Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

O adestramento é fundamental para conviver de forma adequada com o nosso animal de estimação, mas no caso dos gatos, este processo pode ser muito difícil pois, ao contrário dos cães, os gatos possuem um caráter bem mais independente e menos dócil, o que pode fazer com que algumas regras básicas sejam um grande desafio.

Saber dar bronca ao nosso gato e colocar limites desde filhote é essencial para evitar futuras dores de cabeça.

Se o problema é que o felino adora subir no sofá e você não quer que ele continue com este comportamento, então está na hora de prestar atenção, porque neste artigo da umComo.com.

br explicamos como ensinar seu gato a não subir no sofá com algumas técnicas básicas de adestramento.

Os gatos têm um caráter muito particular, sendo mais selvagens e difíceis de domesticar que os cães. Por isso, em muitos casos, conseguimos que o animal obedeça a uma das nossas ordens, por exemplo não destruir o papel higiênico ou não subir na mesa, mas quando não estamos em casa acabam fazendo o que querem. Mas por que agem desta forma?

É importante lembrar que o gato é um animal habituado a caçar e se a alimentar sozinho, sem a necessidade de um grupo de gatos, portanto não tem integrado na sua natureza (exceto no caso das mães e seus filhotes) o fato de receber ou cumprir ordens de outros para realizar uma determinada tarefa. Isso faz da disciplina uma tarefa bem mais complicada do que pensamos, no entanto, não é algo impossível se oferecer ao animal uma opção que possa substituir por esse espaço que tanto gosta, neste caso, o nosso sofá.

Seguindo alguns passos de adestramento básico e mantendo a perseverança será capaz de conseguir com sucesso que seu gato deixe de subir no sofá.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

A primeira que deve saber sobre como ensinar seu gato a não subir no sofá é que sempre deverá dar bronca quando o encontrar a fazer o que não deve, neste caso no sofá, mas nunca depois disso. Os gatos, assim como os cães, não têm a capacidade de associar que essa bronca que estamos dando é por algo que fizeram há 10 minutos ou há 2 horas atrás.

Para que se produza a associação de um objeto com o ato de não o fazer, deveremos atuar só quando virmos o animal nesse lugar onde não queremos que esteja. Por isso, se não tiver pego o gato a tempo mas souber que tem estado no sofá relaxadamente, espere, que a qualquer momento isso acontecerá e poderá atuar.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Finalmente pegou o animal no sofá! Mas não basta começar a gritar como um louco e assustá-lo para que entenda que não se deve deitar ali. Para isso deverá usar as técnicas básicas de adestramento, por isso recomendamos:

  • Escolher um comando de disciplina como por exemplo NÃO, Fora, Desce, etc. O ideal é que seja um comando simples e curto que possa usar para outras situações de disciplina, por isso recomendamos o NÃO.
  • É muito importante usar sempre o mesmo tom de voz quando disser a palavra de disciplina escolhida, isto permitirá ao animal saber que essa palavra e esse tom de voz significam que fez algo de errado.
  • Aproxime-se do animal e pegue na sua cabeça com suavidade e firmeza, diga a ele o comando que escolheu, por exemplo, NÃO, e depois abaixe levemente sua cabeça para o chão. Depois pegue o gato e leve-o para o lugar onde se deve deitar ao invés do sofá.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Você não espera que um animal tão inteligente como o gato ceda facilmente a trocar esse suave e maravilhoso sofá por um tapete duro e frio ou pelo chão, certo? Deverá oferecer a ele uma alternativa bem mais atrativa para convencê-lo de que há um lugar melhor para estar.

A recomendação é que o coloque no chão e, em um espaço próximo ao sofá, alguma superfície cômoda onde possa matar o tempo: pode ser uma cama ou uma boa almofada de um material similar ao seu sofá.

Com isso demonstrará ao felino que, apesar do sofá ser ótimo, há um lugar cômodo destinado apenas a ele.

E se não quiser gastar dinheiro com isso, em nosso artigo como fazer uma cama para gatos damos algumas opções econômicas e fáceis de realizar.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Se estiver tentando ensinar o gato a não subir no sofá, não permita que suba quando você está ali ou não o carregue e coloque em suas pernas enquanto usa esta zona. Essa é uma mensagem confusa e o gato não entenderá que só está permitido deitar ali quando você quer, por isso aprenda a discipliná-lo corretamente e mantenha-se firme.

