Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

Categorias

Selecione Dicas Novidades Tendências Calçados brancos #FãClubeMel Todas

Quem nunca comprou um calçado que na hora da compra serviu perfeitamente, mas quando foi usá-lo, ficou folgado no pé? Existem alternativas que ensinem como apertar sapato

  • Esse tipo de situação pode ocorrer por vários motivos, os mais comuns são: pés inchados na hora da compra ou pela numeração, que muitas vezes pode variar de acordo com o tipo e a marca do sapato, devido a forma utilizada na produção do calçado. 
  • Existem também relatos de mulheres que emagreceram e acabaram diminuindo o formato do pé, deixando alguns calçados sem uso. 
  • Mas, antes, que tal dar uma olhadinha em modelos de sapatos que se ajustam mais facilmente no seu pé? 
  • Basta observar: geralmente eles possuem cadarços para que você amarre da forma que achar melhor, ou ainda fivelas, pois assim você regula o calçado de acordo com o formato do seu pé.

Abaixo temos 3 modelos Melania Benett que versáteis e confortáveis para todos os gostos:

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Ajuste cadarço Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Ajuste por fivela Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Ajuste por velcro

Clique na imagem dos produtos para acessar a loja online da Melania Benett.

Neste post ensinamos a você 4 dicas para ajustar o calce daquele sapato que ficou folgado!

Conheça 4 formas simples para apertar o sapato 

1) Palmilhas almofadadas

As palmilhas almofadadas, aquelas macias feitas de espuma, que geralmente encontramos dentro dos tênis pode ser uma ótima solução! Mas não precisa retirar a palmilha do seu tênis ou outro sapato. 

Felizmente, é possível encontrar esse tipo de palmilha vulsa em lojas especializadas em calçado. Elas poderão ser fortes aliadas na hora de ajustar o seu calce, deixando-o firme para caminhar. 

Existem também as palmilhas ortopédicas, que costumam ser mais grossas do que as encontradas dentro dos sapatos. Porém, essa palmilha deve ser usada nos dois pés, pois se utiliza-la de forma avulsa, pode acabar causando dores nos pés ou algum dano à coluna. 

As palmilhas acabam sendo uma ótima opção para vários tipos de sapatos, como scarpins, botas e sapatilhas. 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Clique na foto para ver opções de loja para comprar

2) Apoio plantar

O apoio plantar pode ser um ótimo aliado para apertar o sapato e evitar que os pés fiquem escorregando para frente. O apoio plantar é confeccionado em silicone e é colocado embaixo dos pés, aumentando o conforto e a segurança na hora de caminhar. 

O apoio plantar é uma ótima opção que ensina como apertar sapato e adequar a pisada em um calçado que esteja folgado. O apoio de silicone é perfeito para ser utilizado com sandálias e sapato abertos, como rasteirinhas e sapatilhas que necessitam maior discrição.

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Clique na foto para ver opções de loja para comprar

3) Tiras de gel protetoras para os pés

O sapato está folgado, mas só um pouquinho? As tiras protetoras de gel podem ser uma ótima opção de como apertar sapato que não necessitam tantos ajustes. As tiras de gel são super flexíveis e confortáveis, capazes de transformar qualquer calçado folgado no calce perfeito. 

As tiras protetoras em gel podem ser usadas com sandálias e são encontradas facilmente em farmácias, lojas de sapato e supermercado. 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Clique na foto para ver opções de loja para comprar

4) Meias grossas

Uma opção prática para calçados fechados, especialmente os de inverno, é usar meias grossas para eliminar a folga do calçado. Em dias frios as meias grossas até irão lhe ajudar a manter seus pés mais quentes.

Viu como é possível adaptar aquele sapato folgado que está guardado no armário? As três opções acima tornam o sapato mais confortável e seguro para o andar, além de serem super fáceis de seguir!

Gostou das nossas dicas? Então siga navegando pela loja Melania Benett para encontrar sapatos confortáveis e cheios de estilo!

Comprou um sapato folgado e não sabe o que fazer? Confira dicas para deixar o calçado na medida certa para o seu pé

DICAS

14 de agosto de 2018

By Fabiosa

Comprar ou ganhar um sapato que não caiba perfeitamente no seu pé pode não ser um problema caso você consiga efetuar a troca do mesmo, porém quando isto não é possível uma dúvida surge, já que usar um calçado que saia do pé a todo momento não é muito viável. 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Africa Studio/Shutterstock.com

O uso de sapatos folgados pode ser muito incômodo e causar danos. Os pés balançam dentro do calçado e sua postura pode ser comprometida e até acabar te machucando feio, dependendo da situação.  

