Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Com a cadela no cio, todo cuidado é pouco, inclusive com os métodos contraceptivos. Entenda os efeitos dos anticoncepcionais na saúde do animal!

A cadela no cio é sinônimo de preocupação para os tutores que não querem filhotinhos em casa. Não é à toa que muitos buscam alternativas para afastar qualquer possibilidade de uma gravidez indesejada. Uma delas é a vacina anticoncepcional para cadelas. Embora esse método funcione de um jeito no organismo humano, não quer dizer que aconteça da mesma forma nos animais. Na verdade, o anticoncepcional para cachorro traz efeitos colaterais nada agradáveis para a saúde do animal – e não é recomendado. Para entender mais, veja o que a veterinária Meire Nascimento Lima, que é coordenadora do grupo Vet Popular, esclareceu sobre o assunto!

Entenda os efeitos colaterais do anticoncepcional para cadelas

Por se tratar de um método mais barato do que a castração, algumas pessoas recorrem à vacina anticoncepcional para inibir o cio das cadelas. “Os anticoncepcionais são inibidores compostos por hormônios que impedem a fase do estro (fase do cio)”, explica a veterinária.

No entanto, segundo a especialista, esse método não é indicado devido às sequelas que os hormônios presentes nos anticoncepcionais podem causar no corpo do animal.

Problemas reprodutivos são facilitados e podem resultar em diversas complicações, como a piometra (infecção uterina) e neoplasias mamárias.

Além disso, Meire alerta também para outras possíveis consequências: “O uso contínuo e em doses elevadas pode causar acromegalia e diabetes (devido a elevação da produção do hormônio do crescimento inibindo a insulina periférica)”. Então, se a sua vontade era de aprender como aplicar injeção anticoncepcional em cadelas, é melhor repensar, viu? É a saúde da sua cachorrinha que está em jogo.

Como evitar a gestação em cadelas?

Segundo a veterinária, a maneira mais eficiente e segura de prevenir a gravidez indesejada em cachorras é com a castração.

Além de controlar o número de cãezinhos que vêm ao mundo, castrar sua cachorra ainda pode trazer inúmeros benefícios para a saúde dela, já que esse método também ajuda a prevenir diversas doenças, como o câncer de mama ou de útero.

No entanto, vale lembrar que a partir do momento em que a cadela é castrada, deixa de existir qualquer possibilidade de reprodução no futuro. Por isso, é importante pensar com muito cuidado na hora de tomar essa decisão.

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Para prevenir uma gravidez indesejada, a alternativa mais recomendada é a castração

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Saúde animal

Uma das partes mais difíceis de ter um cachorro em casa é o momento em que eles adoecem — e isso piora quando a doença é das mais sérias, como a cinomose.

Causada por um vírus, se não for tratada da forma correta, a cinomose em cães pode ser fatal não apenas para o que foi infectado primeiramente, mas para todos os que estiverem em contato com ele.

Para entender um pouco mais sobre o que é cinomose canina, seus sintomas, causa e o tratamento, o Patas da Casa conversou com a veterinária Kelly Andrade, do Paraná. Dê uma olhada, aqui embaixo, nas instruções da profissional!

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Saúde animal

As feridas em cachorro podem ter muitas causas e é preciso avaliar a gravidade da situação.

Se o seu cão surgiu algum arranhão ou machucados de leve depois de brincar muito com outros animais, o melhor é observar, mas se as feridas na pele do cachorro apareceram do nada você precisa ficar atento e buscar ajuda veterinária.

Pode ser um caso de dermatite, alergia de contato ou até picada de algum parasita. O Patas da Casa preparou um guia com as feridas de cachorro mais comuns. Vamos conferir?

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Saúde animal

Gatos são animais conhecidos pelas suas frequentes fugas quando estão no cio, mas você sabe por quê? Sabe a partir de qual idade a fêmea pode ter o primeiro cio? Esse período pode ser bastante estressante para o felino – e também para o dono -, pois o comportamento do animal muda bruscamente. Está preparado e já está ciente de quanto tempo dura o cio do gato? Nessa matéria vamos tirar essas e outras dúvidas sobre o assunto. Vem com a gente!

