você vai sofrer no momento do procedimento. Antes que você desista e volte ao método mais invasivo, saiba que é possível fazer depilação sem dor. Isso porque existem várias ações que vão facilitar qualquer tipo de depilação e não causar qualquer desconforto. Veja, aqui, algumas das nossas dicas, nunca se esquecendo que um profissional habilitado e experiente é quase 50% de garantia que você fará uma depilação sem dor.

Esfoliação

Essa é uma dica que funciona muito bem antes de uma depilação com cera. Que tal esfoliar sua pele, com  produtos específicos, para que você elimine as células mortas e estimule a pele dias antes de fazer a depilação. Isso fará com que a pele fique mais fininha, facilitando todo o processo de depilação sem dor.

Temperatura

Outra boa dica para quem deseja uma depilação sem dor é fazer algumas compressas de água quente no local antes do procedimento.

O que vai ocorrer é que os poros vão se dilatar e fazer com que fique mais fácil arrancar os pelos sem muita dor.

Nossa dica é que você converse com a sua depiladora antes de fazer a depilação já que a pele estará mais sensível e por isso mais suscetível a queimaduras.

Gelo

Mas se quiser também o contrário, pode. Que tal utilizar o gelo para diminuir a sensibilidade da sua pele no momento da depilação. Esse método é muito usado e tem ótimos resultados. Mas, cuidado para não exagerar na dose porque uma área muito gelada pode tirar a sensibilidade também do calor e isso é péssimo para quem vai fazer depilação com cera quente.

Anestésico

Sua pele é muito sensível e você sente muita dor? Então, que tal usar um creme anestésico antes de fazer a depilação.

Há vários produtos ótimos no mercado e você pode conversar com a profissional de depilação para saber qual o melhor usar e qual a quantidade certa para não fazer com que você perca toda a sensibilidade na pele.

Lembre-se que em depilações com cera quente, você vai precisar sentir a temperatura para que não tenha queimaduras.

Ciclo menstrual

Essa com certeza você não sabia, mas quando estamos próximas ou na data do nosso ciclo menstrual ficamos mais sensíveis e com certeza a depilação vai ser muito mais dolorosa. Nossa sugestão é caso você possa adiar, faça isso. O melhor é esperar essa data passar para fazer um procedimento suave e com menos dor.

Relax

Não são poucas as pessoas que já começam a suar uma semana antes de fazer a depilação. Se você é uma dessas, nossa sugestão é que faça o possível para relaxar.

Se você ficar muito tensa no momento da depilação, sua pele vai suar, você vai ser sugestionada a sentir mais dor e consequentemente tudo vai ficar bem pior do que parece.

Então, faça o possível para ficar zen no dia do procedimento, tome um chazinho antes e vá tranquila.

Compressas

Outra ótima solução é acalmar sua pele com compressas de chá de camomila. Sim, esse é um ótimo truque para que sua pele fique macia e também suporte bem a depilação. Para fazer a compressa dê preferência para uma toalha pequena e vá aplicando nas áreas que passarão pelo procedimento.

Fuja do hidratante

Isso mesmo, no dia da depilação, fuja do hidratante. Quando você passa qualquer tipo de creme, a tendência é que a pele fique escorregadia. E isso vai dificultar a aderência dos pelos. O resultado é que você poderá sentir muita dor.

Lâmina

Se mesmo fazendo todo o possível, a depilação sem dor ainda é uma utopia para você, então se valha da velha e boa lâmina. Isso mesmo, apesar de ela não ser a mais indicada para a retirada de pelos, por causa do crescimento rápido, é ainda o método mais indolor. Nossa dica é que você aplique um bom hidratante para que sua pele não fique irritada.

Cremes depilatórios

São ótimas soluções para arrancar os pelos e fazer uma depilação sem dor. Logicamente, têm a desvantagem  de fazerem somente uma depilação bem superficial, o que vai fazer com que você tenha de se depilar novamente em no máximo cinco dias. E cuidado, se a sua pele for muito sensível, você pode ter alergias.

Não consuma

Há certos alimentos que provocam uma excitação no corpo e por isso causam maior ansiedade e tensão.

Então, se você quer uma depilação sem dor que tal diminuir drasticamente o consumo pelo menos três dias antes do procedimento? Evite a cafeína e também os cigarros antes da depilação.