Portanto, vamos te ensinar formar de fazer o seu sapato se ajeitar ao tamanho certo dos seus pés. 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?g-stockstudio / Shutterstock.com

Use palmilhas grossas 

Sabe aquela almofada macia feita de espuma que fica abaixo do seu pé no sapato? Em tênis elas são facilmente removidas ajudando na lavagem, mas em alguns calçados ficam dentro da costura. 

A boa notícia é que não é muito difícil achar palmilhas acolchoadas e confortáveis para vender e elas ajudam a moldar melhor o seu pé dentro do sapato portando podem ser uma ótima opção para evitar que os mesmos fiquem saindo ou balançando quando estão folgados. 

Conjunto de tiras para os calcanhares.  

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Cozy Home / Shutterstock.com

Aquelas tiras que server para não machucar o seu calcanhar principalmente em saltos novos que estão apertados, também tem uma utilidade ao contrário. Sim, você pode facilmente colar estas tiras no espaço que está folgado no pé para tentar encaixa-lo melhor. 

Água e sol 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?fortton / Shutterstock.com

Sim, a água tem o poder de encolher alguns sapatos. Se o método for bem feito o resultado pode ser excelente e poupar muito do seu dinheiro, mas é preciso ter a certeza que os pares de calçados possam ser molhados, para isso verifique a etiqueta ou na caixa do produto. 

Coloque os calçados sobre a água ou use um borrifador para umedecê-los, em seguida deixe secar no sol e depois veja se está servindo corretamente em seus pés. Caso não tenham encolhidos o suficiente, você pode experimentar, repetir o processo. 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: 4 motivos para tirar os sapatos antes de entrar em casa

Esta ideia é muito parecida com a de colar tiras para os calcanhares, mas desta vez pode ser mais barato. Caso você tenha uma boa cola que consiga grudar tiras de EVA nas extremidades do sapato, a arrumação vai sair muito barato.  Confira neste vídeo. 

Palmilha Ortopédica 

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Africa Studio/Shutterstock.com

A palmilha ortopédica é quase igual as que já vem dentro do sapato, porém costumam ser mais grossas, justamente para ajudar a apertar sapatos folgados e permitir que seu pé caiba certinho dentro dele. Atente-se a comprar para o par e não somente um, ou você poderá causar dor ao corpo por não estar caminhando com os dois pés na mesma altura. 

Sapateiro 

  • Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Dean Drobot/ Shutterstock.com
  • Em último caso, basta levar o seu sapato para ser customizado por um especialista, ou seja; o sapateiro. 
  • Mesmo com um custo mais alto, certamente o profissional irá adequar o seu calçado do jeito que você busca e caso as outras alternativas não tenham funcionado, o custo valerá a pena. 
  • RECOMENDAMOS PARA VOCÊ: Dicas para levar em conta ao comprar um par de sapatos novos  

Este material é destinado apenas a fins informativos. Alguns dos produtos e itens discutidos neste artigo podem causar reações alérgicas ou danos à saúde. Antes de fazer uso deles, consulte um especialista devidamente habilitado. Os editores não são responsáveis por quaisquer consequências que possam ser causadas pelo uso dos métodos, produtos ou itens descritos neste artigo.

6 truques para evitar as dores de pés com saltos altos

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

Quando se é convidada para um evento, como é o caso do casamento, queremos usar o melhor vestido de gala e ter um look espetacular. E, claro, os sapatos altos são a opção óbvia e desejada para usar como calçado nestas ocasiões. No entanto, por vezes ficamos na dúvida e pensamos em descartá-los pelo desconforto que estes nos podem causar, sobretudo porque sabemos que os temos de calçar durante muitas horas seguidas.

Mas não se preocupe! Vai poder brilhar nuns espetaculares saltos altos. Sim, porque nós temos uns truques fantásticos para evitar as dores de pés. Assim, não terá de deixar de os usar no próximo casamento e poderá dançar a noite toda!

guardarComo Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Foto: Nuno Belo Photographer

Fazer exercícios específicos para fortalecer os pés é a melhor forma de os começar a preparar para o uso do salto alto.

