Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Além do xixi fora do lugar, arranhões são comuns no gato marcando território. O que fazer nessa situação?

O comportamento animal é cheio de situações intrigantes. Tanto os cães quanto os gatos, por exemplo, têm o hábito de demarcar território. O problema é que quando se trata dos felinos, isso pode dar certa dor de cabeça para os tutores, pois os arranhões e xixi espalhados pela casa são inevitáveis. Mas afinal, o que leva os gatos a se comportarem dessa forma? O gato castrado marca território, ou isso é uma exclusividade de animais que não passaram pela cirurgia da castração? Como o tutor pode lidar com esse tipo de situação e evitar o gato marcando território? Para sanar essas dúvidas, preparamos uma matéria com as informações mais relevantes sobre o assunto. Veja a seguir!

Entenda os motivos por trás de um gato marcando território

Não é possível definir ao certo com que idade o gato começa a marcar território, mas esse, sem dúvidas, é um comportamento bastante desagradável para quem precisa conviver com felinos.

As formas mais comuns que um gato marca território são por meio da urina fora da caixa de areia e dos famosos arranhões nos móveis da casa e/ou nos seus humanos.

Mas afinal, por que que esses animais fazem isso?

São muitas as razões que podem explicar esse comportamento do gato. A principal delas é um tanto óbvia: instinto.

Os felinos ainda carregam muitos hábitos da vida selvagem e, por isso, eles sentem a necessidade de estabelecer uma relação de “poder” com outros seres vivos, determinando quem é o dono de um território.

Por isso, mudanças de casa ou a chegada de um novo membro na família podem fazer com que o gato aja por instinto e marque seu território. Também é possível que ele fala isso para tentar chamar a atenção do sexo oposto, numa tentativa de cruzamento, caso o gato não seja castrado.

Além disso, quando a demarcação acontece porque o gato urina fora do lugar, outras causas que podem estar associadas a isso é o estresse ou doenças. Nesse caso, vale procurar o auxílio de um veterinário para entender o que está acontecendo com a saúde do animal.

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Saiba como fazer o gato parar de marcar território com algumas dicas

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Comportamento animal

A companhia dos felinos é uma delícia, mas tem lá seus desafios, principalmente na hora de tentar entender a linguagem dos gatos. Por serem mais reservados, muitos tutores ficam na dúvida se esses animais realmente apreciam a presença dos humanos, se perguntando como os gatos nos veem.

Será que eles são capazes de nos entender? Como o gato reconhece seu dono? Como saber se eles gostam da gente? Para tentar desvendar de uma vez por todas alguns dos comportamentos do gato em relação ao seu tutor, preparamos uma matéria bem especial.

Vem com a gente e saiba mais sobre o assunto!

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Comportamento animal

Os felinos não são muito associados com o ato de morder. Diferente dos cachorros, o comportamento é bem menos frequente nos felinos. É justamente por isso que muita gente acaba ignorando as mordidas por subestimar a força do animal e achar que não vai machucar.

A mordida de gato não só pode ocorrer por muitos motivos, como também podem causar acidentes. Geralmente, os gatos dão alguns sinais que antecipam a mordida e é importante que você aprenda a reconhecê-los, assim como também entender as razões que levam o felino a ter essa atitude.

Preparamos uma matéria completa sobre o assunto, então chega mais e vem entender porque os gatos mordem!

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Comportamento animal

Não é segredo para ninguém que os gatos são muito exigentes com alimentação e higiene. E um hábito muito comum observado por todo gateiro é o gato pedindo comida mesmo quando o pote de ração está cheio: eles manifestam a insatisfação com a comida “velha” com muitos miados para chamar a atenção do tutor. Esse é mais um curioso comportamento felino com muitas explicações coerentes por trás.

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Comportamento animal

Quem tem um gatinho já deve ter percebido que eles costumam afofar ou “amassar pãozinho” em algumas circunstâncias específicas. Os movimentos lembram uma massagem.

Antes de deitar, quando estão no colo do dono ou quando encontram uma coberta fofinha e macia.

Se mesmo sem saber porquê eles fazem isso a gente já acha a coisinha mais linda do mundo, imaginem depois de saber? Vem com a gente desvendar!

Muitas pessoas se perguntam se gato castrado marca território, e a resposta para isso é: depende.

Na maior parte dos casos, a castração inibe esse tipo de comportamento do gato porque, com a diminuição dos hormônios sexuais no seu organismo, o animal não sente mais a necessidade de atrair o sexo oposto e nem de repelir outros animais.

Logo, esse territorialismo muitas vezes é deixado de lado depois de castrar gato. Contudo, isso também é algo que vai depender da personalidade do bichano. Se ele gosta de se sentir no poder, e for algo que independe dos seus hormônios, há a possibilidade do gato castrado marcar território. 