Tudo porque a conjugação desses dois produtos elevam a acidez no estômago e o resultado você vai sentir na pele, que fica mais sensível.

Leia também:  Como Vestir Um Bebe Que Nasce No Verao?

Ceras contra a dor

Sim, há produtos que você pode usar em que a depilação pode ser menos dolorosa. A cera australiana Lycon é diferenciada porque além de não doer igual as ceras comuns, ainda pode ser feita com o pelo bem curto. E o melhor é que o produto tem preparações especialmente feitas para cada tipo de pele.

Depilador elétrico

Esse aparelho pode ser uma solução para uma depilação sem dor. Ele age igual à cera porque arranca os pelos pela raiz e o resultado é que você vai ficar semanas sem se depilar.

Geralmente, os fabricantes dão algumas dicas para que essa depilação não cause sofrimento como tomar um banho quente antes do procedimento, que pode reduzir e muito a dor; não fazer movimentos bruscos no momento em que estiver manuseando o equipamento, além de passar o depilador de forma suave e em direção oposta ao crescimento dos pelo. E, no momento da depilação, estique bem a pele.

Viu como é fácil fazer uma depilação sem dor. Vá tentando nossas indicações até encontrar o melhor método para esse tipo de procedimento. O que vale é ficar com a pele macia e livre de pelos, mas, principalmente, sem qualquer tipo de sofrimento.

Depilação íntima sem dor é possível? SIM!

Se tem uma coisa que toda mulher já sofreu nessa vida é a tal da depilação íntima. Algumas não sentem tanta dor, e muitas simplesmente não suportam o rolê (e eu tô nesse meio).

Daí, as que decidem que a vida já é doída demais pra ficar se submetendo a depilação íntima, procuram por outras alternativas. Pois bem: HOJE É DIA DE TEXTÃO DE DICAS MASTER por aqui. Vou tentar juntar, em um único post, TODAS AS DICAS POSSÍVEIS para uma depilação sem dores. CHEGA de sofrer por causa de depilação, gente. Bora lá:

Para quem não sabe, existem várias dicas e práticas para quem sonha com uma depilação íntima sem dor. O que vale aqui é ir testando até encontrar o método mais confortável para você. Afinal, esse lance de sofrer para arrancar alguns pelinhos é coisa do passado, né? Então bora pras dicas:

1 – Saiba optar pelas melhores opções de cera

Vamos começar com uma opção bem acessível.

Supondo que você não tem muito tempo livre, e nem disposição ou grana pra sair por aí pesquisando sobre métodos de depilação íntima sem dor, a melhor alternativa é trabalhar com o que já se tem.

Não precisa mudar de salão, e nem de depiladora. É só saber trabalhar com as opções que o estabelecimento te der. Além disso, ainda existe a opção de se depilar em casa mesmo. Então veja bem: a dica master aqui é saber escolher a cera certa.

Dê preferência para a cera quente

Se o salão tiver opções de cera quente, ou fria, peça pela quente. Se for se depilar em casa, procure por ceras que possam ser esquentadas. Acontece que a temperatura alta do produto fará com que os poros da região se dilatem, tornando a saída dos pelinhos mais fácil. E aí, quanto menos resistência os fios tiverem para sair, menos dor você sentirá.

Procure por composições diversas (ceras com algas marinhas, camomila e etc)

Ainda sobre cera, procure saber qual é a composição do produto usado para depilação íntima. Muitos estabelecimentos já apresentam opções como ceras com algas marinhas, mel, capim santo e até mesmo camomila.

Acontece que todos estes componentes acalmam a pele, principalmente as mais sensíveis. E aí, mais uma vez, a resistência dos pelos se torna menor. Agora, tem uma cera, que possui óleo de cravo em sua composição, que serve até mesmo como anestésico natural e antisséptico.

Daí, é torcer para encontrar o produto, ou para que o salão tenha essas opções.

2 – Conheça seu tipo de pele e, se preciso, converse com sua depiladora

Não é segredo algum quando contamos que a depilação íntima é um processo intenso.

Nossa pele fica exposta a todo tipo de ‘perigos em potencial’, como alergias a certos produtos e irritação da pele – dependendo da técnica utilizada para retirar os fios.