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Saúde animal

A doença do carrapato é uma das mais conhecidas entre os pais de pet e também uma das mais perigosas para os cachorros.

Transmitida pelo carrapato marrom, bactérias e protozoários invadem a corrente sanguínea e os sintomas variam de acordo com o grau da doença e podem causar coloração amarela na pele e mucosas, distúrbios de coagulação, manchas vermelhas espalhadas pelo corpo, sangramento nasal e, em casos mais raros, problemas neurológicos e até mesmo a morte do cachorro. Para ajudar a esclarecer dúvidas sobre a doença do carrapato, o Patas da Casa entrevistou a veterinária Paula Ciszewsi, de São Paulo. Confira abaixo!

Sua cachorra está no cio e você não sabe o que fazer? É sempre bom tomar algumas precauções nessa fase, já que pode ser um período bem estressante – tanto para o tutor, quanto para a cadela.

A veterinária Meire aconselha que, mesmo com as alterações comportamentais que acontecem nesse intervalo de tempo, sua companheira deve receber muita atenção e carinho.

Pode parecer bobo, mas isso faz uma diferença danada, pois ela precisa se sentir acolhida nesse momento.

Outro ponto importante é que o tutor deve realizar a higienização da vulva por causa do sangramento que ocorre no período.

Além disso, a especialista acrescenta: “Durante o cio, a cadela exala um cheiro que só os outros cães vão sentir, então é importante deixá-la separada dos machos para não trazer gestação indesejada”.

A rotina de passeios com a cadela no cio também deve ser repensada para evitar estressá-la com os cachorros machinhos.

Redação: Juliana Melo

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Continuar Lendo

Como afastar um cachorro de uma cadela no cio – 8 passos

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Ver fichas de  Cachorros

É normal que as cadelas no cio atraiam muitos machos dispostos a gerar descendência. No entanto, se está tentando evitar uma gravidez não desejada, esta situação pode se tornar incômoda.

Se está procurando truques para saber como afastar cachorros de uma cadela no cio, neste artigo do PeritoAnimal vamos lhe dar alguns conselhos úteis que pode utilizar nos passeios e para que o dia a dia seja mais positivo.

Continue lendo e descubra as nossas recomendações para passar as duas ou três semanas do cio da sua cadela sem a presença de machos.

Passos a seguir:

1

Se tem uma casa com jardim, é provável que permita que a sua cadela saia livremente para se exercitar e fazer as suas necessidades, às vezes sem supervisão. Também pode acontecer se vive em um andar baixo em uma rua calma. Por isso, o que deve fazer nesta altura é evitar que ela saia à rua sem você.

Durante o cio deve impedir que a cadela saia à rua sem você, caso contrário alguns cachorros irão se aproximar da zona atraídos pelo cheiro. Além de tentarem chegar à sua cadela para acasalar, podem começar a urinar nas suas portas, assim como nas paredes exteriores da sua casa.

2

É muito importante limpar regularmente a sua casa. Embora não o possa perceber, o cheiro que este ciclo sexual da sua cadela tem é muito chamativo para qualquer macho da zona, não se esqueça que os cachorros têm um olfato muito poderoso.

3

Além disso, deve contar com calcinhas ou fraldas para o cio para a sua cadela. Mudá-las regularmente é fundamental para evitar o mau cheiro. Pode inclusive passar uma toalhinha úmida de bebê pela zona quando a mudar.

4

Se for possível, pense em mudar os horários de passeio da sua cadela, aproveitando as horas mais calmas do dia: a primeira hora da manhã, depois do almoço ou a última hora da noite costumam ser os melhores momentos. Escolha lugares tranquilos, desta forma não terá machos se aproximando da sua cadela.

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

5

Existem sprays anti-cheiro assim como sprays de clorofila que se comercializam como remédios para atenuar o cheiro que produzem os feromônios do cio da cadela. No entanto, deve consultar sempre com o seu veterinário o uso de diferentes produtos.

