Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

Não ter assunto para conversar com uma pessoa é uma das coisas mais chatas que pode acontecer em qualquer relação. Todo mundo tem algo para dizer, por isso a gente separou dicas para puxar assunto, seja com o crush, com o namorado ou namorada, ou outra pessoa qualquer.

Assuntos para conversar com o crush

1. Pergunte sobre a pessoa

Todo mundo gosta de falar de si mesmo. Tudo que nos é estranho no começo pode se tornar algo bom no futuro, e não há nada mais gentil do que darmos espaço para as pessoas falarem de si. Você pode perguntar:

• O que você gosta de fazer quando não tem nada para fazer?
• O que te faz admirar alguém?

  • • Qual é a sua característica que você mais gosta?
  • Preste muita atenção! O próximo assunto pode estar na resposta que vai receber ????

Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

Não te esqueças que os estranhos são amigos que ainda não conheces.

Abraham Lincoln

2. Diga que admira a pessoa de alguma forma

Se você está procurando um assunto para conversar, é sinal que se interessa pela pessoa. E se tem interesse, tem um motivo. Qual é o motivo? Tente ir para o lado mais “sentimental” da coisa, focando nos aspectos como personalidade, gostos pessoais ou alguma conquista que a pessoa tenha feito. Por exemplo:

• Adoro a forma apaixonada como você fala das coisas que gosta.
• Sua personalidade é cativante, não dá vontade de sair de perto.

• Quando você fez [tal coisa] foi quando eu descobri que poderia gostar de você.

3. Comente algo interessante sobre o lugar onde estão

Caso esteja num encontro com a/o crush, pesquise antes algo interessante sobre o lugar. Ou faça um comentário que mostre que você é uma pessoa observadora. Inteligência atrai qualquer pessoa e pode gerar um bom papo!

4. Fale sobre o seu dia / e pergunte sobre o dele (ou dela)

A expressão “Carpe Diem” é uma frase em latim de uma obra do poeta romano Horácio. Isso por si só já uma curiosidade interessante para usar como assunto para conversar. Mas outra coisa bacana é falar sobre o seu dia: afinal, segundo essa filosofia, todo dia é único e extraordinário e tem algo bom para nos ensinar. Você pode perguntar, por exemplo:

• Me conta uma coisa interessante que aconteceu no seu dia.
• Se o seu dia de hoje fosse um filme, seria um drama, comédia, ação? (Ainda dá tempo de transformar em um romance ????)

5. Arrisque uma conversa sem um assunto definido

Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar.

William Shakespeare

  1. Essa frase de Shakespeare pode ser o seu ponto de partida para puxar papo com alguém: comente o quão importante é arriscar e se livrar da dúvida de fazer ou não fazer.
  2. Afinal: vai ser difícil não conquistar a atenção dessa pessoa usando a fala de um dos nomes mais românticos da história!

6. Fale pouco e ouça mais

Essa frase pode trazer muita reflexão sobre como é belo e importante ouvir. Muitas pessoas desatam a falar, falar, falar e esquecem que do outro lado há alguém ansioso por ser ouvido. Chega nela / nele e diz: “hoje quero apenas te ouvir. O que me conta?”.

7. Conte algo engraçado sobre você

  • Apenas conte a pessoa do outro lado algo que é engraçado sobre a sua pessoa: isso demonstrará que você é capaz de praticar a autocrítica e humor! Pode ser:
  • • Uma situação engraçada que você viveu recentemente
    • Alguma característica sua que todo mundo acha graça
  • • Algum “segredo” que você esconde porque teme que as pessoas rirão de ti

8. Puxe assunto sobre comida

Nada como partilhar um amor pôr comida! Você pode puxar assunto com ele ou ela no Whatsapp perguntando:

• Qual o seu prato favorito?
• Um dia eu experimentei [tal coisa] e foi um dos pratos mais diferentes que já vi! Você já comeu?

• Conheço um restaurante incrível que quero te apresentar, você topa?

Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

Não existe amor mais sincero do que aquele pela comida.

George Bernard Shaw

Só se deve beber por gosto: beber por desgosto é uma cretinice.

Mario Quintana

Essa frase de Mario Quintana é para aqueles que enxergam realmente prazer em experimentar boas bebidas. Se você, por exemplo, gosta de apreciar um vinho, uma cerveja diferente, drinks esquisitos ou mesmo aqueles sucos que nunca ninguém ouviu falar: tá aí um bom assunto para puxar conversa.