Para isso, realize exercícios de alongamento dos músculos do pé e dos gémeos, bem como exercícios de fortalecimento de dedos e tornozelo.

Leia também:  Quem Foi O Terceiro Rei De Portugal, Também Conhecido Como O Gordo?

Faça-o com uma frequência de três a quatro vezes por dia, durante duas semanas antes da data do seu evento.

Veja também: Sapatos de luxo para noivas 2019: arrase com estas marcas no dia do seu casamento!

guardarComo Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Foto: Aguiam Wedding Photography

O que queremos dizer com isto? Se não está acostumada a usar regularmente sapatos com salto alto, escolha uns que não tenham muita altura – apenas 5 ou 6 centímetros – e experimente andar com eles (como lhe vamos explicar na dica seguinte).

Outra questão a ter em conta para escolher uns sapatos de salto alto é pensar na possibilidade de usar uns que sejam de cunha, que tenham um pouco de plataforma ou que se apertem no calcanhar para que sejam mais cómodos.

Veja também: Sapatos de noiva Jimmy Choo 2019. Luxo aos seus pés!

guardarComo Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?Foto: Aguiam Wedding Photography

Se os sapatos são novos, comece a andar em casa com eles pelo menos uma semana antes. Se o material do sapato for muito rijo recomendamos que use, nas primeiras vezes que os calçar, umas meias para alargarem um pouco e depois uns collants como os que for usar no dia da estreia oficial.

Outro truque pode ser aplicar um pouco de creme na zona interior dos sapatos para que ao calçá-los a pele do material ceda e fique mais cómoda.

Veja também: Os 8 tipos de sapatos que todas as mulheres precisam de ter no seu armário

guardarComo Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

É importante que mime os seus pés antes de os submeter a um prolongado número de horas com sapatos de salto alto, isto reduzirá drasticamente a possibilidade de desconforto: uma exfoliação, massagens relaxantes, uma pedicure a fundo para evitar as durezas. Tudo isto sempre feito uns dias antes, nunca no dia do evento! Somando uma boa e correta hidratação conseguirá ter os seus pés totalmente preparados para o uso do salto.

Veja também: Seis truques para eliminar a celulite de forma rápida antes do casamento

Sapato Machucando: Como Usar Salto Alto sem Desconforto

Usar salto alto é considerado por muitas pessoas sinônimo de sensualidade, elegância e figura esguia. Entretanto, esse visual pode causar dores nos pés e até mesmo, problemas funcionais, quando o uso for recorrente.

Por isso, preparamos algumas dicas para usar salto alto de maneira confortável, com mais segurança e equilíbrio. Afinal, momentos alegres, como festas ou confraternizações, não podem ser interrompidos pelo sapato machucando, não é mesmo?

Confira as dicas abaixo e saiba o que fazer quando o sapato machuca:

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

Opte por Saltos Grossos

Ao buscar um salto alto confortável, os saltos grossos e quadrados são ótimas opções. Esses calçados são menos prejudiciais, pois oferecem mais suporte para caminhar. Os modelos de madeira e maciços dão ainda mais sensação de firmeza.

Use o Sapato do Tamanho Certo

Apesar de parecer um conselho óbvio, é extremamente comum que as marcas de sapatos tenham “formas” diferentes. E isso significa que, nem sempre o número da etiqueta necessariamente corresponda ao tamanho do pé.

Ao experimentar, caso o calçado fique incômodo, busque de imediato a troca de número.

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

Prefira os Modelos Plataforma

Para evitar a dor do sapato machucando, fuja de solas finas, que causam dor na planta do pé. Sandálias de salto plataforma neutralizam a falta de apoio e estabilidade causada pelo salto alto.

Sapatos de sola grossa, como meia-pata, também compensam a pressão durante a caminhada.

Identifique seu Tipo de Pé

Caso as dores sejam recorrentes e ter o sapato machucando seja comum, é interessante que você consulte um podólogo e faça uma avaliação do seu tipo de pé.

Quem tem o peito do pé alto, por exemplo, é melhor optar por sapatos abertos, como scarpin e sapatilha. Às que têm pés mais rechonchudos, é mais confortável usar sandálias abotinadas.