Durante o processo de aprendizagem, quando o seu gato já souber que não deve subir no sofá, é possível que desafie você tentando fazer isso lentamente enquanto usa esta zona. Por exemplo, é possível que o animal estique sua pata e a coloque lentamente no sofá enquanto olha para você, esperando de algum modo a sua reação.

Neste momento deve reagir como recomendamos antes: use o comando de disciplina de forma firme e espere que o animal se retire; se não o fizer, afaste-o e leve-o para onde quiser que esteja.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Adestrar um felino não é uma tarefa fácil, por isso é preciso que seja constante ao máximo, que repita as instruções cada vez que pegar seu gato fazendo o que não deve e que se mantenha firme para não confundir o animal.

Com dedicação e constância conseguirá resultados positivos.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como ensinar meu gato a não subir no sofá, recomendamos que entre na nossa categoria de Animais de estimação.

Como evitar que seu gato arranhe os móveis

Corda de Sisal enrolada firmemente ao redor de um poste, faz com que seja quase tão resistente como um tronco de árvore. As versões de Arranhadores de Papelão são práticas, funcionais e tem ótimo custo-benefício, para ter e renovar sempre.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Fornecer Arranhadores adequados é fundamental para o bichano suprir seus instintos naturais de arranhar.

2. Fornecer brinquedos que estimulam

O som, o cheiro, a textura e os movimentos são todos transformados na natureza curiosa de um gato. Ofereça uma variedade de brinquedos para que seu animal de estimação não fique facilmente entediado. Brinquedos com Catnip, Brinquedos de Sisal, Jogos inteligentes e Automatizados são ótimas opções de entretenimento.

3. Cuidado! Uma  janela pode proporcionar muita diversão.

Certifique-se de que as janelas estão fechadas para que seu gatinho não caia ou vá correr atrás do pássaro ou inseto que viu passar.

4. Disfarce seus móveis com algo que seu gato não gosta.

Uma folha de alumínio não costuma agradar muitos gatos devido ao seu som e sensação ao toque. O filme plástico também é um aborrecimento, pois ele se apega ao pelo dos gatos – mas se optar por isso é necessário que fique de olho o tempo todo, pois o plástico pode causar perigo de asfixia;

Cobrir o sofá com um lençol ou capa plástica pode espantar o gatinho, mas mantenha assim até ele esquecer completamente o móvel e se acostumar ao arranhador.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Os móveis mais adorados são os sofás e poltronas. Tente cobrir o móvel com algum tecido que não seja tão atrativo.

5. Corte as unhas do bichano regularmente.

Cortar as unhas ajuda a eliminar as células mortas e pode diminuir a necessidade do gato em arranhar pela mesma função. Uma vez que seu gato se acostuma às sessões de corte de unha, é bem mais tranquilo. Pode ser até prazeroso para o bichano, especialmente se a recompensa final é sempre uma guloseima saborosa.

Se você não souber fazer isso sozinho, procure locais e pessoas especializadas para te ajudar. Tentar cortar a unha do pet em casa pode causar ferimentos e traumas no bichano. Como tem um vaso sanguíneo que passa por dentro da unha, o corte errado pode causar sangramento e dor local.

6. Experimente o truque da bexiga.

Colocar uma bexiga cheia por trás da capa do sofá pode ajudar a repelir o bichano. Quando ele for arranhar o sofá e estourar o balão, vai se assustar e tende a não querer voltar ali. Certifique-se de estar por perto para remover todos os pedaços do balão que ficarem espalhados no local, o material é perigoso para o bichano.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Espirrar água no Gato sempre que ele começar a arranhar o local indesejado associa o local à esse jato desagradável.

Leia também:  Como Fazer Com Que Um Rapaz Se Apaixone Por Mim?

 7. Mantenha uma garrafa de água com tampa de spray à mão.

Quando o animal começar a arranhar alguma mobilia indesejada, você pulveriza água nele para espantar dali. Se ele associar que toda vez que for arranhar algum local inadequado irá levar um esguicho de água desagradável, certamente irá desistir de fazer isso.