10. Faça um plano para um dia especial

Convide a pessoa a “se perder” com você em algum dia diferente. Pode ser:
• Um passeio em algum lugar novo
• Uma caminhada tranquila em um parque aberto
• Um passeio de trem com uma playlist especial preparada pôr você

Qualquer coisa. Basta que ambos estejam dispostos a fazer algo diferente e quebrar a chatice do dia a dia.

11. Exponha um ponto de vista com bons argumentos (e mantenha a cabeça aberta)

Todo mundo gosta de comentar os assuntos do momento, mas poucas pessoas estão realmente interessadas em aprofundar questões, checar fatos, ler para além das redes sociais e expor pontos de vista que não estão “batidos”.

Uma das coisas mais inteligentes que você pode fazer para impressionar alguém é falar algo que você realmente se aprofundou. Mas nunca feche a porta para visões diferentes da sua!

Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

O homem é um animal racional que perde sempre a cabeça quando é chamado a agir pelos ditames da razão.

Oscar Wilde

12. Comente o filme mais diferente que você já viu na vida

Um dos pais do cinema moderno já deu a dica que você pode usar para falar de filmes com outra pessoa: o que o filme mais diferente que você já viu te trouxe de imaginação? Vai ser difícil achar uma pessoa que não goste de comentar filmes com você.

Seja funk, pagode, axé, samba, rock, rap, música clássica, pop, qualquer coisa: música é um dos assuntos universais capazes de render bom papo com todo mundo.

Você pode comentar sim sobre seu estilo favorito e etc., mas que tal falar da música como algo que transcende estilo, moda, gênero e é a expressão de algo muito maior, por exemplo, uma cultura?

14. Não foque apenas no resultado da conversa, mantenha o leque aberto

É claro que todos, ao puxar assunto com alguém, temos algum interesse. Mas tente não focar no resultado, e sim no prazer da caminhada.

Deixe seu leque de assuntos abertos e não parta direto para a paquera, ou o pedido de ajuda, ou o favor, seja lá qual for o seu objetivo. Tente criar intimidade ao pouco, sempre prestando atenção nas reações da pessoa e respondendo conforme ela te dá espaço.

Leia também:  Como E Que Era A Siria Antigamente?

Todo o amor baseado no interesse cessa com a causa que o fez nascer; mas o amor desinteressado dura para sempre.

Textos Judaicos

15. Converse sobre algo diferente que aprendeu ou sabe

O que você aprendeu que fez e ainda faz diferença na sua vida hoje? Está aí um assunto profundo e interessante para puxar um papo inteligente com alguém.

16. Fale sobre algo que está bombando nas redes sociais

10 maneiras de transformar estranhos em amigos

Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

“O medo transforma em estranhos as pessoas que seriam seus amigos.”

Quando eu era adolescente eu via o mundo como um lugar onde poucas portas estavam abertas para mim.

No começo, eu pensava que era devido ao fato de não me encaixar nos padrões e de ser muitas vezes introvertida.

Mas na verdade, foi só uma fase estranha que eu passei, mas com isso tudo eu aprendi que ter amigos, mesmo que seja um ou dois, mas ter verdadeiros amigos, faz uma diferença muito grande na nossa vida.

Vez por outra recebo email de alguém comentando sobre a timidez, a solidão e da luta que é pra fazer novos amigos. As pessoas sempre nos dizem que é bom conhecer novas pessoas, mas eles nunca realmente nos mostram como criar uma conversa, como interagir e criar um laço.

Por isso que muitas pessoas introvertidas não gostam de ir a grandes eventos sociais. Se voce é introvertido, tende a ser a ser esmagada quando um monte de pessoas estão ao redor. Digamos que quem é tímido gosta de ficar um a um.  Eu sei disso, porque eu sou tímida.

Não parece, eu sei, mas sou bastante introvertida em algumas ocasiões sociais. Mas um dia eu decidi fazer as coisas à minha maneira. Comecei a conversar com estranhos na minha faculdade e no campus nas horas livres, porque eu estava cansada de ficar à margem.

Foi assustador para uma pessoa naturalmente tímida como eu, mas eu decidi lutar contra o medo.

Tinha uma menina que eu sempre a encontrava na balada, ela conhecia todo mundo, era na época que a Rave estava em alta e todo mundo usava aquelas roupas coloridas, neon, plataformas, e todo tipo de acessório que brilha na luz negra. Eu sempre esbarrava nela e queria muito ser amiga dela, mas não tinha coragem de me aproximar, nem sequer dizer um oi.