Você também vai gostar de ler sobre Sapatos Confortáveis: Sandálias Anabelas e Rasteiras para Arrasar Neste Verão!

Outras Dicas:

  • para minimizar a pressão sobre o calcanhar, o atrito direto com a sola e absorver o impacto, use palmilhas almofadadas de silicone no sapato;
  • atente-se à maneira correta de andar: apoie primeiro o calcanhar no chão, depois a borda e por último, os dedos (e não o contrário);
  • prefira experimentar sapatos no fim do dia, quando os pés já estão inchados, assim o salto alto será confortável em qualquer circunstância;
  • no dia a dia, reveze os sapatos entre mais altos, mais baixos e modelos sem salto, para evitar a constância e atrito diariamente nos mesmos pontos;

Agora que você já sabe o que fazer quando o sapato machuca, compartilhe esse post com as amigas para minimizar esse problema para elas também! ????

Como Evitar Que O Sapato Saia Do Pe?

10 truques infalíveis para evitar que seus sapatos favoritos machuquem os pés

Não importa se você é homem ou mulher. Quando você compra sapatos apertados, seus pobres pés sempre sofrem. Como acontece o mesmo conosco do Incrível.club, indicamos algumas soluções que podem minimizar ou mesmo acabar com o problema. Agora, você poderá desfilar com seus sapatos novos como se eles tivessem sido feitos sob medida!

É o método mais conhecido. Os curativos ajudam a prevenir o surgimento de lacerações na pele, decorrentes da fricção com o sapato. Claro, o adesivo deve ser maior do que a área de fricção, para evitar que descole.

Talco ajuda a melhorar a fricção entre a pele e o sapato. Certifique-se de calçar o sapato logo depois de aplicar o produto. Caso não vá usar meias, seque bem os pés antes de aplicar o talco.

O calor expande o material do qual o sapato é feito, deixando a peça mais maleável. Calce meias grossas e os sapatos. Em seguida, aqueça-o com ajuda de um secador de cabelos. Caminhe por alguns minutos e repita o processo, se necessário.

Os ossos laterais dos pés, o calcanhar e os dedos são as áreas mais afetadas com o roçar dos sapatos. Aplique um pouco de desodorante roll-on sobre elas para eliminar a fricção do sapato com a pele.

Você consegue encontrar estes protetores em farmácias ou lojas de produtos ortopédicos. São vendidos em diversos formatos, para colar ou encaixar. Assim, você pode adaptá-los à zona onde o sapato machuca.

Coloque uma sacola com água dentro dos sapatos e leve-os ao congelador. Deixe-os lá durante uma noite inteira. Os calçados serão alargados à medida em que a água congela. Claro, fique atento para usar um saquinho que não deixe a água vazar.

Esfregue álcool dentro do sapato e, quando o calçado estiver úmido, encha-o com o máximo de papel possível, preenchendo-o totalmente. Deixe agir durante a noite toda. Retire o papel e calce os sapatos, para que eles ganhem o formato dos seus pés.

Esta técnica é perfeita para sapatos de couro. Aplique creme hidratante no interior do calçado e encha totalmente com o máximo de tecidos velhos que você puder. O creme fará com que os pedaços de tecido deslizem para dentro do sapato, alargando-os.

Um truque para deixar os tênis novos mais confortáveis. Empurre uma batata limpa dentro do calçado e deixe-a lá durante toda a noite. Batatas não deixam cheiro, mas é bom passar um pano úmido dentro do tênis ao retirá-la, caso tenha ficado algum pedaço.

Talvez seja a opção mais confiável. A maioria deles tem aparelhos especializados para moldar sapatos, evitando que eles machuquem os pés. Recorrendo a um desses profissionais, você terá a certeza de que irá desfilar seus sapatos novos com um grande sorriso no rosto.

Protetor de calcanhar: conheça os tipos e como utilizar – Blog Meu Pé de Conforto

Um bom sapato pode deixar qualquer pessoa mais elegante. Contudo, aquele sapato desejado pode não caber perfeitamente no pé. Por isso, às vezes alguns ajustes são necessários. Para esses momentos existe um item muito importante para fazer com que seus sapatos desajustados passem a caber adequadamente, esse item é o protetor de calcanhar.