Gato marcando território: o que fazer? Veja algumas dicas para acabar com isso

Você tem um gatinho que definitivamente é um territorialista. Então, como fazer o gato parar de marcar território? Bom, como já foi dito, a castração desses animais é uma opção que costuma ter resultados bastante positivos, além de ser uma medida que ajuda a prevenir diversas doenças e a gravidez indesejada.

Mas se mesmo o gato castrado marca território, existem outras opções que também podem ajudar a evitar esse tipo de comportamento, como investir na gatificação da casa e pensar em formas de distrair o bichano. Gatos relaxados e com uma boa qualidade de vida raramente sentem a necessidade de fazer esse tipo de coisa.

Ah, e claro: não pode esquecer de levar o animal no veterinário periodicamente, hein? Às vezes o motivo para o xixi fora do lugar também pode ser alguma doença.

Se o problema não for urina, e sim os arranhões: invista em arranhadores para gatos. Eles são uma ótima alternativa de brinquedo para os felinos e que são feitos justamente com esta finalidade. Assim, você desvia a atenção do bichano dos móveis da casa e direciona para o novo objeto.

Redação: Juliana Melo

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

Continuar Lendo

Como posso evitar que o meu gato marque o território com urina?

Se o seu gato estiver a dedicar-se a marcar várias partes da sua casa com urina, é possível que esteja bastante desesperado. Quer saber o que pode fazer para deter este comportamento? Nesta publicação contamos-lhe como!

Diferenças entre urinar fora da caixa de areia e marcar o território com urina

Em primeiro lugar, é importante determinar se o seu gato está realmente a marcar ou se só está a urinar fora da caixa de areia.

  • Com a marcação de urina, os gatos tendem a parar erguidos e a deixar uma pequena marca de urina em superfícies verticais, como nomeadamente uma parede.
  • Quando estão a urinar, os gatos geralmente agacham-se para urinar grandes quantidades em superfícies horizontais.

Se não tiver a certeza do motivo do comportamento do seu gato, o melhor é um veterinário examinar o seu gato para determinar a causa do problema em vez de o tratar por conta própria. Se tiver a certeza de que aquilo que o seu gato está a fazer é marcar o território, há algumas medidas que pode tomar para travar esta prática.

Por que motivo os gatos marcam com urina?

Para os gatos, marcar com urina é uma forma natural de comunicar com os outros. Enquanto a maior parte dos gatos marcam libertando pequenas quantidades de urina em superfícies verticais, por vezes também podem fazê-lo em superfícies horizontais, ou inclusivamente defecar. Mas por que o fazem?

  • A maior parte dos gatos que marcam o seu território com urina são machos que não foram esterilizados, as hormonas podem desempenhar um papel crucial neste tipo de comportamento.
  • Por motivos territoriais ou quando se sentem ansiosos ou ameaçados. Por ex., a presença de gatos de rua no seu jardim pode fazer com que o seu gato marque próximo de janelas e portas como uma forma de identificar que é o seu território.
  • Os animais de estimação novos no lar ou um conflito entre os animais de estimação existentes no mesmo lar também pode fazer com que os animais de estimação sintam necessidade de marcar o seu espaço.
  • As mudanças no ambiente do seu gato, como reorganizar o seu espaço pessoal ou mudar-se para uma nova casa podem ser motivo de stress e induzir a marcação.
  • Ocasionalmente, o gato marcador pode apontar para a roupa ou a roupa de cama de uma pessoa ou visitante na casa.

7 formas de evitar que o teu gato marque o território com urina

Há várias formas de mudar o comportamento de marcação, mas é importante recordar que o castigo deve ser evitado, uma vez que só aumentará o stress do seu gato e aumentará a micção.

1 Esterilizar

O primeiro passo para eliminar a micção é esterilizar o seu gato. Quando as hormonas sexuais diminuem, o mais provável é que a quantidade de marcação também se reduza.

2 Determine o conflito

Avalie se alguma espécie de disputa com outros gatos está a causar stress no seu gato.

Se o seu gato estiver a ser perseguido, maltratado ou atormentado de alguma forma por um gato ou cão na sua casa, este assunto deve ser resolvido com um profissional qualificado.

Este pode recomendar técnicas como a separação temporária, a dessensibilização, o contra condicionamento e o treino para melhorar a relação entre os seus animais de companhia.

Leia também:  Como Recuperar Iphone Que Caiu Na Agua?

3 Interior

Se os gatos de rua estiverem a causar stress ao seu felino, instale bloqueadores provisórios de janelas na metade inferior das janelas ou baixe as persianas, para ajudar o seu gato a relaxar.