Um ano depois eu a encontrei na parada do ônibus da faculdade e resolvi deixar a timidez de lado e me aproximei. Puxei um oi, assim meio sem graça, comentei das festas que a via e esse bate-papo meio tosco a principio, virou numa grande amizade, e hoje a Vanessa é a minha melhor amiga.

Aquela amiga que sabe TUDO da minha vida, ate meus segredos mais cabulosos…

Grandes coisas vêm para aqueles que estão dispostos a arriscar rejeição e colocar-se lá do lado de fora.

Comece devagar. Pergunte às pessoas se a comida na lanchonete é boa. Olhe nos olhos quando falar. Pratique de frente para o espelho. Pergunte a alguém sobre sua bicicleta personalizada ou onde comprou essa bolsa maravilhosa. Peça a opinião de alguém sobre alguma coisa que te afetou.

Algumas pessoas vão se abrir pra você, vão ser simpáticas e receptivas. Algumas pessoas irão permanecer fechadas. Alguns delas vão falar só de si mesmo, como se os holofotes estivessem direcionados pra elas.

Outras simplesmente irão responder à sua pergunta e vão deixar a conversa pra lá. Mas lembre-se que todas essas interações lhe permitem compreender como se envolver com as pessoas.

Por exemplo, eu aprendi que o tom e a linguagem corporal são mais importantes do que dizer a coisa certa.

Através das minhas experiências, aprendi que as pessoas geralmente são simpáticas e felizes em falar com você.

Aqui estão as 10 dicas que eu aprendi sobre tornar estranhos em amigos e quero compartilhar com você:

1. Diga a palavra mágica: ” Oi”

Parece tão óbvio, mas essa é a primeira grande barreira. Você tem que estar disposto a colocar-se lá fora, para iniciar uma conversa.

Percebi que as pessoas são acolhedoras depois de quebrar o gelo. Não é algo que todo mundo quer fazer, porque é preciso alguma coragem para ir até alguém que você nunca conheceu antes e iniciar uma conversa. No entanto, mais pessoas são acolhedoras do que geralmente esperam. Quando você encontrar alguém que não é, lembre-se de que alguém será.

Foi assim que conheci a Vanessa minha melhor amiga, foi assim que conheci meu marido. Tomei coragem e disse um simples oi, que mudou toda a minha vida.

2. Não se preocupe com o resultado

Quando você não espera qualquer resultado, você não ficará desapontada ou ofendida se alguém não responder a você.

Há uma diferença entre o resultado percebido e o que realmente acontece. Quantas vezes você está preocupado com uma situação e logo descobriu que se saiu muito melhor do que você esperava? Se eu não esperar qualquer resultado de tudo o que eu estou fazendo, então eu posso estar no momento presente e ajustar tudo em conformidade.

3. Tolere a rejeição

Se você foi rejeitado, lembre-se que não é você o problema. Trata-se de onde as outras pessoas estão mentalmente, portanto, não tome isso como algo pessoal. Se eles deixaram passar a oportunidade de se conectar com você, então eles perderam algo grande. Não é você que saiu perdendo.

4. Não se importe com o que os outros pensam

Esta é a sua vida, e você tem o direito de falar com quem você quiser. Nem todo mundo consegue se abrir, portanto, não deixe olhares dos outros desafiarem a sua coragem.

Aqui em DC as pessoas são frias, na verdade, eu acho que os Americanos são frios em geral, mas claro que há excessoes. No ônibus cada um vem perdido no seu livro, no seu ipod e todo mundo te ignora.

Eu detesto esse silencio do ônibus, do metro. Sempre que posso eu puxo conversa com a pessoa do meu lado, geralmente eu começo com algo do tipo: “Ah que lindo esse anel”.

Ou algo como: “Ah eu estou querendo ler esse livro, você esta gostando?” E assim por diante.

Claro que outras pessoas olham pra mim, mas eu nem ligo e geralmente faço uma prazerosa viagem com um bom bate-papo com algum estranho.

5. Se você sentir o medo, faça de qualquer maneira

Uma das melhores maneiras de combater o medo é fazer algo repetidamente. Avance com o medo e ele vai começar a ser mais natural para você.  O medo nunca ira desaparecer totalmente, mas se você continuar a batalha, ira ser mais poderoso do que o medo.

Leia também:  Como Saber Qual O Sistema Operativo Do Meu Pc?