Leia também:  Como Saber Que E Ouro De Verdade?

6

Não utilize injeções inibidoras do cio. Estes compostos hormonais atuam rapidamente acabando com esta fase do ciclo estral. No entanto, não é recomendável o seu uso prolongado, uma vez que pode favorecer a obesidade assim como alguns problemas de saúde. Costuma-se utilizar em cadelas que são demasiado jovens para serem operadas.

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

7

O mesmo se aplica a comprimidos para evitar o cio nas cadelas. Este tipo de medicamento costuma ter efeitos secundários relacionados com o câncer.

8

O último conselho que lhe oferecemos para afastar cachorros de uma cadela no cio é a esterilização ou castração da cadela.

Existem muitas vantagens de castrar uma cadela, além de se tratar de uma operação muito simples, vai prevenir as incômodas situações do cio, assim como doenças e mudanças de comportamento não desejadas.

Para além disso, estará contribuindo para que os cachorros não acabem na rua.

De qualquer forma, você deve estar atento, porque uma cadela castrada pode entrar em cio. Caso isso aconteça, muito provavelmente ela está com um problema chamado de síndrome do ovário remanescente e você deve consultar um médico veterinário o quanto antes.

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como afastar um cachorro de uma cadela no cio, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cio.

Identificar os sinais de gravidez na cadela

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

As cadelas podem engravidar quando ficam com o cio, o que acontece aproximadamente a cada oito meses. Este período fértil dura até três semanas. Tal como pode engravidar, durante este período, a sua cadela pode também envolver-se em brigas com machos, caso ainda não se sinta preparada para acasalar. Passear sempre com trela, durante o cio, pode ajudar a evitar que se meta em lutas, bem como, caso não deseje que algum macho acasale com ela, evitar os seus avanços apaixonados.

Como uma gestação pode ser dispendiosa e emocional tanto para si como para a sua cadela, a reprodução deve ser realizada por especialistas. Se deseja evitar que a sua cadela engravide, pode considerar esterilizá-la Encontre mais informação aqui

A gravidez no cão dura entre 61 e 65 dias, mas pode não se aperceber de diferenças físicas evidentes no seu corpo, até a sua cadela estar quase no final da gestação. Não existem testes de gravidez para cadelas, que possam ser feitos em casa. Por isso, como consegue responder à questão “a minha cadela está grávida”?

Há vários sinais a que deve estar atento, que sugerem que há novos cachorros a caminho.

  • Uma ligeira perda de muco pode ocorrer, cerca de um mês após o acasalamento.
  • As maminhas dela podem ficar mais proeminentes em cor e tamanho, cerca de 30 dias após o acasalamento, e poderão produzir um fluido semitransparente.
  • Semelhante ao enjoo matinal nos humanos, a sua cadela poderá vomitar, nas fases iniciais da gravidez. Se os vómitos persistirem, ou tiver alguma preocupação, contacte o seu médico veterinário.
  • Começará a ganhar peso, a partir dos 35 dias de gestação, aumentando gradualmente até 50% acima do seu peso normal.
  • Deverá notar a barriga inchada, a partir do 40º dia, apesar de numa primeira gravidez ou quando as ninhadas são pequenas, possa ser pouco visível.
  • Ela pode parecer mais calma do que o habitual ou poderá perder o apetite. Estes sinais podem também indicar um problema, pelo que deve falar com o seu médico veterinário, caso esteja preocupado.
  • O apetite da sua cadela gestante poderá aumentar na segunda metade da gravidez, pelo que deverá estar preparado para ajustar a sua alimentação em conformidade.
  • O seu médico veterinário poderá confirmar a gravidez ou com um “teste de gravidez para cão”, que mede os níveis de hormonas a partir dos 21-25 dias de gestação, ou por ecografia a partir dos dias 20-22.
  • A partir do 30º dia, o seu médico veterinário poderá efetuar um exame físico para contar quantos cachorros terá a ninhada. Esta contagem pode não ser sempre exata, pelo que deve saber que poderá ter mais cachorros a caminho, do que aquilo que pensa!