Se permitir ao seu gato estar tanto dentro como fora de casa, deixar que durante uns tempos não saia para o exterior poderia eliminar o stress que o seu animal de companhia pode estar a encontrar fora.

4 Limpeza e calma

Devem ser utilizados produtos de limpeza enzimáticos para eliminar qualquer odor na roupa de cama e no solo que possa incitar um gato a voltar a urinar numa área que já tinha marcado anteriormente.

Quando tiver eliminado todos os odores, pulverize esta zona com um spray de feromonas felinas, isto ajudará a que o seu gato se sinta mais seguro na zona e possa incentivar a marcar com as suas bochechas em vez de marcar com urina.

5 Aumente o número de caixas de areia

Coloque várias caixas de areia em vários lugares da casa, para que o seu gato possa ter livre acesso a um tabuleiro sem ser interrompido por outros gatos. Isto pode reduzir o stress, em especial num lar com múltiplos animais de companhia.

6 Fomente a atividade

Dê ao seu gato brinquedos com os quais se possa entreter durante o dia, como quebra-cabeças de comida para gatos ou brinquedos interativos que possa manusear mesmo na sua ausência. Isto mantê-lo-á ocupado e terá menos tempo para estar stressado – ou para marcar a casa.

7 Rotina e estabilidade

Programe um par de sessões de brincadeira ou de treino de truques com o seu gato todos os dias para dar-lhe uma rotina no seu dia-a-dia e estabilidade nas interações com as pessoas da casa.

Como Evitar Que Os Gatos Marcam Territorio?

E lembre-se de utilizar sempre reforços positivos. Outro truque que também pode funcionar é mudar a associação do gato com a sua área de marcação preferida realizando outras atividades que o gato desfrute neste espaço, como acariciá-lo e abraçá-lo, para reduzir o stress.

Se o seu gato continuar a marcar, entre em contacto com o seu veterinário numa das nossas clínicas veterinárias Kivet.

Como ajudar gatos que borrifam e marcam território

Quando encontram xixi de gato no batente da porta, na quina do sofá e no pé da geladeira, as pessoas costumam assumir que o gato está sendo rebelde, teimoso, mal-criado… e dão uma bronca no bichano – que não adianta nada.

Gatos não são “domesticados” como os cães, eles não passaram por um processo evolutivo de se adaptar aos nossos costumes e obedecer nossos comandos. Eles só ficaram por perto fazendo o que já faziam: caçando ratos. O que quer dizer que eles ainda têm muito sangue selvagem correndo nas veias e não gostam nem um pouco de ser contrariados com broncas.

Na verdade, a bronca pode piorar a situação, já que deixa o gato mais nervoso ainda. E no caso específico da marcação de território, isso é bem problemático. Mas para encontrar a solução certa, é preciso entender porque eles borrifam xixi fora da caixinha.

O problema

A urina é a marca do gato, única para cada um, e o borrifar é um gesto natural que serve para limitar a área do território deles –para que um não fique invadindo a do outro e “roubando” presas e recursos. É a mesma lógica pela qual as pessoas têm portas com fechadura – para ninguém invadir nossa casa e roubar nossas coisas. E sim, as fêmeas também podem marcar território.

Então quando o gato borrifa ele está mandando uma mensagem para os outros gatos e bichos da vizinhança: “esse lugar é meu”. E se o gato sente que precisa mandar essa mensagem, é porque ele está inseguro e sente que tem alguma coisa ameaçando o território dele (igual pessoas, não trancamos a porta se não achamos que tem perigo de a casa ser invadida).

A solução

Sendo assim, para ter batentes, sofás e pés de geladeira limpos você precisa aumentar a autoestima do seu gato. Para isso, ele precisa de lugares altos para escalar e dormir (prateleiras, arranhadores), brincadeiras interativas em que possa caçar e sentir confiança nas próprias habilidades e tocas e túneis para se esconder.

Quando for possível, remover o motivo da insegurança também ajuda muito. Se é um outro animal, tente afastá-lo de seu quintal usando cercas ou borrifadores de água com sensor. Se é uma pessoa nova, o gato tem que se acostumar com ela e associá-la a coisas boas – não deixe a pessoa ir até o gato, ele tem que vir até ela, e quando faz isso ganha um petisco ou uma brincadeira.

E não se esqueça de limpar os “alvos” de xixi com um desinfetante enzimático (vende em pet shop) ou vinagre, para remover completamente o cheiro. Caso contrário o gato assume que “se tem cheiro de xixi, é porque é banheiro”.

“Invasores” no quintal podem desencadear a marcação de território. Se não tiver como limitar o acesso de outros animais, bloqueie a visão das janelas com cortinas ou tenha um distrativo por perto para redirecionar a atenção do seu gato.