6. Prátique!

Não se preocupe se você parece um pouco estranha no início. Se suas intenções são autênticas e verdadeiras, vale a pena tentar.

É como qualquer outra habilidade, onde fica mais fácil com a prática. Alguns das minhas primeiras conversas com estranhos pareceu assustadora e estranha, mas nunca me fez nenhum mal. Isso me fez aprender o que eu precisava trabalhar para melhorar.

7. Mostre interesse

Fale sobre os seus interesses, opiniões e idéias. Em seguida, responda o que eles compartilham com você.

A melhor maneira de manter alguém interessado em uma conversa é mostrar interessado sobre eles, sobre a vida deles. Todo mundo gosta de falar de si.

Mesmo se você não sabe muito sobre um determinado assunto, continue fazendo perguntas para compreendê-lo.

8. Sorria e fale coisas espontâneas

Sorrir dá uma boa primeira impressão. Prátique no espelho. Então sorria para o mundo.

Percebi que as pessoas ficam mais relaxadas quando eu começo a sorrir primeiro. Quando eu continuava a sorrir durante toda a conversa, elas vão sorrir de volta e realmente se abrir para mais conversa.

O riso faz a conversa divertida e alegre. As pessoas gostam de falar com outras pessoas que as fazem rir. Assim, deixe que coisas não muito serias sai da sua cabeça e, apenas se divirta com ele!

9. Tente descobrir a paixão da outra pessoa

Se você perceber os olhos da outra pessoa se iluminando quando fala de algo especifico, faça mais perguntas sobre isso. Você esta indo para o caminho certo.

10. Imagine que a outra pessoa já é seu amigo

Assim você vai tratá-los dessa forma, em vez de parecer estranho e se sentir desconfortável em torno de alguém é a melhor maneira de começar uma nova amizade.

Dê uma chance hoje e fale com alguém novo. Quando você é simpático para alguém, eles na maioria das vezes serão simpáticos de volta.

Cupcakes e Love!

Manu

4 técnicas infalíveis para manter uma conversa interessante

Como Falar Com Alguem Que Voce Nao Conhece No Facebook?

A situação é familiar: você está socializando e, de repente, tem alguém novo no grupo. Ou ainda: vocês estão sozinhos e o silêncio (e o desconforto) reinam. O que você pode fazer para manter uma conversa interessante antes que a pessoa vá “pegar uma água” ou, pior ainda, saque o celular?

Não pode ler agora nossa matéria sobre Manter Conversas Interessantes? Ouça este conteúdo clicando no player:

A primeira coisa a se fazer é combater a paralisia, que pode ser tanto da timidez (e que pode ser enfrentada com um simples “oi”) quanto do medo de falar a coisa errada (e que cria tantos cenários que dão errado na sua cabeça que você prefere não falar nada).

12 técnicas sobre como se apresentar em público

Em seguida, é hora de colocar os milhares de anos de evolução para funcionar: seres humanos são seres sociais e gostam de se comunicar, mesmo aos trancos e barracos – que sempre parecem mais desastrosos do que costumam ser, vale lembrar. Conversação, como tantas outras coisas, é uma prática que melhora com o tempo. 

Caso você realmente esteja travado, a boa notícia é que é possível decorar alguns caminhos e estratégias para começar.

Uma boa regra geral é pensar em suas experiências: que tipo de perguntas você acha interessantes e quais preferia não responder? Que conversas você teve no passado com quem não conhecia e que foram surpreendentemente boas? E as que foram ruins? Há pessoas que você conhece que têm facilidade para conversar? O que elas fazem?

Conversar com alguém não precisa ser uma quimera. E lembre-se: todo mundo já foi estranho para você um dia, mesmo seus melhores amigos.

Técnicas de especialistas para manter uma conversa

#1 Técnica: A pedra que afunda

Rob Riker, do site The Social Winner, é um expert em conversas. Uma de suas técnicas preferidas é “a pedra que afunda”, uma metáfora para pular a parte superficial de uma conversa e realmente engajar seu interlocutor através da emoção.

Para isso, é preciso seguir três passos:

1. Tenha um fato sobre a outra pessoa

O que ela gosta, o que ela faz ou já fez, algo que disse ou mencionou. Mantenha o gancho pessoal, mas não pessoal demais.

2. Pergunte sobre uma emoção relacionada ao fato

Por exemplo: “Você gosta desse assunto?” ou “Quais são os maiores desafios de quem lida com esse assunto normalmente?”