Apesar de a sua cadela ser capaz de lidar com a gravidez e o trabalho de parto sozinha, estar de prevenção e falar com ela calmamente pode facilitar o processo. Também lhe permitirá intervir prontamente, caso surja algo inesperado. A futura mamã irá dar-lhe vários sinais de que o trabalho de parto está a começar e que os cachorros já estão quase a chegar.

  • Poderá notar que a sua cadela procura um local calmo para dar à luz, no final da sua gestação. Pode ajudá-la criando um “ninho” numa área isolada e acolhedora. Leia o nosso guia sobre Dicas para uma Gravidez Saudável para mais conselhos sobre como cuidar da sua cadela gestante.
  • Ela pode parecer cada vez mais inquieta com a aproximação do nascimento, apresentando comportamentos como arranhar o chão ou a cama.
  • Uma queda na sua temperatura corporal (para cerca de 37º) assinala que o trabalho de parto deverá começar nas próximas 12-24 horas. A temperatura regressará a 38º, quando o parto começar.
  • Quando as contrações começarem, a sua cadela poderá começar a tremer ou a arfar.
  • Observará fortes contrações abdominais, seguidas de um corrimento claro. Quando isto acontecer, o primeiro cachorro deverá sair, nos próximos 30 minutos.

Na maioria dos casos, as cadelas têm os cachorros naturalmente e não deverá ser necessário intervir.

No entanto, alguns sinais, como corrimento com coloração anormal ou contrações da mãe sem sair nenhum cachorro, podem sugerir complicações.

Se verificar algum destes sinais ou outros que o preocupem, contacte o seu médico veterinário. Leia o nosso guia sobre Trabalho de Parto e Nascimento para mais informação sobre o nascimento em cães.

Como Evitar Que A Cadela Fique Prenha?

Como descobrir se a sua cachorra está prenha

A gestação canina é cheia de peculiaridades e detalhes que os tutores que passam pela primeira vez por esse processo com sua cadelinha provavelmente não vão saber identificar e tratar com precisão. Apesar de serem mamíferos como nós, o corpo dos cachorros – macho ou fêmea – apresenta outra fisiologia e nem tudo que é válido para uma gestação humana se repete em uma canina.

Por isso, se seu pet está passando pela primeira vez por isso e você ainda não sabe muito como identificar as fases da gestação ou mesmo quais os cuidados durante a gravidez e no pós-parto, o UOL BICHOS te ajuda respondendo às principais dúvidas sobre o assunto.

O cruzamento dos cachorros envolve outras fases que vão além simplesmente do coito. Você já deve ter ouvido falar que depois da cópula propriamente dita o cachorro e a cadela permanecem grudados, com o pênis ainda penetrado.

Isso acontece porque a ejaculação do cachorro ocorre em três fases, e não apenas no momento em que ele está sobre a cadela.

É neste momento posterior em que eles estão “grudados” (em função do aumento do bulbo peniano que fica preso até que passe a ejaculação) que ocorre a maior liberação de espermatozoides e quando, de fato, a fêmea é fecundada.

Por que estamos explicando tudo isso? Para dizer que, se a fêmea e o macho não passaram esse período todo juntos (o que dura em média 30 minutos) ela provavelmente não foi fecundada e o cruzamento não foi completo.

Se ainda assim você tem dúvidas se sua cadela está grávida (por ela ter passeado sozinha na rua estando no cio, por exemplo) o mais aconselhado é observar os sinais que ela apresentará nos próximos dias. Entre os sinais de gravidez nos cachorros estão:

  • A perda de apetite;
  • Aumento dos mamilos, que ficam também mais escuros;
  • Cansaço e desânimo;
  • Busca por lugares quentes e confortáveis;
  • E, é claro, o aumento da barriga.

Se você não conseguiu identificar nenhum destes sinais mais ainda assim desconfia que a cadela esteja prenhe, o aconselhado é visitar o veterinário a partir do 21º dia para que o diagnóstico seja feito por meio de uma ultrassonografia.