Dica: não deixe seu gato saber que você quem causa a “explosão” por trás da garrafa. A idéia é deixá-lo associar seu arranhão com a súbita explosão de água vindo do nada, e não de você.

8. Pulverize seus móveis com essências, ou cheiros que desagradam o seu pet.

Os gatos não gostam de aromas cítricos e procurarão um outro lugar para usar as técnicas de arranhões. Lembre-se de limpar o local para remover o odor do bichano antes de aplicar os aromas que ele não gosta. Se ele sentir o próprio cheiro se sentirá em casa.

9. Coloque “armadilhas” dentro ou fora do móvel que você não quer que seja arranhado.

Você pode fazer essas armadilhas colocando algumas moedas em uma lata de refrigerante vazia e anexá-la perto da área escolhida. Quando seu gato começa a arranhar a lata, o barulho fará ele correr. Ou pelo menos essa é a ideia.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Cadeiras e Móveis podem ajudar seu bichano a subir em lugares mais altos que ele goste de arranhar!

10. Livre-se de facilitadores.

Se os lugares que seu gato gosta de arranhar são altos (como em cima de uma estante de livros), torne inacessível aquele local. Remova quaisquer cadeiras, mesas ou prateleiras que ele possa usar como “escada” até lá.

11. NUNCA opte por remoção das unhas do felino, isso é CRIME.

Remover as unhas do seu gato é uma amputação, e é algo totalmente absurdo. NUNCA considere essa opção, isso é um crime contra a saúde e o instinto do animal. Se você não respeita o seu pet como ele é, não adote um. Seja um dono responsável e denuncie qualquer ato criminoso contra animais.

Como proteger o sofá dos pets – ZAP em Casa

Veja dicas para evitar danos nos móveis evitando as ações dos bichinhos de estimação

Tweet

Ter animais em casa é um prazer mas, como a maioria das coisas boas da vida, tem um custo. Os móveis são os primeiros a sofrer com a presença dos bichinhos de estimação e suas unhas afiadas. Para conviver bem com as diferenças, veja dicas que afastam os pets das peças que você não quer que estraguem ou, pelo menos, protegem os estofados das ações de cães e gatos.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Segundo a veterinária Lilian Timm, da Clínica Veterinária Bicho Vivo, normalmente o cão ou gato faz bagunça em casa porque está estressado.

“A primeira atitude deve ser passear com o pet várias vezes ao dia, principalmente os cachorros”, comenta. No mercado, existe um produto que promete afastar os bichinhos, o chamado repelente de ambiente. O spray está disponível em várias marcas e custa, em média, 35 reais.

O dono deve passar o produto nas áreas onde não quer a ação do animal que, com o tempo, deve perder o hábito.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Outro produto serve para evitar o estresse em gatos. Em spray ou difusores elétricos, o produto é espalhado no ambiente e deixa o animal mais calmo, o que diminui sua ansiedade em arranhar os móveis.

Lilian lembra que o cheiro de urina permanece no lugar marcado pelo animal desde a primeira vez e só sairá se for usado produtos com cheiros fortes, que prevaleçam sobre a urina. Enquanto o pet sentir o seu cheiro, o local será seu banheiro particular.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

A urina dos pets realmente mancha os tecidos. Portanto, nos sofás a dica é usar tecidos mais resistentes e fáceis de limpar, como couro sintético ou capas plásticas. Couro e tecidos impermeáveis são bons para passar panos e escovas. No chão, tapetes de sisal são grandes amigos das unhas dos bichinhos, mas dão trabalho para os donos na hora de limpar.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Cortinas também são alvo das unhas e, até mesmo, das escaladas dos gatos. Para reduzir o dano, opte por poliéster, mais fácil de limpar ou, em casos mais extremos, por instalar persianas.

Às vezes, é mais fácil que o dono se enquadre na rotina do seu pet, organizando a convivência da melhor maneira.

“Uma cliente encheu o canto do sofá com brinquedos de borracha para afastar o cachorro e impedir que ele chegasse ali para fazer xixi”, diverte-se a veterinária. A criatividade também pode ser uma grande aliada nesses casos.