Castração

Machos têm uma necessidade muito maior de defender o território deles se têm o interesse de conseguir uma namorada. É a lógica das boates: menos machos na área, menos concorrência. E muitas fêmeas marcam para atrair machos. Por isso a castração é fundamental para evitar a marcação (além de muitos, muitos, muuuuitos outros problemas), e deve ser feita de preferência antes da puberdade.

Ferormônios

Dependendo do grau de insegurança do gato, pode ser necessário usar ferormônios para ajudá-lo a se acalmar e perceber que não tem nada real ameaçando-o. O ferormônio mais conhecido e eficiente é o Feliway, da Ceva, que vem em forma de spray ou difusor elétrico para ambientes. Mas casos muito extremos de insegurança podem precisar de ajuda veterinário-psiquiátrica.

A caixa de areia

Ela não é culpada pela marcação de território, gatos borrifam porque querem mandar uma mensagem e não porque estão apertados. Mas ela é uma outra causa de necessidades fora do lugar (xixi em poça no chão, por exemplo). Nesse caso, pode ser que seu gato não goste da areia, da localização dela, do tamanho, da tampa… Leia mais sobre isso clicando aqui.

Fotos: Nicholas Erwin e Tristan Smith

Como Impedir um Gato de Urinar na Casa

  1. 1

    Saiba a diferença entre marcar território e urinar. A marcação de território é um processo comportamental do gato com conotação comunicativa que pode ser provocado por uma série de fatores. Entretanto, a urina normal é uma necessidade fisiológica que pode ser resolvida apenas com o uso de caixa de areia.

    • A urina para marcar território é encontrada em superfícies verticais, já que o gato faz xixi de costas para os objetos. O volume também é menor.
    • A urina liberada na marcação de território tem um cheiro mais forte, pois nela são liberadas certas substâncias químicas que servem para enviar uma mensagem aos outros gatos.[1]
    • A marcação de território é mais comum em gatos machos que não foram castrados, em uma casa onde há mais de um gato e onde ocorreu uma mudança recente.[2]
  2. 2

    Entenda o motivo da marcação de território. Para fazer esse comportamento parar, você precisa entender o motivo da sua existência. Como esse é um modo do gato de se comunicar com outros, saber o que ele está tentando informar é o segredo para eliminar o problema.

    • Os gatos são territoriais e gostam de reivindicar certos objetos e lugares. A urina é o jeito que o felino tem para marcar presença e dizer quais pedaços da casa pertencem a ele. Se você tiver vários gatos domésticos, provavelmente a urina tem essa causa.[3]
    • O fenômeno também pode fazer parte de um ritual de acasalamento. A marcação de território é muito comum na época do cio, pois os feromônios da urina servem para informar que o gato está disponível para procriar. Se ele não foi castrado, essa pode ser a razão.[4]
  3. 3

    Descubra o porquê. Agora que você sabe as possíveis causas do comportamento, faça uma série de perguntas sobre a sua casa. Isso pode elucidar o motivo pelo qual ele está marcando território.

    • Há um novo bebê ou animal de estimação? O gato pode se sentir ameaçado e marcar território.
    • Existe algum gato da vizinhança que vem passear no seu quintal, deixando o seu felino estressado?
    • Houve alguma mudança na rotina dele? Os bichanos não gostam de mudanças e algumas vezes agem assim se a rotina for alterada.
    • Você cria vários gatos em casa? Se a resposta for afirmativa, cada um deles tem um espaço próprio?
    • Houve alguma mudança recente na caixa de areia?[5]
  1. 1

    Mantenha uma rotina. Mudanças na casa podem deixar o gato estressado e desencadear inseguranças, fazendo com que ele urine para se apossar do espaço. Se ele tem feito isso, estabelecer uma rotina pode diminuir o estresse do animal e ajudá-lo a parar de urinar nas coisas.

    • Alimente-o sempre nos mesmo horários todo os dias e mantenha a caixa de areia e os brinquedos sempre no mesmo lugar.[6]
    • Se você estiver com visita, coloque o gato em outro cômodo. Essa medida é ainda mais importante caso a visita tenha um gato e possa trazer o cheiro do animal nas roupas. Esse odor pode desencadear estresse no gato, fazendo com que ele comece a marcar território.[7]
    • Existem certos sprays de feromônios disponíveis em muitas pet-shops feitos para acalmar o bicho de estimação. Se você sabe que uma grande mudança está para acontecer, como o nascimento de um novo membro da família ou a chegada de outro animal de estimação, compre um desses para ajudar o gato a passar por essa transição.[8]
  2. 2

    Verifique se o gato tem espaço suficiente. Se ele convive com diversos felinos na mesma casa, a marcação de território é inevitável. Ao garantir que todos tenham o próprio espaço, pode conter o problema.