3. Entenda porque aquela emoção surgiu

“Por que ele é tão interessante para você?” ou “Ah, eu imaginei que esse assunto funcionasse de outra forma. O que te levou a aprender tanto sobre ele?”

Se estiver atento às respostas, você vai aprender muito sobre alguém, e rapidamente. Assim, novos assuntos podem surgir com mais naturalidade – e você vai genuinamente se divertir.

#2 Técnica: Escuta ativa

  • O termo está em voga, e por um bom motivo: com tanta gente falando sobre tudo o tempo inteiro, que realmente escuta tem uma vantagem.
  • A escuta ativa é aquela em que sua atenção está realmente dedicada ao que a pessoa está dizendo, não só em busca de uma pausa para colocar sua própria opinião.
  • E pode ajudar muito a manter uma conversa e fazê-la ser mais fluída, já que dali podem surgir novos tópicos para ambos.

Baixe o ebook: Ferramentas de Autoconhecimento

Quando alguém engata em algum assunto, você pode escutar atentamente ao assunto e entender melhor qual é a relação entre ele e seu interlocutor. E não se preocupe em parecer que está prestando bastante atenção: se realmente estiver prestando atenção, isso estará claro.

Por que aquele assunto é interessante e como o descobriram, por exemplo? Como aparece no dia a dia da vida da pessoa? Teve algum impacto na sua vida? Caso o assunto realmente te interesse, há alguma referência que ela recomenda? E por aí vai.

Outra boa regra? Pense em uma paixão sua. O que gostaria que as pessoas te perguntassem sobre ela?

#3 Atitude: Pense como um jornalista

Entre as diversas TED Talks sobre conversação disponíveis, uma das mais charmosas é da jornalista Celeste Headlee.

“Pode soar como uma questão engraçada, mas temos de nos perguntar: Existe uma habilidade mais importante no século 21 do que ser capaz de manter uma conversa coerente e tranquila?”, indaga.

Para manter uma conversa assim com diversos tipos de pessoa, de caminhoneiros a vencedores do prêmio Nobel, ela criou 10 regras básicas. “Tudo se resume ao mesmo conceito básico, que é o seguinte: estar interessado nas outras pessoas.”

1. Não seja multitarefa

“E não falo só de deixar o celular de lado, o tablet ou as chaves do carro, ou o que tiver nas mãos. Quero dizer: esteja presente.”

Leia também:  Como Se Chama Uma Pessoa Que Desenha?

2. Não dê lições

“Se quiser dar sua opinião sem qualquer oportunidade para reação ou discussão, objeção ou evolução, escreva um blog.”

3. Faça perguntas abertas

“Comece as perguntas com quem, o quê, quando, onde, por quê ou como”, diz Headlee. “Deixe-os descrever [experiências] e tente perguntar ‘como foi aquilo?’ e ‘como foi passar por isso?’.”

4. Deixe fluir

“Pensamentos vão surgir na sua mente e você precisa deixá-los passar.” Mantenha-se atento ao que a pessoa está falando, não no próximo passo.

5. Se você não sabe algo, assuma

“Melhor pecar pelo excesso de cautela.”

Escuta ativa: como e por que se tornar um ótimo ouvinte

6. Não compare experiências

“Todas as experiências são individuais. E, mais importante ainda, não se trata de você. Não precisa pegar aquele momento para provar como você é incrível ou quanto você sofreu.”

7. Evite ser repetitivo

“É realmente muito chato. E tendemos a fazer isso demais.”

8. Não mergulhe nos detalhes

“Francamente, as pessoas não ligam para os anos, os nomes, as datas, todos esses detalhes que você está lutando para se lembrar. Elas ligam para você.”

9. Ouça de verdade

“Sei muito bem que exige esforço e energia realmente prestar atenção em outra pessoa, mas, se não consegue fazer isso, você não está numa conversa. São apenas duas pessoas bradando sentenças desconexas no mesmo lugar.”

10. Seja breve

É isso.

5 dicas de storytelling do redator de discursos de Barack Obama

#4 Atitude: Não finja

Manter uma conversa não significa sair esgotado dela. A dica é: não finja.

Não finja interesse naquilo que não te interessa de verdade – seja quando estiver ouvindo outra pessoa ou falando sobre seus próprios interesses –, nem finja curiosidade. Se a pergunta parece falsa para você, chances são de que parecerá falsa para o outro também.

Utilize sua emoção e sua energia da maneira correta. Quando você está genuinamente envolvido, interessado e otimista, a chance do outro se sentir da mesma maneira aumenta.