A utilização do protetor tem vários benefícios. Ele evita calos, melhora a textura do calçado, além de proporcionar mais firmeza na caminhada e na passada. Existem diversos tipos de protetores, alguns são feitos em gel, outros em silicone e, até mesmo, tecido. Já os formatos podem variar de acordo com a necessidade específica de cada pessoa.

Reconhecendo a importância desses itens para a saúde e conforto de seus pés, elaboramos este texto. Continue a leitura para compreender melhor o que são esses protetores, como funcionam e qual a melhor forma de escolhê-los de acordo com as suas necessidades.

Leia também:  Como Desbloquear Uma Conta No Instagram Que Tambem Me Bloqueou?

Quais são os tipos disponíveis?

O objetivo do protetor é proteger a área sensível do calcanhar, evitando dores e impedindo que o sapato saia do pé. Portanto, para encontrar um protetor adequado para você, é necessário testar os diferentes materiais e ver qual deles fica melhor, tanto para o seu pé quanto para o calçado.

Para isso, é válido levar em conta que os protetores têm tamanhos e estruturas variadas, sendo uns mais largos e outros finos. Podem, inclusive, ser lisos ou com textura: tecido, gel ou silicone, sendo que os em gel promovem mais absorção de impacto, porém duram menos comparado aos de silicone.

Com relação às cores, o mais comum é encontrar protetores nas cores branca, bege, preto e transparente. Apesar de serem internos e discretos, é recomendável escolher uma cor semelhante à do calçado, pois isso facilita uma possível camuflagem no caso de eles ficarem expostos em algum momento.

Existem também os protetores em gel moldados para colar no calcanhar em vez do sapato. A desvantagem desses modelos é que, ao optar por esse tipo, será preciso comprar novos protetores a cada vez que a cola acabar. Eles custam praticamente o mesmo valor, mas são descartáveis.

Como escolher o tipo ideal?

Para encontrar o protetor de calcanhar adequado para você, é necessário levar em contas algumas questões, pois o modelo adequado varia de acordo com a solução que você procura. Por exemplo, se o seu calçado sai do pé com facilidade, o protetor de silicone talvez seja o mais indicado, pois ele dá firmeza ao mesmo tempo em que protege.

Já no caso do sapato apertar muito, um protetor mais fino pode ser a solução. Eles também ajudam a proteger meias finas, evitando que desfiem. No caso de o material do seu sapato agredir o calcanhar por ser duro ou áspero, você pode usar um protetor fofinho, com textura acolchoada e evitar esse atrito.

Um ponto importante a ser levado em conta é pensar em quais os tipos de situação você utilizará o protetor. Existem, por exemplo, protetores destinados aos praticantes de esportes.

Nesses casos, o item é desenvolvido com o intuito de promover uma alta capacidade de absorção de impacto.

Portanto, para escolher o tipo ideal de protetor, é necessário saber quais são suas necessidades e qual o calçado em que ele será utilizado.

Pode usar o mesmo protetor em diferentes calçados?

Embora seja uma opção em casos extremos, não é recomendável usar o mesmo protetor em sapatos diferentes. O ideal é que ele fique fixo no calçado, porque quando o protetor é utilizado de forma definitiva ele tem maior eficácia na proteção proporcionada. Portanto, caso haja a necessidade de usar o produto em diferentes sapatos, é indicado comprar outros.

Como se deve usar o protetor de calcanhar?

Para utilizar de forma correta o protetor é necessário seguir alguns passos que, embora simples, fazem toda diferença no conforto e até mesmo na saúde dos seus pés. Nesse sentido, primeiramente limpe a área do sapato onde o protetor será aplicado. É importante que ela seja higienizada adequadamente para garantir uma boa fixação do protetor.

Depois da limpeza, remova o filtro plástico do protetor, centralize o produto com a parte curva para baixo, prestando bastante atenção para que ele fique exatamente onde ocorre o contato com o calcanhar.

Por fim, pressione-o firmemente nesse lugar e segure por um tempo até que fique bem preso. Agora é só testar a pisada para garantir que está confortável e bem alocado.

Caso esteja tudo certo, pode usar sem medo.

Onde encontrar?

De maneira geral, esses itens são facilmente encontrados, pois muitos são vendidos em lojas especializadas de podólogos.

Contudo, também é possível encontrá-los perto da sua casa em farmácias, drogarias e até supermercados. Além disso, se não quiser sair de casa, você pode procurá-los na Internet.