Embora seja um dos sinais, o aumento da barriga da cadela não é o central para identificar a gravidez, já que varia muito de acordo com o porte e peso do animal. No entanto, considerando que a gravidez canina dura em média 64 dias, uma previsão para o aparecimento da barriga é por volta do final do primeiro mês.

Leia também:  Como Contar A Familia Que Estou Gravida?

Quantas vezes o cachorro tem que cruzar para ficar prenha?

Em teoria, um cruzamento deveria ser suficiente para que a cadela fique prenhe, mas interrupções no momento do coito ou mesmo a escolha de um dia inadequado do cio (o período ideal é por volta de 8 ou 9 dias depois do início dele) podem impedir que a fecundação propriamente dita aconteça. Se o cruzamento é planejado pelo tutor e ele deseja que a cadela fique grávida, pode colocar o macho e a fêmea por até três dias seguidos juntos, lembrando-se apenas de não permitir que eles cruzem mais de uma vez no mesmo dia.

Quanto tempo depois de cruzar a cadela fica grávida?

Se a fêmea foi fecundada depois do cruzamento, ela já estará grávida. A confirmação da gravidez, no entanto, só pode ser feita por volta do 21º dia depois do cruzamento, quando um veterinário poderá realizar uma ultrassonografia – ou mesmo uma outra avaliação como a palpação abdominal, que é mais econômica mas menos certeira que o ultrassom.

Quando sai leite da mama da cadela é sinal de gravidez?

O leite na mama da cadela pode ser, sim, um sinal de gravidez. Mas também ocorre em outras situações como na gravidez psicológica e, nestes casos, o sintoma pode se juntar a outros e evoluir para tumores e até endometriose. Por isso, é sempre importante buscar a confirmação de um veterinário de que a cadela de fato está grávida.

Como deve ser a alimentação de uma cadela prenha?

Nas primeiras semanas de gestação, a alimentação da cadela prenha deve seguir da mesma forma que antes, com mesmo intervalo e dosagem.

Por volta da quinta semana, o tutor deve procurar um veterinário para que ele avalie o peso da cadela, quantos filhotes ela está esperando e, a partir disso, determine qual deve ser o aumento nas porções de ração oferecidas a ela ao longo das próximas semanas de gestação.

Além disso, no final da gravidez é importante reforçar a nutrição da cadela, oferecendo rações mais proteicas e vitaminadas como as de filhotes. Neste período ela também terá mais dificuldades de comer grandes porções de uma única vez, já que o espaço para armazenamento no seu corpo será menor. Ofereça a mesma quantidade de alimento no dia, mas em porções menores e menos espaçadas.

Por fim, lembre-se sempre de garantir que a cadela tenha àgua a sua disposição, evitando a desidratação.

Pode dar ovo cozido para cadela prenha?

Não há nenhum impeditivo em oferecer ovo (desde que cozidos, para evitar contaminação) a cachorros, mas caso opte por uma alimentação natural em detrimento da ração, o tutor precisa estar ainda mais atento à elaboração da dieta do animal para evitar a subnutrição – ainda mais quando se trata de cadelas prenhas! Por isso, qualquer mudança do tipo na alimentação do animal deve passar pelo aval do veterinário.

Como cuidar da cadela no pós-parto?

A cadela normalmente tem um instinto maternal muito aflorado no pós-parto e assume, por conta própria, a missão de cuidar dos filhotes, alimentando-os e os mantendo aquecidos.

Então, a função do tutor neste processo será de observar e cuidar para que a mãe continue saudável e tenha tudo que precisa ao seu alcance. Certifique-se de oferecer alimento na frequência correta e deixar água sempre disponível para a cadela.

Ela e os filhotes também precisam estar em um ambiente limpo, aquecido e confortável.

Em regra, não é recomendado que o tutor dê banho na cadela ou nos filhotes nesse primeiro momento, já que o cheiro é central para que eles se reconheçam e criem um vínculo nesse período do pós-parto e amamentação.