    • Instale vários nichos. Os gatos adoram ficar no alto observando tudo. Você pode arranjar um lugar no peitoril de uma janela ou até mesmo abrir um espaço entre os livros da estante. Outra opção é comprar uma estrutura para felinos em um pet shop.[9]
    • Coloque várias vasilhas de ração, de água, postes para arranhar e brinquedos disponíveis pela casa.[10]
    • Ofereça mais de uma caixa de areia. A marcação de território é diferente da urina habitual, mas o gato pode passar a ter um comportamento territorial se tiver pouco espaço na caixa de areia. Compre mais de uma e limpe-as todos os dias.[11]
  3. 3

    Limpe bem a urina. A marcação de território constante pode ser uma reação ao cheiro da urina de outro animal, principalmente de outros gatos. Os odores precisam ser neutralizados para dar um fim a esse comportamento.

    • Lave tudo o que puder na máquina com um sabão comum.[12]
    • Você também pode preparar uma solução de 50% de água e 50% de vinagre branco e borrifa-la nas superfícies onde o animal urinou. Essa solução neutraliza os odores e desencoraja o gato a urinar novamente no local.[13]
    • Pet shops, algumas lojas de departamento e até mesmo supermercados vendem produtos de limpeza com feromônios sintéticos e enzimas que eliminam odores que estimulam tal comportamento.[14]
  4. 4

    Reduza o contato do seu bicho de estimação com a rua. Algumas vezes, o conflito entre os gatos da vizinhança provoca a marcação de território. Mesmo que o seu gato não possa sair de casa, se ele vir outro bichano ou sentir o cheiro dele pela janela, pode começar a marcar território.

    • Tire os móveis que o gato escala de perto da janela. Pense em investir em uma estrutura para o gato subir e ter um local alternativo para descansar.[15]
    • Feche as janelas, persianas ou portas.[16]
    • Se quiser, coloque um dispositivo com sensor e um aspersor para borrifar água no gato toda vez que ele for até a janela.[17]
  5. 5

    Ajude o gato a se adaptar a novos membros da família. A presença de um bebê recém-nascido pode levar à marcação de território, pois o gato vai querer garantir que ninguém invada o espaço dele. Você precisa ajudá-lo nessa transição para impedir o comportamento.

    • Mantenha um cronograma, mesmo que seja difícil. Com a presença do bebê na casa, provavelmente seus horários vão mudar drasticamente. Tente fazer o máximo para manter uma rotina consistente nos horários da alimentação, do sono e da limpeza da caixa de areia.
    • Não dê atenção demais ao gato antes de o bebê nascer, pois ele vai se acostumar com o mimo. Quando o seu filho chegar, o felino vai se frustrar e agir para chamar a sua atenção.
    • Apresente os novos brinquedos e utensílios do bebê ao gato para que ele os cheire e examine logo que comprá-los. Qualquer coisa com um odor estranho pode fazer com que o bichano comece a marcar território.[18]
  1. 1

    Leve o gato ao veterinário para fazer um check-up. Marcar território costuma ser um problema comportamental, mas, se nenhum ajuste ou medida resolver a questão, é preciso levar o gato ao veterinário.

    Um exame básico pode identificar e tratar qualquer problema de saúde que possa provocar a urina.

    A incontinência urinária, principalmente se o felino for idoso, pode ser um sinal de doenças mais graves, como a falência de órgãos.

  2. 2

    Castre o gato. Se ele não for castrado, a urina é uma forma de atrair fêmeas. Marcar território é um indício de que o gato atingiu a sua maturidade sexual, portanto a castração pode resolver.

    • Se possível, leve-o para castrar antes que complete os seis meses de vida. Mais de 90% dos gatos nem chegam a marcar território se forem castrados nesse período.[19]
    • No caso de gatos mais velhos, aproximadamente 87% deles param com o comportamento depois de castrados. Embora a maior parte pare imediatamente, há alguns que levam uns meses, mas trata-se de menos de 10%.[20]
  3. 3

    Trate-o com remédios. A marcação de território, mesmo quando provocada por estresse ou ansiedade, pode ser tratada com alguns medicamentos prescritos por um veterinário.

    • Medicamentos antidepressivos e ansiolíticos administrados oralmente podem ser obtidos na consulta veterinária. Eles podem aliviar a tensão causada pela presença de vários gatos na casa ou a ansiedade provocada por um cronograma errado.[21]
    • Sempre consulte um veterinário e conheça o histórico de saúde do seu animal de estimação. Certos medicamentos podem afetar alguns problemas de saúde.[22]
    • Todos os remédios têm efeitos colaterais. Pergunte ao veterinário quais efeitos devem ser observados e qual é a intensidade deles antes de começar a medicar o seu gato.
  • Nunca repreenda o felino. Os gatos não respondem a reforços positivos ou negativos como os cães, então uma bronca pode gerar mais estresse e incentivá-lo a continuar o comportamento.
  • Se você tiver vários gatos, dê atenção suficiente a todos. Os gatos também são territoriais com os donos e podem sentir ciúmes se um deles for o favorito.
  • Descubra se o bichano está marcando território ou apenas urinando. Urinar do lado de fora da caixa de areia pode ser sintoma de uma doença. É bom ficar atento para não deixar isso passar e ficar sem tratamento.
Leia também:  Como É Que Os Rapazes Se Excitam?