No caso de fazer compras online, é importante ter atenção e compreender como comprar calçados pela Internet.

Embora essa prática tenha ficado cada vez mais comum, pode acontecer de algumas lojas virtuais não prestarem um bom serviço. Por isso, é necessário atenção e cuidado para não ter problemas na hora de encontrar o produto desejado.

Procure comprar em lojas com experiência e de referência na área. A Doctor Shoes, por exemplo, trabalha a mais de 50 anos no mercado de calçados com produtos desenvolvidos pensando no conforto e nas necessidades dos seus clientes.

Além disso, nossas condições garantem a máxima confiança e agilidade na hora da compra.

Quando o assunto é protetor de calcanhar, como você pode perceber ao longo do texto, o mais importante é descobrir qual o motivo do incômodo. Depois, convém testar os modelos e identificar o material mais adequado. Além disso, para tirar o melhor proveito e garantir conforto constante aos seus pés, é válido ter um protetor para cada calçado.

Por fim, na hora de comprar um calçado ou um protetor de calcanhar, lembre-se de procurar por lojas com renome e experiência, assim possíveis aborrecimentos podem ser evitados, além de garantir conforto para seus pés e evitar dores de cabeça. Nesse sentido, a Doctor Shoes é a melhor opção.

Agora você já sabe quais os tipos de protetores e como usá-los. Então acesse o nosso site e aproveite para conhecer mais como garantir uma melhor condição aos seus pés.

5 dicas para evitar que os sapatos novos machuquem

Comprar sapatos é algo que muita gente gosta. No entanto, ao usá-los nas primeiras semanas, a sensação costuma se tornar bem menos prazerosa devido a dor e aos incômodos que estes causam. Se você deseja evitar seus sapatos novos machuquem, recomendamos seguir estes conselhos.

Com frequência acontece o seguinte: apesar de ter sapatos novos, continuamos usando os mesmos de sempre. Isso é motivado pela dor, os calos e o incômodos que o novo par pode causar.

Se você comprar algo, é para poder desfrutá-lo. De forma alguma deveria ser uma dor de cabeça querer ficar bem para trabalhar ou para um evento social.

Para solucionar este penoso conflito, oferecemos alguns conselhos para evitar que seus sapatos novos machuquem. Teste-os e fique com o mais efetivo para resolver seu problema. A rua espera você e seu sapato, que tanto gosta!

5 truques para evitar que os sapatos novos machuquem

A principal causa da dor que os sapatos geram é sua dureza. Provavelmente passará um tempo até que amoleçam e se amoldem ao pé do portador. No meio tempo, melhor tomar certas precauções.

1. Usar um curativo adesivo

Sim, parece uma saída fácil demais. No entanto, não quer dizer que não funcione. Cole um curativo adesivo ou esparadrapo na zona do calcanhar, que é a geralmente área afetada pelos sapatos novos.

Tente usar um curativo que seja maior do que a zona que o sapato roça no calcanhar. Do contrário, ele se perderá em poucos minutos e seu efeito será nulo.

Recomendamos ler: 7 soluções para evitar que os sapatos machuquem

É um truque muito útil e muito simples. Em casa, coloque os sapatos com as meias mais grossas que tiver, de modo que ocupem bem todo seu espaço.

Depois, passe o secador de cabelo pelas partes onde mais aperte. O ar quente fará com que se amoleçam e estiquem. Se for necessário, não hesite em repetir o processo várias vezes.

3. Talco para bebê

Outra saída rápida, mas que funciona. Colocar talco para bebê nas áreas do pé onde o sapato cause dor reduzirá a fricção e, consequentemente, os calos. O desodorante em barra também pode cumprir uma função similar.

4. Tiras de silicone

Em lojas de sapatos ou de ortopedia você pode comprar tiras de silicone para colocar nos calcanhares do sapato. Desta maneira, suavizará a fricção contra a superfície dura, assim poderá evitar os machucados pelos sapatos novos.

Esta última medida é algo controverso, dado que muitos duvidam de seus possíveis benefícios. No entanto, muita gente diz que funciona. Coloque uma bolsa de água quente no interior dos sapatos. Tenha certeza de que não existam perdas na bolsa.