Leia mais>> Prepare a casa para receber o pet>> Como montar uma casinha para o bicho de estimação>> Dicas para viajar com os bichinhos>> Ofertas de casa com quintal no RS e em SC

10 cheiros que os gatos odeiam

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Ver fichas de  Gatos

Os gatos são a representação animal da limpeza. Estas regras, naturais e inatas neles, aplicam-se não só à sua higiene pessoal, como também ao seu entorno e tudo o que tem a ver com ele. Tal é o caso dos cheiros e odores, um tema interessante dentro do mundo felino.

Devido aos processos evolutivos os gatos têm as suas respetivas preferências olfativas. Assim como existem odores que adoram, existem outros cheiros que, simplesmente, não suportam. Quer se trate de alimentos que não podem digerir cheiros naturais fortes ou outros produtos químicos potencialmente perigosos, um gato sempre evitará certos odores e fugirá deles.

Neste artigo do Perito Animal investigamos 10 odores que os gatos odeiam. Que outros cheiros o seu gato odeia? Deixe-nos a sua recomendação no final do artigo.

Primeiro há que saber que os gatos têm um sentido de olfato que é catorze vezes mais forte que o de um ser humano. Isto deve-se ao fato de o órgão nasal de todos os gatos ser muito maios que o de uma pessoa. O sistema olfativo de um gato reparte-se por quase toda a cabeça, de forma interna, o que acaba sendo todo o seu nariz.

Lembre-se também que os gatos, neste caso, são como as pessoas. Existem odores típicos que a maioria odeia, mas ainda assim, cada um conserva a sua individualidade. alguns cheiros podem desagradar mais a uns gatos que a outros, no entanto, a seguinte lista é baseada em um número amplo de felino.

1- Odores cítricos

Os gatos não são fanáticos das limas, laranjas, limões e cheiros semelhantes. De fato, existem repelentes de gato que contêm essências como estas.

Se, por exemplo, está tentando evitar que o seu gato entre no jardim e que coma todas as flores, pode esfregar um pouco de óleo de laranja ou espalhar umas cascas desta fruta.

Também não apreciam muito o sabor, assim sendo, é muito possível que se mantenham afastados da zona onde vejam que existem muitos destes elementos.

2- Banana

Embora seja muito boas em sabor e em potássio, os gatos não se consideram amigos desta fruta. Esfregue (por fora) uma casca de banana no sofá ou deixe-a por um dia, se quiser evitar que o seu gato durma a sesta e deixe os seus pelos nesse lugar da casa.

3 – Caixas de areia sujas

Quem gosta de entrar no banheiro com cheiro ruim? O mesmo acontece com os gatos quando a sua caixa de areia se encontra suja, por nenhum motivo, vão querer se aproximar dela. Uma caixa de areia suja pode levar o seu gato a se chatear com você e desse modo faça de um tapete caro a sua caixa de areia, ou talvez use um vaso de uma planta e quem sabe uma roupa caída no chão.

4 – Pinho

Embora existam areias naturais que sejam feitas com estes tipo de material (com a finalidade de tornar tudo mais agradável para o gato) não podemos abusar da intensidade deste cheiro, porque pode ter um efeito contrário, a ponto de odiar e rejeitar a areia. Passe ao lado dos odores de areias e tente que estas sejam o mais neutras possível, o seu gato agradece.

5- Peixe podre

Nisto os gatos também são como os seres humanos. Uma coisa que nós adoramos é o peixe e outra muito diferente é que não gostamos do cheiro do peixe em mau estado ou podre.

Leia também:  Como Fazer Com Que Uma Pessoa Não Te Siga No Instagram?

Pois com os gatos acontece o mesmo, eles odeiam tudo o que está podre.

Recomendamos-lhe que nunca tente dar-lhe um peixe estragado, primeiro porque não o comerá e segundo porque se o obrigar, certamente que ele ficará doente ou intoxicado.

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Os gatos não gostam de cheiros de alimentos que sejam picantes ou demasiado condimentados tais como a pimenta, a mostarda e até o curry. O seu olfato vê isto como se fosse algo tóxico.