7 Maneiras de Impedir seu Gato de Fazer Urinar nas Coisas

Pode ser um dos momentos mais difíceis do seu relacionamento com seu gato: você chega em casa e encontra xixi de gato no sofá, tapetes, paredes ou cortinas, apesar da caixa de areia limpa estar a poucos metros de distância. Como proprietário, seu primeiro pensamento é provavelmente “por que meu gato está fazendo isso?”, seguido de “como posso corrigir isso?”.

Por que os gatos fazem xixi fora da caixa?

Ao contrário da crença popular, os gatos não urinam apenas para marcar seu território. Um gato pode fazer xixi fora da caixa de areia porque se sente ansioso, ameaçado ou assustado.

Também pode indicar insegurança, às vezes desencadeada por uma mudança na rotina ou no ambiente, ou algo que lhe estresse, mas esse comportamento também pode ser reflexo de algum problema de saúde, como infecção do trato urinário e até obstrução da uretra.

Outros gatos ainda são exigentes quanto ao estado de suas caixas de areia e se recusam a usá-las se encontram-se sujas.

Qualquer que seja a causa, urinar pelo ambiente é um comportamento desagradável que pode causar um odor penetrante em sua casa e danificar seus móveis, carpetes e paredes. Confira algumas soluções eficazes para evitar que seu gato faça xixi fora da caixinha.

1. Castre seu gato

A castração ajuda a reduzir as chances de urinar fora da caixa, mesmo que gatos castrados ainda possam ter esse comportamento de vez em quando.

Se o seu gato não estiver castrado no momento, você pode fazer isso entre 5 a 6 meses de idade. Isso reduzirá seus níveis hormonais e provavelmente diminuirá seu desejo de fazer xixi fora da caixa de areia.

Gatas também podem ter esse comportamento, mas não é tão comum como nos machos.

2. Encontre a fonte do estresse

Se seu pet está urinando fora da caixinha porque se sente ansioso, você precisa encontrar a raiz do problema.

Procure sinais de gatos de rua à espreita do lado de fora, como fezes de gatos ou ratos e pássaros mortos deixados nas varandas. A presença de um gato estranho pode estar ameaçando a autoridade do seu gato.

Se você tiver outros animais de estimação, descubra se eles poderiam estar provocando seu gato.

3. Cheque o ambiente onde seu gato vive

A maioria dos gatos não gosta de mudanças e pode estar se sentindo ansioso. Antes de tirar conclusões, faça a si mesmo estas perguntas:

  • Você se mudou recentemente?
  • Você viajou por um tempo?
  • Você reorganizou o ambiente onde seu gato vive?
  • Você mudou de lugar os potes de ração e água?
  • A caixa de areia está limpa e arrumada?
  • Você trocou o tipo de areia que ele estava acostumado?
  • Você trocou a ração?

Muitas vezes, essas alterações podem causar estresse desnecessário no seu gato. Se você tiver espaço suficiente, considere colocar mais de uma caixa de areia para que seu gato sempre tenha uma opção próxima quando sentir vontade de fazer as necessidades.

4. Mantenha seu gato ativo

Uma programação regular dá ao seu gato uma sensação de estabilidade e estrutura. Deixe seu pet com alguns brinquedos educativos e interativos para mantê-lo ocupado enquanto você não estiver por perto e desfrute de algumas sessões regulares de brincadeira quando voltar para casa, para que ele se sinta amado e cuidado. Saiba mais em nosso guia de exercícios para gatos.

5. Mantenha-se positivo

Por mais irritante que seja limpar a urina do gato ou remover o odor, você nunca deve gritar ou punir seu gato. Isso apenas aumentará seus níveis de estresse – e a frequência de xixi fora da caixa de areia.

Se o seu gato voltar ao mesmo local para urinar, limpe a área com um produto próprio para isso e incentive-o a brincar, dormir ou até se alimentar lá – isso ajudará seu gato a associar essa área com brincadeiras ou relaxamento, em vez de ansiedade.

Leia também:  Como Denunciar Uma Empresa Que Foge Ao Fisco?