Depois, deixe o calçado toda a noite no congelador. Acontecerá que a água se expandirá por toda a sua superfície e até ganhará volume ao se converter em gelo. Como consequência, seus sapatos se esticarão levemente cada vez que repetir o procedimento.

Leia também:  Como Saber Quem Tem Meu Numero No Whatsapp 2018?

Uma medida mais simples, mas também efetiva, é usar os sapatos de maneira progressiva para amolecê-los pouco a pouco. Use-os durante uma hora ou duas estando em casa, ou no trabalho se puder levar outros para mudar. Desta forma, a medida que for aumentando o tempo de uso, prevenirá machucados e se sentirá mais cômodo com eles.

Outra recomendação será levá-los a um sapateiro para colocar uma forma que os alargue. Também poderá colocar algo que acolchoe a área do atrito e assim evitará que os sapatos novos machuquem.

Como escolher um bom sapato?

Não precisamos dizer que um bom sapato tem que ser do tamanho adequado. Isso implica que deve ter pelo menos um centímetro entre o dedão e a ponta do calçado.

Logo, procure escolher aqueles de melhor qualidade, já que costumam machucar menos, e que estejam devidamente acolchoados e forrados. Se contar com uma palmilha ultra macia, que balanceia as cargas do pé, muito melhor.

Em última instância, é necessário relembrar a importância deste item final. Se você não está certo da qualidade de um calçado ou se notar que tem algo que irá doer, não compre. Certamente terão outras alternativas e se poupar da dor dos primeiros usos é motivo suficiente para tomar um tempo para buscar mais.

Pode interessar a você…

Sobre as gambiarras para o sapato não machucar o pé

Meu pé é bem fresco, passou a maior parte da vida mimado pelos tênis. Até meus 21 anos, outros tipos de calçados eram só para ocasiões especiais, só nos últimos 5 anos o tênis acabou sendo substituído na rotina do dia-dia por outros tipos de calçados menos esportivos.

Essa transição foi meio sofrida por algumas razões.

Uma é que o arqueamento acentuado dos meus pés dificulta o uso de sapatos com de salto muito alto (eu me senti muito incapacitada quando uma blogueira falou que a moda dos saltões tinha passado e na hora de colocar os saltos “baixos” achei todos muito altos).

A outra é que, como ele estava acostumado a calçados macios, quase tudo que não fosse tênis machucava. Tenho trauma até hoje de usar havaianas fora de casa porque, da única vez que tentei fazer isso, voltei com o pé cortado, com bolha e pele solta.

Não sou masoquista, não compro sapato que sinto que “pega” só porque é bonito, na esperança de que ele vá amaciar depois do uso ou alguns tratamentos (tipo gente que usa secador com as Melissas).

Porém, mesmo tentando só adquirir sapatos macios e que não machuquem, às  vezes me engano e aquele calçado que parecia confortável é um assassino de calcanhar.

Sei que não sofro sozinha, já que, lendo os blogs e conversando por aí, nota-se que é bem comum o problema dos sapatos que machucam e diversas maneiras de amenizar o problema são propostas. A intenção deste post é relatar minha experiência com algumas dessas idéias e mostrar outras opções.

Band-Aid

Acredito que, das possibilidades, essa é sempre a primeira idéia que passa pela cabeça da mulherada quando sentem pela primeira vez um sapato machucando. Relacionamos machucado + proteção ao band-aid e corremos para a farmácia mais próxima para comprarmos uma caixinha.

Apesar de ter usado bastante, não considero uma boa opção. O curativo é muito fino, flexível e a adesão lateral ao redor da “almofadinha” é proporcionada numa área muito fina (ver figura abaixo).

Como conseqüência, o atrito faz com que a região central (almofadada) descole rapidamente e não é raro que o band-aid saia ou acabe ficando pendurado por uma ponta, desprotegendo a região agredida e, consequentemente, sendo necessária a reposição.

Em amarelo, a região que irá descolar rapidinho. Não é legal.

  • Esparadrapo
  • Existe uma boa variedade de esparadrapos, vou comentar os que experimentei.
  • -Esparadrapo impermeável

Esparadrapo impermeável

Para evitar a dor ou aliviar a situação no caso em que você não se precaveu, ele é ótimo. É como um tecido resinado grosso e a cola fixa muito bem, então protege bem e o risco dele se mover é reduzido.