7 – Sabões e desodorantes

Odores fortes e químicos são rejeitados pelos gatos. Cuidado com os sabões e produtos de limpeza que vá escolher, tanto para a casa, como para a limpeza da sua caixa de areia e a sua tacinha de comida. Lembre-se que os cheiros atraem ou repelem os felinos.

8 – Algumas plantas

Os gatos amam a maioria das flores e plantas, no entanto, existe um grande número de plantas tóxicas para gatos e, é muito conveniente evitá-las, apesar de que muitos gatos as evitam instintivamente.

9 – Eucalipto

A maioria dos gatos sentem aversão aos cheiros de algumas plantas porque são toxicas, um caso típico de repulsa é o eucalipto, uma vez que os seus óleos essenciais podem ser nocivos para o animal e ele sabe disso. A natureza é sábia.

10 – Outros gatos

Esta repulsa é a mais interessante de todas. Os gatos não se incomodam com o cheiro de outros gatos amigos ou felinos com os quais já haja uma dinâmica regular.

No entanto, o cheiro de um novo gato em casa poderia colocar os seus pelos em pé, lembre-se que os gatos são animais muito territoriais.

Nós os seres humanos conectamos com outros indivíduos por outras vias, os gatos conectam muitas vezes através do olfato.

Alguma vez se questionou porque os gatos abrem a boca quando cheiram algo? Escrevemos um artigo para responder a essa pergunta!

Como Evitar Que Os Gatos Subam Nos Moveis?

Se deseja ler mais artigos parecidos a 10 cheiros que os gatos odeiam, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Evite que seu gato suba no sofá – Meus Animais

Gatos gostam de subir em móveis para obter uma visão privilegiada da casa ou apenas desfrutar de uma soneca tranquila. Mas você deve evitar que seu amigo peludo suba no sofá ou na cama por razões de higiene e saúde.

Os gatos podem ser treinados?

Infelizmente, a crença de que gatos não precisam ou não podem ser treinados ainda é comum na cultura popular, mas isso é absolutamente falso. Os gatos são muito inteligentes e sensíveis, então eles não apenas podem, mas também devem aprender as regras básicas de convivência.

Devemos entender que os gatos são animais independentes e que cada gatinho possui uma personalidade única. E isso não significa que eles não possam aprender ou obedecer aos seus donos como os cães fazem. Simplesmente precisam receber uma educação orientada para suas necessidades e seu modo de entender a realidade.

Cães e gatos percebem, interpretam e expressam de maneiras totalmente diferentes as informações de seu ambiente. Portanto, fingir que os nossos filhotes de gatos aprendem no mesmo ritmo ou com as mesmas técnicas que os cães é um erro grave.

Não há uma maneira única de educar os nossos animais de estimação, assim como não existe uma fórmula universal para o aprendizado de nossos filhos. Na realidade, as metodologias educacionais devem se adaptar à natureza de cada espécie e às particularidades de cada indivíduo.

Se quisermos evitar que o nosso gato suba no sofá, a primeira coisa que devemos fazer é não reforçar esse comportamento. Quando acabamos de adotar um filhote, tendemos a permitir-lhe tudo para vê-lo confortável, seguro e feliz. No entanto, é durante a infância que os animais adquirem os costumes que levam à idade adulta.

Se permitirmos que o felino suba no sofá, ele assimilará esse comportamento como algo permissível e inofensivo. Depois, continuará usando este móvel para descansar ou para se sentir aquecido durante os dias frios, também em seu estágio adulto. E quando o animal já estabeleceu um hábito como parte de sua rotina, torna-se mais difícil removê-lo.

É essencial começar a educação do seu gato desde a sua chegada ao novo lar. Para evitar que o seu felino suba no sofá ou na cama, não deixe que este hábito seja incorporado à sua rotina. Embora dizer “não” a um lindo filhote possa parecer um pouco cruel, será crítico para sua educação.

Oferecer-lhe uma cama muito confortável

Muitos gatos sobem na poltrona ou cama porque não conseguem encontrar um lugar confortável e quente para descansar. Cada gatinho deve ter sua própria cama ou almofada onde possa dormir e relaxar.