Verifique também, com alguma frequência, se a cadela não desenvolveu algum tipo de lesão nos mamilos, que podem ocorrer tanto pelo acúmulo de leite quanto por ferimentos provocados por ressecamento ou pelos dentes dos filhotes (que surgem por volta do primeiro mês). Em caso de ressecamento, é possível proporcionar algum alívio molhando-os com água morna.

Além disso, se observar secreções vaginais de cores escuras nos primeiros dias após o parto, saiba que elas são normais e devem diminuir ao longo das semanas.

Quando os filhotes tiverem por volta dos 45 dias – e se nenhum comportamento anormal for observado antes disso – eles e a mãe podem fazer a primeira visita ao veterinário.

Quais os cuidados que devemos ter com cadelas na gravidez?

Na gravidez, as cadelas costumam passar por mudanças físicas e emocionais e por isso é importante que o tutor esteja atento para garantir seu conforto e saúde.

Como já mencionamos, nessa fase será essencial um olhar mais atento à alimentação: a cadela agora se alimenta por ela e pelos filhotes! No entanto, apesar do aumento das porções de ração ser necessário e recomendado, o tutor não deve de forma alguma forçar o animal a comer quando ele não se sente à vontade para isso.

Além disso, procure oferecer espaços confortáveis onde a cadela possa descansar, sempre forrados e protegidos de correntes de ar.

Por fim, mas não menos importante, não se esqueça de visitar o veterinário com frequência. Só ele consegue determinar com precisão se o animal está passando por uma gestação saudável ou se precisará de alguma intervenção médica ou exames adicionais.

Pode estourar a bolsa da cachorra?

Qualquer intervenção no parto da cadela só deve ser feita por um médico veterinário. Em regra, se o parto estiver acontecendo em boas condições e dentro da normalidade, a bolsa da cachorra se romperá sozinha. Depois que a bolsa estoura, os filhotes devem sair entre 30 e 60 minutos depois. Caso isso não aconteça nesse período, o tutor deve procurar um veterinário com urgência.

Quantos meses dura a gravidez de uma cadela?

A gravidez de uma cadela custuma durar, em média, 63 dias, podendo chegar até a 67.

Quando a cadela está grávida pode dar remédio de verme?

Depende.

Caso esteja pensando em colocar o cachorro para cruzar, alguns veterinários indicam que o vermífugo seja ministrado em três momentos: ainda no cio, de 7 a 10 dias antes dos filhotinhos nascerem e mais uma vez duas semanas depois do parto. Essa indicação, no entanto, varia de caso a caso e a marca e tipo do vermífugo também devem ser observadas – para garantir que não seja um medicamento que atravessa a barreira placentária.

O mais indicado, em todo caso, é consultar um veterinário para que ele dê essa orientação.

Como Saber se a Cadela está Prenha?

GESTAÇÃO CANINA

As cadelas podem ficar prenhas sempre que estão no cio, o que acontece uma vez a cada oito meses. Este período de fertilidade dura até três semanas.

Além de poder ficar prenha durante este período, a cadela pode ter conflitos com os machos se não se sentir suficientemente preparada para acasalar.

Levá-la para passear com a coleira durante o cio a ajudará a evitar brigas e, se você não quiser que um macho se acasale com ela, isso vai amenizar suas vontades amorosas.

Como a gestação pode ser cara e sentimental tanto para você quanto para seu animal de estimação, geralmente é melhor deixar a reprodução para os especialistas. Se você quiser evitar que sua cadela fique prenha, você deve pensar em castrá-la.

PRIMEIRO REQUISITO

A gestação canina geralmente dura entre 61 e 65 dias, embora você possa não notar nenhuma mudança física óbvia em sua cadela até a fase final da gestação. Não existe um teste de gestação canina que você possa fazer em casa, então você vai se perguntar como responder à pergunta “Minha cadela está prenha?”

  • COMO SABER SE UMA CADELA ESTÁ PRENHA
  • Existem vários sinais para ver se há filhotes em caminho.
  • Uma leve secreção pode ocorrer cerca de um mês após o acasalamento.
  • As tetas podem se destacar em cor e tamanho uns trinta dias após o acasalamento, podendo até produzir um fluido semitransparente.
Leia também:  Como Saber Qual O Melhor Dia Para Engravidar?