A opção mais comum, de cor branca, é horrível esteticamente. A visão daquele negócio branco colado no seu pé não é muito bonita, no entanto, seu uso pode ser mais aceitável se o calcanhar não for ficar visível.

Exemplo: uso de salto e uma calça cuja barra cubra o calcanhar (pantalona, boca de sino/”flare”, “bootcut” ou reta).

Que eu saiba, tem marca que disponibiliza a versão bege, nunca vi pessoalmente mas deve ficar melhor dependendo do seu tom de pele.

-Esparadrapo microporoso

Esparadrapos microporosos (Fonte)

Esse é aquele esparadrapo fininho e translúcido que que tem como atrativo deixar a pele respirar.

Com relação à cor, costuma ter nas versões branca e bege, sendo a bege esteticamente mais agradável que a opção branca.

Como ele é bem fino, a proteção é menor que a dos outros mas, dependendo do caso, é muito válido. Se julgar necessário, até rola fazer uma sobreposição para melhorar o desempenho.

-Esparadrapo transparente

Esparadrapo transparente (Transpore)

Esse é o que eu mais gosto, só compro dos outros se não tiver opção. Por ser transparente, é mais discreto, como se pode ver na foto abaixo:

Esparadrapo Transpore aplicado no calcanhar.

A fita possui uma espessura boa para proporcionar a proteção bem do jeito que eu gosto.

Eu sempre comprei o Transpore da Nexcare (3M), mas a marca deve ter percebido o sucesso que ele fazia nos pés e lançou um outro produto específico para pés.

Este eu nunca testei mas, pelo que eu vi nos blogs, parece ser o mesmo produto numa roupagem diferente, feita para chamar a atenção daqueles que não conheciam a utilidade do outro.

(Atualização: fiz um post comparativo entre os 2 produtos: Protetor para os Pés Nexcare e comparação com o Transpore)

Esparadrapo transparente numa roupagem diferente.

Geralzão:

É bom escolher bem a largura: se estreitos demais, requerem uma precisão maior na colocação ou o uso de sobreposição; se muito grossos, é a mesma coisa que tentar cobrir uma superfície curva com algo reto, o acabamento não fica legal. Dentre as várias opções de largura, eu gosto de comprar os de 25 mm.

Todos os mencionados possuem uma fixação bem melhor do que o band-aid e, geralmente, deixam uma cola indesejada. Para limpar, eu uso óleo e um algodão, sai fácil.

É meio óbvio, mas não adianta colar o esparadrapo com o pé sujo, a cola não vai aderir direito e logo a fita descola.

 Devem servir para outras áreas que não seja o calcanhar, mas como não costumo ter esse problema, não posso dar opinião.

Proteção de EVA

Aplicação de EVA como protetor de calcanhar

Essa é outra idéia que funciona muito bem e se diferencia das demais por ser permanente e não deixar resíduos no pé. Você compra uma folha de E.V.A., recorta no formato desejado, cola com fita dupla face na região do calçado que incomoda e pronto, nunca mais precisará se preocupar em proteger o pé ao usar aquele calçado.

Funciona bem, estou até pensando em fazer isso com todos os sapatos problemáticos. Considerando que é um volume a ser adicionado, deve ser considerado o risco do calçado ficar levemente apertado depois de colocado.

Geralmente eu corto o pedaço com certa folga, faço a medição certinha no sapato, retiro o excesso e só então eu fixo ele. É bom escolher uma boa cor para o E.V.A., como ele é meio grosso, pode acabar aparecendo dependendo do ângulo.

Nos blogs, eu vejo as pessoas usando o de cor bege, mas acho que a cor ideal depende do sapato. Na falta do bege, usei um branco e não gostei muito não.

Depois de algumas experiências, acho que o preto cairia melhor em alguns dos meus sapatos.

  1. Não testei:
  2. Apenas para constar, além dessas idéias citadas, já vi as seguintes:
  3. – Amaciante de sapato

Exemplos de amaciantes de sapato disponíveis no mercado.

É um produto comprado especificamente para esse fim. Você aplica, veste o calçado e este acaba se moldando ao formato dos seus pés. Os relatos na internet dão a impressão de serem eficientes, gostaria de testar. É disponibilizado por várias marcas, algumas famosas, como Arezzo, Santa Lolla e Via Uno. Acredito que seja válido só para calçados de couro.

Congelador

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*