Sendo assim, um passo importantíssimo para se executar antes de qualquer depilação, seja com ou sem dor, é conhecer sua própria pele.

Procure aplicar um pouco do produto em outra região do corpo para ver se você é alérgica aos componentes que vêm na cera. Caso você se depile em um salão, passe lá um pouco antes de seu horário e peça um pouco do produto para passar no braço, por exemplo. Se depois de algumas horas não acontecer nada, deu tudo certo!

Outro detalhe importante é saber o quão sensível sua pele é. Quanto mais sensível, maior o cuidado na hora de se depilar, principalmente na hora da depilação íntima. Afinal, essa região costuma ser a mais sensível de nosso corpo.

Daí, existem algumas coisas que vale a pena notar, caso você decida pela depilação íntima em um salão:

  • a área que será depilada deve estar limpa e seca. Procure tomar banho antes de se depilar, e não use qualquer tipo de hidratante na região antes disso. Uma dica bacana é aplicar talco no local para que ele fique bastante sequinho. Caso o salão não tenha essa prática, é só levar seu próprio talquinho e pedir para a depiladora passá-lo na região com um algodão;
  • se os pelinhos tiverem mais de um centímetro de comprimento, peça para a depiladora apará-los com uma tesourinha, ou então faça isso antes de ir até o salão;

Essas duas diquinhas não cruciais para que a depilação íntima seja menos dolorida. Quanto mais sequinho e limpinho estiver o local, e quanto menor estiver o pelo, mais fácil será para retirá-lo.

3 – Práticas para se fazer ANTES da depilação

Esfoliação

Alguns dias antes de se depilar, tente esfoliar a região com cremes específicos e seguros para retirar toda a pele morta do local. Assim, na hora da depilação, a pele estará mais macia, fina e menos resistente. Para escolher o produto certo, um bate-papo com uma dermatologista é FUNDAMENTAL.

Métodos anestésicos naturais

Um pouco antes da depilação íntima, você pode fazer duas coisas: fazer uma compressa de água quente no local, ou utilizar gelo para diminuir a sensibilidade do local. Para ambos os casos, é sempre bom avisar a depiladora, porque a pele ficará mais sensível.

A compressa quente vai servir para dilatar seus poros, fazendo com que a retirada dos pelos seja mais fácil. Já o gelo vai “anestesiar” um pouco o local em função da dormência que ele provoca. Só não exagere muito porque o excesso fará com que sua pele crie resistência, já que seus poros tendem a se fechar.

Compressa com chá de camomila

A camomila é uma ótima opção para acalmar sua pele antes da depilação íntima. É só pegar uma toalhinha pequena e ir aplicando o chá nas regiões que serão depiladas. Você vai notar o quanto a pele fica macia e tolerante à dor do procedimento.

Ceras contra a dor

Sim, elas existem. Procure por mais informações com sua dermatologista porque existem várias marcas para diversos tipos de pele. Com a ajuda de uma profissional, você conseguirá escolher o melhor produto para você.

Cremes anestésicos

Os cremes anestésicos são uma ótima opção para quem é muito sensível a dor. Porém, é muito importante conversar com sua dermatologista à respeito, ainda mais porque alguns deles só são vendidos com prescrição médica.

Um bate papo com uma depiladora profissional também é bacana para saber quais são as melhores opções, e a quantidade que devemos passar.

Um detalhe importante: se a depilação íntima for com cera quente, teste a temperatura em seu braço para evitar queimaduras.

Leia também:  Como Ligar O Celular Quando O Botão Não Funciona?

Analgésicos

É possível, também, tomar um analgésico uma hora antes da depilação íntima. A sensação de dor que o processo provoca será diminuída e a depilação, mais suportável.

Porém, é sempre bom ter em mente que você estará tomando um medicamento, cuja composição possa prejudicar seu organismo caso a ingestão desse remédio seja prolongada.

É bom conversar com um médico para saber direitinho como tomar, e pesar na balança para saber se vale a pena se submeter a uma “droga lícita” para suportar os desconfortos de uma depilação íntima.