6. Use produtos como sprays, difusores ou suplementos

Existem vários produtos no mercado projetados para acalmar gatos e reduzir seus níveis de estresse. Estes incluem sprays, difusores ou suplementos. Embora inodoros para os seres humanos, esses produtos podem ter um efeito calmante sobre os gatos, tornando-os menos estressados ​​e com menor probabilidade de urinar fora da caixa de areia.

7. Consulte seu veterinário

Se tudo isso falhar, você deve discutir os problemas de urina fora da caixa com seu veterinário, que pode verificar problemas de saúde que possam contribuir para o comportamento do seu gato.

Seu veterinário também pode colocar você em contato com um especialista em comportamento de gatos, que pode avaliar os hábitos, características e estilo de vida de um gato, além de oferecer conselhos e dicas adicionais.

Como Evitar que seu Gato Marque Território em Casa

O gato é muito territorial e faz questão de manter controle sobre o seu espaço, urinando ou defecando sobre tudo o que considera sua posse. Este hábito natural, porém, pode ser bastante desagradável quando ocorre dentro de casa. Saiba como evitar.

Quando o Gato Não Usa a Caixa de Areia

Muitas vezes o gato pode urinar e defecar em locais inapropriados por não estar confortável com a caixinha de areia. Nesta situação, o gato não está demarcando território.

Ele procura um local absorvente ou escondido e tenta enterrar suas necessidades. No caso é importante entender o porquê do animal não estar usando a caixinha.

Caixa de areia para gatos

Um dos motivos mais frequentes é a pouca limpeza da caixa. Gatos são animais muito limpos e têm verdadeiro horror de utilizar “banheiros sujos”.
Se seu gato utiliza a caixinha algumas vezes e erra outras, tente limpá-la mais vezes ao dia.

Poucas caixas para vários gatos: se outro animal já tiver utilizado a caixa de areia, o gato provavelmente irá evita-la. Mantenha à disposição uma caixa de areia por cada gato da casa.

A caixa também pode ser pequena demais. Verifique se a caixinha permite que o animal fique confortável dentro dela.
Aquela caixinha comprada quando ele ainda era filhote pode ter ficado pequena demais!

Caixas de areia fechadas podem ser mais práticas, por evitarem que a areia se espalhe. Porém, não espere que seu gato a utilize prontamente.
Primeiro introduza a caixa, sem a parte superior, mantendo também disponível por alguns dias a antiga caixinha.

Depois que o gato estiver utilizando a caixinha sem problemas, coloque a tampa e observe se ele continua confortável para entrar e sair da caixa.
Somente após plena adaptação introduza a portinhola.

Gatos costumam ser reservados. Se a caixa de areia ficar em local de muito movimento, o animal provavelmente não a utilizará.

Ainda: o gato que evita a caixinha pode estar com algum problema de saúde. Se sente dor ao urinar ou defecar pode associar a dor com a caixa de areia e passar a evita-la.
Caso suspeite que seja esse o problema do seu gato, procure com urgência um médico veterinário para uma avaliação do animal.

Aprenda a Identificar Quando seu Gato está Marcando Território

  • Ao contrário do problema anterior, o gato que marca território faz pequenas quantidades de urina por toda a casa, dando preferência a paredes, sofás e portas.
  • Quando defecam (mais raro), não tentam enterrar as fezes.
  • A urina do gato tem um odor característico e muito forte, sendo bastante incômodo para quem convive com o animal em casa.

Castração: O Método Mais Eficaz

  1. A medida mais eficaz contra a marcação de território é a castração do animal.
  2. A castração é um procedimento simples e de rápida recuperação, que resolve o problema de marcação territorial em 90% dos casos, além de trazer outros benefícios para a saúde do bichano.
  3. Leia aqui nosso artigo sobre castração de animais de companhia.

Introdução de Novos Animais no Ambiente

  • Por isso, a introdução de novos animais na casa deve ser feita de forma lenta e gradual para que o gato se familiarize aos poucos com o novo morador.
  • Mantenha os animais separados num primeiro momento, deixando que o gato tenha um ambiente seguro para onde correr caso se assuste.
  • Associe o novo animal a experiências positivas para o gato, colocando um objeto com o cheiro do animal próximo ao pote de comida do gato, por exemplo.

Gatos adoram passear

Animais sem dono ou de vizinhos que tenham acesso à casa do gato podem estimulá-lo a demarcar seu território para “protege-lo”.
Se possível, providencie telas na casa para que esse contato não seja mais possível. Converse com os vizinhos e explique a importância da castração dos animais.

Limpeza do Local e Outros Recursos

Os limpadores de uso geral não são suficientes para remover o cheiro da urina do gato, principalmente se o animal for inteiro (não castrado).

Utilize um eliminador de odores próprio para fômites de animais.