Nós também podemos disponibilizar uma caixa de papelão com um cobertor e alguns brinquedos dentro. Os gatos gostam de ter seu próprio refúgio para brincar e aproveitar o tempo de lazer.

Enriqueça seu ambiente

Os gatos são frequentemente diagnosticados com sintomas de estresse ou tédio. E a maioria desses gatinhos têm uma rotina sedentária por não encontrarem um ambiente enriquecido para estimular seu corpo e mente. Como resultado, eles podem adotar hábitos indesejáveis, como ficar no sofá, cama, prateleiras ou cortinas.

É necessário observar a sua casa e ver se o seu gato tem brinquedos, arranhadores e acessórios para se exercitar e se distrair durante a sua ausência. Lembre-se de que o enriquecimento ambiental pode ajudar a melhorar o comportamento do seu gatinho e melhorar suas habilidades cognitivas.

Use reforço positivo

O método educacional com punições não é eficaz para treinar os nossos filhotes. Na verdade, não deve ser usado em nenhum animal, pois é baseado em provocar emoções negativas, como medo ou insegurança. Gatos não demonstram submissão a uma pessoa com comportamento irracional, nem aprendem com métodos violentos.

O reforço positivo é a maneira mais segura e eficaz de ensinar bons hábitos aos nossos animais de estimação. Com isso, estaremos conservando seu bem-estar físico e mental. Ao ensinar seu gatinho, lembre-se de oferecer um prêmio para reconhecer cada bom comportamento e estimular seu aprendizado.

Os prêmios não necessariamente têm que ser ‘comida de presente”. Além de guloseimas, podemos oferecer brinquedos, acessórios, carícias ou uma deliciosa comida caseira.

Pode interessar a você…

Educar um gato a não subir para cima da mesa ou balcão

Os gatos são exímios trepadores de árvores. Com os seus membros traseiros extremamente musculados, eles conseguem ter um elevado poder de impulsão vertical e horizontal. É natural para os nossos gatinhos saltarem e subirem para locais mais altos pois assim conseguem explorar melhor o ambiente que os rodeia. As suas unhas ajudam também neste processo.

Porque é que os gatos trepam para as mesas ou balcões

Os gatos gostam de subir para as mesas e balcões para poderem vigiar melhor o seu território. Eles podem também utilizar mobília mais alta para fugir de outros animais que tenha em casa ou algo que os tenha assustado.

Mesas, balcões, frigoríficos, prateleiras, são tudo locais que os nossos patudos gostam de dormir. Eles também gostam de procurar nas mesas e balcões por comida ou algo que deixamos para trás.

Apesar de os nossos gatinhos serem fantásticos acrobatas e raramente partirem alguma coisa, o melhor é ensinar desde cedo o seu patudo a não trepar para onde não deve.

Como corrigir este comportamento?

Existem diversas medidas que podem ajudar a combater este comportamento. Pode usar:

  • Ferramentas para dissuadir o comportamento;
  • Arranjar alternativas para o seu animal;
  • Tornar os espaços menos apelativos.

Ferramentas para dissuadir o comportamento

Pode educar um gato a não saltar para a mesa utilizando pequenas ferramentas, por vezes denominadas de “armadilhas ambientais”. Os gatos são animais sensíveis, portanto não é boa ideia tentar empurrar ou gritar com eles. Isso apenas os deixará mais apreensivos e com medo de si. O melhor é arranjar ferramentas que possam ajudar a melhorar o comportamento do seu gatinho.

Existem no mercado já algumas ferramentas como o SSSCAT ou StayAway, que funcionam com ar para afugentar o seu gatinho dos lugares onde não devia estar.

Pode também utilizar fita-cola nas extremidades da sua mesa ou balcão para evitar que ele suba. O desconforto evitará que ele volte a tentar subir para o balcão ou mesa.

Estas pequenas ferramentas têm uma grande vantagem pois corrigem o comportamento do seu gatinho mesmo que não esteja em casa.

Arranjar alternativas para o seu animal

Se der alternativas ao seu gatinho, para que ele possa trepar e saltar, isso ajuda a ensina-lo para onde é que ele pode ou não trepar.

Leia também:  Como Trabalhar Com Pessoas Que Não Gostamos?