4 – Respeite seu corpo

Evite se depilar em dias próximos ao período menstrual

Quanto mais próximas ficamos de nossa menstruação, mais sensível o corpo fica. Consequentemente, a depilação íntima se torna mais sofrível e dolorosa. Sendo assim, a melhor alternativa é esperar as semanas pré-menstrual e menstrual passarem, e marcar a depilação. Pode ter certeza de que o procedimento será mais suave e menos dolorido.

Relaxe

Quando mais tensas ficamos, mais tensa será a depilação íntima. Afinal, ficamos mais rígidas, costumamos suar e até mesmo nos tornamos mais sugestivas à dor.

Sendo assim, escolha um dia tranquilo para se depilar, e faça de tudo para ficar mais calma na hora do procedimento.

Procure tomar cházinhos como camomila, maracujá ou hortelã, ou até mesmo procure meditar para controlar o ritmo de sua respiração.

Além disso, evite ingerir alimentos que causam mais ansiedade, como doces e café. É pra ficar zen MESMO! Pode confiar!

Quanto mais calma você estiver, mais sucesso a depilação terá!

5 – Outras opções

Vai que nenhuma dessas dê certo? Ou vai que a dor até diminuiu, mas você é do tipo que não quer sofrer NEM POR UM SEGUNDO. Cara, acontece, e você tem todo o direito de se sentir assim. E graças a Deus temos alternativas para isso!

Cremes depilatórios

Esses creminhos são um milagre. É só passar o produto na região e, depois de uns 8 minutinhos, raspar com uma toalhinha quente e voilá! Sem pelos! Porém, são necessários alguns cuidados, é claro. Teste o produto em outra região do corpo para ter certeza de que não terá alergias, e peça por recomendações de marcas para sua dermatologista.

Além disso, vale ressaltar que esses creminhos são santos mas, por ser uma depilação mais superficial, o intervalo de tempo entre um procedimento e o outro será mais curto também.

Lâminas

Assunto delicado, né? Dá pra raspar os pelinhos com lâmina? Dá demais. Mas MUITA gente têm alergia a ela. Algumas dicas bastante úteis para esses casos é passar um hidratante antes da raspagem, e depois. E AH! Bepantol! MUITO Bepantol!

6 – E o mais importante: se você quiser

Tem manas que não querem se depilar de forma alguma, com ou sem dor. E aí, minhas caras, a escolha tão e somente de vocês! O padrão lisinho é uma imposição machista que pode te agradar, ou não. Várias mulheres realmente preferem ficar livres de seus pelinhos, e tá tudo bem também. O que vale aqui é o que VOCÊ QUER.

Hoje e sempre.

11 Truques para deixar a depilação o menos dolorosa possível

O corpo feminino fica mais sensível um pouco antes de seu período menstrual, tornando-se menos sensível alguns dias depois que a menstruação se encerra.

Saber disso é apenas uma das maneiras de conseguir se depilar com menos dor, o que justifica a importância de conhecer bem o próprio corpo.

E quando o assunto é depilação, os métodos mais utilizados são: lâmina, cera, sugaring (técnica que envolve o uso de uma pasta feita à base de açúcar, limão e água) e laser. E todos eles têm algo óbvio em comum: a dor.

Aqui, o Incrível.club apresenta sugestões cruciais para quem gosta de manter o corpo livre de pelos, mas adoraria sentir o mínimo de dor no momento da depilação.

Aplique creme ou gel em seu corpo antes de começar. Assim, o pelo e a pele ficam mais macios, facilitando a depilação. Para evitar a dor, é fundamental que a pele não esteja seca nem desidratada, pois isso dificulta a remoção do pelo. Remova suavemente a espuma ou o creme da pele, e só depois disso comece o método depilatório escolhido.

Pouca gente sabe que uma das melhores maneiras de se depilar de forma rápida e quase indolor é realizar o procedimento embaixo do chuveiro, usando depiladores à prova d’água. O fio fica mais macio, enquanto os poros abrem.

Além disso, a limpeza no local pode ser feita imediatamente. Para deixar tudo mais prático, esse tipo de aparelho depilador funciona à bateria, então é muito compacto, podendo ser levado em viagens sem o menor problema.

© shutterstock.com, © depositphotos.com

Esfoliar a pele alguns dias antes da depilação ajuda a se livrar das células mortas, minimizando significativamente o risco de sofrer com pelos encravados. Isso, por consequência, torna a remoção do pelo mais fácil e menos dolorosa.