Para gatos que já adquiriram o hábito de urinar ou defecar em determinados locais, vale utilizar um repelente de animais. O odor do spray é desagradável para o gato, que acaba se afastando do local.

Socialize o Animal e dê Atividade a Ele

Dê atividades para seu gato

Gatos também precisam de interação e atividade física. Descubra quais são suas brincadeiras preferidas e convide-o a participar da convivência com todos na casa.

Animais socializados tornam-se mais calmos e demonstram menos problemas relacionados a estresse.

Sofá arranhado, xixi fora do lugar? Seu gato pode estar marcando território

1 de 3
Gato Martin reina sozinho na casa dos noivos Pedro e Lisa, mas continua a arranhar móveis pela casa — Foto: Pedro Lopes/Arquivo Pessoal

Gato Martin reina sozinho na casa dos noivos Pedro e Lisa, mas continua a arranhar móveis pela casa — Foto: Pedro Lopes/Arquivo Pessoal

Donos de gatos já estão acostumados a ver o bichinho se esfregando nas pernas do tutor. O gesto considerado de carinho pode ser também uma forma de demarcação de território, como se o animal dissesse “você é meu”.

A veterinária Mariana Lisboa Ferreira explica que alguns felinos de personalidade mais dominante espalham seu cheiro para marcar presença e autoridade nos locais por onde vivem: “Pelo bigode e pelas patas eles possuem glândulas que deixam feromônios, substâncias com o cheiro do animal, que não é percebido pelo nosso olfato, mas os outros gatos sentem. Eles espalham os feromônios para mostrar que o 'dono' daquele espaço”.

Se o esfregar nas pernas do dono pode ser um meio fofo de demarcar território, outras formas não são tão apreciadas. Muitos sofás viram vítimas dos felinos, sendo constantemente arranhados na busca pelo comando do espaço. Além disso, os gatos também podem marcar presença fazendo xixi, o que pode virar uma dor de cabeça para os donos.

2 de 3
Dirley possui seis gatos, dentre eles a Pixana, como todos os animais castrados e tendo várias caixinhas de areia, dias de xixi pela casa acabaram — Foto: Dirley Vieira/Arquivo Pessoal

Dirley possui seis gatos, dentre eles a Pixana, como todos os animais castrados e tendo várias caixinhas de areia, dias de xixi pela casa acabaram — Foto: Dirley Vieira/Arquivo Pessoal

A secretária Dirley Vieira já não enfrenta esses problemas, mas passou aperto há cerca de 11 anos. “Eu tinha dois gatinhos e eles faziam muito xixi pela casa, espalhando o cheiro deles, e a casa ficava fedendo demais. O sofá eu tive que trocar por conta disso. Mas aí ouvi que castrar ajudava e depois que foram castrados isso parou completamente. Foi um alívio”, recorda.

Atualmente, os pets dela só fazem xixi nas caixinhas de areia. No caso da Dirley a castração resolveu o problema definitivamente, mas nem sempre isso acontece com todos os animais.

“Se o gato tiver personalidade dominante, mesmo castrado ele pode continuar a querer marcar território, seja com as unhas, bigode ou urina.

Nesses casos, o ideal é ter uma caixinha de areia a mais que o número de gatos e oferecer enriquecimento ambiental, que é a introdução de brinquedos e atividades que entretenham o felino”, recomenda a veterinária Mariana Lisboa.

3 de 3
Enriquecimento ambiental por meio de brinquedos ajuda a conter instinto de demarcação dos felinos — Foto: Pedro Lopes/Arquivo Pessoal

Enriquecimento ambiental por meio de brinquedos ajuda a conter instinto de demarcação dos felinos — Foto: Pedro Lopes/Arquivo Pessoal

É o que faz o casal de noivos Pedro Lopes e Lisa de Melo. Eles deixam caixotes e caixas de papelão à disposição do gatinho Martin, para que ele brinque à vontade. “Agora ele é o único gato que mora com minha noiva e eu.

Tinha a Mel também, mas como os dois se estranhavam, ela está morando com os meus sogros.

O Martin é muito sociável, gosta de brincar, então as caixas de papelão ajudam, mas mesmo assim o sofá e o box da cama também costumam ser arranhados”, revela Pedro.

A veterinária lembra que determinados comportamentos são da natureza felina, mas é preciso oferecer opções e sempre observar as atitudes do animal.

“Os gatos podem se estressar facilmente com qualquer mudança no ambiente e com isso provocar atitudes como xixi fora do lugar e arranhões nos móveis, dentre outras atitudes.

O importante é notar se houve alguma mudança de comportamento e ver se não está trazendo prejuízos à saúde física e emocional do animal.

Notando alguma alteração, o mais recomendado é procurar um veterinário para analisar a situação”, conclui.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*