Arranhadores e trepadores

Para que o seu gatinho possa brincar e trepar à vontade. Se este estiver junto de uma janela fechada, melhor, pois ele pode ficar mais entretido a vigiar o que se passa do outro lado.

Brinquedos no chão

Não necessitam de ser caros ou eletrónicos. Por vezes até uma simples bola feita de papel amachucado é o brinquedo ideal para o seu gatinho.

Caminhas e locais confortáveis pela casa

Assim o seu gatinho não sentirá tanta necessidade de ficar no topo da mesa ou balcão para fazer o seu descanso.

Tornar os espaços menos apelativos

  • Manter as superfícies livres de comida, de modo a evitar que o seu gatinho fique tentado;
  • Limpe a mesa, balcões e outras superfícies frequentemente. Para eliminar o odor da comida;
  • Evite deixar na mesa brinquedos ou outros objetos que o seu gatinho goste.

Relacionado

Como ensinar o gato a não subir nas coisas?

  • Como ensinar meu gato a não subir em cima das coisas?
  • Se tem uma coisa que todo dono de gato já se perguntou é essa!
  • Naturalmente os gatos têm  mais facilidade do que os cães é subir nos móveis da casa.

O cão pode até tentar subir no sofá, mas é praticamente impossível ele subir na mesa. Mas afinal de contas, como ensinar o gato a não subir nas coisas?

Obs: caso tenha curiosidade, temos uma matéria bem legal sobre não comparar gatos com cachorros!

Mas não são todos os donos que gostam quando o gato fica escalando nos móveis da casa. Seja por mania, por simplesmente não gostar, ou por questão de higiene, precisamos confessar que ensinar o gato a não subir nas coisas não é uma tarefa fácil, mas também não é impossível.

Como ensinar o gato a não subir nos móveis?

O primeiro ponto é deixá-lo descobrir os ambientes da casa. Até ele não ter descoberto toda a casa ele não vai sossegar. Então, nessa hora o deixe circulando pelos ambientes para se sentir descobrindo cada cantinho.

Este arranhador Casa de Cuco é excelente para entreter os seus gatos

Quando ele começa a subir nos móveis comece a dizer “não” e faça uma expressão que não está gostando. Mas não adianta sair gritando ou batendo no gato. Ele não irá compreender e poderá ficar revoltado e até subir mais vezes na mesa.

O gato precisa ter um canto que ele identifique e saiba que é dele. Pode ser uma poltrona, uma casinha, uma almofada, ainda mais para ele dormir e tirar seu cochilo, já que é algo que os gatos gostam de fazer muito.

Uma dica interessante é: invista em um arranhador. Os gatos sentem a necessidade de arranhar as suas unhas, por isso quando eles não têm um objeto para arranhar vão arranhar o sofá, por exemplo. Neste sentido, a dica é ensinar desde pequeno a usar o arranhador.

Temos este arranhador para canto de móveis, que pode ser uma boa para distrair animais que gostam de arranhar os móveis da casa

Outra dica é também dar brinquedos para ele se divertir. Gatos gostam de bolinhas e caixas. Você pode ensinar para ele desde pequeno a brincar com estes objetos. Lógico que para o gato não subir na mesa ou outros móveis você também não pode deixar, por exemplo, comida sobre a mesa. Isso também acaba instigando os gatos!

Como educar gatos teimosos?

Se seu gato está demorando ou é meio teimoso outras duas dicas que são aprovadas pelos veterinários é colar alguma fita adesiva sobre o objeto. Ele vai pular e a pata vai colar na fita e logo ele não se sentirá muito a vontade, não escalando mais. Repito que não é proibido, não vai machucar ele. Pode ficar tranquilo.

Você gosta de itens com estilo? Experimente o arranhador Wave!

O Spray com sensor é aprovado pelos médicos veterinários e não vai machucar o gato. Esse spray funciona, pois ao detectar um movimento, automaticamente descarrega um aerossol incômodo (normalmente água mesmo) para ele. Você pode ficar tranquilo que não faz mal para o gato.

Estas são apenas duas sugestões que podem ser testadas. Mas lembrando que não é necessário jogar objetos ou bater no gato. Os gatos são espertos e quando são ensinados desde pequenos podem aprender.