E verdade seja dita, talvez dali não saiam novos amigos ou uma interação memorável. Mas terá sido, pelo menos, uma experiência agradável para os dois.

9 truques psicológicos para impressionar alguém que você acabou de conhecer

  • WhatsApp
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Linkedin
  • Copiar Link

(Foto: Guian Bolisay / flickr / creative commons)

Alguns especialistas acreditam que a maior parte do seu sucesso não vem só através de seus conhecimentos, mas sim de seus contatos. E sabendo da máxima “a primeira impressão é a que fica”, coletamos algumas dicas de como impressionar rapidamente pessoas que você acabou de conhecer. Elas podem ser extremamente úteis em uma entrevista de emprego ou em um primeiro encontro:

1. Não se intimide

Os primeiros segundos de um primeiro encontro são marcados por reações instintivas – muita gente entra em um modo apelidado de 'luta ou fuga' ou 'fica na defensiva'.

Mas são nestes primeiros momentos que fazemos avaliações imediatas inconscientes da outra pessoa (afinal, também estamos na defensiva) e elas variam de acordo com a segurança que sentimos.

Esteja consciente de seus sinais e certifique-se de não parecer assustador ou assustado.

Preste atenção no espaço pessoal e respeite os limites dos outros. Em caso de dúvida, siga as pistas que a outra pessoa der: se ela se inclinar, você se inclina, e assim sucessivamente. Lembre-se que os conceitos de espaço pessoal variam de acordo com cada pessoa.

3. Cumpra as expectativas

Você já conheceu alguém pela internet e, quando finalmente encontrou a pessoa, ficou completamente decepcionado? Em época de Tinder essa situação é extremamente comum. E, às vezes, a pessoa pode até ser bacana – mas é tão diferente do que deixou passar por mensagens que a decepção é inevitável.

Evite causar o mesmo tipo de sensação deixando clara, desde o primeiro contato, qual é a sua personalidade e seguindo com ela no primeiro encontro.

Ou no caso de uma entrevista de trabalho, não invente uma persona que não condiz com você: são poucas as pessoas que conseguem interpretar papéis com sucesso em situações como essa e as chances de que os entrevistadores percebam que você está sendo falso são grandes.

Sorrir, manter contato visual… tudo isso parece óbvio. Mas, garantimos, funciona. Na hora de explicar situações ou contar histórias, mostre bons sentimentos como gratidão em vez de ressaltar como você ficou frustrado/irritado. Crie imagens positivas – e elas serão associadas com você.

5. Gerencie seu humor

As pessoas são atraídas pelo humor, entusiasmo e confiança mais do que raiva, arrogância e impaciência, isso é óbvio.

Mas você sabia que, ao projetar a positividade da qual falamos no tópico anterior, você consegue alterar o próprio humor? Digamos que você esteja nervoso e tente projetar calma – ao fazer isso, são grandes as chances de que seu coração desacelere e que você consiga se manter mais relaxado.

6. Esteja em sintonia

Certifique-se de que suas palavras, tom de voz e linguagem corporal estão todos dizendo a mesma coisa. Não adianta sorrir e se mostrar um cara calmo se a sua perna está tremendo sob a mesa. Mensagens misturadas podem confundir e fazer você perder a credibilidade.

7. Seja curioso

Dê abertura para a outra pessoa falar também, se mostre curioso e faça perguntas. Esteja interessado: as pessoas gostam de se sentir importantes. E, convenhamos, em uma entrevista de emprego ou em um encontro, uma conversa é muito mais agradável do que uma sessão de perguntas e respostas.

Ok, não estamos dizendo pra você ter um texto decorado. “Meu nome é fulano, tenho X anos, trabalho com Y…”, mas ter alguns tópicos importantes sobre a sua vida memorizados pode ser um diferencial naquele primeiro momento constrangedor do encontro/entrevista.

Fale sobre o que você está fazendo da sua vida, o significado que isso tem para você e a diferença que aquele encontro/entrevista pode fazer. De novo, não de forma ensaiada.

Pense nisso não como um discurso de vendas (no qual o produto é você), mas como uma mini-apresentação envolvente.

9. Faça valer a pena

Trate cada contato que você faz como se fosse a coisa mais importante que você já fez – mesmo um encontro que não deu lá muito certo. Ok, ele não vai render em um namoro – mas educação nunca é demais. Vai que você encontra essa pessoa na próxima empresa em que for trabalhar?

Via The Muse

Imagem via Guian Bolisay

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*