Você pode preparar um esfoliante natural misturando açúcar mascavo com seu gel de banho habitual ou com azeite, sempre com o intuito de amaciar a pele da área a ser depilada.

Use uma luva de esfoliação, uma esponja ou até mesmo as mãos para esfregar cuidadosamente a região de 2 a 3 dias antes da depilação.

© Othertree / CC-BY-SA-3.0, © Othertree / CC-BY-SA-3.0

Passar a lâmina antes de fazer uma depilação mais completa elimina parte dos fios, potencializando os resultados desejados e reduzindo drasticamente a dor. Após a lâmina, se você utilizar, um método para remoção total do pelo, como a cera, por exemplo, verá que o processo será mais rápido. Outra ideia é aparar os pelos antes da depilação, evitando a dor ao puxar fios mais compridos.

© shutterstock.com, © shutterstock.com

Como a cafeína é um estimulante, a ingestão de bebidas com essa substância em sua composição, imediatamente antes da depilação, acaba intensificando a sensação de dor. Por isso, é melhor esperar a cafeína ser eliminada do organismo para só então dar início ao procedimento.

© shutterstock.com, © shutterstock.com

O vapor quente e a água morna abrem os poros da pele e deixam os pelos mais macios. Se você tomar uma ducha bem antes da depilação, perceberá uma diferença considerável no processo. A dor ficará menos perceptível, e os pelos sairão com maior facilidade.

© Maderibeyza / CC-BY-SA-3.0, © Othertree / CC-BY-SA-3.0

Se for usar um depilador elétrico para se livrar dos pelos corporais, prefira aquele que tiver o maior número de pinças. Eles exigem menos movimentos sobre a área a ser depilada, já que agem sobre mais fios de cabelo ao mesmo tempo. Com isso, você evita irritações e o pelo sai com menos dor.

© shutterstock.com, © shutterstock.com

Quando o assunto é a remoção de pelos, muita gente conhece a técnica que envolve esticar a pele do local. Por outro lado, poucas pessoas sabem que, em vez de esticar, apertar a pele alivia consideravelmente a dor da depilação.

E é algo muito fácil de fazer: simplesmente aperte a pele na região que irá depilar, usando o dedo indicador e o polegar.

Dessa forma, você suprime os receptores de dor e os pelos podem ser alcançados com maior eficiência pelo depilador.

Devido aos altos níveis hormonais, o corpo da mulher fica mais sensível imediatamente antes e durante o período menstrual. O melhor momento para se depilar é de 3 a 4 dias após o fim da menstruação. O que queremos dizer é que a depilação tende a ser mais dolorosa para as mulheres quando elas estão menstruadas, mas é claro que algo tão particular pode variar de pessoa para pessoa.

Assim como acontece com os exercícios físicos, respirar corretamente faz diferença também durante a depilação. Lembre-se de relaxar antes de começar o procedimento: inspire e expire normalmente e, durante a inspiração, puxe bastante o ar, abrindo as costelas. Quando deixamos a tensão tomar conta, a pele fica enrijecida, dificultando o trabalho do depilador e provocando mais dor.

Para reduzir a sensação de dor durante uma sessão de depilação, um dos melhores conselhos é: distraia sua mente. Veja um episódio do seu seriado predileto ou solte a voz cantando os hits de que mais gosta.

Você pode ainda jogar conversa fora com uma amiga pelo celular ou, melhor ainda, convidar uma delas para acompanhá-la na depilação.

Mantendo a mente ocupada, é possível desviar a atenção da dor, fazendo o cérebro voltar-se para outra coisa.

Não, você não estava imaginando coisas: algumas áreas do seu corpo doem mais do que outras. Por exemplo, as regiões da virilha e das axilas são as mais doloridas. Se você tem baixa tolerância à dor, é melhor evitar, nessas partes do corpo, os métodos mais invasivos, como cera, laser e sugaring. O ideal é apostar, por exemplo, na lâmina.

Qual método de remoção de pelos corporais você usa? Conhece alguma dica para uma pele mais lisinha por mais tempo? Deixe um comentário e compartilhe seus conhecimentos!

Illustrated by Polina Chernevina exclusivo para Incrível.club

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*