Vale ressaltar que é algo bem comum os gatos subir ou escalar em móveis.

Se você for adotar ou comprar precisa saber que terá que lidar com isso! Mas a gente sempre fala que ter um gato transforma positivamente à vida de qualquer um!

Produtos recomendados para gatos

  • Medicamentos
  • Ração e Suplementos
  • Acessórios
  • Higiene e Adestramento

Como Evitar que os Gatos Pulem nos Balcões

  1. 1

    Dê alternativas ao gato para satisfazer seus instintos de caça, escalada e saltos.[5]
    Os bichanos sentem necessidade de “desafios verticais”, como chamam os veterinários, e é por isso que amam subir em todos os móveis, mesmo quando você já disse mil vezes que não podem.

  2. 2

    Coloque brinquedos de escalada perto das janelas. Pode ser uma casinha, um arranhador-árvore, qualquer coisa na qual o gatinho possa subir, e o ideal é deixar perto de uma janela, para que ele possa observar presas naturais. Assim, você satisfaz a curiosidade e os instintos dele, fazendo com que não sinta necessidade de subir nos móveis.

  3. 3

    Instale prateleiras para gato. Trata-se de superfícies acolchoadas que podem ser colocadas nas janelas e, assim como os acessórios citados anteriormente, também satisfazem a curiosidade, ao mesmo tempo em que estimulam o pet.

    Coloque a sua em uma janela que receba bastante sol, pois assim como nós, os gatinhos adoram tomar um solzinho.

    Essas prateleiras são ótimas opções para deixar o bichano à par do que acontece na vizinhança, distraindo-o dos balcões e lugares proibidos.

  4. 4

    Deixe bastante brinquedos no chão. Eles podem ajudar a canalizar a energia do bichano[6]
    , distraindo-o dos móveis. Se seu gatinho ama brincar, deixe seus brinquedinhos preferidos sempre à disposição, para que ele nem se lembre dos móveis. De vez em quando, traga brinquedinhos novos, também, para que ele não fique entediado.

    • A maioria dos gatos prefere brinquedos simples, como ratinhos de borracha, desses que não fazem nada, mesmo. Jogue-o de um lado para o outro para que o gatinho possa demonstrar suas habilidades de caçador.
    • Antes de sair gastando todo o seu dinheiro com brinquedos caríssimos, veja do que seu gato gosta. Acredite ou não, sacolas, caixas e cestos de roupa estão entre as diversões preferidas dos bichanos.
    • Hoje em dia, muitos brinquedos são eletrônicos. Tem ratinhos que correm sozinhos por aí, coisas com luzes de LED e por aí vai. Se o seu gato gosta deles, deixe-os sempre à disposição, mas não se esqueça de deixá-los bem longe dos móveis e bancadas.
  5. 5

    Espalhe caminhas pela casa, principalmente em locais com bastante sol. Os gatinhos são apaixonados por elas, principalmente por aquelas nas quais podem se aninhar e esconder.

    Esses bichinhos felpudos chegam a dormir vinte horas por dia, ou seja, quase o dia todo, então é bom que tenham um cantinho confortável para isso (e que não seja em cima dos seus móveis)[7]
    .

    Assim, eles aproveitam bem suas sonequinhas e têm menos tempo para se meterem onde não devem.

  6. 6

    Quando for cozinhar, leve os gatos para outro cômodo. Para que eles não fiquem curiosos, querendo saber o que tem na bancada ou na mesa, é melhor não os deixar por perto. O olfato dos bichanos é muito aguçado[8]
    e a curiosidade natural deles os levarão a subir no móvel para ver o que é que tem ali.

    • Para os gatos, fica difícil controlar a curiosidade até enquanto você está cozinhando, ou seja, quando a comida ainda nem está pronta. Por isso, é importante deixá-los em outro cômodo, para que não haja nenhum acidente.
    • Coloque-os num lugar confortável e cheio de brinquedinhos, de preferência onde o cheiro da comida não chegue.
    • Prender os gatos em um quarto não é a melhor abordagem para qualquer bichano. Se ele miar muito enquanto estiver lá, procure não o deixar tempo demais, pois pode ficar estressado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*