Tal como acontece com a náusea da gravidez nas mulheres, a sua cadela pode vomitar nos primeiros estágios da gestação. Se o vômito não parar ou se houver algo preocupante, consulte seu veterinário.

Ela começará a ganhar peso em torno do 35º dia de gestação, que aumentará gradualmente até atingir 50% a mais do que o peso normal.

Vocês podem começar a notar sua barriga inchada a partir do dia 40, embora as mamães de primeira viagem e as cadelas que estão gestando uma ninhada pequena dificilmente apresentam mudanças.

Ela pode ficar mais deprimida do que o normal ou perder o apetite. Esses sinais também podem indicar um problema; pergunte ao seu veterinário se você está preocupado com esses sinais.

O apetite da sua cadela prenha vai aumentar na segunda metade da gestação, então você tem que estar preparado para modificar sua dieta corretamente.

O veterinário pode confirmar uma gravidez por meio de um “teste de gestação canina”, que mede os níveis hormonais, a partir dos dias 21 a 25 da gestação, ou por ultrassonografia a partir do dia 20 a 22.

A partir do 30º dia, aproximadamente, seu veterinário poderá realizar um exame físico para saber quantos filhotes sua cadela está esperando.

Este teste nem sempre é preciso, e é possível que ela possa ter mais filhotes do que era esperado.

Como evitar que a cadela fique prenha – AdoroCães.com.br – Para Apaixonados por Cães!

Sem dúvida alguma, a melhor maneira de evitar que uma cadela fique prenha é realizar a sua castração. Mas, caso a sua castração não seja possível, por algum problema de saúde, ou pela idade do animal, há algumas medidas que os donos podem tomar.

O primeiro passo é entender como ocorre o cio. Na média, as cadelas alcançam a maturidade a partir dos seis meses de idade (raças de porte maior tendem a alcançar a puberdade com mais idade), o que quer dizer que a partir dessa idade elas já podem engravidar.

Uma vez então que elas tenham atingido essa maturidade, passam a entrar no cio duas vezes ao ano. E como fazemos para reconhecer quando uma cadela está no cio? Bom, será necessário estar atento a alguns sinais.

Quando uma cadela entra no cio, o seu comportamento muda. Ela passa a ficar mais agitada, ansiosa e agressiva. Seus órgãos sexuais ficam inchados e ela sangrará. O animal também passará a urinar mais e a sua urina conterá os feromônios que atraem os cães machos.

Assim que você ver a primeira mancha de sangue no chão já pode começar a contar os dias a partir disso. Tal ciclo será de 21 dias e os dias mais férteis serão entre os dias 11 e 15, portanto, este será o período em que você mais terá que tomar cuidado!

GUIA DE ADESTRAMENTO – AQUI

  • Agora que você já sabe como reconhecer quando uma cadela está no cio, já pode seguir as dicas abaixo de prevenção de gravidez do animal.
  • • Mantenha a cadela presa em um local que outros cães não tenham acesso;
  • • Evite passear com a cachorra em lugares muito frequentados por outros donos de cães;
  • • Supervisione muito bem a cadela e tome cuidado para não deixá-la fugir;
  • • Caso a sua cachorra tenha cruzado com um cão, é possível usar uma injeção para interromper a gravidez em até 48 horas após a concepção, mas esse método é o menos recomendado, pois traz muitos riscos à saúde do animal;
  • • É possível também usar uma vacina anti-cio, mas é preciso saber bem quando administrá-la, senão poderá causar problemas de saúde no animal, como alterações uterinas, tumores de mama, piometra, diabetes, entre outras doenças;
  • • Faça a boa e velha castração.

Como você pôde ver, há alguns métodos para se evitar a gravidez que a princípio são econômicos, mas que podem acabar saindo bem caro depois. A castração ainda é o melhor método para impedir a gravidez de um animal, pois, além disso, a cadela ficará protegida contra tumores mamários e outras doenças, podendo, assim, viver mais e com boa qualidade de vida.

Em todo caso, consulte sempre um veterinário e veja qual é a melhor solução para a sua cadela.

8 cuidados que você deve ter com sua mascote quando ela estiver esperando filhotes

A gravidez de cachorras e gatas é um momento bastante delicado e exige uma série de precauções. A saúde dos filhotes começa com o cuidado que o proprietário deve ter com o seu animalzinho. É preciso ter certeza de que a fêmea está realmente prenha, porque os animais também têm gravidez psicológica e adotam o mesmo comportamento de cadelas e gatas gestantes.

O diagnóstico deve ser feito pelo veterinário por meio de ultrassom, a partir dos 25 dias, ou por raio X, após 45 dias. Para saber o número de filhotes, o exame indicado é o raio X.

A gestação saudável de uma cachorra dura, em média, de 57 a 63 dias, e das gatas, de 60 a 64 dias. Fique atento aos cuidados para manter a saúde da mãe e dos filhotes.

As dicas são da médica veterinária Francyelle Barbieri.

  • Leia mais
  • ​Como evitar que seu animalzinho lhe transmita doenças​
  • ​Dicas para viajar com seu animalzinho de carro, ônibus e avião​
  • ​Seu animal tem medo de fogos? 10 dicas para ajudá-lo com esse problema​

(Foto: Cynthia Vanzella / Agencia RBS)

A fêmea deve estar com peso ideal durante a gestação. Uma grávida obesa pode ter sérios problemas. Cuide para que ela tenha sempre água limpa e fresca à disposição. A dieta adequada para uma gestante é ração de filhote, desde o diagnóstico da gravidez até o desmame da cria, a partir dos 30 dias de vida.

O ganho de peso pode deixá-la mais preguiçosa e diminuir o apetite. Procure oferecer a comida em porções menores e mais vezes ao dia. Geralmente, as fêmeas fazem ninhos para ter os filhotes e deixam de se alimentar 24 a 48 horas antes do parto.

Além disso, a temperatura corporal fica mais baixa, porque estão próximas de ganhar e guardam energia para isso.

(Foto: sxc.hu / Divulgação)

Faça passeios regulares, mas nunca submeta um animal gestante a grandes esforços físicos. Nas últimas três semanas de gravidez, os passeios não são indicados. Além do esforço prejudicial, é importante evitar o contato com outros cães que possam transmitir doenças à mãe e, consequentemente, aos filhotes.

(Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS)

O ideal é que a fêmea seja vacinada antes do período do acasalamento. Depois de prenhe, a vacinação não é aconselhada.

(Foto: Divulgação / Thinkstock)

É importante vermifugar antes do acasalamento. Durante o período inicial da gravidez, é contraindicada. Após 45 dias de gestação, é possível dar vermífugo, mas com a orientação de um veterinário.

(Foto: Divulgação)

Convém manter mãe e filhotes afastados de outros animais nos primeiros 30 dias, por questão de segurança, higiene e para evitar que a mamãe fique estressada.

(Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS)

Se o parto for natural e ocorrer em casa, é ideal que a fêmea disponha de um local tranquilo, confortável e limpo. Além disso, é fundamental saber o número certo de filhotes e conversar com um veterinário para saber como auxiliar o animal, caso seja necessário, e observar o tempo entre o nascimento de um filhote e outro.

(Foto: Divulgação / Getty Images)

Algumas fêmeas se sujam muito após o parto. É possível dar um banho cuidadoso e depois manter a higiene com lenços umedecidos de bebês humanos.

(Foto: Reprodução/Anna Paulo Grillo)

A partir do desmame pode-se fazer a higiene com lenços umedecidos. Banhos, em casa, a partir dos 40 dias. Só podem frequentar a pet shop após terem todas as vacinas. É importante certificar-se de que os filhotes mamaram assim que nasceram, porque eles precisam ingerir colostro (primeiro leite materno) onde adquirem imunidade.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*